Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Problemas no meio-campo tiram o sono de Vanderlei Luxemburgo

Sem Fabiano e João Pedro, suspensos, e com Zé Luís, que ainda é dúvida, opções ficam escassas

O técnico Vanderlei Luxemburgo terá que quebrar a cabeça para escalar o Atlético-MG contra o Ceará, neste domingo, no Mineirão. O setor que mais preocupa o comandante alvinegro é o meio-campo, que tem vários desfalques certos e ainda uma dúvida séria.

Fabiano, punido pelo STJD por causa da expulsão contra o Santos, ainda pelas quartas de final da Copa do Brasil, não poderá atuar. João Pedro, que fez a primeira partida como titular diante do Grêmio, levou cartão vermelho e cumprirá suspensão automática. Para piorar a situação, Zé Luís, com uma inflamação no pé esquerdo, ainda é dúvida.

Assim, à disposição de Luxemburgo, estão apenas Rafael Jataí, Ricardinho e Wendell, além de Júnior, que também poderá ser utilizado no meio-campo. Correa, que era uma opção para o setor, foi liberado recentemente do clube, já que Atlético-MG e Dínamo de Kiev não entraram em acordo para renovação do contrato de empréstimo.

A tendência é que o treinador use novamente o esquema com três zagueiros. Dessa forma, o Galo enfrentou o Grêmio, em Porto Alegre, e perdeu a terceira partida seguida no Campeonato Brasileiro. Com os maus resultados, o Atlético-MG entrou na zona de rebaixamento, com apenas seis pontos, na 17ª posição da tabela de classificação.

junho 4, 2010 Posted by | Atlético-MG | , , , , , | Deixe um comentário

Pressão de Luxemburgo dá certo, e Seneme vai apitar o clássico

Treinador do Palmeiras queria um árbitro experiente para o duelo

Ampliar Foto Fabio Menotti/Assessoria de Imprensa do Palmeiras Fabio Menotti/Assessoria de Imprensa do Palmeiras

Luxemburgo está preocupado com a arbitragem no clássico

Irritado com a arbitragem de Robério Pereira Pires na partida da última terça-feira, quando o Palmeiras venceu o Bragantino por 2 a 1, o técnico do Palmeiras , Vanderlei Luxemburgo, não escondia a preocupação em relação ao clássico de sábado, contra o São Paulo .

– Ninguém recebeu escudo Fifa sem merecer. Esses caras precisam ser colocados nos melhores jogos. O Sálvio Spínola, o Paulo César, o Seneme. Para apitar grandes jogos, não dá para escolher e depois queimar a molecada.

Coincidência ou não, a pressão deu resultado. Wilson Luiz Seneme será o árbitro do duelo que será realizado no estádio do Morumbi. Será o segundo clássico do juiz no estadual. O primeiro foi no dia 1 º de março, quando o Santos venceu o São Paulo por 1 a 0, na Vila Belmiro.

Os jogadores do Palmeiras, timidamente, aprovaram a escolha.

– Não deixa de ser boa escolha o nome do Seneme, mas não vamos nos preocupar com a arbitragem e sim com nosso desempenho dentro de campo – afirmou o meia Cleiton Xavier.

março 27, 2009 Posted by | Palmeiras, São Paulo | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Luxemburgo se livra de suspensão e leva multa de R$ 5 mil

Técnico é ‘aliviado’ pelo TJD e fica no banco contra o Noroeste

Luxemburgo discute no clássico contra o Corinthians (Foto: Reginaldo Castro)Luxemburgo discute no clássico contra o Corinthians (Foto: Reginaldo Castro)

LANCEPRESS!

Vanderlei Luxemburgo, que sequer compareceu ao julgamento, poderá ficar no banco de reservas para a partida do Palmeiras contra o Noroeste, às 20h30 desta terça-feira, no Palestra Itália. O técnico escapou da suspensão de até 360 dias e terá de pagar apenas R$ 5 mil ao Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD/SP).

Luxa teria ofendido o árbitro Cléber Abade, no clássico contra o Corinthians. Por isso, ele foi denunciado com base no artigo 188, “manifestar-se de forma desrespeitosa, ou ofensiva, contra árbitro ou auxiliar em razão de suas atribuições, ou ameaçá-los por meio da imprensa”.

De acordo com relato na súmula, o treinador palmeirense foi em direção ao árbitro, ao término da partida, e proferiu as seguintes palavras: “Abade, você não vai dormir esta noite por causa da sua consciência pesada. Você foi covarde, amarelou todo o meu time. Você conseguiu o resultado que queria. Por que não deu a falta no Armero?”.

Depois, na entrevista coletiva, Luxemburgo prosseguiu com as reclamações. “Ele ameaçou meus jogadores e vai carregar comigo na súmula porque fui reclamar dele. Acho até que ele deveria estar torcendo para que o Ronaldo fizesse o gol. Ele foi tendencioso”.

No entanto, os auditores do órgão optaram por desclassificar a infração para o artigo 56, “no caso de tumultos durante a partida, com ofensas verbais ao árbitro e árbitros assistentes, fica sujeita à multa o técnico”.

No ano passado, o técnico foi julgado também TJD/SP por ter ofendido o árbitro Paulo Roberto Ferreira num confronto contra o Rio Preto e acabou multado em R$ 50 mil.

março 17, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , | Deixe um comentário

Para Luxa, Palmeiras sai na frente em 2009

Parceira contratou reforços como as revelações Marquinhos e Keirrison, enquanto rivais, como o Corinthians, correm atrás

Tom Dib/Lancepress!)Luxemburgo valoriza planejamento do Verdão para 2009 (Foto: Tom Dib/Lancepress!)

Para o técnico do Palmeiras, Vanderlei Luxemburgo, o clube sairá na frente dos rivais em 2009 já que o Verdão foi rápido e já se reforçou pensando na próxima temporada. A sua parceira, Traffic, contratou os jovens destaques do Campeonato Brasileiro Marquinhos, do Vitória, e Keirrison, do Coritiba.

Para Luxa, essa agilidade será fundamental para o time, que só precisa vencer o Botafogo, domingo, para garantir vaga na Libertadores, pois os rivais, como o Corinthians, estão buscando atletas, mas terão dificuldades de contratar bons jogadores após a disputa do Brasileirão.

– Depois que os torneios se encerram, os melhores jogadores já têm contratos assinados. Está todo mundo correndo atrás de jogadores agora, veja o caso do Corinthians. Se for esperar acabar tudo não tem mais quem contratar – afirmou Luxa no programa “Bem Amigos”, do SporTV.

Ao comentar a vinda de dois promissores reforços, o treinador garantiu que, infelizmente, eles podem seguir uma tendência e apenas usar o Palmeiras como ponte para o futebol europeu, como ocorreu com o zagueiro Henrique, que foi contrato junto ao Coritiba no início deste ano e, em junho, foi vendido para o Barcelona (ESP), em negócio que gerou lucro de mais de R$ 15 milhões para a Traffic.

– Você não consegue envolver atleta com o clube, eles não criam mais envolvimento emocional com o clube. Ele sai, por exemplo, do Coritiba para o Palmeiras, para ir para Europa. Os times grandes viraram trampolim – disse Luxemburgo.

Vanderlei deixou claro que o futebol brasileiro está nivelado por baixo e os times precisam ser armados para não perder os jogos.

– Você não tem mais jogador que chama a responsabilidade. Pela falta de talento, pela falta de qualidade, estamos introduzindo dois volantes, três zagueiros, porque você vai poder ganhar o jogo dessa forma, pois se você for vulnerável não vai ganhar. Perde o jogo numa bola parada, num contra-golpe e não consegue mais ganhar.

dezembro 2, 2008 Posted by | Palmeiras | , , , , | Deixe um comentário

Teixeira foge quando assunto é Luxemburgo

Presidente só tem o pensamento virado para o Brasileirão deste ano

Em entrevista à Rádio Globo, o presidente santista Marcelo Teixeira
foi perguntado se pretende contratar o atual técnico do Palmeiras,
Vanderlei Luxemburgo, para 2009. A resposta não foi direta. O
mandatário emendou um comentário sobre o atual momento da equipe:

– Hoje estamos nitidamente com nossas atenções voltadas para o Brasileiro – comenta Marcelo Teixeira.

Na seqüência, o presidente confirmou que a intenção inicial é manter o
treinador Márcio Fernandes. Porém, ele não garantiu que isso vá
acontecer.

– Estamos valorizando muito o trabalho de toda a
comissão técnica. Acho merecedor toda a retaguarda ao Márcio, até
porque ele já deu mostras de sua capacidade – diz.

Recentemente,
pessoas ligadas à Teixeira realizaram sondagens ao treinador do
Corinthians, Mano Menezes. Alguns conselheiros santistas acreditam que
essa atitude foi tomada para mostrar para Vanderlei Luxemburgo que o
Santos tem mais opções no mercado.

novembro 12, 2008 Posted by | Santos | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Palmeiras tem insatisfeitos com Luxa

Vice vê focos de insatisfação com Luxa como normais e diz que o técnico não sairá.

Gilberto Cipullo assumiu a função de pára-raios e foi à imprensa bancar a permanência de Vanderlei Luxemburgo para 2009. Membros do grupo Muda Palmeiras, até então sempre ao lado do técnico e do qual o vice-presidente faz parte, pedem a cabeça de Luxa, como noticiou o PORTAL FUTEBOL! na última terça-feira.

Dois conselheiros do Muda, inclusive, fizeram parte do grupo de cerca de vinte torcedores que cobraram o técnico, dentro de seu carro, na saída do Palestra, no domingo. O treinador foi pressionado por dizer que o objetivo no Brasileiro, a partir de agora, passou a ser a conquista da vaga na Libertadores.

Cipullo confirmou que há divergências de opiniões em seu grupo político, mas assegura Luxemburgo, com contrato até o fim de 2009. O vice é o homem forte do futebol.

– A intenção é de continuar o trabalho. Você não consegue unanimidade com ninguém. Se há foco de descontentamento, é pelo resultado de domingo. É natural haver focos de insatisfação – afirmou.

Em 2007, Gilberto Cipullo segurou a pressão por diversas vezes durante o ano, mantendo Caio Júnior. No fim da temporada, porém, as cornetas foram mais fortes e a diretoria decidiu por não assinar a renovação de contrato, que já estava apalavrada com o antigo técnico.

O próprio Caio desistiu de continuar após o fracasso na última rodada, com derrota em casa para o Atlético-MG. O time não cumpriu o objetivo traçado de conquistar uma vaga na Libertadores de 2008.

Neste ano, a meta é o título do Brasileirão. Se a equipe não ficar no G4, o resultado será trágico.

Integrantes do Muda Palmeiras cobram Cipullo pelo alto gasto com a comissão técnica atual, que consome R$ 1 milhão por mês. Os descontentes já não vêem um bom custo-benefício com Luxemburgo.

Ontem, o técnico optou por ficar na Academia trabalhando e não foi ao julgamento no STJD, onde acabou sendo absolvido.

– Algumas pessoas entenderam que o Vanderlei jogou a toalha, mas não é verdade – defendeu Cipullo.

– Pela diretoria, ele vai continuar. E pelo Vanderlei, também.

A resposta final sairá após o Brasileirão. O vice terá de segurar a pressão. Em 2007, não segurou…

Vanderlei Luxemburgo no Palmeiras

PRÓS CONTRAS
À favor dotreinador Contra o treinador
Além dos membros da atual diretoria de futebol, o treinador conta com o apoio da Traffic, parceira do Verdão para a contratação de jogadores. Diversas vezes, Luxemburgo já disse ser amigo de J. Hawilla, o dono da empresa.

Além disso, parte do grupo de jogadores gosta muito do técnico. Com a sua chegada ao clube, no início do ano, muitos atletas tiveram uma melhora em seu rendimento em relação a outros anos.

Cipullo é quem dá a palavra final no departamento de futebol e o vice é muito ligado ao treinador. Luxemburgo foi a aposta da diretoria para tirar o Palmeiras da fila e conseguiu o objetivo, com a conquista do Paulistão de 2008.

Membros do grupo de Cipullo (Muda Palmeiras) estão descontentes com o trabalho de Luxemburgo e pressionam o vice. Além disso, a atual turbulência do time é um prato cheio para as críticas da oposição. A torcida também se mostra irritada, principalmente após a derrota de domingo. Nos últimos problemas com Marcos, grande parte dos palmeirenses mostrou apoio ao goleiro, que tem uma grande identificação com o clube.

Se terminar o Brasileirão sem a vaga na Libertadores, a atual cúpula verá o cenário como trágico. A meta traçada para 2008 foi a conquista do Brasileirão. A comissão técnica é a mais cara do país, o que faz a cobrança ser aind

novembro 12, 2008 Posted by | Palmeiras | , , , , | Deixe um comentário

Marcos x Luxemburgo: diretoria diz que assunto será resolvido em clima de paz

Dirigentes admitem que o goleiro exagerou ao partir desesperadamente para o ataque quatro vezes, mas lembram dos problemas pessoais.

O goleiro Marcos, Vanderlei Luxemburgo, o elenco e a diretoria de futebol do Palmeiras estarão reunidos nesta terça-feira, às 16h, na Academia de Futebol, para analisar minuciosamente a derrota para o Grêmio por 1 a 0, no último domingo, no Palestra Itália, pelo Campeonato Brasileiro, as chances de título e da vaga na Libertadores. Mas o principal objetivo da conversa será a atitude do capitão alviverde, que, apesar dos apelos do treinador pedindo para ele voltar ao gol, desobedeceu as determinações e partiu quatro vezes para o ataque tentando ajudar a equipe a marcar o gol de empate diante do time gaúcho.

Marcos falhou no gol do Grêmio. Assim como toda a defesa alviverde, que não subiu para tentar o cabeceio, ele deixou a bola quicar e não teve tempo de esboçar reação. Talvez o motivo do seu desespero tenha sido exatamente esse. Mas o gerente de futebol do Palmeiras, Toninho Cecílio, também lembra que o goleiro passou por problemas pessoais graves com a morte de seu pai e talvez esteja precisando conversar para com o elenco para esfriar a cabeça.

Na avaliação de Toninho Cecílio e do vice-presidente de futebol Gilberto Cipullo, Marcos não precisava ter entrado em desespero. Porém, apesar de não concordarem com a atitude do goleiro, os dirigentes entendem que o capitão demonstrou garra e, principalmente, o seu amor ao Palmeiras.

– Na terça-feira tudo será resolvido. E tenho certeza de que maneira tranqüila, sem prejuízos para o elenco – garante Cipullo.

Em princípio, Luxemburgo não está revoltado com o comportamento do goleiro. O treinador só ficou inconformado foi com a postura de Marcos, que mesmo ouvindo os seus apelos para retornar ao gol continuou insistindo em partir para o ataque inúmeras vezes.

– Outra vez ele foi o São Marcos para a torcida, mas não sei se isso foi importante para o elenco. Vamos conversar internamente – avisa o treinador.

Os jogadores saíram em defesa de Marcos e garantem que o goleiro, em momento algum desobedeceu as ordens de Luxemburgo. Para eles, o barulho da torcida, já que o Palestra Itália estava lotado, impediu o capitão de ouvir os berros do treinador.

– O Marcos não ouviu o Luxemburgo. O estádio estava lotado e a torcida empurrava o Palmeiras para o ataque. Ele quis apenas ajudar – analisa Denílson, que estava no banco de reservas, após ser substituído, ao lado do treinador.

Não é a primeira vez que Marcos e Luxemburgo entram em rota de colisão. Após a derrota por 3 a 0 para o Fluminense, no Maracanã, o goleiro afirmou que a equipe merecia ter deixado o G-4 e afirmou que somente um psicólogo podia explicar a queda de rendimento da equipe.

Na oportunidade, Luxemburgo garantiu que atitude desrespeitosa de Marcos com o elenco havia acontecido pela última vez. Mas o assunto foi superado, com o pedido de desculpas do goleiro. Mas tudo indica que agora será diferente, pois o comandante alviverde antecipou que ele não corre o risco de perder a vaga no time titular.

– Perder a vaga no time seria muito radicalismo – pondera o treinador.

novembro 10, 2008 Posted by | Palmeiras | , , , , | Deixe um comentário

Luxa entende que está sendo perserguido por parte da imprensa e ameaça se calar

Treinador afirma que estão distorcendo as suas entrevistas e afirma que está propenso a diminuir, cada vez mais, as coletivas concedidas no Verdão.

O Palmeiras não tem problemas dentro de campo. Líder do Campeonato Brasileiro, a equipe só depende do seu próprio futebol para conquistar o título. Animado com o sucesso do Verdão, Vanderlei Luxemburgo pode contar com o elenco completo na partida contra o Atlético-MG, neste sábado, às 16h, no Palestra Itália. Porém, o treinador está insatisfeito com o que considera perserguição e distorção de notícias que, segundo ele,  estão sendo feitas por parte da imprensa esportiva a seu respeito. Mas, apesar de fazer um breve desabafo, nesta sexta-feira, na Academia de Futebol, Luxa não citou os nomes dos veículos que estariam divulgando notícias inverídicas.

O que deixou Luxemburgo chateado foi a entrevista concedida na Rádio Globo, na última terça-feira, no estúdio Osmar Santos, localizado na sede do jornal Diário de São Paulo. Na oportunidade, o treinador do Palmeiras afirmou que era bom mesmo no seu trabalho, que se ganhasse de Camarões seria campeão, em Sidney, nas Olimpíadas de 2000, e que se fosse o treinador da seleção brasileira na Copa de 2002 também faturaria o título.

– Distorceram o que eu falei. Vários veículos de comunicação usaram algumas partes das minhas frases para darem a interpretação que quiseram. É por isso que estou avaliando se vale a pena dar entrevista exclusiva. Estou falando uma vez por semana no Palmeiras e diminuindo o contato com a imprensa para evitar esse tipo de problema – afirma Luxemburgo.

O treinador do Palmeiras comentou com alguns jornalistas que levaram para Muricy Ramalho, treinador do São Paulo, uma versão muito diferente da sua entrevista na Rádio Glogo. Luxemburgo acredita que tentaram criar um clima ruim entre eles, talvez por causa da proximidade do clássico entre os dois clubes, no próximo dia 19, no Palestra Itália, pelo Campeonato Brasileiro.

– O Muricy foi esperto e não caiu na armação de parte da imprensa. Mas quiseram jogar um contra o outro. Eu falei que sou bom mesmo e disse que estou preparado para assumir a seleção. Mas quando o cargo estiver vago e não agora que o Dunga está no comando – ressalta o treinador do Verdão.

Apesar de continuar contrariado com alguns setores da imprensa e admitir que está propenso a diminuir as entrevistas coletivas, Luxemburgo abriu um sorriso ao comentar a ascensão do Palmeiras no Campeonato Brasileiro. Em sua avaliação, o clima na equipe está ótimo.

– E muito melhor trabalhar com o ambiente descontraído. O título brasileiro só depende de nós. Cabe ao Palmeiras fazer a sua parte e vencer os seus jogos – avisa Luxemburgo.

outubro 4, 2008 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , | Deixe um comentário