Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

De olho na primeira posição, Vasco encara o Bangu, que luta por uma vaga

Sem qatro titulares, time da Colina enfrenta o rival em São Januário em jogo válido pela última rodada da Taça Rio, segundo turno do Estadual

Ampliar Foto Agência/FOTOCOM.NET Agência/FOTOCOM.NET

Jeferson é um dos titulares que vai estar em campo neste domingo, na Colina

Já classificado para a semifinal da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, o Vasco entra em campo neste domingo, às 16h, para encarar o Bangu, que ainda luta por uma vaga na próxima fase da competição. Sem cinco titulares (Titi, Fernando, Amaral, Carlos Alberto e Elton), o time da Colina quer apagar a má impressão deixada pela eliminação precoce na Taça Guanabara por conta da escalação irregular do meia Jeferson e fechar o returno em primeiro lugar no Grupo A.

O Vasco soma 21 pontos em sua chave e está dois à frente do Fluminense, que tem 19. Para facilitar a vida do time da Colina, o saldo de gols também é superior ao do Tricolor (13 contra nove). Caso conquiste um empate, os rivais das Laranjeiras precisariam vencer por cinco gols de diferença para encerrar a fase com a primeira colocação.

No Grupo B, o Bangu tem os mesmos 13 pontos do Botafogo. Porém, o time de Moça Bonita perde no saldo de gols (seis contra um). Para conquistar uma vaga nas semifinais da Taça Rio, a equipe precisa derrotar o Vasco pela maior diferença de gols possível e torcer por um tropeço dos rivais, que encaram o Resende, em Edson Passos.

Mesmo sem cinco titulares, Dorival quer seguir com 100% de aproveitamento

O técnico Dorival Júnior não vai ter cinco titulares na partida deste domingo. O meia Carlos Alberto, poupado, só retorna à equipe nas semifinais. O volante Amaral, suspenso, e o atacante Elton, pendurado com dois cartões, estão fora. Já o zagueiro Titi, com um problema no tornozelo esquerdo, e Fernando, lesionado no pulsão, foram vetados pelo departamento médico cruzmaltino.

Com elenco na mão, Dorival não teve problemas para escalar os substitutos. Enrico segue entre os titulares e vai atuar na posição de Carlos Alberto. No meio, o treinador promoveu o retorno de Nilton e Jeferson, que cumpriram suspensão no confronto diante do Macaé, na última terça-feira. Na frente, Elton deu lugar a Alan Kardec, que vai ter mais uma chance no time principal.

– O meu respeito é o mesmo por todos os times que enfrentamos. Por isso sempre mando a campo o que há de melhor. Nosso objetivo é o de vencer a qualquer custo – afirmou Dorival.

Em sete jogos na Taça Rio, o Vasco venceu todos e está com 100% de aproveitamento. O time marcou 18 gols e sofreu apenas cinco. Durante o returno, a equipe ainda venceu os seus dois clássicos, contra Flamengo (2 a 0) e Botafogo (4 a 1).

– Com toda essa campanha, os times respeitam mais o Vasco, entram com mais cautela. O Vasco não fica como aquele estigma de cavalo paraguaio como todo mundo costuma dizer – disse o volante Nilton.

Bangu entra completo em São Januário

Do lado do Bangu, o técnico Mazolinha não tem nenhum problema para escalar a equipe. O treinador vai contar com o retorno do volante André Oliveira, que cumpriu suspensão na última rodada da Taça Rio, e do lateral-esquerdo Rodrigo Mello, recuperado de uma lesão.

O Bangu entra em campo neste domingo em busca de sua primeira vitória nos confrontos diante dos quatro grandes do Rio de Janeiro. Nas três partidas anteriores, o time de Moça Bonita foi derrotado por Fluminense (3 a 1), Flamengo (2 a 1) e Botafogo (4 a 1 ). Agora é a vez do Gigante da Colina.

VASCO BANGU
Tiago, Paulo Sérgio, Leonardo, Gian e Ramon; Nilton, Mateus, Enrico e Jeferson; Rodrigo Pimpão e Alan Kardec. Diogo Silva; Uilliam, Abílio, Edinho e Rodrigo Melo; Marcão, André Oliveira, Douglas Silva e Tiano; Somália e Bruno Luiz.
Técnico: Dorival Júnior. Técnico: Mazolinha.
Estádio: São Januário. Data: 05/04/2009. Horário: 16h. Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ). Auxiliares: Vinícius Barone Pampurre (RJ) e Michael Correia (RJ).
Transmissão: O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 15h50m (de Brasília).

abril 4, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Bota encara jogo contra o Americano como uma prévia da Copa do Brasil

Confronto pela quinta rodada do Campeonato Carioca, nesta quarta-feira, será o primeiro de três duelos entre as duas equipes nos próximos 20 dias

Ampliar Foto Agência/Globo Agência/Globo

Maratona contra o Americano não preocupa Ney Franco, preocupado agora só com o Estadual

Apesar de o técnico Ney Franco negar, o jogo contra o Americano, nesta quarta-feira, às 19h30m, no Engenhão, vale mais do que a permanência do Botafogo na liderança do Grupo B. Além de três pontos na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, o duelo serve para o treinador observar o adversário num confronto direto, ajustando o seu time visando às partidas do dia 8 e 16 de abril, pela segunda fase da Copa do Brasil.

– A partir deste jogo vamos conhecer melhor o Americano, e vice-versa. Além de estudar o adversário, precisamos enfrentá-los para saber como nos comportamos. No entanto, é muito cedo para falar em Copa do Brasil. Temos quatro compromissos antes de enfrentar novamente esse time. O momento é de pensar apenas no Estadual – disfarça o comandante alvinegro.

Para o primeiro dos três embates, o Botafogo ainda espera contar com força máxima. Embora o volante Leandro Guerreiro, o lateral-direito Alessandro e o goleiro Renan tenham ficado fora do último treino, nesta terça-feira, eles estão escalados.

A única dúvida, no entanto, é o meia Maicosuel. O camisa 10 sofreu uma contusão no tornozelo esquerdo na goleada de 4 a 0 sobre o Duque de Caxias, no último domingo, e vai passar por sessões de fisioterapia até minutos antes do jogo. Sua escalação ainda não está descartada, mas caso não reúna condições de jogo, Jean Carioca será o substituto.

– Trata-se de um meia de ligação talentoso. Ele foi decisivo na Copa do Brasil. É verdade que o Jean Carioca não foi bem nos últimos dois jogos, mas é um jogador importante no grupo. Posso aproveitá-lo no meio-campo ou como um segundo atacante – destacou Ney.

Ataque do Glorioso, o melhor do Estadual, é a preocupação do adversário

Por outro lado, o Americano espera surpreender o Botafogo no Engenhão. Para isso, o técnico Toninho Andrade pede atenção redobrada com o setor ofensivo do time da capital.

– É preciso ter cautela com os atacantes botafoguenses. Precisamos ser aplicados taticamente, a fim de não dar brechas ao Reinaldo e ao Victor Simões. E se o Maicosuel não jogar, pior para eles – afirmou o técnico da equipe de Campos.

O Americano está na quinta colocação do Grupo A, com quatro pontos. Em quatro jogos no segundo turno do Carioca, a equipe do Norte Fluminense acumula uma vitória, um empate e duas derrotas.

BOTAFOGO AMERICANO
Renan, Alessandro, Emerson, Juninho e Thiaguinho; Leandro Guerreiro, Fahel, Léo Silva e Maicosuel (Jean Carioca); Reinaldo e Victor Simões Jefferson; Elson, Anderson e Carlão; Paulo Henrique, Renan, Siller, Kim (Diego Sales) e Ernani; Eberson e Kieza
Técnico: Ney Franco Técnico: Toninho Andrade
Estádio: Engenhão Data: 25/03/2009 Horário: 19h30m. Árbitro: André Luis Paes Ramos (RJ) Auxiliares: Raimundo Araujo dos Santos (RJ) e Ricardo Saldanha Batermarqui (RJ)
Transmissão: O canal Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra a partida para todo o país
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 19h20m (de Brasília)

março 25, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

A comemoração é toda da torcida do Vascão!

Em mais um clássico recheado de cartões amarelos e vermelhor, equipe da Colina supera o arquirrival Flamengo, quebra jejum de dois anos e segue líder com 100% de aproveitamento

Com gols de Elton e Jéferson, time da Colina vence o rival e assume liderança do Grupo A. Árbitro expulsou cinco jogadores no clássico

O Vasco comprovou a sua boa fase no Campeonato Carioca na noite deste domingo e venceu o Flamengo, no Maracanã, por 2 a 0. Com duas expulsões para cada lado (Carlos Alberto, Ramon, Léo Moura e Willians), o time da Colina voltou a derrotar o arquirrival após dois anos ser um triunfo sobre a equipe da Gávea. Com gols de Elton (veja o vídeo ao lado)e Jéferson, o grupo comandado por Dorival Júnior chegou à liderança do Grupo A da Taça Rio, segundo turno do Estadual, com 12 pontos.

Alheio aos problemas políticos que ocorreram durante a semana, o time da Colina superou o rival. Por outro lado, mesmo com os salários de janeiro pagos pela diretoria na última sexta-feira, o Rubro-Negro até correu, mas sucumbiu diante do time cruzmaltino. Com o resultado, o Vasco superou o Fluminense no saldo de gols e assumiu novamente a ponta de sua chave. O Flamengo permaneceu em terceiro lugar no Grupo B, com sete pontos.

Na próxima rodada, o Vasco vai enfrentar o Mesquita, em São Januário. O Flamengo vai encarar o Madureira. Os dois jogos vão acontecer na quarta-feira.

Ampliar Foto André Durão /GLOBOESPORTE.COM André Durão /GLOBOESPORTE.COM

Vascaínos riram por último no Maraca

Carlos Alberto e Willians são expulsos na etapa inicial

Os primeiros dez minutos de jogo foram iguais. Enquanto o Vasco marcava forte e buscava os contra-ataques, o Flamengo tentava manter a poss de bola para chegar com perigo ao gol de Tiago. O time rubro-negro foi o primeiro a assustar. Aos 14, Léo Moura fez grande jogada e cruzou para área. Ibson tentou marcar de sem-pulo, mas a bola subiu e passou por cima do travessão cruzmaltino.

No lance seguinte, a história do jogo começou a mudar. Aos 15, Willians levou cartão amarelo após uma sequência de faltas em Carlos Alberto. No lance seguinte, um minuto depois, o volante foi expulso pelo árbitro Luiz Antônio da Silva Santos ao derrubar o capitão vascaíno na entrada da área.

Porém, mesmo com um jogador a menos, o Flamengo perdeu uma ótima chance de abrir o marcador. Na primeira, aos 19, Zé Roberto e Josiel avançaram contra apenas um defensor, mas por excesso de preciosismo não conseguiu chutar a tempo de balançar a rede cruzmaltina. Após sofrer uma pequena pressão rubro-negra, o Vasco colocou os ânimos no lugar e a bola no chão.

Aos 32 foi a vez do meia Carlos Alberto dar mole. O jogador já havia levado o cartão amarelo aos 11 minutos do primeiro por causa de um carrinho em Willians e acabou sendo expulso por ter chutado para o gol após o árbitro ter assinalado impedimento em um contra-ataque do Vasco. O capitão cruzmaltino deixou o campo revoltado, esbravejando com Luiz Antônio da Silva Santos.

O Vasco teve a melhor chance do jogo aos 41 minutos. Elton passou por dois adversários e entrou na área do Flamengo. O atacante ficou de frente para o goleiro Bruno e fez o mais difícil: chutou na rede pelo lado de fora, desperdiçando uma chance de ouro. No último minuto da etapa inicial, Ramon fez uma bela jogada e chutou à esquerda de Bruno.

Elton e Jéferson garantem a vitória cruzmaltina

Sem paciência com Josiel, o técnico Cuca voltou para a etapa final com Obina no comando do ataque. Logo aos quatro minutos, o baiano recebeu uma bola dentro da área, ajeitou o corpo e chutou de forma bisonha longe do gol de Tiago. Aos oito, Léo Moura deu um carrinho em Ramon e também foi expulso.

Três minutos depois, Nilton cobrou mal uma falta da intermediária e a bola sobrou para Elton, já dentro da área. O atacante acertou uma bomba sem chance para Bruno: 1 a 0 Vasco. Aos 13, Ramon, que já tinha levado cartão amarelo, fez uma falta em Everton Silva e foi expulso.

Com dois jogadores a menos para cada lado, o Vasco soube aproveitar um contra-ataque fulminante para ampliar o marcador. Aos 16, Pimpão, que acabara de entrar na vaga de Alex Teixeira, carregou pelo lado direito e rolou para Jéferson. De frente para Bruno, o meia tocou por cima do camisa 1 rubro-negro para fazer o segundo do time da Colina.

Mesmo perdendo por 2 a 0, o Flamengo foi em busca do empate e chegou perto de diminuir o marcador aos 20 minutos. Everton Silva aproveitou rebote da entrada da área e chutou. A bola passou à direita de Tiago. O time rubro-negro seguiu melhor, mas não conseguia marcar o seu gol.

O técnico Cuca também foi expulso pelo árbitro já no fim do confronto. Aos 45, Nilton recebeu de Pimpão, entrou na área e chutou para bela defesa de Bruno. Na arquibancada, a festa após o apito final foi vascaína.

Ficha técnica:

VASCO 2 X 0 FLAMENGO
Tiago, Paulo Sérgio, Fernando, Titi e Ramon; Amaral, Nilton, Jéferson (Edu Pina) e Carlos Alberto; Alex Teixeira (Rodrigo Pimpão) e Elton (Léo Lima). Bruno, Everton Silva, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Aírton  (Everton), Willians, Ibson e Léo Moura; Zé Roberto (Kleberson) e Josiel (Obina).
Técnico: Dorival Júnior. Técnico: Cuca.
Gols: Elton, aos 11 minutos, e Jéferson, aos 16 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Carlos Alberto, Ramon, Titi, Nilton, Jéferson, Pimpão, Elton (Vasco); Willians, Aírton, Ronaldo Angelim, Fábio Luciano (Fla). Cartão vermelho: Carlos Alberto, Titi e Ramon (Vasco); Willians e Léo Moura (Fla).
Estádio: Maracanã. Data: 22/03/2008. Árbitro: Luís Antônio Silva dos Santos (RJ). Auxiliares: Jorge Luís Campos Roxo (RJ e Silbert Faria Sisquim (RJ). Renda: R$ 1.213.044,00. Público: 69.648 pagantes

março 19, 2009 Posted by | Flamengo, Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Eficiente, Vasco bate o Boavista em Saquarema

Gigante da Colina joga mal, mas chega ao décimo jogo invicto no ano

Zagueiro Fernando comemora com Rodrigo Pimpão e Jéferson o gol da vitória vascaínaZagueiro Fernando comemora com Rodrigo Pimpão e Jéferson o gol da vitória vascaína (Crédito: Cléber Mendes)

LANCEPRESS!

No detalhe. Assim o Vasco conseguiu derrotar o Boavista neste domingo, por 1 a 0, em Saquerema (RJ), pela terceira rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.

Assista ao gol!

Com o resultado, o Gigante da Colina chegou a dez jogos invicto na temporada e manteve a liderança do Grupo A, agora com dez pontos. Já a equipe da Região dos Lagos permanece com seis pontos, na vice-liderança do B.

A partida toda foi bastante equilibrada. No primeiro tempo, com uma marcação forte e atuando em velocidade, o Boavista ficou mais com a bola sob seu controle, enquanto o Vasco, perdido especialmente no meio-de-campo, não achava o caminho para a área adversária.

No gramado ruim do Estádio Eucy Resende, porém, os vascaínos perderam duas chances com Élton em grandes defesas de Vinícius. O time carioca conseguiu equilibrar as ações após os 15 minutos, mas os mandantes voltaram a pressionar após os 30 minutos, dando trabalho a Tiago e à defesa.

Contudo, se não conseguia atacar por baixo, o Vasco buscou solução em uma jogada em que tem tido sucesso: bola parada na grande área. Aos 40 minutos, Paulo Sérgio, que já havia evitado de cabeça lance perigoso do Boavista cinco minutos antes, cobrou falta na grande área. E, na ausência de Nilton (suspenso), o zagueiro Fernando cabeceou de costas para abrir o placar – foi o primeiro dele com a camisa cruzmaltina.

A etapa final recomeçou como a inicial, com a equipe de Saquarema marcando bem e chegando ao ataque. Só que, desta vez, o time de São Januário não conseguiu sair do seu campo de defesa e ameaçar o seu oponente. Mais ousados, os donos da casa levaram muito perigo aos vascaínos, recuados e sem força nos contra-ataques.

O atacante Felipe Adão, que entrou no intervalo, obrigou o goleiro Tiago a fazer uma boa defesa e foi o principal responsável pela nova movimentação de seu time. Porém, os jogadores do clube da Região dos Lagos falharam nas diversas finalizações que tentaram. Faltou caprichar no detalhe para empatar.

Na próxima rodada do Campeonato Carioca, o Boavista vai a Xerém, em Duque de Caxias (RJ), no sábado, às 20h30, enfrentar o Tigres do Brasil. Enquanto isso, no domingo, às 18h, o Vasco faz o “Clássico dos milhões” contra o Flamengo, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA:
BOAVISTA 0 X 1 VASCO

Estádio: Eucy Resende de Mendonça, Saquarema (RJ)
Data/hora: 15/3/2009 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ)
Auxiliares: Marco Aurelio dos Santos Pessanha (RJ) e José Carlos Batista de Arruda (RJ)
Renda/público: R$ 62.410,00 / 4.290 pagantes

Cartões amarelos: Paulo Rodrigues, Têti, Pessanha, Cocito e Santiago (BOA); Carlos Alberto, Amaral e Souza (VAS)

GOL: Fernando, 40’/1ºT (0-1).

BOAVISTA: Vinícius, Rogério Rios, Santiago, Pessanha e Paulo Rodrigues; Cocito (Bruno Moreno, 40’/2ºT), Fernando Bob, Mancuso (Leandro Cruz, 15’/2ºT) e Têti; Tony e Roberto Santos (Felipe Adão, intervalo). Técnico: Edinho.

VASCO: Tiago, Paulo Sérgio, Fernando, Titi e Ramon; Amaral, Mateus (Souza, 35’/2ºT), Jéferson (Léo Lima, 24’/2ºT) e Carlos Alberto; Rodrigo Pimpão (Faioli, 15’/2ºT) e Élton. Técnico: Dorival Júnior.

* Atualizada às 18h14.

março 16, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , | Deixe um comentário

Victor Simões deve reaparecer no Botafogo

Atacante treinou nesta sexta e se mostrou recuperado de lesão na coxa

Atacante Victor Simões deve reaparecer no ataque do Botafogo neste domingoAtacante Victor Simões deve reaparecer no ataque do Botafogo neste domingo (Crédito: Julio Cesar Guimarães)

LANCEPRESS!

O Botafogo deve contar com a volta do atacante Victor Simões para a partida deste domingo, contra o Tigres do Brasil, na primeira rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.

O jogador treinou com bola na tarde desta sexta-feira com parte do elenco alvinegro em General Severiano e se mostrou recuperado da lesão na coxa direita que o afastou dos últimos jogos da equipe.

Victor Simões é, ao lado do companheiro Maicosuel e do atacante Anselmo, da Cabofriense, vice-artilheiro do Carioca, com cinco gols – três a menos que Bruno Meneghel, do Resende.

O Botafogo não deve contar para esta partida com o atacante Reinaldo, que sentiu uma dor muscular na coxa direita no fim da partida contra o Dom Pedro, na última quinta-feira, no Distrito Federal.

março 7, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , | Deixe um comentário