Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Líder, Galo vira pra cima do Santos na Vila

Diego Tardelli, Evandro e Carlos Alberto fizeram os gols da vitória do Atlético, que é líder isolado

Fábio Costa se machucou, prendendo o pé direito na grama após carrinho. (Crédito: Miguel Schincariol)

Fábio Costa se machucou, prendendo o pé direito na grama após carrinho.

Lucas Pastore

De virada, o Atlético Mineiro bateu o Santos por 3 a 2 na Vila Belmiro e chegou à liderança isolada do Campeonato Brasileiro. Diego Tardelli, Evandro e Carlos Alberto marcaram para o Galo, enquanto Neymar e Léo descontaram para os donos da casa.

Quem começou assustando foi o Peixe. No segundo minuto da partida, Léo foi à linha de fundo e cruzou; Neymar, de bicicleta, acertou o travessão de Aranha. No rebote, Madson ainda tentou o chute, mas o goleiro do Galo ficou com a bola.

Aos oito minutos, Fábio Costa tentou dar um carrinho para afastar a bola da área e prendeu o pé direito na grama. O goleiro não conseguiu continuar no jogo, e foi para um hospital em São Paulo para avaliar os danos em seu joelho. Douglas entrou no seu lugar.

O Santos só voltou a levar perigo aos 24 minutos. Madson fez boa jogada pela esquerda e tentou o chute, mas foi travado. A bola saiu pela linha de fundo. Na cobrança do escanteio, após bate-rebate, Fabiano Eller ainda perdeu gol de dentro da pequena área.

Aos 28, Wagner Diniz, da direita, deu lindo passe para Neymar. O atacante santista conseguiu encobrir Aranha, mas o zagueiro Werley, em cima da linha, salvou o Atlético Mineiro.

O Galo só foi levar perigo pela primeira vez aos 32 minutos. Após cobrança de falta, Diego Tardelli pegou sobra e, de fora da área, tentou bater colocado, mas acabou finalizando em cima de Douglas.

Porém, quem abriu o placar foi mesmo o Santos. Aos 46, Neymar pegou sobra na meia lua, dominou bem e bateu forte no canto esquerdo de Aranha. Santos 1 a 0 no Atlético Mineiro, placar do primeiro tempo.

Porém, no começo da etapa final, Diego Tardelli empatou o jogo. Aos 15 minutos, o artilheiro, dentro da área, pegou sobra após bola cabeceada por Fabão, e, de primeira, colocou no canto esquerdo de Douglas.

Dois minutos depois, Wagner Diniz fez grande jogada pela direita e deu ótimo passe, mas Rodrigo Souto, dentro da pequena área, não conseguiu fazer o gol.

Aos 17, foi a vez do atleticano Carlos Alberto levar perigo. Ele recebeu bom passe de Diego Tardelli e chutou forte, mas a bola bateu na trave esquerda do gol de Douglas e saiu pela linha de fundo.

Aos 20, o meia Evandro, até então sumido na partida, virou o jogo para o Atlético-MG. Ele recebeu na meia-lua, e, com muita frieza, tirou Roberto Brum da jogada, chutando no canto direito do gol do Santos e colocando o Galo na frente na Vila Belmiro.

Oito minutos mais tarde, o Atlético voltou a marcar. Carlos Alberto recebeu a bola nas costas de Léo, invadiu a área e bateu na saída de Douglas. O Galo abria boa vantagem na Vila Belmiro.

Aos 34, Welton Felipe parou arrancada de Kléber Pereira com uma falta na entrada da área. Na cobrança, Madson chutou forte, mas a bola bateu no travessão de Aranha.

A dois minutos do fim, esperança para a torcida santista. Após cruzamento da direita, Léo, embaixo das traves, cabeceou e diminuiu o prejuízo santista. Porém, era tarde demais para buscar o empate.

Destaque para a lambança de Djalma Beltrami. Após decretar o fim do jogo e voltar atrás, ele anulou um gol do Santos aos 50 minutos do segundo tempo, marcando falta de Kléber Pereira.

No próximo sábado, o Galo volta a São Paulo para enfrentar o Barueri, na Arena Barueri, às 18h30. No dia seguinte, o Santos tem seu segundo clássico na competição; encara o rival Palmeiras, no Palestra Itália, às 16h.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS 2 X 3 ATLÉTICO-MG

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 21/6/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Djalma José Beltrami (RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Ricardo Ferreira de Almeida (RJ)
Renda/público: R$ 110,640 / 7.214 pagantes
Cartões amarelos: Fabiano Eller, Wagner Diniz e Paulo Henrique (SAN); Evandro, Marcos Rocha, Werley e Welton Felipe (CAM)
Cartões vermelhos: Léo (SAN)
GOLS: Neymar, 46’/1ºT (1-0), Diego Tardelli, 15’/2ºT (1-1), Evandro, 20’/2ºT (1-2), Carlos Alberto, 28’/2ºT (1-3) e Léo, 43’/2ºT (2-3)

SANTOS: Fábio Costa (Douglas, 9’/1ºT); Wagner Diniz, Fabão, Fabiano Eller e Léo; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Paulo Henrique (Molina, 24’/2ºT) e Madson; Neymar (Maikon Leite, 24’/2ºT) e Kléber Pereira. Técnico: Vágner Mancini.

ATLÉTICO-MG: Aranha; Carlos Alberto, Welton Felipe, Werley e Chiquinho (Marcos Rocha, Intervalo); Renan, Jonílson, Márcio Araújo e Evandro (Renan Oliveira, 42’/2ºT); Éder Luís (Serginho, 42’/2ºT) e Diego Tardelli. Técnico: Celso Roth.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 21, 2009 Posted by | Atlético-MG, Santos | , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário