Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Vasco e Vitória iniciam a briga por um lugar na semifinal da Copa do Brasil

Time baiano leva a melhor nos duelos eliminatórios contra o rival carioca

O último duelo contra o Vitória não traz boas recordações para os cruzmaltinos. O dia 7 de dezembro de 2008 é, com certeza, um dos mais tristes da história do clube. Com a derrota por 2 a 0, em São Januário, o Vasco foi rebaixado no Campeonato Brasileiro. Agora, o duelo ocorre novamente em uma situação diferente. O time carioca conseguiu se reestruturar, recuperar a confiança dos torcedores e superar os momentos difíceis em campo. E contra o Vitória, nesta quarta-feira, às 19h30m (de Brasília), em São Januário, tenta manter vivo o sonho de voltar a Libertadores, o que vem batendo na trave nos últimos anos na Copa do Brasil.

Nas duas vezes que Vasco e Vitória se enfrentaram em jogos eliminatórias, o time baiano levou a melhor. Em 1989, na Copa do Brasil, o Vitória eliminou o Vasco nas oitavas de final. E em 1999, levou a melhor nas quartas de final do Campeonato Brasileiro.

Ampliar Foto Ivo Gonzalez/Globo Ivo Gonzalez/Globo

Alegria de Léo Lima e Carlos Alberto

Nenhum dos 11 titulares do Vasco que entra em campo nesta quarta-feira participou daquela triste partida em dezembro. Apenas o zagueiro Vilson fazia parte daquele grupo. Mesmo assim estava encostado. Todos os outros dez jogadores chegaram no início do ano, o que mostra a grande reformulação pela qual passou o Time da Colina.

Em 2009, o Vasco tem um rendimento acima da média. Em 23 jogos, foram 18 vitórias, três empates e só duas derrotas. Um aproveitamento de 82,6% dos pontos disputados. Mas ao contrário do rival, campeão baiano, não conseguiu ter sucesso no estadual.

O técnico Dorival Júnior é só elogios ao rival. Para o comandante vascaíno, o Vitória é uma das equipes mais equilibradas do futebol brasileiro. E vive uma fase muito boa. Tanto que venceu o Atlético-PR, fora de casa, na estreia do Campeonato Brasileiro.

– Serão dois jogos muito disputados entre duas equipes que buscam uma afirmação. O Vasco vem melhorando e adquirindo uma confiança. O Vitória também está se encaixando. Precisamos estar ligados porque o Vasco vai necessitar de uma atenção especial para vencer. O time tem que ficar focados no objetivo – disse.

Uma das preocupações do técnico vascaíno é com Neto Baiano, um dos principais artilheiros do futebol brasileiro em 2009. Ele já marcou 20 gols na temporada. Por isso, Dorival Júnior resolveu manter Vilson e Gian na zaga, dupla dos últimos três jogos, em vez de escalar o titular Titi. Ele se recuperou de uma lesão muscular, mas poderia sentir a falta de ritmo.

– Não acredito que o Vitória vai vir aqui apenas para se defender. É uma equipe com qualidade. Tem bons jogadores. Além do Neto Baiano, tem o Ramon e o Jackson, que dão uma qualidade toda especial à equipe. O Apodi reencontrou o melhor futebol lá. A exigência será grande para a gente nesta fase.

Vitória tenta repetir melhor campanha

O dia da primeira partida contra o Vasco será especial para o Vitória. Afinal, o clube completa 110 anos de existência e espera comemorar com um resultado que o permita chegar ao jogo de volta com vantagem. Se avançar no torneio, será a segunda vez que o time chegará às semifinais (a outra foi em 2004, na melhor colocação da equipe na competição). Para isso, o técnico Paulo César Carpegiani faz mistério na escalação, apesar de afirmar que o intuito não é tentar surpreender o rival carioca.

Ampliar Foto Thiago Fernandes/GLOBOESPORTE.COM Thiago Fernandes/GLOBOESPORTE.COM

Jogadores do Vitória treinam nas Laranjeiras

– O time está definido, mas não vou divulgar. O que menos interessa ao Vasco é a nossa escalação. Eles se preocupam é com o time deles. Tenho certeza que faremos um bom jogo.

Se não revela o time, Carpegiani pelo menos dá dicas de como a sua equipe irá se comportar em São Januário.

– Não tenho costume de fazer marcação individual. Temos que respeitar todo o time do Vasco e não apenas um jogador ou outro. Também não vamos ficar só nos defendendo por jogar fora de casa.

O treinador terá alguns desfalques para o jogo. Vanderson não se recuperou da lesão na coxa esquerda e está vetado para a partida. Uellinton, seu substituto direto, está suspenso e também não poderá jogar. Com isso, o jovem Ramirez deve ganhar uma chance na equipe.

Além dos dois volantes, o treinador rubro-negro também não poderá contar com o meia Leandro Domingues que, por ter jogado as fases iniciais pelo Fluminense, não pode ser inscrito na competição.

FICHA DO JOGO:

VASCO VITÓRIA
Fernando Prass, Paulo Sérgio, Vilson, Gian e Ramon; Amaral, Nilton, Léo Lima e Carlos Alberto; Rodrigo Pimpão e Elton. Viáfara, Wallace, Marco Aurélio e Victor Ramos; Apodi, Ramirez, Ramon, Jackson (Bida) e Robson; Neto Baiano e Adriano.
Técnico: Dorival Júnior. Técnico: Paulo César Carpegiani.
Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro.

Data: 13/05/2009.

Horário: 19h30m (de Brasília).

Árbitro: Alicio Pena Júnior (MG).

Auxiliares: Márcio Eustáquio Santiago e Helberth Costa Andrade.

Transmissão: O SporTV transmite a partida ao vivo.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 19h10m (de Brasília).

maio 12, 2009 Posted by | Vasco da Gama, Vitória | , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário