Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Raposa atropela o Social em seu primeiro jogo no Mineirão em 2009: 5 a 0

Time celeste chega a seis pontos e lidera no saldo de gols


Ampliar Foto
Agência/VIPCOMM
Agência/VIPCOMM

Jonathan vibra ao marcar o gol que abriu a goleada
celeste no Mineirão

Um time jogando, e outro olhando. Assim foi a goleada do Cruzeiro sobre o
Social, por 5 a 0, na tarde deste domingo, no Mineirão. Com dois
gols de Wellington Paulista, dois de Ramires e um de Jonathan, a
equipe celeste chegou à sua segunda vitória em dois jogos no Campeonato
Mineiro e assumiu a liderança com os mesmos seis pontos do
Democrata-GV e do Ituiutaba. A diferença é o saldo de gols: a
Raposa tem seis, contra três do Democrata e dois do Ituiutaba. 

Na terceira rodada da competição, o Cruzeiro vai enfrentar o
Villa Nova, em Nova Lima, no próximo domingo. Um dia antes, o
Social recebe o Atlético-MG 

Veja
a classificação do Campeonato Mineiro

Antes mesmo do início da partida, a torcida celeste já tinha um
bom motivo para comemorar. Sob o forte sol do fim de tarde em
Belo Horizonte, o mascote “Raposão” entrou no gramado
com a taça do Torneio de Verão de Montevidéu, que o Cruzeiro
conquistou ao derrotar o Atlético-MG e o Nacional (URU). Uma
ótima forma de brindar o re-encontro da massa com o time, que
não jogava no Mineirão desde 7 de dezembro, quando goleou a
Portuguesa pela última rodada do Brasileirão 2008.

Com a bola rolando, a Raposa levou seu primeiro e único susto no
jogo logo aos três minutos. Após um lançamento da esquerda para
a direita do ataque do Social, Thiago Heleno escorregou, e Isac
entrou cara a cara com Fábio. O chute passou rente à trave
direita.

Daí para frente, o time de Coronel Fabriciano mal
passou do meio-campo nos 87 minutos restantes. Com espaço de
sobra para tocar a bola, o Cruzeiro envolvia o Social, e chegava
ao ataque como queria. Jonathan teve a primeira boa chance num
chute do meio da rua, aos sete. O goleiro Nivaldo
espalmou. Completamente à vontade em campo, a Raposa explorava a
movimentação constante de Wellington Paulista e Thiago Ribeiro
para abrir espaços na defesa adversária. Aos 20, o errado acabou
dando certo. Depois de uma bola rebatida pela zaga, o chute
torto de Fernandinho transformou-se numa assistência primorosa
para Jonathan, que completou de pé esquerdo: 1 a 0. 

 

O jogo ficou ainda mais complicado para o Social quando Tiago
Emílio parou Wellington Paulista com uma braçada no rosto e foi
expulso de campo pelo árbitro Alício Pena Junior. Na cobrança da
falta, na meia-lua, Wagner chutou rasteiro, e Nivaldo fez a
defesa. O segundo gol quase saiu numa cabeçada de Henrique, em
falta cobrada por Fernandinho. Nivaldo foi buscar no canto
esquerdo, aos 31. Sete minutos mais tarde, Wagner, o principal
organizador das jogadas, deu passe genial para Ramires, que
chutou de primeira, da grande área, e contou com a ajuda de
Nivaldo, que vinha bem até então: a bola passou entre suas
pernas. Cruzeiro 2 a 0.

 


Ampliar Foto
Washington Alves/VIPCOMM

Washington Alves/VIPCOMM

Ramires beija a aliança para celebrar um de seus dois
gols diante do Social

– Eu achei que ele ia dar mais um toquinho e saí para tentar
diminuir o ângulo. Mas ele chutou de primeira e me pegou no
contrapé – explicou Nivaldo no intervalo.

Pobre Nivaldo…

Com apenas oito minutos do segundo tempo, mais duas bolas para o
veterano goleiro do Social, de 36 anos, buscar no fundo da rede.
Aos quatro, Fernandinho avançou pela esquerda e cruzou para
Wellington Paulista desviar no primeiro pau: 3 a 0. Pouco
depois, Thiago Ribeiro fez bonita jogada e chutou da entrada da
área. Nivaldo ainda fez a defesa, mas Ramires marcou no rebote:
4 a 0

 

Tranquilo no banco, o técnico Adilson Batista resolver utilizar
Soares, que entrou no lugar de Fernandinho, e Gerson Magrão, no
de Wagner. Mas a essa altura, com quatro gols de vantagem, o
Cruzeiro já cadenciava o ritmo. Só que a superioridade era
tão evidente que, mesmo em marcha lenta, a Raposa continuava
levando perigo. Thiago Ribeiro teve boa chance aos 29, após
excelente passe de Soares, mas chutou por cima da baliza.

 

E Soares estava mesmo em tarde de garçom. Aos 34, passe na medida
para o chute cruzado de Jonathan, que Wellington Paulista
desviou para o gol: 5 a 0, saldo final da tarde festiva e
ensolarada no Mineirão

Ouça
os gols na transmissão da Rádio Globo!

Ficha técnica: 


CRUZEIRO 5 x 0 SOCIAL
Fábio, Jonathan,
Thiago Heleno, Leonardo Silva e Fernandinho
(Soares); Marquinhos Paraná, Henrique, Ramires e
Wagner (Gerson Magrão); Thiago Ribeiro
(Alessandro) e Wellington Paulista.
Nivaldo, Filhão,
Eleílson, Tiago Emílio, Dykson; Rodrigo
Paulista, Marcinho, Rolete, William; Isac e Nei
Bala (Ronaldo).
Técnico: Adilson Batista. Técnico: Wantuil Rodrigues.
Gols: Jonathan, aos 20, e
Ramires, aos 38 minutos do primeiro tempo;
Wellington Paulista, aos 4 e aos 34, e Ramires,
aos 8 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos:
Marcinho, Eleílson e Rolete (SOC); Thiago
Heleno (CRU)

Cartão vermelho: Tiago
Emílio (SOC)

Estádio: Mineirão, em Belo
Horizonte (MG). Data:
01/02/2009. Árbitro:
Alício Pena Júnior. Auxiliares:
Guilherme Dias Camilo e Janette Mara Arcanjo.

Primeira fase – segunda rodada (horários de Brasília)
Sábado, 31/01

Tupi 2 x 2 Atlético
Domingo, 01/02

Ituiutaba 3 x 2 Rio Branco
16h –
Guarani 0 x 1 Uberaba
17h – Cruzeiro 5 x 0 Social

19h10m – Villa Nova 1 x 3 Democrata GV

fevereiro 1, 2009 Posted by | Cruzeiro | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário