Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Botafogo é humilhado ao cair de 4 para o Goiás, no Engenhão

Defesa torna a falhar muito, e equipe de Ney se afunda na zona da degola

O Botafogo terá muito a melhorar se quiser sair da situação (Crédito: Júlio César Guimarães)

O Botafogo terá muito a melhorar se quiser sair da situação

De tão anunciado, o mal finalmente se confirmou. Depois de sofrer quatro gols contra o Vitória, o Botafogo repetiu a dose e foi atropelado pelo Goiás, por 4 a 1, neste domingo, no Engenhão. Com isso, se afundou na zona de rebaixamento. A necessidade de reforços, com tantas más atuações e vaias, se tornou urgente. Só Victor Simões, com um golaço, se salvou.

O roteiro do primeiro tempo foi muito parecido com algumas outras partidas do Botafogo no Engenhão. O time, sem inspiração, sofria com passes errados, apesar da maior posse de bola. Enquanto isso, a defesa levava sustos em sequência, a cada investida do Goiás, mais perigoso.

Com esse gosto de mais do mesmo, o torcedor alvinegro, que tornou a ter à sua disposição somente o anel inferior do estádio, em virtude da pequena presença de público, aturou dois Felipes, um meia e um atacante, fazerem a festa, depois de erro de Juninho e pênalti cometido por Léo Silva.

Em meio ao filme repetido, Victor Simões fez um golaço, de valer o ingresso, com uma meia-bicicleta. A equipe dirigida por Ney Franco, porém, teve raríssimos momentos como esse. Tanto que o goleiro Harley foi pouco acionado. Em suma, o Esmeraldino pareceu ter o controle do jogo, fazendo o Botafogo, desarrumado, correr muito atrás da bola.

Se foi coincidência, só mesmo o treinador para confirmar. Mas os pivôs dos gols adversários foram substituídos logo no intervalo. Sob a alegação de que sentiu-se mal, Juninho deu vaga a Fahel. Já Léo saiu para a entrada do atacante Tony.

Só que quem fica mais ofensivo, em geral também se expõe em dobro. Antes mesmo que os pontas (Laio e Tony) pudessem agir, a retaguarda alvinegra tornou a se abrir para que o Goiás, sempre no três contra três, provasse a eficiência longe de seus domínios, onde ainda não perdeu. Em nova falha, Rafael Toloi ampliou.

Em seguida, aos 14, com muita facilidade, Iarley, após erro de Leandro Guerreiro, único poupado pelo público, fez o quarto, tornando tudo uma vexatória goleada, igual a que ocorrera na estreia do Brasileirão de 2004, no Caio Martins.

Muito vaiada, a equipe provocou a ira da torcida, que encheu os pulmões para reclamar de tudo um pouco. Sem ter muito o que fazer, os jogadores até que buscaram o ataque, e chegaram bem perto de reduzir o placar, principalmente com Victor Simões, único lúcido em campo.

Com o passar do tempo, no entanto, o Botafogo desanimou de vez e, apático, passou a tocar a bola de lado, para evitar algo pior. O técnico Hélio dos Anjos fez duas substituições, manteve o time equilibrado e saiu do Rio de Janeiro com um excelente resultado.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO 1 X 4 GOIÁS

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 27/6/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Cesar Oliveira (Fifa-SP)
Auxiliares: Vicente Romano Neto (SP) e Anderson José de Moraes (SP)
Renda/público: – / 6.689 pagantes
Cartões amarelos: Léo Silva, Laio e Fahel (BOT); Iarley e Vitor (GOI)
Cartões vermelhos: –
GOLS: Felipe Menezes, 24’/1ºT (0-1), Victor Simões, 36’/1ºT (1-1), Felipe, 43’/1ºT (1-2); Rafael Toloi, 12’/2ºT (1-3); Iarley, 14’/2ºT (1-4)

BOTAFOGO: Renan, Alessandro, Emerson, Juninho (Fahel, intervalo) e Eduardo; Leandro Guerreiro, Léo Silva (Tony, intervalo), Batista e Lucio Flavio (Rodrigo Dantas, 44’/2ºT); Laio e Victor Simões – Técnico: Ney Franco

GOIÁS: Harlei; Leandro Euzébio, Rafael Toloi e Ernando; Vitor, Amaral, Ramalho, Felipe Menezes (Gomes, 30’/2ºT) e Julio Cesar; Iarley (Bruno Meneghel, 40’/2ºT) e Felipe (Zé Carlos, 43’/2ºT) – Técnico: Hélio dos Anjos

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 27, 2009 Posted by | Botafogo, Goiás | , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Galo goleia em mais um show de Diego Tardelli

Atacante faz dois e Atlético-MG goleia o Uberaba por 4 a 1 no Mineirão

Tardelli mais uma vez desequilibrou em campoTardelli mais uma vez desequilibrou em campo (Crédito: Gil Leonardi)

LANCEPRESS!

Em mais uma atuação destacada do atacante Diego Tardelli, o Atlético-MG goleou o Uberaba, por 4 a 1, pela quarta rodada do Campeonato Mineiro. O camisa 9 fez os dois primeiros do Galo, e mostrou muita disposição em campo. Éder Luís e Tchô completaram a goleada, com Danilo descontando para o Uberaba.

O Atlético-MG começou quente o primeiro tempo e em menos de 20 minutos marcou três gols. Aos 12 minutos, Diego Tardelli recebeu bom passe de Lopes, limpou a marcação e, de pé esquerdo, finalizou no canto para abrir o placar.

O Galo continuou embalado e ampliou aos 18 minutos. Yuri passou pelo lateral Ivonaldo, invadiu a área e cruzou no pé de Tardelli que, sozinho, completou para o gol.

Apenas um minuto depois, Éder Luis recebeu bom passe do jovem lateral Marcos Rocha e chutou em cima de Laílson. O goleiro do Uberaba não conseguiu agarrar e deu rebote nos pés do camisa 11 do Galo, que não perdoou e marcou o terceiro.

Depois do terceiro gol do Atlético, o Uberaba acordou e começou a atacar perigosamente. Aos 24 minutos, Michel Curi finalizou forte de fora da área e acertou a trave do goleiro Juninho.

Após dois minutos, o Uberaba conseguiu o seu gol. Novamente Michel Curi chutou forte da entrada da área e a bola bateu no travessão. Danilo pegou o rebote em posição duvidosa e diminuiu o marcador.

O Atlético-MG retomou o controle e administrou a partida até o fim da etapa inicial.

Na segunda etapa, o Galo começou em cima novamente, e aos 12 minutos, marcou o quarto. Marcos Rocha enfiou linda bola para Tchô, que só teve o trabalho de fuzilar para o gol.

Depois do gol, o Galo tirou o pé do acelerador e só administrou o resultado. Com a goleada, a equipe comandada pelo técnico Emerson Leão chegou ao quarto lugar do Mineiro, com oito pontos. Na próxima rodada, o Atlético-MG encara o rival Cruzeiro, no superclássico de Minas Gerais.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG 4 X 1 UBERABA

Data/Horário: 11/02/2009, às 22h (de Brasília)
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Cleisson Veloso Pereira (MG)
Assistentes: Jair Albano Félix e Marcus Vinícius Gomes
Renda/Público: R$ 61.830,00 / 6.703 pagantes
Cartões Amarelos: Diego Tardelli e Renan (ATL); Balduíno, Maurício e Laílson (UBE)
Cartões Vermelhos: Nenhum

GOLS:Diego Tardelli, 12’/1ºT (1-0); Diego Tardelli, 18’/1ºT (2-0); Éder Luís, 19’/1ºT (3-0); Danilo, 26’/1ºT (3-1); Tchô, 11’/2ºT (4-1)

ATLÉTICO-MG: Juninho, Marcos Rocha, Leandro Almeida (Marcos, 30’/2ºT), Welton, Júnior; Renan, Márcio Araújo, Yuri e Lopes (Tchô, 32’/1ºT) (Júnior Carioca 33’/2ºT); Diego Tardelli e Éder Luís. Técnico: Emerson Leão.

UBERABA: Laílson, Ivonaldo, Gustavo, Glauco e Michel Gomes; Gabriel, Balduíno (Maurício, intervalo), Michel Curi e Biro Gomes (Fidalgo, 30’/2ºT); Augusto Cesar (Thiago Emílio, 40’/2ºT) e Danilo. Técnico: Pedrinho Rocha.

fevereiro 12, 2009 Posted by | Atlético-MG | , , , , , , , | 1 Comentário