Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Kieza: ‘Ficaria muito feliz em jogar pelo Botafogo’

Atacante vibra com bom momento e aguarda decisão da Ability para saber qual clube defenderá no Brasileiro

Kieza foi destaque do Americano neste Carioca

Kieza foi destaque do Americano neste Carioca (Crédito: Divulgação)

Um dos principais destaques do Americano neste Campeonato Carioca e na Copa do Brasil, o atacante Kieza, 22 anos, desperta interesse de grandes clubes do futebol brasileiro. Entre eles, o Botafogo, que tem parceria com a Ability, empresa que detém 50% dos direitos federativos do jogador.

– Fico muito feliz em ver que meu trabalho está sendo reconhecido. Soube do interesse do Botafogo e fiquei muito contente, afinal, é um clube grande do Brasil. Ficarei feliz em jogar lá e sei que meu empresário e a Ability vão decidir o que é melhor para todos. Mas quero ficar no Americano pelo menos até o fim da Copa do Brasil – disse Kieza.

Neste ano, Kieza enfrentou o Botafogo por três vezes e fez dois gols. Um no empate por 2 a 2, pelo Campeonato Carioca, e outro na derrota por 2 a 1, pela Copa do Brasil.

– Quando cheguei ao Americano, no início do ano, não imaginava esse destaque todo. Agora, quero seguir crescendo na carreira e disputar sempre competições importantes como o Brasileirão. Todos sonham em disputar um campeonato como esse – completou.

Além do Botafogo, clubes de São Paulo, de Minas, do Sul e até mesmo do exterior demonstraram interesse na contratação do atacante.

– Nossa prioridade é acertar com um clube do Brasil. O Botafogo, por ter essa parceria com a Ability, pode largar na frente. Seria muito bom para o Kieza defender um clube grande como esse, mas vamos esperar para ver como isso irá evoluir – explicou Eduardo Kuperman, agente do atacante.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 22, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Com dois a mais, Vasco apenas empata

Equipe cruzmaltina segue líder do grupo, mas ainda não está na semifinal

Com dois a mais em campo no segundo tempo, Vasco fica somente no empate com a CabofrienseCom dois a mais em campo no segundo tempo, Vasco fica somente no empate com a Cabofriense (Crédito: Gilvan de Souza)

LANCEPRESS!

O roteiro estava desenhado: após deixar o primeiro tempo sem um resultado positivo, o Vasco volta melhor para a etapa final e consegue o placar desejado. Parte da história se repetiu e o oponente ainda ficou com dois atletas a menos. Porém, a equipe vascaína ficou só empate em 0 a 0 com a Cabofriense em São Januário, na noite desta quarta-feira, pelo Campeonato Carioca.

Com o resultado, o Cruzmaltino foi a 11 pontos, mantém-se líder do Grupo A, mas pode ser ultrapassado pelo Americano (nove pontos) e precisa confirmar a classificação à semifinal na próxima rodada. A Cabofriense, com oito pontos, depende de tropeços do time de Campos e do Duque de Caxias (sete pontos) nesta quinta-feira para manter suas chances.

O Vasco iniciou a partida de maneira ofensiva, pressionando o adversário: logo no primeiro minuto, Rodrigo Pimpão perdeu a principal chance da etapa. Porém, a Cabofriense manteve um posicionamento consistente e a ação se equilibrou a partir dos 15 minutos.

Sem ser ameaçado, mas sem um bom desempenho da dupla de ataque (Rodrigo Pimpão e Élton), o Cruzmaltino pouco perigo levou à meta do goleiro Flávio. Com destaque para o desempenho de seus laterais (Paulo Sérgio e Ramon), o melhor lance aconteceu aos 32 minutos, quando o meia Carlos Alberto cobrou falta e acertou o travessão.

Para o segundo tempo, o Vasco retornou como aconteceu em suas úlktimas partidas: atacando. Porém, a ofensividade não se traduziu em lances de perigo. Acuado, o time de Cabo Frio não chegava ao ataque e acabou com dois jogadores expulsos – Felipe Dias (segundo amarelo) e Márcio (direto).

Com a vantagem numérica, o técnico Dorival Júnior tirou um zagueiro e um volante, colocando dois meias em campo. Mas a sua equipe, ao invés de investir no toque de bola, insistia nas bolas levantadas na grande área, onde apesar de contar com os centroavantes Élton e Faioli, não teve sucesso.

Aos 45 minutos, como para fechar uma partida que começou com uma incrível chance perdida, o lateral-esquerdo Ramon cabeceou para fora, na pequena área, a oportunidade da vitória.

A última rodada da primeira fase da Taça Guanabara acontece toda no próximo domingo, às 16h. O Vasco enfrenta o Madureira, no Engenhão, enquanto, a Cabofriense, em Cabo Frio, recebe o Duque de Caxias.

FICHA TÉCNICA:
VASCO 0 X 0 CABOFRIENSE

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 11/2/2009 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Antonio Silva dos Santos (RJ)
Auxiliares: Marcos Antonio Bastos Junior (RJ) e Michael Correia (RJ)
Renda/público: R$ 62.335,00 / 4.554 pagantes e 5.940 presentes
Cartões amarelos: Élton, Milton Benítez, Faioli e Nilton (VAS); Felipe Dias, Gérson e Nata (CAB)
Cartões vermelhos: Felipe Dias, 14’/2ºT (CAB) e Márcio, 28’/2ºT (CAB)

VASCO: Tiago, Paulo Sérgio, Fernando, Vilson (Enrico, 18’/2ºT) e Ramon; Amaral (Milton Benítez, 29’/2ºT), Nilton, Jéferson e Carlos Alberto; Rodrigo Pimpão (Faioli, intervalo) e Élton. Técnico: Dorival Júnior.

CABOFRIENSE: Flávio, Valdir, Demerson, João Paulo e Gérson; Márcio, Nata, Felipe Dias e Ernane (Guido, 10’/2ºT) (Roberto, 30’/2ºT); Fabinho e Anselmo Ramon (Ênio, 16’/2ºT). Técnico: Ademir Fonseca.

fevereiro 12, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário