Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Alex: ‘Seria muito frustrante não classificar’

Após ver o título distante, jogadores miram vaga na competição sul-americana

Com as chances de conquistar o Campeonato Brasileiro reduzidas após as derrotas para Grêmio e Flamengo, o foco do Palmeiras, agora, é a conquista de uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem. Consciente da responsabilidade, o atacante Alex Mineiro garante: será uma frustração não só para a torcida se a classificação para o torneio sul-americano não for conquistada.

– Seria uma frustração muito grande por tudo o que já fizemos na temporada. O Palmeiras tem um grupo muito bom. As derrotas machucam bastante. Ainda temos a chance de terminar o ano bem. Nosso pensamento é de buscar essa vaga. Vamos com tudo nesses três jogos que restam na competição – disse o artilheiro do Verdão.

Já o zagueiro Roque Júnior prefere nem pensar na hipótese de o Alviverde ficar fora da Libertadores. Com mais dois jogos dentro de casa até o fim do Brasileirão, o Palmeiras aposta na força do Palestra Itália para conquistar a vaga. Foram 13 vitórias em 17 jogos no Nacional.

– Não dá, neste momento, para ficar pensando no se. Prefiro acreditar que agora temos chances de estarmos lá e que vamos brigar por essa vaga. Posso responder sobre a frustração de ficar fora, se isso acontecer, daqui três rodadas – disse.

A vaga na Libertadores pode ficar mais próxima já neste fim de semana. Na busca pela recuperação, o Verdão terá pela frente um rival que costuma se dar muito mal jogando fora de casa. Em 17 jogos disputados, o Ipatinga não conseguiu sequer uma vitória fora do Ipatingão. Foram 13 derrotas e quatro empates. Mesmo assim, diante dos últimos resultados, os palmeirenses pregam respeito total ao adversário.

– Eles estão brigando para não cair e, com certeza, vai ser um jogo muito difícil para nós. É lógico que é melhor lutar pela Libertadores, mas temos de esquecer. Temos de colocar o nosso jogo em campo. O jogo é difícil, mas vamos colocar tudo o que podemos nesse jogo – afirmou o zagueiro Roque Júnior.

A expectativa para o jogo de domingo é de um Palestra Itália lotado. Nem mesmo os protestos feitos por parte da torcida após a derrota para o Flamengo deixam os jogadores apreensivos. A ordem é manter o bom aproveitamento conquistado durante todo o campeonato dentro de casa.

– Antes de tudo, a grande maioria está torcendo para nós. Espero que o Palestra esteja lotado e que incentivem para o Palmeiras vencer o jogo. Nessa hora, é o momento de ajuda. Como eles, estamos tristes por não termos vencido os jogos. Nada melhor do que o Palestra lotado e com o apoio do torcedor. Seria fantástico. E não espero por um ambiente hostíl – finalizou Roque.

Como Flamengo e Cruzeiro se enfrentam na próxima rodada, uma vitória simples do Verdão sobre o Ipatinga já recoloca o time no G4. Depois, os palmeirenses terão pela frente Vitória, no Barradão, e Botafogo, no Palestra Itália.

novembro 20, 2008 Posted by | Palmeiras | , , , , | Deixe um comentário

Verdão reforça segurança para o São Paulo

Clube quer pôr ponto final em polêmica do gás e reforçará segurança

A diretoria do Palmeiras vê o caso do gás como algo superado e irá oferecer todo o conforto para a delegação são-paulina no domingo. O clube já preparou dois camarotes: um para a diretoria e outro para os integrantes da comissão técnica do Tricolor.

Além disso, os palmeirenses irão reforçar a segurança com homens contratados pelo Alviverde, que ficarão à disposição do rival desde a chegada do São Paulo ao Palestra Itália.

– Teremos um corpo de seguranças elevado, pois se trata de um clássico – disse Savério Orlandi, diretor.

– Vamos recebê-los bem, como fomos recebidos no Morumbi. É assim como todo mundo que joga no Palestra. Vamos garantir a integridade física internamente, no deslocamento deles e na chegada. Daremos todo conforto. É a obrigação – afirmou.

Flores no CT tricolor

A diretoria alviverde evitou polêmica com a atitude da Mancha Alviverde, que mandou flores ao rival.

– A diretoria do Palmeiras jamais iría fazer um negócio desse, é inadequado. As pessoas tem de ter responsabilidade – disse Orlandi.

Gilberto Cipullo, vice de futebol, foi na mesma linha e também repudiou as declarações de Marco Aurélio Cunha, superintende tricolor.

O são-paulino disse que a diretoria alviverde tinha a obrigação de dominar seus torcedores para que não cometam atos impróprios.

– Foi uma declaração sem base. O Marco sabe que no futebol a torcida é incontrolável. Se fosse controlável, eles nunca pichariam o muro do Palmeiras – declarou Cipullo.

outubro 16, 2008 Posted by | Palmeiras, São Paulo | , , , | Deixe um comentário

Palmeiras x São Paulo: ingressos esgotados

Entradas para o clássico de domingo acabaram em menos de um dia

Os ingressos para o clássico entre Palmeiras e São Paulo, 16h de domingo, no Palestra Itália, já estão esgotados. A diretoria palmeirense iniciou a venda das entradas nesta terça-feira de manhã, e nem o sol forte da capital paulista conteve a quantidade de torcedores no Palestra Itália.

Foram disponibilizadas 27.640 entradas, sendo que as cinco mil destinadas ao Setor Visa já haviam sido esgotadas no começo da semana passada, 6 de outubro. Os ingressos da torcida visitante também acabaram.

O confronto é válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro e põe frente a frente os melhores ataques do torneio. Se o São Paulo vencer, pula para 55 pontos e ultrapassa o Palmeiras. Caso o Verdão leve a melhor, dispara para 57 pontos e mantém a boa colocação no Nacional.

outubro 14, 2008 Posted by | Palmeiras, São Paulo | , | Deixe um comentário

Kléber está livre para jogar contra o São Paulo

STJD formaliza denúncia e julgamento só deve ocorrer na próxima semana

O atacante Kléber, do Palmeiras, não deverá ser julgado até a próxima sexta-feira e, ao que tudo indica, estará em campo contra o São Paulo, domingo, no Palestra Itália. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) só deve formalizar a denúncia ao Gladiador quarta.

– Ele deve ser denunciado até quarta, quando iremos marcar a data do julgamento. É improvável que o jogador seja julgado nessa semana. Nós vimos as imagens do lance pela internet, mas o vídeo ainda não chegou às nossas mãos – afirmou Paulo Schmitt, procurador-geral do STJD.

Kléber deve ser julgado por jogada violenta. A pena é de duas a seis partidas. O Tribunal requisitou as imagens da partida entre Palmeiras e Figueirense (0 a 0, na última quarta, em Florianópolis). Ao disputar uma bola com Asprilla, do Figueira, o Gladiador acertou o zagueiro com o braço.

Na última sexta-feira, Kléber reclamou, em entrevista ao PORTAL FUTEBOL!, que o STJD pega muito no seu pé. Esta segunda, à Rádio Jovem Pan, o atacante voltou a falar sobre o tema.

– Eu sei que sou um jogador chato, marco, chego junto. Os zagueiros não são acostumados a isso e chegam pesado em mim. O STJD precisa entender que também sofro. Acho que não preciso ir a julgamento, está ficando uma coisa chata – afirmou.

outubro 14, 2008 Posted by | Palmeiras | , , , | Deixe um comentário

Leandro volta a citar polêmica de Marcio Braga, do Flamengo

Lateral, que criticou a postura do presidente, prega paz entre os clubes

A declaração do presidente Márcio Braga, do Flamengo, ainda mexe com os ânimos dos clubes paulistas. Segunda-feira passada, dia sete, o mandatário rubro-negro afirmou que o Flamengo seria campeão brasileiro e que a festa do hexacampeonato já estava preparada.

O lateral-esquerdo Leandro, do Palmeiras, que criticou a atitude na mesma semana, voltou a comentar sobre o assunto na reapresentação desta segunda-feira, na Academia de Futebol do Verdão.

– O que falei antes era que cada um tem que segurar a responsa do que fala. Não foi jogadores, ele (presidente) que falou. Está muito nivelado e tem que respeitar. Falei 70% de chances de ganhar domingo porque estamos jogando em casa. Se o São Paulo fosse jogar no Morumbi, teria porcentagem maior. Eu estou seguro porque acredito nos companheiros, no Palestra – afirma o lateral.

No coletivo, Leandro chegou a afirmar que o Palmeiras é o grande favorito para o confronto deste domingo, contra o São Paulo. As chances de ganhar: 70%, porque é no Palestra Itália. Se fosse em campo neutro, a porcentagem diminuiria para 50%.

outubro 14, 2008 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , | Deixe um comentário

São Paulo termina rodada no G4

Tricolor foi beneficiado pela derrota do Flamengo por 3 a 0 para o Galo e fica em quarto no Brasileirão, com 52 pontos.

Com a derrota do Flamengo para o Atlético-MG, por 3 a 0, no Maracanã, o São Paulo terminou a 29ª rodada do Brasileirão no G4. Agora, o time de Muricy Ramalho está na 4ª colocação com 52 pontos, três a mais que o clube carioca, que caiu para quinto lugar.

A última vez em que o Tricolor ficou entre os quatro primeiros do Campeonato Brasileiro foi na última rodada do primeiro turno, quando venceu o Goiás por 2 a 1, no Morumbi. Na rodada seguinte, o clube paulista perdeu para o Grêmio, por 1 a 0 e saiu da zona de cassificação para a Libertadores, se distanciando do líder.

No próximo dia 19, o São Paulo enfrenta o Palmeiras, às 16h (de Brasília), podendo até chegar na vice-liderança da competição. Mas para isso acontecer, o Sampa precisa vencer o rival no Palestra Itália e o Cruzeiro tropeçar contra o Atlético-MG, no Mineirão.

outubro 12, 2008 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fora, Santos é um dos piores da história

Aproveitamento de 16,7% iguala a marca de 1997, a pior do Alvinegro

O Santos está impedido de sonhar com uma condição melhor no Brasileirão devido ao péssimo desempenho fora de casa. A campanha é péssima, soma apenas uma vitória em 14 jogos, o que resulta, até o momento, no pior desempenho como visitante da história do time no torneio.

O aproveitamento de 16,7% é idêntico ao de 1997, quando a equipe somou só oito, dos 48 pontos possíveis como visitante. Mesmo assim, o time comandando por Luxemburgo chegou até a semifinal da disputa graças ao aproveitamento de 88,9% como mandante. Neste ano, o aproveitamento na Vila é de 57,8%.

Gramados ruins, campos grandes, pressão da torcida, tudo isso já foi argumento para os jogadores santistas, mas nada justifica o pífio desempenho longe da Vila.

A disparidade entre as atuações dentro e fora de casa neste campeonato são impressionantes, e assombra inclusive a era Márcio Fernandes. Com o treinador, considerado fundamental para a recuperação do elenco, já foram cinco partidas como visitante, sendo dois empates e três derrotas. O único triunfo obtido sem o mando foi diante do Internacional (1 a 0), no Beira-Rio. Na época, a equipe era dirigida por Cuca.

– O Santos tem mostrado qualidade e competência para conquistar o resultado fora – acredita Fernandes.

Não é o que mostram os números. A dificuldade para marcar fora de casa impressiona. Foram apenas sete, dos 36 feitos no Brasileirão.
Kléber Pereira ilustra bem este quesito. Já que o artilheiro do Brasileirão com 20 gols, marcou apenas um longe do alçapão. O tento aconteceu no clássico contra o Palmeiras, no Palestra Itália.

Como visitante ainda restam cinco jogos. Tempo suficiente para o elenco reagir e não entrar negativamente para a história do clube.

Sofrimento fora de casa

Kléber Pereira
É o artilheiro do Brasileirão com 20 gols, mas só marcou uma vez fora de casa, na partida contra o Palmeiras, no Palestra Itália. chutou a bola na trave.

Molina
Fez dez gols com a camisa do Santos, e todos foram marcados na Vila Belmiro. Os números justificam sua fama de jogador caseiro.

No Brasileirão
Saldo de gols da equipe como visitante é de 18. Nenhum jogador marcou mais de uma vez fora de casa. Sete atletas têm um gol cada.

outubro 12, 2008 Posted by | Santos | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Adidas fecha por mais três anos com o Palmeiras

Fornecedora de material esportivo chega a acordo e vai pagar R$ 9,2 mi por temporada ao Verdão

Adidas e Palmeiras bateram o martelo neste último sábado e acertaram a renovação do contrato, que termina em dezembro, por três anos.

A fornecedora de material esportivo, parceira do clube há três temporadas, já tinha deixado a renovação encaminhada há duas semanas. O novo contrato é de R$ 9,2 milhões por ano.

A Adidas, satisfeita no Palestra Itália, fez valer a prioridade que tem no vínculo atual e bateu Puma e Olympikus, as outras duas empresas interessadas.

O contrato quase triplicou o valor da atualidade (R$ 3,5 mi por temporada). No novo acerto, há ainda um bônus condicionado à venda de camisas.

Até o fim do ano, o Palmeiras vai receber um terço do valor total (cerca de R$ 3 mi). O restante será pago ao longo do contrato: R$ 500 mil por mês. A quantia adiantada será usada para quitar 13 salário.

A idéia da Adidas é manter a camisa verde-limão, grande sucesso de vendas desde 2007. Mas há pressão no clube para resgatar a segunda camisa, branca, que ficou esquecida.

Até novembro, o Palmeiras deve fechar também a renovação de contrato com a Fiat.

outubro 12, 2008 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Leandro vê duelo contra Figueira como decisão, mas não esquece do clássico

Enquanto Alex Mineiro tentar esquecer, lateral-esquerdo do Verdão admite que duelo contra o rival São Paulo já está na cabeça dos jogadores

Único entre os cinco times que brigam pelo título do Campeonato Brasileiro a jogar fora de casa nesta rodada, o Palmeiras encara o Figueirense, nesta quarta-feira, em Florianópolis, em clima de decisão. Apesar da importância da partida, o lateral-esquerdo Leandro reconhece que está difícil esquecer o clássico contra o São Paulo, dia 19 de outubro, no Palestra Itália.

– Esse é o jogo mais importante e temos que encarar como decisão. A equipe está ciente da responsabilidade e da dificuldade que vai enfrentar. Mas, se eu falar que não penso no São Paulo, estaria mentindo. A gente sempre quer jogar o clássico – afirma.

Além de seu adversário brigar contra o rebaixamento, o Palmeiras terá outro problema com o jogo em Santa Catarina: todos os rivais jogam em casa. O Grêmio recebe o Santos, em Porto Alegre, enquanto o São Paulo pega o Náutico, no Morumbi, e o Cruzeiro encara o Ipatinga, no Mineirão. Já o Flamengo joga contra o Atlético-MG, no Maracanã.

A rodada, aliás, faz com que o centroavante Alex Mineiro evite falar muito sobre o São Paulo e foque o duelo em Santa Catarina, principalmente para segurar a ponta da classificação por mais uma rodada.

– É difícil comentar sobre o São Paulo e pular etapas porque temos um jogo difícil nesta quarta-feira. É um jogo diferenciado, a motivação é especial, mas vai ser só no outro final de semana. Tem muito tempo – ressalta.


outubro 7, 2008 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Luxa entende que está sendo perserguido por parte da imprensa e ameaça se calar

Treinador afirma que estão distorcendo as suas entrevistas e afirma que está propenso a diminuir, cada vez mais, as coletivas concedidas no Verdão.

O Palmeiras não tem problemas dentro de campo. Líder do Campeonato Brasileiro, a equipe só depende do seu próprio futebol para conquistar o título. Animado com o sucesso do Verdão, Vanderlei Luxemburgo pode contar com o elenco completo na partida contra o Atlético-MG, neste sábado, às 16h, no Palestra Itália. Porém, o treinador está insatisfeito com o que considera perserguição e distorção de notícias que, segundo ele,  estão sendo feitas por parte da imprensa esportiva a seu respeito. Mas, apesar de fazer um breve desabafo, nesta sexta-feira, na Academia de Futebol, Luxa não citou os nomes dos veículos que estariam divulgando notícias inverídicas.

O que deixou Luxemburgo chateado foi a entrevista concedida na Rádio Globo, na última terça-feira, no estúdio Osmar Santos, localizado na sede do jornal Diário de São Paulo. Na oportunidade, o treinador do Palmeiras afirmou que era bom mesmo no seu trabalho, que se ganhasse de Camarões seria campeão, em Sidney, nas Olimpíadas de 2000, e que se fosse o treinador da seleção brasileira na Copa de 2002 também faturaria o título.

– Distorceram o que eu falei. Vários veículos de comunicação usaram algumas partes das minhas frases para darem a interpretação que quiseram. É por isso que estou avaliando se vale a pena dar entrevista exclusiva. Estou falando uma vez por semana no Palmeiras e diminuindo o contato com a imprensa para evitar esse tipo de problema – afirma Luxemburgo.

O treinador do Palmeiras comentou com alguns jornalistas que levaram para Muricy Ramalho, treinador do São Paulo, uma versão muito diferente da sua entrevista na Rádio Glogo. Luxemburgo acredita que tentaram criar um clima ruim entre eles, talvez por causa da proximidade do clássico entre os dois clubes, no próximo dia 19, no Palestra Itália, pelo Campeonato Brasileiro.

– O Muricy foi esperto e não caiu na armação de parte da imprensa. Mas quiseram jogar um contra o outro. Eu falei que sou bom mesmo e disse que estou preparado para assumir a seleção. Mas quando o cargo estiver vago e não agora que o Dunga está no comando – ressalta o treinador do Verdão.

Apesar de continuar contrariado com alguns setores da imprensa e admitir que está propenso a diminuir as entrevistas coletivas, Luxemburgo abriu um sorriso ao comentar a ascensão do Palmeiras no Campeonato Brasileiro. Em sua avaliação, o clima na equipe está ótimo.

– E muito melhor trabalhar com o ambiente descontraído. O título brasileiro só depende de nós. Cabe ao Palmeiras fazer a sua parte e vencer os seus jogos – avisa Luxemburgo.

outubro 4, 2008 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , | Deixe um comentário