Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Verdão bate a LDU e fica perto da vaga

Com gols de Diego Souza e Marcão, equipe se recuperou da eliminação no Paulistão e fica bem na Libertadores

Marcão comemora seu gol contra a LDU. Verdão perto da classificação (Foto: Ari Ferreira)

Marcão comemora seu gol contra a LDU. Verdão perto da classificação (Foto: Ari Ferreira)

Marcio dos Santos

O Palmeiras mostrou que não se abalou com a eliminação no Paulistão, no último fim de semana, para o Santos, e bateu a LDU (EQU), por 2 a 0, nesta terça-feira, no Palestra Itália. Com gols de Marcão e Diego Souza, ambos na segunda etapa, o Verdão chegou aos sete pontos e agora precisa de uma vitória simples na última partida para avançar para as oitavas-de-finais da Libertadores. Dependendo do resultado da partida entre Sport e Colo Colo (CHI), o Verdão poderá jogar até por um empate.

Logo de cara, o Alviverde começou dando indício de que a eliminação do Paulistão era coisa do passado. A equipe começou arisca e no início teve grande chance com Keirrison, que Cevallos fez milagre. O K9, aliás, começou muito bem, se apresentando para o jogo, ao contrário das últimas partidas.

No entanto, foi só a LDU jogar um pouquinho para que o nervosismo e os erros sucessivos do Verdão aparecessem. Sem Manso, Urrutia e Bieler, jogadores importantes, a equipe equatoriana saia bem nos contra-ataques e quase marcou em chute de Willian Araújo, aos 31, que acertou a trave de Marcos. Fabinho Capixaba ainda exigiu grande defesa de Cevallos no fim da primeira etapa.

Mas no segundo tempo o Verdão voltou com tudo. Luxemburgo sacou Fabinho Capixaba e colocou Marquinhos. No primeiro escanteio da segunda etapa, logo aos 2 minutos, Cleiton Xavier bateu, Cevallos falhou e a bola sobrou debaixo do gol para Marcão. O zagueiro só completou e fez a festa da torcida no Palestra Itália.

O gol acalmou o Palmeiras, que passou a errar menos. Diego Souza, Cleiton Xavier e Lenny trocavam passes com tranqüilidade no campo de ataque e a LDU não conseguia mais contra-atacar.

Conforme o tempo foi passando, a partida foi ficando tensa, mas o Palmeiras, bem arrumado no setor defensivo, não dava chances a LDU. Nervoso, Bolaños disputou bola com Marquinhos e iniciou uma confusão. Os jogadores trocaram tapas e foram expulsos.

Com dez jogadores para cada lado, o Palmeiras se preocupou mais em garantir o resultado, que lhe deixa vivo na Copa Libertadores. Antes, porém, deu tempo para Diego Souza mandar uma bomba no ângulo de Dominguez e fechar o caixão equatoriano.

O próximo compromisso na competição sul-americana é na quarta-feira que vem, diante do Colo Colo (CHI). A partida vai decidir uma das vagas para a próxima fase. Na partida de ida, no Palestra Itália, o Palmeiras foi derrotado: 3 a 1.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 2 X 0 LDU (EQU)

Estádio: Palestra Itália, São Paulo (SP)
Data/hora: 21/04/2009 – 20h15 (de Brasília)
Árbitro: Jorge Larrionda (URU)
Auxiliares: Pablo Fandiño (URU) e Maurício Espinosa (URU)
Renda/público: R$ 701.893,64 / 17.035 pagantes
Cartões amarelos: Lenny (PAL); Cevallos, Norberto Araújo, Reasco (LDU)
Cartões vermelhos: Marquinhos (26’/2ºT); Bolaños (26’/2ºT)
GOLS: Marcão, 26’/2°T (1-0) e Diego Souza, 37’/2ºT;

PALMEIRAS: Marcos; Maurício Ramos, Danilo e Marcão; Fabinho Capixaba (Maquinhos, Intervalo) Pierre, Cleiton Xavier, Diego Souza e Armero; Lenny (Sandro Silva, 28’/2ºT e depois Wendell, 35’/2ºT) e Keirrison. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

LDU: Cevallos (Dominguez, 8’/2ºT); Calle (Vera, 25’/2ºT), Norberto Araújo e Campos; Reasco, Willian Araújo, Espínola, Vaca (Chila, 35’/2ºT), Bolanõs e Diego Calderón; Valter Calderón

abril 21, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário