Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Vasco vence o Friburguense com facilidade na estreia da Taça Rio

Carlos Alberto, Elton e Rodrigo Pimpão marcam os gols da vitória

Marcelo Sadio/Site Oficial do Vasco da Gama

Carlos Alberto coloca a bola na barriga e comemora o primeiro gol do Vasco

Em ritmo de treino e sem muito trabalho, o Vasco venceu neste domingo o Friburguense por 3 a 0, em São Januário, na estreia na Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Carlos Alberto, Elton e Rodrigo Pimpão marcaram os gols cruzmaltinos. Com a vitória, o Time da Colina assumiu a liderança do Grupo A, com três pontos.

Na segunda rodada, o Vasco faz o clássico com o Botafogo, no Maracanã, na quinta-feira, às 19h30min. Já o Friburguense encara o Tigres, em casa.

Antes de a partida começar, as torcedoras que chegaram a São Januário recebiam uma rosa em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. No total, duas mil rosas foram distribuídas.

Carlos Alberto abre o placar

O Vasco começou no ataque, mas levou logo um susto. Aos cinco minutos, o Friburguense teve uma grande oportunidade de marcar. Hercules levou a melhor sobre Fernando, entrou na área e chutou na saída de Tiago. O goleiro defendeu com o braço direito salvando o Vasco de levar o primeiro gol.

Aos sete minutos, o Vasco respondeu e abriu o placar. Fágner fez ótima jogada pelo meio e tocou para Carlos Alberto. Ele recebeu sozinho na área e só tocou rasteiro no canto esquerdo do goleiro Marcos. A posição do vascaíno, segundo o comentarista José Roberto Wright, era normal. O camisa 19 estava na mesma linha do marcador. Na comemoração, Carlos Alberto pegou a bola e colocou debaixo da camisa em homemagem à esposa Carol, que descobriu neste domingo que está grávida de dois meses. Foi o quarto gol de Carlos Alberto no Campeonato Carioca.

Aos 13, Elton teve a chance de ampliar. Nova jogada de Fágner pela direita. Após o cruzamento, o atacante dominou livre na área e chutou. Mas a bola saiu fraca, e o goleiro Marcos defendeu. Poucos minutos depois, outra oportunidade. Jéferson arrancou, entrou na área e chutou rasteiro. A bola bateu na rede pelo lado de fora e alguns torcedores chegaram a gritar gol.

Aos 42 minutos, o árbitro Pathrice Wallace Correa errou feio ao não marcar uma falta clara de Victor Hugo em Alex Teixeira. O vascaíno recebeu ótimo passe e entraria livre na área, mas recebeu um pisão no calcanhar do adversário e caiu. Longe do lance, o juiz não deu nada.

Helton faz o segundo em lance irregular

Ampliar Foto Divulgação/Site Oficial do Vasco da Gama Divulgação/Site Oficial do Vasco da Gama

Torcedoras recebem rosas em São Januário em comemoração pelo Dia Internacional da Mulher

Para o segundo tempo, o técnico Cleimar Rocha resolveu tirar o zagueiro Roberto Júnior e colocar o atacante Ziquinha. Com isso, o Friburguense ficou mais ofensivo. Mas foi o Vasco que chegou logo ao segundo gol em um lance muito confuso.

Carlos Alberto recebeu passe na intermediária e arrancou. O meia driblou um marcador, entrou na área e foi derrubado. Pênalti não marcado pelo árbitro Pathrice Wallace Correa. Mas o vascaíno conseguiu se levantar e permanecer com a bola. Carlos Alberto, então, cruzou. O goleiro Marcos espalmou para o meio da área. A bola parou nos pés de Alex Teixeira, que chutou. Marcos fez uma difícil defesa, mas soltou a bola. O atacante Elton e o goleiro do Friburguense, então, a disputaram. O vascaíno levou a melhor e tocou para o fundo da rede. Vasco 2 a 0.

Os jogadores do Friburguense reclamaram muito, pedindo falta em cima do goleiro. O comentarista José Roberto Wright considerou o lance irregular.

– Foram dois erros no mesmo lance. Primeiro, um pênalti não marcado no Carlos Alberto no início da jogada. Depois, o goleiro Marcos conseguiu chegar antes na bola com as duas mãos e tinha o domínio dela quando o Elton tocou. Foi falta. Errou o juiz ao não marcar a irregularidade – disse.

Após o segundo gol, o Vasco passou a controlar a partida. O técnico Dorival Júnior colocou Rodrigo Pimpão no lugar de Alex Teixeira e Fernandinho na vaga de Carlos Alberto.

Ramon quase fez o terceiro. O lateral recebeu na entrada da área e tentou encobrir o goleiro Marcos, que se esticou todo e conseguiu espalmar para escanteio. O Friburguense ainda perdeu Romário, com câimbras. O atacante não tinha mais condições de permanecer na partida, e o técnico Cleimar Rocha já havia feito as três alterações. Com dez em campo, o Friburguense deixou de ameaçar.

O Vasco também teve um problema físico. Fernandinho, que havia acabado de entrar em campo, sentiu uma lesão no joelho direito e foi substituído por Enrico. No fim da partida, o Vasco ainda fez o terceiro. Rodrigo Pimpão dominou na entrada da área, limpou e soltou a bomba. A bola pegou efeito e entrou no ângulo do goleiro Marcos, que não tinha qualquer chance de defesa. Foi o terceiro gol do atacante no Campeonato Carioca. Vasco 3 a 0.

Na preliminar, os juniores do Vasco venceram o Friburguense por 3 a 0. Philippe Coutinho fez um dos gols. Rodrigo Jordão e Miguel marcaram os outros.

Ficha técnica:

VASCO 3 x 0 FRIBURGUENSE
Tiago, Fágner, Fernando, Titi e Ramon; Amaral, Mateus, Jéferson e Carlos Alberto (Fernandinho) (Enrico); Alex Teixeira (Rodrigo Pimpão) e Elton. Marcos, Cadão, Emerson, Roberto Júnior (Ziquinha); Sérgio Gomes, Cássio, Bidu, Alex (Thiago Santos), Victor Hugo, Hércules e Romário.
Técnico: Dorival Júnior. Técnico: Cleimar Rocha.
Gols: Carlos Alberto, aos sete minutos do primeiro tempo; Helton, aos oito minutos, e Rodrigo Pimpão, aos 40 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Ramon e Fágner (Vasco); Sérgio Gomes (Friburguense)
Estádio: São Januário.

Data: 08/03/2009.

Árbitro: Pathrice Wallace Correa Maia.

Auxiliares: Cláudio José de Oliveira Soares e Alexandre Eller.

março 8, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário