Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Felipe busca recorde histórico no Corinthians

Goleiro alvinegro está a dois jogos e oito minutos de bater recorde de tempo sem levar gols no Pacaembu

Caro corintiano, você sabe quem foi o último jogador capaz de fazer um gol no goleiro Felipe, no Pacaembu? Sabe onde ele está hoje e quando isso aconteceu?

Difícil, né? Faz tempo!!! Tanto tempo que Elias, meia que decretou a vitória do Bahia sobre o Corinthians, em 19 de julho, já foi até negociado com o Fluminense. Sim, aquele foi o último gol…

De lá para cá, Felipe acumula oito jogos sem ser vazado – considerando que o gol de Elias aconteceu aos nove minutos do primeiro tempo, já são 801 minutos!

A marca é tão considerável que ele está a apenas dois jogos e oito minutos de se tornar o goleiro do Timão que mais tempo ficou sem sofrer gol no estádio nos quase 98 anos de história do clube.

O recordista, por enquanto, ainda é Carlos, que se manteve invicto pelo Corinthians por dez jogos (988 minutos) no Pacaembu, entre julho e outubro de 1986.

Para entrar para a história, Felipe não poderá sofrer gol contra Santo André e Ceará, marcados para 11 e 25 de outubro, respectivamente. Também terá de ficar os primeiros oito minutos diante do Paraná, em 1 de novembro, sem ser vazado.

Falta pouco e o goleiro sabe disso. E acha que a marca vai ajudá-lo a resgatar a idolatria da Fiel, que foi abalada por causa de algumas polêmicas – o pedido de aumento salarial no início do ano; a falha na final da Copa do Brasil, que ele ainda não admite; o afastamento por ordem do técnico Mano Menezes…

– É normal em um clube grande como o Corinthians acontecerem alguns problemas e polêmicas, mas depois disso tudo fiquei mais tranqüilo. Estou evitando entrevistas coletivas e trabalhando mais, porque é disso que a torcida gosta. E espero que o carinho que o torcedor tinha por mim no ano passado possa retornar um dia – afirma o Paredão do Paca.

setembro 27, 2008 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário