Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Estevam Soares convoca torcida ao Engenhão: ‘O momento é agora’

Técnico elogia comportamento dos alvinegros e lembra importância de apoio na partida contra o Santo André, nesta quarta-feira

Ampliar Foto Cesar Greco/AGÊNCIA O GLOBO Cesar Greco/AGÊNCIA O GLOBO

Estevam Soares dá instruções a Emerson em treino desta terça-feira

À beira do campo, Estevam Soares grita muito para orientar o Botafogo. Mas o novo treinador alvinegro sabe que sua voz não será suficiente para empurrar a equipe. Por isso, ele espera que a torcida alvinegra compareça em grande número ao Engenhão e seja um importante personagem na recuperação da equipe a partir do jogo contra o Santo André, nesta quarta-feira.

– Está na hora de nos abraçarmos. A responsabilidade da recuperação é de jogadores, diretoria e comissão técnica, mas estamos fazendo isso pelo bem do Botafogo. A torcida não pode esperar dezembro para ir aos jogos, porque o campeonato terá terminado. O momento é agora – frisou o treinador.

Na primeira vez que pisou no Engenhão, Estevam Soares comandava o time do Barueri que perdeu por 2 a 1 para o Botafogo. O treinador disse ter deixado o estádio com boa impressão da torcida alvinegra na ocasião, e espera que isto se repita nesta quarta-feira, quando o campo passará a ser a sua casa.

– Não sei quantos eram, mas lembro que o público foi vibrante e jogou junto com o time. O Botafogo caiu de produção nos últimos 20 minutos daquela partida e poderia ter perdido, mas os torcedores apoiaram até o fim. Além disso, gostei muito da arquitetura e do glamour do estádio – observou.

agosto 18, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , | Deixe um comentário

Botafogo anuncia André Lima e Jônatas

Atacante, ex-São Paulo, e volante, ex-Flamengo, chegam por empréstimo até o fim do ano

Ampliar Foto Divulgação/Site Oficial do Flamengo Divulgação/Site Oficial do Flamengo

Jônatas não foi feliz na segunda passagem pelo Fla

Na vice-lanterna do Campeonato Brasileiro, com apenas sete pontos em nove partidas, o Botafogo anunciou na noite desta terça-feira a contratação de dois reforços para a luta para se livrar da zona de rebaixamento: André Lima, ex-São Paulo, e Jônatas, ex-Flamengo. A dupla chega por empréstimo até o fim de 2009 e será apresentada oficialmente ao torcedor na próxima quinta-feira, com horário indefinido.

Revelado pelo Flamengo, Jônatas encerrou sua segunda passagem pela Gávea no último mês. Capitão do título da Copa do Brasil, em 2006, sob o comando de Ney Franco, ele tem os direitos federativos vinculados ao Espanyol, de Barcelona, e teve poucas oportunidades no Rubro-Negro, colecionando, inclusive, desentendimento com treinadores como Caio Júnior e Cuca. No Botafogo, além de reencontrar o treinador da melhor fase de sua carreira, o volante volta a trabalhar com Anderson Barros, gerente de futebol e com quem tem bom relacionamento desde os tempos de categorias de base.

Já André Lima volta ao Glorioso dois anos após se destacar no Brasileirão de 2007 e ser negociado com o Hertha Berlim, da Alemanha. O atacante defendeu o São Paulo na última temporada, mas também foi muito pouco utilizado. Alvinegro confesso, ele tem contrato com o clube alemão até o fim de 2011.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

julho 7, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Ney Franco não acredita em surpresa de Paulo Autuori

Comandante alvinegro desdenha de jejum de vitórias ao dizer que time está invicto no Brasileiro com dois empates

Ampliar Foto Marcelo Theobald/Globo Marcelo Theobald/Globo

Ney Franco diz que o Botafogo enfrentará o Grêmio neste domingo e não Paulo Autuori

Como de costume, o técnico Ney Franco estudou o próximo adversário do Botafogo no Campeonato Brasileiro. O problema é que o Grêmio do videotaipe era comandado por Marcelo Rospide. E agora o Tricolor gaúcho está sob a batuta de Paulo Autuori, estreante deste domingo.

Nesse caso, o treinador do Botafogo diz que a sua análise não será descartada, pois não houve tempo hábil para o campeão brasileiro com o Glorioso em 1995 fazer alterações visando à partida do fim de semana.

– Ele teve pouco tempo para mudar a equipe. Estamos preparados para enfrentar o Grêmio, não o Autuori. Este time está indo bem na Libertadores, não há motivo para mexer agora. Sinceramente, não acredito em surpresas – destacou.

Além de buscar a primeira vitória na competição, o Botafogo luta contra o jejum de mais de mês sem conquistar um triunfo. A última vitória foi no dia 16 de abril contra o Americano (2 a 1), no segundo jogo da Copa do Brasil – apesar da derrota nos pênaltis. Motivo de desespero? Não para Ney Franco, que prefere enxergar o lado positivo da situação.

– Ainda não perdemos no Brasileirão. Pontuamos fora de casa contra o Santo André (1 a 1). E fomos mal no segundo contra o Corinthians (no empate por 0 a 0). Sei que em casa temos de vencer, mas estamos passando por um momento de reestruturação da equipe. Por isso, precisamos é de tranquilidade para vencer – analisou o treinador.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 23, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , | Deixe um comentário

Sem Dagoberto e Renato Silva, Eduardo Costa ganha força com Muricy Ramalho

Volante, que jogou três partidas no ano, deve fazer proteção à zaga

Ampliar Foto Gaspar Nóbrega/VIPCOMM Gaspar Nóbrega/VIPCOMM

Eduardo Costa tem chances de jogar domingo

Hoje o São Paulo tem sete jogadores fora de combate. Dois deles – Rogério Ceni e Rodrigo – já não poderiam jogar neste domingo, contra o Atlético-PR , pelo Brasileiro , pois passam por meses de tratamento. Jean e André Dias já estavam vetados. O reserva Aislan, que sente dores na região lombar, é dúvida. E Dagoberto e Renato Silva estão realmente fora, como confirmou o técnico Muricy Ramalho. O primeiro tem uma contratura no adutor da perna direita e o segundo sente dores na coxa direita.

– O Renato está fora. O Dagoberto também, pois voltou a treinar ontem (quinta) e sentiu de novo. Usar o jogador poderia agravar o problema, e neste momento é importante ter calma – explicou o comandante.

Sem a dupla, Muricy precisará improvisar na zaga, pois tem apenas Miranda como jogador da posição. Richarlyson deverá ser o escolhido para fazer dupla com o zagueiro. Zé Luis, que volta após mais de um mês, recuperado de problemas na coxa esquerda, atuará na lateral, mas ajudando a dupla a fechar o setor. Com isso, Eduardo Costa tem grandes chances de ser titular. Ele, que atuou em apenas três partidas nesta temporada, ficaria à frente da defesa para fazer a proteção.


– Não é só pelo desfalque na defesa, se o Eduardo jogar é porque merece uma oportunidade no lugar do Jean, que não estará ali. Quando temos a defesa com jogadores de origem, o meio pode ser mais leve, e não é preciso escalar um volante de contenção à frente da zaga – explicou o treinador, reforçando que sem a defesa titular a necessidade de fechar mais o meio é maior.

Conformado com a necessidade de improvisar atletas, Muricy confia na força do time para superar o desentrosamento e os problemas enfrentados pelos jogadores que não jogarão na posição de origem. O treinador elogiou o desempenho de Zé Luis e Richarlyson na zaga. Os dois não são altos como os zagueiros, mas dão conta do recado.

– A altura não é um problema porque os dois são bons na impulsão e no cabeceio. A questão é posicionar corretamente os jogadores. Por isso que quando se improvisa com treinamento diminui a dificuldade. É ainda mais complicado para o Zé que está voltando, mas acreditamos muito no treinamento e na força do coletivo para que as mudanças sejam menos sentidas – completou.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 15, 2009 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Botafogo já negocia volta de Lucio Flavio para a vaga de Maicosuel

Questão salarial seria principal entrave ao retorno do jogador, que está perto de rescindir contrato com o Santos

Ampliar Foto Agência/Estado Agência/Estado

Lucio Flavio estaria disposto a voltar ao Botafogo

Impossibilitado de cobrir a proposta tentadora do Hoffenheim, da Alemanha, o Botafogo já trabalha com a hipótese de perder Maicosuel. Mas enquanto lamenta a provável saída, a diretoria alvinegra já se movimenta para substituir o jogador, e o principal nome é um velho conhecido da torcida. Lucio Flavio, que brevemente deve rescindir contrato com o Santos, é a alternativa, e as negociações estão em estágio inicial.

Dirigentes do Botafogo já tiveram as primeiras conversas com Lucio Flavio e seu procurador. É praticamente certo que o meia não ficará no Santos e vê com bons olhos a possibilidade de retornar ao clube que defendeu por três temporadas e o qual deixou, no fim de 2008, com status de ídolo e capitão.

No entanto, o principal entrave para a volta a General Severiano seria o salário. Lucio Flavio recebe no Santos um valor incompatível com a realidade financeira do Botafogo. Por isso, teria de aceitar uma redução.

Lucio Flavio, de 30 anos, chegou a ser falado como possível reforço do Flamengo, por indicação de Cuca, mas seu nome perdeu força na Gávea nos últimos dias, depois que o Santos recusou uma troca por Obina. O meia é também cogitado no Atlético-PR. Nascido em Curitiba, ele começou a carreira no Paraná Clube e passou pelo Coritiba.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 15, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Após Lucio Flavio e Bolaños, mais três jogadores estão de saída da Vila Belmiro

Astorga, Adriano e Luizinho também devem deixar o Peixe nos próximos dias. Roni, que tem proposta do Furacão, é outro que pode sair

Ampliar Foto Carolina Elustondo/GLOBOESPORTE.COM Carolina Elustondo/GLOBOESPORTE.COM

Mancini admite que jogadores vão sair, mas não quer confirmar nomes

Após Bolaños, que está acertando com o Internacional, e Lucio Flavio, cujo contrato com o Santos está sendo rescindido, a barca santista ainda não está lotada. Mais três jogadores devem deixar o clube nos próximos dias. O zagueiro Astorga, o volante Adriano e o lateral-direito Luizinho também estão próximos de deixar o clube.

O assunto é tratado com absoluto sigilo entre os dirigentes do Peixe e o técnico Vagner Mancini. Todos admitem que jogadores vão sair, mas se recusam a confirmar os nomes  para não desvalorizar os atletas.

Para não deixar o elenco muito desfalcado, o clube já acertou a contratação de Eli Sabiá (que supre a saída de Astorga) e de Rodrigo Mancha, que chega para brigar com Roberto Brum pelo posto de primeiro volante do time, tirando qualquer esperança de Adriano jogar. Já Luizinho é o único jogador da posição, mas não tem agradado muito. Por isso, o Alvinegro estabeleceu como prioridade a chegada de laterais-direitos.

Enquanto estabelece a ala direita como a posição mais carente do elenco, o Santos corre atrás também de dois atacantes. Vagner Mancini quer um jogador de área, para disputar posição com Kléber Pereira, e outro mais rápido, que jogue pelos lados do campo. Isso é um indicativo de que Roni, que está na mira do Atlético-PR, também deverá deixar o clube.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 13, 2009 Posted by | Santos | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fahel já sente falta de balançar as redes

Autor de três gols no Campeonato Carioca, em jogadas ensaiadas, volante alvinegro afirma que está com saudade de comemorar com os torcedores

Ampliar Foto Jorge William/O Globo Jorge William/O Globo

Volante Fahel (D) quer marcar gols como um verdadeiro atacante

Jogador cuja característica é a marcação, o volante Fahel quer sentir um gostinho muito comum aos atacantes: o de fazer gols. Mas ele sabe que as oportunidades são poucas porque a sua primeira função é tentar impedir que os adversários sigam em direção à meta do Botafogo.

– Já marquei uns golzinhos e é muito bom correr para comemorar com a torcida e os companheiros. Isso está até me incomodando um pouco. Quero marcar novamente – afirmou o volante Fahel.

Ele não sabe se conseguirá balançar a rede do Corinthians, domingo, na segunda rodada do Campeonato Brasileiro, no Engenhão. Apesar de atuar mais atrás, defendendo, ele fala até como alguém que joga mais à frente. Mas sem esquecer a sua principal função.

– Erramos no empate com o Santo André (1 a 1) porque marcamos muito recuados, no nosso campo de defesa. Temos de passar a marcar mais próximos à área dos adversários para os nossos jogadores estarem sempre lá na frente. Até posso ajudar marcando um gol – disse Fahel.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 13, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Ingressos para Botafogo x Corinthians à venda em 39 postos

Clube anuncia parceria com empresa, e espalha pontos de venda por toda a cidade, além de disponibilizar também na intenet

O Botafogo inovou e ampliou os postos de vendas de ingressos para os jogos do time no Campeonato Brasileiro. O clube fechou parceria com a empresa Ingressomais, que disponibilizou 39 locais para os torcedores comprarem os bilhetes para a partida contra oCorinthians, domingo, às 18h30, no Engenhão, pelo Campeonato Brasileiro.

Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 meia para todos os setores (sul, norte, leste superior, leste inferior e oeste superior) do Engenhão. Os torcedores que forem ao jogo com a camisa do Corinthians somente poderão entrar pelo setor sul.


Além de poder comprar pelo site http://www.ingressomais.com.br, os torcedores poderão adquiri em postos de gasolina, agências de turismo e shoppings. As vendas antecipadas para a partida serão feitas de 10h às 17h. Além da sede de General Severiano, Engenhão e Caio Martins, confira alguns dos pontos:

Postos de Gasolina:


BR Parque das Rosas: Avenida das Américas 3757 – Barra da Tijuca
BR Piraquê: Avenida Borges de Medeiros, s/n – Lagoa
Posto Shell – Avenida Roberto Silveira 9 – Niterói
Posto Shell – Rua Felipe Cardoso, 1975 – Santa Cruz

Agências de Turismo / Lojas:


Levi’s Petrópolis: Rua Dr. Nelson de Sá Earp, 88 lj39 – Petrópolis
Modern Sound – Barata Ribeiro, 502 d – Copacabana
Zoar Centro – Avenida Graça Aranha, 81 sl 613
Celcar Jeans: Rua Nilo Peçanha, 2 – São Gonçalo
Celcar Jeans: Praça Carlos Gianely, 67 – Alcântara
Banco de Areia: Shopping Downtown – Barra

Lojas South:


West Shopping – Campo Grande
Shopping Grande Rio – São João de Meriti
Top Shopping – Nova Iguaçu
Norte Shopping – Caxambi
Madureira Shopping
Via Parque Shopping – Barra

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)


maio 12, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Para acertar, Michael depende só de assinar o contrato

Ala-esquerdo deve chegar ao Rio nos próximos dias para ser apresentado

Michael é o nome que vai acertar para a ala esquerda do time

Michael é o nome que vai acertar para a ala esquerda do time (Crédito: Ivan Storti)

O problema crônico do Botafogo com a lateral esquerda está muito próximo de um final feliz. Segundo fonte ligada à negociação, Michael, atualmente no Dinamo de Kiev (UCR), é o jogador que está por alguns detalhes de ser anunciado pela diretoria como novo reforço para esta temporada. Ele deverá chegar ao Rio de Janeiro nos próximos dias para ser apresentado.

Com passagens por Palmeiras e Santos, a vontade de Michael é de voltar ao futebol brasileiro. O Botafogo chegou a sondá-lo em outras ocasiões, mas André Silva, vice de futebol do clube, inicialmente descartou um possível acerto por conta dos valores. Com a reviravolta, Michael ficará por empréstimo no clube até dezembro de 2009 e assinará o contrato tão logo a CBF libere sua inscrição.

Na última segunda-feira, durante o desembarque no aeroporto Santos Dumont, André Silva garantiu que um jogador para a lateral esquerda já estaria praticamente acertado com o Botafogo. Mas não quis revelar nomes por ainda não estar 100% confirmado.

Nos últimos meses, além de Michael, os nomes de Leandro, do Flu, de Luciano Amaral, do Vitória de Guimarães (POR), e de Alonso, do Nacional da Ilha de Madeira (POR), também foram sondados pelo clube. Atualmente o Botafogo conta apenas com Gabriel como lateral de ofício. Thiaguinho, volante de origem, tem sido improvisado por Ney Franco no setor.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 12, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Sandro e Taison devem jogar contra o Flamengo, nesta quarta

Tite terá o Inter completo pela primeira vez desde a final do Gauchão

Ampliar Foto Agência/Vip.com Agência/Vip.com

Sandro deve enfrentar o Flamengo

O Inter terá força máxima na partida de quarta-feira contra o Flamengo, no Maracanã, pela Copa do Brasil. O departamento médico garantiu ao técnico Tite que o volante Sandro e o atacante Taison terão condições de jogo.

Sandro está recuperado da lesão muscular na panturrilha esquerda, que o tirou dos dois confrontos contra o Náutico. Se for confirmado, será a primeira vez que o volante de 20 anos jogará no Maracanã.


– Todo mundo fala que é espetacular jogar no Maracanã. Estou tranquilo e ansioso ao mesmo tempo. Mas vamos ver o que o professor Tite tem para falar – declarou o volante.

Taison voltou a sentir dores no quadril na partida de domingo contra o Corinthians, mas fez tratamento com gelo na região nesta segunda-feira e deve treinar normalmente amanhã.

O Inter deve começar o jogo com: Lauro; Bolívar, Índio, Álvaro e Kleber; Sandro, Magrão, Guiñazu e D’Alessandro; Taison e Nilmar. A última vez que Tite teve todos os titulares à disposição foi na final do Gauchão, na goleada de 8 a 1 sobre o Caxias.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 12, 2009 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Firme como titular, Renan destaca boa relação com o reserva Castillo

Goleiro alvinegro entende desapontamento do uruguaio, mas ressalta respeito entre ambos: ‘É um amigo que fiz desde que ele chegou ao clube’

Ampliar Foto Agência/Globo Agência/Globo

Castillo e Renan no Engenhão: concorrência entre goleiros não passa dos treinamentos

Juan Guillermo Castillo Iriart chegou ao Botafogo em janeiro de 2008 e logo ganhou moral no clube. Mas as lesões sofridas deram espaço ao jovem Renan, que agarrou a chance com unhas e dentes e não saiu mais do gol alvinegro. Já presente no banco de reservas após machucar o seriamente o joelho direito, o goleiro uruguaio voltou a ser uma sombra. Concorrência que não passa dos treinos, segundo o próprio titular.

– A minha relação com o Castillo sempre foi muito boa, nunca tive problema algum, e acredito que com ele seja o mesmo. É um amigo que fiz desde que ele chegou ao clube – afirmou Renan.

Embora esteja por cima da crista da onda no momento, Renan entende o desapontamento de Castillo.

– É normal o jogador ficar chateado porque não está jogando, da mesma forma que seria comigo. Mas acima de tudo tem que ter o respeito de ambas as partes, e isso vem acontecendo. Independente de quem jogue, o Botafogo está bem representado de goleiros e todos estão vendo isso. Estou cada vez mais firme e seguro, e não penso em deixar o gol do Botafogo tão cedo.

O próximo teste de Renan é contra o Corinthians, no domingo, no Engenhão.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 11, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , | Deixe um comentário

Camisa prateada será novidade do Botafogo em 2009

Quarto uniforme será lançado em festa, com show da cantora Isabela Taviani, nesta quarta-feira no Engenhão

 

Ampliar Foto Divulgação/Divulgação Divulgação/Divulgação

Além dos uniformes tradicionais, o Botafogo vai lançar um quarto, de cor prateada

Com direito a uma grande festa, o Botafogo vai lançar oficialmente na noite desta quarta-feira a sua nova linha de uniformes, agora fabricados pela Fila, que substitui a Kappa. Mas além da cantora Isabela Taviani, o clube terá como grande atração uma camisa de cor prateada, que completará a linha que conta com o tradicional manto alvinegro, além do branco e do todo preto.

O Botafogo apostou numa camisa da cor cinza em 2002, mas o uniforme não foi comercializado em larga escala. A ideia da atual diretoria é que ela agora seja utilizada em algumas partidas. A aposta é que o uniforme caia no gosto dos torcedores e seja um fenômeno de vendas.

Na camisa principal, a novidade será a volta das mangas listradas, além do retorno das meias cinzas, vistas por muitos alvinegros como um fator de sorte, símbolo de uma época vitoriosa na história do Botafogo.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 5, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Bruno brilha novamente nos pênaltis, e o Flamengo é tricampeão carioca

Bruno brilha novamente nos pênaltis, e o Flamengo é tricampeão carioca

Assim como em 2007, goleiro garante o título rubro-negro nas penalidades

Parecia um replay de 2007, onde a história do tricampeonato começou. E antes mesmo de a bola rolar, a torcida rubro-negra já anunciava o que iria acontecer na tarde deste domingo: “Vamos ser campeões, vamos Flamengo”, cantava confiante. Só não espera sofrer tanto. O título teve, novamente, um herói: o goleiro Bruno, que defendeu três pênaltis (um de Victor Simões no tempo normal e outros dois, de Juninho e Leandro Guerreiro, na decisão por pênaltis). O Flamengo chegou a abrir 2 a 0 no primeiro tempo com gols de Kleberson, mas permitiu a reação alvinegra no segundo tempo. Assim como no primeiro duelo, a partida terminou empatada por 2 a 2. Mas aí o camisa 1 rubro-negro fez a diferença na disputa por pênalti, pegou duas cobranças e o Flamengo garantiu o quinto tricampeonato de sua história ao vencer por 4 a 2.

André Durão /GLOBOESPORTE.COM

Jogadores do Flamengo comemoram o tricampeonato após a vitória em cima do Botafogo nos pênaltis

Curiosamente, em 2007, o título em cima do Botafogo também veio nas penalidades após dois empates por 2 a 2. E a decisão por pênaltis também terminou 4 a 2, após o goleiro Bruno defender as cobranças de Juninho – que voltou a falhar neste domingo – e Lucio Flavio. Com o título, o Flamengo assumiu a hegemonia do futebol carioca. Com 31 conquistas, o Rubro-negro passou o Fluminense, que segue com 30, pela primeira vez na história. E se em 1999-2000-2001, a vítima foi o Vasco, desta vez será o Botafogo quem vai ficar com a sina de ter perdido as três finais seguidas.

O técnico Cuca se livrou do estigma de nunca ter conquistado um título importante na carreira. Em 2007 e 2008, o treinador foi vice-campeão com o Botafogo e após a conquista da Taça Guanabara escutou a antiga torcida gritar “Vice é o Cuca”. Por outro lado, Ney Franco permanece com o incômodo tabu de jamais ter vencido o Flamengo em dez jogos disputados.

A partida deste domingo também foi a última da carreira do capitão rubro-negro Fábio Luciano. O zagueiro, que completou 34 anos na última quarta-feira e levantou a taça, prometeu encerrar a carreira após a decisão do Campeonato Carioca.

Kleberson, o senhor do primeiro tempo

Ampliar Foto Agência/Reuters Agência/Reuters

Kleberson comemora o primeiro gol do Fla

Parecendo não acreditar no time, a torcida alvinegra, mais uma vez, decepcionou. O setor amarelo da arquibancada estava completamente vazio. Por isso, a festa era rubro-negra, que gritava o nome de Adriano antes da partida. O Imperador acertou a volta ao clube esta semana.

Moeda para o alto e Juninho ganhou a disputa com Fábio Luciano. Parecia ser um bom sinal. O capitão alvinegro escolheu o campo do lado direito das cabines de rádio. E a partida começou com 12 minutos de atraso.

No Flamengo, Cuca surpreendeu ao barrar Zé Roberto e escalar o jovem Erick Flores no ataque ao lado de Emerson. Sem Maicosuel e Reinaldo, machucados, Ney Franco precisou mudar bastante o esquema do Botafogo. O treinador apostou no 3-6-1, com Victor Simões isolado no ataque. No início, a tática até deu certo. E nos primeiro 15 minutos, o Alvinegro chegava com mais perigo ao ataque. Leandro Guerreiro recebeu bom passe pela direita, entrou na área e chutou cruzado. Para a sorte rubro-negra, a bola explodiu em Fábio Luciano e foi para fora.

Botafogo também arriscava com a chegada surpresa do zagueiro Juninho ao ataque. Nos primeiro minutos, o capitão alvinegro deu dois chutes contra o gol de Bruno da intermediária, mas sem direção. Nas cadeiras especiais, Reinaldo sofria.

– É muito ruim ficar fora do jogo. Mas tenho que passar força aos meus companheiros – disse o atacante alvinegro.

E o desespero aumentou quando Emerson errou uma cabeçada e permitiu um escanteio para o Flamengo. Justamente o zagueiro, que nos últimos dois jogos participou decisivamente de dois gols para o adversário. Na cobrança, Juan cruzou para a área e Renan saiu mal do gol. Leandro Guerreiro tocou de cabeça para o alto. A bola sobrou para Kleberson, que cabeceou encobrindo o goleiro. E Ronaldo Angelim deu um carrinho para completar para o fundo da rede. Flamengo 1 a 0.

Na comemoração, os jogadores correram para abraçar Kleberson. O juiz Péricles Bassols também apontou para o quatro árbitro creditar o gol para o meia. Mas o verdadeiro autor foi o zagueiro, que tocou na bola antes de ela entrar. E Angelim voltou para a defesa correndo sozinho, de braços abertos, em uma comemoração particular. Até o placar eletrônico anunciava o gol para Kleberson.

Após o gol, o Botafogo tentou buscar mais o ataque. Mas, desorganizado, não levava muito perigo. Aos 31 minutos, Tulio Souza cobrou uma falta de muito longe. Mas o goleiro Bruno estava antecipado pensando que a bola seria cruzada para a área e foi surpreendido. A bola encobriu o camisa 1 e bateu no travessão.

Mas o Alvinegro insistia cometer um erro fatal: fazer muitas faltas na entrada da área. Em uma delas, cobrada por Juan, Emerson quase desviou e o goleiro Renan espalmou no susto. Na segunda, não teve jeito. Em jogada ensaiada, Ibson rolou, Juan abriu as pernas para a bola passar e Kleberson apareceu soltando a bomba. A bola desviou em Alessandro, que saiu da barreira, e encobriu o goleiro Renan. Flamengo 2 a 0.

O clima esquentou. Nas cadeiras inferiores, policiais batiam covardemente em torcedores alvinegros. E o primeiro tempo terminou com o Flamengo com a taça na mão.

Victor Simões perde pênalti, mas o Botafogo reage

Editoria de Arte / GLOBOESPORTE.COM

Túlio Souza comemora o gol de empate

Para o segundo tempo, o técnico Ney Franco arriscou tudo. Tirou o zagueiro Emerson e colocou o meia-atacante Jean Carioca. E a sorte parecia mudar. Logo no primeiro minuto, Victor Simões chutou e Juan colocou a mão na bola dentro da área. O árbitro Péricles Bassols corretamente marcou pênalti.

O atacante pegou a bola para bater. Mas o chute foi fraco, no canto esquerdo. Bruno foi bem e defendeu. Os jogadores do Flamengo correram para abraçar o goleiro, que em 2007 brilhou na decisão de pênaltis contra o Botafogo. Na arquibancada, a torcida homenageava e gritava “Bruno é o melhor goleiro do Brasil”.

O Botafogo não desanimou e partiu para o desespero. Victor Simões perdeu outra oportunidade dentro da área. Chute por cima do travessão. Aos 11 minutos, Cuca tirou Erick Flores e colocou Obina. Mas o Flamengo não melhorou.

E o que parecia improvável aconteceu. O Botafogo empatou em três minutos. Aos 16 minutos, falta na entrada da área do Flamengo. Juninho foi perfeito. Em vez da força, a categoria. Cobrança no ângulo direito de Bruno, que se esticou todo e não conseguiu tocar na bola. Um lindo gol. Aos 19, Leandro Guerreiro afastou um bola da defesa, Alessandro desviou e Túlio Souza surgiu livre na frente de Bruno. O meia tocou por cima do goleiro e empatou a partida: 2 a 2.

A pequena torcida alvinegra explodiu de alegria. Ney Franco pulou como um louco na área técnica. Já do outro lado, Cuca passava a mão na cabeça, reclamava, parecia não acreditar no que acontecia.

Após o gol, o Flamengo acordou. E usava a bola parada para pressionar. Toda falta perto da área era um desespero para a defesa alvinegra. Ibson chutou forte e Renan fez uma difícil defesa espalmando para fora.

O Botafogo passou, então, a segurar mais a bola e deixar o tempo passar. A pressão rubro-negra aumentou nos últimos cinco minutos. Ibson quase marcou em um chute da entrada da área. Depois, Josiel partiu livre pela esquerda e cruzou para Obina. Juninho cortou antes da conclusão. Aos 46, Juan cobrou falta. Dezessete jogadores na área. Renan espalmou para escanteio.

Aos 48 minutos, o zagueiro Fábio Luciano tentou concluir para o gol com a mão. Acabou expulso. E o jogo terminou. A decisão iria para os pênaltis.

Bruno brilha e defende dois pênaltis

Com o fim da partida, o zagueiro Fábio Luciano voltou para o gramado e passou a dar força aos companheiros. A arbitragem errou feio ao permitir ao zagueiro, que foi expulso, ficar em campo. O capitão ficava ao lado de Cuca para escolher os cobradores. E participava ativamente da conversa com os jogadores. Sem ser incomodado por ninguém.

Os cinco cobradores do Flamengo foram escolhidos por Cuca:  Kleberson, Juan, Aírton, Léo Moura e Ibson. Já Ney Franco optou por Léo Silva, Juninho, Gabriel, Leandro Guerreiro e Victor Simões.

O Flamengo começou a série. Kleberson chutou forte no canto direito de Renan, que ainda tocou na bola. Mas não defendeu: 1 a 0.  Léo Silva veio em seguida e deslocou Bruno. Bola na esquerda, goleiro na direita: 1 a 1.

Juan foi o segundo rubro-negro. Boa cobrança no canto esquerdo: 2 a 1 Flamengo. Chegou a vez, então, do capitão Juninho. E o zagueiro, assim como na decisão por pênalti do Carioca de 2007, decepcionou. Uma bomba no meio, que o goleiro Bruno defendeu. O Rubro-negro ficava em vantagem.

Ampliar Foto Pedro Veríssimo/GLOBOESPORTE.COM

Aírton aumentou o placar ao cobrar bem o terceiro pênalti. O garoto Gabriel diminuiu: 3 a 2.. O Botafogo dependia de um erro do Flamengo para seguir vivo na disputa. Mas Léo Moura bateu bem no ângulo: 4 a 2. Se Leandro Guerreiro perdesse a quarta cobrança, o título era do Flamengo. E o volante não suportou a pressão. Bateu mal, no canto direito, e Bruno defendeu. O Flamengo era tricampeão!!! Todos os jogadores correm para abraçar o camisa 1. E a torcida rubro-negra não perdoou: “Vice de novo!” gritou para os alvinegros, que saíam tristes do Maracanã. E anunciava orgulhosa com uma faixa na arquibancada: a hegemonia é nossa!


Ficha técnica:

FLAMENGO 2 (4) x 2 (2) BOTAFOGO

Bruno; Aírton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Léo Moura, Willians, Ibson, Kleberson e Juan; Erick Flores (Obina) e Emerson (Josiel).

Renan; Leandro Guerreiro, Juninho e Emerson (Jean Carioca); Alessandro, Fahel, Léo Silva, Túlio Souza (Rodrigo Dantas), Eduardo e Thiaguinho (Gabriel); Victor Simões.

Técnico: Cuca.

Técnico: Ney Franco.

Gols: Ronaldo Angelim aos 20; Kleberson aos 38  minutos do primeiro tempo; Juninho aos 16; Tulio Souza aos 19 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Emerson, Leandro Guerreiro, Túlio Souza (Botafogo); Willians, Ibson, Aírton, Fabio Luciano (Flamengo)

Cartão vermelho: Fábio Luciano (Flamengo).

Público presente: 84.027 pessoas

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Data: 03/05/2009.

Árbitro: Péricles Bassols.

Auxiliares: Vagner Santos e Vinícius Almeida.

maio 3, 2009 Posted by | Botafogo, Flamengo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Cruzeiro contém valentia do Atlético-MG e é campeão invicto pela décima vez

No Mineirão, Galo e Raposa ficam no 1 a 1, e a torcida celeste faz a festa com o bicampeonato

Ampliar Foto Washington Alves/GLOBOESPORTE.COM Washington Alves/GLOBOESPORTE.COM

Vai que a festa é sua, Gladiador!

Não faltou luta ao Atlético-MG, mas a superioridade celeste e a vantagem conquistada no primeiro jogo fizeram a diferença na decisão. O Cruzeiro é bicampeão mineiro invicto. Pela décima vez na história do clube fica com o título sem que ninguém o derrote no estadual. Conquista de número 36 do time da Toca da Raposa.

Neste domingo, empate de 1 a 1 com um rival valente e que soube valorizar a vitória adversária. Fabiano fez para o Galo, e Kléber deixou tudo igual.

Na próxima quarta-feira, o Atlético-MG terá mais um jogo decisivo. Na partida de volta das oitavas-de-final da Copa do Brasil, contra o Vitória, o time precisa fazer três gols para levar aos pênaltis. Do lado celeste, o assunto é a Taça Libertadores. Na quinta-feira, o Cruzeiro enfrenta o Universidad de Chile, em Santiago, no primeiro jogo das oitavas.

Os primeiros minutos do jogo foram de muita correria no gramado do Mineirão, e festa celeste nas arquibancadas. Mas foi o Galo quem chegou mais forte. Afinal, o time precisava fazer cinco gols para ser campeão. Aos cinco minutos, Tardelli roubou a bola do zagueiro Gustavo, achou Éder Luís, mas o atacante foi travado na hora do chute. Três minutos depois, a Raposa errou na saída de bola, Éder ficou com ela dentro da área, demorou demais para concluir a jogada, e novamente foi desarmado.

Aos 12, a zaga atleticana quase fez besteira. Rafael Miranda recuou mal para o goleiro Juninho, e o atacante Soares tentou aproveitar. O Galo chegava de forma aguda. Aos 15, Marcos Rocha avançou pela direita, cruzou rasteiro, o goleirão Fábio espalmou, e os atacantes alvinegros por pouco não aproveitaram o rebote.


Aos 16, festa da minoria no Mineirão e com direito a gol de estreante. Éder Luís, insistente, avançou pela esquerda, foi até a linha de fundo e encontrou Fabiano, livre para marcar: 1 a 0. Primeiro jogo do camisa 10, e primeiro go

A festa alvinegra durou pouco. Aos 20, Soares foi lançado na área, encarou a marcação de Marcos Rocha e acabou derrubado. Um minuto depois, Kléber cobrou rasteiro, no meio do gol, e empatou: 1 a 1. Décimo terceiro do Gladiador no Estadual. Ao contrário do domingo passado, quando imitou um galo, o camisa 30 comemorou de forma discreta (assista ao vídeo).

Mas o Galo não desanimou. Aos 24, Tardelli, artilheiro do Estadual com 16 gols, encarou a marcação dentro da área e bateu forte. A bola assustou Fábio, mas foi pela linha de fundo.

Aos 27, Wagner recebeu passe na área, tentou se livrar da marcação de Carlos Alberto com um corte seco e caiu. O árbitro Leonardo Gaciba, perto do lance, considerou que houve simulação e puniu o meia com cartão amarelo.

Depois deste lance, o jogo ficou truncado por dez minutos. Até que, aos 37, Júnior fez a ultrapassagem pela esquerda, buscou Fabiano na área com o cruzamento, só que Marquinhos Paraná evitou que ela chegasse ao atleticano.


Aos 43, o Galo fez o segundo gol, mas não valeu. Diego Tardelli recebeu cruzamento na área em posição de impedimento, e a arbitragem marcou a irregularidade. Fim de primeiro tempo. O Atlético-MG jogou melhor, mas não conseguiu ficar em vantagem.

Na saída para o vestiário, o técnico Emerson Leão, o zagueiro Marcos e o atacante Diego Tardelli foram reclamar com o árbitro Leonardo Gaciba. O treinador se queixou da auxiliar Katiuscia Mendonça, que trabalhou no jogo entre Guaratinguetá e Atético-MG, pela segunda fase da Copa do Brasil.

– É a mesma de Guaratinguetá (citando a bandeirinha), e é o mesmo Gaciba de sempre, que quer aparecer mais do que o jogador – reclamou.

Galo pressiona, mas Cruzeiro equilibra

Ampliar Foto Agência/VIPCOMM Agência/VIPCOMM

Fabiano e Marquinhos Paraná duelam

Na volta do intervalo, o técnico Emerson Leão foi informado pelo quarto árbitro sobre sua expulsão. Insatisfeito, ele voltou a procurar Leonardo Gaciba para conversar. O árbitro disse que ele foi excluído por ter invadido o campo.

No gramado, o Galo voltou com a mesma disposição da etapa inicial e logo tudo ficou mais difícil. Aos seis minutos, Carlos Alberto fez falta dura em Wagner, recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso. A vantagem numérica em campo inflamou a torcida celeste, que começou a gritar “Bicampeão!”.

O time também se animou. Aos 11, Kléber invadiu a área, bateu forte de perna esquerda, mas a bola subiu muito. Dois minutos depois, o Gladiador quase virou o jogo. Ele foi lançado, ganhou na corrida de Welton Felipe, se livrou da marcação e tocou para trás. Wellington Paulista não conseguiu acertar o chute. Aos 17, Wellington devolveu a gentileza, achou Kléber na área, mas o camisa 30 bateu para fora.

Aos 26, Tardelli foi lançado na esquerda, tentou driblar o goleiro Fábio, mas caiu sozinho. O goleador ainda teve que ouvir gritos de “Pipoqueiro!” da torcida cruzeirense.  Três minutos depois, Marquinhos Paraná fez jogada de craque, invadiu a área e cruzou na pequena área. Wellington Paulista dividiu com a zaga, mas não conseguiu marcar.

O gol da virada quase veio em forma de golaço. Aos 35, a zaga atleticana afastou um cruzamento, e Wagner emendou de primeira, bonito. Só que a bola foi pela linha de fundo. Aos 38, Adilson Batista deu um presente para a torcida. Ele tirou o volante Fabrício, que reclamava de dores, e lançou o ídolo Sorín. O Mineirão quase veio abaixo.

Aos 44, a festa ficou feia. Welton Felipe, Wellington Paulista e Kléber se envolveram em confusão, e os dois primeiros foram expulsos. Só que a felicidade celeste era maior. Cruzeiro, bicampeão mineiro de 2009!

Ficha técnica:

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)


ATLÉTICO-MG 1 x 1 CRUZEIRO

Juninho, Marcos Rocha, Marcos, Welton Felipe e Júnior; Carlos Alberto, Rafael Miranda. Márcio Araújo e Fabiano (Júnior Carioca); Éder Luís e Diego Tardelli.

Fábio, Jancarlos (Elicarlos), Léo Fortunato, Gustavo e Gerson Magrão; Fabrício (Sorín), Marquinhos Paraná, Henrique e Wagner; Kléber e Soares (Wellington Paulista).

Técnico: Emerson Leão.

Técnico: Adilson Batista.

Gols: Fabiano, aos 16, Kléber, aos 21 minutos do primeiro tempo.

Cartões amarelos: Carlos Alberto, Rafael Miranda, Marcos Rocha (Atlético-MG); Wagner, Henrique, Jancarlos, Gustavo (Cruzeiro). Cartão vermelho: Carlos Alberto e Welton Felipe (Atlético-MG); Wellington Paulista (Cruzeiro).

Estádio: Mineirão, Belo Horizonte. Data: 03/05/2009. Árbitro: Leonardo Gaciba (RS). Auxiliares: Carlos Berkenbrock (SC) e Katiuscia Mendonça (ES).

maio 3, 2009 Posted by | Atlético-MG, Cruzeiro | , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Robinho e Elano marcam em vitória do Manchester City sobre o Blackburn

Chelsea derrota Fulham e segue com remotas chances de título

Com uma boa atuação da dupla Robinho e Elano, o Manchester City conseguiu neste sábado sua quarta vitória consecutiva no Campeonato Inglês. Jogando em casa, a equipe dos ex-santistas bateu o Blackburn por 3 a 1 em duelo válido pela 35ª rodada do torneio.

Agência/Reuters

Torcida do Manchester City faz a festa com o gol de Robinho

O equatoriano Caicedo, aos 27 minutos do primeiro tempo, abriu o placar para o City. Aos 34, após passe do belga Kompany, Robinho fez o segundo. No final da etapa inicial, o goleiro Paul Robinson cometeu pênalti em Ireland. Na cobrança, Elano fez o terceiro. No segundo tempo, Andrews descontou para o Blackburn.

Chelsea bate o Fulham

Atuando em Stamford Bridge, o Chelsea derrotou o Fulham por 3 a 1 e se manteve com chances (pequenas) de conquistar o título inglês. Anelka, Malouda e Drogba anotaram os gols dos Blues que somam 74 pontos (terceiro lugar), seis atrás do líder Manchester United que, neste sábado, derrotou o Middlesbrough.

maio 2, 2009 Posted by | Futebol Europeu | , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Reinaldo está vetado para a decisão

Atacante sente novamente as dores no tornozelo direito e não joga domingo

Ampliar Foto Cezar Loureiro/Globo Cezar Loureiro/Globo

Reinaldo durante o treino: atacante voltou a sentir dores logo no início das atividades

Reinaldo está fora da final do Campeonato Carioca, contra o Flamengo, neste domingo. Após animar os torcedores com a presença no Estádio Elcyr Rezende de Mendonça, em Saquarema, para o treino deste sábado, o atacante sentiu dores no tornozelo direito logo nas primeiras movimentações em campo e foi vetado para a decisão.

O atacante entrou normalmente para treinar com os companheiros, mas não suportou as dores e pediu para sair. Este seria o primeiro treino de Reinaldo durante a semana. O atacante lesionou-se no primeiro jogo da final, contra o Flamengo, no último domingo. Agora, o Botafogo fica sem dois de seus principais jogadores para a final – Maicosuel já havia sido vetado.

Os outros jogadores do grupo continuam o treinamento, o último antes da partida decisiva deste domingo.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 2, 2009 Posted by | Botafogo, Flamengo | , , , , , , , | Deixe um comentário

Para Mano, Timão entendeu ‘recado’ após derrota: ‘Nosso grupo é inteligente’

Treinador acredita que seja natural a oscilação de rendimento pelo envolvimento na decisão do Paulistão e o restante da Copa do Brasil

Ampliar Foto Nelson Coelho/Diário de São Paulo Nelson Coelho/Diário de São Paulo

Mano Menezes diz que a queda contra o Atlético-PR está dentro da normalidade

Mano Menezes considerou a derrota para o Atlético-PR por 3 a 2 (o Corinthians perdia por 3 a 0, resultado que o Santos precisa para ser campeão neste domingo), quarta-feira, em Curitiba, pela Copa do Brasil, como um “sinal” do futebol. Nesta sexta-feira, após conversar com os jogadores antes do treinamento no CT do Parque Ecológico do Tietê, o treinador acredita que o elenco entendeu o recado.

– Foi numa boa hora para não deixar nenhuma dúvida sobre o que é o futebol de hoje. Você tem uma boa vantagem, conseguiu aumentá-la, mas não é suficiente para garantir o título. Nosso grupo é inteligente – afirmou o comandante.

O treinador, aliás, já esperava por um momento de oscilação no duelo pela Copa do Brasil, sobretudo pelo Alvinegro estar envolvido e muito perto da conquista do Estadual. Para levantar a taça, o time do Parque São Jorge pode perder por até dois gols de diferença, neste domingo, às 16h, no Pacaembu.

– Entendo que o que aconteceu em Curitiba está dentro da normalidade. É uma semana diferente. Sempre tivemos um comportamento de concentração, doação e sacrifício. Mas nessa semana poderíamos ter essa queda, como tivemos. Não é o ideal, mas acontece – acrescentou.

Mano disse ainda que vê até certo ponto como positivo o fato de os jogadores estarem ansiosos para decidirem o Paulistão. Entretanto, reconheceu que a expectativa não pode ser extrapolada para não prejudicar o rendimento no momento mais importante da competição.

– Eu sou daqueles que pensam que é preciso ter um nível de ansiedade quando vai jogar. Quando vai decidir um título, também, porque deixa mais atento e concentrado. Mas sem passar do limite para não causar um prejuízo – completou.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 2, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fla foge do treino coletivo, mas está escalado para a decisão

Treinador Cuca não confirma escalação, mas Emerson e Zé Roberto foram os escolhidos para iniciar a final contra o Botafogo

Ampliar Foto Alexandre Cassiano/Globo Alexandre Cassiano/Globo

Cuca instrui os jogadores antes do treino

Os coletes ficaram guardados na tarde desta sexta-feira, no Ninho do Urubu. Nada de trabalho tático ou coletivo no penúltimo treino do Flamengo antes da final do Campeonato Carioca, domingo, contra o Botafogo. O técnico Cuca preferiu exercitar fundamentos. Aliás, um só: as finalizações.

Depois de uma longa conversa no centro do campo e de repetidas rodas de bobo, os jogadores foram divididos em dois grupos para treinar arremates. Escalação? Apenas 45 minutos antes de o clássico começar. No entanto, em conversa com os atletas, o treinador confirmou o ataque com Emerson e Zé Roberto. Recuperado de uma torção no tornozelo direito, Aírton retorna à zaga no lugar de Welinton.

– Eles (jogadores) sabem quem vai jogar. O time está decidido. Mas só vou divulgar um pouquinho antes da partida – despistou o treinador.

O jejum de quatro jogos sem gols dos atacantes parece não incomodá-lo. O comandante do Flamengo classificou as últimas atuações do time como “boas” e lamentou somente a falta de pontaria.

– Não me preocupo com a falta de gols dos atacantes. Criamos 25 chances no último jogo. Só faltou precisão, mas só nos treinamentos é que eles podem pegar essa confiança – explicou Cuca.

O time está escalado com: Bruno; Aírton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Léo Moura, Willians, Ibson, Kleberson e Juan; Zé Roberto e Emerson.

Flamengo e Botafogo decidem o título estadual no próximo domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã.


Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 2, 2009 Posted by | Flamengo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Reinaldo contraria expectativa e não treina no período da tarde

Em recuperação, atacante é mais uma vez desfalque em novo treino fechado do Botafogo em Saquarema

Ampliar Foto Gustavo Rotstein/GLOBOESPORTE.COM Gustavo Rotstein/GLOBOESPORTE.COM

Torcedor tenta achar espaço para assistir a treino do Botafogo em Saquarema

O Botafogo esperava que Reinaldo realizasse na tarde desta sexta-feira o seu primeiro treino com bola da semana. Mas o atacante não chegou com a delegação ao Estádio Elcyr Rezende de Mendonça, em Saquarema, onde a equipe fez mais um trabalho com portões fechados. Ele permaneceu no centro de treinamento da Confederação Brasileira de Vôlei em tratamento de uma lesão no tornozelo direito.

Mesmo assim, Ney Franco havia falado na parte da manhã que esperaria Reinaldo até o último minuto, pois tinha a consciência de sua importância para o time na final do Campeonato Carioca, contra o Flamengo. Ainda existe a esperança de que o atacante participe do treino deste sábado e, assim, entre em campo no domingo.

Chefe do departamento médico do Botafogo, Luiz Fernando Medeiros tem falado diaramente com o doutor Pablo Dias, que acompanha a delegação em Saquarema. Segundo ele, o fato de Reinaldo não ter ido a campo nesta sexta não diminuem as chances de o atacante atuar no domingo.

– Continuamos muito otimistas. Ele não treinou com bola, mas sua recuperação vem sendo satisfatória. A previsão é de que ele participe do treino de sábado – disse Medeiros.

Cerca de cinquenta torcedores do Botafogo se concentraram na porta do estádio do Boavista nesta sexta, na esperança de assistir ao treino. No entanto, tiveram de se contentar apenas em ver os jogadores entrando e saindo do local. Muitos buscaram brechas nos portões, mas eles foram vedados. No entanto, o bar que fica ao lado do campo esteve com uma janela parcialmente aberta e alguns alvinegros viram uma parte do gramado, mas os seguranças estavam lá para evitar a observação dos jornalistas.


Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 2, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Dirigente do Palermo descarta contratação de Nilmar

Valor pedido pelo Inter para negociar o atacante estaria fora das possibilidades do clube italiano

Ampliar Foto Richard Souza/GLOBOESPORTE.COM Richard Souza/GLOBOESPORTE.COM

Nilmar deve mesmo continuar no Inter

Se depender de interesse do Palermo, Nilmar ficará no Internacional. Na quinta, o diretor esportivo do clube italiano, Walter Sabatini, descartou sua compra. A razão é simples: o Palermo não dispõe de US$ 20 milhões (R$ 43,6 milhões) para adquirir o atacante. Em entrevista ao jornal “Zero Hora”, o dirigente foi sucinto:

– Isto é impossível. Não há chance. O Palermo não fez nenhuma oferta.

O telefonema para falar sobre Nilmar, aliás, pareceu despertar curiosidade em Sabatini. E meio às inúmeras negativas, questionou:

– Por que está perguntando isso?

– É que circulou a notícia aqui em Porto Alegre de que o Palermo investiria vinte milhões de dólares em Nilmar.

– Não há chance.

Ele confirmou a investida em agosto. Disse que ofereceu € 14 milhões por Nilmar (na época, cerca de US$ 20 milhões). Mas reiterou: isso foi antes da crise mundial. Desta vez, há dois motivos que mantêm o atacante longe da Sicília. O primeiro é financeiro, pois, de acordo com a imprensa local, o Palermo passa por dificuldades. Segundo o repórter Carlo Brandeloni, setorista do clube para o “Il Giornale di Sicilia”, o Palermo poderia pagar por Nilmar, no máximo, € 7 milhões (R$ 20,2 milhões).

A segunda razão que afasta Nilmar do clube é a presença do atacante Hernandez, de 18 anos e contratado ao Peñarol. Destaque do Uruguai no Campeonato Sul-Americano Sub-20, ele teve 50% dos direitos comprados por US$ 4 milhões (R$ 11,6 milhões) e espera vez. O compatriota Cavani (goleador do Sul-Americano Sub-20 de 2007, com sete gols) e Micoli são os titulares da hora.

Com Amauri, a estratégia foi parecida. O clube o comprou por € 7 milhões ao Chievo, em 2006. A diferença é que ele já tinha 26 anos. Amauri havia rodado por clubes pequenos da Itália e virou estrela no Palermo. Foi negociado por € 22 milhões (R$ 63,6 milhões) com o Juventus de Turim em 2008. O dinheiro do negócio, porém, não foi investido em grandes contratações.

O vice de futebol do Internacional, Fernando Carvalho, garantiu não haver proposta por Nilmar. Duvidou que, devido à crise, as transações nesta janela do meio do ano sejam vultosas. Mas lembrou da venda de Amauri:

– O mercado europeu está imprevisível, mas não acredito em negócios milionários. Agora, o Palermo ainda não gastou o que recebeu do Juventus.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 1, 2009 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário