Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Lincoln quer Palmeiras agressivo contra o Santos, no Pacaembu

Meia alviverde afirma que time não pode dar espaços para os Meninos da Vila no clássico desta quinta, na volta do Campeonato Brasileiro

Na décima posição do Campeonato Brasileiro com nove pontos, o Palmeiras busca retomar o caminho das vitórias para, enfim, alcançar o grupo dos quatro melhores do torneio. E logo na retomada do Nacional, o time, que aguarda ainda a chegada do técnico Luiz Felipe Scolari, terá uma parada complicada pela frente. Nesta quinta, às 21h, o Alviverde enfrenta o Santos, quarto colocado, no Pacaembu.

– Sabemos da qualidade do elenco deles. Se deixarmos jogarem, vamos sofrer com os ataques. Portanto, devemos entrar em campo com o pensamento de partir para cima. Teremos que ser agressivos e ficar de olho na marcação, porque dessa maneira não daremos espaços para eles e teremos grandes chances de sairmos vitoriosos desse grande clássico – disse o meia Lincoln.

O camisa 99 do Palmeiras já enfrentou o Santos em duas oportunidades. Em 1999, quando ainda defendia o Atlético-MG, venceu o Alvinegro por 2 a 0, no Brasileirão. Neste ano, já atuando pelo Alviverde, Lincoln triunfou com a equipe nos 4 a 3, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista.

– Isso me deixa bastante feliz e motivado para essa partida. Tenho muito respeito por eles, sei que representam uma parte da história do futebol brasileiro, com o Pelé, o Robinho e muitas outras revelações talentosas. Porém, meu objetivo é ajudar o Palmeiras e espero que eu possa sair com o resultado positivo desse difícil confronto.

julho 14, 2010 Posted by | Palmeiras | , | Deixe um comentário

Sensação Avaí segura o Timão no Pacaembu

Corinthians esbarra em grande atuação do goleiro Eduardo Martini, e equipes ficam no 0 a 0

Corinthians e Avaí ficaram no zero (Crédito: Reginaldo Castro)

Corinthians e Avaí ficaram no zero

No reencontro entre Corinthians e Avaí, no Pacaembu, a sensação do Campeonato Brasileiro segurou o Timão com grande atuação do goleiro Eduardo Martini, a partida terminou em 0 a 0, pela 16ª rodada, e as equipes somam 25 e 23 pontos, respectivamente.

Os paulistas seguem sem vencer há três jogos, e os visitantes não perdem há seis, com cinco vitórias consecutivas e apenas dois gols tomados nos últimos seis compromissos.

Os torcedores que compareceram ao estádio municipal de São Paulo, Paulo Machado de Carvalho, na tarde deste domingo, assistiram a uma partida de um futebol bem jogado, com tabelas, toque rápido de bola e chances de gol para ambos os lados. Um clima bem mais ameno do que da última vez que os clubes se enfrentaram, pela Série B de 2008, quando houve uma confusão generalizada protagonizada por Marquinhos e Morais.

Mesmo sem contar com os titulares Ronaldo, machucado, e Dentinho, que cumpriu suspensão por cartão vermelho contra o Santo André, o Timão foi superior à equipe catarinense, com boas chegadas à frente que fizeram o goleiro Eduardo Martini ser bastante acionado. Souza entrou no lugar do Fenômeno e Bill substituiu o segundo e estreou diante da torcida alvinegra. Mano Menezes ainda improvisou o meia Marcinho na lateral esquerda.

Logo no primeiro minuto de jogo, Jorge Henrique avançou pela direita e cruzou na medida para Souza, que testou por cima da meta adversária. Ainda antes dos dez minutos, Bill assustou os celestes em duas finalizações. A mais impressionante foi quando Souza ganhou de Rafael, bateu, e no rebote de Eduardo Martini, Bill arrematou em cima do goleiro, caído dentro da pequena área. Antes da metade do primeiro tempo, Bill ainda acertou o travessão do Avaí em toque por cobertura.

Do lado do Leão, o meia Caio, o atacante William e o improvisado ala Luís Ricardo na direita foram as novidades, já que o técnico Silas não contava com Muriqui, artilheiro do campeonato com seis gols, Léo Gago, Ferdinando, todos suspensos. E William foi quem mais deu trabalho a Felipe, em finalização aos 21 minutos, que tirou tinta da trave esquerda, após triangulação envolvendo Marquinhos e Luís Ricardo, e aos 31, de voleio sem muita força, que também foi fora.

Na volta dos vestiários, os times diminuíram o ritmo e o bom futebol deu lugar a pasmaceira no Pacaembu, rareando assim, ofensivas perigosas tanto dos comandados de Silas quanto dos de Mano Menezes. Passados trinta minutos, os presentes no estádio despertaram. Roberto recebeu dentro da área, e obrigou Felipe a fazer boa defesa após finalização com o pé direito. Do lado Alvinegro Elias, em chute à queima roupa, e Souza, de cabeça, obrigaram Eduardo Martini a operar verdadeiros milagres. Os treinadores efetuaram alterações nas equipes, mas nada adiantou e o marcador não saiu do zero.

Na próxima rodada, o Corinthians vai ao Recife enfrentar o Náutico, e o Avaí recebe o Santo André, na Ressacada.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 0 X 0 AVAÍ

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 02/08/2009 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Auxiliares: Marcio Eustaguio S. Santiago (Fifa-MG) e Paulo Cesar Silva Faria (MT)
Renda e público: R$ 433.259,00 / 13.686 pagantes;
Cartões amarelos: Fernando (AVA)
Cartões vermelhos: Não houve

CORINTHIANS: Felipe, Alessandro, Chicão, William e Marcinho (Bruno Bertucci/ Intervalo); Elias, Jucilei, Boquita (Diogo 40’/2ºT); Jorge Henrique (Marcelinho 21’/2ºT), Bill e Souza. Técnico: Mano Menezes.

AVAÍ: Eduardo Martini; Rafael, Augusto e Emerson; Luís Ricardo, Marcos Winícius, Fernando (Uendel 39’/2ºT), Marquinhos (Xaves 42’/2ºT), Caio e Eltinho; William (Roberto 16’/2ºT). Técnico: Silas.

agosto 2, 2009 Posted by | Avaí, Corinthians | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Corinthians bate o Vitória e entra no G4

Em meio ao desmanche, Timão confirma a boa fase

O atacante Dentinho homenageou seu amigo Lulinha, que deixou o Corinthians (Foto: Ari Ferreira)

O atacante Dentinho homenageou seu amigo Lulinha, que deixou o Corinthians (Foto: Ari Ferreira)

Bruno Arraes

Corinthians e Vitória entraram em campo nesta quinta-feira, no Pacaembu, com o mesmo objetivo: conquistar a vitória para voltar ao G4 do Brasileirão. E quem se deu melhor foi o Timão, que venceu a equipe baiana por 2 a 1, com gols de Dentinho e Jucilei, e fez a festa dos mais de 20 mil corintianos que foram ver uma equipe diferente dos últimos jogos.

O Timão entrou em campo pela primeira vez sem os titulares André Santos e Cristian, negociados com o Fenerbahçe, da Turquia. Em seus lugares foram escalados Diego e Jucilei, respectivamente. Jorge Henrique, fortemente gripado, ficou no banco apenas como opção no segundo tempo. Morais foi o seu substituto.

O Vitória, que iniciou a partida com 21 pontos, almejava encostar nos líderes do campeonato e, para isso, o técnico Paulo César Carpegiani mandou a equipe a campo com a mesma formação que goleou o Santos por 6 a 2, no Barradão, em jogo válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro.

O Corinthians começou melhor na partida, ganhou o meio-de-campo e o Vitória não conseguia sair da marcação. Por isso, a primeira boa chance no jogo foi do volante Elias. Após bela troca de passes entre ele, Dentinho e Ronaldo, o camisa 7 arriscou o chute de fora da área, mas o goleiro Viáfara, bem posicionado, fez bela defesa. Em seguida foi a vez de Dentinho, também em chute de fora da área, testar o goleiro da equipe baiana, que respondeu com outra boa defesa.

Aos 15 minutos, Ronaldo proporcionou o lance mais inusitado da noite no Pacaembu. Ao correr em direção a bola para a cobrança de uma falta, o Fenômeno escorregou e a bola saiu para o lado. A defesa do Vitória ligou o contra-ataque rapidamente e Roger chutou no canto, mas o goleiro Felipe se esticou para fazer boa defesa e salvar a pele do camisa 9 corintiano.

Mas como um rei nunca perde a majestade, o Fenômeno logo se redimiu e após cortar o zagueiro baiano deu belo passe para Dentinho. O camisa 31 dominou, dentro da área, e sem deixar a bola cair acertou um belo chute, sem chance para o goleiro Viáfara. Na comemoração, o atacante homenageou o ex-companheiro Lulinha, que nesta quinta-feira deixou a equipe do Corinthians rumo a Portugal.

O Vitória não sentiu o golpe e continuou fazendo o que foi proposto. Esperar o Corinthians no campo de defesa e sair rapidamente no contra-ataque. E desta forma ameaçou o Timão. De tanto ameaçar, aos 28 minutos, em cobrança de falta ensaiada, a equipe baiana quase chegou ao gol de empate. O meia William rolou na entrada da área e Leandro Domingues chutou forte para o gol obrigando Felipe a fazer defesa sensacional.

Em seguida, o Corinthians executou bela troca de passes e a bola sobrou no pé de Douglas. O camisa 10, que pode ter feito seu último jogo com a camisa do Timão, deu um belíssimo passe para o zagueiro Jean.

O Vitória novamente não sentiu o gol corintiano e seguiu atacando com qualidade. Aos 42 minutos, o meia Leandro Domingues deu belo passe para o lateral Apodi, que, nas costas de Diego, entrou livre na área e descontou para a equipe baiana. O primeiro tempo terminou com pressão intensa da equipe baiana em busca do empate.

No início do segundo tempo, o Corinthians conseguiu neutralizar as ações do Vitória e reequilibrou o jogo. Porém, ainda era a equipe baiana quem oferecia mais perigo ao gol de Felipe.

As ameaças começaram a se tornar mais incisivas, como aos 21 minutos. Após belo passe de Leandro, William chutou mas a bola passou à direita do gol de Felipe. Com esses lances o Vitória começou a dominar amplamente o jogo.

Aos 30 minutos, o lateral corintiano Diogo tentou dar um chutão para a frente e a bola foi para trás, em direção a Felipe. O goleiro pegou a bola com a mão e o árbitro Nelson Nogueira Dias marcou recuo do lateral, e tiro livre indireto dentro da área. O meia Leandro Domingues chutou direto para o gol e o goleiro Felipe, incocentemente, defendeu. O Vitória ainda ameaçou diversas vezes com Roger e Leandro Domingues, mas o goleiro Felipe, em noite inspirada, garantiu o triunfo do Timão no Pacaembu.

Nos últimos minutos, Ronaldo e Elias ainda tiveram chances de aumentar para o Corinthians, porém o goleiro Viáfara evitou que o placar fosse ainda maior para o Timão.

CORINTHIANS 2 X 1 VITÓRIA

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 23/07/2009 – 21h (de Brasília)
Árbitro: Nelson Nogueira Dias (PE)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (Fifa-RJ) e Ubirajara Ferraz Jota (PE)
Renda/público: R$ 790.664,50 / 23.600 pagantes
Cartões amarelos: Elias, Dentinho, Felipe (COR); Magal, Wallace, Anderson Martins, Victor Ramos(VIT)
GOLS: Dentinho, 21’/1ºT (1-0); Jean, 30’/1ºT (2-0); Apodi, 42’/1ºT (2-1)

CORINTHIANS: Felipe, Diogo, Chicão, Jean e Diego; Jucilei, Elias e Douglas (Moradei, 31’/2ºT) ; Morais (Jorge Henrique, 10’/2ºT), Dentinho (Marcinho, 46’/2ºT) e Ronaldo. Técnico: Mano Menezes

VITÓRIA: Viáfara, Wallace, Victor Ramos, Anderson Martins; Apodi(Ramon, 43’/2ºT), Uelliton, Magal(Itacaré, 33’/2ºT), Leandro Domingues, Leandro; William (Bida, 27’/2ºT) e Roger. Técnico: Paulo César Carpegiani

julho 23, 2009 Posted by | Corinthians, Vitória | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Em meio ao desmanche, Timão pega o Vitória

Depois de perder jogadores, Corinthians busca o G4

(Crédito: Allex Ximenez)

LANCEPRESS!

O Corinthians recebe o Vitória nesta quinta-feira, no Pacaembu, às 21h, com trasmissão em tempo real pelo LANCENET!, para buscar uma vaga no G4. Entretanto, a equipe de Mano Menezes está aos pedaços devido à onda de transferências que atingiu o clube.

Base do sistema defensivo do time, Cristian foi vendido ao Fenerbahçe, da Turquia, e deixa o Corinthians sem seu melhor marcador, além de ter uma ótima saída de bola. Junto com ele vai André Santos, a força do ataque pelo flanco esquerdo. Douglas deve embarcar para os Emirados Árabes nos próximos dias, mas contra o Vitória entrará em campo.

Com seu time se desconstruindo, Mano Menezes tenta manter o equilíbrio no Corinthians e tranquiliza a torcida através de seu twitter.

– Estamos trabalhando para fazermos reposição com qualidade. E assim seguiremos sonhando com o Brasileirão – afirmou o treinador.

O volante Edu, que chegou recentemente, já treinou com bola, entre os reservas, porém só poderá estrear em agosto, por ter vindo do exterior. Com isso Jucilei será mantido no time titular, agora com a vaga de Cristian. Para jogar no lugar de André Santos, Mano improvisará Diego.

Além das perdas sofridas para o mercado, Mano ainda conta com desfalques na defesa. Alessandro e William, se recuperando de lesão não estão disponíveis. Diogo e Jean entram nas vagas respectivamente.

O atacante Ronaldo não terá vida fácil no confronto contra o Vitória. Isso porque a equipe pernambucana terá o retorno de seu quarteto defensivo: Vanderson, Wallace, Victor Ramos e Anderson Martins.

Ao contrário dos três zagueiros, que estão confirmados no time titular, o técnico Paulo César Carpegiani não escalará o volante Vanderson, que cumpriu suspensão imposta pelo STJD. Assim, a dupla Uelliton e Magal segue junta pela quinta vez no Brasileirão.

Com uma virose, Roger não participou do treino desta quarta-feira, mas garante que estará em campo para seguir disputando a artilharia do campeonato. Em excelente fase, o atacante já tem 8 gols e promete complicar a vida do Fenômeno para ser artilheiro.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS X VITÓRIA

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 23/07/2009 – 21h (de Brasília)
Árbitro: Nelson Nogueira Dias (PE)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (FIFA-RJ) e Ubirajara Ferraz Jota (PE)

CORINTHIANS: Felipe, Diogo, Chicão, Jean e Diego; Jucilei, Elias e Douglas (Morais); Jorge Henrique, Dentinho e Ronaldo. Técnico: Mano Menezes

VITÓRIA: Viáfara, Wallace, Victor Ramos, Anderson Martins; Apodi, Uelliton, Magal, Leandro Domingues, Leandro; William e Roger.

julho 23, 2009 Posted by | Corinthians, Vitória | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Goleadores do Timão ‘começam’ a disputar o Brasileirão

Média de um gol por jogo é a pior da era Mano

Chicão é um dos artilheiros do Corinthians na temporada (Foto: Tom Dib)

Chicão é um dos artilheiros do Corinthians na temporada (Foto: Tom Dib)

O Fluminense encara na noite desta quarta-feira, às 21h50, no Pacaembu, o segundo pior ataque do Brasileirão. Mas o Corinthians que começa a disputar o Nacional a partir desta rodada não é a equipe que tem apenas oito gols em oito jogos.

Apósa ressaca do título da Copa do Brasil, conquistado há uma semana, Ronaldo, André Santos, Chicão & Cia. entram em campo para começar a devolver a verdadeira cara do Timão no ataque.

– O Corinthians foi ganhando moral com o título da Série B, do Paulistão e da Copa do Brasil. Onde quer que vá jogar, o clube é respeitado – ressalta André Santos.

A média de um gol por jogo é a pior entre as competições da era Mano Menezes no clube alvinegro.

Em 2009, a equipe foi o ataque mais produtivo do Paulistão, com 41 gols em 23 jogos (média de 1,78 por partida) e fez 16 gols nas dez partidas da Copa do Brasil (1,6).

Em 2008, o Timão teve média superior a dois gols por jogo na Copa do Brasil (26 gols em 11 jogos) e na Série B (79 gols em 38 rodadas) e até na fraca campanha do Paulistão, quando estava em formação, teve média superior: 24 gols em 19 jogos (1,26).

Neste Brasileirão, a média é a mesma de Avaí, Cruzeiro, Náutico e São Paulo (que disputaram nove partidas até agora) e superior apenas ao adversário desta noite, o Fluminense, que só marcou seis gols em oito rodadas – o melhor ataque é o do Atlético-MG, que já marcou 20 gols.

O fato é que até então o Corinthians priorizou a Copa do Brasil e deixou de escalar os titulares na maioria dos jogos. Para se ter uma ideia, o zagueiro Chicão, artilheiro da equipe no ano, com 12 gols, fez apenas três jogos. O número é o mesmo de Ronaldo, vice-artilheiro em 2009, com 11 gols, e de Jorge Henrique, com oito marcados. O lateral-artilheiro André Santos, que ainda disputou a Copa das Confederações na África com a Seleção Brasileira, fez apenas uma partida no Nacional.

Com isso, a missão de balançar redes ficou para um grupo que raramente tem intimidade com o gol. Os zagueiros Jean e Renato e o volante Jucilei fizeram os primeiros gols com a camisa do Corinthians.

Já o artilheiro é Souza, que ainda não caiu nas graças da torcida. Fez dois gols no Brasileiro, mas apenas quatro em 25 partidas em 2009.

Hoje, no Pacaembu, o Fluminense terá pela frente o segundo pior ataque do Brasileirão, mas com Ronaldo, que buscar marcar seu primeiro gol na competição nacional.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

julho 7, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , | Deixe um comentário

Lesão de Magrão não preocupa, garante médico

Volante saiu do treino desta segunda com braço imobilizado

Magrão não deve ser problema para encarar o Corinthians (Crédito: Lucas Uebel)

Magrão não deve ser problema para encarar o Corinthians

LANCEPRESS!

Ao contrário de D’Alessandro, que está fora do duelo contra o Corinthians, nesta quarta-feira, no Pacaembu, pelo primeiro jogo da final da Copa do Brasil, o volante Magrão deverá estar em campo. Apesar de ter deixado o treino desta segunda-feira com o braço direito imobilizado, o médico Paulo Rabello garantiu que a lesão do jogador não preocupa.

– O Magrão fez uma contusão no antebraço direito. Em um exame preliminar não preocupa. Recomendamos que ele siga tratamento em casa e amanhã (terça) vamos ver como ele se apresenta – disse ao Portal Clicrbs.

Com Magrão praticamente confirmado para a partida, o técnico Tite tem, por enquanto, as ausências de D’Alessandro, que precisa recuperar a forma física apesar de estar recuperado de tendinite, Nilmar e Kléber, que estão disputando a Copa das Confederações pela Seleção Brasileira.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 16, 2009 Posted by | Internacional | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco Joga Melhor, mais o Corinthians avança à decisão da Copa do Brasil

Gigante da Colina é valente, cria mas não consegue marcar

Corinthians e Vasco ficaram no 0 a 0 e o Timão avança para a decisão da Copa do Brasil (Crédito: Reginaldo Castro)

Corinthians e Vasco ficaram no 0 a 0 e o Timão avança para a decisão da Copa do Brasil

O Corinthians jogou com o regulamento, segurou a pressão do valente time do Vasco e com o 0 a 0 obtido na noite desta quarta-feira, no Pacaembu, em São Paulo (SP), classificou-se para a decisão da Copa do Brasil 2009, eliminando o Gigante da Colina da disputa.

O Timão, favorecido pelo gol marcado fora de casa no empate em 1 a 1 no Maracanã, semana passada, e agora busca o seu terceiro título na competição. A decisão da competição está marcada para os dias 17 de junho e 1° de julho.

Ao iniciar a partida com a vantagem (o 0 a 0 o classificava), o Corinthians, mesmo em casa, adotou postura cautelosa. Já o Vasco, mostrando personalidade, foi para o ataque. Neste cenário, mostraram-se as fragilidades das equipes: os mandantes recuperavam a bola, mas concluíam mal; os visitantes atacavam, contudo sem competência.

O Cruzmaltino explorou a velocidade de seu time e se expôs, enquanto o Timão não marcou bem pelos lados do campo. O duelo foi movimentado, porém sem grandes chances. Aos cinco minutos, Ronaldo concluiu no meio da área por cima do gol. E, aos 23 minutos, a melhor oportunidade: após escanteio, Elton cabeceou firme e Felipe espalmou.

A etapa final começou com o Vasco mantendo a postura ofensiva e o Corinthians mais recuado. Apesar da pressão, o Gigante da Colina não criava chances reais. Por sua vez, o Alvinegro Paulista se preocupava em segurar a igualdade sem gols e a vantagem, pouco chegando ao ataque.

O Gigante da Colina reclamou um pênalti em Elton (foi puxado na grande área por Chicão) e teve cabeçada perigosa de Nilton. No Timão, Dentinho, em dois chutes, levou perigo: primeiro, obrigou Fernando Prass a grande defesa. Depois, bateu rente à trave esquerda. Elton ainda tentou aos 30 minutos, dominou no peito, mas Felipe afastou. E o placar inicial manteve-se até o fim.

As duas equipes voltam a campo no fim de semana pelo Campeonato Brasileiro no próximo sábado às 21h. Pela Série A, o Corinthians recebe o Coritiba no Pacaembu. Já o Vasco, pela Série B, pega o São Caetano em São Januário. As duas partidas valem pela quinta rodada das competições.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 0 X 0 VASCO

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 3/6/2009 – 21h50
Árbitro: Leonardo Gaciba (Fifa-RS)
Auxiliares: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Alessandro Álvaro Rocha de Matos (Fifa-BA)
Renda/público: R$ 1.749.103,00 / 35.181 pagantes e 35.946 presentes
Cartões amarelos: Chicão, Jorge Henrique e Boquita (COR); Carlos Alberto, Vilson e Gian (VAS)

CORINTHIANS: Felipe, Alessandro, Chicão, William e Diego; Cristian, Elias e Douglas(Wellington Saci, 38’/2°T); Jorge Henrique (Boquita, 19’/2°T), Ronaldo e Dentinho (Otacílio Neto, 28’/2°T). Técnico: Mano Menezes.

VASCO: Fernando Prass, Paulo Sérgio, Vilson, Gian e Ramon; Amaral, Nilton, Léo Lima (Fernandinho, 28’/2°T) e Carlos Alberto (Enrico, 22’/2°T); Rodrigo Pimpão (Edgar, 11’/2°T) e Elton. Técnico: Dorival Júnior.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 4, 2009 Posted by | Corinthians, Vasco da Gama | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Léo Lima está confirmado no time titular

Sem segredos, Dorival Júnior revela equipe que vai iniciar o confronto diante do Corinthians, nesta quarta-feira, no Pacaembu

Ampliar Foto Ivo Gonzalez/O Globo Ivo Gonzalez/O Globo

Léo Lima será titular na quarta-feira

O técnico Dorival Júnior não fez rodeios nesta terça-feira, em Curitiba, e confirmou a equipe do Vasco que vai encarar o Corinthians, na quarta-feira, no Pacaembu, em São Paulo, pelas semifinais da Copa do Brasil. Léo Lima está escalado entre os titulares. Com isso, Mateus e Bruno Gallo ficam como opções para o decorrer da partida.

– O Léo Lima inicia. É a mesma equipe que trabalhou nos últimos. Preparei esses garotos para uma eventualidade, como ocorreu no Maracanã. O Mateus e o Enrico entraram muito bem naquela partida e isso pode ocorrer novamente – explicou o treinador.

Nesta terça-feira, no CT do Atlético-PR, Dorival trabalhou exaustivamente as bolas paradas. Para o comandante cruzmaltino, tudo o que poderia ser feito foi trabalhado nos últimos três dias.

– Tudo o que estava ao nosso alcance, daqui para a hora do apito inicial, foi feito. Você vai tentando uma ou outra condição com cada atleta, modificando, mexendo. Espero que a equipe faça uma partida com equilíbrio e consiga o resultado – afirmou.

junho 3, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Ramon diz que Vasco vai jogar em cima do Corinthians

Lateral-esquerdo afirma que equipe precisa pressionar os rivais para chegar ao gol logo nos primeiros minutos da partida

Ampliar Foto Thiago Lavinas/GLOBOESPORTE.COM Thiago Lavinas/GLOBOESPORTE.COM

Ramon quer o Vasco marcando a saída de bola do Corinthians nesta quarta-feira

O lateral-esquerdo Ramon afirmou que o Vasco vai marcar forte o Corinthians na partida desta quarta-feira, no Pacaembu, pelas semifinais da Copa do Brasil. Segundo o jogador, o segredo é marcar em cima, roubar a bola no campo adversário e tentar marcar um gol logo no início da partida. Em um bate-papo com a imprensa, o lateral-esquerdo falou ainda do retorno de Ronaldo e da importância da volta de Carlos Alberto ao Vasco.

GLOBOESPORTE.COM: Qual é o segredo para o Vasco chegar à vitória?

RAMON: – Jogo de Copa do Brasil é sempre difícil, temos que ter atenção. É um jogo de inteligência e temos que tentar anular as principais peças do Corinthians. A gente precisa fazer a nossa equipe andar no começo para pressionar o Corinthians logo no início para tentar marcar um gol.

O fato de ter atuado apenas meio tempo na partida contra o Paraná deixou você mais descansado?

– Estou inteiro. Se o jogo fosse agora, eu estaria pronto para jogar. Já venho dormindo bem, comendo bem, estou pronto para jogar. Espero que a gente ajude os companheiros da frente para fazer um gol logo no início da partida.

Um dos segredos então é marcar em cima?

– A marcação vai ser lá em cima, tem que ser pressionando, tem que ser forte, para tomar a bola na intermediária do Corinthians para jogar sempre lá no campo deles. A gente precisa fazer um gol e não levar nenhum. Só depende da gente.

O que muda com o retorno do Ronaldo?

– O Corinthians ganha com a volta do Ronaldo, porque ele é um jogador indispensável em qualquer equipe. Qualquer plantel do mundo gostaria de ter o Ronaldo.

Quem ganha mais? O Corinthians com a volta do Ronaldo ou o Vasco com o Carlos Alberto?

– O Carlos Alberto é um jogador que faz o nosso time andar. Claro que temos outros jogadores, mas ele é a referência. Com a volta dos dois, o espetáculo ganha e a gente também. O Vasco ganha mais, porque eu tenho que falar do meu time e não dos outros.

junho 3, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , | Deixe um comentário

Após fracasso na Copa, Ronaldo e Fred buscam ‘América’ em duelo Timão x Flu

Ídolos, que estiveram no vexame brasileiro na Alemanha, em 2006, se encontram nesta quarta-feira na disputa por uma vaga nas semifinais

Ampliar Foto Editoria de Arte/GLOBOESPORTE.COM Editoria de Arte/GLOBOESPORTE.COM

Ronaldo x Fred: encontro vale vaga nas semifinais da Copa do Brasil

Companheiros de seleção brasileira na Copa do Mundo de 2006, Ronaldo e Fred voltam a se encontrar nesta quarta-feira, às 21h50m, no Pacaembu, em momentos bem diferentes. Na tentativa de levarem seus clubes novamente à Taça Libertadores, os atacantes são as principais apostas de Corinthians e Fluminense, no duelo pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Por enquanto, o Fenômeno foi mais decisivo em seu retorno da Europa. Em 13 jogos, marcou dez gols, média de 0,76. Nas oitavas da Copa do Brasil, aliás, marcou os dois da vitória em casa por 2 a 0 sobre o Atlético-PR, que classificou o Alvinegro. Além disso, contabiliza duas grandes atuações contra São Paulo e Santos, pelas semifinais e finais, respectivamente, do Campeonato Paulista.

– Ronaldo é meu amigo de seleção brasileira. Ele me ajudou muito durante a Copa do Mundo de 2006 passando a experiência que ele tinha de outras copas. É especial reencontrá-lo em uma partida decisiva como essa na Copa do Brasil. Espero que o Fluminense se classifique, mas que ele tenha sorte nessa nova etapa da carreira dele – disse Fred, que aproveitou para pegar no pé do amigo.

– Ronaldo nunca foi muito de jogar videogame nas concentrações. Mas quando ele se atrevia eu ganhava dele. Aliás, ganhava dele e de todo mundo também – brincou.

O atacante do Flu também tem um bom rendimento desde que chegou às Laranjeiras, mas acumula duas rodadas sem marcar. Participou de nove confrontos e fez cinco gols, média de 0,55, mas ainda sem uma grande exibição. Na Copa do Brasil, anotou um na derrota por 2 a 1 para o Águia e Marabá-PA e no empate por 2 a 2 com o Goiás, no Serra Dourada. Na volta, o 1 a 1, no Maracanã, garantiu a classificação.

– Não gosto de dar espaço para jogador nenhum, quanto mais lá na frente, perto do gol. Teremos uma atenção especial porque o Fred é um jogador de decisão, assim como temos o Ronaldo do lado de cá – afirmou o técnico Mano Menezes.

Corinthians e Fluminense voltam a jogar na próxima quarta-feira, também às 21h50m, no Maracanã. O vencedor deste confronto vai encarar quem passar do duelo entre Vitória e Vasco.

Mano tem dúvidas, e Parreira repete escalação

Ampliar Foto Nelson Coelho/Diário de São Paulo Nelson Coelho/Diário de São Paulo

Mano tem problemas no Timão

Mesmo depois de poupar nove titular na estreia no Campeonato Brasileiro, Mano Menezes ainda tem três dúvidas para escalar o Corinthians. Os zagueiros William, com dores nos pés, e Chicão, com um problema na coxa direita, são dúvidas. O volante Elias tem o mesmo problema na perna direita e também corre o risco de ser vetado pelo departamento médico.

Caso eles não possam jogar, os substitutos serão Jean, Diego e Boquita, respectivamente. Os atacantes Ronaldo e Dentinho, que estavam gripados, e o lateral-esquerdo André Santos, com dores na virilha, estão liberados.

– Vamos aguardar como fica a condição dos jogadores nas próximas horas. Não posso descartar ninguém, mas a confirmação também não pode ser feita – disse o comandante alvinegro.

Ampliar Foto Agência/Globo Agência/Globo

Parreira dá instruções a Thiago Neves

No Fluminense, o técnico Carlos Alberto Parreira vai repetir a escalação do time que derrotou o São Paulo por 1 a 0, domingo passado, no Maracanã, pelo Brasileirão, com Maicon ao lado de Fred no ataque e Marquinho no meio de campo. Desta forma, o meia argentino Dario Conca, que se recuperou de uma lesão na coxa esquerda, fica como opção do treinador no banco de reservas.

– Conca ainda está sem ritmo de jogo. Ele se recuperou há pouco tempo de uma lesão e vai ficar no banco de reservas. Talvez entre no decorrer da partida. De resto, o time é o mesmo que enfrentou o São Paulo – disse Parreira.

Ainda de acordo com o treinador do Fluminense, é um privilégio participar de uma partida com tantos jogadores importantes para o futebol brasileiro.

– Vai ser a minha primeira vez contra o Ronaldo. É um privilégio participar deste momento, enfrentando um campeão do mundo e recordista de gols em Copas do Mundo. Ronaldo e Fred são importantes para seus times e referências no futebol brasileiro – afirmou Parreira.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)


CORINTHIANS FLUMINENSE
Felipe, Alessandro, Chicão (Diego), William (Jean) e André Santos; Cristian Elias (Boquita) e Douglas; Jorge Henrique, Ronaldo e Dentinho. Fernando Henrique, Mariano, Edcarlos, Luiz Alberto e João Paulo; Wellington Monteiro, Maurício, Marquinho e Thiago Neves; Maicon e Fred.
Técnico: Mano Menezes. Técnico: Carlos Alberto Parreira.
Estádio: Pacaembu.. Data: 13/05/2009. Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR). Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Carlos Berkenbrock (Fifa-SC)
Transmissão: Rede Globo.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 21h50m (de Brasília).

maio 12, 2009 Posted by | Corinthians, Fluminense | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Sob os olhares de Ronaldo, Nilmar faz golaço e dá vitória ao Inter sobre Timão

Atacante dribla seis corintianos antes de marcar, e Colorado derruba invencibilidade de 26 partidas do Corinthians jogando no Pacaembu

Sem Ronaldo e outros oito titulares em campo, a torcida do Corinthians sentiu na pele neste domingo o que é ter um craque jogando do lado contrário. Nilmar, que deixou o mesmo Timão em uma polêmica briga judicial em 2007, criou a primeira obra-prima do Campeonato BrasileiroInternacional por 1 a 0 sobre o Timão, no Pacaembu, pela rodada inaugural da competição.

O golaço fez o Fenômeno deixar o estádio logo no início do jogo. Da boca do túnel que leva aos vestiários, o craque pentacampeão viu o atacante colorado enfileirar seis alvinegros até o toque preciso no canto esquerdo, sem chances para Felipe. Depois disso, Ronaldo voltou ao estacionamento e foi embora. Ninguém sabe se para comprar um ingresso pela pintura que presenciou ou se voltou a seu apartamento para rever pela televisão o mágico lance.

O resultado, aliás, quebra a invencibilidade do Corinthians jogando em casa. Foram 26 jogos sem derrota (20 vitórias e seis empates). A última havia sido no dia 19 de julho de 2008, quando foi batido por 1 a 0 pelo Bahia, ainda pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Após a estreia no Brasileirão, Corinthians e Internacional voltam a pensar nas quartas de final da Copa do Brasil. O Timão enfrenta o Fluminense, quarta-feira, às 21h50m, no Pacaembu. O Colorado pega o Flamengo, no mesmo dia e horário, no Maracanã.

Nilmar comemora gol da vitória

O Corinthians bem que tentou, mas não foi páreo para a superioridade técnica do Internacional. Com nove reservas e pouco entrosamento no esquema 3-5-2, o Timão ainda conseguiu assustar, logo aos dois minutos. Diogo avançou livre pelo lado direito do ataque e cruzou para Lulinha cabecear por cima, animando os poucos torcedores presentes no Pacaembu.
Foi só. O Colorado não demorou a assumir o controle do jogo com toques rápidos, mas esbarrando no ferrolho montado por Mano Menezes, com todos os jogadores no campo de defesa quando o Timão ficava sem a bola e em busca de um contra-ataque destruidor.
A estratégia alvinegra deu resultado até aparecer a qualidade de dois sérios candidatos a craque do Brasileirão: D’Alessandro e Nilmar. Aos nove minutos, o argentino deu lindo passe do meio-de-campo para a ponta direita nos pés do atacante. Ele dominou, partiu em velocidade e deixou cinco adversários para trás. Na área, uma finta seca em Renato e um chute preciso, no canto esquerdo de Felipe. Golaço!


O Corinthians só respondeu aos 19 em um lance quase tão bonito quanto o criado por Nilmar. O estreante Jucilei recebeu passe pelo lado direito, deixou Álvaro e Magrão sentados com dois belos dribles, mas demorou a finalizar e permitiu que Índio travasse e evitasse a igualdade.

Antes do término da primeira etapa, o Inter perdeu três grandes oportunidades de ampliar. Aos 27, Felipe salvou depois que Glaydson chutou e a bola desviou na zaga. Oito minutos mais tarde, o goleiro apareceu novamente, defendendo no susto uma cabeçada de Índio em falta batida por D’Alessandro. A principal delas surgiu aos 43. Taison chutou para fora quase de dentro do gol ao receber passe de Magrão em jogada de Nilmar.

Na volta do intervalo, o Corinthians surgiu melhor posicionado e impedindo que o Internacinal tivesse uma saída de bola tranquila a partir da defesa. Com o Inter apostando nos contra-ataques, Mano Menezes colocou dois titulares em campo para melhorar a qualidade técnica e a força ofensiva. Diogo deu lugar a Alessandro e Dentinho ocupou a vaga de Jucilei.

Aos 18 minutos, Wellington Saci soltou a bomba da intermediária e quase acertou o canto esquerdo de Lauro. Três minutos mais tarde, após cruzamento da esquerda, Souza, sempre tão vaiado pela torcida, furou na pequena área e perdeu grande chance, levando a Fiel ao desespero.

Com D’Alessandro e Taison desaparecidos em campo, o técnico Tite colocou Andrezinho e Giuliano. No entanto, o Corinthians continuou melhor. Lulinha, aos 27, aplicou linda finta em Guiñazu pela direita e cruzou. De frente para o gol, Alessandro bateu rasteiro e Lauro fez boa defesa.

Muito diferente do primeiro tempo, o Colorado só assustou em um lance de bola parada, aos 38. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Álvaro subiu livre, cabeceou forte e Felipe fez ótima defesa. Depois disso, o Corinthians passou a errar muito passes, irritou a torcida e ainda teve de ouvir os poucos colorados presentes ao Pacaembu gritarem “olé”.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Ficha técnica:

CORINTHIANS 0 x 1 INTERNACIONAL
Felipe, Renato, Jean e Diego; Diogo (Alessandro), Cristian, Jucilei (Dentinho), Boquita e Wellington Saci (Otacílio Neto); Lulinha e Souza. Lauro, Bolívar, Índio, Álvaro e Kleber; Glaydson, Magrão, Guiñazu e D’Alessandro (Andrezinho); Taison (Giuliano) e Nilmar (Alecsandro).
Técnico: Mano Menezes. Técnico: Tite.
Gols: Nilmar, aos nove minutos do primeiro tempo.
Cartões amarelos: Diego, Boquita (Corinthians); Guiñazu, Bolívar (Internacional)
Estádio: Pacaembu. Data: 10/05/2009. Árbitro: Evandro Rogerio Roman (Fifa-PR). Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Gilson Bento Coutinho (PR). Público: 14.458 pagantes. Renda: R$441.063,00.

maio 10, 2009 Posted by | Corinthians, Internacional | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Técnico lamenta ‘jogo duro’ na estreia

Mano Menezes diz que momento na temporada coloca equipes em igualdade para o confronto deste domingo, no Pacaembu

Ampliar Foto Marcel Lins/GLOBOESPORTE.COM Marcel Lins/GLOBOESPORTE.COM

Inter na estreia preocupa Mano Menezes

Enfrentar logo na primeira rodada o Internacional, outro forte candidato ao título do Campeonato Brasileiro, não agradou ao técnico Mano Menezes, do Corinthians. Entretanto, o treinador acredita que o fato de o Colorado também estar disputando as quartas de final da Copa do Brasil equilibra um pouco mais a disputa. Os times se enfrentam neste domingo, às 16h, no Pacaembu.

– Jogos duros assim são tudo o que não queríamos em um momento como esse. Mas, se olharmos para o outro lado, vamos ver que enfrentaremos uma equipe que também tem um jogo na quarta-feira, pela Copa do Brasil, e está pensando em cuidar do grupo, podendo tirar alguns jogadores.

A diretoria do Timão nunca escondeu que a classificação para a Libertadores é o grande plano para 2009. Para isso, Mano vai poupar alguns titulares no Brasileirão, já que o Corinthians enfrenta o Fluminense, quarta-feira, no Pacaembu, pela primeira partida das quartas. O Inter encara o Flamengo.

O treinador alvinegro, aliás, espera que, pelo menos no início do Brasileiro, as equipes estejam em condições mais equiparadas, principalmente por todas ainda virem da disputa dos estaduais.

– Vamos notar que todos os times são muito parecidos. Em uma hora como
essa, não existe mais fácil ou mais difícil. Todos os jogos possuem uma responsabilidade muito grande.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 9, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , | Deixe um comentário

No Pacaembu, Corinthians joga pela ‘obrigação’ do centenário

Uma vitória simples mantém o sonho pela Libertadores em 2010

LANCEPRESS!

Obsessão pela Libertadores de 2010. É com esse pensamento e sentimento que o Corinthians entra em campo nesta quarta-feira, às 21h50, no Pacaembu, para eliminar o Atlético-PR das oitavas-de-final da Copa do Brasil.

Uma vitória por 1 a 0, 2 a 1 ou superior a dois gols garante a vaga ao Timão, que perdeu o primeiro duelo na Arena da Baixada por 3 a 2. O mesmo placar leva a decisão para os pênaltis. Outros resultados garantem o Furacão nas quartas-de-final.

No começo da temporada, o presidente Andrés Sanchez disse que disputar a Libertadores em 2010, ano do centenário do clube, era obrigação. E que a Copa do Brasil, caminho mais curto para a competição, era a grande meta do primeiro semestre.

É por isso que, ainda na comemoração do 26º título paulista da História, no Pacaembu, o elenco já se lembrava da decisão desta quarta. Durante a festa de premiação da Federação Paulista de Futebol, na última segunda, os próprios jogadores admitiam que a eliminação três dias após o título estadual seria um “balde de água fria”.

Para o duelo, o técnico Mano Menezes convive com duas dúvidas: o lateral-esquerdo André Santos, que saiu com dores na virilha direita após a final contra o Santos e nem participou das atividades de véspera. Além dele, Dentinho, com dores no tornozelo esquerdo, após pancada do santista Domingos, saiu mais cedo do treino coletivo e não está confirmado.

Assim como o Corinthians, o Atlético-PR, campeão paranaense no último domingo, evitou exageradas celebrações devido ao jogo decisivo do Pacaembu.

– É claro que o Paranaense foi uma conquista maravilhosa, mas a partir de segunda-feira o pensamento já era a Copa do Brasil. Fizemos uma grande partida na última quarta e espero que essa garra mostrada na Arena seja repetida. Será complicado, mas a vantagem é nossa – disse o técnico Geninho, referindo-se ao triunfo por 3 a 2 do primeiro jogo.

E para quem acha que o Furacão jogará apenas pelo empate, o atacante Rafael Moura, melhor jogador do Paranaense 2009, deixou claro: o Atlético Paranaense atuará com a mesma disposição da partida da Arena.

– Não tem como ficarmos atrás num jogo contra o Corinthians. Se adotarmos essa postura, levaremos uma forte pressão. Temos de jogar da mesma maneira e buscar fazer um gol, já que isso é decisivo na Copa do Brasil. Espero que a minha boa fase possa seguir e o Atlético chegar às quartas-de-final – afirmou.

Para a partida, o técnico Geninho promoverá a entrada do zagueiro Gustavo, passando Chico para o meio-de-campo, formando a dupla de volantes com Jairo.

Conta a favor do Timão, o fato de não passar um jogo sem fazer gol no Pacaembu desde o dia 2 de agosto de 2008, no empate por 0 a 0 com o Criciúma, pela Série B. Aquele jogo, inclusive, foi o início da maior invencibilidade do clube na História, que já dura 25 jogos.

A diretoria, a comissão técnica, os jogadores e a Fiel torcida não admitem sair do Pacaembu sem a vaga. Geninho, Rafael Moura & Cia. só pensam em estragar a festa.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X ATLÉTICO-PR

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 6/5/2009, às 21h50
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Paulo Ricardo Silva Conceição (RS) e José Antonio Chaves
Franco Filho (RS).

CORINTHIANS: Felipe; Alessandro, Chicão, William e Wellington Saci (André Santos); Cristian, Elias e Douglas; Jorge Henrique, Otacílio Neto (Dentinho) e Ronaldo. Técnico: Mano Menezes.

ATLÉTICO-PR: Galatto; Gustavo, Rhodolfo e Antônio Carlos; Raul, Jairo, Chico, Marcinho e Marcio Azevedo; Wallyson e Rafael Moura. Técnico Geninho.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 6, 2009 Posted by | Atlético-PR, Corinthians | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Mano Menezes comanda coletivo sem William, André Santos e Dentinho

Treinador prepara o time para o decisivo duelo desta quarta-feira, contra o Atlético-PR, pela Copa do Brasil, no Pacaembu

Ampliar Foto Marcelo Prado/GLOBOESPORTE.COM Marcelo Prado/GLOBOESPORTE.COM

Ronaldo participou normalmente do coletivo

O Corinthians tem problemas para a partida desta quarta-feira, contra o Atlético-PR , pela Copa do Brasil . O técnico Mano Menezes está comandando um coletivo no CT do Parque Ecológico sem três dos seus principais titulares: o zagueiro William, o lateral-esquerdo André Santos e o atacante Dentinho.

O capitão da equipe tem uma lesão no pé esquerdo, provocada pela queda da taça de campeão paulista durante a festa ocorrida no último domingo, após o empate por 1 a 1 contra o Santos, no estádio do Pacaembu. André Santos sentiu uma fisgada na virilha direita na mesma partida, enquanto que Dentinho, que começou o coletivo, saiu com dores no tornozelo direito, o mesmo que foi atingido pelo zagueiro santista Domingos na decisão.

Com esses problemas, o técnico Mano Menezes escalou o seguinte time no começo do coletivo: Felipe; Alessandro, Chicão, Diego e Wellington Saci; Cristian, Elias e Douglas; Jorge Henrique, Ronaldo e Otacílio Neto.

O desempenho não agradou o treinador, que mudou o esquema tático do 4-3-3 para o 3-5-2, com a entrada do zagueiro Jean na vaga de Otacílio Neto.

Após o treinamento, o técnico Mano Menezes concederá entrevista coletiva.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 5, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Ronaldo participa normalmente do treino, e torcida esbanja confiança: ‘É campeão’

Cerca de 400 pessoas comparecem à atividade e clamam pelo craque

O nome mais ouvido no Parque Ecológico do Tietê, na manhã deste sábado, foi o de Ronaldo. Mas os gritos não vinham do técnico Mano Menezes por causa de alguma orientação no treino, e sim da torcida do Corinthians , que acordou cedo e esteve no local para prestigiar a equipe antes da decisão deste domingo, contra o Santos , no Pacaembu, pelo Paulistão . O Timão pode perder por até dois gols de diferença que fica com a taça.

O Fenômeno era o mais festejado por cerca de 400 torcedores que assistiram ao treino. Quando o atacante desceu do ônibus e pisou no campo, teve o nome chamado por muitos fãs. Durante a movimentação com bola, Ronaldo se aproximou do alambrado e ouviu um barulho ensurdecedor vindo da torcida, que também gritou “é campeão”. O camisa 9 participou normalmente da atividade, mostrando que está bem para jogar neste domingo, embora ainda colocasse as mãos sobre o local da pancada sofrida no tórax na última quarta-feira, contra o Atlético-PR , pela Copa do Brasil .

Os jogadores fizeram um trabalho leve com fundamentos e jogadas ensaiadas de bola parada. Ronaldo ainda cobrou pênaltis. Para finalizar, um rachão animado, com direito a foto dos times e mais festa da torcida. O presidente Andrés Sanches acompanhou a atividade do elenco.

Agência/Estado

Ronaldo chuta a bola sob o olhar dos torcedores do Timão

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 2, 2009 Posted by | Corinthians, Santos | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

André Santos: ‘Derrota para o Atlético-PR tirou um peso das nossas costas’

Lateral disse que a primeira derrota sofrida em 2009 fará com o que o time entre em campo ainda mais concentrado na decisão contra o Santos

Ampliar Foto Marcos Ribolli/GLOBOESPORTE.COM Marcos Ribolli/GLOBOESPORTE.COM

Lateral criticou a desconcentração mostrada pelo time em Curitiba

Após 25 partidas sem perder, o Corinthians conheceu na última quarta-feira a sua primeira derrota na temporada 2009, para o Atlético-PR , em Curitiba, pela Copa do Brasil . E, para o lateral-esquerdo André Santos, o insucesso no meio de semana ajudará muito para que o time entre totalmente focado na decisão do Campeonato Paulista , que acontecerá domingo, no Pacaembu, contra o Santos .


Vale lembrar que, por ter vencido a primeira partida, realizada na Vila Belmiro, no último domingo, por 3 a 1, o Timão entra em campo com a vantagem de poder perder por até dois gols de diferença.

– Essa derrota, sem dúvida nenhuma, tirou um peso das nossas costas. Essa história de invencibilidade é boa para a torcida, para a imprensa. Para nós, não. Agora, vamos ver onde erramos porque sabemos que não podemos errar novamente contra o Santos.

O camisa 27 deixou claro que o time entrou desconcentrado em campo e acabou pagando caro por isso.

– Entramos pensando na partida contra o Santos. Quando acordamos, já estava 3 a 0. Felizmente, houve tempo para diminuir o prejuízo. Na volta, precisamos apenas de uma vitória simples. Mas ficou o alerta. No futebol, se você entrar achando que já ganhou, você perde. E não queremos que isso aconteça.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 1, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Ingressos para a final do Paulistão se esgotam em menos de duas horas

No Pacaembu, torcedores protestam contra a federação, atiram pedras na polícia, mas situação é normalizada

Abertas às 9h desta quarta-feira, as bilheterias do Pacaembu foram fechadas às 10h30m, com o encerramento da venda de bilhetes para a para a segunda partida da final do Campeonato Paulista entre Corinthians e Santos. Com longas filas, formadas desde antes da vitória corintiana por 3 a 1 na Vila Belmiro, os 1.500 ingressos disponibilizados nos guichês do estádio se esgotaram rapidamente.

No total, 34.500 entradas foram vendidas, sendo 17 mil antecipadamente, pela internet. Os ingressos para a arquibancada amarela só foram disponibilizados nas quadras das torcidas organizadas, para venda aos torcedores cadastrados na Federação Paulista de Futebol. Para evitar a ação de cambistas, só foi permitida a venda de três bilhetes por torcedor. Os santistas terão apenas 2 mil lugares.


Em frente ao estádio, muitos dos que não conseguiram garantir presença na partida do próximo domingo protestaram, cantando músicas contra a Federação Paulista, e cerca de dez torcedores atiraram pedras contra jornalistas e policiais. Apesar da frustração generalizada, a situação foi normalizada em seguida.

Paula Pereira Ab/GLOBOESPORTE.COM

Com procura grande e filas enormes, os ingressos para a decisão paulista acabaram em menos de 2h

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 29, 2009 Posted by | Corinthians, Santos | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Pendurados, Chicão e Jorge Henrique dão a receita contra a provocação santista

Jogadores lembram que precisam ignorar ‘gracinhas’ dos rivais, mas prometem não aliviar para evitar terceiro cartão amarelo na Vila Belmiro

Ampliar Foto Agência/Estado Agência/Estado

Chicão durante treino do Corinthians

Dos quatro jogadores do Corinthians pendurados com dois cartões amarelos, três são fundamentais no esquema do técnico Mano Menezes: o zagueiro Chicão e os atacantes Ronaldo e Jorge Henrique (o outro é o reserva Lulinha). Apesar de poderem ficar fora do jogo que vale o título do Campeonato Paulita, dia 3 de maio, no Pacaembu, os atletas prometem não evitar jogadas mais bruscas, mas estão precavidos contra possíveis provocações dos rivais.

– O Mano já conversou bastante comigo. Se tiver que fazer uma falta, vou fazer. Se receber o terceiro cartão amarelo, tenho certeza de que quem entrar vai dar conta do recado para sermos campeões – afirmou Jorge Henrique, que ajuda na marcação quando o Timão é atacado.

O zagueiro Chicão garante que continuará com a mesma pegada no sistema defensivo. Entretanto, admite que pode usar algumas alternativas para evitar uma advertência em um momento tão importante para o clube.

– Eu estava pendurado nas duas semifinais e não levei cartão. O jeito é procurar antecipar sempre os lances e fazer menos faltas. Mas vou continuar marcando duro – acrescentou o artilheiro do Timão no Estadual, com sete gols.

As provocações dos adversários também preocupam. Jorge Henrique, porém, ressalta que será praticamente impossível deixá-lo nervoso por conta de alguma jogada.

– Em todo jogo sou bastante xingado e provocado. Algumas coisas passam do limite, mas não tem nada que vai me tirar do sério – lembrou.

Para Chicão, a receita é ignorar qualquer gracinha feita pelos jogadores do Peixe.

– Ninguém quer ficar fora do segundo jogo. O negócio é não dar muita bola para o que falarem dentro de campo – completou.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 24, 2009 Posted by | Corinthians, Santos | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vice-campeonato da Copa do Brasil será tema de conversa de Mano com o grupo

Após ter vencido a primeira partida, time jogou com o regulamento embaixo do braço no Recife e acabou perdendo o título

Ampliar Foto Marcos Ribolli/GLOBOESPORTE.COM Marcos Ribolli/GLOBOESPORTE.COM

Treinador deixou claro que seu time vai sair para o jogo no Morumbi

A perda da Copa do Brasil de 2008 para o Sport será relembrada pelo técnico do Corinthians , Mano Menezes, na sua preleção antes do decisivo clássico contra o São Paulo , que acontecerá na tarde deste domingo, no estádio do Morumbi. Por ter vencido o primeiro duelo por 2 a 1, no Pacaembu, a equipe alvinegra entrará em campo com a vantagem do empate.

Na ocasião, o Timão venceu a primeira partida, disputada no estádio do Morumbi, por 3 a 1. Com isso, poderia até perder por 1 a 0 na volta, no Recife, que seria campeão. Mas a equipe foi extremamente defensiva, jogou com o regulamento embaixo do braço e acabou perdendo por 2 a 0, ficando com o vice-campeonato. Por isso, a ordem é sair para o jogo no Morumbi.

Mano Menezes elogia o ataque rival. E deixa claro que, para sair classificado do Morumbi, o Corinthians precisará pelo menos marcar um gol.

– É muito difícil o São Paulo não marcar gol em casa. Por isso, acredito na necessidade de marcarmos também.

Por isso mesmo, o treinador deverá repetir a escalação da primeira partida, com três atacantes em campo: Dentinho, Jorge Henrique e Ronaldo. Jogar com a vantagem do empate será circunstância da partida.

– Saber que o regulamento lhe favorece é bom, mas isso tem que ser usado em determinado momento do jogo. O importante é saber usar. Não podemos entrar desde o princípio no segundo jogo querendo administrar o empate. Isso é perigoso, pois se toma um gol muda tudo. Independente da formação, o importante é que eu quero um time seguro em campo – concluiu.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 18, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Timão vence Ituano, convence e se classifica

Ronaldo marca, time faz vantagem no primeiro tempo e está na semi

Ronaldo comemora após marcar o segundo gol

Ronaldo comemora após marcar o segundo gol

O Corinthians venceu. Mais importante que isso, convenceu e se classificou. O placar de 3 a 0 sobre o Ituano na noite de terça-feira, no Pacaembu, garantiu ao time uma vaga nas semifinais e foi o primeiro clube grande a vencer o time de Itu neste Paulistão.

A velocidade fez parte do futebol corintiano desde o início, o que rendeu o primeiro gol logo aos três minutos, com o baixinho Jorge Henrique desviando cruzamento.

O Ituano ainda levou perigo duas vezes, até que o segundo gol, de Ronaldo, deu o domínio de volta ao Timão. O Fenômeno recebeu bom passe de Alessandro e só desviou para o gol. O atacante ainda sofreu falta na entrada da área, que Cristian chutou forte e, com a ajuda do goleiro, ampliou o placar ainda no primeiro tempo.

Já na segunda etapa, a velocidade deu lugar à cautela, diante de um Ituano inofensivo no Pacaembu. Mesmo assim continuou mais no ataque, o que rendeu um gol de Jorge Henrique, anulado por impedimento.

Enquanto Ronaldo jogava mais uma partida até o final, Mano Menezes aproveitou para rechear o meio de campo com Boquita, Túlio e Morais. Com a nova formação, o Timão apenas esperou o fim do jogo para comemorar a vaga. Antes, viu Ronaldo marcar mais um gol, mal anulado pelo assistente.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 3 X 0 ITUANO

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 31/3/2009 – 21h50
Árbitro: Guilherme Cereta de Lima
Auxiliares: Alex Alexandrino e João Paulo Spim Redondo
Gols: Jorge Henrique, 3’/1ºT (1-0), Ronaldo, 27’/1ºT (2-0), Cristian, 41’/1ºT (3-0)
Cartões amarelos: Túlio, Alessandro e Morais (Corinthians) Thiago Bernardi, Peter, Moacir e Carlos Eduardo (Ituano)
Cartões vermelhos: Ceará (Ituano)

CORINTHIANS: Felipe, Alessandro, Chicão, William e André Santos; Cristian, Elias (Túlio, intervalo) e Wellington Saci (Boquita, 29’/2ºT); Jorge Henrique, Dentinho (Morais, 29’/2ºT) e Ronaldo. Técnico: Mano Menezes.

ITUANO:Alexandre Favaro, Henrique, Anderson e Tiago Bernardi (Alex Fraga, 33’/1ºT); Ceará, Reinaldo (Ricardo Xavier, 32’/2ºT), Serginho, Peter (Carlos Eduardo, intervalo) e Moacir; Alex Afonso. Técnico: Zetti.

abril 1, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Timão quer confirmar classificação

Corinthians encara o Ituano nesta terça-feira à noite, no Pacaembu

LANCEPRESS!

O Corinthians entra em campo nesta terça-feira às 21h50, diante do Ituano, no Pacaembu, muito próxima da classificação para as semifinais do Campeonato Paulista. Para isso, basta uma vitória sobre o Galo. Um empate, dependendo da combinação de resultados, também poderá classificar o time.

Se depender do retrospecto do Alvinegro atuando no Pacaembu, os torcedores já vão para o estádio felizes da vida. O Timão não perde no Pacaembu, a sua “casa”, há 22 partidas. O último revés foi em julho, quando perdeu para o Bahia por 1 a 0, pela Série B.

Outro fator que deixa a Fiel torcida aliviada é o fato de o Corinthians ser o único time invicto neste Paulistão. Já são 17 jogos de invencibilidade, sendo nove vitórias e oito empates. Mas se tudo isso não for suficiente para o Corinthians sair vencedor do Pacaembu, é melhor o torcedor abrir os olhos.

Em caso de derrota para o Ituano, como aconteceu no Paulistão de 2007 (2 a 1), e uma vitória da Portuguesa sobre o Santos, na Vila Belmiro, o time do técnico Mano Menezes perderá a terceira colocação para a Lusa. Na última rodada, já perdeu a vice-liderança para o São Paulo.

Para esta terça-feira, o Corinthians poderá ter problemas na escalação. Com dores no pé direito, William é dúvida, assimo como Dentinho. Já Cristian retorna de suspensão. Douglas, com problemas na panturrilha, está vetado e poderá dar lugar a Moraes.

Com 17 pontos, a dois da zona de rebaixamento, o Ituano está com o sinal amarelo ligado. Segundo o matemático Tristão Garcia, a equipe de Itu tem 23% de chances de rebaixamento. A equipe vem de empate sem gols com o Paulista, em casa.

A expectativa do Ituano é sair do Pacaembi, no mínimo, com um ponto na bagagem, já que na última rodada receberá o Marília, no Novelli Júnior. O técnico Zetti, que está no comando da equipe há cinco jogos e ainda não conquistou nenhuma vitória.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS X ITUANO

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 31/3/2009 – 21h50
Árbitro: Guilherme Cereta de Lima
Auxiliares: Alex Alexandrino e João Paulo Spim Redondo

CORINTHIANS: Felipe, Alessandro, Chicão, Diego e André Santos; Cristian, Elias, Boquita e Moraes; Jorge Henrique (Souza) e Ronaldo – Técnico: Mano Menezes.

ITUANO:Alexandre Fávaro; Peter, Anderson, Tiago Bernardi e Murilo Ceará; Reinaldo, Serginho, Ticão e Muriqui; Ricardo Xavier e Alex Afonso – Técnico: Zetti.

março 31, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Corinthians pega a Ponte com pé na vaga

Uma vitória pode deixar o Timão a um empate da fase decisiva do torneio e a um ponto do líder Palmeiras

LANCEPRESS!

Motivado pela vitória no clássico contra o Santos, o Corinthians enfrenta a Ponte Preta podendo ficar muito perto de garantir uma vaga para as semifinais do Campeonato Paulista. Uma vitória na noite de quarta-feira, no Pacaembu, ainda não dá a classificação, mas uma combinação de resultados pode deixar o Timão a um empate da conquista.

A distância para Santo André e Santos, quinto e sexto colocados, é de seis pontos. Como ambos se enfrentam no mesmo dia, um empate é bem visto pelo Corinthians, que pode ter a vaga com duas rodadas de antecedência.

Mas para manter a invencibilidade e seguir na cola do líder Palmeiras, o Corinthians terá duas baixas contra a Ponte: o zagueiro William e o lateral-esquerdo André Santos, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, não jogam. Diego e Wellington Saci, respectivamente, devem ser os substitutos.

As demais posições não terão alterações em relação ao time que bateu o Santos por 1 a 0.

Já a Ponte Preta não terá o seu artilheiro. O atacante Danilo Neco sofreu uma contratura muscular na coxa direita e está descartado para o jogo. Quem também pode não jogar é o meia Juan, que levou uma pancada na panturrilha.

Por outro lado, o técnico Marco Aurélio terá o retorno do lateral-direito Edílson, do volante Deda e do meia Leandrinho.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X PONTE PRETA

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 24/03/2009, às 21h50
Árbitro: Robinsn José Andréa de Góes (SP)
Assistentes: Cláudio Roberto da Costa (SP) e Fábio Rogerio Baesteiro (SP)

CORINTHIANS: Felipe, Alessandro, Chicão, Diego e Wellington Saci; Cristian, Elias, Boquita e Douglas; Dentinho e Ronaldo. Técnico: Mano Menezes.

PONTE PRETA: Aranha, Edílson, Gum, Jean e Alessandro; Deda, Guilherme, Wiliam e Tinga; Leandrinho e Marcio Mixirica. Técnico: Marco Aurélio.

março 25, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , | Deixe um comentário

Dentinho marca e dá fim à escrita em clássico

Placar é magro mesmo com times ofensivos. Equilíbrio rouba a cena e Ronaldo e Neymar passam em branco

Dentinho comemora seu gol no PacaembuDentinho comemora seu gol no Pacaembu (Crédito: Eduardo Viana)

Foi o equilíbrio que todos esperavam, mas o nome do jogo não foi nem Ronaldo e nem Neymar. Dentinho fez o gol da vitória corintiana por 1 a 0 sobre o Santos deste domingo, no Pacaembu, e acabou com uma longa série do Timão sem vencer clássicos. A última vitória foi pelo Campeonato Brasileiro de 2007, por 1 a 0, sobre o São Paulo.

Veja o gol da vitória do Corinthians

O jogo aberto favoreceu o Corinthians no início, que além da escalação ousada tinha também o apoio de grande parte do Pacaembu. Mas como em todo clássico, as chances de gol não foram muito claras para ambas as equipes.

Ronaldo já apareceu mais para o jogo, mas foi Dentinho o nome do primeiro tempo. Bem nos dois lados do campo, se posicionou bem em cruzamento de Douglas e escorou para a rede, abrindo o placar.

Douglas poderia ter aumentado a vantagem em má saída de bola de Fábio Costa, que se recuperou e fez a defesa, mas depois disso o primeiro tempo foi santista. O trio Neymar, Roni e Kléber Pereira começou a incomodar os corintianos, que atacaram pouco. Pereira ainda ficou na cara de Felipe nos acréscimos, mas o goleiro defendeu e a jogada já havia sido paralisada por impedimento.

O Peixe voltou com o mesmo ímpeto para a segunda etapa e Neymar quase empatou o jogo. Lançado na frente de Felipe, não conseguiu tirar do alcance do goleiro, que antes tropeçara na área em lance que quase foi fatal. O Timão respondeu com Ronaldo e Chicão, para reequilibrar o jogo.

O garoto Neymar fez boa partida, mas foi com a entrada de Madson que o Santos viveu seu melhor momento. Com mais posse de bola, o jogador deu a velocidade que faltava ao time, mas não conseguia furar a bem postada defesa corintiana, que apostava nos contra-ataques. No entanto, o placar do clássico ficou no 1 a 0.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 0 SANTOS

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 22/03/2009, às 16 horas
Árbitro: Rodrigo Martins Cintra (SP)
Assistentes: Rogério Gomes (SP) e Luiz Antonio Corrêa (SP)
Renda/público: R$ 1.047. 750/ 33.356 pagantes
Cartões amarelos: André Santos e William (Corinthians) Rodrigo Souto, Germano, Fábio Costa e Luizinho (Santos)
Cartões vermelhos: não houve
Gols: Dentinho, 15’/1ºT (1-0)

CORINTHIANS: Felipe, Alessandro, William, Chicão e André Santos; Cristian, Elias (Fabinho, 24’/2ºT), Boquita e Douglas; Dentinho (Morais, 43’/2ºT) e Ronaldo (Jorge Henrique, 36’/2ºT). Técnico: Mano Menezes.

SANTOS: Fábio Costa, Luizinho (Pará, 20’/2ºT), Fabão, Fabiano Eller e Triguinho; Roberto Brum, Rodrigo Souto e Lucio Flavio (Paulo Henrique, 28’/2ºT); Roni, Neymar (Madson, 14’/2ºT) e Kléber Pereira. Técnico: Vagner Mancini.

março 19, 2009 Posted by | Corinthians, Santos | , , , , , , , , , , , , , , , , | 3 Comentários

Descaso marca venda de ingressos para clássico

Corintianos e santistas sofrem com filas longas e burocracia no Pacaembu logo no primeiro dia de vendas

Caos impera para os que querem assistir ao clássico alvinegro no Pacaembu (Foto: Reginaldo Castro)Caos impera para os que querem assistir ao clássico alvinegro no Pacaembu (Foto: Reginaldo Castro)

Logo no primeiro dia de venda de ingressos para o clássico entre Corinthians e Santos, domingo, às 16h, no Pacaembu, os torcedores já começaram a sofrer. Quem está no local do jogo tentando comprar o seu bilhete precisa enfrentar o forte calor, as longas filas e o descaso da diretoria corintiana.

e mais Venda de ingressos para o clássico do dia 22

No início da tarde desta segunda-feira, cerca de 900 pessoas aguardam ma fila para comprar a sua entrada, no Pacaembu. Seis guichês estão disponíveis para os torcedores, mas a todo momento um deles é fechado para a contagem do dinheiro.

Além disso, o sistema trava várias vezes, o que aumenta a demora para a venda dos ingressos. Em média, cada torcedor tem demorado um minuto e meio para fazer a sua compra. Cinco orientadores estão no local para tentar auxiliar as pessoas.

A diretoria do Corinthians colocou à disposição das torcidas 34.500 entradas. As vendas começaram às 11h.

Caos também no Canindé

Segundo relato de William Brandão publicado no orkut, site de relacionamentos, o mesmo problema aconteceu no Canindé:

“Fui ao Canindé hoje (segunda), cheguei as 7h, sem dormir, sem comer, sem água. Preparado para “sofrer” pelo meu ingresso! Havia duas pessoas na minha frente. Pois bem, as pessoas foram chegando e formando fila e NADA, nem NINGUÉM pra organizar ou informar os torcedores! as bilheterias tinham previsão de abertura para as 11h.

As 10:30, um batalhão de cambistas e de outros torcedores tomaram dois guichês, dos quatro disponíveis no Canindé. Não me abalei, porque eu seria o primeiro a ser atendido em um guichê. As 12h, eis que os policias militares chegam pra COMEÇAR a TENTAR ORGANIZAR a fila.

Agora respondam-me: quem fica cinco horas na fila para e ser expulso por policiais? Me segurei no guichê e não ia sair dali nem por decreto. Mas aí vieram os cacetetes! Borrachada em todo mundo, até em mulher!

O resultado? Fiquei na metade da fila, depois de ter tomado umas borrachadas. Esperei pacientemente na fila, depois de ter passado tudo que passei e em menos de QUINZE minutos, os ingressos para arquibancada verde haviam terminado. E eu que esperei cinco horas na fila não teria direito de comprar o ingresso que eu queria.

Saindo da fila, com o ingresso pro tobogã, resmungo com um amigo que queria a arquibancada verde e um CAMBISTA me ofereceu ingresso por R$ 40!”

março 17, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , | Deixe um comentário

Procura por ingressos aumenta após gol do R9

Expectativa é que o Pacaembu esteja completamente lotado para assistir à estreia do Fenômeno em sua nova casa

Fiel está empolgada para recepcionar o Fenômeno (Foto: Eduardo Viana)Fiel está empolgada para recepcionar o Fenômeno (Foto: Eduardo Viana)

LANCEPRESS!

Depois do empate com gol do ídolo Ronaldo, no domingo, contra o Palmeiras, os corintianos se motivaram para a partida desta quarta-feira, no Pacaembu, diante do São Caetano.

Até agora mais de 10 mil ingressos foram vendidos, mas as filas no Parque São Jorge na manhã desta segunda-feira comprovam que este número tende a subir até o final do dia, quando serão liberadas as parciais de vendas. Mais de 100 pessoas estavam na espera por uma entrada no jogo do meio de semana.

A partida é aguardada com expectativa por se tratar da estreia de Ronaldo no Pacaembu. Após o gol de cabeça que garantiu o empate contra o arquirrival Palmeiras nos acréscimos, o Fenômeno está em lua de mel com a Fiel.

O Corinthians se reapresentou na manhã desta segunda-feira depois do empate contra o Verdão. Ronaldo treinou no Parque Ecológico junto com os reservas enquanto os titulares fizeram trabalhos físicos no Parque São Jorge.

O Timão está em segundo lugar na competição, com 26 pontos, dois a menos que o líder Alviverde, que ainda conta com uma partida a menos.

março 9, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , | Deixe um comentário