Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Paraíba desequilibra e Coxa vence o Flu

Atacante marca dois e Coritiba bate o Tricolor por 3 a 1 no Maracanã

Coritiba levou a melhor no duelo dos desperados (Crédito: Paulo Sérgio)

Coritiba levou a melhor no duelo dos desperados

Na véspera do jogo, Luiz Alberto garantiu que a torcida do Fluminense poderia comparecer ao Maracanã pois ela iria ver um time vibrante. Os que foram ao estádio, no entanto, acabaram vendo um Marcelinho Paraíba em tarde inspirada e um Tricolor desorganizado. Como resultado o Coritiba venceu por 3 a 1 (com dois gols do atacante) e afundou ainda mais o time carioca na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

PRIMEIRO TEMPO

O primeiro tempo foi um “Não vale a penar ver de novo” para o torcedor do Fluminense. Ao contrário das últimas atuações, quando esboçou uma reação, o Tricolor entrou em campo sonolento, apático e desorganizado, como os tricolores se acostumaram a ver nesse Campeonato Brasileiro.

O Coritiba, que não tem nada com isso, se aproveitou e, com méritos, diga-se de passagem, abriu o placar com Marcelinho Paraíba, de cabeça, logo no início.

Tímido e pressionado pelas vaias vindas da arquibancada, o Fluminense não conseguia produzir nada. Já o Coxa criava chances e poderia ter ampliado. O trio Marcelinho Paraíba, Carlinhos Paraíba e Pedro Ken infernizavam a zaga tricolor e o 1 a 0 acabou saindo barato no primeiro tempo. Chance clara mesmo do Tricolor só um chute na trave do esforçado Kieza.

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa começou da mesma maneira como a primeira. O Fluminense apático e o Coritiba jogando bem. O resultado não poderia ser outro que não o Coxa ampliar o placar após Marcelinho Paraíba fazer bela jogada, driblar o goleiro Fernando Henrique (que saiu muito mal) e empurrar para o fundo da rede.

O 2 a 0 foi o estopim para a torcida explodir de raiva na arquibancada. Gritos de “time sem vergonha” foram ecoados no Maracanã e muitos jogadores foram vaiados.

Enquanto isso, Marcelinho Paraíba deitava e rolava. Pelo lado do Flu, somente Kieza se destacava. O atacante, por sinal, ainda chegou a diminuir para o Tricolor. Entretanto, a reação da equipe das Laranjeiras acabou por aí, já que no fim Marcos Aurélio ainda fez mais um para o Coritiba.

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE 1 X 3 CORITIBA

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 16/8/2009 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)
Auxiliares: Pedro Jorge Santos de Araújo (AL) e Ticiana de Lucena Falcão (AL)
Renda/público: 17.042 pagantes
Cartões amarelos: Roni, Edcarlos, Alan (FLU); Márcio Gabriel, Pedro Ken (CTB)
Cartões vermelhos: Não houve.
GOLS: Marcelinho Paraíba, 10’/1ºT (0-2); Marcelinho Paraíba, 14’/2ºT (0-2); Kieza, 31’/2ºT (1-2); Marcos Aurélio, 48’/2ºT (1-3)

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Ruy, Edcarlos, Luiz Alberto e Augusto (Alan, intervalo); Diogo, Wellington Monteiro (Carlos Eduardo, 27’/1ºT), Marquinho (Maicon, 43’/2ºT) e Conca; Roni e Kieza. Técnico: Renato Gaúcho.

CORITIBA: Edson Bastos, Márcio Gabriel, Pereira, Jeci e Leandro Donizete; Jaílton (Guarú, 30’/2ºT), Douglas Silva (Cleiton, 45’/2ºT), Pedro Ken e Carlinhos Paraíba; Marcelinho Paraíba e Bruno Batata (Marcos Aurélio, 16’/2ºT). Técnico: Ney Franco

agosto 16, 2009 Posted by | Coritiba, Fluminense | , , , , , | Deixe um comentário

André Lima perde até pênalti e dá brecha à volta do Furacão

Time de Antonio Lopes emplaca terceira vitória seguida e complica o rival

O Fogão errou muito e decepcionou diante do Furacão (Crédito: Julio Cesar Guimarães)

O Fogão errou muito e decepcionou diante do Furacão

Há exatamente uma semana, André Lima deixava o Engenhão, palco do duelo com o Atlético Paranaense, neste sábado, como heroi, após marcar duas vezes na vitória sobre o Barueri. Desta vez, no entanto, o atacante saiu de campo chorando de tristeza. Além de perder um pênalti, furou duas vezes a conclusão e viu seu time ser derrotado por 1 a 0, gol de Patrick.

O Furacão, que nada tem a ver com isso tudo, voltou a sorrir, decolou sob o comando de Antonio Lopes e emplacou a terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro, o que o alçou à 13ª posição, com 21 pontos. Já o Alvinegro parou nos 19, agora em 14º.

Vamos pular os 12 minutos inciais da partida, que em nada acrescentaram a esse relato. Como registro, vale apenas situar que o Botafogo teve mais posse de bola, no campo do adversário, mas não assustava. A partir daí, Lucio Flavio começou a criar algum perigo com bons cruzamentos. A pontaria dos atacantes, no entanto, não ajudava muito.

Razoável no meio, mas vulnerável atrás, o Atlético Paranaense contava com os habilidosos Wesley e Paulo Baier para reter a bola. Só que aos 18, depois de um escanteio, o zagueirão Chico puxou André Lima e cometeu pênalti claro. E, por mais curioso que pareça, foi quando a noite da equipe de Ney Franco começou a desandar, com uma dose danada de azar.

O camisa 9 pediu a bola a Lucio Flavio, cobrador oficial, que cedeu, sob pressão. A cobrança foi na trave e gerou críticas de Ney Franco. Logo em seguida, sem esmorecer com o erro, o Alvinegro ainda teve nova chance, com Victor Simões, que chutou duas vezes, mas só conseguiu acertar… a mesma trave!

Tudo isso deu brecha para que o Furacão crescesse no duelo da metade da etapa em diante. Quase sempre pelo lado direito, trocava passes e, vez por outra, até envolveu os cariocas. Mas nada que Castillo não afastasse da área. O grande problema do Botafogo, até neste mesmo setor, era a ineficiência de Batista, que não marcava tampouco apoiava.

Atento, o treinador alvinegro corrigiu o detalhe no intervalo ao tirar seu ala para pôr Léo Silva. Com isso, Eduardo foi adiantado e o volante compos o meio. O que deu muito certo. Em dez minutos, o time mostrou-se mais vibrante e recheado de opções, já que Jônatas, então sumido, também ganhou companhia.

Em contrapartida, o time dirigido por Antonio Lopes também soltou-se mais, e Marcinho se tornou o destaque ofensivo. Saindo com frequência e coragem, os espaços cresceram atrás. O jogo ficou bom e André Lima se consolidou como o personagem principal. Só que negativamente. Duas vezes ele furou em claríssimas chances de abrir o placar, irritando a torcida.

Poucas vezes, então, o velho jargão “quem não faz, leva” se aplicou tão bem. Em bola alçada na área, na primeira jogada de Flávio, que entrara na vaga do uruguaio, lesionado, saiu o gol paranaense, por meio de Patrick, com oportunismo, porém impedido. Sem alternativa, o Botafogo teve de ir para cima com tudo. Ney mandou Tony a campo, tirando Fahel.

Como de costume, o abafa desorganizado não funcionou. Tanto que nos 15 minutos finais, o Furacão foi até mais perigoso que o rival, em contragolpes rápidos. O tempo corria, os alvinegros ficavam impacientes e gritavam a plenos pulmões “time de m…”, encerrando a lua-de-mel com o grupo.

Antonio Lopes deixou para queimar suas mexidas perto do fim, atrasando os comandados de Ney Franco, que nada mais puderam fazer.


FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 0 x 1 ATLÉTICO-PR

Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 8/8/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Francisco de Assis Almeida Filho (CE)
Auxiliares: Ednilson Corona (Fifa-SP) e Manuel Marcio Bezerra Torres (CE)
Renda/público: R$ 133,891,50/11.454 pagantes
Cartões amarelos: Jônatas, Wellington, Victor Simões, Alessandro e Léo Silva (BOT); Chico, Wesley e Galatto (ATL-PR)
Cartões vermelhos: –
GOLS: Patrick, 24’/2ºT (0-1)

BOTAFOGO: Castillo (Flávio, 22’/2ºT), Wellington, Leandro Guerreiro e Eduardo; Alessandro, Fahel (Tony, 18’/2ºT), Jônatas, Lucio Flavio e Batista (Léo Silva, intervalo); Victor Simões e André Lima. Técnico: Ney Franco.

ATLÉTICO-PR: Galatto, Nei, Chico e Manoel; Wesley, Rafael Miranda, Valencia, Paulo Baier (Raul, 42’/2ºT) e Márcio Azevedo (Renan, 38’/2ºT); Marcinho (Gabriel Pimba, 43’/2ºT) e Patrick – Técnico: Antonio Lopes.

agosto 8, 2009 Posted by | Atlético-PR, Botafogo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Douglas e Felipe: os próximos a deixarem o Timão

No entanto, André Sanchez garante que ninguém mais vai sair

Douglas deve fechar contrato com o Al Nasr, dos Emirados Árabes (Foto: Eduardo Viana)

Douglas deve fechar contrato com o Al Nasr, dos Emirados Árabes (Foto: Eduardo Viana)

Cristian e André Santos já estão na Turquia. Douglas deve ter sua saída confirmada ainda nesta sexta-feira. Felipe, que interessa ao CSKA Moscou e tem consultas de outros clubes europeus, também deve ir. Entre os titulares de Mano, mais ninguém!

Pelo menos, essa foi a promessa de Andrés Sanchez ao treinador e à sua diretoria. O LANCE! apurou que, na noite da última quarta-feira, em reunião de rotina da cúpula corintiana, o presidente explicou a atual situação do elenco, falou sobre as saídas e as próximas baixas e, para alívio da Fiel, garantiu que mais nenhum titular será vendido.

Uma promessa que será quebrada com apenas duas situações: a chegada de uma proposta fora dos padrões normais (leia-se com valores incompatíveis com o atual mercado nacional) e a mudança de pensamento de dois jogadores: Elias e Dentinho. Ambos têm sondagens e propostas de clubes europeus, mas já manifestaram interesse em disputar a Copa Libertadores no ano do centenário. O primeiro, inclusive, apesar do contrato em vigência, já fez uma proposta “informal”, pedindo R$ 1,5 milhão de luvas e R$ 150 mil mensais de salário.

Na visão do mandatário, a perda de quatro dos 11 titulares não será tão avassaladora à equipe. Pelo contrário. Andrés acredita que elenco de jogadores que permanecem juntos mais de dois anos é sinônimo de intrigas e confusões. Uma “arejada” no clima é importante e faz bem em todos os clubes.

Douglas: definição nesta sexta-feira!

Era esperado ontem que uma reunião entre o Corinthians, São Caetano e os representantes do Al Nasr Sports (EAU) definissem a saída do meia. O negócio só não havia sido fechado na última quarta-feira porque o Timão ainda barganhava um aumento da proposta de US$ 3,5 milhões do clube árabe.

O jogador, que já havia acertado os salários que chegam a sete vezes mais do que no Corinthians, e o São Caetano, que detém 50% de seus direitos econômicos, pressionavam os dirigentes para sair o acerto.

– Talvez eu jogue domingo, não tem nada definido. Está praticamente certo. Estão vindo os papéis de lá – disse Douglas, que não sabia nem sequer o nome do time no qual deve jogar, após a vitória.

julho 24, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , | Deixe um comentário

André Silva revela que, antes do Fla, D. Marques pediu R$ 200 mil

Dirigente do Fogão mantém-se fiel à política: ‘Não é assim que trabalhamos’

Cúpula alvinegra se reuniu em General Severiano na tarde desta segunda (Crédito: Gilvan de Souza)

Cúpula alvinegra se reuniu em General Severiano na tarde desta segunda

LANCEPRESS!

Em meio à entrevista coletiva concedida em General Severiano, para tentar explicar o que há com o Botafogo, o vice-presidente de futebol do clube, André Silva revelou o interesse antigo em Denis Marques, que vai assinar com o Flamengo. O que impediu a negociação, no entanto, foi justamente a alta pedida do atacante, posição carente no grupo.

– Entramos em contato, e ele iniciou a negociação pedindo R$ 200 mil. Logo, desistimos. Assim, fica complicado. Contratar e não pagar é a forma correta? – indagou o dirigente, que seguiu no desabafo.

– Sinceramente, se é para fazer dessa maneira, pagando a todos alguns valores absurdos, não é para eu estar aqui, talvez. Porque, até para cobrar, dizer para o grupo que quero resultado, tenho de manter política de não atrasar os salários. O orçamento não deve estourar – lembra.

Mesmo com recorrentes insucessos em algumas tentativas, o Botafogo tem na mira ao menos três jogadores para rechear o grupo. É o que garante o dirigente, esperançoso de ter respostas ainda nesta segunda-feira.

– Não posso confirmar, até porque não depende só de nós. Mas há três ou quatro negociações em que já fizemos a nossa parte e apresentamos propostas. A qualquer momento, espero notícias – contou.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 29, 2009 Posted by | Botafogo, Flamengo | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Na Vila, Peixe e Galo fazem duelo dos ataques

Equipes, que têm o melhor desempenho ofensivo do Brasileirão, enfrentam-se neste domingo

LANCEPRESS!

Os dois melhores ataques do Campeonato Brasileiro estarão em campo neste domingo: Santos e Atlético-MG, ambos com 14 gols, se enfrentam às 18h30, na Vila Belmiro. Os santistas, no entanto, esperam um rival fechado.

– O técnico deles (Celso Roth) tem como filosofia o empenho e a marcação forte. Não acredito que eles vão buscar muito o ataque. Nós é que vamos ter de criar algumas alternativas para encontrar o gol – acredita o volante Roberto Brum.

Apesar da semelhança ofensiva, as equipes vivem momentos distintos no campeonato. Enquanto o Galo está invicto e disposto a ratificar a liderança do torneio, o Peixe espera recuperar-se de sua primeira derrota no Brasileiro e voltar o quanto antes para o G4.

– Vencer o líder é nosso objetivo. Não só pelo fato de jogarmos em casa, mas também porque vamos jogar diante da equipe que foi mais eficaz até aqui. É essencial que a gente volte a vencer – afirma o técnico Vagner Mancini.

O treinador, aliás, não quis adiantar o time com receio de facilitar a preparação do Atlético-MG, e adotou o mistério sobre o dono da camisa 7. A briga pela vaga está entre Molina e Neymar, mas o colombiano, que treinou durante toda a semana entre os titulares, leva vantagem na disputa.

Apesar do mistério, o Santos deve manter a mesma equipe que foi derrotada pelo Botafogo, no último sábado. A exceção é a estréia do lateral-direito Wagner Diniz, já confirmada por Mancini. Ele jogará na vaga de Pará, que foi improvisado no setor diante dos cariocas.

Embalado pela liderança no Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG encara o Santos sem medo na Vila Belmiro. O Galo ainda não perdeu fora de casa e quer manter a boa sequência da atual edição da maior competição nacional. Outro fator que empolga o grupo atleticano é a vitória conseguida no ano passado, no estádio do adversário. O Galo foi até a Vila e venceu o Peixe por 3 a 2.

Para a partida deste domingo, Roth não poderá repetir a escalação da equipe que venceu o Náutico no último domingo, em Belo Horizonte. O treinador perdeu Thiago Feltri e Júnior, que foram a dupla responsável pelas jogadas no setor esquerdo. Em seus lugares, entram Chiquinho, garoto revelado pela base e que já jogou como lateral no júnior, e Evandro, emprestado pelo Palmeiras e que terá a primeira chance como titular.

A equipe mineira segue invicta na competição e tem bons números ofensivos. A aposta principal para o confronto é mesmo no ataque, que já marcou 14 vezes no Brasileirão e divide o topo do ranking de gols com o Santos. Além disso, Éder Luís (4) e Diego Tardelli (3), dupla titular da linha de frente durante toda a temporada, foram responsáveis por metade das bolas na rede do Alvinegro na competição.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS X ATLÉTICO MINEIRO

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data/hora: 21/2/2005 – 18h30
Árbitro: Djalma José Beltrami (RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Ricardo Ferreira de Almeida (RJ)

SANTOS: Fábio Costa, Wagner Diniz, Fabão, Fabiano Eller e Léo; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Madson, Paulo Henrique e Molina; Kléber Pereira. Técnico: Vagner Mancini.

ATLÉTICO-MG: Aranha, Carlos Alberto, Welton Felipe, Werley e Chiquinho; Renan, Jonílson, Márcio Araújo e Evandro; Éder Luís e Diego Tardelli. Técnico: Celso Roth.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 20, 2009 Posted by | Atlético-MG, Santos | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

No choque dos Tricolores, empate no Maracanã

Grêmio tem melhores chances, mas o Flu aperta no fim

Fred tenta levar o Fluminense ao ataque. Equipes não saíram do 0 a 0 no Maracanã (Crédito: Gilvan de Souza)

Fred tenta levar o Fluminense ao ataque. Equipes não saíram do 0 a 0 no Maracanã

LANCEPRESS!

O confronto entre Fluminense e Grêmio, neste domingo, no Maracanã, válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, foi movimentada. As chances concretas, no entanto, concentraram-se nos dez minutos iniciais e foram dos visitantes. No fim das contas, porém, empate sem gols no Rio de Janeiro (RJ).

Com a igualdade, as duas equipes subiram na tabela de classificação. O Tricolor Carioca vai a nove pontos e chega à sexta posição na tabela. Por sua vez, o Tricolor Gaúcho vai a oito e passa à sétima colocação.

O Grêmio começou fulminante a partida. Como se estivesse no Olímpico, tocava bem a bola e perdeu três grandes chances em menos de dez minutos, uma com Maxi Lopez e duas com Alex Mineiro. Porém, após isso, diminuiu o ritmo.

O Fluminense conseguiu equilibrar as ações no meio-de-campo, mas pouco ameaçou, conduzido por um solitário Conca. A defesa, mal posicionada, dava motivos para a torcida pedir a volta de Thiago Silva, do Milan (ITA), que via a partida de um camarote.

Para o segundo tempo, as equipes voltaram no mesmo ritmo com que acabaram a etapa inicial: um confronto mais truncado, com o Tricolor Gaúcho levando mais perigo e o Carioca um pouco mais com a bola nos pés.

A partir dos 20 minutos, com as entradas de Leandro Amaral de um lado e Douglas Costa de outros, o duelo ficou mais movimentado sem, no entanto, os times traduzirem isso em oportunidades reais.

Porém, aos 38 minutos, Douglas foi expulso e a equipe das Laranjeiras exerceu grande pressão. Cinco minutos depois, Thiago Neves perdeu chance clara de marcar o gol da vitória. Aos 46 minutos, Herrera ainda achou Souza na área carioca e o meia bate por cima do gol. No minuto seguinte, foi a vez de Leandro Amaral desperdiçar na pequena área.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense enfrenta, no sábado, às 18h30, o Avaí, em Florianópolis (SC). Já o Grêmio, no mesmo dia e no mesmo horário, receberá o Goiás, em Porto Alegre (RS).

Antes, contudo, o Tricolor Gaúcho joga durante a semana pelas quartas-de-final da Libertadores. O time faz o confronto de volta contra o Caracas, na quarta, às 21h50, no Olímpico (empataram em 1 a 1 na Venezuela).

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE 0 X 0 GRÊMIO

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 14/6/2009 – 16h
Árbitro: Jose Henrique de Carvalho (Aspirante FIFA-SP)
Auxiliares: Ednilson Corona (FIFA-SP) e Emerson Augusto de Carvalho (FIFA-SP)
Renda/público: R$ 239.747,50 / 16.270 pagantes
Cartões amarelos: Diguinho (FLU); Maxi López, Tcheco, Túlio, Douglas Costa e Herrera (GRE)
Cartão vermelho: Douglas Costa, 38’/2°T (GRE)

FLUMINENSE: Ricardo Berna, Diogo (Maicon, 41’/2°T), Edcarlos, Luiz Alberto e João Paulo; Wellington Monteiro, Marquinho (Leandro Amaral, 17′ /2°T), Carlos Eduardo (Diguinho, 28’/1°T) e Conca; Thiago Neves e Fred. Técnico: Carlos Alberto Parreira.

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Thiego, Leo, Rafael Marques e Fábio Santos; Adilson, Túlio, Souza e Tcheco; Alex Mineiro (Douglas Costa, 17’/2°T) e Maxi López (Herrera, 29’/2°T). Técnico: Paulo Autuori.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 14, 2009 Posted by | Fluminense, Grêmio | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Bayern: mais um clube de olho em Keirrison

Elber está observando o atleta, de acordo com imprensa alemã

LANCEPRESS!

Barcelona, Milan, Liverpool, Juventus e agora o Bayern de Munique (ALE). Mais um grande clube europeu está de olho em Keirrison, de acordo com a imprensa alemã.

O nome e a foto do palmeirense foram publicados no site de notícias TZ Online. De acordo com os alemães, o brasileiro Elber, ex-jogador do Bayern e representante do clube no Brasil, está observando o K9.

O Bayern de Munique avalia no mercado que o atacante custe hoje 12 milhões de euros (R$ 32,4 milhões).
Marcos Malaquias, empresário de Keirrison, confirmou que esteve na Europa no mês passado. O agente mostrou seus jogadores a vários grandes clubes europeus, dentre eles a Juventus. A imprensa da Itália voltou a noticiar nesta semana que o atacante está na lista de reforços.

A diretoria do Palmeiras reafirma que nenhuma proposta oficial chegou à Traffic, que só irá vendê-lo agora por valores extraordinários.

As vaias da torcida do Palmeiras a Keirrison nos últimos jogos, no entanto, desagradaram Malaquias, que não faz questão de segurá-lo. A família do K9 também tem aconselhado o jogador a pensar na Europa.

junho 13, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Pela primeira vez, presidente do São Paulo admite o acerto com Marlos

Dirigente confirma reforço, que tem contrato com o Coritiba até o dia 24

Ampliar Foto Divulgação/Site Oficial do Coritiba Divulgação/Site Oficial do Coritiba

Meia Marlos atuando pelo Coritiba

O São Paulo acertou verbalmente a contratação de Marlos durante a última semana. O jogador só pode se apresentar ao novo clube após o fim do vínculo com o Coritiba, que vai até o dia 24 de maio. A diretoria do Tricolor não confirmava oficialmente, no entanto, neste domingo, antes do jogo contra o Atlético-PR, o presidente Juvenal Juvêncio admitiu que o jogador, de 20 anos, reforçará o time paulista.

Na chegada ao Morumbi para a partida, Juvenal desceu do ônibus da delegação sem querer parar para falar com os jornalistas. Mas ao ser perguntado se o Marlos realmente viria, ele respondeu com uma palavra.


– Vem – resumiu à Rádio Eldorado.


Por ter um ótimo relacionamento com o Coritiba, a diretoria do São Paulo não quis falar publicamente sobre o acerto com o meia. Mas o próprio clube paranaense e jogador já admitiram publicamente que não haveria renovação do contrato que se encerra na próxima semana.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 19, 2009 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Carente, Palmeiras apresenta Henrique como nova opção para lateral direita

Jogador, que já treinava no clube, assina com o clube até o fim deste ano e afirma ser um atleta que apoia e marca para ajudar o time

Ampliar Foto Julyana Travaglia/GLOBOESPORTE.COM Julyana Travaglia/GLOBOESPORTE.COM

Henrique ainda não sabe se disputará a Libertadores com o Palmeiras

O Palmeiras já tinha Fabinho Capixaba e Wendel para a lateral direita. Mas como ambos não andam agradando o técnico Vanderlei Luxemburgo, o clube foi até o interior de São Paulo para buscar Henrique, que estava no Ituano. O atleta de 23 anos e timidez latente afirma, no entanto, que não sabe se será usado na disputa da Taça Libertadores, competição que o time terá uma nova decisão a partir do próximo dia 28, contra o Nacional-URU, pelas quartas de final do torneio.

– Isso é uma do professor e da comissão técnica. Estou focado nos treinamentos – disse o jogador, que vestirá a camisa 31 alviverde até o fim do ano.

Henrique foi observado por Luxemburgo nas partidas do Ituano contra Palmeiras e São Paulo. Apesar de estar há uma semana treinando no clube, o treinador afirmou que não tem como falar sobre as condições técnicas do atleta, a não ser pelas partidas do Campeonato Paulista.

– Ainda não houve tempo para isso. Não dá para dizer só com esse treinamento – falou o treinador, lembrando que o lateral participou do treino coletivo da tarde desta sexta-feira no time reserva.

Para o torcedor palmeirense, Henrique se colocou como um jogador polivalente, que já teve experiências como volante, mas que prefere atuar mesmo na lateral.

– Sou um jogador que gosta de avançar, mas sem descuidar da marcação. Vim para compor o grupo e buscar o meu espaço. Estou focado nos treinamentos e vou esperar a minha oportunidade – afirmou.

maio 15, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Adriano está liberado para a Copa do Brasil

Imperador foi inscrito nesta terça-feira, último dia possível

Adriano deve reforçar o Fla na fase mais aguda da Copa do Brasil

Adriano deve reforçar o Fla na fase mais aguda da Copa do Brasil (Crédito: Ricardo Cassiano)

LANCEPRESS!

O Flamengo poderá contar com Adriano na sequência da Copa do Brasil. O Imperador teve sua regularização no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF feita nesta terça-feira , último dia de inscrição.

No entanto, o atacante só deve participar da competição se o Rubro-Negro avançar à semifinal. Para os confrontos desta quarta-feira e da outra semana contra o Internacional, pelas quartas-de-final, Adriano está fora, pois ainda nem começou a treinar pelo Flamengo.

A expectativa é de que na segunda-feira (dia18) o Imperador já vá a campo de treinamento com os demais companheiros. Inicialmente, a estreia está marcada para o dia 30 deste mês, pelo Campeonato Brasileiro, contra o Atlético Paranaense.

maio 12, 2009 Posted by | Flamengo | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Botafogo viaja terça-feira para se preparar em Saquarema

Clube utilizará as instalações da CBV. Treinos serão no campo do Boavista

Vista pamorâmica das instalações da CBV

Vista pamorâmica das instalações da CBV (Crédito: Divulgação)

O Botafogo confirmou nesta sexta-feira que a semana que passará fora do Rio, entre as finais do Campeonato Carioca, será mesmo em Saquarema. O clube utilizará as dependências da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) para descanso e trabalhos físicos. Já os treinamentos com bola serão realizados no Eucy Resende, estádio do Boavista.

O grupo, no entanto, ainda vai treinar no Rio na terça-feira pela manhã e embarca para Saquarema na parte da noite. Os alvinegros retornarão ao Rio no sábado, no fim da tarde, e ficarão concentrados em General Severiano até o horário da segunda decisão contra o Flamengo, no domingo.

– Tivemos um tratamento especial da CBV em geral. Do presidente Ari Graça ao gerente Beto Gurgel que, além de nos cederem as instalações por um preço baixo, tiraram uma seleção da base de um dos quartos principais para nos alojar – explicou Márcio Touson, coordenador de futebol.

O Botafogo utilizará a viagem como uma espécie de intertemporada também para o Campeonato Brasileiro. O tempo de deslocamento das instalações da CBV para o estádio Eucy Resende é de cerca de 15 minutos. Ao todo, 45 pessoas fazem parte delegação que estará em Saquarema.

CONFIRA A AGENDA DO FOGÃO:

Terça-feira
Chegada por volta das 22h em Saquarema

Quarta-feira
Treinos: 9h às 10h30 – 16h às 17h30

Quinta-feira
Treino: 16h às 17h30

Sexta-feira
Treinos: 9h às 10h30 – 16h às 17h30

Sábado
Treino: 9h às 10h30 (equipe retorna no fim da tarde para o Rio de Janeiro)


Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 24, 2009 Posted by | Botafogo, Flamengo | , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Corrida por ingressos começa com fila dobrando a esquina na Gávea

No entanto, o clima segue de calmaria na sede do Flamengo. Ao todo, 67.809 bilhetes foram colocados à venda para a decisão do Carioca

Ampliar Foto Carlos Mota/GLOBOESPORTE.COM Carlos Mota/GLOBOESPORTE.COM

Torcedor mostra os disputados ingressos

Está valendo! Começou nesta quarta-feira em oito postos de vendas pelo Rio de Janeiro a corrida por ingressos para a primeira partida da decisão do Campeonato Carioca, entre Flamengo e Botafogo, domingo, às 16h, no Maracanã. E antes mesmo da abertura das bilheterias a procura já era grande pelas entradas.
Na sede do Flamengo, na Gávea, a fila dobrava a esquina e só aumentava no fim da manhã. Quem preferiu acordar cedo, no entanto, não teve muito problema para garantir o lugar no estádio. Os primeiros contemplados afirmaram que chegaram na fila por volta das 9h, duas horas antes do início das vendas. Cada torcedor tem o direito de comprar no máximo quatro ingressos. Pelo menos por enquanto, não há movimentação de cambistas no local.

A aparente tranquilidade, porém, não deve iludir quem ainda não correu para os locais de venda. Na decisão da Taça Rio os ingressos se esgotaram em apenas dois dias. Ao todo, foram disponibilizados 67.809 bilhetes.

Carlos Mota/GLOBOESPORTE.COM

Procura por bilhetes para a decisão é grande nas bilheterias da Gávea, nesta quarta-feira

No preço inteiro da entrada, os flamenguistas e botafoguenses vão pagar R$ 30 pelas cadeiras comuns (no domingo passado custavam R$ 20), R$ 40 pelas arquibancadas (o preço anterior era de R$ 30) e R$ 150 pelas cadeiras especiais (antes R$ 120).

Confira os postos de venda:

– Estádio Maracanã (bilheteria 8, exceto no dia do jogo do Fluminense x Águia – quarta)
– Estádio João Havelange (Engenhão)
– Estádio Caio Martins
– Estádio do São Cristóvão
– Sede da Gávea (Flamengo)
– Sede de General Severiano (Botafogo)
– Sede do Fluminense (Laranjeiras – exceto quarta-feira – 22/04)
– Parque Terra Encantada (segunda a quinta de 11h às 17h; sexta de 9h às 13h; e sábado de 10h às 13h).

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 22, 2009 Posted by | Botafogo, Flamengo | , , , , , , , , | Deixe um comentário

É CAMPEÃOOOOOOOOOOOOO

Cuca deixa Ney com o vice, após gol contra de Emerson. Ambos, porém, vão se ver de novo…

Mais de 83 mil torcedores presenciaram mais uma incontestável vitória do Flamengo em um jogo decisivo da Taça Rio. Por 1 a 0, o time de Cuca mostrou que podia crescer nas finais, superou o Botafogo com gol contra de Emerson e levou a Taça Rio para a Gávea, neste domingo. Agora, resta aguardar para ver quem levará o Estadual nos dois próximos domingos.

Com o resultado, o time de Cuca manteve a hegemonia sobre o adversário em decisões consecutivas: Taça Guanabara de 2008, Taça Rio deste ano e os dois últimos Estaduais.

Sob muita tensão, a final do turno teve início no Maracanã, com passes errados aos montes e muita briga pela bola. A postura dos times, porém, logo pareceu definida. Mais incisivo, o Flamengo jogava com seis, sete jogadores no campo de ataque, contando até com os volantes para chegar com força.

O Botafogo, por sua vez, apostou nos contra-ataques, mas sofria com o enorme abismo entre os componentes de seu sistema ofensivo, além da falta de compactação entre os setores. Só que, para que a equipe dirigida por Cuca chegasse com perigo ao gol de Renan, era preciso usar as pontas com frequência, algo esquecido por vezes.

E embora o domínio do Rubro-Negro fosse maior, quem teve as melhores oportunidades foi mesmo o campeão da Taça Guanabara, através de Victor Simões e, principalmente, de Maicosuel, cujo chute acertou a trave. Muito das falhas da saída de bola do Botafogo, no entanto, eram culpa de Fahel, péssimo em campo.

Do intervalo, o jogo voltou aberto, com o Flamengo seguindo como o seu dono. Aos poucos, porém, a final se tornou muito aberta, com ambos os times contra-atacando a cada vez que roubavam a bola. De tanto insistir, surgiu a recompensa dos comandados de Cuca. Em escanteio, ao invés de afastar, Emerson chutou contra e abriu o marcador.

A vantagem inflamou a torcida rubro-negra, que empurrou o time a buscar o segundo gol. Como única alternativa, o Botafogo finalmente decidiu sair, mas a capacidade de errar passes e lançamentos era absurda. Ney Franco, impassivo até então, mexeu: entraram Gabriel e Renato, para a entrada de Léo Silva e Fahel. Thiaguinho, com isso, foi deslocado para o meio-de-campo.

As mudanças até surtiram efeito, pois o Alvinegro acuou o rival. Com mais garra, apesar da desorganização, se aproximou de Bruno como nunca. Então, o momento das substituições de Cuca começou, atrasando o jogo. Josiel e Erick Flores entraram, e o Flamengo voltou a melhorar.

Em jogada isolada, aos 41, Thiaguinho fez falta grosseira em Juan e foi expulso, apunhalando a ofensividade de seu time. Aberta, a retaguarda alvinegra dava espaços e se defendia como podia.

Entregue em campo, o Botafogo, que em 90 minutos não conseguiu resolver seus erros táticos, só esperava o fim da decisão e imaginava como derrotar um renascido Rubro-Negro nas duas próximas semanas.

Por muito pouco, ainda, o segundo não saiu, no finzinho. Mesmo assim, muita festa, portanto, do Flamengo, que levou mais um turno nos últimos anos e reacendeu de vez o campeonato.
FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 1 X 0 BOTAFOGO

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 19/4/2009 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Antonio Silva dos Santos (RJ)
Auxiliares: Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ) e Jorge Luis Campos Roxo (RJ)
Renda/público: R$ 1.456,470,00 / 75.395 pagantes (83.354 presentes)
Cartões amarelos: Emerson e Ibson (FLA) Reinaldo, Alessandro, Maicosuel e Emerson (BOT)
Cartões vermelhos: Thiaguinho, 41’/2ºT (BOT)
GOL: Emerson (contra), 17’/2ºT (FLA)

FLAMENGO: Bruno, Aírton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Léo Moura, Willians, Kleberson, Ibson (Toró, 43’/2ºT) e Juan; Zé Roberto (Erick Flores, 33’/2ºT) e Emerson (Josiel, 40’/2ºT). Técnico: Cuca.

BOTAFOGO: Renan, Emerson (Túlio Souza, 44’/2ºT), Juninho e Leandro Guerreiro; Alessandro, Fahel (Renato, 28’/2ºT), Léo Silva (Gabriel, 28’/2ºT), Maicosuel e Thiaguinho; Reinaldo e Victor Simões – Técnico Ney Franco


Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 19, 2009 Posted by | Botafogo, Flamengo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Técnico avisa: ‘Nós só temos um capitão’

Muricy diz que vai fazer rodízio da faixa de capitão

Muricy Ramalho exalta condição de Ceni (Crédito: Tom Dib)

Muricy Ramalho exalta condição de Ceni (Crédito: Tom Dib)

LANCEPRESS!

Neste domingo, no clássico contra o Corinthians, o São Paulo não terá Rogério Ceni. Para homenagear o maior ídolo da equipe, fora por contusão, a diretoria vai distribuir 60 mil faixas de capitão para os são-paulinos, na entrada do Morumbi, antes da partida. Serão 60 mil capitães na arquibancada, mas, para o técnico Muricy, dentro de campo, o posto tem um dono só.

– O único capitão é o Ceni. Cada jogo será um jogador, até ele voltar – decretou Muricy Ramalho.

Na partida de domingo, cujo resultado definirá um dos finalistas do Paulistão, a braceleira ficará com Miranda. Um dos mais experientes do grupo, o zagueiro já foi capitão outras vezes na ausência de Ceni. Para Muricy, no entanto, o rodízio durará pouco.

– Este tempo que estão prevendo para a recuperação do Rogério vai diminuir. Tem de deixá-lo em paz. Já deu o que tinha que dar – alegou o técnico.

Na ausência de Ceni, Bosco será o substituto. O goleiro já disputou sete jogos pela equipe este ano e ainda não perdeu. Foram cinco vitórias e dois empates. Outro que também já jogou este ano, quando de outra lesão de Ceni, foi o terceiro goleiro Denis. Para Muricy, os reservas darão conta.

– Temos dois grandes goleiros. Denis foi uma contratação boa, melhor do que a gente esperava. Se adaptou rápido e foi testado logo de cara. E nós temos o Bosco, que o apelido é paredão. Não estamos preocupados em contratar, mas pode aparecer, igual o Denis – concluiu Muricy.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 17, 2009 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fla diz que Vieri foi oferecido, mas negociação não evoluiu

Atacante, de 35 anos, se dedica ao pôquer enquanto não consegue clube para jogar

Ampliar Foto Agência/Getty Images Agência/Getty Images

Vieri, de 35 anos, em ação pelo Atalanta

Um site italiano especializado em transferência de jogadores, o “Tuttomercato”, publicou nesta quinta-feira que o Flamengo estaria de olho no atacante Christian Vieri, de 35 anos, que recentemente rescindiu seu contrato com o Atalanta. O vice-presidente de futebol rubro-negro Kleber Leite, no entanto, disse que o atleta é que foi oferecido, mas o negócio não evoluiu.

– Houve uma sondagem por parte do representante dele, mas o negócio não evoluiu – afirmou.

Sem contrato, Vieri, que fez sucesso com a camisa da seleção italiana, se dedica a outra função enquanto não assina com outro clube: o pôquer. Além do Fla, outro clube poderia ser o destino do atacante é o Los Angeles Galaxy, dos EUA.

abril 16, 2009 Posted by | Flamengo | , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fogão recebe o Madureira para respirar na Taça Rio

Em 3º, time dirigido por Ney Franco precisa vencer para sonhar com título direto

LANCEPRESS!

Palco adotado com carinho pelo clube, o Engenhão abrigará o Botafogo mais uma vez nesta quinta-feira, contra o Madureira, às 21h45, ressentido pela recente falta de popularidade. A partida, no entanto, é decisiva para as pretensões de seu locatário, já que, em caso de tropeço, o time de Ney Franco deverá ter esperar por seu adversário na decisão do Estadual.

Ciente do perigo, o grupo ligou o sinal de alerta. As expressões para provar que a situação vai virar o jogo na Taça Rio são diversas. O próprio técnico utilizou-se de uma marcante.

– Não temos mais gordura para queimar. Mostrei para os atletas que a partida contra o Madureira é tão decisiva quanto algumas da Taça Guanabara – disse Ney Franco, que garantiu uma equipe ofensiva na noite de quinta, com Maicosuel se aproximando mais da dupla de ataque, e Gabriel atuando como um ponta na esquerda.

Apesar de tudo, o comandante do Fogão se defendeu a respeito do mau momento do time, ao alertar que, entre todos, o Alvinegro é o que está mais confortável na competição.

É claro que quero ir para as semifinas, mas não vejo motivos para desespero. Estamos na final do Carioca e até parece que estamos lutando pelo rebaixamento. Repito que temos condições de vencer qualquer time do futebol carioca – crava Ney, aplicando uma injeção de ânimo em seus atletas.

Em relação ao clássico do último sábado, contra o Fluminense, que acabou em derrota por 2 a 1, o time que vai a campo contra o Tricolor Suburbano tem duas mudanças. A natural volta de Victor Simões ao ataque e a escalação de Batista na vaga de Wellington, que foi vetado por dores musculares.

Sem possibilidade de avançar no turno e, consequentemente, fora da disputa do Campeonato Carioca, o Madureira luta apenas para manter-se em terceiro do Grupo A, o que lhe renderia a classificação para o Torneio dhddsj, além de buscar uma vaga na Série D do Brasileirão.

Para tais feitos, o técnico Róbson Gabriel conta com a experiência e o faro de gol de Alex Alves, ex-jogador do Botafogo. O hoje meia-atacante, aliás, se disse arrependido de ter deixado o clube, em 2005, rumo à Turquia. Mas o assunto principal para Alex foi uma declaração de Ney Franco, na qual falou em goleada sobre o Madureira.

– Eu vi essa entrevista, ela não caiu muito bem aqui. Até porque o Ney se esqueceu de onde veio. Ele saiu de clube pequeno como o Ipatinga e, agora, nos menosprezou. Até parece que vão jogar contra ninguém – disparou.

No mais, o Madura terá a entrada de Ricardo no lugar do zagueiro Paulão, expulso contra o Boavista. Com isso, ele será o parceiro de Eduardo Luiz no jogo. O restante da equipe deverá ser a mesma.
FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO X MADUREIRA

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 2/4/2009 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Cortez (RJ)
Auxiliares: Jorge Luís Campos Roxo (RJ) Silbert Faria Sisquim (RJ)

BOTAFOGO: Renan, Emerson, Juninho e Leandro Guerreiro; Thiaguinho, Fahel, Batista, Maicosuel e Gabriel; Reinaldo e Victor Simões – Técnico: Ney Franco

MADUREIRA: Renan, Claudemir, Ricardo, Eduardo Luiz e Amarildo; Wágner, Paulo Victor, Bruno e Alex Alves; Jones e Warley – Técnico: Róbson Gabriel

abril 2, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Cruzeiro não faz gol pela primeira vez no ano e fica no 0 a 0 com o Tupi

Time celeste pressiona e chega a acertar as duas traves em voleio de Wellington Paulista, mas não fura a retranca adversária

Ampliar Foto Washington Alves/VIPCOMM Washington Alves/VIPCOMM

Kléber não fez gol, mas também não recebeu cartão na partida contra o Tupi

Pela primeira vez na temporada, o Cruzeiro passou em branco. O Tupi segurou o líder do Campeonato Mineiro, que até então havia marcado 36 gols em 12 partidas no ano e vinha de 12 vitórias consecutivas no Mineirão. O empate por 0 a 0, no entanto, mantém o time celeste com folga na primeira colocação: tem 20 pontos, contra 17 do Atlético-MG. O Tupi, com 11, está em sétimo lugar.

O Cruzeiro, que jogou com Kléber e Wellington Paulista na frente, não conseguiu driblar a forte marcação do Tupi, que ainda levou perigo em alguns contra-ataques. A pior notícia para os cruzeirenses foi a lesão do lateral Fernandinho, que começou o segundo tempo e sentiu uma contusão no joelho logo aos três minutos.

Confira a classificação e a tabela de jogos do Mineiro

Na próxima rodada, a equipe de Adilson Batista pega o América-MG fora de casa, às 16h de domingo. Na sexta-feira, o Tupi recebe o Rio Branco às 19h.

Tupi leva perigo em contra-ataques

Como sempre faz quando atua no Mineirão, o Cruzeiro partiu para cima do adversários nos primeiros minutos. Aos dois, o goleiro Gonçalves soltou a bola num chute de Wagner, mas se recuperou a tempo para abafar a conclusão de Wellington Paulista no rebote.

Sete minutos depois, Wellington Paulista esteve próximo do gol novamente, mas desta vez não foi o goleiro que o impediu. Seu chute, após jogada de Kléber na ponta esquerda, saiu torto, por cima do gol.

O Tupi marcava forte e chegava pouco ao ataque, mas conseguia perigo quando rondava a área cruzeirense. Aos 17 minutos, Andrey foi obrigado a fazer difícil defesa em chute de Rodrigo Mucarbel, levando a torcida a gritar o seu nome. Já nos acréscimos, foi a vez de Ademílson finalizar com perigo, rente à trave.

O Cruzeiro, após a pressão inicial, não fez muito mais. Conseguiu dois chutes de fora da área, com Bernardo e Fabrício, e esteve próximo de abrir o placar num lance curioso: o goleiro do Tupi deu um soco na bola, que bateu na cabeça de Gustavo e quase entrou.

Fernandinho entra e se machuca

Para a segunda etapa, o técnico Adilson Batista recorreu a dois titulares para tentar superar a retranca do adversário.

– O Tupi está fechadinho na defesa, então eu e o Fernandinho estamos entrando para dar mais velocidade ao time e abrir espaços – analisou Ramires, sobre a sua entrada e a do lateral nos lugares de Bernardo e Sorín.

Ampliar Foto Washington Alves/VIPCOMM Washington Alves/VIPCOMM

Wellington Paulista viu um voleio seu bater nas duas traves no segundo tempo

Adilson foi forçado a fazer a terceira substituição logo com cinco minutos, depois que Fernandinho machucou o joelho numa dividida com Bruno Ramos. Diego Ramos entrou e fez a sua estreia neste ano entre os profissionais.

O jogo continuou movimentado, com chances para os dois lados. O Cruzeiro esteve perto do gol em dois lances de voleio. O primeiro, de Kléber, foi por cima do gol. O de Wellington Paulista foi mais cruel com a torcida no Mineirão: acertou as duas traves.

O Tupi também levou perigo. Aos 21 minutos, Andrey voltou a entrar em ação, espalmando chute colocado de Ademílson. Defensivamente, a equipe de José Carlos Amaral manteve a forte marcação até o fim da partida, obrigando o Cruzeiro a chutar de longe e cruzar bolas na área, sem sucesso.

Ficha técnica:

CRUZEIRO 0 x 0 TUPI
Andrey, Marquinhos Paraná, Anderson, Gustavo e Sorín (Fernandinho, depois Diego Renan); Fabrício, Henrique, Bernardo (Ramires) e Wagner; Kléber e Wellington Paulista. Gonçalves, Serginho, Reginaldo, Rodrigão e Michel; Marcel, Robson, Daniel e Bruno Ramos; Ademílson e Rodrigo Mucarbel (Itamar).
Técnico: Adilson Batista. Técnico: José Carlos Amaral.
Cartões amarelos: Gustavo, Henrique (Cruzeiro); Rodrigão, Bruno Ramos, Reginaldo, Gonçalves (Tupi).
Estádio: Mineirão, Belo Horizonte. Data: 08/03/2009. Árbitro: Átila Carneiro Magalhão. Auxiliares: Ângela Paula Cruz Régis Ribeiro e Cinthia Mara da Silva. Público: 9.535 pagantes. Renda: R$ 139.547,50.

março 8, 2009 Posted by | Cruzeiro | , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Diretoria do Palmeiras estuda parceria com rival para promover dérbi

Diretoria do Alviverde quer fazer parceria com rival e criar marca. Marcos e Ronaldo podem até visitar rivais

Marcos e Ronaldo representam os campeões mundiais no clássico (Foto: LANCEPRESS)Marcos e Ronaldo representam os campeões mundiais no clássico (Foto: LANCEPRESS)

São Paulo e Palmeiras passaram 2008 travando verdadeiras batalhas de bastidores. Neste ano, foi a vez do Corinthians quebrar o pau com o clube do Morumbi. Com o dérbi do dia oito de março chegando, no entanto, os maiores rivais estudam plano de markenting para promover o jogo.

A ideia, ainda sendo discutida pelas diretorias, é de transformar o clássico em marca, com promoções e até lançamentos de produtos.

– Teríamos uma marca “Dérbi: Palmeiras x Corinthians”, que duraria por um tempo – afirmou o diretor de futebol, Genaro Marino.

A provável presença de Ronaldo na partida, marcada para 8 de março, em Presidente Prudente, seria um atrativo a mais: é o duelo de pentas, com Marcos e Edmílson de um lado e o Fenômeno do outro.

– Está sendo estudada uma possível visita do Marcos ao Corinthians e do Ronaldo ao Palmeiras na semana do clássico. É uma ideia muito boa – acrescentou o diretor do Verdão.

Para sair do papel, as duas diretorias de marketing estão conversando. A carga de ingressos (45.967) será dividida meio a meio. A renda, que seria toda do Palmeiras por direito, já que é o mandante do jogo, terá até 30% do valor repassada ao rival.

– O projeto se chama Dérbi. Os marketings estão negociando. Ainda não está definido, mas é um dos maiores clássicos do futebol mundial e o Palmeiras entende que é preciso engrandecer esse jogo em função de tudo o que ele representa – disse Marino.

Por enquanto, o Verdão não pensa em aumentar o valor dos ingressos no clássico. O clube cobra R$ 30 para a arquibancada, setor mais barato.

– Queremos fazer um jogo diferente – comentou Juan Rafael, gerente de marketing do Palmeiras.

Vai sair do papel?

No ano passado, o marketing do Verdão alardeou a ideia de jogar com o logo da Ferrari em partida contra o Goiás, no Brasileirão, na semana do GP Brasil. O projeto foi vetado de cara pela escuderia italiana e não houve promoção alguma no Palestra.

O clube também pretendia distribuir um kit para torcedores do Setor Visa, o que não passou de mais uma ideia. Falta pouco para o dérbi…

fevereiro 19, 2009 Posted by | Corinthians, Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Documento chega à Federação, e Thiago Neves está liberado para pegar o Vasco

Ferj recebe papelada da Federação Alemã de Futebol, confirmando a transferência, e o camisa 10 do Fluminense está inscrito legalmente

Ampliar Foto André Durão /Globo Esporte André Durão /Globo Esporte

Festa antes, durante e depois da apresentação: Thiago Neves está liberado para jogar o Estadual

O Fluminense já havia feito a sua parte, enviando na última segunda-feira à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (RJ) o contrato firmado com Thiago Neves, e assim ele foi inscrito para a disputa do Campeonato Carioca. Faltava, no entanto, a documentação da Federação Alemã de Futebol confirmando a transferência do jogador, vendido pelo Hamburgo ao Al Hilal por 7 milhões de euros (aproximadamente R$ 20,7 milhões) – o clube da Arábia Saudita, por sua vez, emprestou o meia ao Tricolor.

E no dia em que Thiago Neves chegou ao Brasil e se apresentou ao Fluminense, no salão nobre das Laranjeiras, no fim da manhã desta quinta-feira, a papelada chegou da Alemanha na Ferj, e o camisa 10 tricolor está oficialmente liberado para disputar o Estadual. Assim, o meia fara a sua re-estreia pelo Fluminense no próximo domingo, no clássico contra o rival Vasco, às 19h10m, no Maracanã.

fevereiro 5, 2009 Posted by | Fluminense | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Coritiba revela contato com apoiador Veron

No entanto, Paulo Jamelli garante que jogador quer seguir na Argentina

Argentino está na mira também da equipe do CorinthiansArgentino está na mira também da equipe do Corinthians (Crédito: EFE)

Após a contratação do técnico Ivo Wortmann, na última terça-feira, o Coritiba corre atrás de reforços de peso para a próxima temporada. E o gerente de futebol do Coxa, Paulo Jamelli, revelou que o Coritiba chegou a procurar o apoiador Veron, destaque da equipe argentina do Estudientes, vice-campeão da última Copa Sul-Americana.

– Há algum tempo estamos tentando – o contato foi feito por intermédio de um amigo argentino que jogou comigo na Espanha – mas ele não quer sair da Argentina. Disse que já teve propostas de outros times brasileiros e também da Europa, mas quem sabe – disse o dirigente em um artigo publicado no site oficial do Coritiba.

Outro nome comentado foi do atacante Alecsandro, ex-Cruzeiro, e que atualmente está no de Al-Wahda, dos Emirados Árabes. Apesar dos elogios e do sonho de contar com o jogador, a reportagem do LANCENET! apurou que o jogador tem contrato por mais duas temporadas e o salário recebido pelo atacante é um grande obstáculo para uma negociação.

dezembro 22, 2008 Posted by | Coritiba | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Alex lamenta ausência na Copa Sul-Americana

Apoiador, no entanto, comemora outra chance na Seleção Brasileira

O apoiador Alex está radiante com mais uma oportunidade na Seleção Brasileira. Porém, lamenta o fato de não estar em campo na próxima quinta-feira, no Beira-Rio, quando o Internacional terá pela frente o Chivas, pela semifinal da Copa Sul-Americana. O colorado venceu por 2 a 0 o jogo de ida.

– Não adianta lamentar, sou uma pessoa só e não posso estar em dois lugares ao mesmo tempo. O que me conforta é que conseguimos uma boa vantagem no México e temos um grupo capaz de conseguir a vaga para a final. Claro que estou na torcida, mas agora penso na Seleção. Quero fazer meu trabalho para terminar bem a temporada – disse o jogador.

Ainda com pouco tempo de Seleção, o apoiador já faz planos para 2010. Sonha estar em campo na África do Sul, na Copa do Mundo de 2010:

– Claro que penso na Copa. Mas estou trabalhando pensando no momento. Quero estar sempre bem para, quando chegar a hora, estar no grupo.

novembro 18, 2008 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Magrão: ‘Não existe jogo bonito no Brasileiro’

No entanto, atacante do Grêmio afirma que o importante é vencer

A magra vitória do Grêmio sobre o Sport por 1 a 0 foi comemorada por todos os jogadores do elenco. Pudera, a equipe gaúcha deu mais um passo rumo tricampeonato do Brasileirão, com sete rodadas para o término do torneio.

Ao fim do jogo, o atacante William Magrão destacou que o importante é a vitória mesmo não atuando de forma brilhante.

– Não existe jogo bonito neste Campeonato Brasileiro. Mais uma vez não atuamos tão bem, mas conseguimos a vitória, e isto que é o mais importante para as nossas metas – ressaltou.

O zagueiro Rever foi outro jogador do Grêmio que não poupou elogios ao elenco e a campanha do time no torneio.

– O gol no início da partida foi fundamental. Demos mais um passo importante. Após sair na frente do placar conseguimos nos comportar muito bem no jogo e administramos o resultado até o fim. Estamos de parabéns, mais uma vez – analisou o camisa 5.

Por fim, Felipe Mattioni, um dos alas da equipe de Celso Roth, deu uma cutucada nos adversários, que também brigam pelo título.

– A gente fez a nossa parte nesta rodada. Agora é com os concorrentes. – disse Mattioni.

outubro 24, 2008 Posted by | Grêmio | , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Gepe: clássico contará com segurança total

Torcidas estariam marcando brigas pela internet. Major rechaça

O esquema de segurança para o clássico entre Vasco e Flamengo, neste domingo, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, já teve alguns números divulgados pelo Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe).

– Serão 400 homens dentro do estádio no dia da partida, além do policiamento externo, com auxílio do 6º Batalhão da Polícia Militar e Cavalaria. Teremos todo o apoio – afirmou o comandante do Gepe, Major João Busnello, à Rádio Manchete.

Segundo o policial, o Grupamento ainda se reunirá com os clubes para definir questões relativas à segurança no clássico. O objetivo é que tanto Vasco e Flamengo colaborem na promoção da paz entre os seus torcedores.

Porém, grupos de vascaínos e rubro-negros já estariam marcando confrontos para o dia da partida via páginas de relacionamento na internet. O comandante do Gepe, no entanto, é enfático ao negar qualquer possibilidade de confusão no dia do clássico.

– A presença policial será ostensiva.Estas pessoas são desocupados criando algo que não vai acontecer. Existe a rivalidade, mas vamos trabalhar para promover a segurança. quem quiser comparecer ao Maracanã pode ir tranqüilo – assegurou o Major João Busnello.

outubro 16, 2008 Posted by | Flamengo, Vasco da Gama | , , , , | Deixe um comentário

Celso Barros quer a saída de Cuca e seu técnico de preferência é Alexandre Gallo

Presidente do patrocinador do Fluminense, no entanto, vai ter que lutar muito para convencer a diretoria para trocar o treinador agora

A demissão do técnico Cuca nem foi acertada pelos dirigentes do Fluminense, mas um nome já começa a ganhar força nas Laranjeiras: Alexandre Gallo. Ele, que já dirigiu o Atlético-MG e o Figueirense neste Campeonato Brasileiro, é o preferido de Celso Barros, presidente da Unimed, empresa médica que patrocina o clube tricolor.

Mas não vai ser fácil para Celso Barros fazer valer a sua opinião. Dirigentes tricolores são contra uma mudança de treinador neste momento e preferem apostar em Cuca até o fim da competição. Uma reunião está programada para esta quinta-feira e as duas partes colocarão seus pensamentos em discussão.

Cuca está no comando do Fluminense desde o dia 11 de agosto. Ele já dirigiu o time tricolor em nove partidas, com duas vitórias, cinco empates e duas derrotas. O time marcou sob seu comando 12 gols e sofreu 11.

outubro 2, 2008 Posted by | Fluminense | , , , , , , , , | Deixe um comentário

América perde, mas avança na Sul-Americana

Clube colombiano será o adversário do Botafogo na próxima fase.

O Deportivo Cali (COL) venceu por 1 a 0 América de Cali (COL), na madrugada desta quarta-feira, no Estadio Pascual Guerrero, pelo jogo de volta, da Copa Sul-Americana. No entanto, o placar não foi suficiente para avançar no torneio. Na primeira partida, o América venceu por 2 a 0, e poderia perder por até um gol de diferença que se classificava. O gol da partida foi de Montero, aos 3 minutos do segundo tempo.

O América de Cali será o próximo adversário do Botafogo pelas oitavas-de-final da Copa Sul Americana. A primeira partida será na próxima quarta-feira, no entanto, o local não está definido pela Conmebol.

setembro 17, 2008 Posted by | Futebol Sulamericano | , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário