Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Emerson comemora possibilidade de enfrentar o Cruzeiro, nesta quinta-feira

Atacante vibra com a antecipação da abertura da janela de transferências

A notícia da antecipação da abertura da janela de transferências internacionais deixou um jogador em especial muito contente no Fluminense: o atacante Emerson, que estava no Al Ain, dos Emirados Árabes. Com a decisão, ele tem condição de ser inscrito e fazer a estreia com a camisa tricolor. E a diretoria corre contra o tempo para que isto ocorra já nesta quinta-feira, no Maracanã, na partida contra o Cruzeiro. O clube ainda precisa da documentação para fazer a regularização.

O Sheik não escondeu a satisfação e disse que o Campeonato Brasileiro ficará mais atrativo para os torcedores.

– Foi uma grande alegria. Treinar é bom, mas jogar é melhor ainda. Esperar até agosto seria muito ruim. Foi bom para o campeonato também, que fica mais competitivo. Espero que a documentação chegue o mais rápido possível para eu poder ficar à disposição. Estou muito feliz e disposto a ajudar – disse o atleta, que foi poupado do treino desta terça por causa de dores musculares.

Ansioso, Emerson espera estar em campo diante da Raposa para tentar ajudar o time na luta pela vitória e possível liderança do Brasileirão.

– Fico imaginando como posso ajudar. Será um jogo especial, que pode nos dar a liderança. Todos gostariam de estar em campo em um momento com este. Estou vivendo esta expectativa, ainda mais sendo em um estádio como o Maracanã.

Outro contratado pelo Flu vindo do exterior, Belletti ainda precisa melhorar o condicionamento físico para jogar. A expectativa é de que ele esteja à disposição no jogo contra o Atlético-PR, no próximo dia 31.

julho 20, 2010 Posted by | Fluminense | , | Deixe um comentário

Náutico vence nos Aflitos e não deixa Goiás assumir liderança do Brasileiro

Após primeiro tempo equilibrado, Alvirrubro sofre pressão, mas garante a vitória em casa e começa bem o segundo turno

Anderson Lessa comemora o gol da vitória do Náutico sobre o Goiás

O Náutico fez um grande favor ao Palmeiras e venceu o Goiás por 2 a 0, nesta quinta-feira, nos Aflitos, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado não livrou o Timbu da zona de rebaixamento, mas impediu que o time esmeraldino tomasse dos paulistas a liderança da competição. Leandro Euzébio, contra, e Anderson Lessa marcaram os gols da partida. O defensor esmeraldino ainda foi expulso nos minutos finais da partida.

Com 21 pontos, a equipe do técnico Geninho agora é a 17ª colocada do Brasileirão. Os goianos, com 35, seguem na terceira colocação da tabela.

Os times voltam a campo no domingo. O Náutico encara o Cruzeiro, no Mineirão, às 18h30m, mesmo horário em que o Goiás recebe o Santos, no Serra Dourada.

Equilíbrio e gol contra

Aos 13 minutos de jogo, após receber passe de Gilmar pela esquerda, Michel chutou de primeira, e a bola quase passou entre as pernas de Harlei, que conseguiu desviar para escanteio. O Goiás ameaçou aos 22. Em cobrança de falta, o zagueiro Rafael Tolói mandou uma bomba de longe e obrigou Gledson a fazer a defesa em dois tempos.

O Timbu respondeu na mesma moeda. Aos 25, Michel cobrou falta com força, e a bola explodiu no travessão do goleiro esmeraldino, que quase desviou para dentro da própria meta, mas conseguiu fazer a defesa. Com a partida equilibrada, aos 33, Júlio César passou para Léo Lima, que pegou de primeira da entrada da área e obrigou Gledson a mostrar reflexo.

Na sequência, Michel acabou recompensado. Após tentar o cruzamento para Gilmar, o lateral viu o zagueiro Leandro Euzébio falhar e marcar um gol contra, aos 34. O segundo do Timbu quase saiu aos 37, em chute forte de Gilmar, de fora da área. Harlei soltou a bola, mas se recuperou a tempo. Os goianos tentaram reagir com chutes de fora da área, mas terminaram a primeira metade da partida em desvantagem.

Pressão goiana não surte efeito

Em busca do empate, o técnico Hélio dos Anjos trocou Fernando por Bruno Meneghel no intervalo. Mas, apesar da disposição dos visitantes, aos 7, Carlinhos Bala fez boa jogada pela esquerda, invadiu a área e passou para Acosta. O segundo gol do Náutico só não saiu porque o atacante chutou muito mal e desperdiçou chance incrível. Em seguida, Gomes tentou surpreender Gledson com um chute colocado de fora da área, mas a bola saiu à esquerda da meta pernambucana. Seguindo o ritmo do primeiro tempo, o Timbu voltou ao ataque aos 10. Gilmar recebeu de Patrick pela direita e chutou forte por cima do gol.

A partida seguiu aberta mas, enquanto o Goiás errava o último passe no ataque, o Náutico pecava nas finalizações. Os donos da casa ainda contaram com uma boa dose de sorte. Aos 19, Ernando recebeu cruzamento na área e, de cabeça, carimbou a trave. Aos 27, Léo Lima cobrou falta, e Gledson espalmou para o travessão. Bruno Meneghel tentou aproveitar o rebote, mas chutou em cima da zaga.
Apesar de toda a pressão goiana, o Náutico pegou os adversários desprevenidos, aos 38. Em contra-ataque puxado por Gilmar pela direita, Leandro Euzébio fez a falta na entrada da área e acabou expulso. Após a cobrança ruim de Michel, os alvirrubros mantiveram a pressão e, aos 42, Anderson Lessa aproveitou o rebote do chute de Sidny e ampliou.

Sem tempo para reagir e vendo a chance de assumir a ponta escapar por entre os dedos, os jogadores do Goiás perderam a cabeça. Aos 44 Gomes interrompeu novo ataque alvirrubro com a mão e também recebeu cartão vermelho. Ao fim da partida, o Timbu comemorou mais um importante passo rumo à permanência na Série A.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 2 X 0 GOIÁS

Local: Estádio dos Aflitos, em Recife (PE)

Data-Hora: 20/8/2009 – 21h (de Brasília)

Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR/FIFA)

Auxiliares: Gilson Bento Coutinho (PR) e Griselildo de Souza Dantas (PB)

Renda e Público:

Cartões Amarelos: Aílton, Asprilla (NAU); Fernando, Vitor, Gomes, Leandro Euzébio, Douglas (GOI)

Cartões Vermelhos: Leandro Euzébio, 38’/2ºT (GOI); Gomes, 45’/2ºT (GOI)

Gols: Leandro Euzébio(contra) 34’/1ºT (1-0), Anderson Lessa 41’/2ºT (2-0),

NÁUTICO: Glédson, Patrick(Sidny, 29’/2ºT), Asprilla, Vágner Silva; Nílson, Derley, Aílton(Anderson Lessa, 31’/2ºT), Michel e Carlinhos Bala; Acosta(Márcio, 18’/2ºT) e Gilmar -Técnico: Geninho.

GOIÁS: Harlei, Rafael Toloi, Ernando e Leandro Euzébio; Vitor(Douglas, 24’/2ºT), Fernando(Bruno Meneghel/intervalo), c, Felipe Menezes, Léo Lima e Julio Cesar(Zé Carlos, 29’/2ºT); Felipe – Técnico: Hélio dos Anjos

agosto 21, 2009 Posted by | Goiás, Náutico | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Adilson Batista acena para o 4-3-3, e Guerrón não foge à responsabilidade

Técnico deixa claro que só aguarda a regularização do equatoriano para escalá-lo contra o Flamengo, nesta quinta-feira, no Maracanã

Ampliar Foto Agência/VIPCOMM Agência/VIPCOMM

Guerrón corre para entrar em forma

Nesta quinta-feira, o Cruzeiro estreia no segundo turno do Brasileirão, no Maracanã. O técnico Adilson Batista acena para a possibilidade de montar o time no esquema com três atacantes e, caso Guerrón esteja regularizado junto à CBF, escalará o equatoriano como ponta-direita:

– É jogador de seleção, vem do futebol europeu, campeão da Libertadores, tem uma característica que eu acho importante e sempre gostei. É só estar regularizado, trabalhar, e vai o antigo ponta-direita. Vou matar minha saudade do Natal e do Joãozinho. Vamos ver. É um jogador simpático, alegre, acho que vai contagiar o grupo. O pessoal está chamando ele de carioca do Equador, acho que vai fazer a alegria do torcedor – disse o treinador, em entrevista ao site oficial do Cruzeiro.

Quanto a ser ponta-direita, Guerrón não foge à responsabilidade e diz que atua exatamente como os antigos “camisas 7”.

– Esses jogadores quase não existem mais. Mas eu tenho as características. Gosto de espaço, de ir e voltar e vejo que aqui os campos ajudam para isso. São grandes, como Maracanã, Mineirão – avaliou o atacante.

O equatoriano não nega que estrear pelo time mineiro no Maracanã seria algo especial. Ele diz que a vontade demonstrada na campanha do inédito título da Taça Libertadores da América pela LDU, em 2008, é a mesma que terá com a camisa celeste.

– Creio que é inspiração, mais que tudo. Uma equipe equatoriana nunca havia ganhado a Libertadores. É uma inspiração muito boa, nós todos estávamos com o pensamento muito claro de conseguir algo importante e sigo com essa vontade, esse ânimo, agora que estou no Cruzeiro, de conquistar coisas importantes – destacou.

agosto 18, 2009 Posted by | Cruzeiro | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Flu encara o Sport para tentar se reerguer

Photocâmera

Diante da torcida, Tricolor busca a reabilitação no Brasileiro

LANCEPRESS!

Há 11 jogos sem vencer e na lanterna do Campeonato Brasileiro, o Fluminense tenta diante do Sport, nesta quinta-feira, às 21h, no Maracanã, sua reabilitação na competição para espantar a crise que teima em não sair das Laranjeiras.

Para o importante confronto, o técnico Renato Gaúcho faz mistério na escalação. Com o zagueiro Edcarlos e o volante Diguinho suspensos, o comandante tricolor deve colocar Digão e Marquinho respectivamente, mantendo o 3-5-2. Porém, durante o treino desta quarta, ele ainda testou uma formação no 4-4-2, sem Digão e com Diogo formando a dupla de volantes com Wellington Monteiro.

– Tem que colocar na cabeça que temos que respeitar o adversário, mas jogando em casa temos que nos impôr – disse o goleiro Fernando Henrique.

O técnico interino do Sport, Levi Gomes, indicou que deve mudar o esquema do time para o confronto contra o Fluminense. Assim como o Tricolor das Laranjeiras, o Rubro-Negro amarga a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e espera usar o 3-6-1 para surpreender o Fluminense no Maracanã.

– Sabemos que a nossa necessidade de vitória é grande, mas sabemos o que estamos fazendo. Creio que não tem problema em entrar no 3-6-1, pois o nosso time vem criando chances nela. O que precisamos mesmo é concretizar as chances que estamos tendo em gols – afirmou Levi Gomes.

Sem pode contar com três dos seus titulares, já que Hamilton, Sandro Goiano e Dutra estão suspensos, Levi pode até promover a estreia do recém-chegado Renan. O interino chegou a treinar o Sport durante a semana no 4-4-2, mas tudo indica que o sistema tático será alterado, mesmo com o mistério que Levi faz em torno da escalação do Sport.

FLUMINENSE X SPORT

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 06/8/2009 – 21h (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Roberto Braatz(Fifa-PR) e Eremilson Xavier Macedo (DF)

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Digão (Diogo), Luiz Alberto e Dalton; Ruy, Wellington Monteiro, Marquinho, Conca e Dieguinho; Roni e Kieza. Técnico: Renato Gaúcho.

SPORT: Magrão, Igor, César Lucena e Durval; Elder Granja, Andrade, Moacir, Fabiano, Luciano Henrique e Bruno Teles; Ciro 11. Técnico: Levi Gomes.

agosto 6, 2009 Posted by | Fluminense, Sport | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Flamengo inverte a sorte de lado e derrota o Galo no Maracanã

Time de Andrade, com moral, emplaca 2ª vitória seguida e já é o sétimo

Jogadores do Fla comemoram um dos gols da partida (Crédito: Ricardo Cassiano)

Jogadores do Fla comemoram um dos gols da partida

O Flamengo não teve mesmo muitas dificuldades para bater o Atlético Mineiro, por 3 a 1, nesta quinta-feira, no Maracanã. Com autoridade, virou o jogo e se impôs, com gols de Léo Moura, Kleberson e Everton. Mas precisou de um elemento a mais a seu lado para conquistar sua segunda vitória direta sob o comando de Andrade, exaltado e em franca ascensão: a sorte.

Com o resultado, o time rubro-negro é o sétimo colocado, com 23 pontos. Já o Galo, em má fase, ainda se segura em segundo, com 28. Agora, enquanto o dono da casa recebe o Náutico, domingo, o ex-líder encara o Coritiba, no Mineirão.

1º TEMPO

Ah, nostalgia. Se não foi muito, os cinco minutos iniciais da partida tiveram o gostinho dos velhos duelos entre Flamengo e Atlético: ofensivos e cheio de alternativas. Mas não durou, e comprovou uma tese: o time de Celso Roth pode até ser razoável, mas tem lá sua sorte. Isso porque no primeiro lance, Léo Moura perdeu chance incrível, sozinho na área. Em seguida, Aírton bobeou, Serginho roubou a bola e, com rapidez, serviu Éder Luís, que não perdoou: 0 a 1.

Em desvantagem, o Flamengo perdeu, mesmo que por fugazes momentos, o apoio da torcida, irritada, crendo que daria tudo errado outra vez. Nem mesmo a estrela de Andrade, que brilhou na Vila e rendeu três pontinhos, vinha à memória. Para piorar, a dupla de ataque mineira mostrava seu habitual entrosamento, e perturbava os cariocas nos contragolpes.

Só que, com o decorrer do jogo, e principalmente com o gramado escorregadio, o Galo passou a errar passes e a se fechar na defesa, deixando o rival jogar. O problema é não ter zagueiros nem laterais confiáveis. Léo, pelo lado esquerdo, e Everton, no outro extremo, deitavam e rolavam.

Tanto é que a esmagadora maioria das chances criadas pelo Fla vinha de cruzamentos. Não à toa, os gols da virada saíram por ali, com o lateral, que reclamou das vaias que sistematicamente têm ouvido, após perfeito passe de Toró, e com Kleberson, celebrando a convocação, mas não sem antes agradece a boa assistência de Everton, do bico da área.

E, se não o fim da etapa, teria mais. Salvo em uma ou outra tentativa de trama entre Júnior e Tardelli, o Rubro-Negro também sobrava em terreno no meio-de-campo. Os coadjuvantes, até aí, faziam a diferença, e desbancavam os badalados.

2º TEMPO

Prova da flagrante ineficiência do Atlético foram as duas mudanças feitas por Celso Roth logo no intervalo. O experiente Júnior e Serginho saíram para dar lugar a Evandro e Marcos Rocha. Com isso, Marcio Araújo, antes improvisado como lateral, voltou à posição de apoiador. O efeito desejado, no entanto, não foi atingido.

Apática, a equipe de Belo Horizonte não mostrava reação. O panorama seguiu quase o mesmo. Em falha de Aranha – nem ele se salvava -, Emerson deu até bicicleta, meio torta. O treinador alvinegro, impaciente, ainda perdeu Márcio Araújo, lesionado, e pôs Pedro Paulo. De fato, a sorte mudara de lado.

Sem dificuldades, então, o Flamengo tocava a bola. Logo, logo, de forma natural, saiu o terceiro. Everton enfim foi premiado, depois de passe de Adriano na área. A maré do Galo, longe da liderança do Brasileirão e do futebol intenso que o levou até lá, se tornou um pesadelo ao Éder Luís sinalizar que não poderia mais continuar. Mas, ao olhar para o banco, Roth viu que substituíra três vezes…

O jeito foi o atacante se isolar na frente, no sacrifício. A essa altura, aos fortes gritos de “Fica, Andrade”, a massa rubro-negra já vibrava pela vitória. O jogo estava morno e, por mais que os mineiros, valentes, tentassem algo, nada dava mais certo. Ô, sorte!

Mesmo machucado, Éder viu Bruno fazer grande defesa em chute seu, ao lado da meia-lua. Já próximo dos 40, Diego Tardelli fez tudo certinho, costurou a defesa, mas ficou sem ângulo e só acertou a trave. Andrade fazia testes. Entraram Zé Roberto e Everton Silva – este por precaução.

E foi isso. Depois de sofrer na mão do adversário, odiado historicamente, em algumas oportunidades recentes, o Flamengo cantava de galo com autoridade no Maracanã. No mesmo estádio, em um belo domingo, a epopéia de Andrade poderá ser completada e – quem sabe? – a efetivação vai sair.


FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 3 X 1 ATLÉTICO MINEIRO

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 30/07/2009 – 21h (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Gaciba (Fifa-RS)
Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Paulo Ricardo da Silva Conceição (RS)
Renda/público: 462.587,00 / 26.934 pagantes (29.490 presentes)
Cartões amarelos: Ronaldo Angelim e Aírton (FLA); Marcos Rocha (ATL)
Cartões vermelhos: –
GOLS: Éder Luís, 3’/1ºT (0-1), Léo Moura, 36’/1ºT (1-1); Kleberson, 38’/1ºT (2-1); Everton, 14’/2ºT (3-1)

FLAMENGO: Bruno, Welinton, Aírton e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura, Toró (Camacho, 24’/2ºT), Willians, Kleberson e Everton (Everton Silva, 38’/2ºT); Emerson (Zé Roberto, 31’/2ºT) e Adriano. Técnico: Andrade.

ATLÉTICO MINEIRO: Aranha; Márcio Araújo (Pedro Paulo, 10’/2ºT), Werley, Welton Felipe e Thiago Feltri; Jonílson, Renan, Serginho (Marcos Rocha, intervalo) e Júnior (Evandro, intervalo); Éder Luís e Diego Tardelli. Técnico: Celso Roth.

julho 31, 2009 Posted by | Atlético-MG, Flamengo | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Avaí goleia Vitória no Ressacada

Com resultado time catarinense sobe ainda mais na tabela

O Vitória não suportou a boa fase do Avaí e foi goleado por 4 a 0 na Ressacada

O Vitória não suportou a boa fase do Avaí e foi goleado por 4 a 0 na Ressacada

LANCEPRESS!

Pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro 2009, o Avaí goleou o Vitória por 4 a 0, nesta quinta-feira, no Ressacada, chegou a 22 pontos, subiu para a oitava posição na tabela e conseguiu sua quinta vitória consecutiva. Já o Rubro-Negro baiano se manteve na quinta posição com 24 pontos. Os gols do time de Santa Catarina foram marcados por Marquinhos, Luís Ricardo, Muriqui e Caio, respectivamente.

PRIMEIRO TEMPO
O Avaí começou a partida indo para cima do Vitória e se aproveitava das arrancadas do veloz Muriqui para chegar com perigo ao gol do Vitória. A pressão do time de Santa Catarina deu resultado, pois aos logo aos oito minutos, o centroavante William foi derrubado na área. Pênalti que o meia Marquinhos precisou cobrar duas vezes para colocar o Avaí na frente no placar.

O gol desnorteou ainda mais o time baiano que tinha dificuldades para criar qualquer jogada de ataque. E foi em uma bola perdida pelo meio-de-campo do Rubro-Negro que o Avaí conseguiu ampliar a vantagem. Jogando mais uma vez na ala, Luís Ricardo avançou com velocidade e bateu cruzado para marcar o segundo. O Vitória, desorganizado em campo, tentava na base da vontade diminuir. E quase conseguiu com Leandro Domingues. O meia bateu falta que tirou tinta da trave de Eduardo Martini.

O Avaí se defendia bem e saia melhor ainda para os contra-ataques. Em um deles, William quase amplia. A situação do time baiano se complicou de vez, quando o zagueiro Uelliton foi expulso. Antes do apito do árbitro ainda deu tempo para Marquinhos perder um gol feito após ótima jogada e passe de Muriqui.

SEGUNDO TEMPO
Para tentar mudar o panorama da partida e melhorar o ânimo do Vitória, o técnico Paulo César Carpegiani realizou duas alterações na equipe: entraram Carlos Alberto e Jackson para as saídas de Apodi e Adriano. Mas foi o Avaí que quase fez o terceiro.

William foi lançado por Muriqui e perdeu outro gol feito. Carpegiani ainda colocou o experiente Ramon no time. E o meia deu belo passe para o atacante Roger mandar por cobertura, a bola que pegou no travessão do goleiro do Avaí.

Mas em outra boa jogada de Muriqui, o Avaí conseguiu mais um pênalti. No lance, o zagueiro Victor Ramos foi expulso e Muriqui e fez o terceiro.
Antes do apito final, aos 43 minutos, ainda deu tempo do meia Caio marcar o quarto após linda jogada individual e decretar a vitória.

FICHA TÉCNICA:
AVAÍ 4 X 0 VITÓRIA

Local: Ressacada, Florianópolis (SC).
Data/Hora: 30/07/09 – 21h (de Brasília).
Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF).
Auxiliares: César Augusto de Oliveira Vaz (DF) e Renato Miguel Vieira (DF).
Renda/público: Não divulgados.
Cartões amarelos: Victor Ramos (VIT); Uelliton (VIT); Léo Gago (AVA); Leandro Domingues (VIT); Muriqui (AVA); Roger (VIT); Ferdinando (AVA).
Cartões vermelhos: Uelliton (VIT, 32’/1ºT); Léo Gago (AVA, 13’/2ºT); Victor Ramos (VIT, 23’/2ºT).
Gols: Marquinhos (1-0, 8’/1ºT); Luís Ricardo (2-0, 16’/1ºT); Muriqui (3-0, 24’/2ºT); Caio (4-0, 43’/2ºT).

AVAÍ: Eduardo Martini; Rafael, Augusto e Emerson; Luís Ricardo, Ferdinando, Léo Gago, Marquinhos (Odair, 32’/2ºT), Muriqui (Caio, 28’/2ºT) e Eltinho; William (Roberto, 17’/2º).
Técnico: Silas.

VITÓRIA: Viáfara; Anderson Martins, Uelliton, Victor Ramos; Apodi (Jackson, intervalo) Vanderson (Ramon, 17’/2ºT), Magal, Leandro Domingues,Leandro; Adriano (Carlos Alberto, intervalo) e Roger.
Técnico: Paulo César Carpegiani.

julho 31, 2009 Posted by | Avaí, Vitória | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Galo e Flu fazem duelo dos distintos

Enquanto Atlético (MG) tenta manter liderança, Tricolor quer espantar crise

LANCEPRESS!

O Mineirão será palco, nesta quinta-feira, às 21h, de um duelo de extremos na tabela do Campeonato Brasileiro. Enquanto o Atlético Mineiro curte a boa fase e tenta manter a liderança da competição, o Fluminense, com a estreia de Renato Gaúcho, luta para fugir da zona de rebaixamento e da crise que atormenta o clube.

Após a dura partida em Salvador, o técnico Celso Roth contará com o retorno do atacante de Diego Tardelli, que não enfrentou o Vitoria, domingo passado.

O goleador atleticano já balançou redes em sete oportunidades no Brasileirão e quer manter a boa fase na partida desta quarta-feira. Uma das maiores fontes de inspiração do jogador tem sido a Massa do Galo. Segundo ele, a afinidade com a torcida tem sido fator predominante no momento vivido.

– Nossa torcida é sensacional. Sou até suspeito para falar, já que para mim é muito bom. Tenho um ótimo relacionamento com os torcedores e estou apaixonado pela torcida do Atlético. Tenho uma identificação muito boa com o torcedores atleticanos – disse.

Roth terá também a volta de Júnior. O meia sentiu dores musculares na coxa direita antes do jogo contra o Vitória, mas treinou sem nenhuma limitação física.

No Fluminense, a chegada do técnico Renato Gaúcho é encarada como o primeiro ponto para a mudança de ares no clube. Em penúltimo lugar na tabela, o Tricolor vai para Belo Horizonte em busca dos três pontos que podem tirá-lo da zona do rebaixamento.

Para o confronto, Renato fez logo grandes alterações na equipe. No gol, Fernando Henrique volta no lugar de Ricardo Berna, na zaga, a opção é por três zagueiros. Já no ataque, Leandro Amaral será afastado até que recupere 100% de sua forma. Tartá, que não vinha sendo aproveitado por Parreira, preenche a vaga, porém, como apoiador.

– Todos os jogos são difíceis a partir de agora. Temos que enfrentar todo mundo sempre buscando a vitória. A obrigação de vencer é do Atlético, que é o líder do campeonato. Vai ser um jogo super difícil.

ATLÉTICO MINEIRO X FLUMINENSE

Estádio: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data/hora: 23/7/2009 – 21h (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Auxiliares: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP)

ATLÉTICO MINEIRO: Aranha, Marcos Rocha, Werlton Felipe, Alex Bruno e Thiago Feltri; Renan, Jonílson, Márcio Araújo e Júnior; Diego Tardelli e Éder Luís. Técnico: Celso Roth.

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Edcarlos, Cássio e Luiz Alberto; Ruy, Wellington Monteiro, Diguinho, Tartá, Conca e João Paulo; Fred. Técnico: Renato Gaúcho.

julho 23, 2009 Posted by | Atlético-MG, Fluminense | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Seleção passa sufoco, mas derrota a África do Sul de Joel Santana e vai à final

Joel até complica, mas Seleção se garante na final

No fim, Daniel Alves marca gol da vitória sobre África do Sul

Kaká disputa bola durante a semifinal (Crédito: EFE)

LANCEPRESS!

Joel Santana cumpriu a promessa de dificultar a vida da Seleção: somente aos 42 minutos do segundo tempo, o Brasil marcou o gol da vitória por 1 a 0 sobre a África do Sul, nesta quinta-feira, em Johanesburgo, pela semifinal da Copa das Confederações. Daniel Alves foi o heroi da partida.

A decisão contra os Estados Unidos acontece no domingo, às 15h30 (de Brasília), em Johanesburgo. Mais cedo, África do Sul e Espanha se enfrentam em Rustenburg pelo terceiro lugar da competição.

A prometida ofensividade de Joel não se concretizou – para a sorte dos sul-africanos. O técnico armou sua equipe na defesa, mas pensou também no ataque. Posicionou bem os apoiadores Pienaar e Tshabalala para os contragolpes.

Os brasileiros reagiram como de costume diante de retrancas: foram quase inofensivos. Os laterais André Santos e Maicon não tiveram espaços para subir. Ramires esteve perdido na ponta direita – posição muito bem ocupada por Kaká contra a Itália, dias antes.

A Seleção dependia de momentos de genialidade para chegar com perigo. Aos 15 minutos, Luis Fabiano ajeitou de letra para Ramires, que não pegou bem na bola. Enquanto isso, os sul-africanos assustavam nos chutes de longe.

A sorte também estava ao lado dos anfitriões. Aos 12 do segundo tempo, Modise arriscou de fora da área, a bola desviou em Luisão e se encaminhou para o canto esquerdo de Julio Cesar. O goleiro, no entanto, salvou com incrível defesa.

Apático, Dunga viu seu time tocar, tocar e tocar a bola. Sem qualquer mudança tática, a Seleção parecia entregue à retranca de Joel. Brilhou, então, a estrela do técnico, que tirou André Santos para improvisar Daniel Alves na esquerda.

O lateral do Barcelona não fez muito na nova posição. Mas, quando teve a chance, decidiu o jogo. Aos 42, Daniel cobrou falta com precisão, no ângulo esquerdo de Khune e garantiu a vitória brasileira.


FICHA TÉCNICA:

ÁFRICA DO SUL 0 X 1 BRASIL

Estádio: Ellis Park, Johanesburgo (AFS)
Data/hora: 25/6/2009 – 15h30 (de Brasília)
Árbitro: Massimo Busacca (SUI)
Auxiliares: Matthias Arnet (SUI) e Francesco Buragina (SUI)

Cartões amarelos: Masilela (AFS); Felipe Melo, André Santos, Daniel Alves (BRA)
Cartões vermelhos: Não houve
GOLS: Daniel Alves, 41’/2ºT

ÁFRICA DO SUL: Khune, Gaxa, Mokoena, Booth e Masilela; Dikgacoi, Mhlongo, Pienaar (Van Heerden, 47’/2ºT) e Tshabalala (Mashego, 46’/2ºT); Modise (Mphela, 46’/2ºT) e Parker. Técnico: Joel Santana.

BRASIL: Julio César, Maicon, Lúcio, Luisão e André Santos (Daniel Alves, 36’/2ºT); Felipe Melo, Gilberto Silva, Ramires e Kaká; Robinho e Luis Fabiano (Kleberson, 46’/2ºT). Técnico: Dunga.

junho 25, 2009 Posted by | ABC de Natal, America-RN, Atlético-MG, Atlético-PR, Avaí, Bahia, Botafogo, Ceará, Corinthians, Coritiba, CRB, Criciuma, Cruzeiro, Figueirense, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Futebol Europeu, Futebol Sulamericano, Goiás, Grêmio, Grêmio Prudente, Internacional, Juventude, Náutico, Palmeiras, Paraná, Ponte Preta, Portuguesa, Santos, São Caetano, São Paulo, Seleção brasileira., Sport, Vasco da Gama, Vila Nova, Vitória | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Mancini desconhece interesse por estrangeiros

Especulações por Ibarra e Morientes são surpresas para treinador

LANCEPRESS!

O técnico Vagner Mancini afirmou, nesta quinta-feira, desconhecer o interesse do clube no lateral-direito argentino Ibarra, do Boca Juniors, e no atacante espanhol Fernando Morientes, do Valencia.

– Desconheço a informação. Nenhum dos dois nomes chegou ao Mancini. Então existe muita especulação no mercado, interesse de muitas pessoas nisso daí, mas, de verdade, não existe nada – garantiu o treinador.

A transferência do experiente atacante por seis meses para o Peixe foi divulgada nesta quinta-feira pelo jornal espanhol Marca. Já a especulação sobre a vinda de Ibarra é mais curiosa, já que o próprio atleta revelou à imprensa argentina ter recebido, pelo segundo ano consecutivo, proposta do time da Baixada.

Recentemente, o diretor de futebol do Santos, Adilson Durante, confirmou que o clube avalia nomes de jogadores que estão no exterior e na série B. O Santos, no entanto, pretende contratar jogadores mais jovens, com potencial para dar lucros ao clube em um futuro próximo. É o caso do atacante Bill, do Bragantino.

– O Bill já foi analisado. Muita gente o ofereceu aqui, essa que é a verdade. Mas ele está sendo estudado junto com outros nomes. A partir do momento que a equipe entrou em cinco jogos e acabou sendo muito efetiva na frente, alguns nomes que eram fortes deram uma amenizada e, hoje o Santos vai com mais cuidado até achar a peça ideal – afirmou Mancini.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 13, 2009 Posted by | Santos | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Peixe enfrenta o Ramalhão e tenta se manter embalado no Brasileiro

Alvinegro está invicto e tem o melhor ataque da competição. Já time do ABC vem de bom resultado em Minas

Molina continua como titular e deixa Neymar no banco de reservas do Santos

Invicto e dono do melhor ataque do Brasileirão, com 11 gols em quatro jogos, o Santos tenta manter o embalo contra o Santo André, nesta quinta-feira, às 21h (horário de Brasília), no estádio Bruno José Daniel, em Santo André. Mesmo jogando fora de casa, o Peixe confia em seu retrospecto como visitante até o momento: empatou com o Grêmio, no estádio Olímpico (1 a 1), e goleou o Fluminense, no Maracanã (4 a 1).

O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real, com vídeos exclusivos. O Premiere, em sistema pay-per-view, transmite a partida ao vivo para todo o Brasil.

Já o Ramalhão tem um início de ano apenas regular. Em quatro jogos, venceu um, empatou dois e perdeu um. No entanto, o último resultado da equipe do ABC pode ser considerado bom. Mesmo atuando com um jogador a menos desde os sete minutos do segundo tempo (Marcelinho Carioca foi expulso), o time paulista empatou em 0 a 0 com o Atlético-MG, no Mineirão. O Santos está em terceiro lugar no Brasileirão, com oito pontos. Já o Santo André ocupa a décima posição, com cinco.

Mais uma vez com problemas

O técnico do Santo André, Sérgio Guedes, tem problemas para escalar a sua equipe. Marcelinho Carioca, expulso contra o Atlético-MG, cumpre suspensão automática. O meia Pablo Escobar, convocado para a seleção boliviana, também não enfrenta o Santos. Com isso, Guedes poderá optar por uma formação com três zagueiros.

Nesse caso, o volante Ricardo Goulart iria para o banco e Dininho entraria na zaga, formando trio com Marcel e Vinícius. Por causa dessas dúvidas, Guedes só confirmará o time momentos antes da partida.

Para dar liga

Pela primeira vez neste Brasileirão, o técnico Vagner Mancini terá a chance de repetir a escalação em dois jogos consecutivos. Sem problemas de lesão e sem suspensões, o treinador mandará a campo os mesmos jogadores que iniciaram o confronto contra o Corinthians, domingo passado, na Vila Belmiro, vencido pelo Peixe por 3 a 1. Neymar segue no banco. Molina é o titular. Apesar do embalo, Mancini sugere cautela com o Ramalhão.

– É um time que manteve a base da Série B, portanto bem entrosado, com um sistema de marcação forte. Não vai ser fácil, mas acredito que temos totais condições de conseguir um bom resultado lá – afirma o treinador alvinegro.

FICHA TÉCNICA:
SANTO ANDRÉ X SANTOS

Estádio: Bruno José Daniel, em Santo André (SP)
Data/hora: 3/6/2009 – 21h
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Auxiliares: João Bougalber Nobre Chaves e Marcelo Van Gasse

SANTO ANDRÉ: Neneca; Cicinho, Cesinha (Vinicius), Dininho (Ricardo Goulart), Marcel e Gustavo Nery; Fernando, Ricardo Conceição, Bruno César (Junior Dutra), Antonio Flávio e Nunes. Técnico: Sérgio Guedes

SANTOS: Fábio Costa; Luizinho, Fabão, Fabiano Eller e Léo; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Madson, Paulo Henrique e Molina; Kléber Pereira. Técnico: Vagner Mancini

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 4, 2009 Posted by | Santos | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Grêmio recebe o Náutico no Olímpico

Com apenas quatro pontos, Tricolor tenta se recuperar em casa

LANCEPRESS!

Com apenas quatro pontos em doze disputados, o Grêmio encara o jogo contra o Náutico, nesta quinta-feira, no Olímpico, como a melhor oportunidade para deflagrar sua recuperação no Brasileiro.

O Tricolor vem de derrota de 1 a 0 para o Vitória, no Barradão. Antes disso, vencera o Botafogo em casa, por 2 a 0 – na estréia de Paulo Autuori. Entre essas duas partidas, um empate pela Libertadores – 1 a 1 com o Caracas, na Venezuela. As duas últimas atuações foram preocupantes.

A partir delas, os gremistas pediram que Autuori apressasse as mudanças, tanto de esquema tático quanto de jogadores. Mas o comandante pediu paciência.

— Não posso fazer isso numa reta final de Libertadores. Preciso dar segurança aos jogadores, principalmente aos do sistema defensivo, que vem se saindo tão bem – explicou. A única novidade será Marcelo Grohe no gol, no lugar do convocado Victor.

Assim, os zagueiros continuarão a ser três – Leo, Rafael Marques e Réver; Ruy e Fábio Santos, a atuar como alas e não laterais; o meio, com um volante e dois armadores; e dois atacantes.

Tcheco, ausente domingo devido a desgaste físico, estará de volta ao meio-campo. Com isso, Túlio volta para o banco de reservas.

— O Tcheco é o jogador mais importante do Grêmio. Sem ele, o time custa a andar – disse Souza.

Alex Mineiro iniciou a partida contra o Vitória. Estava mal e foi substituído no intervalo por Jonas, o antigo titular. Mas este foi expulso. Então, Alex Mineiro recebe nova chance ao lado de Maxi López. Fora de casa, seu problema foi falta de movimentação – ele atua centralizado, muito perto do argentino. Mas, dentro do Olímpico, com o time dando sufoco desde o início, isso até pode ser uma vantagem, acredita Tcheco.

Com as linhas de trás se aproximando da dupla de atacantes, termina também o isolamento de Maxi López, do qual, aliás, o argentino reclamou, provocando um atrito com Souza. Autuori chamou os dois e deu mais razão a Souza do que ao argentino – a quem ele pediu que segure mais a bola na frente, esperando a aproximação.

Se o Náutico se fechar demais, o chefe não quer só bola alta sobre a área.

— Quero mais circulação de bola, e paciência na procura de brecha – recomendou.

No Náutico, o técnico Waldemar Lemos deverá manter a estrutura do time que empatou com o Fluminense, mas não terá o zagueiro Asprilla e o volante Derley, que estão suspensos. Para os seus lugares, Negretti deverá entrar na defesa, junto com Vágner e Gladstone, enquanto Júnior Carioca entrará na cabeça-de-área.

Sobre a possibilidade da escalação do atacante Anderson Lessa no time titular, Waldemar Lemos foi taxativo em afirmar que não mudará a dupla Kuki e Gilmar. Anderson Lessa vem se tornando importante ao time, foi autor de dois gols na vitória sobre o Atlético-PR por 3 a 2 e ainda sofreu um pênalti contra o Fluminense.

– Não posso ficar mudando sempre a escalação do time, a não ser, quando for de extrema necessidade. O ataque anda bem e no caso de Lessa, ele é a arma secreta para o segundo tempo – afirmou Waldemar Lemos.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO X NÁUTICO

Estádio: Olímpico, Porto Alegre (RS)

Data/hora: 04.06.09 – 21h (de Brasília)

Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (RJ)

Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Cláudio Jose de Oliveira Soares (RJ)


GRÊMIO:Marcelo Grohe; Leo, Rafael Marques e Réver; Ruy, Adilson, Tcheco, Souza e Fábio Santos; Alex Mineiro e Maxi López.
Técnico: Paulo Autuori.

NÁUTICO: Eduardo, Gladstone, Vágner e Negretti; Sidny, Johnny, Júnior Carioca, Carlinhos Bala e Anderson Santana; Gilmar e Kuki.
Técnico: Waldemar Lemos.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 4, 2009 Posted by | Grêmio, Náutico | , , , , , , , | Deixe um comentário

Grêmio segue na briga para manter Souza no Olímpico

Diretoria mandará representante a Paris nesta quarta-feira

Souza errou no único gol do Vitória neste domingo, no Barradão (Crédito: Romildo de Jesus)

Souza errou no único gol do Vitória neste domingo, no Barradão

LANCEPRESS!

Antes de enfrentar o Náutico, nesta quinta-feira, pela quinta rodada do Brasileirão, o Grêmio tem outra missão. Na quarta-feira, o diretor de futebol Luiz Onofre Meira irá a Paris para tentar manter o meia Souza no Olímpico.

– Vou a Paris na quarta-feira exatamente para antecipar o término do contrato e conseguir a prorrogação do empréstimo, ou até mesmo a vinda em definitivo. Sabemos que a concorrência é acentuada – disse Meira à Rádio Gaúcha.

Como o empréstimo de Souza termina no dia 12 de julho, três dias antes da final da Copa Libertadores, o Grêmio tentará a prorrogação do contrato ou até mesmo a aquisição em definitivo dos direitos federativos do jogador com o PSG.

Caso mantenha Souza, Meira garante que o Grêmio ainda precisará de um companheiro para o jogador no setor.

– O Grêmio necessita daquele meia que balance o jogo, que retenha a bola. A gente procura, mas o mercado infelizmente não oferece – comentou à Rádio Gaúcha.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 1, 2009 Posted by | Grêmio | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Palmeiras x Nacional: apostas em dois atacantes que vivem momentos distintos

Keirrison está em baixa, mas segue como artilheiro do Verdão. Biscayzacú foi o herói no último clássico contra o Peñarol no Uruguai

Ampliar Foto Editoria de Arte/GLOBOESPORTE.COM Editoria de Arte/GLOBOESPORTE.COM

Keirrison e Biscayzacú: artilheiros em campo

O duelo entre Palmeiras e Nacional, nesta quinta-feira, às 22h, pelas quartas de final da Taça Libertadores, marcará o encontro de duas equipes que vêm de clássicos locais, com atacantes que vivem fases distintas. Enquanto o badalado Keirrison tem atuações irregulares, mas ainda mantém o posto de artilheiro da equipe na temporada, Gustavo Biscayzacú foi proclamado pela imprensa uruguaia o ‘herói’, depois de marcar três gols na partida contra o Peñarol, que terminou 3 a 2. E são neles que as equipes apostam para avançar às semifinais do torneio. O Sportv e a Rádio Globo AM transmitem a partida a partir das 22h. O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real.

Biscayzacú preocupa o Verdão
O matador do time uruguaio de sobrenome complicado marcou seis gols nas últimas três partidas pelo Nacional. Aos 30 anos, Biscayzacú chega ao Brasil em alta depois dos gols no clássico do futebol de seu país. Ex-atleta do Nacaxa, do México, ele tem sete gols em sete partidas e foi inscrito na equipe somente nesta fase da Libertadores. Biscayzacú é o principal alvo da defesa alviverde e foi o atleta que mais ocupou espaço entre as imagens distribuídas ao elenco, no DVD que mostra lances do Nacional.

Embora não viva um de seus melhores momentos, Keirrison ainda é o artilheiro palmeirense na Libertadores, com seis gols. O atacante usa como justificativa para a oscilação de seu desempenho em campo o fato de ter mudado um pouco seu posicionamento – agora tem de voltar mais para buscar jogo. Diferentemente de seu oponente, passou em branco no clássico do último domingo, contra o São Paulo – a partida terminou 0 a 0. Além disso, ele terá como sombra Obina, novo atacante do clube, e que não marca há 17 jogos.

– Não contratei o Obina para mexer com o Keirrison. Se o Keirrison tiver de jogar, vai jogar. Senão, não. Nós confiamos neles e acreditamos que o Palmeiras pode fazer um bom jogo – disse Vanderlei Luxemburgo.

Fabinho Capixaba na direita e nada de sofrer gols

O Palmeiras que enfrenta o Nacional terá o contestado lateral-direito Fabinho Capixaba como titular da posição. O atleta entra na vaga de Wendel, suspenso por ter sido expulso contra o Sport, e ganhou o apoio do técnico, que pediu para os torcedores terem paciência.

Na zaga, permanecem com Maurício Ramos, Danilo e Marcão, sendo que o último pode alternar na lateral esquerda com o colombiano Armero. Pierre e Souza devem ser os responsáveis pela contenção, para que a equipe tenha uma marcação mais forte no meio-campo.

O objetivo do Palmeiras é não sofrer gols em casa, uma vez que um tento sofrido pode fazer com que a equipe tenha de marcar dois na partida de volta, marcada para o próximo dia 17, no Uruguai.

– Temos de ter atenção. Não dá para se atirar ao ataque de qualquer jeito. Temos de ter cuidado porque não podemos sofrer gols. É ter paciência. O resto é jogar para frente e se empenhar ao máximo – disse o meia Diego Souza, que deve jogar mais à frente, perto de Keirrison.

Nacional empolgado

No time uruguaio, o otimismo é total. A vitória sobre o rival Peñarol por 3 a 2, no último fim de semana, pelo Campeonato Uruguaio, serviu para mostrar que o Palmeiras terá muitas dificuldades. O técnico Gerardo Pelusso afirma que seu time vai sair para o jogo e enfrentar o rival de igual para igual.

– Não podemos deixar o Palmeiras jogar porque eles têm jogadores que podem desequilibrar. Mas também vamos sair para o jogo porque temos qualidade para isso. Será um duelo muito parelho e no qual os detalhes vão fazer a diferença.

O treinador confirmou seu time no esquema 4-4-2. No meio-campo, serão três volantes marcadores, o que deixará o meia Lodero livre para criar. No ataque, a sensação Biscayzacú e Medina estão confirmados.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS NACIONAL
Marcos; Maurício Ramos, Danilo e Marcão; Fabinho Capixaba, Pierre, Souza, Cleiton Xavier e Armero; Diego Souza e Keirrison. Muñoz; Caballero, Coates, Victorino e Rodriguez; Fernandez, Morales, Arismendi e Lodero; Biscayzacú e Medina.
Técnico: V. Luxemburgo Técnico: Geraldo Pelusso.
Estádio: Palestra Itália. Data: 28/05/2009. Horário: 22h. Árbitro: Carlos Torres (PAR). Auxiliares: Rodney Aquino e Milcíades Saldívar.
Transmissão: O Sportv exibe a partida ao vivo. O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir das 22h (de Brasília).

maio 28, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Com Thiago Neves, Flu recebe o Goiás

Tricolor contará com apoiador para tentar classificação na Copa do Brasil

LANCEPRESS!

Com a punição de apenas um jogo (já cumprido) imposta pelo TJD, Thiago Neves, um dos principais jogadores do Fluminense, estará em campo para ajudar o Tricolor na dura missão contra o Goiás, nesta quinta-feira, às 21h30, no Maracanã, pela segunda partida das oitavas-de-final da Copa do Brasil. No primeiro confronto, as equipes empataram em 2 a 2 no Serra Dourada (GO).

Com a confirmação dos tribunais, o técnico Carlos Alberto Parreira quebra a cabeça para montar a equipe. Certo apenas é que Maicon não atuará, pois foi expulso no jogo em Goiânia. Com isso, a tendência é que Thiago Neves, que completará sua centésima partida com a camisa tricolor, jogue no ataque ao lado de Fred. No meio de campo deve entrar Tartá.

Há também a possibilidade de Parreira deixar o camisa 10 no meio e colocar Alan ao lado de Fred. Everton Santos, que teve febre nesta quarta-feira, ficará no banco de reservas.

– Já conversei com o Thiago Neves e ele se disse disposto a jogar no ataque. Ele chega bem perto do Fred e já fez essa função na Libertadores, sendo o artilheiro do time ao lado do Washington – disse o treinador.

O Goiás entrará em campo desfalcado de um de seus principais jogadores. O lateral-direitor Vitor sentiu um problema no músculo adutor da coxa esquerda e ficará de fora da equipe por pelo menos três semanas. Além disso, o técnico Hélio dos Anjos não poderá contar com o zagueiro Rafael Tolói, expulso na primeira partida. Com isso, o volante Fábio Bahia e o zagueiro Gomes entram, respectivamente, em seu lugares.

FLUMINENSE X GOIÁS

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 07/05/2009 – 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Auxiliares: Márcio Eustáquio Santiago (Fifa-MG) e Guilherme Dias Camilo (MG)

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Mariano, Luiz Alberto, Edcarlos e João Paulo; Wellington Monteiro, Maurício, Marquinho e Tartá; Thiago Neves (Alan) e Fred. Técnico: Parreira.

GOIÁS: Harlei, Leandro Euzébio, Gomes e Ernando; Fábio Bahia, Everton, Ramalho, Júlio César e Zé Carlos; Iarley e Felipe. Técnico: Hélio dos Anjos

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 6, 2009 Posted by | Fluminense, Goiás | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Flu e Goiás se enfrentam em jogo ‘apimentado’

Declarações polêmicas esquentam duelo pelas oitavas da Copa do Brasil

Goiás e Flu se enfrentam em Goiânia pelo primeiro jogo das oitavas da Copa do Brasil

Goiás e Flu se enfrentam em Goiânia pelo primeiro jogo das oitavas da Copa do Brasil

LANCEPRESS!

Por conta de uma corajosa declaração de um conselheiro do Goiás, dizendo que o técnico Parreira é frio, preguiçoso e não estuda os adversários, o duelo entre o Esmeraldino e o Fluminense, pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil, nesta quinta-feira, às 21h30, ganhou uma pitada de sal a mais na partida que já prometia fortes emoções.

No Tricolor, Parreira, que preferiu não rebater as críticas, se rendeu às boas atuações do jovem atacante Maicon e o promoveu a vaga de titular no lugar de Everton Santos. Marquinho fará a função do lesionado Conca e dividirá a responsabilidade da criação das jogadas com Thiago Neves.

– Fluminense vai jogar para ganhar o jogo. Vamos com um time equilibrado e quem tem a obrigação de ganhar é o time da casa. Não vai ser diferente com o Goiás. Mas não podemos ficar acuados só defendendo – disse Parreira.

O Goiás deve encarar o Fluminense com apenas uma mudança. O técnico Hélio dos Anjos pode deslocar o lateral-esquerdo Julio César para o meio-de-campo, no lugar de Eduardo Ramos, promovendo a entrada de Zé Carlos na ala esquerda – o que torna este lado do time mais forte. É o que diz o próprio Júlio César em relação à possível mexida da equipe.

– O time ganha mais ofensividade pelo lado esquerdo. Quando eu jogo pela lateral, sou o único canhoto por ali. Com o Zé Carlos entrando podemos fazer tabelas e atacarmos com mais frequência por aquela faixa de campo. Ganhamos mais qualidade pela esquerda justamente por termos dois canhotos tabelando por aquele lado – comentou Júlio César, que em cinco jogos como profissional, jamais derrotou o adversário desta noite.

GOIÁS X FLUMINENSE

Estádio: Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data/hora: 30/4/2009 – 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Arnoldo Vasconcelos Figarela (RO)
Auxiliares: Márcia Bezerra Lopes (Fifa-RO) e Wilson Gonçalves de Aquino (RO)

GOIÁS: Harlei,Rafael Tolói, Ernando e Leandro Euzébio; Vítor, Everton, Ramalho, Julio César e Zé Carlos;Iarley e Felipe. Técnico: Hélio dos Anjos.

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Mariano, Luiz Alberto, Edcarlos e João Paulo; Wellington Monteiro, Maurício, Marquinho e Thiago Neves; Maicon e Fred. Técnico: Parreira.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 30, 2009 Posted by | Fluminense, Goiás | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fred diz que considera empate fora de casa um bom resultado

Experiente na Copa do Brasil, atacante acredita que a partida desta quinta-feira contra o Goiás será muito difícil

Ampliar Foto Agência/Photocâmera Agência/Photocâmera

Fred treina no campo das Laranjeiras

O time do Fluminense está cauteloso diante do adversário mais difícil da Copa do Brasil até o momento. Fred afirmou que considera um empate um bom resultado no jogo de ida contra o Goiás, pelas oitavas-de-final, nesta quinta-feira, no Serra Dourada.

– Eu acho que o empate é um bom resultado, mas vale buscar uma vitória. Se tivesse que escolher um placar de empate seria o 0 a 0.

Por um lapso, o goleador tricolor se esqueceu que gol fora de casa é critério de desempate na competição. Embora queira vencer e marcar um gol no campo adversário, Fred acredita que “não tomar, já é um grande passo”. Artilheiro da Copa do Brasil de 2005 pelo Cruzeiro, ele disse que espera partidas cada vez mais difíceis.

– Vai ser difícil e vamos etapa por etapa. Temos que jogar com inteligência, mas sempre colocando nosso futebol para a frente, que lá o campo é bom, é grande. E a gente tem condição de fazer uma boa apresentação.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 29, 2009 Posted by | Fluminense | , , , , , , | Deixe um comentário

Emerson marca quatro vezes, e titulares aplicam goleada em coletivo

Sheik é o grande destaque do treinamento na Gávea. Com Aírton quase vetado, Welinton e Everton Silva são testados na defesa

Ampliar Foto Eduardo Peixoto/GLOBOESPORTE.COM Eduardo Peixoto/GLOBOESPORTE.COM

Emerson foi muito bem no coletivo

Seca de gols? Se o ataque não teve uma boa atuação na final da Taça Rio diante do Botafogo, no último fim de semana, o adversário precisa abrir o olho para a primeira partida da decisão do Estadual, domingo, às 16h, no Maracanã. No primeiro coletivo antes da final, nesta quinta-feira, os titulares rubro-negros fizeram 6 a 1 sobre os reservas. Há dois jogos sem balançar as redes, Emerson foi o destaque da atividade com quatro gols.

O Sheik da Gávea recebeu muitos aplausos dos cerca de 200 torcedores que estiveram no clube para acompanhar o treino. Zé Roberto, duas vezes, completou o placar. Erick Flores descontou para os reservas.

Durante o coletivo, Cuca treinou exaustivamente jogadas de bolas paradas e simulou lances do Botafogo. Em determinado momento, o treinador citou até o lateral Alessandro em orientação ao chileno Fierro. Apesar da goleada, o treinador elogiou o equilíbrio da atividade e confessou que é um juiz caseiro.

– Às vezes eu roubo contra o pessoal de baixo, não dou pênalti (risos). Por isso ganhou por 6 a 1. Mas o treino foi igual, parelho, disputado. O time desenvolveu bem os dois lados. Foi um dia muito proveitoso – analisou.

Aírton quase fora; Everton Silva e Welinton disputam a vaga

A única ausência no coletivo foi Aírton. Ainda em fase de recuperação da torção no tornozelo direito, que aconteceu no treino de quarta-feira, o volante fez apenas fisioterapia e dificilmente terá condição de jogar. Everton Silva e Welinton, em momentos distintos, treinaram na vaga do jogador.

Na primeira parte da atividade, o lateral-direito repetiu a função que exerceu no início da Taça Rio, atuando como terceiro zagueiro e liberando Léo Moura para o meio. Depois, Welinton entrou em seu lugar. Josiel e Erick Flores também foram testados, nos lugares de Zé Roberto e Emerson, cansados.

O Flamengo treinou com Bruno, Everton Silva (Welinton), Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Léo Moura, Willians, Kleberson, Ibson e Juan; Zé Roberto (Erick Flores) e Emerson (Josiel).


Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 24, 2009 Posted by | Botafogo, Flamengo | , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Palmeiras já observa o mercado em busca de reforços: Kieza, do Americano, é alvo

Nome do atacante surgiu com força nesta quinta. Diretoria diz observar o atleta, mas fala que ainda não existe negociação para contar com o atleta

Ampliar Foto Carlos Mota/Globo Esporte Carlos Mota/Globo Esporte

Kieza está sendo observado pelo Alviverde

Enquanto o time vai se preparando para o decisivo duelo da próxima quarta-feira, contra o Colo Colo, pela Taça Libertadores da América , a diretoria do Palmeiras começa a correr atrás de reforços. A expectativa é de que o time consiga vencer a equipe chilena e consiga a vaga na próxima vaga da competição. Além disso, como o Campeonato Brasileiro começará no dia 10 de maio, já chegou a hora de observar o mercado.

Nesta quinta-feira, o nome do atacante Kieza, do Americano-RJ, surgiu como possível reforço do Verdão. O gerente de futebol do clube paulista, Toninho Cecílio, negou que exista qualquer negociação em andamento.

– Estamos observando o atleta. As informações são boas mas, por enquanto, não existe negócio – afirmou o dirigente, que também analisou o caso do time estar carente de volantes por causa das lesões sofridas por Edmílson e Sandro Silva.

– Se a gente conseguir a vaga na segunda fase, vamos ver se conseguimos alguma coisa nesse respeito. O problema é que não existem muitas opções. Para trazer de fora, o mercado está fechado. Teria de buscar alguém no interior de São Paulo – lembrou Cecílio.

abril 24, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Emerson Leão relaciona 19 jogadores para enfrentar o Guaratinguetá

Treino de finalização encerra preparação para o jogo válido pela segunda fase da Copa do Brasil, nesta quinta-feira, às 19h30m, no Mineirão

Reprodução/Site Oficial do Atlético-MG Reprodução/Site Oficial do Atlético-MG

Leão relaciona 19 atletas para a partida desta quinta-feira, contra o Guaratinguetá

O técnico Emerson Leão relacionou 19 jogadores para o jogo contra o Guaratinguetá, nesta quinta-feira, às 19h30m, no Mineirão, válido pela segunda fase da Copa do Brasil. O goleiro Bruno e o atacante Alessandro, que não pode participar do Campeonato Mineiro, são as novidades da lista de atletas concentrados para a partida.

O grupo atleticano encerrou a preparação para o confronto realizando um treino de finalização na manhã desta quarta-feira, na Cidade do Galo, seguido por um trabalho tático.

Para enfrentar a equipe paulista, o Atlético-MG vai ter o retorno do lateral-esquerdo Júnior, do volante Márcio Araújo e do meia Lopes, que cumpriram suspensão no jogo contra o Rio Branco. Para Diego Tardelli, o retorno desses três atletas será bastante positivo para o time.

– São três jogadores que a bola passa por eles para chegar com mais rapidez ao ataque. O Márcio carrega muito bem a bola ali no meio-campo, o Lopes é um jogador inteligente e o Júnior também. A volta deles será muito importante para a equipe – disse Tardelli, em entrevista ao site oficial do clube.

Veja abaixo a lista dos relacionados:

Goleiros: Bruno, Édson
Laterais: Júnior, Marcos Rocha, Thiago Feltri
Zagueiros: Leandro Almeida, Marcos, Welton Felipe
Volantes: Carlos Alberto, Márcio Araújo, Rafael Miranda, Renan
Meias: Chiquinho, Lopes
Atacantes: Alessandro, Diego Tardelli, Éder Luis, Kleber, Mariano Trípodi

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 22, 2009 Posted by | Atlético-MG | , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Fred volta a disputar a Copa do Brasil: ‘Tenho só boas lembranças’

Atacante fez história em 2005, quando terminou como artilheiro com 14 gols em nove partidas

Leandro Menezes/GLOBOESPORTE.COM Leandro Menezes/GLOBOESPORTE.COM

Em 2005, Fred teve média de 1,6 gol por partida na Copa do Brasil

De novo atuando no futebol brasileiro para defender as cores do Fluminense, depois de ficar três temporadas no Lyon, da França, o atacante Fred voltará a disputar uma partida válida pela Copa do Brasil, nesta quinta-feira, contra o Águia Marabá, às 21h30m, no Mangueirão.

A competição ficará marcada para sempre na memória e na carreira de Fred. Em 2005, ele foi artilheiro da Copa do Brasil, com 14 gols em nove partidas, terminando com uma média de gols de 1,6 por jogo, se tornando o maior artilheiro de uma única edição. Ele fala sobre a satisfação de poder disputar este torneio.

– A Copa do Brasil é uma competição gostosa de jogar e o caminho mais curto para garantir uma vaga na Libertadores do ano que vem. Fico feliz de poder fazer parte da história dela. Tenho só boas lembranças. Fui feliz em 2005 e graças a Deus pude terminar como artilheiro, com 14 gols – afirmou Fred.

Revelado pelo América-MG, Fred diz que vencer o Águia Marabá não era um gosto especial só porque o adversário eliminou o time do coração na primeira fase.

– Fui revelado para o futebol pelo América-MG, ainda tenho familiares em Minas Gerais e amigos que estão no clube. Mas não terá um gosto especial vencer o Águia por causa disso. Teremos dificuldades com o adversário e espero que contra o Fluminense possa ser diferente a história – disse.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 16, 2009 Posted by | Fluminense | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fluminense junta os cacos e enfrenta o Águia Marabá em Belém

Tricolor ainda se recupera da eliminação no Campeonato Carioca, mas mira o bicampeonato da Copa do Brasil

Ampliar Foto Agência/Photocâmera Agência/Photocâmera

Conca sorri no treino do Flu em Belém

Depois de ser eliminado do Campeonato Carioca, com a derrota por 1 a 0 para o Flamengo, na semifinal da Taça Rio, o Fluminense juntou os cacos que restaram e traçou um novo objetivo para o primeiro semestre da temporada: a conquista do bicampeonato da Copa do Brasil. Para que o sonho continue vivo, o Tricolor precisa vencer o Águia Marabá, nesta quinta-feira, às 21h30m (horário de Brasília), no Mangueirão, em Belém do Pará, para deixar encaminhada a classificação para as oitavas-de-final. Uma vitória por dois ou mais gols de diferença classifica o time direto. O SporTV transmite ao vivo para todo Brasil, e o GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real.

Parreira faz mudanças no time titular

Carlos Alberto Parreira ainda não divulgou a equipe titular, mas a tendência é a de que faça pelo menos quatro mudanças. Os laterais Eduardo Ratinho e João Paulo entram nas vagas de Mariano, lesionado, e Leandro, que não apareceu no clube esta semana e pode ter o contrato rescindido. O volante Fabinho ocupa o lugar do também lesionado Jailton, e Marquinho será mantido como segundo homem no meio.

– Não estou fazendo mistério. Tenho pequenas dúvidas, mas o time já está praticamente escalado na minha cabeça. Quero usar essa vantagem de poder revelar os titulares apenas momentos antes do início da partida – explicou Parreira.

Um dos principais jogadores do elenco do Fluminense, o atacante Fred pede atenção com o adversário.

– O Águia é um time de qualidade e vai nos dar trabalho no Mangueirão. Eles eliminaram o América-MG na primeira fase e mostraram que podem surpreender outros adversários. Precisamos de atenção os 90 minutos para conseguir vencer.

Águia quer levar a decisão da vaga para o Rio

O time paraense tem como principal objetivo a vitória, é claro. Mas, o jogo de volta no Maracanã já será muito bem-vindo . O técnico João Galvão aposta nos gols do atacante Felipe Mamão para tentar surpreender o time tricolor no Mangueirão.

– Felipe vem mostrando que sabe fazer gols e está com muita vontade de vencer. O fato de o jogo ser transmitido para todo o Brasil ajuda a deixar os jogadores ainda mais motivados. Vamos em busca de um bom resultado para provar que o Águia já é uma realidade.

O atacante revelou que se inspira no artilheiro Fred.

– Vou fazer de tudo para deixar a minha marca. Vai ser muito bom enfrentar um jogador como o Fred, que é de seleção brasileira. Procuro me espelhar nele para melhorar as minhas atuações – afirmou Felipe Mamão.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

FICHA TÉCNICA:

ÁGUIA FLUMINENSE
Ângelo; Magrão, Darlan e Adriano; Sinésio, Marabá, Analdo, Flamel e Marcondes; Felipe Mamão e Aleílson. Fernando Henrique; Eduardo Ratinho, Luiz Alberto, Edcarlos e João Paulo; Fabinho, Marquinho, Thiago Neves e Conca; Everton Santos e Fred.
Técnico: João Galvão. Técnico: C.A. Parreira.
Estádio: Mangueirão. Data: 16/04/2009. Horário: 21h30m. Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF). Auxiliares: José Antônio Neto (DF) e Renato Miguel Vieira (DF).
Transmissão: O SporTV exibe a partida ao vivo para todo Brasil.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 21h15m (de Brasília).

abril 16, 2009 Posted by | Fluminense | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Em sua primeira decisão da semana, Botafogo recebe o Americano

Antes de enfrentar o Flamengo, na final da Taça Rio, Alvinegro tem compromisso importante pela Copa do Brasil, nesta quinta-feira

Ampliar Foto Alexandre Cassiano/Globo Alexandre Cassiano/Globo

Motivado, Botafogo tenta deixar o Fla de lado para pensar no Americano

Nas conversas entre os torcedores, o assunto dominante é a final da Taça Rio, que acontece neste domingo. Mas antes da partida contra o Flamengo, o Botafogo tem outro duelo para ser encarado como uma decisão. A equipe recebe o Americano, nesta quinta-feira, no Engenhão, no jogo de volta da segunda fase da Copa do Brasil, competição que é um dos grandes objetivos do Alvinegro na temporada. O SporTV transmite ao vivo, e o GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real, a partir das 19h30m.

O Botafogo começa com a desvantagem de ter perdido por 2 a 1 o primeiro jogo, em Campos. Por isso, precisa vencer por 1 a 0 para se classificar para as oitavas-de-final. Caso faça 2 a 1, a decisão será nos pênaltis. O vencedor do confronto enfrenta Ponte Preta ou Figueirense na próxima fase.

Botafogo garante foco na Copa do Brasil

Desde o início da semana, o grupo do Botafogo tem se desdobrado para deixar de lado a partida contra o Flamengo e pensar apenas no Americano. O discurso comum dá conta da importância da Copa do Brasil para o futuro do clube, mas sabe-se que é difícil fugir da lembrança de um clássico tão importante, que acontecerá três dias depois.

– A melhor coisa foi haver esse jogo contra o Americano no meio da semana, pois vai tirar muito da nossa ansiedade em relação à final de domingo. É melhor do que falar sobre o Flamengo a semana inteira – explicou o técnico Ney Franco.

É realmente difícil para o Botafogo esquecer o Americano. Até porque o Alvinegro não venceu o adversário nas duas vezes em que o enfrentou na atual temporada. Além da derrota no jogo de ida pela Copa do Brasil, houve empate em 2 a 2 no Engenhão, pelo Campeonato Carioca.

O Botafogo, portanto, quer evitar um novo resultado negativo e assim, ter tranquilidade para trabalhar até a decisão da Taça Rio. Ney Franco reconhece que o ideal seria abrir boa vantagem ainda no primeiro tempo para dosar as energias pensando no Flamengo.

– Vamos impor um ritmo forte desde o início e se tivermos a competência de garantir uma vantagem, vamos administrar. Mas é uma partida em que não se pode errar. Se houver um tropeço, sairemos de forma precoce da competição.

Para fortalecer a ideia de que o Botafogo está com a cabeça apenas na Copa do Brasil, Ney Franco não teve dúvidas em optar por escalar a força máxima. Entrará em campo a mesma equipe que venceu por 4 a 0 o Vasco, no último sábado, na semifinal da Taça Rio. O zagueiro Emerson, que se machucou no jogo de ida contra o Americano, continua fora.

A novidade do Botafogo será Jean Coral. O atacante, recentemente contratado, foi inscrito na Copa do Brasil e ficará no banco de reservas na partida contra o Americano.

Americano naõ vai só defender

Toninho Andrade, técnico da equipe de Campos, garante que o Americano não atuará apenas na defesa. Ele já disse que o ataque do Botafogo não costuma passar em branco, o que obriga o seu time a também fazer gols para se classificar.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Ficha do jogo:

BOTAFOGO AMERICANO
Renan, Fahel, Juninho e Wellington; Alessandro, Leandro Guerreiro, Léo Silva, Maicosuel e Thiaguinho; Reinaldo e Victor Simões. Jefferson, Elson, Carlão e Anderson; Paulo Henrique, Pirão, Renan, Eberson e Ernani; Diego Sales e Kieza.
Técnico: Ney Franco. Técnico: Toninho Andrade.
Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ). Data: 16/04/2009. Árbitro: Djalma Beltrami (RJ). Auxiliares: Eduardo de Souza Couto (RJ) e Flávio Manoel da Silva (RJ).
Transmissão: O SporTV exibe a partida ao vivo para todo o Brasil.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 19h30m (de Brasília).

abril 16, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Assunto Flamengo vira quase um tabu na segunda-feira alvinegra

Grupo alvinegro prefere concentrar suas palavras no Americano, primeiro adversário da semana

Ampliar Foto Alexandre Cassiano/AGÊNCIA O GLOBO Alexandre Cassiano/AGÊNCIA O GLOBO

Ney Franco lembra que o Bota terá que sair de uma situação difícil contra o Americano

Acabar com a hegemonia do Flamengo conquistada nas duas últimas decisões é algo que está no pensamento de todos os botafoguenses. Mas nesta segunda-feira, falar sobre o adversário da final da Taça Rio tornou-se assunto quase que proibido em General Severiano. A preocupação é manter o foco na partida contra o Americano, nesta quinta-feira, pela Copa do Brasil.

Antes do treinamento, jogadores, comissão técnica e diretoria se reuniram para traçar o planejamento da semana. O Flamengo foi, sim assunto no vestiário, numa forma de iniciar o trabalho motivacional. Mas todos lembraram que a Copa do Brasil representa muito para o Botafogo. Além disso, a classificação em cima do Americano também serviria como estímulo importante para a decisão de domingo.

Nas entrevistas, porém, o assunto Flamengo foi minimizado. O técnico Ney Franco lembrou que o Botafogo inicia a partida desta quinta-feira em desvantagem, depois de perder por 2 a 1 o jogo de ida, em Campos.

– A fala com o grupo hoje é a Copa do Brasil. Criamos uma situação e precisamos sair dela. Depois de enfrentarmos o Americano vamos falar sobre o Flamengo – disse.

Leandro Guerreiro também com cortesia, preferiu despistar quando perguntado sobre a final da Taça Rio, que para o Botafogo pode ser a decisão do Campeonato Carioca.

– Peço desculpa, mas, até quinta-feira, prefiro falar sobre o Americano.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

abril 13, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Sócios e facções tem até 60% de desconto

Plano de quem não é desses seguimentos custa 45 reais a mais

Integrantes de facções organizadas no prédio da presidência (Foto: Reginaldo Castro)

Integrantes de facções organizadas no prédio da presidência (Foto: Reginaldo Castro)

LANCEPRESS!

Nesta quinta-feira, a partir das 9h, começa a venda de ingressos para o torcedor comum que quiser assistir no Pacaembu ao primeiro jogo da semifinal do Paulista contra o São Paulo.

Nos locais de venda, como acontece normalmente, enormes filas e algumas confusões devem atormentar a vida dos corintianos.

Menos para os sócios-torcedores que compraram as entradas com tranquilidade nos últimos dois dias. Menos ainda para alguns privilegiados que tiveram nada menos do que 60% de desconto na adesão ao último plano lançado.

Isso mesmo! Para aumentar o número de participantes do programa, a diretoria privilegiou sócios do clube, o que é natural, mas estendeu também o benefício aos membros das facções uniformizadas – desde que cadastrados na Federação Paulista de Futebol.

e mais Conheça os planos do Fiel Torcedor

Para o torcedor comum, o plano Meu Ingresso do projeto Fiel Torcedor custa apenas R$ 75 por ano. Para os sócios e membros das uniformizadas o preço cai para R$ 30.

O plano dá até 30% de desconto no valor do ingresso.

Em seu site oficial, o Corinthians omite a informação. Mas a promoção é divulgada nas páginas eletrônicas de algumas facções.

O clube nega que esteja privilegiando as uniformizadas. Alega que, se a adesão for maciça, a medida ajudará a conter a violência nos estádios, já que a fiscalização sobre os torcedores será mais eficiente.

– Foi uma forma que encontramos de ter mais participantes e de conscientizar que é preciso ajudar o clube. Também será uma forma de termos controle sobre todos os que vão ao estádio. Conseguimos saber, por exemplo, qual catraca, hora, minuto e segundo que o torcedor entrou no estádio. Isso só vai ajudar – diz o supervisor de arrecadação do clube, Lúcio Blanco.

De acordo com números do Corinthians, dez mil pessoas estão cadastradas no Fiel Torcedor (cerca de três mil estão inadimplentes).

Conheça os cinco planos do Fiel Torcedor:
Minha Torcida (R$ 30/ano)

Exclusivo para associados do clube e membros das torcidas organizadas (com cadastrado na FPF) / Benefícios: desconto progressivo de até 30% no valor do ingresso de arquibancada de acordo com quantidade de jogos adquiridos de uma única vez; cartão e bilheteria exclusivos;
Meu Ingresso (R$ 75/ano)

Disponível a todos / Benefícios: desconto progressivo de até 30% no valor do ingresso de acordo com quantidade de jogos adquiridos de uma única vez (arquibancada, cadeira especial ou numerada); cartão e bilheteria exclusivos;

Minha Vida (R$ 180/ano)

Disponível a todos / Benefícios: desconto fixo de 40% no valor do ingresso do setor de arquibancada; cartão e bilheteria exclusivos, além de email personalizado;

Minha História (R$ 480/ano)

Disponível a todos / Benefícios: desconto fixo de 40% no valor do ingresso do setor de cadeira especial laranja; cartão, kit e bilheteria exclusivos; camiseta oficial do Corinthians (após pagamento total da adesão); camiseta do plano Fiel Torcedor, além de email personalizado;
Meu Amor (R$ 900/ano)

Disponível a todos torcedores/ Benefícios: desconto de 40% no valor do ingresso do setor de numerada; cartão, kit e bilheteria exclusivos; camiseta oficial do Corinthians (após pagamento total da adesão); camiseta do plano Fiel Torcedor, bola oficial Nike, além de email personalizado;
Dependentes

Os cinco planos dão direito ao torcedor de colocar dependentes (no máximo quatro pessoas). Assim como o próprio plano, os valores também são diferentes.

abril 9, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , | Deixe um comentário

Tricolor pega o Guará para ser líder

Time de Muricy quer seis pontos em dois jogos para superar o Palmeiras

LANCEPRESS!

O São Paulo sequer confirmou sua passagem para a fase semifinal do Campeonato Paulista e já visa o primeiro lugar na tabela de classificação, ocupado atualmente pelo Palmeiras, com 41 pontos. Para atingir seu objetivo, o Tricolor precisa vencer seus dois jogos restantes, começando pelo Guaratinguetá, nesta quinta-feira, às 15h45 no Morumbi.

Alguns obstáculos podem atrapalhar o caminho do time, que em primeiro deve torcer para o tropeço do líder, com um jogo a mais, mas cinco pontos à frente do Tricolor. O Corinthians, segundo colocado, tem um jogo a mais e apenas dois pontos de vantagem.

Outro problema que o time irá enfrentar são as mudanças de horário e local, que prejudicam o planejamento do técnico Muricy Ramalho e aborrecem não somente a comissão técnica, mas também jogadores e dirigentes. O presidente do clube Juvenal Juvêncio cogitou até utilizar o time de juniores nesta etapa final da fase de classificação.

Para o compromisso desta semana, Muricy deve mesmo escalar o time com os jogadores que enfrentaram e derrotaram o Palmeiras na última rodada. Borges ainda não está confirmado, e segundo o Departamento Médico, só voltará a ser escalado quando estiver 100% recuperado.

No Guará, o treinador Marcio Araújo espera repetir a mesma apresentação que teve diante do Palmeiras, no empate por 1 a 1 no estádio Dario Rodrigues Leite. A mudança do esquema tático da equipe, que passou a atuar no 4-5-1, trouxe mais segurança à zaga, acostumada a levar goleadas nesse Paulistão.

A partida é considerada crucial para as pretensões da Garça na competição. Com 19 pontos, uma vitória coloca o time novamente na briga pelo Torneio do Interior, além de livrar definitivamente o risco do rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO X GUARATINGUETÁ

Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/hora: 02/04/2009 15h45
Árbitro: Cleber Wellington Abade
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Junior e Nilson de Souza Monção
São Paulo: Rogério Ceni, Rodrigo, André Dias e Renato Silva; Zé Luis, Hernanes, Jean, Jorge Wagner e Junior Cesar; Washington e Dagoberto. Técnico: Muricy Ramalho.

Guaratinguetá: Fernando, Ivo, Edson Rocha, Nino e Saletti; Renato, Magal, Gil, Alê e Nenê; Wellington Amorim. Técnico: Márcio Araújo.

abril 2, 2009 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , , | Deixe um comentário