Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Na Ilha do Retiro, Sampa Jason vence mais uma

São Paulo bateu o Sport por 2 a 1 com gol no último minuto e entrou no G4. Leão permanece na lanterna

Bruno Caetano

Em jogo emocionante, o São Paulo venceu o Sport por 2 a 1 e está a apenas 4 pontos do líder Palmeiras. O Tricolor paulista terminou a partida com nove jogadores em campo e Hugo marcou o gol da vitória aos 48 do segundo tempo.

Com o resultado, a equipe comanda por Ricardo Gomes chegou a sexta vitória consecutiva e entrou no G4. Já o Leão permanece em crise e na lanterna do campeonato, com apenas 13 pontos.

A partida começou equilibrada e não houve oportunidades de gol nos 15 primeiros minutos. O Sport tentava explorar a velocidade de Ciro e Wilson, mas esbarrava no trio de defesa do Tricolor paulista formado por Renato Silva, André Dias e Miranda. Os visitantes atacavam com cautela e pelas pontas.

Quando o São Paulo pôs a bola no chão e utilizou a presença ofensiva de Borges e Washington, as chances apareceram. Aos 20, uma prévia do que estava por vir. A dupla fez bela tabela fora da área, na hora do chute de Borges, o camisa 17 foi travado. A bola ficou com ele, que rolou para Hernanes bater e obrigar Magrão a fazer grande defesa.

Cinco minutos depois, uma jogada parecida acabou resultando no primeiro gol do jogo. Dessa vez o trio inverteu os papéis para chegar às redes. Hernanes cruzou na cabeça de Borges, o camisa 17 ajeitou para Washington, que abriu o placar.

Péricles Chamusca aproveitou o intervalo para mexer na sua equipe. Luciano Henrique e Fabiano entraram nos lugares de Fumagalli e Juliano. O Sport passou a jogar pelo lado esquerdo, já que pelo lado direito Moacir teve muitas dificuldades na primeira etapa.

Sempre pelo lado esquerdo, o Sport sufocou o São Paulo até os 20 da segunda etapa. Na primeira chance, Luciano Henrique perdeu boa chance de cabeça após cruzamento de Wilson. Pouco depois, Dutra soltou a bomba de fora e obrigou Denis a fazer grande defesa.

Aos 26 minutos, mais um problema para o Tricolor que sofria forte pressão do Leão. Miranda foi expulsou após parar Wilson, o zagueiro já tinha amarelo. Chamusca usou sua última alteração para tirar o zagueiro Igor e colocar o ofensivo Lincom.

O Sport pressionava, mas Wilson tratou de complicar as coisas. O atacante tentou cavar, de forma ridícula, um pênalti e levou o segundo amarelo. Mas as equipes não ficaram muito tempo com o mesmo número de atletas em campo. Renato Silva parou contra-ataque e também foi expulso. O São Paulo ficou com 9 em campo e não suportou a pressão.

Com um a mais, o Sport empatou o jogo. Depois de cobrança de escanteio, Fabiano apareceu sozinho na cara de Denis e fez o gol para os pernambucanos, aos 39 minutos.

Quando achavam que o Jason estava morto, ele voltou. Junior César arrancou espetacularmente e cruzou na cabeça de Hugo. O camisa 18 deu um peixinho e marcou o gol da vitória.

FICHA TÉCNICA:

SPORT 1 X 2 SÃO PAULO

Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)

Data/hora: 16/8/2009, às 16h (de Brasília)

Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF)

Auxiliares: Enio Ferreira de Carvalho (DF) e João Antonio Sousa Paulo Neto (DF).

Renda/público: Não disponíveis

Cartões amarelos: A. González (SAO)

Cartões vermelhos: Wilson, 35’/2ºT (SPT); Miranda, 25’/2ºT e Renato Silva, 37’/2ºT (SAO)

GOLS: Washington, 25’/1ºT (0-1); Fabiano 39’/2ºT (1-1); Hugo, 49’/2ºT (1-2);

SPORT: Magrão; Igor (Lincom, 27’/2ºT), César e Durval; Moacir, Andrade, Juliano (Fabiano, intervalo), Fumagalli (Luciano Henrique) e Dutra; Ciro e Wilson. Técnico: Péricles Chamusca.

SÃO PAULO: Denis; André Dias, Renato Silva e Miranda, A. González (Zé Luis, 14’/2ºT), Hernanes, Richarlyson, Jorge Wagner e Júnior César; Borges (Hugo, 18/2ºT) e Washington. Técnico: Ricardo Gomes

agosto 16, 2009 Posted by | São Paulo, Sport | , , , , , | Deixe um comentário

Ao estilo Muricy, Palmeiras vence Sport

Com gol contra Bruno Telles, time obtém segundo triunfo seguido com Muricy e abre seis de vantagem

Obina comemora o gol, que saiu após jogada sua pela esquerda (Crédito: Aldo Carneiro)

Obina comemora o gol, que saiu após jogada sua pela esquerda

Bruno Caetano

O Palmeiras derrotou o Sport por 1 a 0, na Ilha do Retiro, neste sábado, e disparou na ponta da tabela do Campeonato Brasileiro. O triunfo foi o segundo consecutivo da equipe sob o comando do técnico Muricy Ramalho, que assim mantém 100% de aproveitamento. De quebra, o time abriu seis pontos de vantagem para o segundo colocado Atlético Mineiro, que joga neste domingo contra o Coritiba, no Mineirão, e pode reduzir novamente a diferença.

O gol da vitória alviverde saiu de uma jogada de Obina, já no segundo tempo. O atacante fez jogada pela esquerda e cruzou para o meio da área. O lateral Bruno Telles tentou cortar e acabou fazendo contra. Os donos da casa jogaram com um a menos desde os 17 minutos do segundo tempo, quando Hamilton foi expulso após dura entrada no meia Diego Souza.

Com o resultado, o Verdão foi a 34 pontos e, dependendo do complemento da rodada, pode abrir seis pontos para o vice-líder. Já o Leão completou seis partidas sem vencer e está com 13 pontos na zona de rebaixamento.

O Palmeiras começou a partida como se estivesse jogando no Palestra Itália e saiu atacando o Sport. Logo aos 3 minutos, Armero foi até linha de fundo e cruzou. Pierre chegou por trás da zaga e, cara a cara com Magrão, pegou de primeira e jogou por cima. No lance seguinte, Cleiton Xavier recebeu na entrada da área, se livrou de César e bateu para fora, levando muito perigo para Magrão.

O Leão, que errava muitos passes no início do jogo, equilibrou as ações e começou a chegar a partir dos 20. Élder Granja fez bom cruzamento e encontrou Fabiano sozinho na marca do pênalti. O camisa 28 cabeçeou muito mal e perdeu a chance. Aos 23, após contra-ataque rápido, Fabiano teve mais uma chance, mas desperdiçou de novo.

No fim do primeiro tempo cada equipe teve uma oportunidade em cobranças de escanteio. Mas Magrão e Marcos impediram os gols nas cabeçadas de Maurício Ramos e César, respectivamente.

A segunda etapa começou sem emoções. Até que aos 17 minutos, Hamilton fez falta violenta em Diego Souza e foi expulso direto. Enquanto Levi Gomes, técnico do Sport, tirou Fabiano e colocou o volante Moacir para recompor o meio-de-campo, Muricy Ramalho trocou Edmílson e Marcão por Souza e Willians.

O Verdão foi para o ataque e começou a criar boas chances. Aos 23, Wendel cruzou e Cleiton Xavier quase fez de cabeça. No minuto seguinte, em jogada pela esquerda Obina bateu para dentro da área e Bruno Telles tentou cortar, mas acabou marcando contra. 1 a 0 Palmeiras.

Com um a menos, o Sport não conseguiu reagir e o Verdão controlou a partida e esperou o apito final do juiz sem atacar muito os pernambucanos.

As duas equipes voltam a campo na próxima quinta-feira, às 21h. O Sport vai até o Maracanã

enfrentar o Fluminense, em confronto direto para fugir do fim da tabela. Enquanto o

Palmeiras joga em casa contra o Grêmio.

FICHA TÉCNICA
SPORT 0 X 1 PALMEIRAS

Estádio: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data/hora: 1/8/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Cortez (RJ)
Auxiliares: Marco Aurélio dos Santos Pessanha (RJ) e Jorge Luiz Roque (RJ)
Renda/público: R$ / 16.921 pagantes
Cartões amarelos: Sandro Goiano (SPO); Armero (PAL)
Cartões vermelhos: Hamilton, 17’/2ºT (SPO);
GOLS: Bruno Telles (contra), 24’/2ºT (0-1);

SPORT: Magrão, Igor, César e Durval; Élder Granja (Eduardo, 28’/2ºT), Hamilton, Andrade (Sandro Goiano, 14’/2ºT), Luciano Henrique e Bruno Telles; Fabiano (Moacir, 18’/2ºT) e Ciro. Técnico: Levi Gomes.

PALMEIRAS: Marcos; Maurício Ramos, Danilo e Marcão (Willians, 20’/2ºT); Wendel, Pierre, Edmílson (Souza, 20’/2ºT), Cleiton Xavier e Armero; Diego Souza e Obina (Ortigoza, 42’/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho.

agosto 1, 2009 Posted by | Palmeiras, Sport | , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Para manter a ponta, Palmeiras enfrenta o Leão pela 5ª vez no ano

Com rivalidade aflorada devido aos últimos jogos, Sport recebe Verdão na Ilha do Retiro para manter a liderança

LANCEPRESS!

Palmeiras e Sport reeditam neste sábado um dos confrontos mais emocionantes do futebol brasileiro neste ano, na Ilha do Retiro, às 18h30, pela 15ª rodada do Brasileirão.

Adversários na fase classificatória da Libertadores e nas oitavas-de-final, quando Marcos garantiu a classificação para equipe do Palestra Itália ao defender três cobrança na decisão por pênaltis, o Alviverde e o Leão se enfrentam pela quinta vez em 2009 – foram duas vitórias do Verdão, uma dos pernambucanos e um empate, sendo todos esses confrontos pelo torneio sul-americano.

Apesar de ter ampla vantagem no retrospecto geral do confronto, com 24 triunfos a 13, além de nove empates, o Verdão não supera o Sport no Brasileiro desde 2001. Os rubro-negros venceram as últimas quatro partidas disputadas entre 2007/2008, além de terem eliminado os paulistas na Copa do Brasil. Pela História recente, o clima é de rivalidade, mesmo com 2783 quilômentros separando a capital paulista da pernambucana.

Na liderança do nacional com 31 pontos, Muricy Ramalho não tem nenhum desfalque para o duelo em Pernambuco. Nesta sexta-feira, dia do último trabalho antes do embate, o técnico escondeu o jogo e só abriu a Academia de Futebol para a imprensa terminada as atividades táticas. A novidade em relação à vitória sobre o Fluminense deve ser a entrada de Ortigoza no ataque ao lado de Obina, e Souza volta ao banco de reservas depois de doiss jogos seguidos como titular.

Sem vencer há cinco partidas no campeonato e na zona do rebaixamento com apenas 13 pontos, a diretoria do Leão apostou na contratação do técnico Péricles Chamusca para reerguer a equipe na competição. Aos 43 anos, o treinador foi anunciado como novo comandante nesta quinta-feira, mas Levi segue à frente diando do Palmeiras. Chamusca estava trabalhando no Japão desde 2005 e tem como principal título na carreira o da Copa do Brasil, em 2004.

Para o jogo deste sábado, o estreante poderá contar com o atacante Ciro, que deve entrar no lugar de Wandinho. Já Dutra vive uma situação inusitada. Contra o Cruzeiro, na última quarta, o lateral-esquerdo recebeu o terceiro cartão amarelo e foi expulso. Além de não atuar neste final de semana, o atleta fica fora do jogo contra o Flu, na 17ª rodada. Assim, Bruno Telles ganha vaga na equipe.

FICHA TÉCNICA
SPORT X PALMEIRAS

Estádio: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data/hora: 1/8/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Pericles Bassols Cortez (RJ)
Auxiliares: Marco Aurelio dos Santos Pessanha (RJ) e Jorge Luiz Roque (RJ)

SPORT: Magrão, Igor, César e Durval; Élder Granja, Hamilton, Andrade, Luciano Henrique e Bruno Telles; Fabiano e Ciro. Técnico: Levi Gomes.

PALMEIRAS: Marcos; Wendel, Maurício Ramos, Danilo e Armero; Pierre, Edmílson, Cleiton Xavier e Diego Souza, Obina e Ortigoza. Técnico: Muricy Ramalho.

agosto 1, 2009 Posted by | Palmeiras, Sport | , , , , , , , | Deixe um comentário

Sport e Náutico fazem clássico dos 100 anos

No Clássico dos Clássicos, rivais buscam a recuperação no Brasileirão

(Crédito: Marianna Esteves)

LANCEPRESS!

Sport e Náutico se enfrentam neste domingo, às 16h, na Ilha do Retiro, um dia após o clássico completar 100 anos de História. A partida é muito aguardada, já que os dois times procuram a reabilitação, já que o Timbu segura a lanterna do Brasileirão e o Leão está na 16ª posição.

Segundo alguns pesquisadores, este é o segundo clássico mais antigo do Brasil, que data de 25 de julho de 1909, perdendo apenas por seis dias de diferença para Internacional x Grêmio. É conhecido o confronto entre Fluminense x Botafogo como o mais antigo, que data de 1905. No entanto, alguns pesquisadores discordam do duelo.

– Em 1905, existiam dois Botafogo e o Botafogo de hoje é o resultado da fusão dos dois em 1942. Sendo assim, Inter e Grêmio é mais antigo, sendo seguido por Sport e Náutico – destacou o jornalista e pesquisador Neto Galvão, em recente entrevista ao Blog do Torcedor, do Jornal do Commercio.

No Sport, o treinador Emerson Leão terá seu time praticamente completo, já que terá os retornos do zagueiro César e do volante Dudé. Apenas o atacante Ciro desfalca, pois está servindo à Seleção Brasileira sub-20. O restante do time deverá ser o mesmo que enfrentou o Coritiba rodada passada.

– É um duelo histórico e os dois times precisam da vitória. O Sport está consciente da sua responsabilidade e temos que aproveitar o mando de campo para conseguirmos uma vitória – disse Leão.

No Náutico, Geninho tem problemas para montar o time, já que os zagueiros Asprilla e Gladstone estão suspensos. Uma mudança já está confirmada, pois o goleiro Eduardo, alvo de críticas da torcida, será substituído por André Sangalli.

– Estou com problemas para montar o time e logo contra o arqui-rival, numa partida que se espera uma festa. Mas meu time está preparado, temos garra o suficiente para buscarmos os três pontos dentro da Ilha do Retiro – afirmou Geninho.

FICHA TÉCNICA:
SPORT x NÁUTICO

Estádio: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data/hora: 26/07/09 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (SC)
Assistentes: Erich Bandeira (PE) e Jossemmar José Diniz Moutinho (PE)

SPORT: Magrão, Juliano, Igor e Durval; Elder Granja, Hamilton, Sandro Goiano, Fabiano e Dutra; Vandinho e Guto. Técnico: Emerson Leão.

NÁUTICO: André Sangalli, Galiardo, Vágner e Onildo; Sidny, Derley, Johnny, Aílton e Anderson Santana; Carlinhos Bala e Gilmar. Técnico: Geninho.

julho 26, 2009 Posted by | Náutico, Sport | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Avaí vira, derrota o Sport na Ilha do Retiro e deixa a zona de rebaixamento

Catarinenses surpreendem fora de casa e sobem na classificação

Em um duelo entre dois clubes que brigam para fugir das últimas posições do Campeonato Brasileiro, o Avaí levou a melhor sobre o Sport. Mesmo jogando fora de casa, na Ilha do Retiro, o time catarinense venceu por 3 a 1 de virada, na noite deste domingo. Igor abriu o placar para a equipe rubro-negra, enquanto Dudé (contra), Roberto e Luis Ricardo fizeram os gols dos visitantes.

Com o resultado, o Avaí foi aos 13 pontos e deixou a zona de rebaixamento, subindo para 14º lugar. Por sua vez, o Sport se manteve com 11 está na 16ª colocação.

O próximo jogo da equipe de Santa Catarina é nesta quarta-feira, contra o Grêmio, às 19h30m (de Brasília), na Ressacada. Na quinta, às 21h, o time pernambucano encara o Coritiba, no Couto Pereira.

Equilíbrio e poucas chances no primeiro tempo

Logo em sua primeira chance, aos 12 minutos, o Sport abriu o placar na Ilha do Retiro. Fumagalli cobrou escanteio pelo lado direito, Igor subiu mais que a zaga adversária e tocou de cabeça. A bola ainda tocou na trave e caiu dentro do gol de Eduardo Martini.

O Avaí não se intimidou e igualou o marcador logo no minuto seguinte, também após uma cobrança de escanteio. Ricardinho bateu e Dudé desviou de cabeça contra a própria meta, surpreendendo o goleiro Magrão.

Depois dos gols, os dois times diminuíram o ritmo e a equipe da casa só voltou a levar perigo aos 28. Fumagalli cobrou falta perigosa e Eduardo Martini saltou para fazer a defesa. Os catarinenses responderam na mesma moeda aos 31. Ferdinando cobrou falta com força e a bola passou por cima.

Bem montada, a defesa visitante não dava espaços para os pernambucanos, que abusavam dos passes errados. A última chance do Rubro-Negro foi aos 45, quando Fumagalli pegou rebote da zaga e bateu para fora.

Modificações surtem efeito e Avaí vira o jogo

Ampliar Foto Agência/Estado Agência/Estado

Jogadores do Avaí comemoram gol

No começo do segundo tempo, aos cinco minutos, a primeira boa chance foi do Avaí. Eltinho avançou pela esquerda e cruzou para Muriqui, mas o atacante chegou desequilibrado e tocou por cima. Em seguida, aos seis, o Sport respondeu. Dutra arriscou cruzado de fora da área e a bola bateu na trave esquerda de Eduardo Martini.


Aos oito, Magrão salvou o rubro-negro ao defender chute forte de Caio. No entanto, aos 15, não teve jeito. Caio deu ótimo passe para Roberto, que tocou na saída do goleiro adversário para virar o placar. Detalhe é que o autor do gol havia entrado em campo dois minutos antes, enquanto seu companheiro foi lançado pelo técnico Silas no intervalo.

Roberto também foi fundamental no terceiro gol do Avaí, aos 23. O jogador passou por Sandro Goiano, foi à linha de fundo e cruzou com precisão para Luis Ricardo completar: 3 a 1. Aos 25, Dudé fez falta em e recebeu o cartão vermelho. Revoltados com o placar adverso, os torcedores rubro-negros ironizaram a expulsão e aplaudiram a saída do jogador. Em seguida, iniciaram os gritos de “olé” a cada toque dos catarinenses na bola.

Completamente descontrolado na partida, o Sport ainda teve outro jogador expulso: César, aos 34 minutos, após falta em Roberto. Com vantagem de dois gols no marcador e dois atletas mais em campo, o Avaí apenas administrou a vantagem. Emerson ainda fez mais um aos 45, mas estava impedido.

SPORT  x  AVAÍ
Magrão; Igor, César e Durval; Elder Granja (Moacir), Dudé, Sandro Goiano, Fumagalli (Everton Heleno) e Dutra; Fabiano e Weldon (Luciano Henrique). Eduardo Martini; Rafael, Emerson e Augusto; Ferdinando, Luis Ricardo, Leo Gago, William (Roberto) e Eltinho; Ricardinho (Caio) e Muriqui (Marcus Vinicius).
Técnico: Emerson Leão Técnico: Silas.
Gols: Igor, aos 12, Dudé (contra) aos 13 minutos do primeiro tempo; Roberto, aos 15 e Luis Ricardo, aos 23 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: William (Avaí) Dudé, César (Sport)

Cartão vermelho: Dudé, César (Sport)

Público: 16.218  Renda: R$ 80.360
Estádio: Ilha do Retiro, no Recife (PE). Data: 19/07/2009. Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA). Auxiliares: Adson Marcio Lopes Leal (BA) e Hilton Moutinho Rodrigues (RJ).

julho 19, 2009 Posted by | Avaí, Sport | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Com gol de pênalti, Sport vence o Goiás na Ilha do Retiro

Equipe goiana conhece sua primeira derrota fora de casa

Sport vence e consegue se afastar da zona da degola (Crédito: Antônio Carneiro)

Sport vence e consegue se afastar da zona da degola

LANCEPRESS!

O Goiás conheceu sua primeira derrota fora de casa neste Campeonato Brasileiro. Foi derrotado por 1 a 0 pelo Sport, neste domingo, na Ilha do Retiro, com um gol de pênalti após o zagueiro Rafael Toloi colocar a mão na bola dentro da área goiana.

O Goiás não tomou conhecimento da pressão na Ilha do Retiro e logo assutou o goleiro Magrão. O lateral-direito Vitor puxou a marcação, arrumou para o chute e carimbou a trave de muito longe. Em seguida, Rafael Toloi cabeceou após o escanteio para fácil defesa do goleiro.

Com mais posse de bola, o Goiás avançava com os dois laterais. O atacante Felipe obrigou Magrão a boa defesa, espalmando para a linha de fundo. E a resposta do Rubro-Negro veio com Fabiano, que tentou o chute de longe após a zaga tirar o cruzamento de Ciro e a bola sobrar na entrada da área.

Após cobrança de escanteio, Rafael Toloi subiu e colocou a mão na bola. Infração vista pelo assistente Altemir Hausmann e assinalada pelo árbitro Leandro Vuaden. Fabiano cobrou no canto direito de Harlei para abrir o placar.

O Goiás sentiu o gol e não conseguiu a reação antes do intervalo. Com Vandinho no lugar de Ciro, o Sport tentou ampliar na segunda etapa e Guto só não marcou, pois Ernando travou o chute.

Cauteloso, o Sport tentou administrar a vantagem. Para isso, o técnico Emerson Leão reforçou a marcação deixando a equipe com apenas um atacante na segunda etapa. O Goiás não teve eficiência para marcar mesmo com três atacantes e o placar não mudou.

FICHA TÉCNICA:
SPORT 1 X 0 GOIÁS

Estádio: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data/hora: 12.07.09 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Altemir Hausmann (RS) e Alessandro Álvares Rocha de Matos (BA)
Cartões amarelos: Rafael Toloi, Julio Cesar, Vitor (GOI); César, Magrão, Vandinho (SPT)
Renda/Público: R$ 9.935 – 16.645 pagantes
GOL: Fabiano (17’/1T)

SPORT: Magrão, César, Igor, Durval; Élder Granja, Dudé, Sandro Goiano, Fabiano (Luciano Henrique, 19’/2T) e Dutra; Guto (Andrade, 26’/2T) e Ciro (Vandinho – intervalo). Técnico: Emerson Leão.

GOIÁS: Harlei, Ernando, Rafael Toloi e Leandro Euzébio; Vitor, Amaral, Ramalho, Felipe Menezes (Zé Carlos, 21’/2T) e Julio Cesar (Jael, 36’/2T); Iarley (Felipe Meneghel, 17’/2T) e Felipe. Técnico: Hélio dos Anjos.

julho 12, 2009 Posted by | Goiás, Sport | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Flamengo busca a terceira vitória no Brasileiro

Clube enfrentará o Sport, em Recife, que terá a estreia de Leão

LANCEPRESS!

O Flamengo tem neste domingo a chance de embalar definitivamente no Campeonato Brasileiro e provar para si mesmo que tem condições de brigar pelo título que não conquista há 17 anos. O adversário será o Sport, na Ilha do Retiro, às 16h. O clube pernambucano, por sua vez, ainda busca a primeira vitória e tem como trunfo o retorno do técnico Leão.

A chegada de Adriano deu outra moral para o Flamengo, que vem de duas vitórias seguidas e pode terminar a quinta rodada da competição no G-4. Depois da boa estreia contra o Atlético Paranaense, o Imperador está confirmado no time de Cuca e formará dupla com Emerson.

Por conta da ida de Kleberson para a Seleção Brasileira, o técnico Cuca foi obrigado a fazer uma mudança na equipe que acabou mexendo em dois setores do time. Welinton entrou como terceiro zagueiro e Willians voltou à posição de volante.

A última vez que o Flamengo enfrentou o Sport em Recife traz boas recordações aos cariocas. Com dois gols de Obina, um aos 47 minutos do segundo tempo, o Fla obteve uma suada vitória por 2 a 1.

Pelo lado do Sport, a expectativa é de vencer o seu maior rival fora do Estado de Pernambuco, pois sempre que se encontra com o Flamengo, o título do Campeonato Brasileiro de 1987 volta à tona. Os dois se intitulam donos da taça daquele ano, e a polêmica é novamente discutida por rubro-negros recifenses e cariocas.

O técnico Emerson Leão era o treinador do Sport em 1987. Sem Hamilton, suspenso, César ganha a vaga na defesa, com Igor sendo avançado para o meio-de-campo. O esquema que era o 3-5-2 com Nelsinho Baptista, mudou para o 4-4-2.

– Eu disse aos jogadores que quero atitude de um time que começou o ano vencendo. O Sport ainda não ganhou no Brasileiro e teremos duas partidas em casa para mudar isso (Flamengo e Atlético-PR) – disse Emerson Leão.

FICHA TÉCNICA:
SPORT X FLAMENGO

Estádio: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data/hora: 7/6/2009 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Cléber Welington Abade (SP)
Auxiliares: Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP) e Márcio Luiz Augusto (SP)

SPORT: Magrão, Moacir, César, Durval e Dutra; Igor, Sandro Goiano, Fumagalli e Luciano Henrique; Wilson e Weldon. Técnico: Emerson Leão.

FLAMENGO: Bruno, Welinton, Aírton e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura, Willians, Toró, Ibson e Juan; Emerson e Adriano. Técnico: Cuca.


junho 7, 2009 Posted by | Flamengo, Sport | , , , , , , , | Deixe um comentário

Atlético-MG busca primeira vitória na Ilha do Retiro

Galo busca manter invencibilidade no Brasileirão 2009

(Crédito: ALLEX XIMENES)

LANCEPRESS!

Sport e Atlético-MG entram em campo neste domingo, às 18h30, na Ilha do Retiro, pela terceira rodada no Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro busca a primeira vitória na competição nacional, já que vem de um empate e uma derrota. Já o Galo empatou na estreia e venceu na rodada passada, somando quatro pontos na tabela de classificação.

O confronto entre pernambucanos e mineiros é cercado por um tabu. O Alvinegro jamais conseguiu sair da Ilha do Retiro com uma vitória. O máximo que conseguiu na casa do Leão foi empatar. Em 18 partidas contra o Sport em Pernambuco foram dez vitórias dos donos da casa contra oito empates.

O Sport tentará acabar com a ressaca originada pela eliminação na Copa Libertadores, nos pênaltis, para o Palmeiras. O time comandado pelo técnico Nelsinho Baptista tenta reencontrar o bom futebol do começo do ano. E a vida do comandante não será fácil. Nelsinho poderá ter quatro desfalques. O volante Daniel Paulista, o zagueiro Durval e o volante Andrade estão vetados. Além disso, em má fase o meia Paulo Baier perdeu posição no time principal e ficará apenas no banco.

Pelo lado do Atlético-MG, o técnico Celso Roth, há 20 dias à frente do time deverá repetir a escalação que entrou em campo na rodada passada. O treinador treinou durante toda semana com os mesmos jogadores a fim de conseguir melhor entrosamento no pouco tempo de trabalho. O volante Carlos Alberto seguirá na lateral direita e o experiente lateral-esquerdo Júnior no meio-de-campo. Na frente, a dupla está mais do que confirmada com Éder Luís e Diego Tardelli.

FICHA TÉCNICA:
SPORT X ATLÉTICO-MG

Estádio: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data/hora: 24/5/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Pericles Bassols Pegador Cortez (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Rodrigo Pereira Jóia (RJ)

SPORT: Magrão, Igor, César e Juliano; Moacir, Hamilton, Sandro Goiano, Luciano Henrique e Dutra; Wilson e Ciro. Técnico: Nelsinho Baptista.

ATLÉTICO-MG: Juninho, Carlos Alberto, Welton Felipe, Leandro Almeida e Thiago Feltri; Jonilson, Renan, Márcio Araújo e Júnior; Éder Luís e Diego Tardelli. Técnico: Celso Roth.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 23, 2009 Posted by | Atlético-MG, Sport | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Por virada histórica, Sport recebe Palmeiras

Time do Recife quer vaga em seu aniversário, mas para isso, precisa barrar o Verdão embalado

LANCEPRESS!

Sport e Palmeiras fazem mais um confronto neste ano, mais uma vez, um confronto decisivo na Copa Libertadores da América. Nesta terça-feira, na Ilha do Retiro, os pernambucanos precisam ganhar por dois gols de diferença para garantir a histórica classificação às quartas-de-final do torneio. O Verdão, embalado pelas vitórias recentes, tenta ao menos o empate.

O Verdão poupou os titulares no sábado, diante do Coritiba, já de olho no confronto. O técnico Vanderlei Luxemburgo não adiantou a equipe titular, mas pensando na vantagem do empate, deve entrar com três defensores. Assim, o zagueiro Marcão, que falhou no Chile diante do Colo-Colo ao ser expulso, deve ter nova chance.

A vantagem alviverde pode ficar maior caso marque um gol no Recife. Por ter balançado a rede fora de casa, poderá até perder por um gol de diferença que ainda assim seguirá no campeonato.

Já o Sport comemora na quarta-feira 104 anos de história e, no dia anterior, o clube quer dar de presente à torcida a vaga no torneio continental.

Na semana passada, a Conmebol transferiu o jogo para quarta-feira e o Sport ameaçou que não entraria em campo, caso a partida não voltasse para terça. A Conmebol voltou atrás, para irritação dos palmeirenses, que ganhariam mais um dia de descanso.

Para este jogo, o Sport corre o sério risco de não contar com um dos seus principais jogadores, pois o volante Daniel Paulista sente dores na coxa direita e poderá ficar de fora. O volante Hamilton, expulso no Palestra Itália, já era desfalque certo. Neste caso, a dupla de volantes seria Andrade e Sandro Goiano.

– O time foi preparado para este jogo, que não deixa de ser uma decisão. Estamos aclimatados a este tipo de situação, no ano passado, viramos dois jogos por dois gols de diferença contra Internacional e Corinthians na Copa do Brasil, não seria impossível repetir isso contra o Palmeiras – apostou Nelsinho Baptista.

FICHA TÉCNICA:
SPORT X PALMEIRAS

Estádio: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data/hora: 12/05/09 – 20h15 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Chandia (CHI)
Assistentes: Cristian Julio e Osvaldo Talamilla (CHI)

SPORT: Magrão, Igor, César e Durval; Moacir, Andrade, Daniel Paulista (Sandro Goiano), Paulo Baier e Dutra; Vandinho e Wilson. Técnico: Nelsinho Baptista.

PALMEIRAS: Marcos, Danilo, Maurício Ramos e Marcão; Fabinho Capixaba, Pierre, Cleiton Xavier, Diego Souza e Pablo Armero; Willians e Keirrison. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

maio 12, 2009 Posted by | Palmeiras, Sport | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Em casa, Luxemburgo pede carinho dos torcedores do Verdão

Treinador reconhece que corneteiros não faltarão, mas pede para que a torcida abrace o time no Palestra Itália nesta terça-feira

Ampliar Foto Julyana Travaglia/Globo Esporte Julyana Travaglia/Globo Esporte

Após classificação no Chile, Luxa e elenco são recebidos por torcida e imprensa no aeroporto

Perto de mais uma decisão em casa, Vanderlei Luxemburgo voltou a fazer um apelo aos torcedores para que compareçam ao Palestra Itália nesta terça-feira, às 21h15min, quando o Palmeiras recebe o Sport para a primeira partida das oitavas-de-final da Taça Libertadores. Um vitória sobre os pernambucanos dará tranquilidade ao time para o confronto de volta, na próxima semana, na Ilha do Retiro.

– A torcida tem de abraçar a equipe. Vai ter a turma do amendoim, que vai encher o saco, mas faz parte. Se perde é burro, se faz gol é genial, mas a torcida tem de abraçar o time. Se preocupada em hostilizar os jogadores, vai desestabilizar equipe.

Na fase de grupos da Libertadores, o Palmeiras somou apenas dois pontos de nove possíveis jogando no Palestra Itália. Contra LDU e Sport, dois empates. Já diante do Colo Colo, uma derrota que colocou em dúvida a possibilidade de a equipe conseguir avançar na competição. Apesar do histórico recente na competição não ser favorável, Luxemburgo afirma que não está preocupado com isso.

– Não te de analisar isso, mas todo o meu passado. Se fizer uma média vão ver que eu já ganhei muito mais partidas em casa do que perdi.

maio 5, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Verdão bate o Sport e segue vivo na Liberta

Inteligente, e com show de Diego Souza, equipe conquistou seus primeiros pontos na competição

Diego Souza comemora um dos gols do Palmeiras. Meia foi o destaque da vitória do Verdão. (Crédito: EFE)

Diego Souza comemora um dos gols do Palmeiras. Meia foi o destaque da vitória do Verdão. (Crédito: EFE)

Marcio dos Santos

Antes da partida, o Palmeiras era o lanterna, não havia somado pontos. O Sport, um dos líderes, com 100% de aproveitamento. Além disso, a equipe pernambucana ainda não havia perdido na temporada. Eram 22 jogos. Eram. Pois, nesta quarta-feira, com gols de Keirrison e Diego Souza, em noite inspirada, o Verdão bateu o Sport, por 2 a 0, na Ilha do Retiro.

Os rubro-negros não perdiam sob seus domínios desde agosto do ano passado. O resultado colocou o Verdão de novo na Copa Libertadores. No sábado, a equipe volta suas atenções para o Paulistão, quando enfrenta o Santos, na primeira partida das semifinais. O Sport pega o Central domingo e, se vencer, pode garantir o pentacampeonato estadual.

A partida começou muito movimentada. O Sport, apoiado por sua torcida, logo tomou a iniciativa, encurralando o Palmeiras em seu campo. No entanto, a equipe pernambucana não conseguia ser incisiva, mesmo com a Ilha fervendo.

As duas equipes erravam muitos passes e as chances de gol demoraram a surgir. De um lado, uma falta de Andrade, do Sport, desviada na barreira. Do outro, uma descida sem sucesso de Diego Souza. Só.

Com o jogo truncado, o gol só poderia sair de uma bola parada. E foi assim que o Palmeiras abriu o placar. Aos 26, Cleiton Xavier cobrou falta da esquerda, Diego Souza desviou de cabeça e a bola sobrou para Maurício Ramos. O zagueiro bateu de voleio e tirou do goleiro. Keirrison ainda tocou na bola. 1 a 0 Verdão e a dúvida se o gol foi do zagueiro ou do atacante.

Depois do gol, o Sport tentou sair com tudo, mas esbarrou na organização do Palmeiras, que se defendia muito bem. Paulo Baier e Vandinho arriscaram, mas Marcos esteve firme em ambas ocasiões. Vendo que o o bicho não era tão feio assim, o Verdão explorava os contra-ataques, quase sempre puxados por Cleiton Xavier.

No segundo tempo, o Palmeiras voltou ainda melhor, mesmo com o técnico Nelsinho alterando sua equipe. A equipe de Luxemburgo passou a agredir mais, principalmente com Diego Souza, muito bem na partida.

No entanto, aos 18 minutos, Luxa resolvou se precavir e colocou Sandro Silva no lugar de Keirrison. Daí em diante, o Palmeiras chamou a equipe do Sport para o seu campo. A marcação implacável e, principalmente, bem organizada, conteve os pernambucanos.

Seguro atrás, o Verdão aproveitou-se da fragilidade do adversário na defesa e matou a partida. Diego Souza fez grande jogada individual, entrou driblando na zaga, e bateu na saída do goleiro, aos 27 minutos. O golaço coroou a atuação do camisa 7.

Depois, foi só administrar. Pela Libertadores, as duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, no Palestra Itália

FICHA TÉCNICA
SPORT 0 X 2 PALMEIRAS

Estádio: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data/hora: 8/4/9 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Torres (PAR)
Assistentes: Nicolas Yegros e Emigdio Ruiz (PAR)
Renda/Público: Não divulgados
Cartões Amarelos: Andrade, Ciro, Vandinho (SPO), Danilo, Fabinho Capixaba, Maurício Ramos e Ortigoza (PAL)
Cartões Vermelhos: –
Gols: Keirrison (0-1) 23’/1ºT; Diego Souza (0-2) 27’/2ºT.

SPORT: Magrão, César, Igor e Durval; Moacir (Luciano Henrique, Intervalo), Andrade, Daniel Paulista (Sandro Goiano, Intervalo), Paulo Baier e Dutra; Ciro e Vandinho (Weldon, 23’2ºT). Técnico: Nelsinho Baptista.

PALMEIRAS: Marcos, Fabinho Capixaba, Maurício Ramos (Marcão, 23’2ºT), Danilo e Armero; Pierre, Edmílson, Cleiton Xavier e Diego Souza; Willians (Ortigoza, 9’/2ºT) e Keirrison (Sandro Silva, 18’/2ºT) Técnico: Vanderlei Luxemburgo

abril 9, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Após 36 dias de falatório, Sport e Palmeiras duelam na Ilha do Retiro

Em alta, time de Pernambuco busca classificação antecipada na Taça Libertadores, enquanto equipe paulista briga para ainda respirar no torneio

Ampliar Foto Editoria de Arte/GLOBOESPORTE.COM Editoria de Arte/GLOBOESPORTE.COM

Keirrison e Ciro são as esperanças de gols de Palmeiras e Sport, na Ilha do Retiro

O grande dia para os jogadores do Palmeiras até o momento no semestre, enfim, chegou. Após 36 dias de espera e agonia, a equipe de Vanderlei Luxemburgo trava contra o Sport um duelo nesta quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), na Ilha do Retiro, que pode ser o recomeço do time na Taça Libertadores ou o fim de um sonho. E isso depois de muito falatório.

A TV Globo transmite a partida. O GLOBOESPORTE.COM acompanha o duelo entre as equipes brasileiras na Taça Libertadores em Tempo Real.

Durou pouco mais de um mês a espera palmeirense pelo encontro. Com duas derrotas em dois jogos, a equipe de Vanderlei Luxemburgo ocupa a lanterna do Grupo 1 do torneio continental. Já o Sport tem 100% de aproveitamento, com seis pontos em duas partidas – venceu Colo Colo e LDU. Caso consiga novo êxito diante do rival brasileiro, o time de Nelsinho Baptista se garante na próxima fase com três rodadas de antecedência. Os paulistas, por sua vez, buscam continuar respirando na disputa.

Mas antes de o dia tão esperado chegar, o falatório entre diretorias tomou conta dos noticiários. Uma das discussões começou com os mandatários do Sport, que exigiam um árbitro estrangeiro para o encontro, pois temiam que um juiz brasileiro pudesse ter passado pelo Instituto Wanderley Luxemburgo que, entre outras atribuições, forma árbitros. Escolhido o paraguaio Carlos Torres para apitar o confronto, foi a vez de a diretoria palmeirense criar um clima de mistério sobre a ida da equipe à capital pernambucana.

Temendo algum tipo de ato hostil da torcida do Sport, o Palmeiras realizou seu último treino antes do confronto em São Paulo. Só no fim da tarde dessa terça-feira a equipe embarcou para o Recife, mas sem divulgar o hotel onde ficaria hospedada. Apesar do falatório e do zêlo palmeirense, Luxemburgo acredita que o clima será tranquilo. E afirma que sempre é bem recebido no local da partida.

– Eu não sou de briga, não gosto disso. Sou muito bem tratado no Recife, mas de repente antagonizou e virou uma guerra por causa de um boato – disse ele, recordando-se dos problemas que a equipe enfrentou no ano passado na disputa da Copa do Brasil – ônibus apedrejado e jogadores que passaram mal por causa da comida do hotel.

CONFIRA A TABELA DE CLASSIFICAÇÃO DA LIBERTADORES

Noite especial, e Nelsinho misterioso

Ampliar Foto Richard Fausto/GLOBOESPORTE.COM Richard Fausto/GLOBOESPORTE.COM

Nelsinho comanda o último treino no CT

Não faltam motivos para que os jogadores do Sport encarem a partida como uma decisão. Se vencer, o Leão assegura a classificação para as oitavas. Além disso, é dia de fazer história. Uma vitória fará o Rubro-Negro superar a campanha da edição da Libertadores de 1988 (duas vitórias e um empate na primeira fase). Neste ano, o aproveitamento é de 100%. Se depender do apoio da torcida, a missão será mais fácil. Mais de 25 mil leoninos devem gritar o ‘Cazá, Cazá’ na ‘Bombonilha’. Vai ferver!

Um dia depois de recusar a proposta para treinar o Grêmio, Nelsinho Baptista definiu o Sport, mas não divulgou a escalação. O único jogador garantido, segundo o técnico, é o goleiro Magrão. Nem Durval, que volta de lesão, está escalado. Na última atividade, treino secreto de jogadas de bola parada e um recreativo para aliviar a tensão.

– Não existem dúvidas. Já está decidido, e os jogadores estão conversados. Vamos divulgar apenas nesta quarta. Nós temos a base, temos as opções e isso está fazendo com que o Sport tenha bons resultados. Acredito que o Palmeiras também não vá liberar o time. Estamos seguindo o adversário há vários jogos, assim como eles nos estudaram – disse.

Ampliar Foto Richard Fausto/GLOBOESPORTE.COM Richard Fausto/GLOBOESPORTE.COM

Durval, capitão rubro-negro, vai para o jogo

O esquema 3-5-2 é a opção mais forte. Sendo assim, o meia Luciano Henrique deixa o time. Igor, Cesar e Durval formam a defesa. Nas alas, Moacir pela direita, e Dutra pela esquerda. Como Hamilton, machucado, está vetado, Daniel Paulista e Andrade são os volantes. Sandro Goiano corre por fora. Paulo Baier comanda o meio-campo e terá a função de municiar o ataque que deve ser formado por Wilson e Ciro. Mas não será surepresa se Vandinho pintar entre os onze.

– Os três brigam um duas vagas, mas eu não vou entregar assim de bandeja. Ciro, Vandinho e Wilson são jogadores que estão bem, decisivos e ajudam o grupo – despistou Nelsinho.

Capitão está de volta
Líder do time, Durval não poderia ficar fora de um jogo tão importante. Livre da lesão no tornozelo esquerdo, o zagueiro está pronto para voltar e ajudar o Leão a conquistar a vaga nas oitavas.

– Estou no pique. Estou bem e recuperado. Tenho treinado há oito dias e fazendo tratamento. É um jogo muito importante não só para nós, mas para a equipe do Palmeiras. Eles vão jogar tudo e mais um pouco, mas vamos trabalhar para conquistar a vitória e a classificação – disse.

Durval sabe do poder ofensivo do Palmeiras. Nas entrevistas, o técnico Nelsinho Baptista e os jogadores do Leão têm destacado a velocidade e a técnica de Cleiton Xavier, Diego Souza e Keirrison.

Mistério também no Palmeiras

Ampliar Foto Fabio Menotti/Assessoria de Imprensa do Palmeiras Fabio Menotti/Assessoria de Imprensa do Palmeiras

Luxemburgo confia no talento de Keirrison

Para a partida do semestre, Luxemburgo deixa o mistério no ar. Apenas a volta do goleiro Marcos, que foi poupado da partida contra o Botafogo-SP, pelo Paulista, é uma certeza.

Na lateral direita, Fabinho Capixaba e Sandro Silva disputam a posição. Outra dúvida é sobre quem formará a dupla de ataque ao lado de Keirrison. Apesar de estar recuperado de uma lesão no púbis, Willians não tem retorno garantido. Assim, o paraguaio Ortigoza pode ter nova chance na equipe com K9.

– Dá para adiantar o time? Não, não dá. Vamos ter de correr o máximo, lutar e se dedicar para conseguir a vitória – comentou o treinador palmeirense, sem revelar as suas peças para a partida.

O jogo na Ilha do Retiro também pode servir para o atacante Keirrison fazer as pazes com as redes. Sem marcar há quatro jogos, o camisa 9 palmeirense vive um momento atípico no clube. Apesar do jejum, o atleta segue como principal artilheiro do time no ano, com 16 gols, e conta com o apoio do comandante alviverde.

– Eu vou sempre apoiar o meu atleta. O Keirrison perdeu algumas oportunidades, mas esteve sempre lá para decidir. Ele tem todo o meu apoio – disse Luxemburgo.

SPORT PALMEIRAS
Magrão, Igor, Cesar e Durval; Moacir, Daniel Paulista, Andrade (Sandro Goiano), Paulo Baier e Dutra; Wilson, Ciro (Vandinho). Marcos; Fabinho Capixaba (Sandro Silva)Maurício Ramos, Danilo e Armero; Edmílson, Pierre, Cleiton Xavier, Diego Souza; Ortigoza (Willians) e Keirrison.
Técnico: N. Baptista. Técnico: V. Luxemburgo.
Estádio: Ilha do Retiro, Recife. Data: 08/04/2009. Horário: 21h50m. Árbitro: Carlos Torrres (PAR). Auxiliares: Nicolás Yegros e Emigdio Ruiz (ambos PAR)
Transmissão: A Globo exibe a partida ao vivo. O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 21h50m (de Brasília).

abril 8, 2009 Posted by | Palmeiras, Sport | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Libertadores ‘assombra’ jogadores do Verdão

Palmeirenses estão ansiosos para a partida contra o Sport, dia 8

Diego Souza conhece bem a Libertadores. Jogou em 2007, com o GrêmioDiego Souza conhece bem a Libertadores. Jogou em 2007, com o Grêmio (Crédito: Tom Dib/LANCEPRESS)

LANCEPRESS!

A Copa Libertadores se tornou uma sombra incômoda para os jogadores do Palmeiras. Sem jogos pela competição até o dia 8 de abril, e mesmo com o Campeonato Paulista ainda em andamento, os alviverdes não escondem a ansiedade em jogar a partida contra o Sport, na Ilha do Retiro.

– Não tem como não pensar. É um jogo importante para nós. Durante a semana em casa sem duvida não paro de pensar – revelou o meia Diego Souza, que já esteve em uma final de Libertadores, em 2007, pelo Grêmio.

A preocupação aumentou ainda mais após o duelo de quinta-feira entre LDU (EQU) e Colo Colo (CHI), que terminou em 3 a 0 para a equipe chilena. Esse resultado embolou ainda mais o grupo do Verdão, já que os dois times que se enfrentaram na quinta encontram-se com o mesmo número de pontos, seis cada um.

– São duas equipes agora com seis pontos e a gente com zero. Mas, ainda dá. Não adianta a gente começar a torcer por uma coisa ou outra a gente ainda depende da gente. O mais importante é o jogo lá contra o Sport que não podemos perder – avaliou Diego Souza.

– Eu assisti ao jogo e estava torcendo por um empate. Mas, acho que não ficou mais difícil para nós. De qualquer forma, a vitória do Colo Colo força a LDU a vencer em casa. Temos que fazer o nosso papel e vencer o Sport – garantiu o goleiro Bruno.

março 13, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , | Deixe um comentário

Sport e Náutico fazem duelo de mistérios

Leão não perde para Timbu, na Ilha do Retiro, há quatro anos

Foi uma semana intensa em que o Recife não viveu ou respirou outra coisa que não fosse o último Clássico dos Clássicos do ano, entre Sport e Náutico. Um período de muito mistério de ambos os técnicos que organizaram treinos secretos e apimentaram ainda mais o clima do encontro na Ilha do Retiro, pelo Campeonato Brasileiro.

Quando leoninos as duas equipes entrarem em campo neste domingo às 18h10 (de Brasília), não estará presente apenas uma rivalidade ferrenha. Mas sim, a reabilitação de cada um. Ambos não vencem há quatro rodadas e o Náutico quer encerrar o jejum de quatro anos sem vitórias na Ilha. A última foi por 3 a 1 no dia 28 de março de 2004.

Este será o embate de número 507 entre os velhos rivais, que protagonizarão mais uma edição do clássico mais antigo do Nordeste, pois data desde 24 de julho de 1909. Do lado do Sport, o Leão está na 11ª posição da tabela, com 40 pontos. 10 a mais que o Náutico, que ocupa a 15ª colocação, beirando a zona de rebaixamento.

Nelsinho Baptista deverá armar o Sport no esquema 4-4-2, e com várias mudanças. O volante Júnior Maranhão perdeu a posição para Sandro Goiano, que fará dupla com Andrade. Na armação, Fumagalli venceu a disputa com Kássio e terá Carlinhos Bala como parceiro. No ataque, Wilson jogará ao lado de Roger.

No Náutico, Roberto Fernandes deverá apostar no 3-5-2. Mas desta vez, não trocou as posições do lateral-direito Ruy e do meia-atacante Paulo Santos, como vinha fazendo, mesmo com a reprovação de seus atletas. A novidade é que o apoiador William poderá ser o companheiro de Felipe no ataque. Gilmar e Kuki deverão ser reservas.
FICHA TÉCNICA:

SPORT X NÁUTICO

Estádio: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data/hora: 19.10.08 – 18h10 (de Brasília)
Árbitro: Alicio Pena Júnior – Fifa (MG)
Assistentes: Erich Bandeira – Fifa (PE) e Luciano José Coelho Cruz (PE)

SPORT: Magrão, Sidny, Igor, Durval e Dutra; Andrade, Sandro Goiano, Fumagalli e Carlinhos Bala; Roger e Wilson.Técnico: Nelsinho Baptista.

NÁUTICO: Eduardo, Everaldo, Vagner e Adriano; Ruy, Hamilton, Derley, Paulo Santos e Alessandro; William e Felipe. Técnico: Roberto Fernandes.

outubro 18, 2008 Posted by | Náutico, Sport | , , , , , , | 1 Comentário

Nelsinho começa a decidir time do Sport

Leão poderá sofrer mudanças para o clássico contra o Náutico

A equipe do Sport treinou na manhã desta segunda-feira na Ilha do Retiro, como preparação para o “Clássico dos Clássicos” pernambucano, contra o Náutico, neste domingo. Aliás, esta foi a única atividade permitida à imprensa pelo treinador Nelsinho Baptista. No resto da semana, os treinos serão secretos.

No treinamento, apenas estiveram ausentes o zagueiro Gabriel e o atacante Ciro, que estão vetados, e o volante Júnior Maranhão que está no Rio de Janeiro, resolvendo assuntos particulares. A julgar pelos treinos, o Sport poderá sofrer modificações no time. Mas o esquema deverá continuar sendo o 3-5-2.

O atacante Carlinhos Bala deverá deixar de ser improvisado na lateral direita para o retorno de Sidny. Também há possibilidade do meia-atacante Fumagalli voltar ao time, na vaga de Kássio. Assim como a dupla de volantes ser formada por Sandro Goiano e Andrade, já que Moacir e Júnior Maranhão não vêm atuando bem.

– Ainda é cedo para sabermos o que Nelsinho Baptista vai nos pedir. Eu mesmo não faço questão de escolher o esquema 3-5-2 ou 4-4-2. Mas se o treinador optar pelo 4-4-2, comigo e mais um meia-atacante, com Bala e Roger no ataque, nosso time vai ficar muito mais rápido. Acredito que entrarei neste jogo – entregou Fumagalli.

outubro 14, 2008 Posted by | Sport | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário