Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Com reforços e reservas, Verdão goleia o MAC

Treinador poupa parte do grupo e promove a estreia de Edmilson e Armero. Vem, Libertadores!

Jogadores do Verdão comemoram o gol de Cleiton Xavier com a dança de Armero, um dos estreantes da noite

Jogadores do Verdão comemoram o gol de Cleiton Xavier com a dança de
Armero, um dos estreantes da noite (Crédito: Reginaldo Castro)

O Palmeiras estreou com estilo no Palestra Itália nesta temporada.
Nesta terça-feira, bateu o Marília por 3 a 0, na primeira partida de
Edmílson e Armero, e se manteve na liderança do Campeonato Paulista com
100% de aproveitamento.

foto
Veja as imagens de Palmeiras 3 x 0 Marília

O Palmeiras entrou em campo com um time misto, já preocupado com o
jogo de quinta-feira diante do Real Potosi, pela Copa Libertadores. Mas
os torcedores mal puderam perceber isso no começo, já que logo aos 16
minutos, o Verdão já vencia o jogo. Lenny recebeu passe de Max e rolou
para Evandro, que livre, abriu o placar.

O time da casa
aproveitou a fragilidade do adversário para manter a vantagem, mas
sentia a falta de seus atacantes titulares para aumentar o placar. A
forte chuva que caiu em São Paulo atrapalhou as duas equipes e, o MAC,
com poucas condições técnicas, sentiu ainda mais.

No segundo
tempo o Palmeiras entrou cauteloso, o que fez o Marília esboçar uma
reação. Mas a tentativa durou apenas 15 minutos, quando Keirrison
entrou em campo.

Em sua primeira jogada, saiu na frente do
goleiro, levou um carrinho por trás de Rodrigo Costa, o que gerou a
expulsão do zagueiro adversário. Após a cobrança de falta, teve
confusão na área que terminou com pênalti sobre Wendel. Mas ao bater,
Keirrison não foi feliz e bateu nas mãos de Giovanni.

O técnico Vanderlei Luxemburgo também mandou a campo Cleiton Xavier e Diego Souza, que definiram os três pontos ao Verdão.

Aos
30 minutos, Giovanni subiu para afastar cruzamento e mandou nos pés de
Cleiton Xavier, que bateu rasteiro no canto do gol. 12 minutos depois
foi a vez de Lenny, que saiu na frente do goleiro e bateu com categoria
para marcar o terceiro, seu primeiro com a camisa do Palmeiras e fechar
a goleada antes do jogo principal da semana.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 X 0 MARÍLIA

Estádio: Palestra Itália
Data/hora: 27/01/09, às 20h30.
Árbitro: Robinson José Andréa de Góes
Assistentes: Claudio Roberto da Costa e Fabio Rogerio Baesteiro.

Gols: Evandro, 16’/1ºT (1-0), Cleiton Xavier 30’/2ºT (2-0) e Lenny, 42’/2ºT (3-0)
Cartões amarelos: Maurício Ramos, Danilo (Palmeiras); Leandro Amaro, João Vitor, Ataliba, Gilson (Marília)
Cartões vermelhos: Rodrigo Costa (Marília)

PALMEIRAS:
Marcos, Maurício Ramos, Danilo e Edmílson; Wendel, Sandro Silva (Diego
Souza, 32’/2ºT), Jumar, Evandro (Cleiton Xavier, 17’/2ºT) e Armero; Max
(Keirrison, 15’/2ºT) e Lenny. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

MARÍLIA:
Giovanni, Tiago Souza, Rodrigo Costa, Leandro Amaro e João Victor
(Gilson, intervalo); Ataliba, João Vitor, Fabiano Gadelha e Reinaldo
(Cássio, 33’/2ºT); Robert e Maurício. Técnico: João Martins.

janeiro 27, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Botafogo é o time que mais cruza no Brasileiro

Nos últimos sete jogos, foram dez gols em cruzamentos. Só no último jogo, contra o Vitória, foram dois

Com seis pontos a menos do que Cruzeiro e São Paulo, o Botafogo ainda segue confiante na possibilidade de alcançar uma das quatro vagas para a Libertadores, competição que não disputa desde 1996.

Para diminuir a diferença do sonhado G4, o Botafogo tem feito valer uma característica: os cruzamentos na área adversária.

Segundo a parceria PORTAL FUTEBOL!/Footstats, o Botafogo é o clube que mais se aproveita deste tipo de jogada atualmente. Prova da força do Alvinegro neste fundamento foram os últimos dez gols da equipe. Todos eles iniciaram de jogadas pelas laterais do campo.

O zagueiro Andre Luis, que, de cabeça, marcou um dos gols no triunfo sobre o Vitória, espera que os jogadores sigam se aproveitando deste artifício.

– Acho que temos de investir mais nessas jogadas aéreas, pois está dando certo. Isso é fruto do trabalho do Ney Franco. Estamos bem na parte defensiva e nos aprimorando no ataque. Quem sabe sai mais um cruzamento do Lucio Flavio para mim contra o Santos? É bom dar uma de artilheiro de vez em quando – disse.

Além de concordar em gênero, número e grau com seu companheiro, o atacante Wellington Paulista procura ser mais enfático e garante que, caso o cruzamento seja feito certo, as chances de gol do Botafogo são grandes pelo fato de o Alvinegro contar com bons cabeceadores.

– Temos de aproveitar. Temos Zárate, Andre Luis, Renato Silva, Zé Carlos… Basta sair certinho o cruzamento – disse o camisa 9, que explicou a razão de o Botafogo usar tanto esse tipo de jogada: – O meio tem ficado cheio sempre. Então, temos de usar as laterais. E já que os cruzamentos estão dando certo, que aproveitemos, então.

Os gols nos últimos jogos:

Botafogo 1 x 2 Internacional
Andre Luis completou com o pé direito cruzamento de Jorge Henrique.

Portuguesa 3 x 1 Botafogo
Triguinho cruzou, Carlos Alberto ajeitou e Wellington Paulista marcou.

Botafogo 1 x 1 Fluminense
Carlos Alberto fez o gol aproveitando cruzamento de Lucio Flavio.

Botafogo 3 x 1 América(COL)
Wellington completou dois cruzamentos.Carlos Alberto marcou de bicicleta.

Grêmio 2 x 1 Botafogo
Lucio Flavio cruzou, o goleiro deu rebote e Renato Silva marcou.

Botafogo 3 x 1 Vitória
Zárate e Andre Luis fizeram de cabeça. Após cruzamento, Lucio Flavio fez golaço.

outubro 14, 2008 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Em noite de festa, Keirrison mantém otimismo

Na comemoração dos 99 anos do clube, atacante garante que Libertadores é possível

Grande estrela do Coritiba, o atacante Keirrison foi um dos mais assediados pelos torcedores na festa de comemoração pelos 99 anos do clube alviverde. Feliz com a grande fase que vive com a camisa do Coritiba, o atacante garante que sempre sonhou entrar para história do clube.

– Eu já passei por tudo isso, já estive na arquibancada assistindo aos meus ídolos. Sempre sonhei marcar o meu nome e graças a Deus estou conseguindo. É uma emoção muito vestir essa camisa e fico feliz por fazer parte dessa grande festa. O Coritiba e a torcida merecem – disse ao PORTAL FUTEBOL!.

E mesmo numa festa, o futebol não poderia estar de fora. Confiando principalmente nas partidas que terá em casa – o Coxa fará cinco dos noves jogos finais – o atacante promete um final feliz para a torcida alviverde na luta pela vaga na Libertadores de 2009.

– É claro que é possível. Num Brasileirão tão equilibrado, é assim mesmo. Não é porque encaramos a Portuguesa, na situação que eles se encontram, que teríamos vida fácil. O Flamengo também perdeu no Maracanã. O que precisamos é vencer os jogos em casa e buscar pontos longe de Curitiba. Eu confio e farei de tudo para alcançar este objetivo – completou.

outubro 14, 2008 Posted by | Coritiba | , , , , | Deixe um comentário

Márcio Braga não vêm dando sorte nas declarações

Pérolas e deboches do presidente têm custado caro ao Flamengo

Depois de dar algumas declarações infelizes antes da hora, o presidente do Flamengo, Márcio Braga, parece não ter aprendido a lição, o mandatário rubro-negro afirmou que o Vasco, adversário do próximo domingo pelo Campeonato Brasileiro, tem um time fraco e vai ser derrotado. No entanto, o histórico mostra que as previsões de Márcio têm dado errado.

A primeira delas foi às vésperas de um jogo contra o Corinthians pelo Brasileirão de 2005. Na ocasião, Márcio Braga perguntou quem era Tevez e disse que não o conhecia. A partida foi realizada no Estádio Luso Brasileiro, na Ilha do Governador, e o Timão venceu por 3 a 1, com dois gols do atacante argentino.

Um mês depois, quando o Fla enfrentaria o São Paulo, no mesmo estádio, o presidente resolveu debochar de Amoroso, atacante do Tricolor Paulista na ocasião.

– O Flamengo sempre ganha do São Paulo. Que Amoroso? Não é aquele de Brasília (ex-jogador do Fluminense)? É um bom jogador, mas vai perder no domingo. Avise a ele que o Márcio Braga disse que ele vai perder – provocou.

Resultado: São Paulo 6 a 1, com direito a grande atuação e um gol de Amoroso.

A última das declarações infelizes de Márcio Braga foi na semana passada. O presidente afirmou que já estava preparando a festa pelo hexa do Flamengo. Porém, a equipe foi derrotada logo em seguida por 3 a 0 pelo Atlético Mineiro, no Maracanã, no último sábado. Com o resultado, o Rubro-Negro caiu para a quinta colocação, ficando muito longe do título e fora até da zona de classificação para a Libertadores.

outubro 13, 2008 Posted by | Flamengo | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Dorival Júnior já pensa no jogo contra o Goiás

Mesmo sete pontos atrás do São Paulo, treinador segue pensando na Libertadores

Mesmo com o empate em 0 a 0 com a Portuguesa e com a desvantagem de sete pontos para o São Paulo – o quarto colocado e que estaria na Libertadores -, o técnico Dorival Júnior garante que o Coritiba ainda está na luta pela vaga. E para isso, já concentra as energias para o confronto contra o Goiás, domingo, às 16h (de Brasília), no Estádio Couto Pereira.

– Nada mudou, continuo acreditando muito nesse grupo e tenho certeza de que eles darão uma resposta positiva aos torcedores. O Brasileirão é longo, temos nove rodadas pela frente e muitas coisas acontecerão. Agora é focar o jogo contra o Goiás, mais um desafio complicado, mas em casa vamos buscar esses três pontos para seguirmos vivos na luta pela Libertadores – disse o treinador.

Para o confronto, Dorival Júnior poderá com todos os jogadores e terá a oportunidade de repetir a escalação pela terceira partida consecutiva.

outubro 13, 2008 Posted by | Coritiba | , , , , , , , , | Deixe um comentário

São Paulo termina rodada no G4

Tricolor foi beneficiado pela derrota do Flamengo por 3 a 0 para o Galo e fica em quarto no Brasileirão, com 52 pontos.

Com a derrota do Flamengo para o Atlético-MG, por 3 a 0, no Maracanã, o São Paulo terminou a 29ª rodada do Brasileirão no G4. Agora, o time de Muricy Ramalho está na 4ª colocação com 52 pontos, três a mais que o clube carioca, que caiu para quinto lugar.

A última vez em que o Tricolor ficou entre os quatro primeiros do Campeonato Brasileiro foi na última rodada do primeiro turno, quando venceu o Goiás por 2 a 1, no Morumbi. Na rodada seguinte, o clube paulista perdeu para o Grêmio, por 1 a 0 e saiu da zona de cassificação para a Libertadores, se distanciando do líder.

No próximo dia 19, o São Paulo enfrenta o Palmeiras, às 16h (de Brasília), podendo até chegar na vice-liderança da competição. Mas para isso acontecer, o Sampa precisa vencer o rival no Palestra Itália e o Cruzeiro tropeçar contra o Atlético-MG, no Mineirão.

outubro 12, 2008 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Caem para 3% as chances de título para o Fla

Matemático aponta queda nas chances do Flamengo, após derrota no Maracanã

com a derrota para o Altético-MG por 3 a 0, no Maracanã, o Flamengo termina a 29ª rodada fora do G-4. Com 49 pontos, o Rubro-Negro é o quinto o colocado, três pontos atrás de Cruzeiro e São Paulo, terceiro e quarto colocados respectivamente.

Na matemática, as chances de o Flamengo ser campeão brasileiro foram reduzidas para apenas 3%, segundo o matemático Tristão Garcia. As chances de Libertadores são de 41%. Com o fim da rodada, o Grêmio tem 40% de chances de título, o Palmeiras 33%, Cruzeiro 13% e São Paulo 9%. Botafogo e Coritiba têm 1%.

Apesar dos 3% apontados por Tristão Garcia, goleiro Bruno, não desiste da idéia de conquistar o hexacampeonato, mas comenta sobre a derrota no Maracanã.

– O Atlético impôs seu ritmo e marcou nosso ponto forte. Eles vieram jogando na retranca e realmente estava muito difícil entrar na defesa deles. Mas nós tentamos fazer o nosso melhor e não conseguimos. Agora, o que nos resta é trabalhar e continuar a sonhar com a conquista do título – disse o goleiro, ainda confiante no título do Brasileirão.

O Flamengo volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo domingo, às 18h10, no Maracanã, para o clássico contra o desesperado vasco.

outubro 12, 2008 Posted by | Flamengo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Botafogo ainda sonha com Libertadores

Se repetir desempenho das últimas rodadas do turno, Fogão pode se classificar

Há exatos três meses, Ney Franco assumia o Botafogo com o pensamento de tirar o time da parte debaixo da tabela. Conseguiu.

Agora, o objetivo principal é chegar à Libertadores, competição que o clube não disputa desde 1996. Para tal, será preciso, pelo menos, repetir o desempenho dos últimos nove jogos do turno.

Na ocasião, foram 20 pontos em nove partidas, em uma seqüência que começou com um empate contra o Santos, adversário no próximo sábado. Se conseguir o mesmo feito, chegará a 66, pontuação que os matemáticos consideram suficiente para se classificar para a Libertadores.

Consciente da necessidade do clube de voltar à competição, Ney Franco acredita em uma nova arrancada no Brasileiro.

– Agora tenho uma equipe mais forte do que quando peguei, na 15a posição. Não estar na parte de baixo da tabela faz o time ficar mais leve. Queremos, no mínimo, terminar em quarto. Jogar a Libertadores representará muito para o clube no ano que vem – afirmou.

Título virou uma tarefa quase impossível, já que o Grêmio se distanciou dez pontos. Os jogadores alvinegros não jogam a toalha, mas preferem pensar primeiro em voltar ao G4. Os trunfos para isso são as partidas no Rio, principalmente os duelos contra São Paulo e Flamengo, rivais na disputa por uma das vagas.

– Temos ainda cinco jogos em casa. A nossa meta é vencer todos, além de conseguir uma boa porcentagem de pontos fora. Os times que estão na frente têm vencido, mas haverá confrontos diretos. Por isso, o campeonato está aberto – disse o capitão Lucio Flavio.

Assim, resta aos alvinegros torcer para que o time embale de novo e carimbe vaga para a Libertadores.

Nova meta

66 pontos
Chegaria o Botafogo se conseguisse novamente fazer 20 pontos em nove rodadas, como no fim do primeiro turno. Segundo os matemáticos, a pontuação leva à Libertadores.

outubro 12, 2008 Posted by | Botafogo | , , , , , , , | Deixe um comentário

Cruzeiro bate Sport e cola nos líderes

Equipe mineira continua em 3º e agora seca Palmeiras e Grêmio

Com um gol saído dos pés de dois jogadores que entraram no segundo tempo, o Cruzeiro conseguiu uma magra, mas importante vitória por 1 a 0 sobre o Sport, na noite desta quinta-feira, no Mineirão. A Raposa agora está colada nos dois líderes do Brasileirão 2008, ficando a um ponto de Palmeiras e Grêmio. Jajá deu um passe para Gérson Magrão marcar o único gol do jogo, que garante a equipe mineira em terceiro lugar na classificação, agora com 49 pontos, ate o fim da 28ª rodada.

Se empatasse, o time mineiro corria risco de perder posições para Flamengo e São Paulo e sair da zona de classificação para a Libertadores. Agora, a missão cruzeirense é secar Verdão e Tricolor gaúcho, que enfrentam Atlético-MG e Botafogo, espectivamente, em casa neste sábado.

Para a equipe pernambucana, a dupla jornada fora de casa termina sem pontos: derrotas para o Fla, no último sábado, e agora para os mineiros. Mesmo assim, o Leão permanece com 39 pontos, na 11ª posição, sem risco de perder posições no decorrer da rodada.

O próximo compromisso do Sport é na quarta-feira, dia 8, contra o Vasco, na Ilha do Retiro. No dia seguinte, o Cruzeiro recebe o Ipatinga, mais uma vez no Mineirão.

Desfalque e lesão em cima da hora

A equipe mineira entrou em campo com um desfalque de última hora: Thiago Heleno sentiu dores e deu vaga a Leo Fortunato na zaga. A novidade ficou por conta da escalação da Camilo na vaga de Wagner, machucado. Mas a surpresa pintou aos quatro minutos, com capitão Fabrício sendo substituído por Elicarlos após levar uma pancada no joelho esquerdo.

O Sport chutou a gol primeiro, aos cinco, mas Luciano Henrique mandou cruzado pela linha de fundo. A Raposa respondeu com mais perigo, aos dez: Ramires recebeu passe de cabeça de Camilo, tentou encobrir o goleiro Magrão, mas a bola passou por cima do travessão. A equipe pernambucana pediu pênalti em Enílton após uma trombada com Espinoza, mas o árbitro Carlos Eugênio Simon mandou seguir.

Mesmo com o equilíbrio do jogo, foram os mineiros quem ameaçaram mais. Aos 28, Fernandinho cobrou uma falta, que desviou no meio do caminho e quase traiu o goleiro rubro-negro. Em seguida, Thiago Ribeiro aproveitou um cruzamento, mas Elias salvou quase em cima da linha. O Sport chegou a balançar as redes aos 35, mas Enílton estava impedido e teve o gol anulado.

‘Burro’ resolve o jogo

O técnico Nelsinho Baptista desistiu de insistir com Carlinhos Bala atuando como ala e tirou Enilton para a entrada de Sidny, devolvendo o camisa 11 à posição original. A mudança fez os pernambucanos ficarem mais ofensivos, e aos cinco minutos, quase Bala de cabeça deixou Roger na cara do gol, se não fosse o corte de Espinoza. Mas os cruzeirenses reclamavam do excesso de faltas cometidas pelo Sport. E o técnico Adilson batista acabou desistindo de Camilo para botar em campo Gérson Magrão, que estava cotado para começar jogando.

Aos 16, Jonathan, que vinha sendo perseguido pela torcida celeste, fez um bom cruzamento para Espinoza cabecear com perigo, à direita de Magrão. Mas a galera se revoltou mesmo quando o treinador da Raposa trocou Thiago Ribeiro por Jajá, iniciando um coro de “burro” das arquibancadas do Mineirão. Por ironia do destino, logo depois, Guilherme acionou Jajá, que deu passe açucarado para Gérson Magrão chutar cruzado e estufar as redes: os torcedores celestes tiveram que mudar o “refrão” do canto.

Apesar do placar favorável, o jogo continuou tenso, com o Sport sempre ameaçando o time anfitrião. Aos 28, Bala deu bom passe para Roger bater muito alto, encobrindo a meta do goleiro Fábio. A equipe recifense reclamou de um possível pênalti em cima de Roger, que caiu após trombar com Fortunato e Espinoza aos 34. Jajá ainda quase ampliou aos 39, mas o goleiro rubro-negro segurou. Após o apito final, o alívio para os torcedores do Cruzeiro, que agora seca Palmeiras e Grêmio no sábado para colar nos líderes.

outubro 2, 2008 Posted by | Cruzeiro | , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Quase 600 mil torcedores celeste no Mineirão

Cruzeiro está próximo de atingir marca de 600 mil torcedores em 2008

O Cruzeiro está próximo de atingir a marca de 600 mil torcedores no Mineirão em 2008. Para alcançar o número, 53.742 cruzeirenses terão de comparecer ao estádio nos próximos sete jogos que a Raposa fará em casa até o fim do Campeonato Brasileiro.

Em 25 partidas, o público total acumulado é de 546.258. Só os quatro jogos na Libertadores foram responsáveis pela presença de 187.909 torcedores. No Mineiro, 107.710 celestes foram ao estádio.

Como parâmetro: somente no Brasileiro de 2003, o primeiro disputado por pontos corridos, 615.523 mil torcedores embalaram a campanha irretocável do time de Vanderlei Luxemburgo & Cia.

Há cinco anos, a média de público nas partidas em casa era de 26.761 torcedores. O maior público registrado naquele ano foi no duelo que confirmou matematicamente o título. Diante de um público de 73.141 presentes, o Cruzeiro bateu o Paysandu por 2 a 1, na 44º rodada.

O jogo que registrou a menor presença de celestes no campeonato foi o confronto com o Fortaleza, no dia 9 de julho, quando 8.920 torcedores comemoraram o triunfo por 2 a 0.

outubro 2, 2008 Posted by | Cruzeiro | , , , , | Deixe um comentário