Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Vasco ‘muda’ estádio e preço de ingresso

Alteração retira vantagem de quem comprou pacote com desconto para setor

Mudañças na Colina tiram vantagens de quem comprou pacote com setorizaçãoMudañças na Colina tiram vantagens de quem comprou pacote com setorização (Crédito: Gilvan de Souza)

LANCEPRESS!

O Vasco alterou a divisão da arquibancada de São Januário, adotada no início do ano (em Central e Curva). A partir da partida contra o Friburguense, neste domingo, o setor volta a ser único.

Com a setorização, o valor dos ingressos para um e outro locais possuiam valores diferenciados (R$30 – Central – e R$ 20 – Curva). Agora, os dois locais custam R$20 (sempre em valores de inteira).

Porém, antes do Campeonato Carioca, o clube venceu pacotes de ingressos para os seis jogos que fará em São Januário na competição baseado na setorização – um para o setor social, outro para a arquibancada central e outro para a social.

Em relação à arquibancada, o pacote para a Central custou R$120 (inteira) e R$80 (inteira) para a Curva. A princípio, os donos de pacote levariam seis jogos pelo preço de um. Agora, que, por exemplo, comprou o pacote para a aquibancada Central não terá a vantagem.

– Este tipo de decisão, que não se preocupa com o “contrato estabelecido no pacote” com os torcedores e sem fazer qualquer tipo de conta, que fazem os torcedores não confiarem na venda de pacotes lançados – declarou o ex-vice-presidente de marketing vascaíno, José Henrique Coelho, idealizador do projeto.

O Vasco ainda corre o risco de ser acionado na Justiça por algum torcedor que comprou o pacote e venha a se sentir lesado com a mudança feita pela diretoria no valor dos ingressos e na divisão do estádio.

Outro problema com a mudança do valor dos ingressos é a diminuição na previsão para a arrecadação com venda de ingressos. A indicação no orçamento 2009 é de R$9,2 milhões, que sofrerá uma diminuição entre R$800 mil e R$1,5 milhão.

março 5, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco contrata ex-gremista por empréstimo

Jogador, de 20 anos, tem os seus direitos ligados ao Metropolitano (SC)

O volante Paulinho já vestiu a camisa do VascoO volante Paulinho já vestiu a camisa do Vasco (Crédito: Site oficial do Vasco)

LANCEPRESS!

O Vasco anunciou nesta quinta-feira a contratação do volante Paulinho, de 20 anos. O jogador, que atuou pelo Grêmio em 2008, chega por empréstimo até o fim desta temporada.

O atleta é o 20º reforço contratado pelo Gigante da Colina para este ano. Seus direitos federativos pertencem ao Metropolitano, de Santa Catarina, e o clube carioca tem a opção de compra ao final do vínculo.

– Estou feliz por estar vestindo a camisa do Vasco, que é um clube de um nome tão grande. Vim aqui para ajudar a equipe. O grupo é bom e quero dar meu máximo – disse Paulinho ao site oficial vascaíno.

O jogador chega com o aval do atual diretor executivo de futebol do Vasco, Rodrigo Caetano, que exerceu a mesma função no Grêmio em 2007 e 2008 (mas estava no departamento de futebol do clube desde 2005).

Além disso, a posição era vista como carente pelo técnico Dorival Júnior, que contava apenas com Amaral para a função de primeiro volante, além de Nilton, Souza, Pedro Vera e Léo Lima para a de segundo.

março 5, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

No Vasco, Alex Teixeira volta com fome de gol

Confirmado no lugar de Rodrigo Pimpão contra o Friburguense, apoiador quer o fim do jejum no domingo

Alex revela que ansiedade o atrapalhouAlex revela que ansiedade o atrapalhou (Crédito: Paulo Sérgio)

LANCEPRESS!

Após um breve período na reserva do Vasco, Alex Teixeira está de volta e com fome de gols. Apoiador de origem, o camisa 7 tem atuado como atacante, mas de todos os testados como titular no ano (Élton, Rodrigo Pimpão e Faioli), ele foi o único que ainda não marcou.

– Espero acabar logo com esse jejum. Tive algumas chances na Taça Guanabara, mas acho que batia uma ansiedade em razão da demora. Estou mais tranquilo e acredito que voltarei a fazer gols pelo Vasco – disse Teixeira.

Em alta na cotação da comissão técnica, Alex Teixeira assumirá a vaga de Rodrigo Pimpão, barrado em razão de sua recente queda de produção. Mais maduro, o meia-atacante acredita que dará conta do recado. Sua confiança é fruto do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo técnico Dorival Júnior, que tem investido nos treinamentos de finalização.

– A prática de fundamentos é algo imprescindível. Esse é um tipo de erro que trazemos das categorias de base. Não é um problema específico com Alex ou Pimpão. O jogador brasileiro acredita que pode resolver tudo na base do talento, mas é preciso trabalho, dedicação nos treinos. Por isso muitos atletas são promovidos para a categoria profissional com deficiências – analisou Dorival Júnior.

Autor de oito gols na temporada de 2009, Alex Teixeira parece ter compreendido o recado passado pelo comandante. Considerado uma das maiores revelações da base cruzmaltina, o meia-atacante está ciente de sua responsabilidade. Quase que diariamente, o camisa 7 tem feito parte de um grupo que se dedica aos treinos de finalização.

– Tenho treinado intensamente e aprimorado os chutes com os pés direito e esquerdo – disse Alex.

Pior para o Friburguense, que, domingo, enfrentará o Vasco, em São Januário, com Alex Teixeira motivado a fazer gols novamente.

março 5, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Dorival: única exigência foi ter salários em dia

Treinador diz que não pediu atletas com pedida salarial muito elevada

Técnico Dorival Júnior é direto: salário em dia é obrigaçãoTécnico Dorival Júnior é direto: salário em dia é obrigação (Crédito: Paulo Sérgio)

LANCEPRESS!

O atraso no pagamento do salário de janeiro para os jogadores e a comissão técnica do Vasco tem causado boatos de que jogadores e o técnico Dorival Júnior estariam insatisfeitos.

De acordo com o treinador vascaíno, no entanto, não há fundamento em se dizer que os jogadores pensaram em entrar em greve ou que ele teria dado um ultimato à diretoria.

No entanto, o técnico do Gigante da Colina deixou claro que uma das exigências que fez ao aceitar treinar o clube, mais do que contratar jogadores de peso, foi que os problemas salarias fossem evitados.

– O meu úinico pedido à diretoria foi que tivéssemos uma folha salarial de acordo com a nossa realidade, para que pudessemos saldá-la na data certa. O salário é uma obrigação. Me preocupei em não contratarmos jogadores que depois não teriamos condição de pagar – afirmou Dorival Júnior.

A promessa da diretoria vascaína é quitar a dívida (o dia de pagamento foi 20 de fevereiro) até sexta-feira, obtendo a antecipação de receitas, já que o acerto de patrocínio com a Eletrobrás ainda não aconteceu.

março 4, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Alex Teixeira pode ganhar vaga de Pimpão

Dorival Júnior testa meia no ataque, ao lado de Elton, em treino tático

Alex Teixeira foi testado no ataque ao lado de ÉltonAlex Teixeira foi testado no ataque ao lado de Élton (Crédito: Ricardo Cassiano)

LANCEPRESS!

O meia-atacante Alex Teixeira pode ganhar uma vaga no time titular do Vasco. No treino tático realizado nesta terça-feira pela manhã no Vasco-Barra, o técnico Dorival Júnior testou a revelação da base vascaína no ataque ao lado de Élton. Com isso, o atacante Rodrigo Pimpão perderia a vaga na equipe titular.

As outras duas mudanças no time do Vasco já estavam anunciadas. O lateral-direito Fágner entra no lugar de Paulo Sérgio, que não irá jogar devido a uma dúvida da diretoria vascaína com relação ao número de amarelos recebidos pelo jogador no Campeonato Carioca. Ele teria sido advertido no jogo contra o Fluminense, mas a punição não constava na súmula da partida. Por isso, ele pode estar suspenso ou não.

A outra ausência é certa: o volante Nilton, também com três amarelos, dá lugar a Mateus. Com isso, a equipe vascaína que deve estrear na Taça Rio, no próximo domingo, será composta por: Tiago, Fágner, Fernando, Titi e Ramon; Amaral, Mateus, Jéferson e Carlos Alberto; Alex Teixeira e Élton.

março 3, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Elton se firma como o camisa 9 do Vasco

Jogador empolga Dorival Júnior e leva vantagem para ser o titular

Elton foi o último a chegar, mas está na frente para ser o 9 do VascoElton foi o último a chegar, mas está na frente para ser o 9 do Vasco (Crédito: Cléber Mendes)

LANCEPRESS!

Elton foi o último a desembarcar em Vila Velha (ES) para a pré-temporada do Vasco. Correu atrás, suou a camisa e agora está com a 9 vascaína nas mãos. A cada jogo, a cada treinamento o faro de Elton para o gol tem chamado a atenção.

Em melhor forma física, o atacante marcou três gols nos últimos dois jogos do Vasco.

Contra o CFZ, no jogo-treino de sábado, foram três gols de puro oportunismo que saltaram aos olhos de Dorival Júnior e dos torcedores, que o aplaudiram com entusiasmo.

Longelíneo, com 1,85 metro, Elton marca presença na grande área com facilidade. Fora das quatro linhas, embora econômico nas palavras, sabe que se proclamar titular antes do veredicto de Dorival Júnior é arriscado. Por isso, elogia todo o suporte recebido na Colina e está empolgado para marcar em clássicos.

– Não esperava uma adaptação tão rápida. Estou muito feliz e contente de estar no Vasco, isso ajuda muito. Marcar em clássico seria ótimo e espero ter essa chance – disse.

A indefinição no ataque vascaíno pairava sobre a cabeça de Dorival Júnior há algum tempo. Alan Kardec e Faioli surgiam como opções, mas os dois gols de Elton contra o Flamengo (PI) deixaram o treinador animado.

– Elton vem crescendo. Tenho certeza de que pode ser um dos grandes nomes desse ano de nossa equipe desde que mantenha essa postura que vem apresentando – comentou.

Ainda que tenha sido o último a chegar pela disputa, Elton parece ter chegado antes de todos para vestir a camisa 9.

março 2, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Nílton é expulso em treino do Vasco

Volante acertou um carrinho violento no atacante Edgar

Nílton pediu desculpas para Edgar depois do treinoNílton pediu desculpas para Edgar depois do treino (Crédito: Gilvan de Souza)

LANCEPRESS!

O clima esquentou no treinamento do Vasco na manhã desta segunda-feira. E não foi só pelo forte calor que fazia no Vasco-Barra. Durante o rachão, um dos poucos desde que o técnico Dorival Júnior assumiu a equipe, o volante Nílton acertou um carrinho violento no atacante Edgar e foi excluído da movimentação pelo treinador.

No lance, Edgar tabelou com Souza e Nílton, com um carrinho desleal, interceptou a jogada. O volante ainda levantou xingando. Imediatamente, Dorival deu uma bronca no jogador e o expulsou do treino.

Quando estava saindo, Nílton conversou com Carlos Alberto, que o chamou para conversar. Depois, ainda pediu desculpas para Edgar.

março 2, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Tiago vibra com novo momento no Vasco

Goleiro supera ano ruim e volta a ter confiança da torcida e dos jogadores

Tiago vem se destacando pelo Vasco nesta temporadaTiago vem se destacando pelo Vasco nesta temporada (Crédito: Paulo Sérgio)

– A tempestade não poderia durar para sempre!

A afirmação em tom de alívio vem acompanhada de um largo sorriso do goleiro Tiago. Muito contestado em 2008, o titular do gol vascaíno conseguiu dar a volta por cima neste início de temporada e procura, a cada dia, agarrar a chance de se firmar como titular. Por enquanto, o céu é de brigadeiro.

Mas Tiago conheceu muito bem o outro lado da história. Chegou ao clube há pouco mais de um ano, com status de titular. Chegou a ser contestado, mas se manteve até o Brasileiro. Na competição, absorveu sozinho por várias vezes uma carga que, acredita, não era só dele.

Acabou fora até mesmo do banco de reservas. E tudo ficou difícil.

– Chegou um momento em que as coisas não andavam. Eu ia para jogo sabendo que tinha de fazer o meu, o de outro e o de outro para tomar pouco (gols). Sofrer dois gols, três gols, todo jogo.. Isso chateia. Chega uma hora que cansa – desabafou.

Mas se em 2008 Tiago se acostumou a buscar bolas no fundo da rede, a boa fase fez com que elas ficassem longe. A zaga do Vasco foi a menos vazada da Taça Guanabara, com quatro gols sofridos. A marca é motivo de orgulho para Tiago, amadurecido com o sofrimento da temporada passada.

No início do ano, poucos acreditavam que Tiago seria hoje o primeiro nome a surgir na escalação do time vascaíno. Rafael era o camisa 1 e Fernando Prass foi contratado. De última opção, Tiago teve volta relâmpago ao gol vascaíno e foi ajudado pelo destino. Agora, não quer mais largar a vaga. E esbanja confiança.

– Não esperava que fosse tão rápido. Mas vai continuar assim. Todo mundo vai saber que o goleiro titular doVasco é o Tiago – completou, com um sorriso, o goleiro cruzmaltino.

fevereiro 27, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco tenta sua última cartada nesta quinta

Clube deve entrar com pedido de efeito suspensivo no STJD

Escalação de Jéferson na primeira rodada fez Vasco perder seis pontosEscalação de Jéferson na primeira rodada fez Vasco perder seis pontos (Crédito: Arquivo LANCEPRESS!)

LANCEPRESS!

O Vasco manteve firme a decisão de recorrer ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para anular a punição por ter escalado o apoiador Jéferson na partida contra o Americano. A estratégia é ousada: em vez de paralisar o campeonato, como vinha sendo cogitado, o clube pretende, caso tenha o pedido aceito, garantir a sua vaga na semifinal da Taça Guanabara.

Depois de ter o recurso negado pelo Tribunal de Justiça Desportiva na última terça-feira, o Vasco se reuniu para definir o novo plano. A intenção é ter anulada a punição com o efeito suspensivo a ser pedido nesta quinta-feira e, dessa forma, reaver os seis pontos e pegar o Botafogo.

Na preparação para a nova batalha judicial, o Vasco não pretende, inicialmente, agregar novos nomes à defesa. Mariju Maciel e Oswaldo Sestário seguem na dianteira. Os dois teriam sido indicados por Carlos Leite, colaborador do clube e um dos viabilizadores financeiros da montagem do elenco de futebol.

Quem segue firme no Vasco é Luiz Américo. O clube divulgou nota oficial garantindo a sua permanência. O advogado disse que os boatos em torno de sua demissão não passam de “algo orquestrado pela oposição para desestabilizar o Vasco”.

– Escutei durante anos que a saída de Eurico Miranda era impossível, mas provei o contrário. Quem me critica está fora e gostaria de fazer parte do processo – insinuou.

Entenda porque a escalação de Jéferson foi considerada irregular.

fevereiro 19, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco esquece a eliminação da Taça GB e goleia o Fla-PI na Copa do Brasil

Time faz dois gols em cada tempo e garante a classificação sem a necessidade do jogo de volta

Reprodução/SporTV

Jogadores comemoram um dos gols do Vasco contra o Flamengo-PI

Com uma bela atuação do meia Jéferson, pivô da eliminação do Vasco da Taça Guanabara por ter sido escalado de forma irregular na estréia do time no Estadual, contra o Americano, no dia 24 de janeiro, o Vasco deu a volta por cima e fez o seu papel no Albertão, em Teresina. Jogando com os seus titulares, os cariocas venceram o Flamengo-PI por 4 a 1, em jogo válido pela primeira fase da Copa do Brasil. Com o resultado, o time da Colina eliminou a necessidade de realizar a partida de volta, no dia 4, em São Januário. Na próxima fase, o adversário vai ser o Ceará ou o Central-PE.

Na última quinta-feira, o pleno do Tribunal de Justiça Desportiva confirmou a perda dos seis pontos na Taça Guanabara. Com isso, o Vasco foi eliminado da competição. Mesmo assim, o departamento jurídico do clube carioca promete entrar com um recurso nesta sexta-feira no Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Visivelmente abalados com a situação, os jogadores do time cruzmaltino aproveitaram a chuva que caiu no Albertão para lavar a alma e golear o Flamengo-PI.

Jéferson e Elton marcam, mas cariocas relaxam no fim da etapa inicial

O jogo começou movimentado. Logo com um minuto, o lateral-direito Tote foi advertido com um cartão amarelo por fazer falta dura em Carlos Alberto. Dois minutos depois, o Vasco perdeu a sua primeira chance de abrir o marcador. Rodrigo Pimpão fez bela jogada pelo lado direito e cruzou para Elton. O atacante se antecipou ao zagueiro e tocou de leve tentando tirar do goleiro Robson, que fez uma bela defesa.

Não demorou para o Vasco abrir o marcador. Aos nove minutos, Jéferson acertou uma bomba da intermediária e acertou o ângulo do goleiro Robson, que nada pôde fazer para evitar o gol. Elton quase fez o segundo aos 22. O atacante recebeu a bola dentro da área e chutou. A bola passou à esquerda da meta do Flamengo-PI.

Aos 25, Elton não desperdiçou uma segunda oportunidade. Paulo Sérgio fez um belo lançamento em profundidade para o atacante, que driblou o goleiro e empurrou para a rede para ampliar o marcador. Rodrigo Pimpão perdeu uma ótima chance de marcar o terceiro. Aos 33, após receber ótimo cruzamento de Carlos Alberto, o jogador cabeceou fraco para Robson defender.

Dois minutos depois, Amaral arriscou de fora da área e o goleiro Robson quase engoliu um frango, espalmando a bola para escanteio. Aos 38, Pimpão cruzou da direita na cabeça de Jéferson, que apenas tocou para desviar do camisa 1 rubro-negro. A bola passou à esquerda da trave. No último minuto da etapa inicial, Joniel fez uma bela jogada e iminuiu o marcador.

Paulo Sérgio garante a vaga antecipada dos cariocas em Teresina

O segundo tempo começou igual, com as duas equipes buscando o gol. O Vasco tentava acertar os contra-ataques, e o Flamengo-PI queria se organizar para buscar o empate. A primeira chance clara da etapa final aconteceu aos quatro minutos. Após uma rebatida da zaga, Ramon acertou uma bomba, mas a bola passou por cima do gol de Robson.

O jogo ficou tenso logo nos primeiros minutos do segundo tempo. Carlos Alberto levou o cartão amarelo por reclamação. Minutos depois, Michel foi advertido por causa de uma entrada dura no zagueiro Titi. Aos 19, o técnico Dorival Júnior optou sacar o camisa 19 e apostar na entrada de Alex Teixeira.

Aos 24, o Vasco voltou a abrir dois gols de vantagem. Paulo Sérgio cobrou falta da entrada da área com perfeição e ampliou o marcador para o time carioca. No lance seguinte, aos 25, Pimpão recebeu pelo lado direito da grande área e soltou uma bomba. A bola estourou na trave do goleiro Robson.

A partir do terceiro gol, o time vascaíno voltou a dominar a partida, pressionando para marcar mais gols. O time piauiense tentava de forma desordenada diminuir o marcador para forçar o jogo de volta, em São Januário, no dia 4.

Aos 43, Elton deu três pedalas na frente do zagueiro, deu um tapa para o lado e acertou um belo chute para marcar o quarto gol e selar a vitória vascaína. Após garantir o triunfo, o time carioca tocou a bola e deixou o tempo passar.

Ficha técnica:

FLAMENGO-PI 1 x 4 VASCO
Róbson; Jouber, Serginho e Wildinho (Zuza); Tote (Batata), Célio, Alessandro, Michel (Jonnierick) e Niel; Roni e Joniel. Tiago, Paulo Sérgio, Fernando, Titi e Ramon; Amaral, Nilton, Jéferson (Mateus) e Carlos Alberto (Alex Teixeira); Elton e Rodrigo Pimpão (Faioli).
Técnico: Paulo Moroni. Técnico: Dorival Júnior.
Gols: Jéferson, aos 9 minutos, Elton, aos 25 minutos, e Joniel, aos 45 minutos do primeiro tempo; Paulo Sérgio, aos 24, e Elton, aos 42 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Tote, Michel (Flamengo-PI); Jéferson, Titi, Carlos Alberto (Vasco). Cartão vermelho: Não houve
Estádio: Albertão. Data: 18/02/2009. Árbitro: Francisco de Assis Almeida Filho (CE). Auxiliares: Marcos Antônio da Silva Brígido (CE) e Francisco Carlos Feitosa da Silva (CE).

fevereiro 19, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

De ressaca por eliminação na Taça GB, Vasco encara o Fla-PI em Teresina

Em partida válida pela Copa do Brasil, time inicia trajetória para tentar chegar à Libertadores em 2010. Time segue indefinido

Ampliar Foto Márcio Iannacca/Globo Esporte Márcio Iannacca/Globo Esporte

Carlos Alberto autografa camisa de torcedor em Teresina: meia ainda não está confirmado

Após a manutenção da perda de seis pontos na Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, por ter escalado o meia Jéferson de forma irregular, o Vasco entra em campo nesta quarta-feira, às 19h30m, para tentar curar a ressaca. O adversário da vez é o Flamengo-PI, no Albertão, em Teresina, em partida válida pela primeira fase da Copa do Brasil. Para o confronto, a equipe cruzmaltina ainda não está definida e só vai ser confirmada momentos antes do início da partida.

Pela forma como preparou a equipe durante a semana, a tendência é que o técnico Dorival Júnior utilize apenas três titulares no início da partida. O goleiro Tiago, o zagueiro Titi e o volante Nilton estão confirmados entre os titulares. Do outro lado, o dado curioso fica por conta do comandante do Flamengo-PI. O ex-zagueiro cruzmaltino Paulo Moroni vai tentar surpreender o clube que tem como presidente o seu ex-companheiro Roberto Dinamite.

Acompanhe o jogão do Albertão ao vivo pelo SporTV e em Tempo Real pelo GLOBOESPORTE.COM.

Dorival vai confirmar escalação momentos antes da partida

O técnico Dorival Júnior ainda não sabe qual equipe vai entrar em campo na partida desta quarta-feira. Após o julgamento no pleno do Tribunal de Justiça Desportiva, e a eliminação da Taça Guanabara, o treinador ficou com um grande ponto de interrogação na cabeça. A tendência é que ele mantenha um time misto, mas existe a possibilidade de alguns titulares iniciarem o confronto diante do rival.

Na última atividade, na véspera do confronto, o treinador trabalhou forte com um time misto. O treino, realizado no Albertão, teve a presença de um bom público, que apoiou o time durante os trabalho, que durou cerca de uma hora e meia. O time entrou em campo com a seguinte formação: Tiago, Fágner, Vilson, Titi e Edu Pina; Nilton, Mateus, Enrico e Alex Teixeira; Faioli e Alan Kardec.

– A princípio, os titulares vão ser escalados, mas não tem nada definido. Só vamos pensar nisso após uma conversa com a diretoria para saber quais rumos serão tomados em relação aos pontos perdidos – afirmou o treinador vascaíno.

Caso o time misto seja confirmado, o lateral-direito Fágner vai fazer a sua estreia com a camisa do Vasco. Contratado no fim do ano passado, o jogador iniciou bem a pré-temporada, mas uma lesão muscular acabou o afastando dos primeiros confrontos da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. Recuperado, ele quer ganhar a confiança de Dorival Júnior.

– Espero que esse seja a primeira chance de muitas. Estou recuperado da lesão e espero ganhar a confiança do treinador com o passar do tempo – afirmou o meia, que vai receber o carinho da família, que é do Piauí.

Ex-vascaíno é o comandante do Flamengo-PI

O ano vascaíno está marcado por vários reencontros do presidente Roberto Dinamite, que foi atleta profissional, com antigos companheiros de clube. Na pré-temporada, o dirigente passou boa parte do tempo ao lado de Lira e Geovani. Agora, no Piauí, mais um ex-jogador vai cruzar o caminho do Vasco. Desta vez, o ex-zagueiro Paulo Moroni, hoje técnico do Flamengo-PI, vai tentar derrubar a equipe carioca no primeiro jogo da primeira fase da Copa do Brasil.

Ex-jogador do Vasco na década de 80, o zagueiro espera surpreender os cariocas neste início de competição. No entanto, o Flamengo-PI não está passando por um bom momento. Em seu primeiro jogo no Campeonato do Piauí, a equipe acabou derrotada pelo Barra por 1 a 0.

FLAMENGO-PI VASCO
Beto, Niel, Serginho, Jouber e Tote; Belkior, Alessandro, Wildinho e Michel; Joniel e Roni. Tiago, Fágner, Vilson (Fernando), Titi e Edu Pina (Ramon); Nilton, Mateus, Enrico e Alex Teixeira (Carlos Alberto); Alan Kardec e Faioli.
Técnico: Paulo Moroni. Técnico: Dorival Júnior.
Local: Albertão, em Teresina (PI) Horário: 19h30m (de Brasília) Árbitro: Francisco de Assis Almeida Filho (CE) Auxiliares: Marcos Antônio da Silva Brígido (CE) e Francisco Carlos Feitosa da Silva (CE)
Transmissão: O SporTV exibe a partida ao vivo para os estados do Rio Grande do Sul e de São Paulo. O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 20h30m (de Brasília).

fevereiro 18, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco vence e espera decisão do TJD-RJ

Em ritmo de treino, time vascaíno passa pelo Tricolor Suburbano

Carlos Alberto marcou, de pênalti, o primeiro gol do Vasco na vitória sobre o MadureiraCarlos Alberto marcou, de pênalti, o primeiro gol do Vasco na vitória sobre o Madureira (Crédito: Paulo Sérgio)

LANCEPRESS!

O Vasco entrou em campo contra o Madureira neste domingo, no Engenhão, sob a ordem de manter o pensamento somente no jogo, esquecendo a sua confusa situação extracampo. Sem muito entusiasmo e diante de poucos torcedores, a equipe vascaína venceu por 3 a 0 na última rodada do Grupo A da Taça Guanabara.

Com o resultado, os oponentes torcaram de posição. O time vascaíno foi a oito pontos, em sexto lugar, enquanto o Tricolor Suburbano permaneceu com sete, agora penúltimo – e ambos fora da semifinal.

Porém, na terça-feira, o Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) julga o recurso do clube cruzmaltino contra a perda de seis pontos. Se os recuperar, passará a ter 14 pontos, o que garante a liderança do grupo e um lugar na fase decisiva do turno.

O primeiro tempo foi disputado em ritmo de treino, com duas equipes sem nenhuma inspiração. O Vasco dominou a etapa, buscou especialmente as jogadas pelas laterais, mas esbarrou na pouca criatividade de seus homens de frente. Por sua vez, o Madureira não deu trabalho a Tiago.

Porém, aos 27 minutos, Paulo Sérgio fez cruzamento pela direita e a bola bateu no braço de Daniel. O meia Carlos Alberto fez boa cobrança no minuto seguinte e abriu o placar.

O Tricolor Suburbano voltou para a etapa final no ataque e acertou a trave adversária em um bonito chute de Abedi aos três minutos. Porém, a equipe vascaína retomou o controle das ações e, sem esforço, ampliou a vantagem: Jéferson fez o seu aos 17 minutos e Élton aos 40 minutos – os dois marcaram seus primeiros gols pelo clube.

O Madureira volta a campo no dia 28 de fevereiro, em Edson Passos (RJ), contra o Bangu, na abertura da Taça Rio. Já o Vasco enfrenta, na quarta-feira, o Flamengo (PI), em Teresina (PI), em sua estreia na Copa do Brasil. No Carioca, recebe o Friburguense, em São Januário, dia 1º de março, pelo segundo turno.

FICHA TÉCNICA:
MADUREIRA 0 X 3 VASCO

Estádio: Olímpico João Havelange (Engenhão), Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 15/2/2009 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Noel Laranja (RJ)
Auxiliares: Jackson Lourenço Massarra dos Santos (RJ) e João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ)
Renda/público: R$ 87.161,00 / 5.113 pagantes
Cartões amarelos: Ricardo, Junior Amorim, Daniel e Bruno (MAD); Nilton, Paulo Sérgio, Titi (VAS)
Cartões vermelhos: Bruno, 12’/2ºT (MAD)

GOLS: Carlos Alberto, 28’/1ºT; Jéferson, 17’/2ºT; Élton, 40’/2ºT.

MADUREIRA: Renan, Claudemir, Eduardo Luiz, Ricardo e Daniel (Adão, 23’/2ºT); Victor Silva (Neto, intervalo), Bruno, Abedi e Adriano Felicio; Júnior Amorim (Jones, 18’/1ºT) e Fábio Oliveira. Técnico: Robson Gabriel.

VASCO: Tiago, Paulo Sérgio (Mateus, 20’/2ºT), Fernando, Titi e Ramon; Amaral, Nilton, Jéferson (Enrico, 32’/2ºT) e Carlos Alberto; Alex Teixeira (Élton, 13’/2ºT) e Rodrigo Pimpão. Técnico: Dorival Júnior.

fevereiro 15, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Após perda de pontos, Vasco pega o Madureira sem saber se vai às semifinais

Resultado no Engenhão não garante time da Colina na próxima fase da Taça GB. Julgamento vai ser na próxima terça-feira

Ampliar Foto Agência/FOTOCOM.NET Agência/FOTOCOM.NET

Jéferson está confirmado no time titular que vai encarar o Madureira, neste domingo

O Vasco entra em campo neste domingo, às 16h, com um antigo ditado na cabeça. Como diz a cultura popular, o time da Colina vai encarar o Madureira, no Engenhão, pela última rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, com “um olho no padre e o outro na missa”. Em outras palavras, a equipe precisa de um resultado positivo diante do Tricolor suburbano e de uma vitória no Tribunal de Justiça Desportiva, na próxima quinta-feira, para ficar com uma das vagas nas semifinais do torneio.

Na última quinta-feira, o Vasco perdeu seis pontos no julgamento realizado no TJD. Os auditores do tribunal consideraram irregular a escalação do meia Jéferson na estreia do time no Carioca, contra o Americano, no dia 24 de janeiro. O departamento jurídico do time de São Januário alega que conseguiu uma liminar para ter o atleta em campo. Acompanhe o confronto ao vivo pelo Premiere e em Tempo Real pelo GLOBOESPORTE.COM.

Alex Teixeira e Titi voltam ao time titular de Dorival Júnior

O técnico Dorival Júnior vai poder escalar a equipe considerada ideal no confronto da sétima rodada da Taça GB. O treinador poderá escalar o zagueiro Titi e o meia-atacante Alex Teixeira, que cumpriram suspensão na partida diante do Cabofriense, na última quarta-feira. Para o retorno dos atletas, o comandante cruzmaltino vai sacar Vilson e Elton.

Apesar da perda de seis pontos no julgamento da última quinta-feira, a comissão técnica vascaína está fazendo um trabalho para conscientizar os jogadores de que nada está perdido. Dorival confirmou que vai se esforçar para colocar na cabeça do grupo que o Vasco entra em campo com 11 pontos na tabela de classificação do Grupo A. Segundo o comandante cruzmaltino, o time está focado no confronto diante do Madureira.

– Você observa o semblante de quase todos e eles estão bem. A maioria está focada no melhor rendimento, no resultado de domingo, nada mais. O Vasco vai buscar a vaga no campo, não no tapete – afirmou o treinador vascaíno.

Além da perda de pontos, o clube ainda vive uma ebulição política. Na última semana, o vice de marketing José Henrique Coelho acusou a diretoria comandada por Roberto Dinamite de não ter capacidade para gerir o clube e acusou alguns correligionário de fazer caixa dois. Mesmo distante da briga, Dorival acompanhou o momento em que o seu nome foi envolvido na discussão, já que os valores de seus vencimentos foram revelados pelo ex-cartola. Mesmo assim, ele diz que vai seguir com o seu trabalho.

– Vou seguir fazendo o meu trabalho da mesma maneira. No caso dos jogadores, eles precisam focar o trabalho, pensar dentro de campo. A maioria dos atletas está focado em fazer a melhor partida possível – disse Dorival.

Tricolor suburbano ainda sonha com uma vaga na semifinal

O Madureira, com sete pontos, está em sexto lugar. O time também ganhou uma sobrevida com a perda dos pontos do rival deste domingo. Porém, a situação é a mais complicada. O Tricolor suburbano precisa vencer a equipe da Colina, além de torcer por empates nos jogos Cabofriense x Duque de Caxias e Fluminense x Tigres.

Curiosamente, o Madureira conta com dois ex-vascaínos na partida deste domingo. O lateral-direito Claudemir, revelado nas categorias de base de São Januário, e o meia Abedi, que teve o seu melhor momento na carreira defendendo as cores do time cruzmaltino.

MADUREIRA VASCO
Renan, Claudemir, Paulão, Ricardo e Daniel; André Paulino, Bruno, Victor Silva e Abedi; Fábio Oliveira e Júnior Amorim. Tiago, Paulo Sérgio, Fernando, Titi e Ramon; Amaral, Nilton, Jéferson e Alex Teixeira; Carlos Alberto e Rodrigo Pimpão.
Técnico: Robson Macedo. Técnico: Dorival Júnior.
Estádio: Engenhão. Data: 15/02/2009. Árbitro: Leandro Noel Laranja (RJ). Auxiliares: Jackson Lourenço Massarra dos Santos (RJ) e João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ).
Transmissão: O Premiere exibe a partida.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 15h30m (de Brasília).

fevereiro 14, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Carlos Alberto: ‘Quero os pontos de volta’

Apoiador garante que equipe está tranquila e confia que a perda será reparada

LANCEPRESS!

A notícia da perda de seis pontos no TJD-RJ por usar o meia Jéferson na derrota por 2 a 0 para o Americano, na estreia do Campeonato Carioca, pegou Carlos Alberto de surpresa. Porém, o apoiador conta que uma conversa com o diretor executivo de futebol do Vasco e com Dorival Júnior deixou a todos os jogadores mais tranquilos.

– Quero os pontos de volta (risos). No momento que tomei conhecimento da notícia, fiquei assustado, mas antes do treino de hoje (quinta), nos reunimos com Dorival Júnior e com Rodrigo Caetano (diretor executivo do futebol). Eles nos explicaram a situação e farão de tudo para o Vasco recuperar o que perdeu, por isso temos a confiança de que a diretoria vai resolver o impasse – disse Carlos Alberto.

Além disso, o apoiador garantiu que a equipe está focada para buscar o resultado positivo na última rodada da Taça Guanabara.

– Conquistamos tudo dentro de campo e o time vem evoluindo. Essa perda provisória, incomoda, mas o grupo está focado e ciente da obrigação de manter a tranquilidade para enfrentar o Madureira, conquistar o resultado positivo e também, apostando as fichas na diretoria e no departamento jurídico na próxima terça-feira – concluiu.

fevereiro 13, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco perde seis pontos no TJD por escalar Jéferson de forma irregular

Decisão deixa a equipe sem chances de classificação para a semifinal da Taça GB. Clube, no entanto, entrará com um recurso

Ampliar Foto Marcelo Sadio/Site Oficial do Vasco da Gama Marcelo Sadio/Site Oficial do Vasco da Gama

Jéferson no treinamento do Vasco

O Vasco foi julgado nesta quinta-feira, no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RJ), e condenado por quatro votos a um com a perda de seis pontos no Campeonato Carioca e uma multa de R$ 5 mil. Desta forma, a equipe vascaína, que tinha 11 na Taça Guanabara, agora tem apenas cinco e cai para a sexta posição do Grupo A. A pontuação neste momento é a mesma do Fluminense, que tem um jogo a menos. O clube foi punido por escalar irregularmente o jogador Jéferson na primeira rodada, contra o Americano (o time de Campos venceu por 2 a 0, em São Januário). A diretoria entrará com um recurso até segunda-feira, e ele será julgado já na terça para o torneio não ficar paralisado. Caso a punição seja mantida, a equipe não tem mais chance matemática de se classificar para a semifinal.

O departamento de futebol cruzmaltino disse que só escalou o jogador confiando na palavra do departamento jurídico, que é terceirizado, e porque tinha uma liminar. O procurador, Dr. José Flores, no entanto, afirmou que o clube realmente cometeu uma irregularidade e que o delegado da partida, Marcelo Abrandes, não tem o poder de regularizar um atleta.

A condição do jogo só foi restabelecida no dia 28 de janeiro. Ele não tinha condição de jogo. Ele não estava no Bira. Tem que respeitar o regulamento. Caso contrário rasga o Bira. O juiz do trabalho re-estabeleceu o vínculo do trabalho entre o atleta e o clube. Mas ele não pode de maneira alguma re-estabelecer a condição de jogo de um atleta. Isso é função da Federação. A condição de jogo só seria estabelecida com a publicação do nome do atleta no Bira – disse.

O Vasco apresentou como testemunha de defesa o delegado do jogo, mas a acusação acabou se saindo melhor, já que perguntou se ele teria poder de inscrever um atleta no Bira. Ele respondeu que não, e disse ainda que não poderia impedir um time de escalar jogadores irregulares. Isto seria função para o departamento jurídico da Federaçã

fevereiro 12, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Coelho acusa Dinamite de nepotismo e vice de futebol de permitir ‘caixa dois’

Ex-dirigente diz que presidente coloca parentes para trabalhar no clube e que José Hamilton Mandarino não repudia ação de conselheiro

Ampliar Foto Globo Esporte/Globo Esporte Globo Esporte/Globo Esporte

José Henrique Coelho dá entrevista coletiva para explicar denúncia

O ex-vice-presidente de marketing do Vasco José Henrique Coelho explicou item por item as denúncias que fez em sua carta-denúncia, entregue ao presidente Roberto Dinamite nesta quarta-feira. Em entrevista coletiva, em um condomínio na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, o dirigente acusou o atual vice de futebol, José Hamilton Mandarino, de permitir a criação de um “caixa dois” na venda de ingressos. E as acusações não foram poucas.

Na conversa, o dirigente ainda revelou que está preocupado com o cumprimento das obrigações salariais com o elenco e com a comissão técnica durante a temporada. Após pedir desculpas ao técnico Dorival Júnior, o ex-cartola cruzmaltino citou até mesmo os vencimentos do atual comandante, achando os valores exagerados. Ele aproveitou para revelar a atitude do presidente Roberto Dinamite de privilegiar a contratação de parentes para compor o quadro de funcionários. Abaixo, confira os principais pontos da entrevista de José Henrique Coelho.

NEPOTISMO DO PRESIDENTE ROBERTO DINAMITE

“Durante oito anos, a nova diretoria repudiou essa prática realizada pela administração anterior. Aconteceu pela família do ex-presidente (Eurico Miranda) e de outros dirigentes do Vasco. O Brasil repudiou a prática do nepotismo. O Supremo Tribunal Federal repudiou isso nos cargos públicos. Porém, o presidente Roberto Dinamite contratou o seu genro Gerson para a prática de logística do futebol. Os valores não são do meu conhecimento. Mesmo que fossem valores de mercado, denúncias internas dizem que não são. É uma coisa estranha. O atual secretário da presidência é o seu cunhado Leonardo Marins, que veio do seu gabinete da Alerj. E ele tem como assistente no departamento de futebol o Victor (sobrinho de Roberto Dinamite). Ainda tentaram contratar um outro cunhado. Queriam que ele fosse o fotógrafo do Vasco. Na pré-temporada, o Vasco não tinha como mandar toda a sua equipe de assessoria de imprensa, mas esse cunhado foi levado para o Espírito Santo para fazer esse serviço.”

SALÁRIOS EXAGERADOS

“Os salários dos funcionários estão atrasados desde dezembro, com uma média de R$ 2 mil, e o secretário foi contratado para ganhar R$ 9 mil. Na época, quando ele trabalhava na Alerj, ganhava metade daquele valor. O (José Hamilton) Mandarino não ponderou na época da contratação. Ele preferiu fazer a política da boa vizinhança, não negou a contratação. Onde estão o compromisso e a transparência com a gestão?”

FRAUDE NO ORÇAMENTO

“Todos os orçamentos da gestão (Eurico) Miranda foram descumpridos. Um deles está no Tribunal de Justiça, por exemplo. Tudo o que o Amadeu (Pinto da Rocha, ex-vice-presidente geral) fazia em seus orçamentos, o Mandarino fez no dele. Em um condomínio, o síndico tem que fazer o orçamento e cumprir aquelas cotas. Ele não pode estourar esses valores. Fui o fornecedor de todos os valores das receitas que foram usados para se elaborar esse orçamento. Tenho como comprovar todos. O que descobriram é que mesmo com as receitas novas, contando com as receitas de licenciamento, ainda assim teríamos um prejuízo de R$ 7 milhões. Qual foi a ordem do vice-presidente financeiro, na época o Mandario? Ele mandou apagar alguns débitos até que se chegasse a um lucro de R$ 6 milhões. O orçamento serviu para enganar o conselho. O responsável por isso é o vice-presidente José ‘Eurico’ Mandarino. Orçamento foi feito desta maneira por ordem do vice-presidente financeiro.”

INGRESSOS

“A venda de ingressos vai ser a segunda maior receita do Vasco em 2009. É a única forma de o torcedor ajudar o Vasco. Eu me dava como exemplo. Toda a minha família, quando decidiu ir aos jogos, pagou ingressos. Se eu fazia isso como exemplo, as outras pessoas achavam graça de pegar de forma gratuita na diretoria. Repudiamos todos os anos a política da antiga diretoria e agora fazemos o mesmo. A cada jogo, o Vasco tem R$ 23 mil de prejuízo por conta da doação de ingressos. Temos um borderô do clássico Vasco e Fluminense, os dois clubes juntos gastaram R$ 46 mil para distribuir ingressos para as organizadas. Isso vai contra qualquer gestão profissional. Hoje, o Vasco disponibiliza 490 ingressos a cada jogo para conselheiros. Além disso, são mais 1.400 para a torcida organizada e para a comunidade.”

RENDA DE JOGO NA CASA DE UM CONSELHEIRO

“Um outro conselheiro saiu com ingressos consignados. Ele vendia uma parte de ingressos, e a outra parte ele dava. Chegou o caso em que Agostinho Taveira, com essa atitude comercial, teve que levar uma renda para casa. A federação não pôde vê-lo realizando o borderô, e ele só entregou todos os valores no dia seguinte. O que dizer se os ingressos dados iam parar na mão de cambistas? Inúmeras queixas do procedimento da bilheteria foram recebidas por todo mundo. Mais uma vez, o Mandarino foi omisso.”

ATITUDES DO PRESIDENTE EM RELAÇÃO AOS INGRESSOS

“Em um determinado jogo do Brasileirão do ano passado, mandaram fazer ingressos a R$ 5, tudo isso momentos antes da partida. Tudo aconteceu por ordem do presidente.”

RESPONSÁVEIS PELO CAIXA DOIS

“O Mandarino, o tesoureiro e o Agostinho Taveira. Eles não ficam com milhões, mas são mil, dois mil ingressos. Não sei por quais valores os ingressos eram vendidos. Ele só prestava conta do que aparecia no clube. Acho que os valores eram entre R$ 1 mil e R$ 10 mil. Alguns dirigentes disseram que é assim mesmo, que as organizadas eram violentas. Eles temeram pelos cargos que foram empossados.”

RASGAR CONTRATOS COM O MINISTÉRIO PÚBLICO

“O Ministério Público sempre nos recebeu de portas abertas. O MP assinou com o clube um compromisso de que o Vasco não venderia ingressos de meia-entrada para quem não tivesse esse direito. O próprio deputado Roberto Dinamite, que votou essa lei da meia-entrada, aceitou a tal situação. Fico com vergonha de olhar para o Ministério Público com essa venda de meia-entrada para meia-dúzia de torcedores. Não se tem coragem de se respeitar R$ 25 mil que são do Vasco.”

SALÁRIOS ELEVADOS E NÃO-CUMPRIMENTO DAS OBRIGAÇÕES

“O risco financeiro imposto ao clube com os valores das recentes contratações e reformas do plantel do futebol é grande. O clube não tem disponibilidade de caixa para saldar essas dívidas com comissão técnica, jogadores e dirigentes. Uns mais famosos, outros não. Darei um exemplo para ilustrar tudo isso. Peço desculpas ao Dorival, mas a sua contratação é a mais cara da história do Vasco em termos de treinador. O salário de R$ 280 mil mensais por mês, mais um prêmio de R$ 1,2 milhão pela volta do time à Série A. Isso é insuportável, pessimamente negociado. O clube não tem condições de pagar isso. Torço para que isso tudo seja pago. A comissão técnica está custando o dobro do que estava previsto no orçamento.”

PERMANÊNCIA ATÉ FEVEREIRO DE 2009

“Tive um problema em novembro do ano passado e cheguei a entregar o cargo. Mas todo mundo merece uma segunda chance. Dei uma segunda chance ao Roberto Dinamite, mas percebi que não dá para permanecer. Estou me sentindo frustrado por tudo isso que acontece. É um momento muito sério, e o nosso deputado vai fazer um teste para presidente.”


fevereiro 12, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Com dois a mais, Vasco apenas empata

Equipe cruzmaltina segue líder do grupo, mas ainda não está na semifinal

Com dois a mais em campo no segundo tempo, Vasco fica somente no empate com a CabofrienseCom dois a mais em campo no segundo tempo, Vasco fica somente no empate com a Cabofriense (Crédito: Gilvan de Souza)

LANCEPRESS!

O roteiro estava desenhado: após deixar o primeiro tempo sem um resultado positivo, o Vasco volta melhor para a etapa final e consegue o placar desejado. Parte da história se repetiu e o oponente ainda ficou com dois atletas a menos. Porém, a equipe vascaína ficou só empate em 0 a 0 com a Cabofriense em São Januário, na noite desta quarta-feira, pelo Campeonato Carioca.

Com o resultado, o Cruzmaltino foi a 11 pontos, mantém-se líder do Grupo A, mas pode ser ultrapassado pelo Americano (nove pontos) e precisa confirmar a classificação à semifinal na próxima rodada. A Cabofriense, com oito pontos, depende de tropeços do time de Campos e do Duque de Caxias (sete pontos) nesta quinta-feira para manter suas chances.

O Vasco iniciou a partida de maneira ofensiva, pressionando o adversário: logo no primeiro minuto, Rodrigo Pimpão perdeu a principal chance da etapa. Porém, a Cabofriense manteve um posicionamento consistente e a ação se equilibrou a partir dos 15 minutos.

Sem ser ameaçado, mas sem um bom desempenho da dupla de ataque (Rodrigo Pimpão e Élton), o Cruzmaltino pouco perigo levou à meta do goleiro Flávio. Com destaque para o desempenho de seus laterais (Paulo Sérgio e Ramon), o melhor lance aconteceu aos 32 minutos, quando o meia Carlos Alberto cobrou falta e acertou o travessão.

Para o segundo tempo, o Vasco retornou como aconteceu em suas úlktimas partidas: atacando. Porém, a ofensividade não se traduziu em lances de perigo. Acuado, o time de Cabo Frio não chegava ao ataque e acabou com dois jogadores expulsos – Felipe Dias (segundo amarelo) e Márcio (direto).

Com a vantagem numérica, o técnico Dorival Júnior tirou um zagueiro e um volante, colocando dois meias em campo. Mas a sua equipe, ao invés de investir no toque de bola, insistia nas bolas levantadas na grande área, onde apesar de contar com os centroavantes Élton e Faioli, não teve sucesso.

Aos 45 minutos, como para fechar uma partida que começou com uma incrível chance perdida, o lateral-esquerdo Ramon cabeceou para fora, na pequena área, a oportunidade da vitória.

A última rodada da primeira fase da Taça Guanabara acontece toda no próximo domingo, às 16h. O Vasco enfrenta o Madureira, no Engenhão, enquanto, a Cabofriense, em Cabo Frio, recebe o Duque de Caxias.

FICHA TÉCNICA:
VASCO 0 X 0 CABOFRIENSE

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 11/2/2009 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Antonio Silva dos Santos (RJ)
Auxiliares: Marcos Antonio Bastos Junior (RJ) e Michael Correia (RJ)
Renda/público: R$ 62.335,00 / 4.554 pagantes e 5.940 presentes
Cartões amarelos: Élton, Milton Benítez, Faioli e Nilton (VAS); Felipe Dias, Gérson e Nata (CAB)
Cartões vermelhos: Felipe Dias, 14’/2ºT (CAB) e Márcio, 28’/2ºT (CAB)

VASCO: Tiago, Paulo Sérgio, Fernando, Vilson (Enrico, 18’/2ºT) e Ramon; Amaral (Milton Benítez, 29’/2ºT), Nilton, Jéferson e Carlos Alberto; Rodrigo Pimpão (Faioli, intervalo) e Élton. Técnico: Dorival Júnior.

CABOFRIENSE: Flávio, Valdir, Demerson, João Paulo e Gérson; Márcio, Nata, Felipe Dias e Ernane (Guido, 10’/2ºT) (Roberto, 30’/2ºT); Fabinho e Anselmo Ramon (Ênio, 16’/2ºT). Técnico: Ademir Fonseca.

fevereiro 12, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco e Cabofriense: por futuro na Taça GB

Cruzmaltino pode obter classificação; adversário quer se manter vivo

Vasco e Cabofriense se enfrentam para desenhar a classificação final do Grupo A da Taça GuanabaraVasco e Cabofriense se enfrentam para desenhar a classificação final do Grupo A da Taça Guanabara (Crédito: Montagem: Luiz Cláudio Dionysio)

LANCEPRESS!

Vasco e Cabofriense se enfrentam nesta quarta-feira, às 19h30, em São Januário, pela sexta rodada do Grupo A da Taça Guanabara ou para sacramentar sua passagem à semifinal do turno, no caso do Cruzmaltino, ou para se manter com chances de alcançar à decisão, caso da equipe da Região dos Lagos.

Acompanhe a narração deste jogo em tempo real no PORTAL !.

O confronto marca o encontro da defesa vascaína, que contará com dois atletas que compuseram o setor em 2008, o segundo pior do Campeonato Brasileiro, com o atual artilheiro do Campeonato Carioca, Anselmo – já marcou cinco vezes, quatro delas na última rodada, contra o Tigres.

Líder com dez pontos, o Vasco precisa de uma vitória e uma combinação de resultados (tropeços de Americano e Duque de Caxias) para garantir vaga na próxima fase do turno. O técnico Dorival Júnior não poderá contar com o zagueiro Titi, suspensos, e escolheu para seus lugares, respectivamente, o atacante Élton e o zagueiro Vilson.

– O Vilson tem mostrado bom desempenho nos treinos e o que passou, passou. O time inteiro passou por problemas durante o ano passado – avaliou o treinador cruzmaltino sobre a oportunidade dada ao jogador, de 20 anos, bastante criticado pela torcida por suas atuações em 2008.

A Cabofriense, com sete pontos e em terceiro lugar no grupo, precisa de um resultado positivo para se manter com chances de classificação à fase semifinal da Taça Guanabara. O técnico Ademir Fonseca, sem poder contar com os volantes Da Silva e Fábio Tenório, lesionados, e o meia Marcos Marins, lesionado, vai com três atacantes para o confronto.

– Eu vou batalhar para balançar a rede nesse jogo e seguir na artilharia. Temos chances de seguir disputando o turno, mas tudo depende de um bom resultado em São Januário – analisou o atacante Anselmo Ramon, que terá a companhia de Fabinho e Roberto para preocupar a defesa cruzmaltina.

FICHA TÉCNICA:
VASCO X CABOFRIENSE

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 11/2/2009 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Antônio Silva dos Santos (RJ)
Auxiliares: Marcos Antônio Bastos Júnior (RJ) e Michael Correia (RJ)

VASCO: Tiago, Paulo Sérgio, Fernando, Vilson e Ramon; Amaral, Nilton, Jéferson e Carlos Alberto; Rodrigo Pimpão e Élton. Técnico: Dorival Júnior.

CABOFRIENSE: Flávio, Valdir, Demerson, João Paulo e Gérson; Márcio, Zotti e Ernane; Fabinho, Roberto e Anselmo Ramon. Técnico: Ademir Fonseca.

fevereiro 10, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Benítez está regularizado e já pode atuar pelo clube da Colina

Paraguaio é o último atleta contratado a ser inscrito na CBF e na Ferj

Ampliar Foto Thiago Lavinas/Globo Esporte Thiago Lavinas/Globo Esporte

Paraguaios do Vasco já estão regularizados

O meia Milton Benítez, contratado ao 3 de Febrero-PAR, já está regularizado na Confederação Brasileira de Futebol e na Federação Carioca. O jogador está à disposição do técnico Dorival Júnior para o clássico deste domingo, contra o Fluminense, no Maracanã, pela quinta rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Estadual.

Nesta quinta-feira, Benítez participou do jogo-treino contra os reservas dos juniores. O jogador, que assinou contrato até o meio do ano, tem mostrado qualidade nas atividades comandadas por Dorival Júnior. No entanto, Enrico e Fernandinho são as primeiras opções do treinador caso ele precise mudar o time.

– Todos os jogadores do elenco já estão regularizados e estão à disposição do Dorival Júnior – afirmou o gerente de futebol Carlos Alberto Lancetta.

Na quarta-feira, a diretoria do Vasco conseguiu inscrever o volante paraguaio Pedro Vera, ex-18 de Octubre-PAR, e o meia Enrico, ex-Djugarden-SUE. Os dois atletas também foram contratados de clubes do exterior e tiveram problemas para conseguirem as suas liberações da federação paraguaia e sueca.

fevereiro 5, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Dorival Júnior espera boa atuação vascaína na volta para casa

Treinador diz que equipe precisa montar uma base para depois pensar em se transformar imbatível em São Januário

Ampliar Foto Agência/Fotocom.Net Agência/Fotocom.Net

Dorival orienta o grupo durante o treinamento desta sexta, em São Januário

A primeira impressão deixada pelo Vasco em seu primeiro jogo em São Januário não foi das melhores. O time saiu derrotado pelo Americano por 2 a 0, e deixou o gramado vaiado. Neste sábado, o time volta à Colina para encarar o Duque de Caxias embalado pela goleada sobre o Tigres, em Xerém.

Para o técnico Dorival Júnior, a ansiedade de fazer o primeiro jogo em casa pesou na partida diante do Americano. Para o treinador, a equipe vai se posicionar de forma diferente no confronto deste sábado.

– A ansiedade da primeira partida foi excessiva. Por mais que a gente tivesse alertado, os jogadores estavam ansiosos por fazer a primeira partida. Vimos uma equipe tentando acertar as coisas na marra. Espero que a gente tenha uma postura diferenciada, principalmente por conhecer um pouco melhor o adversário e por estarmos mais entrosados – analisou o treinador cruzmaltino.

Ao ser questionado sobre a postura do Vasco em São Januário de não conseguir tantos resultados positivos como em outras épocas, Dorival afirmou que o retrospecto preocupa. Porém, ele admitiu que a equipe precisa ter uma base montada antes de se transformar em um time imbatível dentro da Colina.

– É fundamental que a gente vença os jogos em casa. Para voltar a ser forte em São Januário, você precisa estruturar a equipe. Você precisa dar uma espinha dorsal ao time. Estamos atrás de jogadores que possam qualificar o elenco. Vocês sabem como é problemático procurar atletas nesse instante. A maioria quer ficar em clubes da Série A. A realidade do Vasco é essa. O clube não perdeu a grandeza, mas essa é a realidade – afirmou o treinador.

janeiro 30, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Edmundo se reapresenta nesta segunda-feira em São Januário

Advogado do jogador diz que atacante espera acertar permanência e que vai comparecer normalmente, já que tem contrato até o dia 20

Ampliar Foto André Durão /GLOBOESPORTE.COM André Durão /GLOBOESPORTE.COM

No fim de 2008, Edmundo admitiu seguir a carreira no futebol brasileiro

Uma reviravolta na decisão de pendurar as chuteiras pode fazer com que Edmundo permaneça no Vasco em 2009. Após uma conversa entre o seu advogado, Luiz Roberto Leven Siano, e o vice-presidente administrativo do clube, José Hamilton Mandarino, o Animal, que tem contrato até o dia 20 de janeiro, decidiu se reapresentar normalmente em São Januário nesta segunda-feira, data da reapresentação de todo o elenco cruzmaltino para o início da pré-temporada.

– O Vasco está devendo dois meses de salários, e o Edmundo nem precisaria se apresentar de acordo com a lei. Mesmo assim, ele vai estar lá na segunda-feira junto com os seus companheiros – explica Luiz Roberto Leven Siano.

A conversa entre as partes aconteceu na manhã deste sábado, após um telefonema de Mandarino, que segue na Argentina, para Leven Siano. Até o momento, o Vasco ainda não fez uma proposta concreta para contar com Edmundo na temporada 2009, o que deve acontecer na próxima semana.

– O Edmundo tem propostas do Brasil e do exterior, mas ele quer jogar no Vasco. A permanência dele em São Januário depende do que for apresentado pela diretoria. Se for uma coisa boa, ele fica – afirma o advogado.

A permanência de Edmundo em 2009 é um dos pedidos feitos pelo técnico Dorival Júnior para a diretoria. Fora dos planos após o término do Brasileirão devido a sua posição de encerrar a carreira, o jogador voltou a ser cogitado após afirmar que gostaria de seguir atuando no time da Colina.

No fim do ano passado, na semana que antecedeu o rebaixamento do Vasco, na última rodada do Campeonato Brasileiro, Edmundo não escondia de ninguém que aquela seria a sua derradeira partida com a camisa cruzmaltina. Em 2008, o Animal foi o artilheiro da equipe na temporada com 24 gols em 44 jogos, média de 0,54 por jogo.

janeiro 3, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Carlos Alberto: o nome de peso do Vasco

Meia perto de acerto com o clube e pode ser apresentado já nesta segunda-feira

Meia Carlos Alberto perto de ser anunciado oficialmente pelo VascoMeia Carlos Alberto perto de ser anunciado oficialmente pelo Vasco (Crédito: Julio César Guimarães)

O Vasco busca um nome de peso para comandar a equipe em 2009 e o escolhido é o meia Carlos Alberto, de 24 anos. O jogador pode ser apresentado pelo clube já na próxima segunda-feira, quando o elenco se reapresenta para a pré-temporada.

As negociações entre o jogador e o Cruzmaltino estão muito avançadas, restando apenas detalhes burocráticos para o atleta do Werder Bremen, da Alemanha, com o qual tem vínculo até 2011, atuar em São Januário.

Como o clube alemão não tem o jogador em seus planos, ele busca a liberação para ser novamente emprestado para um clube brasileiro – como aconteceu com São Paulo e Botafogo recentemente.

Nesta segunda-feira o Vasco apresentará oficialmente os jogadores contratados até agora – dez no total – e a expectativa da diretoria vascaína é que o meia seja o 11º.

Aos 24 anos, Carlos Alberto foi revelado pelo Fluminense e já atuou por Porto, Corinthians, São Paulo e Botafogo, do qual se desligou em novembro devido ao atraso de salários.

O empresário do atleta é Carlos Leite, que está ajudando o Vasco a contratar jogadores para esta temporada (trouxe, inclusive, o técnico Dorival Júnior).

janeiro 3, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Flamengo dá o aval, e Vandinho e Sambueza negociam com o Vasco

Atacante está mais próximo. Ida do meia argentino depende de o Rubro-negro prorrogar o empréstimo com o River Plate até o fim do ano

Ampliar Foto Eduardo Peixoto/GLOBOESPORTE.COM Eduardo Peixoto/GLOBOESPORTE.COM

Vandinho está perto de deixar o Flamengo

O atacante Vandinho e o meia argentino Sambueza podem pintar em São Januário. Os dois jogadores do Flamengo interessam ao Vasco e podem ser emprestados ao rival para a disputa do Campeonato Carioca, da Copa do Brasil e da Série B. A informação foi confirmada pelo vice de futebol rubro-negro, Kleber Leite.

Vandinho é o mais próximo de vestir a camisa vascaína. O empresário do atacante, Luiz Alberto Oliveira, e a diretoria cruzmaltina já iniciaram as negociações. O Flamengo deu aval e prioridade ao Vasco.

– O Flamengo autorizou as conversas e tudo está bem encaminhado. Há vários clubes interessados no Vandinho como o Fluminense, o Avaí e o Atlético-PR. Mas o Vasco tem a prioridade para ter o jogador – disse Kleber Leite.

Oitavo maior goleador do Brasil na temporada, com 29 gols marcados, Vandinho balançou as redes 27 vezes com a camisa do Avaí em 2008. Pelo Flamengo, foram apenas dez jogos e dois gols. Ele tem contrato com o Rubro-negro até o fim de 2009 e chegaria ao Vasco para compensar a perda de Leandro Amaral, que está indo para o Fluminense.

Já a situação de Sambueza pode demorar um pouco mais para se resolver. O jogador está fora dos planos do Flamengo, mas tem contrato até agosto de 2009 com o clube. O Rubro-negro quer prolongar o empréstimo do meia argentino junto ao River Plate, que é dono dos direitos federativos do jogador, até o fim do ano para emprestá-lo ao Vasco.

Com 24 anos, Sambueza foi contratado durante o Campeonato Brasileiro e disputou sete partidas com o técnico Caio Júnior. O argentino iniciou a carreira com Darío Conca. Além do Flamengo e também do River Plate, Sambueza defendeu o Pumas, do México.

– A ida dele para o Vasco depende de a gente conseguir prolongar o empréstimo para ele ficar até o fim do ano lá – completou Kleber Leite.

Com a queda do Vasco para a Série B, o Flamengo anunciou que está disposto a ajudar o rival carioca. O Rubro-negro já havia liberado o volante Jaílton para acertar com o Time da Colina, mas o jogador acabou indo para o Fluminense.

janeiro 2, 2009 Posted by | Flamengo, Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Léo Lima é o novo reforço do Vasco

Meio-de-campo assinou contrato de um ano nesta segunda-feira com o Cruzmaltino

Léo Lima volta ao Vasco após seis anosLéo Lima volta ao Vasco após seis anos (Crédito: Paulo Sérgio)

De acordo com o site oficial do Vasco, na manhã desta segunda-feira o clube acertou a contratação do meia Léo Lima. O jogador de 26 anos assinou contrato por uma temporada e teve 30% de seus direitos federativos adquiridos pelo clube da Colina.

Léo foi revelado pelo próprio Vasco e, no período de maior destaque em São Januário, conquistou o título carioca de 2003.

Confira a ficha técnica do jogador:

Nome:Leonardo Lima da Silva
Data de Nascimento: 14/01/1982 (26 anos)
Altura: 1,85 m
Peso: 83 Kg

Clubes:
Madureira, Vasco (2002/2003), CSKA Sofia- Bulgária (2003), Marítimo- Portugal (2004/2005), Porto- Portugal (2005), Santos (2005/2006), Grêmio (2006/2007), Flamengo (2007), Palmeiras (2008).

dezembro 30, 2008 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Leandro, ex-Palmeiras, é o nome de peso da diretoria vascaína para 2009

Lateral-esquerdo está negociando para disputar a próxima temporada na Colina. Dirigente confirma intenção de contar com o atleta no ano que vem

Ampliar Foto Agência/VIPCOMM Agência/VIPCOMM

Leandro é o sonho de consumo do Vasco para 2009

A cúpula do futebol do Vasco está trabalhando em sigilo para contratar um nome de peso para a temporada 2009. E o presente de Natal atrasado que a diretoria pretende dar ao torcedor é o lateral-esquerdo Leandro, ex-Palmeiras e que pertence ao Porto, de Portugal. O jogador tem contrato com o clube até 2010 e não está nos planos do técnico Jesualdo Ferreira para o próximo semestre.

O vice-presidente administrativo do Vasco, José Hamilton Mandarino, confirmou ter feito uma proposta ao jogador, que não vai permanecer no Palmeiras, clube que defendeu em 2008. No entanto, o salário elevado é um dos problemas para que a negociação seja concretizada.

– Esse é um jogador que nos interessa. Ele é o nome de peso que estamos querendo para montar o nosso elenco. Nós temos o  interesse, e ele também demonstrou interesse em atuar no Vasco. Posso dizer que é algo que está encaminhado, mas distante de uma conclusão – diz Mandarino.

A negociação com Leandro não é simples, principalmente por existir o interesse de outros clubes do futebol brasileiro. Segundo Mandarino, o que pode facilitar o acerto é a intenção do lateral-esquerdo de jogar no Rio de Janeiro.

– Uma das dificuldades são os altos salários pagos ao jogadores. Ele deve se enquadrar na política do clube. O que pode facilitar é o carinho que ele tem pelo Vasco – explica o dirigente cruzmaltino.

dezembro 28, 2008 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário