Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Contra o Vitória, Flu permite empate

Tricolor sai atrás, vira, mas não segura reação do adversário

Ruy protege a bola. Tricolor não conseguiu segurar o resultado

Ruy protege a bola. Tricolor não conseguiu segurar o resultado

Não foi dessa vez. Neste domingo o Fluminense perdeu a chance de conseguir sua segunda vitória consecutiva no Brasileiro, a primeira fora de casa, ao empatar por 2 a 2 com o Vitória, no Barradão. Em partida equilibrada, o Tricolor saiu atrás, buscou a virada, mas, em um lance de desatenção da defesa, permitiu o gol de empate do adversário na etapa final. O time de Renato Gaúcho agora se prepara para a estreia na Copa Sul-Americana diante do Flamengo, quarta-feira.

Diferentemente da partida contra o Sport, onde o Fluminense partiu para cima do aversário desde o início, o time do técnico Renato Gaúcho começou o jogo contra o Vitória de forma cautelosa, esperando o momento certo para atacar. O problema é que o Tricolor não mostrava velocidade e, por isso, era facilmente marcado. Do outro lado, o Vitória levava perigo pela laterais, com Apodi na direita e William na esquerda, sempre nas costas de Ruy.

E foi em uma dessas jogadas que o time da casa abriu o placar. Após bela tabela com o atacante Roger, William entrou livre na área do Fluminense e não perdoou. O gol sofrido, que deveria desanimar o Tricolor, porém, acordou os jogadores. Muito mais ligado e com mais posse de bola, o Fluminense equilibrou a partida e, com gol do zagueiro Luiz Alberto, foi recompensado com o empate aos 29 minutos.

Com a entrada de mais um atacante, Vitória passou a comandar a partida na etapa final. Fechado atrás, o Fluminense aproveitava a velocidade de Conca, Kieza e Roni para contra-atacar. E a tática deu certo. Aos 8 minutos, o camisa 10 recebeu na área e tocou na saída de Gléguer para virar o jogo. A alegria dos tricolores, porém, durou pouco. No ataque seguinte a defesa bobeou e Roger, que foi dispensado pelo Fluminense, deixou tudo igual novamente.

Fluminense até que tentou pressionar o adversário, mas pecou nas finalizações. Roni chutou uma na trave e Edcarlos perdeu outra na frente do goleiro, na pequena área. Vale ressaltar a atuação do goleiro Gléguer, que ainda salvou o Vitória em dois lances no último minuto. Com o resultado, o Tricolor soma 15 pontos na tabela e pode terminar a rodada novamente na lanterna, já que o Sport está com um jogo a menos e enfrenta o Internacional nesta segunda-feira, no Beira-Rio.

FICHA TÉCNICA:

VITÓRIA 2 X 2 FLUMINENSE

Estádio: Barradão, Salvador (BA)
Data/hora: 09/8/2009 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS)
Auxiliares: Paulo Ricardo Silva Conceição (RS) e José Javel Silveira (RS)

Renda e público: R$ 159.000,00 / 7.853 pagantes

Cartões amarelos: Victor Ramos, Vanderson (VIT); Augusto, Diogo, Fernando Henrique (FLU)
Cartões vermelhos: Não houve.

GOLS: William, 14’/1ºT (1-0); Luiz Alberto, 29’/1ºT (1-1); Roni, 8’/2ºT (1-2); Roger, 10’/2ºT (2-2).

VITÓRIA: Gléguer, Wallace, Fábio Ferreira (Neto Berola, intervalo) e Victor Ramos; Apodi, Vanderson, Uelliton, Leandro Domingues (Bida, 34’/2ºT), William (Ramon, 11’/2ºT) e Leandro; Roger. Técnico: Paulo César Carpegiani.

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Ruy, Edcarlos, Luiz Alberto e Augusto; Wellington Monteiro, Diogo, Marquinho e Conca (Tartá, 36’/2ºT) (Diguinho, 45’/2ºT); Roni e Kieza (Alan, 24’/2ºT). Técnico: Renato Gaúcho.

agosto 9, 2009 Posted by | Fluminense, Vitória | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário