Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Palmeiras perde invencibilidade em Quito

Com falha do goleiro Marcos, LDU faz 3 a 2 nos brasileiros e assume liderança do Grupo 1 da Libertadores

Verdão joga bem, mas não consegue segurar a atual campeã da Libertadores (Foto: EFE)Verdão joga bem, mas não consegue segurar a atual campeã da Libertadores (Foto: EFE)

LANCEPRESS!

A chuva de papel picado e um atraso de 15 minutos marcaram a primeira derrota do Palmeiras na temporada. A equipe equatoriana foi mais objetiva e, com dois gols de Walter Calderón e um de Manso, derrotou os paulistas, em Quito, por 3 x 2. Willians e Edmilson marcaram os gols palmeirenses. A LDU assumiu a primeira posição do Grupo 1 da Libertadores. O Sport viaja a Santiago para encarar o Colo-Colo, na próxima quarta-feira, pela outra partida da chave.

A LDU foi mais eficiente no início da partida. O Palmeiras, apesar de ter a posse da bola, não trocou passes com objetividade e pouco ameaçou o gol de Cevallos. Logo aos seis minutos, Bieler, com um chute de primeira de dentro da área, teve chance de abrir o placar, mas errou o alvo. William Araújo, cinco minutos depois, arriscou de longe, mas Marcos, com uma boa defesa, evitou o gol.

A partida seguia com a LDU melhor em campo e, no meio da primeira etapa, a equipe equatoriana foi recompensada. Manso, aos 23 minutos, com um belo cruzamento, deixou Walter Calderón em ótimas condições de marcar. O atacante, recém-chegado do Deportivo Quito, desviou de cabeça no canto esquerdo de Marcos, sem chances para o goleiro palmeirense.

O nervosismo parecia ter chegado à equipe brasileira, já que, dois minutos após o gol, Maurício Ramos levou amarelo por falta dura. Mas a equipe não se desesperou e chegou ao empate. Diego Souza fez boa jogada individual e bateu de canhota da entrada da área. Cevallos espalmou nos pés de Willians, que completou para o fundo do gol.

A alegria do time paulista durou pouco. Apenas seis minutos após o empate, Marcos falhou e a LDU marcou mais uma vez. Ambrossi tocou rasteiro para Walter Calderón na área. O goleiro palmeirense, inteiro no lance, saiu mal e não conseguiu segurar. Com o gol livre, o atacante tocou rasteiro para dar a vantagem aos equatorianos.

O Palmeiras pecou no último passe para concluir ao gol de Cevallos. Keirrison, bem marcado, pouco pegou na bola.

Vanderlei Luxemburgo colocou o atacante Marquinhos no lugar do zagueiro Maurício Ramos e a substituição fez efeito. A equipe ficou mais veloz e empatou com um minuto da segunda etapa. Cleiton Xavier bateu falta fechada. Edmilson chegou antes do goleiro e desviou de cabeça para o fundo do gol.

O Verdão seguiu dominando e, com muita velocidade, pressionava a LDU. Contudo sofreu mais um gol. Manso bateu com perfeição falta sofrida por Bieler na entrada da área palmeirense, acertou o ângulo esquerdo de Marcos e colocou os equatorianos novamente na frente.

Após o gol, a LDU se fechou e passou a jogar nos erros da equipe palmeirense. Bieler, com um chute da entrada da área, aos 29 minutos, chegou perto de marcar o quarto, mas Marcos evitou o gol.

O técnico Vanderlei Luxemburgo não gostou da falta de objetividade da equipe e colocou Lenny e Evandro nos lugares de Willians e Fabinho Capixaba. As alterações não surtiram o efeito desejado e o Palmeiras volta para o Brasil com a primeira derrota na temporada na bagagem.

FICHA TÉCNICA

LDU X PALMEIRAS

Estádio: Casa Blanca, Quito (EQU)
Data/horário: 17/02/2009 20h (de Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Auxiliares: Javier Camargo (COL) e Julio Díaz (CHI)
Cartões amarelos: Pierre, Maurício Ramos e Armero (PAL); Walter Calderón e Larrea (LDU)
Gols: Walter Calderón, 23′/1ºT (1-0); Willians, 28′/1ºT (1-1); Walter Calderón, 34′/1ºT (2-1); Edmilson, 1′/2ºT (2-2); Manso, 13′/2ºT (3-2)

LDU: Cevallos; Campos, Norberto Araújo, Calle; Reasco, Urrutia (Larrea,41′/2ºT), William Araújo, Ambrossi (Diego Calderón, 16′/2ºT), Manso; Bieler e Walter Calderón (Obregon, 19′/2ºT). Técnico: Jorge Fossati.

PALMEIRAS: Marcos, Maurício Ramos (Marquinhos/intervalo), Edmílson e Danilo; Fabinho Capixaba (Evandro, 27′/2ºT), Pierre, Cleiton Xavier, Diego Souza e Armero; Willians (Lenny,25′/2ºT) e Keirrison. Técnico Vanderlei Luxemburgo

fevereiro 18, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Verdão: desafio duplo na estreia da Libertadores

Palmeiras enfrenta a atual campeã com medo da velocidade da bola

LANCEPRESS!

Até agora, nada foi capaz de parar o time do Palmeiras. Com um desempenho impressionante de nove vitórias em nove jogos, o Alviverde enfrenta, na estreia da fase de grupo da Libertadores, nesta terça, talvez seu maior desafio do ano: a LDU, atual campeã da competição sul-americana.

A partida marcada para as 19h (de Brasília) no Estádio Casa Blanca, na altitude de Quito, deve ser o primeiro jogo que exigirá o máximo desempenho do Verdão. Apesar de não contar com diversos destaques do time campeão de 2008, como Bolaños e Guerrón, o clube equatoriano segue ameaçador, principalmente em sua casa, a 2.800 metros de altitude.

Para superar esse desafio, o Verdão – que terá a estreia mais difícil entre os times brasileiros na edição deste ano – conta com Marcos, campeão em 1999 pelo clube brasileiro. O goleiro já atuou contra o Paulista, na vitória por 1 a 0, no último sábado, quando os jogadores reservas embarcaram para Quito, para se juntar à delegação que já se encontrava concentrada e treinando para o jogo de terça.

Este será o segundo jogo do Verdão em altitude na Libertadores 2009. O primeiro confronto, contra o Real Potosí (quando o time venceu por 2 a 0), exigiu uma longa preparação física dos atletas. A programação foi repetida para este jogo.

Mas com objetivo diferente do da última vez. Em Quito, a principal preocupação do técnico Vanderlei Luxemburgo é com a velocidade da bola. Além do aumento por conta da altitude, as chuvas que caem quase todos os dias em Quito também contribuem para a maior velocidade.

Em partidas na América do Sul pela Libertadores, o clube tem seis vitórias, um empate e três derrotas em altitudes. Antes do Potosí, o último confronto nestas condições foi contra o Atlético Nacional em 2006, na cidade de Medellín (COL), a 1.650m, e terminou com vitória palmeirense.

FICHA TÉCNICA

LDU X PALMEIRAS

Estádio: Casa Blanca, Quito (EQU)
Data/horário: 17/02/2009 20h (de Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Auxiliares: Javier Camargo (COL) e Júlio Diaz (CHI)

LDU: Dominguez; Campos, Norberto Araujo, Diego Calderson; Chango, Urrutia, William Araujo, Obregon, Manso; Bieler e Walter Calderon. Técnico: Jorge Fossati.

PALMEIRAS: Marcos, Maurício Ramos, Edmilson e Danilo; Fabinho Capixaba, Pierre, Cleiton Xavier, Diego Souza e Armero; Willans e Keirrison. Técnico Vanderlei Luxemburgo.

fevereiro 17, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário