Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Mengão vai mal outra vez e deixa mais dois pontos pelo caminho

Time de Cuca só empata com Barueri, no Maracanã, com gol de Val Baiano

Muito carente dos seis desfalques, o Flamengo esteve perto de ser um mero coadjuvante no Maracanã e só empatou em 1 a 1 com o Barueri, nesta quarta-feira à noite. Depois de levar gol, de pênalti, de Val Baiano, a sensação do Brasileirão, Emerson, na raça, deixou o seu e tornou a salvar o Rubro-Negro.

Com o resultado, por enquanto, o Flamengo é décimo colocado, com 17 pontos. Já o adversário subiu um pouquinho e está na quarta posição momentanemente, com 22.

Bem posicionado na tabela, o Barueri deu mesmo o trabalho esperado ao Flamengo. Marcando com firmeza já na linha do meio-de-campo, impediu a movimentação dos responsáveis pela armação do time de Cuca, e ainda criou dois ou três contra-ataques perigosos. Nada, porém, que exigisse muito esforço, já que Kleberson e Fierro – este, principalmente – produziam pouquíssimo.

A tarefa de levar o Rubro-Negro ao gol de Renê, portanto, sobrou para a dupla de ataque. Por meio de feios chutões, a conexão era feita, e Emerson e Adriano tabelavam com categoria. Na esquerda, Jorbison, ao menos, não fugia do jogo. Era claro, ao longo do primeiro tempo, que os desfalques pesavam muito contra o Flamengo, que não se impunha sobre o rival.

A mina de ouro, a rigor, era a própria defesa do Barueri. Tudo porque errava constantemente as saídas de bola. Pelo alto, Kleberson acertou o travessão. Do outro lado, Franciscatti e Thiago Humberto puseram Bruno para a trabalhar. Fora isso, a partir dos 25 minutos, a partida esfriou, com muitos erros de ambos os lados. Estreando como titular, Otacílio Neto sofria, sem entrosamento.

Os jogadores do Flamengo, curiosamente, não reprovaram a atuação até então. Pareciam sabedores da
limitação de parte dos 11 em campo. O que é triste, dada a tradição e a força do clube, sobretudo em comparação ao pequenino Barueri, que por vezes se fez de gigante no Maracanã, até mesmo esfeitando em alguns passes laterais.

Mas calma, torcedor rubro-negro… ficaria ainda pior. Em jogada isolada na ponta esquerda, um cruzamento para a área acertou em cheio o braço do zagueiro Marlon. O juizão, convicto, não titubeou ao marcar o pênalti e punir o jovem substituto de Welinton. O artilheiro Val Baiano, então, pôde fazer mais um carrasco, e espalhar a tensão pelo estádio.

Imediatamente, Cuca, temendo por seu cargo, pôs Camacho na vaga de Jorbison e tirou o zero à esquerda Fierro para a entrada de Bruno Paulo, recém-promovido aos profissionais, e que entrou com vontade pela direita. Mesmo assim, estava difícil. A sonolência do time insistia. Tanto que o gol de empate foi um retrato do que era o Flamengo. Pura vontade. Depois de bate-e-rebate na área, Emerson rasgou no meio e completou.

O ímpeto da torcida com a igualdade no placar, no entanto, só foi em parte aproveitado. Ainda mal, os cariocas se atiraram ao ataque, e penavam para acertar a última assistência. Adriano, furioso, dava socos na cabeça e reclamava para o céu. A “irresponsabilidade” cedeu contragolpes ao Barueri, que não matou o jogo porque foi incompetente.

Mas restava alguns minutinhos. Já cansado, o time dirigido por Estevam Soares cedeu espaços e Willians, após excelente jogada individual, disparou de fora da área e acertou a trave. Na sequência, Bruno Paulo caiu e os rubro-negros, aceitando tudo para não deixar dois pontos para trás, reclamaram de pênalti.

De qualquer modo, as forças foram somente para isso. No fim, o Barueri quase marcou e Cuca saiu vaiado. Outra vez.


FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 1 X 1 BARUERI

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 22/07/2009 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Cláudio Mercante (PE)
Auxiliares: Jossemar José Diniz Moutinho (PE) e Luciano José Coelho Cruz (PE)
Renda/público: R$ 589.196,00 / 27.952 pagantes (29.750 presentes)
Cartões amarelos: Marlon e Emerson (FLA); Ralf (BAR)
Cartões vermelhos: –
GOLS: Val Baiano, 7’/2ºT (0-1); Emerson, 24’/2ºT (1-1)

FLAMENGO: Bruno, Marlon (Erick Flores, 31’/2ºT), Aírton e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura, Willians, Kleberson, Fierro (Bruno Paulo, 11’/2ºT) e Jorbison (Camacho, 11’/2ºT); Emerson e Adriano – Técnico: Cuca.

BARUERI: Renê; Leandro Castan, Daniel Marques e Andre Luis; Franciscatti, Ralf, Everton (Marcio Hahn, 44’/2ºT), Thiago Humberto (João Vítor, 32’/2ºT) e Márcio Careca; Otacílio Neto (Flavinho, 23’/2ºT) e Val Baiano – Técnico: Estevam Soares.

julho 22, 2009 Posted by | Flamengo, Grêmio Prudente | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Emerson, ex-Milan, deseja voltar ao Grêmio

Diretoria, porém, nega qualquer contato com o jogador

Emerson pode voltar ao Tricolor Gaúcho (Crédito: Reuters)

Emerson pode voltar ao Tricolor Gaúcho

LANCEPRESS!

De volta ao país depois de encerrar seu ciclo no Milan, o volante Emerson, 33 anos, deseja assinar um contrato de duas temporadas com algum clube brasileiro antes de encerrar a carreira. O preferido, e isso ele já declarou em entrevistas recentes, é o Grêmio, onde começou, nos anos 90.

Emerson está em Porto Alegre, informou a Rádio Gaúcha nesta segunda-feira. E, em conversas com amigos, teria reiterado sua vontade de voltar a atuar pelo clube que o revelou.

Ouvido à tarde, no Olímpico, o gerente de futebol do Tricolor, Mauro Galvão, limitou-se a dizer:

— Neste momento, não temos nenhuma negociação com o Emerson.

Perguntado se isso poderia acontecer mais tarde, Galvão sorriu e repetiu:

— Neste momento não há nada.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 9, 2009 Posted by | Grêmio | , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Ney Franco ainda espera por Wellington contra o Resende

Treinador aguarda reação do zagueiro ao treino deste sábado para confirmar escalação da partida deste domingo

Ampliar Foto Agência/O Globo Agência/O Globo

Wellington será testado neste sábado

Wellington é jogador cotado para substituir Juninho, suspenso, na partida contra o Resende, neste domingo, pela última rodada da fase de classificação da Taça Rio. Mas mesmo ainda poupado nesta sexta-feira, ainda por causa de dores musculares, o zagueiro ainda alimenta a esperança de Ney Franco.

– O Wellington fez um trabalho de musculação e nada sentiu. Vamos ver qual será sua reação ao treino de sábado. Se ganhar condição de jogo, entra no lugar do Juninho – disse o técnico.

Caso Wellington siga vetado, é provável que Ney Franco recue Fahel para a zaga, escalando Batista ou Léo Silva no meio-campo. Certa é a volta de Alessandro à lateral direita, depois de cumprir suspensão. Com isso, Thiaguinho volta a ser improvisado do lado esquerdo.

O Botafogo pode enfrentar o Resende com a seguinte formação: Renan, Emerson, Leandro Guerreiro e Wellington; Alessandro, Fahel, Batista (Léo Silva), Maicosuel e Thiaguinho; Reinaldo e Victor Simões.

abril 4, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Aniversariantes marcam e Bota vence o Caxias

Emerson, Victor Simões e Reinaldo balançam a rede e são homenageados pela torcida no Engenhão

Aniversariante, Victor Simões fez o seu e é um dos artilheiros do EstadualAniversariante, Victor Simões fez o seu e é um dos artilheiros do Estadual (Crédito: Paulo Sérgio)

Disposto a não ficar distante da classificação para as semifinais da Taça Rio, o Botafogo fez valer o mando de campo e, apesar da disposição do Duque de Caxias, goleou: 4 a 0. Aniversariantes, Emerson, Victor Simões e Reinaldo balançam a rede e são homenageados pela torcida. Maicosuel também deixou o seu.

Veja os gols da vitória do Botafogo

No começo da partida, o Duque de Caxias demonstrou uma boa aplicação tática e não deixou os meias Maicosuel e Batista armarem as jogadas. O camisa 10, inclusive, precisou voltar até antes do meio-de-campo para tentar aparecer mais no jogo.

A equipe do Botafogo só incomodou a defesa do Caxias quando passou a jogar pelos lados do campo. Porém, em um dos raros momentos que o Tricolor da baixada descuidou da marcação no primeiro tempo, Thiaguinho descolou um belo lançamento para Maicosuel que passou pelo goleiro e abriu o placar.

Com o gol, os botafoguenses diminuiram o ritmo e o Duque de Caxias assustou Renan em duas oportunidades com Eduardo Telles batendo falta. Mas o primeiro tempo terminou mesmo em 1 a 0.

Na segunda etapa, o Botafogo voltou sem Maicosuel. Com dores no tornozelo esquerdo, o camisa 10 deu lugar a Lucas silva. Porém, a mudança da equipe pôde ser vista também na postura mais ofensiva. Tanto que logo aos três minutos, Emerson, que fez aniversário no último sábado, fez, de cabeça, seu primeiro gol com a camisa alvinegra.

O Duque de Caxias sentiu o gol e passou apenas a se defender para não sofrer uma goleade. Mas sem muito resultado. Tanto que aos 10 minutos, Reinaldo foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. O camisa 7 deixou a cobrança para Victor Simões que fez seu 9º gol no Estadual. A torcida fez questão de homenagear o artilheiro com ‘parabéns para você’, lembrando que ele comemora 28 anos nesta segunda.

Alguns minutos depois, Reinaldo sofre outro pênalti, mas dessa vez, se encarregou da cobrança. e não decepcionou: 4 a 0 para o Botafogo. Foi o primeiro gol do atacante no Engenhão. A torcida também não esqueceu do aniversário do camisa 7, que completou 30 anos no última dia 14, e cantou parabéns mais uma vez.

No finalzinho do jogo, Victor Simões teve chance de fazer mais um e se isolar na artilharia. Alessandro chutou cruzado, o camisa 9 chegou de carrinho mas a bola passou por cima do gol. Fim de jogo: 4 a 0 para o Botafogo.

Ficha técnica:

BOTAFOGO X DUQUE DE CAXIAS

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 20/3/2009 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Wagner dos Santos Rosa (RJ)
Auxiliares: Marcelo Braz Mariano (RJ) e Lilian Fernandes Bruno (RJ)
Renda/público: R$ 61.278.50 / 3.494 pagantes
Cartões amarelos: Victor Simões (BOT); Cadu, Anderson, Giovani, Henrique (DCA)
Cartões vermelhos: Henrique (DCA)
Gols: Maicosuel, 18/1ºT (1-0), Emerson, 3/2ºT (2-0), Victor Simões, 10/2ºT (3-0) e Reinaldo, 18/2ºT (4-0)

BOTAFOGO: Renan, Emerson, Juninho (Alex Lopes) e Leandro Guerreiro; Alessandro, Fahel, Batista, Maicosuel (Lucas Silva) e Thiaguinho (Gabriel); Reinaldo e Victor Simões – Técnico: Ney Franco

DUQUE DE CAXIAS: Borges, Douglas Silva, Henrique, Eduardo Teles e Alan; Cadu, Pingo (Léo Oliveira), Geovani e Juninho; Anderson e Deni (Dudu) -Técnico: Carlos César.

março 18, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Glorioso bate o Leme em jogo-treino

Reinaldo e Victor Simões fazem os gols da vitória por 2 a 0

Ampliar Foto Agência/Agencia Estado Agência/Agencia Estado

Thiaguinho sofre com a marcação

O Botafogo fez o primeiro teste dentro de campo antes de sua estreia no Campeonato Carioca, neste domingo pela manhã, no Caio Martins. O time venceu o Leme, da Terceira Divisão, por 2 a 0.

Os destaques do amistoso foram dois atacantes. Na primeira etapa, Reinaldo fez o primeiro de pênalti. Depois do breve intervalo, o técnico Ney Franco mudou a equipe quase inteira, mas mesmo assim o placar foi ampliado. Jean Carioca lançou Victor Simões, que mandou uma bomba para fazer o segundo.

O time titular foi a campo com a seguinte formação: Renan, Emerson, Leandro Guerreiro e Teco; Alessandro, Fahel, Léo Silva, Maicosuel e Eduardo, Lucas Silva e Reinaldo. O Glorioso enfrenta o Olaria, no Engenhão, na quarta-feira, no último teste antes da primeira rodada do Estadual, dia 24, contra o Boavista, em Saquarema.

janeiro 18, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário