Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Carlos Alberto sobre clássico: ‘Vamos jogar contra o melhor time do Carioca

Meio-campista do Vasco lembra que jogo desta quinta-feira, no Maracanã, diante do Botafogo, não tem favorito e será decidido nos detalhes

Ampliar Foto Breno Dines/Globo Esporte Breno Dines/Globo Esporte

Carlos Alberto conversa com Amaral no treino do Vasco

O Maracanã receberá na próxima quinta-feira, às 19h30m, o primeiro clássico da Taça Rio. Botafogo e Vasco se enfrentam pela segunda rodada do returno e os times já começaram a se estudar. O técnico do Glorioso já pediu atenção com Carlos Alberto. Já o meia fez questão de afirmar que o clube de São Januário terá pela frente o melhor time da competição até o momento.

– Vamos jogar contra a melhor equipe do campeonato. Vai ser um grande jogo, um teste bem difícil, e espero que no dia da partida todo mundo esteja em boas condições – afirmou Carlos Alberto, em entrevista à Rádio Brasil.

Botafogo x Vasco: ingressos à venda

Ao contrário do que Roberto Dinamite, presidente vascaíno, afirmou, dizendo que o adversário era o favorito no confronto de quinta, o meio-campista lembrou que em clássico não existem favoritos. Segundo Carlos Alberto, quem estiver mais determinado no dia levará vantagem e tem mais chances de sair com a vitória.

– Clássico é sempre decidido nos detalhes. Tradições e místicas ficam de lado. Ganha o jogo quem está mais determinado numa marcação, num rebote… são essas coisinhas que definem a partida. Espero que o torcedor compareça para sairmos com mais uma vitória – finalizou o jogador, pedindo o apoio dos vascaínos no Maracanã.

Na primeira rodada da Taça Rio (segundo turno do Campeonato Carioca), o Vasco derrotou o Friburguense por 3 a 0, em São Januário. Enquanto isso, o Botafogo passou pelo Tigres, por3 a 2, no estádio De Los Larios, em Xerém.

março 10, 2009 Posted by | Botafogo, Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Flu perde de virada e situação agora é delicada

Tricolor faz vexame, perde de 3 a 2 para o Duque de Caxias, e agora vê semifinal longe

Derrota do Flu deve muito custar caro

Derrota do Flu deve muito custar caro (Crédito: Julio César Guimarães)

O dia foi de festa nas Laranjeiras com a apresentação de Thiago
Neves, mas na partida pelo Campeonato Carioca, o que se viu em campo
foi uma vergonha ao torcedor tricolor. Com um segundo tempo covarde,
onde mostrou desinteresse, o Fluminense acabou cedendo a virada para o
Duque de Caxias, perdeu por 3 a 2 no Estádio Los Larios, em Xerém, e
viu suas chances de classificação às semifinais da Taça Guanabara
praticamente irem pelo ralo.

O Fluminense iniciou a partida de
forma lenta. Com uma forte marcação, o Duque de Caxias embolava o jogo
no meio-de-campo e o Tricolor tinha dificuldades no toque de bola. Aos
poucos, a equipe das Laranjeiras foi abrindo mais o jogo e acionando os
laterais. Tal opção surtiu efeito.

Com um Leandro Bomfim como
cérebro da equipe, o Fluminense foi achando espaços e o gol foi
amadurecendo, até que o atacante Roger resolveu desencantar e em dois
minutos marcou seus dois primeiros gols com a camisa tricolor.

O
2 a 0 no placar expôs a fragilidade do time da Baixada Fluminense, que
até o fim do primeiro tempo quase não deu trabalho para o goleiro
Fernando Henrique.

Na segunda etapa, o Tricolor claramente
diminuiu o ritmo. Talvez achando que o resultado estava garantido, o
time de René Simões passou a valorizar mais a posse de bola e trocou
muitos passes. Por outro lado, o Duque de Caxias passou a oferecer mais
perigoso e começou a arriscar alguns chutes de fora da área.

Até
que numa jogada despretensiosa, Fernando Henrique acabou cometendo
pênalti desnecessário que Geovani bateu e diminui para o time mandante.

Porém,
o pior estava por vir. Aos 43 do segundo tempo, o zagueiro Henrique
subiu mais alto que a zaga e empatou a partida para o Caxias, e aos 48,
Deni, que havia entrado apenas sete minutos antes, fuzilou o gol de
Fernando Henrique e jogou um balde de água fria no Tricolor. Com a
derrota, o clássico deste domingo, contra o Vasco, tomou caráter de
vida ou morte para as pretensões do Fluminense na competição.

DUQUE DE CAXIAS 3 X 2 FLUMINENSE

Estádio: Los Larios, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 05/02/2009 – 18h45 (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Cortez (RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues (RJ) e Francisco Pereira de Souza (RJ)
Renda/Público: R$ 36.313 / 3.608 pagantes
Cartões amarelos: Leandro Bomfim, Wellington Monteiro, Fernando Henrique (FLU); Eduardo Telles, Alberoni, Ânderson (CAX)
Cartões vermelhos: Não houve.
GOLS: Roger, 32’/1ºT (0-1); Roger, 34’/1ºT (0-2); Geovani, 31’/2ºT (1-2); Henrique, 43’/2ºT (2-2); Deni, 48’/2ºT (3-2)

FLUMINENSE:
Fernando Henrique, Wellington Monteiro, Edcarlos, Luiz Alberto e
Leandro; Jaílton, Diguinho (Romeu, 41’/2ºT), Leandro Bomfim (Leandro
Domingues, 24’/2ºT) e Conca (Tartá, 19’/2ºT); Leandro Amaral e Roger.
Técnico: René Simões.

DUQUE DE CAXIAS: Borges, Douglas Silva,
Henrique, Eduardo Teles, Alberoni (Juninho, 22’/2ºT); Léo Oliveira,
Silva, Renatinho, Geovani, Dudu (Deni, 41’/2ºT) e Edvaldo (Ânderson,
intervalo). Técnico: Toninho Barroso.

fevereiro 5, 2009 Posted by | Fluminense | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fluminense busca a afirmação contra o Duque de Caxias

Após primeira vitória no Estadual, Tricolor tenta embalar na competição

Fluminense e Duque de Caxias se enfrentam no Los LariosFluminense e Duque de Caxias se enfrentam no Los Larios

LANCEPRESS!

Clube que fez as contratações de maior impacto na temporada, o Fluminense ainda está aquém do que o tricolor espera no Campeonato Carioca. Mas após uma boa vitória sobre o Resende por 3 a 0, a equipe chega mais confiante para o confronto com o Duque de Caxias, nesta quinta-feira, no Estádio Los Larios, em Xerém.

Como o volante Fabinho foi expulso na última partida, o técnico René Simões optou por Diguinho para ocupar a vaga. Já Leandro Bomfim segue como titular, deixando seu xará Domingues no banco.

Para o treinador, o jogo contra a equipe da Baixada Fluminense será uma final.

– O jogo desta quinta-feira é decisão. Foi bom o Americano ter tropeçado duas vezes, pois agora dependemos apenas da nossa força. Por isso, cada partida será encarada como um clássico – declarou.

Com apenas um ponto no Grupo A da Taça Guanabara, o Duque de Caxias busca sua reabilitação na competição. Para o jogo contra o Fluminense o time vai completo. O técnico Marcelo Buarque confia que o elenco irá se recuperar.

– Conheço bem o potencial dessa equipe. Não foi à toa que conquistamos o acesso à Série B no ano passado. Apesar da chegada de reforços, mantivemos a base e sabemos que a equipe tem muita força para reagir em situações adversas como essa – disse.
FICHA TÉCNICA:
DUQUE DE CAXIAS X FLUMINENSE

Estádio: Los Larios, Xerém (RJ)
Data/hora: 04/02/2009 – 18h45 (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols Cortez (RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues (RJ) e Francisco Pereira de Sousa (RJ)

DUQUE DE CAXIAS: Borges; Douglas Silva, Henrique, Eduardo Teles e Alan Fernandes; Léo Oliveira, Silva, Pingo e Renatinho; Dudu e Edivaldo. Técnico: Toninho Barroso.

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Wellington Monteiro, Edcarlos, Luiz Alberto e Leandro; Jaílton, Diguinho, Leandro Bomfim e Conca; Leandro Amaral e Roger. Técnico: René Simões.

fevereiro 5, 2009 Posted by | Fluminense | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Dorival Júnior espera boa atuação vascaína na volta para casa

Treinador diz que equipe precisa montar uma base para depois pensar em se transformar imbatível em São Januário

Ampliar Foto Agência/Fotocom.Net Agência/Fotocom.Net

Dorival orienta o grupo durante o treinamento desta sexta, em São Januário

A primeira impressão deixada pelo Vasco em seu primeiro jogo em São Januário não foi das melhores. O time saiu derrotado pelo Americano por 2 a 0, e deixou o gramado vaiado. Neste sábado, o time volta à Colina para encarar o Duque de Caxias embalado pela goleada sobre o Tigres, em Xerém.

Para o técnico Dorival Júnior, a ansiedade de fazer o primeiro jogo em casa pesou na partida diante do Americano. Para o treinador, a equipe vai se posicionar de forma diferente no confronto deste sábado.

– A ansiedade da primeira partida foi excessiva. Por mais que a gente tivesse alertado, os jogadores estavam ansiosos por fazer a primeira partida. Vimos uma equipe tentando acertar as coisas na marra. Espero que a gente tenha uma postura diferenciada, principalmente por conhecer um pouco melhor o adversário e por estarmos mais entrosados – analisou o treinador cruzmaltino.

Ao ser questionado sobre a postura do Vasco em São Januário de não conseguir tantos resultados positivos como em outras épocas, Dorival afirmou que o retrospecto preocupa. Porém, ele admitiu que a equipe precisa ter uma base montada antes de se transformar em um time imbatível dentro da Colina.

– É fundamental que a gente vença os jogos em casa. Para voltar a ser forte em São Januário, você precisa estruturar a equipe. Você precisa dar uma espinha dorsal ao time. Estamos atrás de jogadores que possam qualificar o elenco. Vocês sabem como é problemático procurar atletas nesse instante. A maioria quer ficar em clubes da Série A. A realidade do Vasco é essa. O clube não perdeu a grandeza, mas essa é a realidade – afirmou o treinador.

janeiro 30, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco busca reabilitação contra o Tigres no primeiro jogo oficial em Los Larios

Derrotado na primeira rodada, time da Colina vai ser o primeiro dos quatro grandes a atuar na arena, construída em Xerém

Ampliar Foto Agência/Fotocom.Net Agência/Fotocom.Net

Dorival orienta o time durante o treinamento

O Vasco entra em campo nesta quarta-feira, às 19h30m, em Xerém, para encarar o Tigres, pela segunda rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. Além de buscar a reabilitação na competição, já que foi derrotado na estreia pelo Americano por 2 a 0, em São Januário, o time da Colina vai ser o primeiro dos quatro grandes clubes do Rio de Janeiro a atuar no estádio Los Larios, inaugurado este ano.

Em último lugar no Grupo A, sem um ponto sequer, o Vasco volta a atuar apostando em um bom rendimento do meia Carlos Alberto, principal contratação da equipe em 2009. Do outro lado, o Tigres, que soma um ponto, deposita suas esperanças no atacante Sorato, revelado nas divisões de base de São Januário. Assista ao confronto ao vivo pelo Premiere e em Tempo Real pelo GLOBOESPORTE.COM.

Desfalques no time da Colina

O técnico Dorival Júnior está cheio de problemas para escalar o time. Vetados pelo departamento médico, o lateral-direito Fágner, o zagueiro Gian, o volante Leo Lima, e o meia Fernandinho estão fora do confronto. Para a vaga de Leo Lima, Nilton já foi escolhido pelo comandante para atuar entre os titulares.

Outra dúvida do treinador é em relação ao aproveitamento do meia Jéferson. O jogador tem um imbróglio na Justiça por causa de uma ação contra o Brasiliense, e a diretoria segue em busca de um mandado de segurança para que o técnico possa escalar o jogador.

Sem Jéferson, Dorival testou duas opções: ele pode escalar o volante Mateus para reforçar o meio-campo, ou o atacante Carlos Antônio para auxiliar Rodrigo Pimpão no ataque.

Por outro lado, o atacante Elton foi regularizado e poderá participar normalmente do confronto. A tendência é que fique no banco de reservas.

– Ainda estou confiando que ele possa jogar. A primeira opção trabalhada foi a manutenção dele em campo. Mas vamos analisar a possibilidade de um outro atacante ou do Mateus ali no meio. São as opções possíveis caso a gente não tenha o Jéferson – explicou Dorival Júnior.

Tigres estreia contra um dos grandes na Série A
Recém-promovido à Série A do Campeonato Carioca, o Tigres vai fazer a sua primeira partida contra um dos times considerados grandes no Rio de Janeiro. Além disso, o Estádio Los Larios vai receber a sua primeira partida oficial. Inaugurada em janeiro deste ano, o local teve como primeira partida o confronto dos donos da casa contra o Danúbio, do Uruguai.

Em campo para a partida contra o Vasco, o técnico João Carlos Costa vai ter apenas um problema em relação ao time que fez a sua estreia no Campeonato Carioca. O volante Leão, expulso na primeira rodada, está fora. Eduardo entra em seu lugar. O elenco do time de Duque de Caxias conta com dois ex-vascaínos (o meia Yan, que ficará no banco, e Sorato, titular do ataque).

FICHA TÉCNICA:

TIGRES VASCO
Marcos Paulo, Oziel, Zé Carlos, Gustavo e Edson; Eduardo, Denis, Neto e Clayton; Guerra e Sorato. Tiago, Paulo Sérgio, Fernando, Titi e Ramon; Amaral, Nilton, Jéferson (Mateus ou Carlos Antônio); Carlos Alberto e Rodrigo Pimpão.
Técnico: João C. Costa. Técnico: Dorival Júnior.
Estádio: Los Larios, Xerém. Data: 28/01/2009. Árbitro: Pablo dos Santos Alves. Auxiliares: Wagner de Almeida Santos e José Carlos Batista de Arruda
Transmissão: O Premiere exibe a partida ao vivo para todo Brasil.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 19h (de Brasília).

janeiro 27, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário