Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Internacional vai em busca do bi da Recopa

Equipe colorada tenta superar dois adversários

LANCEPRESS!

Em busca do bicampeonato da Recopa, título que conquistou em 2007, o Internacional enfrenta a Liga Deportiva Universitária, a LDU, na noite desta quinta-feira, em Quito. Na verdade, serão dois adversários: o atual campeão da Libertadores e a altitude de 2.850m da capital do Equador.

A altitude é o menor dos problemas. Segundo o médico colorado Luiz Crescente, que acompanha a delegação, a perda de capacidade orgânica dos atletas será de apenas 10%.

Difícil, mesmo, será derrotar a LDU. No jogo de ida, no Beira-Rio, duas semanas atrás, o Inter perdeu por 1 a 0. Se devolver o placar, a decisão será nos pênaltis. Para ficar com o troféu nos 90 minutos, vitória colorada por qualquer outra diferença de gols será suficiente. Já para a LDU um empate basta.

O técnico Tite lamenta que o primeiro duelo da Recopa tenha coincidido com a decisão da Copa do Brasil. Segundo ele, as duas competições, mais o Brasileiro, impediram que a equipe se concentrasse convenientemente para o primeiro confronto.

– A perda da Copa do Brasil já foi superada. Estamos inteiros psicologicamente, e queremos merecer esse título produzindo uma grande atuação – diz Tite.

O otimismo tem sua razão de ser. Se não contará com Bolívar, suspenso, e Sandro, lesionado, o Inter tem a vantagem de poder escalar Nilmar e o lateral-esquerdo Kleber, que serviam à Seleção na época do primeiro jogo. Principalmente o decisivo Nilmar. Com seu veloz atacante no time, Tite acredita que a chance de gols em contragolpes será maior.

– Até porque a LDU avança em massa quando atua em seu estádio. Isso a torna mais perigosa, mas os espaços para contra-ataques do adversário são maiores – ensina o atacante Bolaños, que foi campeão da Libertadores com a equipe equatoriana, passou pelo Santos e hoje é reserva no Inter. Autor de três gols na vitória sobre o Coritiba, dez dias atrás, o também veloz Bolaños será uma das armas do Inter para o segundo tempo.

Resta esperar que D’Alessandro e Taison superem a má fase justamente nessa partida. O meia argentino atuou mal nos três jogos disputados depois de uma parada de três semanas. Já Taison tem pecado pelo individualismo e está sem marcar há um mês e meio – seu último gol foi o do 1 a 0 sobre o Goiás.

A LDU não irá administrar a vantagem, garante seu técnico, o uruguaio Jorge Fossatti. Pelo contrário, ele optou por uma formação mais ofensiva: em vez do retrancadíssimo 3-6-1 utilizado no Beira-Rio, um 3-5-2. O meia De la Cruz cederá lugar ao atacante Graf. Dessa forma, o argentino Bieler, autor do gol do primeiro jogo, terá um parceiro permanente no ataque. Outra mudança será a substituição do zagueiro Calle por Espínola.

A equipe equatoriana dá grande importância à decisão. Até utilizou os reservas na rodada do campeonato nacional no fim de semana. E a torcida se prepara para transformar La Casa Blanca num caldeirão.


FICHA TÉCNICA

LDU X INTERNACIONAL

Estádio: La Casa Blanca (Quito, EQU)

Data-hora: 9/07/2009 – 21,50h (de Brasília)

Árbitro: Carlos Chandía (CHI)

Auxiliares: Cristian Julio e Lorenzo Acuña (CHI)

LDU: Dominguez; Campos, Espínola e Araújo; Reasco, Vera, Lara, Urrutia e Ambrossi; Graf e Bieler. Técnico: Jorge Fossatti.

INTERNACIONAL: Lauro; Danilo, Indio, Danny Morais e Kleber; Glaydson, Magrão, Guiñazú e D’Alessandro; Taison e Nilmar.Técnico: Tite.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

julho 9, 2009 Posted by | Futebol Sulamericano, Internacional | , , , , , , , , | Deixe um comentário