Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Santos e Barueri empatam em jogo dramático

Peixe empata aos 44 minutos com gol de Neymar e respira.

Bruno Arraes

O Santos renasceu na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro. Pelo menos, na partida contra o Barueri. Depois de estar perdendo por 3 a 1, o time mostrou brio e conseguiu um empate, que se não resolve os problemas da equipe, alivia, um pouco, a pressão. O gol da igualdade aconteceu aos 44 minutos do segundo tempo, marcado por Neymar, depois de muitos protestos dos torcedores. Após o jogo, o jovem atacante provocou, comendo pipocas atiradas pela torcida.

Na última segunda-feira, após a goleada sofrida para o Vitória por 6 a 2 no último domingo, a diretoria do Santos demitiu o técnico Vágner Mancini. Ainda sem contratar um novo treinador, o Presidente Marcelo Teixeira apostou no interino Serginho Chulapa para dar um ânimo para a combalida equipe do Peixe.

O Peixe começou bem, tentando pressionar a equipe do Barueri. Porém, aos 12 minutos, o lateral direito Wágner Diniz falhou feio e a bola sobrou para Val Baiano. O camisa 9 do Barueri, que já teve passagem apagada pelo Santos, não desperdiçou e abriu o placar para o Abelha na Vila.

Após o primeiro gol, o Barueri passou a administrar a pequena vantagem e explorar o lado direito da zaga santista. E foi por esta faixa do campo que o Barueri chegou ao segundo gol. O lateral Márcio Careca, do Abelha, e Wagner Diniz tentou antecipar. Porém, o lateral errou o bote e a bola sobrou para Fernandinho livre. O atacante levou a bola, entrou na área e chutou forte, sem chances para o goleiro Douglas.

Aos 26 minutos, o Santos ensaiou uma reação no jogo. O baixinho Madson cobrou falta na entrada da área, sofrida por Rodrigo Souto, e com um belo chute acertou o ângulo do goleiro Renê, que nada pôde fazer. E em seguida, aos 28 minutos, o atacante Roni desperdiçou a chance de empatar o jogo, chutando fraco, nas mãos de Renê.

A esperada reação, porém, não veio, e aos 29 minutos veio o balde de água fria. Fernandinho novamente ganhou de Wágner Diniz e ao chegar na linha de fundo, cruzou. O centroavante Val Baiano se antecipou à Fabão e escorou, marcando o terceiro gol do Barueri.

Aos 30 minutos, ao perceber que o Abelha passeava pelo lado direito de seu time, Serginho Chulapa tirou Wágner Diniz de campo e colocou, o antes criticado, Luizinho.

Durante o intervalo, a torcida santista fez alguns protestos, arremessando no campo novamente ovos e pipocas.

O Santos voltou melhor para o segundo tempo porém nem com a entrada de Róbson e Neymar aos 12 e 18, respectivamente, fizeram com que o Peixe acertasse o gol do Barueri. Rodrigo Souto e Róbson acertaram a trave uma vez cada.

Aos 34 minutos apareceu a melhor chance de gol para o Peixe. O árbitro Guilherme Cereta marcou jogo perigoso a fvor do Santos, dentro da área do Barueri. Na cobrança, Madson chutou e o goleiro Renê rebateu. A bola sobrou para Robson que sozinho, cabeceou para o gol e descontou o placar.

Quando o jogo parecia perdido para o Santos o substituto de Wagner Diniz, Luizinho, cruzou da direita na cabeça de Neymar. O Jovem atacante acertou o canto direito do goleiro Renê e empatou para o Santos de forma dramática. Um empate com gosto de vitória para o Peixe.


Na próxima rodada o Santos terá o clássico contra o São Paulo, no Morumbi. Enquanto o Barueri recebe o Náutico na Arena Barueri.


FICHA TÉCNICA:

SANTOS 3 X 3 BARUERI

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 15/07/2009 – 21h (de Brasília)
Árbitro: Guilherme Cereta de Lima (SP)
Auxiliares: Nilson de Souza Monção (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)
Renda/público: R$ 50.535,00 / 3.524 pagantes
Cartões amarelos: Fabão, Léo, Luizinho, Fabão, Domingos, Rodrigo Souto(SAN); Ralf, Xandão, Leandro Castán, Éder, Márcio careca(BAR)
Cartões vermelhos: Ralf, 01’/2ºT (BAR)
GOLS: Val Baiano, 13’/1ºT (0-1);Fernandinho, 17’/1ºT (0-2); Madson, 26’/1ºT (1-2);
Val Baiano, 29’/2ºT (1-3); Róbson, 36’/2ºT (2-3); Neymar, 44’/2ºT (3-3)

SANTOS: Douglas, Wagner Diniz (Luzinho, 30’/1ºT), Domingos, Fabão(Neymar, 16’/2ºT) e Léo
; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Madson e Paulo Henrique; Roni (Robson, 12’/2ºT)e Kléber Pereira. Técnico: Serginho Chulapa.

BARUERI: Renê, Xandão, André Luiz e Leandro Castán; Marcos Pimentel(Éder, Intervalo), Ralf, Éverton (Sicrano, 12’/1ºT), Thiago Humberto e Márcio Careca; Fernandinho e Val Baiano (João Vítor, 12’/2ºT). Técnico: Beltrano.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

julho 15, 2009 Posted by | Grêmio Prudente, Santos | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário