Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Deivid: ‘É uma honra interessar ao Corinthians’

Atacante tenta recuperar a cabeça após viver drama pessoal e profissional

Um dos principais alvos do Corinthians para a próxima temporada, o atacante Deivid tenta recuperar a cabeça e o corpo após viver dramas profissional e pessoal.

No início de julho, ele fraturou a fíbula da perna esquerda, passou por cirurgia e, uma semana depois, recebeu a notícia da morte da mãe, Maria de Souza, aos 72 anos.

Na Turquia, onde faz tratamento para voltar a treinar, o que está previsto para o fim de outubro, o jogador falou com a reportagem do LANCENET! e se disse orgulhoso por ser uma das prioridades do Timão:

– É uma honra e um prazer para qualquer um. Fui bem no Corinthians, em 2002, disputei três finais e ganhei dois títulos. Quando falo de Corinthians, vem na lembrança os momentos bons pelo clube.

Mas contratá-lo não será uma missão fácil. Apesar da fratura, Deivid segue valorizado e caro para os padrões brasileiros. A vantagem é que seu contrato com o Fenerbahçe acaba em maio do ano que vem.

PORTAL!:Deivid, Como está sua recuperação?
DEVID:Está indo bem. Os médicos me deram um prazo de três meses depois da cirurgia para voltar a treinar. Acho que no próximo mês, fim de outubro, eu volto a treinar. Sinto dor às vezes, mas estou indo bem.

PORTAL!: Alguns atletas vêm se tratar no Brasil. Você cogitou a possibilidade de fazer o tratamento aqui?
D: Sim, até conversei com Vanderlei (Luxemburgo) para tratar no Palmeiras e ele disse que as portas estavam abertas. Mas o treinador (Luís Aragonés) achou melhor eu ficar para ser observado mais de perto. Ele quer que eu volte o mais rapidamente possível. Então, não fui porque ele não deixou mesmo.

PORTAL!:Quando termina o seu contrato com o Fenerbahçe?
D:Vai até o fim de maio de 2009.

PORTAL!: E você pretende renovar?
D: Quando quebrei a perna, o presidente (Aziz Yildirim) foi ao meu quarto, no hospital, e disse que se eu quisesse ele iria tratar da renovação. Depois, não falamos mais sobre isso.

PORTAL!:Independentemente do que o clube quer, sua idéia é voltar para o Brasil ou continuar na Europa?
D:Hoje o meu pensamento é me recuperar e voltar a treinar e jogar. Vou deixar que (o empresário Juan) Figer, meu procurador, resolva isso.

PORTAL!:Estou lhe perguntando porque o jornal “A Bola”, de Portugal, e os sites Calciomercato, da Itália, e Sport365, da França, dizem que o Corinthians o procurou. E o presidente Andrés Sanchez esteve na Alemanha na semana passada. Vocês se encontraram?
D:Não o encontrei. Fiquei sabendo do interesse do Corinthians porque meus familiares me falaram. Disseram que sou o primeiro da lista para 2009. Também não falo com Figer há algum tempo. A última vez em que conversamos foi em agosto.

PORTAL!:E no início do ano? O vice de futebol Mário Gobbi diz que o Corinthians o sondou…
D: Foi. Em janeiro, Figer me disse que o Corinthians tinha procurado. Ele perguntou o que eu achava e eu disse que fui muito feliz no Corinthians. É uma honra e um prazer para qualquer jogador. Fui muito bem no clube, em 2002, disputei três finais e ganhei dois títulos (Liga Rio-São Paulo e Copa do Brasil). Quando falo de Corinthians, vem logo na lembrança os momentos bons no clube. É muita satisfação.

PORTAL!:Mas afinal você tem interesse de voltar para o Corinthians?
D:É que eu ainda estou pensando muito na minha recuperando. Foi a primeira vez que quebrei a perna. Depois de alguns dias faleceu minha mãe (Maria de Souza, aos 72 anos). Isso tudo me abalou muito. Estou fazendo o tratamento agora. Depois vamos ver o que vai acontecer.

PORTAL!:Você conseguiu vir para o Brasil para o velório da sua mãe?
D:Não, por isso fiquei mais triste ainda. Quebrei a perna em 6 de julho, operei no dia seguinte e minha mãe morreu no dia 13. Os médicos não me deixaram viajar pois poderia dar trombose ou embolia na perna.

PORTAL!:E como você tem conseguido superar tudo isso?
D:Com a ajuda da minha esposa e da família dela, dos meus filhos, dos meus irmãos… Mas é difícil… Já fui criado sem pai, minha mãe foi mãe e pai ao mesmo tempo. Foi uma perda difícil. Falo sempre que a dor da perna não foi tão grande quanto a dor da perda da minha mãe. A perna daqui a pouco vai estar boa. Mas minha mãe… Não vou tê-la de volta. Isso me abalou. Muitas vezes ainda bate aquela recaída de não poder vê-la de novo.

PORTAL!:Você está com 28 anos. Ainda acredita que pode ter chance na Seleção? E por que você acha que não foi chamado entre 2002 e 2003, quando viveu sua melhor fase?
D:Fico com minha consciência tranqüila. Em 2002, pelo Corinthians, disputamos três finais e ganhamos duas. Depois, em 2003, pelo Cruzeiro, conquistamos três títulos. Continuo trabalhando tranqüilo no Fenerbahçe. Se houver possibilidade, vou com maior prazer defender a Seleção.

Quem é ele:
Deivid de Souza

Nascimento: Nova Iguaçu (RJ), em 22/10/1979
Altura e peso:1,80m e 73kg

Títulos:
2 Brasileiros: Cruzeiro (2003) e Santos (2004);
2 Copas do Brasil: Corinthians (2002) e Cruzeiro (2003);
1 Estadual: Mineiro, Cruzeiro (2003);
1 Liga Rio-SP: Corinthians (2002);
1 Turco: Fenerbahçe (2006/07).

Principais clubes:

Nova Iguaçu (RJ)
1998/99 – Começou
a carreira no clube carioca e foi empresta-do ao Lecce (ITA) e ao Joinville no período.
Santos
1999/01 e 2004/05 – Sua carreira começou
a decolar no Peixe. Na segunda passagem, foi campeão brasileiro
Corinthians
2001/03 – Em 17 meses, conquistou dois títulos, fez 37 gols em 99 jogos e deixou saudades.
Cruzeiro
2003 – Passou seis meses no clube. Venceu o Mineiro e a Copa do Brasil e participou da metade do Brasileiro
Bordeuax (FRA) e Sporting (POR)
2003/06 – Passou pelo futebol francês, fez sucesso no Sporting e foi vendido ao Fener.
Fenerbahçe
Desde 2007 – Campeão turco na tempo-rada 2006/07, fez bela campanha na Liga dos Campeões de 2007/08.

setembro 23, 2008 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , | Deixe um comentário