Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Mozart celebra chance de trabalhar novamente com Luxa e de atuar no Brasil

Volante estava há quase dez anos no futebol europeu e família queria voltar

Ampliar Foto Agência/Diário de São Paulo Agência/Diário de São Paulo

Marcos cumprimenta o recém-chegado Mozart na Academia de Futebol

Mozart foi anunciado na última sexta-feira como reforço do Palmeiras . O volante, de 29 anos, esteve no futebol europeu por quase dez temporadas, e a família queria voltar ao Brasil. A contratação do jogador foi pensada pelo Verdão para suprir as ausências de Edmílson e Sandro Silva, que ficarão no estaleiro por três meses. Por meio da assessoria do clube paulista, Mozart falou sobre o reencontro com Vanderlei Luxemburgo, com quem trabalhou na seleção brasileira sub-23, garantiu que está bem fisicamente e espera ganhar títulos ainda este ano. Ele só deve ser apresentado oficialmente pela diretoria quando o elenco voltar do Chile, após o jogo de quarta-feira, contra o Colo Colo, pela Libertadores .

Desejo de voltar ao Brasil

Estava há muito tempo na Europa, praticamente dez anos, e acho que estava na hora de voltar. O que mais pesou foi o aspecto familiar. Minha filha, de sete anos, estava com alguns problemas em Moscou e eu necessitava retornar.

Reencontro com Vanderlei Luxemburgo

Surgiram alguns clubes interessados em mim, mas desde o início o Palmeiras surgiu como a primeira opção. Era uma vontade atuar em São Paulo e num clube como o Palmeiras. E também o fato de o Vanderlei estar aqui. Trabalhamos juntos na seleção brasileira, em 2000, quando conquistamos o Torneio Pré-Olímpico. Foi um período muito legal da minha vida que espero reeditar com ele aqui.

Principais características

Há um bom tempo venho atuando como primeiro volante. Mas já fiz muitas vezes a função de segundo homem do meio. Estou acostumado. Sou um atleta que marca bastante e aperfeiçoei isso na Europa, mas também gosto de sair para o jogo. Vou chegar para ajudar e espero conquistar títulos ainda este ano.

Amadurecimento na Europa

Aprendi muito lá fora. Você aprende como homem e profissional. Foi difícil a adaptação, mas eu me dei muito bem. No Spartak, estávamos sempre brigando por títulos. Acredito que minha experiência poderá ser importante para o grupo, tanto se o time avançar na Libertadores quanto no Campeonato Brasileiro.

Parte física 100%

Estou bem. Fiz alguns jogos esse ano e fisicamente estou perfeito. Preciso apenas pegar um pouco mais de ritmo de jogo. Começo a treinar desde já e espero ficar à disposição caso o Palmeiras avance na Libertadores (Mozart poderá ser inscrito na competição a partir da segunda fase).

abril 25, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Joelho de Keirrison não preocupa para a decisão de quarta-feira

Médico do Palmeiras afirmou ontem que o atacante tem feito musculação e que as dores no local desapareceram

Ampliar Foto Julyana Travaglia/GLOBOESPORTE.COM Julyana Travaglia/GLOBOESPORTE.COM

Atacante estará em campo na decisão da próxima quarta-feira

Na última segunda-feira, o atacante Keirrison surpreendeu a todos no Palmeiras ao afirmar que estava jogando no sacrifício as últimas partidas da equipe. Tudo por causa de uma tendinite no joelho direito. Mas o médico do Verdão, Otávio Vilhena, afirmou nesta quinta-feira que K9 não preocupa para o duelo da próxima quarta-feira, contra o Colo Colo, em Santiago, pela Taça Libertadores da América .

– Ele está muito bem e não tem se queixado de dores no joelho. Ele falou algo na segunda e teve mesmo uma tendinite leve, mas está fazendo tratamento mais específico de musculação. Não tem dor e nem faz uso de medicamento nenhum. Nem pensamos em tratamento cirúrgico – disse o médico.

Vilhena também falou sobre o volante Sandro Silva, que sofreu uma luxação no ombro direito na partida da última terça-feira, contra a LDU, também pelo torneio sul-americano. O jogador foi operado nesta quinta-feira.

– Além da luxação, houve também uma lesão no ligamento. A contusão dele é mais simples do que a do Edmílson [fratura no cotovelo], mas o prazo de recuperação é parecido, ou seja, três meses – disse Vilhena.

O médico explicou que o jogador ficará usando uma tipóia por um prazo que pode variar entre 30 e 45 dias.

– Esse tempo é suficiente para que os ligamentos possam cicatrizar. A partir daí, ele começará a fazer a fisioterapia no ombro – contou o médico.

abril 24, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Palmeiras já observa o mercado em busca de reforços: Kieza, do Americano, é alvo

Nome do atacante surgiu com força nesta quinta. Diretoria diz observar o atleta, mas fala que ainda não existe negociação para contar com o atleta

Ampliar Foto Carlos Mota/Globo Esporte Carlos Mota/Globo Esporte

Kieza está sendo observado pelo Alviverde

Enquanto o time vai se preparando para o decisivo duelo da próxima quarta-feira, contra o Colo Colo, pela Taça Libertadores da América , a diretoria do Palmeiras começa a correr atrás de reforços. A expectativa é de que o time consiga vencer a equipe chilena e consiga a vaga na próxima vaga da competição. Além disso, como o Campeonato Brasileiro começará no dia 10 de maio, já chegou a hora de observar o mercado.

Nesta quinta-feira, o nome do atacante Kieza, do Americano-RJ, surgiu como possível reforço do Verdão. O gerente de futebol do clube paulista, Toninho Cecílio, negou que exista qualquer negociação em andamento.

– Estamos observando o atleta. As informações são boas mas, por enquanto, não existe negócio – afirmou o dirigente, que também analisou o caso do time estar carente de volantes por causa das lesões sofridas por Edmílson e Sandro Silva.

– Se a gente conseguir a vaga na segunda fase, vamos ver se conseguimos alguma coisa nesse respeito. O problema é que não existem muitas opções. Para trazer de fora, o mercado está fechado. Teria de buscar alguém no interior de São Paulo – lembrou Cecílio.

abril 24, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Palmeirenses incorporam espírito de decisão para jogo ‘vida ou morte’

Time paulistano precisa vencer chilenos do Colo Colo para seguir com chances de classificação na Taça Libertadores

Ampliar Foto Agência/Lance Agência/Lance

Diego Souza sabe que o time tem que vencer

Ainda sem ter pontuado na fase de grupos da Taça Libertadores – perdeu para a LDU na primeira rodada-, o Palmeiras encara a partida desta terça-feira, contra o Colo Colo, no Palestra Itália, como decisiva para a suas pretensões dentro da competição. Com Sport e LDU liderando a chave, o time paulistano precisa vencer os chilenos para seguir com chances na competição.

– Estamos vivendo um clima de decisão, e o espírito da Libertadores é de viver ou morrer. Se quisermos avançar, temos que pensar somente na vitória. A primeira fase é curta e qualquer tropeço pode ser fatal – alertou o meia Diego Souza.

O lateral e também zagueiro Marcão concordou com o companheiro, acrescentando ainda que o fator casa será importante na disputa contra o Colo Colo.

– Mesmo sendo apenas a segunda rodada, nós sabemos que é uma decisão.
A fase é de tiro curto, e vencer em casa é fundamental para conseguir a classificação – comentou Marcão, que deve atuar na lateral-esquerda da equipe, substituindo Pablo Armero, suspenso.

março 3, 2009 Posted by | Palmeiras | , , , , , , , , | Deixe um comentário