Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Além de Jeferson, reforços trabalham forte para entrar na equipe

Recuperado de lesão no tornozelo, meia se junta a Rafael Morisco, Aloísio, Magno, Pará, Robinho e Ernani para ficar à disposição de Dorival

Ampliar Foto Reprodução /Reprodução Reprodução /Reprodução

Jeferson se prepara para retornar ao time

O meia Jeferson, recuperado de uma entorse no tornozelo esquerdo, já está treinando com bola. Nos últimos dois dias, o jogador participou normalmente das atividades realizadas pelos companheiros. A tendência é que o jogador já possa atuar nas próximas rodadas da Série B e na segunda partida das semifinais da Copa do Brasil, contra o Corinthians, em São Paulo.

Além dele, o técnico Dorival Júnior também está à espera dos reforços contratados para a disputa da Série B. Os laterais Ernani e Pará, o zagueiro Rafael Morisco, o meia Magno e os atacantes Robinho e Aloísio estão entrando em forma para ficar à disposição da comissão técnica.

– O Jeferson fez poucos trabalhos com bola, estamos intensificando as atividades com ele para que retorne logo ao time. Além dele, temos os jogadores que chegaram recentemente e ainda estão entrando em forma – disse Dorival.

maio 23, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco e Vitória iniciam a briga por um lugar na semifinal da Copa do Brasil

Time baiano leva a melhor nos duelos eliminatórios contra o rival carioca

O último duelo contra o Vitória não traz boas recordações para os cruzmaltinos. O dia 7 de dezembro de 2008 é, com certeza, um dos mais tristes da história do clube. Com a derrota por 2 a 0, em São Januário, o Vasco foi rebaixado no Campeonato Brasileiro. Agora, o duelo ocorre novamente em uma situação diferente. O time carioca conseguiu se reestruturar, recuperar a confiança dos torcedores e superar os momentos difíceis em campo. E contra o Vitória, nesta quarta-feira, às 19h30m (de Brasília), em São Januário, tenta manter vivo o sonho de voltar a Libertadores, o que vem batendo na trave nos últimos anos na Copa do Brasil.

Nas duas vezes que Vasco e Vitória se enfrentaram em jogos eliminatórias, o time baiano levou a melhor. Em 1989, na Copa do Brasil, o Vitória eliminou o Vasco nas oitavas de final. E em 1999, levou a melhor nas quartas de final do Campeonato Brasileiro.

Ampliar Foto Ivo Gonzalez/Globo Ivo Gonzalez/Globo

Alegria de Léo Lima e Carlos Alberto

Nenhum dos 11 titulares do Vasco que entra em campo nesta quarta-feira participou daquela triste partida em dezembro. Apenas o zagueiro Vilson fazia parte daquele grupo. Mesmo assim estava encostado. Todos os outros dez jogadores chegaram no início do ano, o que mostra a grande reformulação pela qual passou o Time da Colina.

Em 2009, o Vasco tem um rendimento acima da média. Em 23 jogos, foram 18 vitórias, três empates e só duas derrotas. Um aproveitamento de 82,6% dos pontos disputados. Mas ao contrário do rival, campeão baiano, não conseguiu ter sucesso no estadual.

O técnico Dorival Júnior é só elogios ao rival. Para o comandante vascaíno, o Vitória é uma das equipes mais equilibradas do futebol brasileiro. E vive uma fase muito boa. Tanto que venceu o Atlético-PR, fora de casa, na estreia do Campeonato Brasileiro.

– Serão dois jogos muito disputados entre duas equipes que buscam uma afirmação. O Vasco vem melhorando e adquirindo uma confiança. O Vitória também está se encaixando. Precisamos estar ligados porque o Vasco vai necessitar de uma atenção especial para vencer. O time tem que ficar focados no objetivo – disse.

Uma das preocupações do técnico vascaíno é com Neto Baiano, um dos principais artilheiros do futebol brasileiro em 2009. Ele já marcou 20 gols na temporada. Por isso, Dorival Júnior resolveu manter Vilson e Gian na zaga, dupla dos últimos três jogos, em vez de escalar o titular Titi. Ele se recuperou de uma lesão muscular, mas poderia sentir a falta de ritmo.

– Não acredito que o Vitória vai vir aqui apenas para se defender. É uma equipe com qualidade. Tem bons jogadores. Além do Neto Baiano, tem o Ramon e o Jackson, que dão uma qualidade toda especial à equipe. O Apodi reencontrou o melhor futebol lá. A exigência será grande para a gente nesta fase.

Vitória tenta repetir melhor campanha

O dia da primeira partida contra o Vasco será especial para o Vitória. Afinal, o clube completa 110 anos de existência e espera comemorar com um resultado que o permita chegar ao jogo de volta com vantagem. Se avançar no torneio, será a segunda vez que o time chegará às semifinais (a outra foi em 2004, na melhor colocação da equipe na competição). Para isso, o técnico Paulo César Carpegiani faz mistério na escalação, apesar de afirmar que o intuito não é tentar surpreender o rival carioca.

Ampliar Foto Thiago Fernandes/GLOBOESPORTE.COM Thiago Fernandes/GLOBOESPORTE.COM

Jogadores do Vitória treinam nas Laranjeiras

– O time está definido, mas não vou divulgar. O que menos interessa ao Vasco é a nossa escalação. Eles se preocupam é com o time deles. Tenho certeza que faremos um bom jogo.

Se não revela o time, Carpegiani pelo menos dá dicas de como a sua equipe irá se comportar em São Januário.

– Não tenho costume de fazer marcação individual. Temos que respeitar todo o time do Vasco e não apenas um jogador ou outro. Também não vamos ficar só nos defendendo por jogar fora de casa.

O treinador terá alguns desfalques para o jogo. Vanderson não se recuperou da lesão na coxa esquerda e está vetado para a partida. Uellinton, seu substituto direto, está suspenso e também não poderá jogar. Com isso, o jovem Ramirez deve ganhar uma chance na equipe.

Além dos dois volantes, o treinador rubro-negro também não poderá contar com o meia Leandro Domingues que, por ter jogado as fases iniciais pelo Fluminense, não pode ser inscrito na competição.

FICHA DO JOGO:

VASCO VITÓRIA
Fernando Prass, Paulo Sérgio, Vilson, Gian e Ramon; Amaral, Nilton, Léo Lima e Carlos Alberto; Rodrigo Pimpão e Elton. Viáfara, Wallace, Marco Aurélio e Victor Ramos; Apodi, Ramirez, Ramon, Jackson (Bida) e Robson; Neto Baiano e Adriano.
Técnico: Dorival Júnior. Técnico: Paulo César Carpegiani.
Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro.

Data: 13/05/2009.

Horário: 19h30m (de Brasília).

Árbitro: Alicio Pena Júnior (MG).

Auxiliares: Márcio Eustáquio Santiago e Helberth Costa Andrade.

Transmissão: O SporTV transmite a partida ao vivo.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 19h10m (de Brasília).

maio 12, 2009 Posted by | Vasco da Gama, Vitória | , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Aloísio vestirá a camisa 21 do Vasco

Em sua chegada à Colina no sábado, atacante recebeu o manto de número 9, usado por Élton. Mas nesta segunda, clube confirma nova numeração

Ampliar Foto André Durão /GLOBOESPORTE.COM André Durão /GLOBOESPORTE.COM

Aloísio chega à Colina e já posa para foto com os fãs

O atacante Aloísio Chulapa foi apresentado como o mais novo reforço do Vasco para a temporada 2009, no último sábado, antes da estreia do time na Série B do Campeonato Brasileiro, diante do Brasiliense, em São Januário (1 a 0). Em sua chegada, o jogador recebeu das mãos do presidente Roberto Dinamite a camisa 9, que pertence a Élton. Mas nesta segunda-feira, o clube informou através do site oficial que Aloísio vestirá o manto de número 21.

O Vasco está usando numeração fixa na atual temporada. O número 21 pertencia a Fernando Galhardo, que chegou no início do ano, mas já deixou o clube. Aloísio ainda não foi regularizado para disputar a Segundona e precisa de uma liminar da Justiça do Trabalho para ser inscrito. Clube espera poder contar com o craque em duas semanas.

maio 12, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Carlos Alberto melhora e corre em volta do campo na Colina

Jogador anima a comissão técnica e faz exercícios físicos em São Januário

Ampliar Foto Alexandre Cassiano/Globo Alexandre Cassiano/Globo

Carlos Alberto corre em volta do campo de São Januário

Fora do jogo contra o Icasa-CE nesta quinta-feira, pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil, em São Januário, por causa de uma lesão muscular, Carlos Alberto deu voltas em torno do gramado e animou a comissão técnica. O meia trabalha forte para voltar ao time no segundo duelo entre os clubes, no dia 6 de maio, em Juazeiro do Norte, no Ceará.

Carlos Alberto teve um edema na coxa direita. Ele vai desfalcar o Vasco pela sexta vez nesta temporada. Além dele, outro jogador que começou a correr em volta do gramado para manter a forma física foi o volante Nilton. Ele se recupera de um problema na clavícula.

Já o meia Magno, primeiro reforço do Vasco para a Série B, ainda não começou a trabalhar com bola. O jogador, que veio do Brasil de Pelotas-RS, fez um trabalho físico para ficar no mesmo nível do grupo.


abril 29, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Dorival animado com a chegada de Magno

Treinador diz que jogador é promissor e foi muito bem indicado por amigos

Ampliar Foto Agência/O Globo Agência/O Globo

Magno faz treino físico no Vasco-Barra

Primeiro reforço do Vasco para a disputa da Série B, Magno está em alta com  Dorival Júnior. O treinador disse que o meia foi muito bem recomendado pelo ex-técnico do Brasil de Pelotas, Cláudio Duarte, que é amigo do comandante cruzmaltino.

Apesar do rebaixamento do clube no Campeonato Gaúcho, o meia se destacou com algumas boas partidas. Magno marcou três gols na competição. Baiano, o meia teve passagens pelas divisões de base de Vitória e Cruzeiro, onde foi campeão da Taça São Paulo de Juniores em 2007.

– É um garoto que promete muito. Ele foi muito bem observado, muito bem indicado. Todos falam muito bem do atleta. Tenho certeza de que ele pode nos ajudar muito. É garoto, mas com muitas qualidades. E com confiança espero que ele mostre o melhor aqui dentro.

Com 20 anos, Magno chega para compor o elenco vascaíno. Além dele, Dorival Júnior tem outras opções para a posição como Carlos Alberto, Jeferson, Fernandinho e Enrico.


abril 25, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Carlos Alberto está pronto para adversários mais duros na Copa do Brasil

Nas oitavas-de-final, o time vai enfrentar o Icasa, do Ceará


Ampliar Foto
Alexandre Cassiano/Globo

Alexandre Cassiano/Globo

Carlos Alberto já venceu a Copa do Brasil

O Vasco conheceu na
noite desta quarta-feira o adversário das oitavas-de-final da Copa do
Brasil. O time vai encarar o Icasa, do Ceará, que eliminou o
Confiança-SE. O rival é pouco conhecido pelo grupo cruzmaltino,
mas Carlos Alberto lembra que ninguém pode ficar pensando em
escolher adversários, e sim, se preparar para enfrentar quem
vier pela frente na competição.

O título da Copa do Brasil daria ao clube a oportunidade de
voltar a disputar a Taça
Libertadores, o que não acontece desde 2001. O meia garante
que não tinha preferência por Icasa ou Confiança.

– Para mim era indiferente (o adversário do
Vasco). A gente tem um objetivo traçado que é conquistar o
título. Tem que enfrentar quem vem pela frente. A partir de
agora já vamos encarar os adversários mais difíceis. Temos que
nos preparar ainda mais porque cada vez que a gente passa de
fase a dificuldade vai aumentando.

Apenas nesta sexta-feira o Vasco vai saber se a primeira partida
contra o Icasa será em São Januário ou no Castelão, em
Fortaleza. O sorteio vai acontecer na sede da CBF.

– Preferia decidir em casa. Mas quando conquistei
o título da Copa do Brasil com o Fluminense (em 2007) eu lembro
que tivemos muitas dificuldades. A maioria dos jogos decisivos
foi fora de casa. Então a gente tem que se preparar bem para
enfrentar todas as dificuldades.
O Icasa, próximo adversário do Vasco, foi
rebaixado este ano no Campeonato Cearense. Mas o clube vem sendo
uma das surpresas da Copa do Brasil. Eliminou a Portuguesa na
primeira fase e depois passou pelo Confiança-SE, que disputa o
título sergipano.


abril 24, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Dorival Júnior pede seis reforços para a disputa da Série B

Técnico quer três contratações de peso e outras para compor o elenco

Ampliar Foto Marcelo Sadio/Site Oficial do Vasco da Gama Marcelo Sadio/Site Oficial do Vasco da Gama

Dorival Júnior trabalha o time para a estreia na Série B

Dorival Júnior pediu à diretoria a contratação de seis reforços para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. O treinador quer três nomes mais experientes e outros três menos conhecidos, que viriam como apostas em um primeiro instante. Foi o caso, por exemplo, do lateral-esquerdo Ramon, que não era aproveitado no Internacional e virou um dos destaques do time no Campeonato Carioca.

Algumas negociações estão em andamento. No topo da lista dos jogadores mais experientes está o atacante Aloísio Chulapa, de 34 anos, que parece próximo de acertar a vinda até o fim do ano. Atualmente, o ex-jogador do São Paulo atua no Qatar. Entre as apostas, dois nomes conversam com a diretoria: o meia Magno, do Brasil de Pelotas, e o lateral-esquerdo Ernani, do Americano.

– A diretoria sabe que eu quero no mínimo três grandes jogadores, que venham fortalecer ainda mais o nosso grupo. E mais dois ou três que venham em uma composição no primeiro momento, mas que possam brigar diretamente por posição – disse o técnico.

Dorival Júnior já utilizou 31 jogadores nesta temporada. O treinador fez questão de testar praticamente todo o elenco para não ter dúvidas das carências do grupo para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

– Estamos olhando alguns jogadores e são várias situações andando. Espero que aconteça o mais rápido possível para preparar o grupo. O campeonato será longo e duro. Precisamos de um time forte e de peças de reposição – disse o técnico Dorival Júnior.

O Vasco estreia na Série B no dia 9 de maio contra o Brasiliense, em São Januário.


abril 23, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , | Deixe um comentário

Cuca ignora a pressão de evitar o título carioca antecipado do Botafogo

Treinador rubro-negro diz que mesmo que o adversário fosse diferente, uma derrota significaria o adeus ao campeonato

Ampliar Foto Cezar Loureiro/AGÊNCIA O GLOBO Cezar Loureiro/AGÊNCIA O GLOBO

Andrade e Cuca no treino do Flamengo

O Flamengo entra em campo neste domingo, às 16h, no Maracanã, para decidir a Taça Rio contra o Botafogo sob pressão. Se vencer, o rival vai conquistar, por antecipação, o título Carioca já que levou também a Taça Guanabara. Mas o técnico Cuca prefere ver a decisão por um outro lado.

Cuca garante que a partida não ganha novos ares por ter o Botafogo do outro lado e existir a possibilidade de o campeonato terminar. O treinador lembra que uma derrota para o rival ou para qualquer outro adversário seria fatal para os rubro-negros.

– É a final da Taça Rio. Para a gente significa isso. Se o jogo fosse contra o Vasco ou o Fluminense e não ganhássemos, o Carioca também acabaria para
a gente. Então não tem diferença. Não pensamos em final de Campeonato Carioca – disse Cuca.

O treinador também comentou a rivalidade entre os dois clubes, que cresceu nos últimos anos. Pela terceira vez seguida, Flamengo e Botafogo decidem o título carioca.

– Fluminense e Vasco não vêm chegando na decisão. Mas a rivalidade é a mesma. Se o jogo fosse contra o Vasco a rivalidade seria extrema também. Contra o Fluminense teria a história dos títulos de 30 para cada lado. Então não tem essa história de mais rivalidade por ser contra o Botafogo.


abril 19, 2009 Posted by | Flamengo | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Carlos Alberto: ‘Quando parei de brigar com a vida as coisas melhoraram’

Meia diz que nova fase está ligada a uma mudança no comportamento. E agradece ao Botafogo, rival desta quinta, por ter iniciado a transformação

Ampliar Foto Cezar Loureiro/AGÊNCIA O GLOBO Cezar Loureiro/AGÊNCIA O GLOBO

Carlos Alberto se diverte durante o treino

Carlos Alberto é quase uma unanimidade no Vasco. O meia virou o líder que a diretoria esperava e o jogador que chama a responsabilidade em campo. Querido pelos companheiros, admirado por Dorival Júnior, o camisa 19 vai também aos pouco superando a desconfiança dos críticos.

Ao ser contratado pelo Vasco, Carlos Alberto não foi visto como um jogador capaz de conduzir o clube ao sucesso. Mas o passado de problemas parece estar ficando para trás.

– Desde o momento que eu parei de brigar com a vida, as coisas ficaram melhores para mim. Sempre tive o meu jeito de brincar, de ser amigo, de ajudar os mais novos assim como eu fui ajudado também. São essas coisas que a gente vai guardando. Isso que é legal. É dessa maneira que você precisa se sentir no futebol.

O início da mudança da carreira de Carlos Alberto surgiu, justamente, no Botafogo. O jogador deixou de ter uma imagem de “bad boy“, que não combinava com a sua personalidade, e passou a ser visto como um líder. Apesar da saída durante o Campeonato Brasileiro do ano passado por falta de pagamento, o meia garante que guarda muito mais boas lembranças e um sentimento de gratidão do que mágoas. E elas, se existem, são apenas para a antiga diretoria comandada pelo ex-presidente Bebeto de Freitas.

– Tenho muitos amigos no Botafogo. Apesar de não estar mais lá nós continuamos nos encontrando. A torcida do Botafogo sempre me respeitou. Meu único problema foi mesmo com quem administrava o clube, e isso já foi para outra esfera (o meia entrou na Justiça para receber salários atrasados). Mas tenho uma gratidão pelo Botafogo porque foi um clube que me recebeu bem em um momento que precisava na minha recuperação. Estive bem lá, fiz gols. Tive coisas muito positivas no Botafogo. O clube me deu carinho quando mais precisei, assim como o Vasco está me dando agora – disse Carlos Alberto.

Aos 24 anos, Carlos Alberto viveu momentos difíceis na carreira. Após surgir como grande promessa, ser campeão do mundo pelo Porto e do Campeonato Brasileiro pelo Corinthians, além da Copa do Brasil pelo Fluminense, o meia foi a contratação mais cara da história do Werder Bremen. Mas não se adaptou à Alemanha.

Após ficar em segundo plano no clube, veio tentar a sorte no São Paulo, onde também não rendeu o esperado. O jogador, então, ficou em uma encruzilhada. E a saída foi tentar a sorte no Botafogo, um clube que resolveu apostar novamente no seu futebol. Após dar a volta por cima, Carlos Alberto não esconde uma certa decepção com o São Paulo.

– O São Paulo foi importante para mim também. Mas fora de campo. Tive um problema de saúde. Estava com um problema de tireóide (glândula que controla o metabolismo do corpo). E ouvia uns caras falar umas besteiras porque eu não jogava. Mas tudo era um processo. Eu precisava recuperar a minha saúde para depois voltar a jogar. Mas tem uns ignorantes aí que, mesmo você mostrando as coisas como são, não entendiam. Aí vim para o Botafogo já em um momento que eu precisava jogar. E o clube me recebeu de uma maneira maravilhosa – disse.

Ney Franco e Dorival Júnior ganharam elogios do meia. Os dois treinadores passaram a ser muito respeitados por Carlos Alberto.

– Os melhores momentos na minha carreira foram quando tive pessoas ao meu lado que me cobraram muito. O Ney Franco é um treinador que não cuida só do jogador dentro de campo. Ele ajuda também na parte psicológica. Ele me apoiou muito. Estou tendo isso aqui agora com o Dorival. E o meu crescimento como jogador e homem é muito grande. Só tenho a agradecer.

Líder e grande estrela do Vasco na temporada, Carlos Alberto conseguiu dar esperança aos torcedores. E junto com o time luta pela afirmação. Para isso, nada melhor do que vencer o campeão da Taça Guanabara, a equipe que é apontada pela maioria como a melhor até agora do Campeonato Carioca.

– A gente não está em busca de provar, mas de mostrar que tem um time competitivo. É lógico que, se não vencer, para o futebol não adianta nada. Mas será um jogo difícil. O Botafogo tem excelentes jogadores. O Maicosuel, que está em grande fase, tem o Reinaldo, o Victor Simões, o Fahel, que é um volante que sai muito para o jogo, o Thiaguinho, o Alessandro, o Juninho, o Renan, que vive uma grande fase. Enfim, é um time muito bom. Vamos ter muita dificuldade. Mas um clássico é com 50% para cada lado, e o que diferencia é a vontade de cada um em campo. Qualidades os dois time têm para jogar.

março 11, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , | Deixe um comentário