Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Proximidade da estreia de Ronaldo agrada Túlio e ‘assombra’ Souza

Fenômeno deve estrear com a camisa do Corinthians nas próximas rodadas. Melhor para o Timão e pior para o camisa 50, em má fase

Agência/Estado Agência/Estado

Mano conversa com Souza e Ronaldo em treino da semana passada no Parque Ecológico

Não é só Ronaldo que quer ver o fim da ansiedade em torno da sua estreia com a camisa do Corinthians. Outros jogadores do elenco alvinegro também contam as horas para ver o craque em campo. Quase 100% recuperado fisicamente, o camisa 9 está em reta final de recuperação e pode aparecer como titular nas próximas rodadas.

Nesta segunda-feira, o Fenômeno treinou no Parque Ecológico ao lado dos reservas que não enfrentaram a Portuguesa, no último sábado. Os titulares ficaram no Parque São Jorge fazendo manutenção física.

– A gente fica feliz (com a proximidade da estreia), porque sabe o quanto o Ronaldo pode ajudar o Corinthians. E também para acabar com toda essa ansiedade em cima dele. Para nós, é muito importante – comentou o volante Túlio.

A iminente entrada de Ronaldo no time deve deixar apenas um jogador preocupado: o atacante Souza. Titular em todos os jogos do Corinthians na temporada, o camisa 50 não está bem e também não caiu nas graças do torcedor, que no último sábado, no empate por 1 a 1 com a Lusa, gritou o nome do ex-xodó Herrera, agora no Grêmio.

– O Souza sabe que no futebol, principalmente na posição dele, o jogador um dia é vilão e no outro é herói. Ele tem de continuar trabalhando porque uma hora ou outra a bola vai começar a entrar – opinou o ex-botafoguense.

Desde o começo da temporada, quando questionado sobre a escalação do Timão com Ronaldo, Mano Menezes deixou claro que com o craque 100% sobraria a reserva para Souza. O rendimento do atacante, aliás, tem ajudado na decisão.

O técnico alvinegro, porém, saiu em defesa do jogador no último sábado, quando novamente ele perdeu muitos gols.

– O Souza não fez um mau jogo contra a Portuguesa, mas foi cobrado com veemência pela torcida. Ele precisa aprender a conviver com essa situação, pois ouvimos o nome do Herrera vindo da arquibancada porque ele foi um ídolo da torcida. Isso é natural no futebol – falou o comandante.

A próxima chance para Souza desencantar (ele fez apenas um gol, de pênalti, na goleada sobre o Oeste) será na próxima quarta-feira, contra o Mogi Mirim, no estádio do Pacaembu, pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

fevereiro 9, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , | Deixe um comentário

Ronaldo desfila, comenta, e estreantes brilham na goleada do Timão

Fênomeno assiste ao primeiro tempo e faz comentários para a TV Globo. Equipe vence o Estudiantes

por 5 a 1 no Pacaembu

No dia em Ronaldo pisou pela primeira vez no gramado do Pacaembu com a camisa alvinegra, o Corinthians mostrou por que promete brigar por todos os títulos em 2009. Com uma atuação convincente e animadora diante do atual vice-campeão da Copa Sul-Americana, o Timão goleou o Estudiantes por 5 a 1, em amistoso disputado na tarde deste sábado, no Pacaembu. Além dos gols de Jorge Henrique, a Fiel pôde ver também boas apresentações de Souza e Túlio, outros dois que fizeram o primeiro jogo pela equipe. Ronaldo foi apresentado oficialmente com o elenco no gramado e assistiu ao primeiro tempo da cabine de transmissão da Rede Globo.

O teste foi o último do Alvinegro antes da estreia no Campeonato Paulista, marcada para quinta-feira, dia 22 de janeiro, contra o Barueri, também no Pacaembu. Até lá, a delegação seguirá realizando a pré-temporada na cidade de Itu. O retorno para o interior de São Paulo está marcado para domingo à noite.

Quando a bola rolou, a Fiel e os jogadores foram surpreendidos com um verdadeiro temporal que caiu sobre o Pacaembu. Tanto que, logo aos cinco minutos, o árbitro Rodrigo Bragheto optou por paralisar a partida até que a chuva diminuísse. Depois de três minutos de espera nos bancos de reservas, os atletas puderam voltam à disputa.

Após alguns momentos de instabilidade pela falta de entrosamento e pela forte marcação argentina, o Timão engrenou. Com toques rápidos, passou a envolver os adversários e a encontrar espaços nas proximidades da área. A primeira chance veio aos 14 minutos, com Túlio chutando de fora da área para boa defesa de Andújar.

Ampliar Foto Agência/Estado Agência/Estado

Jorge Henrique festeja um de seus gols

Com Túlio marcando forte pelo lado direito, Elias ganhou liberdade para atacar com Alessandro e se transformou em uma ótima opção. E foi exatamente pela direita que o Corinthians criou as principais oportunidades. Aos 22, após boa troca de passes, Elias cruzou, André Santos apareceu na área de surpresa, mas desviou para fora.

Cinco minutos mais tarde, outra vez pela direita. Elias recebeu bom passe de Alessandro na área e bateu for cima, com perigo. Aos 30, Alessandro avançou fácil sem marcação e cruzou rasteiro. A bola cruzou toda a área e passou em frente a Souza, que não se esticou e perdeu grande chance.

Após muito insistir, o Corinthians finalmente marcou, aos 31. Souza invadiu a área, driblou o goleiro, mas ficou sem ângulo para chutar. Assim, teve de servir Jorge Henrique que, livre na pequena área, apenas empurrou para as redes de perna direita para delírio da torcida.

Sem saída para o ataque, o Estudiantes foi presa fácil para o Alvinegro. Aos 34, após cobrança de falta pela direita, Jorge Henrique desviou de cabeça para trás e Andújar salvou. O segundo gol, contudo, não demorou a sair. Aos 41, Cellay furou feio, Jorge Henrique avançou e tocou com categoria na saída do goleiro, marcado o segundo dele.

No segundo tempo, o Corinthians continuou em ritmo acelerado, aproveitando a lentidão da defesa argentina. Logo no primeiro minuto, André Santos foi à linha de fundo e cruzou rasteiro. Na pequena área, Souza desviou, mas Andúja operou um milagre com os pés, evitando o terceiro gol.

O goleiro argentino voltou a trabalhar, aos 12. Souza recebeu passe em profundidade e dividiu com Andúja. O rebote ficou com Douglas, que bateu bonito por cobertura, mas a bola bateu na parte de cima da rede. Aos 14, em contra-ataque, outra vez Douglas. Ele recebeu pela esquerda e bateu cruzado para o camisa 1 espalmar.

Mesmo sem oferecer perigo, o Estudiantes marcou em falha da defesa corintiana, aos 24. Após cobrança de falta para a área, Felipe recebeu, mas sem afastar o perigo. Carrasco ficou com a sobra na área, dominou e tocou no canto esquerdo: 2 a 1. No minuto seguinte, o Corinthians fez o terceiro. Souza recebeu passe na área e bateu forte no canto direito.

O Timão ainda encontrou tempo para fazer o quarto gol. Aos 33, William desviou de cabeça uma cobrança de falta e fechou a goleada. Antes do apito final, aos 42, Eduardo Ramos viu Otacílio Neto livre na área e tocou. O atacante dominou e, na saída do goleiro, tocou rasteiro, fechando a goleada.

Ficha técnica:

CORINTHIANS 5 x 1 ESTUDIANTES
Felipe, Alessandro, Chicão, William (Jean) e André Santos (Saci); Cristian, Túlio (Fabinho), Elias (Diogo) e Douglas (Eduardo Ramos); Jorge Henrique (Octacílio Neto) e Souza. Andújar, Alayes (Frederico Fernández), Desábato e Cellay; Angeleri (Rojo), Sánchez, Galván (Nuñez), Fernandez (Salgueiro), Benítez (Huerta) e Perez; Calderón (Carrasco).
Técnico: Mano Menezes. Técnico: Leonardo Astrada.
Gols: Jorge Henrique, aos 31, e aos 40 do primeiro tempo; Carrasco, aos 23, Souza, aos 24, e William, aos 33, Octácílio Neto, aos 41 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Andúja, Sánchez, Desábato, Fernandez (EST); Cristian, Souza, Túlio (COR)
Cartão vermelho: Sánchez
Estádio: Pacaembu. Data: 17/01/2009. Árbitro: Rodrigo Bragheto. Auxiliares: Giovani Canzian e Matheus Camolesi.
Renda: R$ 290.344,50 Público pagante: 13.956

janeiro 17, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário