Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Pressionado, Flamengo precisa da vitória sobre o Santo André

Rubro-Negro espera acabar com jejum e dar mais tranquilidade a Andrade

LANCEPRESS!

No início do Campeonato Brasileiro o Flamengo conquistou sua primeira vitória contra o Santo André. Agora mais do que nunca o Rubro-Negro precisa repetir o resultado contra o Ramalhão neste sábado, às 18h30, no Maracanã. Sem vencer há seis partidas, o time tenta espantar a crise e o técnico Andrade tenta se manter no cargo.

Para buscar sua primeira vitória no segundo turno, o Flamengo vai ter, mais uma vez, vários desfalques que não permitem que Andrade escale o que tem de melhor. Para piorar, o treinador não vai poder contar com seu ataque titular e principal arma do time. Adriano está suspenso e Emerson, além de dores na coxa direita, se transferiu para o Al-Ain (EAU). Além dos dois, Willians também não joga por ter sido expulso contra o Avaí.

Pelo menos uma boa notícia: Léo Moura está recuperado de torção no tornozelo direito e retorna ao time titular. Outra novidade é a escalação do recém-contratado Álvaro na zaga ao lado de Ronaldo Angelim.

Ameaçado de demissão em caso de novo resultado negativo no Maracanã, Andrade se mantém sereno e põe o time ao ataque. O treinador vai com o esquema 4-4-2 com Fierro e Petkovic na armação.

– Estamos há seis pontos da zona de rebaixamento, mas também a seis ou sete da Libertadores. Estamos nessa gangorra. Com duas vitórias podemos dar uma encostada no grupo de cima. Esses jogadores sabem que essa é a hora de dar a volta por cima. Jogando em casa nós temos que fazer o resultado e essa partida é essencial – afirmou Andrade.

O Santo André espera poder contar com um antigo conhecido da torcida rubro-negra para o jogo deste sábado, diante do Flamengo. Revelado nas categorias de base do clube carioca, o meia Marcelinho Carioca pode mais uma vez sentir a emoção de enfrentar o ex-clube no Maracanã.

Recuperado de uma lesão, o meia foi liberado pelo departamento médico do Ramalhão, mas vai realizar um teste físico para saber se tem totais condições de jogo. Além dele, o meia Rodrigo Fabri também foi liberado e deve reforçar a equipe.

Por outro lado, o técnico Gallo terá um importante desfalque no setor defensivo. O zagueiro Marcel teve uma lesão no menisco do joelho direito e foi submetido a uma artroscopia. O atleta deve ficar um mês longe dos gramados. O lateral-esquerdo Gustavo Néry, com dores musculares, segue como dúvida.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO X SANTO ANDRÉ

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 29/8/2009 às 18h30
Árbitro: Wílton Pereira Sampaio (DF);
Assistentes: Erich Bandeira (DF) e Marco Antônio Martins (DF)

FLAMENGO: Bruno, Léo Moura, Álvaro, Ronaldo Angelim e Everton; Aírton, Lenon, Fierro e Pet; Zé Roberto e Denis Marques. Técnico: Andrade.

SANTO ANDRÉ: Neneca; Cicinho, Cezinha, Cris e Arthur (Gustavo Nery); Fernando, Ricardo Conceição, Sidney e Marcelinho Carioca (Rômulo); Júnior Dutra e Nunes. Técnico: Alexandre Gallo.

agosto 29, 2009 Posted by | Flamengo, Santo André | , , , , , , , | Deixe um comentário

Santo André e Inter fazem o confronto dos opostos

Enquanto equipe do ABC tenta afastar a má fase, Inter segue no G4

LANCEPRESS!

A partida entre Santo André e Internacional neste sábado, às 18h30, no estádio Bruno José Daniel, marca o encontro dos opostos no Brasileirão. Em 16º lugar, com 18 pontos, o Ramalhão tenta afastar a má fase e acabar com o incômodo jejum de sete partidas sem vitória. Já o Colorado, na quarta posição, com 30 pontos, precisa vencer para se aproximar ainda mais dos líderes e continuar brigando pelo título simbólico do primeiro turno, já que tem duas partidas a menos.

Com três derrotas nos três jogos que esteve à frente do Santo André, o técnico Gallo deve promover mudanças para o duelo. Ele não poderá contar com o zagueiro Vinícius e com o meia Júnior Dutra, suspensos. Rodrigo Fabri contundido é outro que fica de fora. Por outro lado, o zagueiro Cesinha retorna de suspensão.

Depois dos protestos dos torcedores durante a semana, o lateral direito Cicinho pediu paciência e prometeu uma reação em breve.

-A gente gostaria que tivessem um pouco de calma, porque o Gallo chegou praticamente agora e está implantando um trabalho novo. Estamos treinando firme para dar outra cara para o time- declara ele.

Colocado em quarto lugar, único time a freqüentar o G4 desde a primeira rodada, o Internacional vem de duas vitórias consecutivas no Brasileiro, sobre o Barueri e o Sport, ambas no Beira-Rio. Elas amainaram a crise técnica em que o time mergulhara em junho e julho. Mas faz tempo que os comandados do técnico Tite não vencem como visitantes. A última vez foi sobre o Náutico, no dia 5 de julho.

— Contra o Santa André, temos a esperança de retomar as vitórias fora de casa. As três que conseguimos ficaram lá para trás. Precisamos de regularidade, no Beira-Rio ou longe dele – disse o técnico Tite nesta sexta-feira, depois do treino em que definiu a equipe.

Em relação ao jogo contra o Sport, segunda-feira, há mudanças apenas na zaga. O zagueiro Indio, com fratura no nariz, desfalca o time. Bolívar deixa a lateral-direita para Danilo e vai para a zaga. Seu parceiro de setor será Sorondo, poupado naquela partida.

O volante Guiñazú, volante e pulmão do Colorado, foi dúvida até horas antes do embarque – devido a uma contusão acima do joelho direito. Mas treinou sem nada sentir e garantiu escalação. Na véspera, o centroavante Alecsandro machucara o joelho esquerdo, mas também se recuperou.

Além de Indio, estão fora o volante Magrão – afastado para tratamento renal – e D’Alessandro, que começa a cumprir neste sábado uma suspensão por cinco partidas. Nenhum dos dois tem feito falta. Pelo contrário. Giuliano, que se movimenta o tempo todo pelo lado direito, tem rendido mais do que Magrão, na avaliação de Tite. E Andrezinho, que substitui D’Alessandro desde que este foi afastado para aprimorar o preparo físico, tem sido o maior destaque da equipe.


FICHA TÉCNICA:

Santo André X Internacional

Estádio: Bruno José Daniel, Santo André (SP)
Data/hora: 15/08/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha(GO)
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Jesmar Benedito Miranda de Paula (GO)

SANTO ANDRÉ: Neneca; Rômulo (Cicinho), Cesinha, Marcel e Gustavo Nery; Fernando, Ricardo Conceição, Marcelinho Carioca, Élvis (Arthur); Pablo Escobar e Nunes.Técnico: Alexandre Gallo.

INTERNACIONAL: Lauro; Danilo, Bolívar, Sorondo e Kleber; Sandro, Guiñazú, Giuliano e Andrezinho; Taison e Alecsandro. Técnico: Tite.

agosto 14, 2009 Posted by | Internacional, Santo André | , , , , , , | Deixe um comentário

Barueri x Grêmio: para encostar nos primeiros colocados

Coincidentemente, equipes têm a mesma pontuação no Campeonato Brasileirão

(Crédito: Ricardo Ciantar)

LANCEPRESS!

Após quebrar um jejum de quatro partidas sem vencer, ao golear o Vitória por 4 a 0, o Barueri já se prepara para outro difícil compromisso pelo Brasileirão. Neste domingo, recebe o Grêmio, na Arena Barueri, às 18h30, no “confronto dos Grêmios”.

A partida é decisiva para as duas equipes, ambas com 25 pontos na tabela, para que não terminem o primeiro turno longe do bloco dos primeiros colocados. Para o técnico Estevam Soares, mesmo com o adversário tendo conquistado apenas dois dos 24 pontos disputados longe de Porto Alegre, as dificuldades serão muitas.

– O Grêmio é um dos candidatos ao título, apesar da diferença de pontos do líder. Será mais um jogo difícil – disse.

Para a partida, Soares terá o retorno do volante Ralf, após cumprir suspensão. Lesionado, o atacante Val Baiano, um dos artilheiros do campeonato com nove gols, segue desfalcando a equipe. Assim, Luís deve seguir como o camisa 9 do time paulista.

– O Grêmio é um dos maiores times do Brasil e já foi campeão mundial. Temos de respeitar, mas não nos intimidar. Vamos entrar em campo com seriedade para tentar conquistar uma vitória – disse o atacante, autor de dois gols do Grêmio Barueri contra o Vitória.

No outro Grêmio, por mais que desvie a conversa, não se consegue evitar que se fale em seu pífio aproveitamento fora de casa – dois empates, seis derrotas e nenhuma vitória. A diferença contra o Barueri é que o Tricolor vem de uma atuação muito convincente como visitante, no 1 a 1 com o Palmeiras.

Mais do que o empate, ficou a lembrança do melhor desempenho fora do Olímpico neste Brasileiro. O que aumentou o otimismo.

– Se repetirmos o segundo tempo do Palestra Itália, o tabu acaba neste domingo – aposta Souza.

O Grêmio terá dois desfalques na defesa: o zagueiro Réver, que levou uma pancada na cabeça contra o Palmeiras e seguirá em repouso, e o lateral-esquerdo Fábio Santos, que na mesma partida sofreu uma fratura no pé esquerdo.

Thiego, substituído por Rafael Marques no intervalo, recupera lugar na zaga; Jadílson, de atuação superior à que Fábio Santos vinha tendo, continua na lateral.

O rendimento geral da equipe contra o Palmeiras, cresceu no segundo tempo, quando Paulo Autuori aderiu ao 3-5-2: substituiu Thiego, então na lateral-direita, pelo zagueiro Rafael Marques, e deu ao volante Túlio as funções de ala-direita. Autuori, no entanto, não admite que tenha adotado aquele esquema tático, usado pelo Grêmio antes de sua chegada – prefere falar em “variações do 4-4-2”.

Contra o Barueri, o técnico espera que seu time mantenha a eficiência defensiva. No programa “Arena SporTV” desta sexta-feira, ele enfatizou que o fato de seu time ter cometido apenas 14 faltas contra o Palmeiras comprovou essa qualidade.

– Cometer faltas é sinal de preguiça de marcar. Meu time se reagrupa rápido quando perde a bola- explicou.

FICHA TÉCNICA

BARUERI X GRÊMIO

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data/hora: 9/8/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Alberto S. Bites (GO)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock (Fifa-SC) e Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ).

BARUERI: René; Xandão, André Luis e Leandro Castán; Marcos Pimentel, Ralf, Everton, Thiago Humberto e Márcio Careca; Fernandinho e Luís. Técnico: Estevam Soares

GRÊMIO: Victor; Thiego, Leo, Rafael Marques e Jadílson; Túlio, Adilson, Souza e Tcheco; Maxi López e Douglas Costa. Técnico: Paulo Autuori.

agosto 9, 2009 Posted by | Grêmio, Grêmio Prudente | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Coritiba e Cruzeiro buscam a recuperação

Clubes estão próximos da zona de rebaixamento

LANCEPRESS!

O Cruzeiro, momentaneamente, projeta o objetivo de figurar entre os quatro primeiros colocados do Brasileirão para o segundo turno e direciona suas atenções para os dois últimos compromissos do time no turno da competição. Para tentar vencer o Coritiba, neste domingo, às 18h30, no Couto Pereira, o técnico Adilson Batista estuda escalar o time no 3-5-2.

Sem Bernardo e Kléber, suspensos, e Wagner, negociado com o futebol russo, o treinador testou a possibilidade de colocar em campo os três zagueiros: Leonardo Silva, Thiago Heleno e Gil.

A preocupação do treinador é encontrar a melhor solução para ter um time ofensivo, mesmo com a ausência de um meia. Em função disso, Athirson treinou como armador e deverá ser a formação tradicional, com os três volantes no meio, que deverá enfrentar o Coxa.

– O time irá melhorar. O foco hoje é sair dessa situação e vamos procurar vencer o Coritiba. Depois na frente, há tempo ainda – disse o treinador.

Os jogadores do Cruzeiro também estão atentos em relação aos cartões. O time teve 11 jogadores expulsos em 16 partidas. Nos últimos quatro confrontos, foram seis expulsões. O atacante Thiago Ribeiro, que cumpriu suspensão contra o Sport, fez um pedido aos companheiros:

– Precisamos ter a cabeça no lugar. Temos de ter mais atenção nesse quesito para conseguirmos a recuperação.

Tentando espantar a crise, o Coritiba quer voltar a vencer. Nos últimos seis jogos, a equipe obteve três empates e três derrotas, que a fizeram despencar do 11º para o 17º lugar, dentro da zona do rebaixamento, com 16 pontos. Fase a qual René Simões assume a responsabilidade.

– Em momentos como esse o treinador tem que assumir a responsabilidade e tem que dar a cara para bater. Temos que falar o mínimo possível e trabalhar o máximo para tirar o Coritiba dessa situação. Vamos conseguir reverter esse quadro sem dúvida alguma e, com muita tranqüilidade, tenho certeza que essa fase ruim vai passar – disse ele.

Para reverter a situação, o técnico mudará praticamente meio time em relação àquele que perdeu por 1 a 0 para o Santos. O único desfalque é o meia Pedro Ken, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Por outro lado, o zagueiro Jeci e o atacante Marcos Aurélio voltam após cumprirem suspensão.

Além deles, o zagueiro Cleiton retorna à zaga e o lateral-esquerdo Douglas Silva volta após uma semana aprimorando a forma física. Já no ataque, Thiago Gentil ganhou a posição de Bruno Batata. Com isso, René deve manter o esquema 3-5-2, com Carlinhos Paraíba saindo da ala e retornando ao meio-de-campo.

FICHA TÉCNICA:

CORITIBA X CRUZEIRO

Local: Couto Pereira, Curitiba (PR)
Data/Hora: 09/09/09 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Cesar Oliveira (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Marcelo Bertanha Barison (RS)

CORITIBA: Edson Bastos, Jeci, Jaílton e Cleiton; Márcio Gabriel, Leandro Donizete, Carlinhos Paraíba, Marcelinho Paraíba e Douglas Silva; Marcos Aurélio e Thiago Gentil. Técnico: René Simões

CRUZEIRO: Fábio, Jonathan, Leonardo Silva, Thiago Heleno, Diego Renan; Fabrício, Marquinhos Paraná, Henrique, Athirson; Thiago Ribeiro e Wellington Paulista. Técnico: Adilson Batista.

agosto 9, 2009 Posted by | Coritiba, Cruzeiro | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

De olho no G4, Santos recebe o Avaí na Vila

As duas equipes estão em ascensão e tentam se aproximar do G-4. Time catarinense pode até ingressar no seleto grupo

Ampliar Foto GLOBOESPORTE.COM

Peixe encara adversário como rival direto na briga por uma vaga na Libertadores

LANCEPRESS!

Disposto a manter a ascensão da equipe no Campeonato Brasileiro, o Santos recebe o Avaí neste sábado, às 18h30, na Vila Belmiro, em busca de sua terceira vitória consecutiva no torneio. Já o time catarinense quer confirmar o bom momento e sustentar a invencibilidade da equipe que já dura quase um mês.

– As chances estão aumentando agora. A cada jogo que vencemos ficamos mais perto do G-4. O Avaí esta na nossa frente. Precisamos vencer porque o jogo será dentro da nossa casa. Mais duas vitórias e poderemos encostar no pelotão da frente – disse o meia Paulo Henrique Ganso.

Para o duelo, o técnico Vanderlei Luxemburgo deverá manter a mesma equipe que venceu o Coritiba. O único desfalque da equipe santista é o meia Róbson, suspenso. Por outro lado, Germano retorna à equipe após cumprir suspensão.

O Peixe ocupa a 12ª colocação, com 23 pontos, quatro a menos do que o quarto colocado, o Internacional. Por outro lado, o Alviceleste está na sexta posição, com 26 pontos, e é uma das sensações do campeonato.

O aproveitamento do Avaí nas últimas sete partidas é espetacular: seis vitórias e um empate, totalizando mais de 90% dos pontos conquistados. Além disso, o rival do Peixe tem a segunda melhor defesa do torneio ao lado do Atlético-MG, com apenas 19 gols sofridos.

Para manter a grande sequência, o técnico Silas repetirá a escalação da boa vitória sobre o Santo André. A exceção fica por conta de Ferdinando que, suspenso, dará lugar a Marcus Winicius na cabeça-de-área. O volante, aliás, fica de fora do time até o fim do primeiro turno, já que pegou pena de três partidas. O Avaí não recorreu da decisão do STJD.

No ataque, Muriqui – que voltou de suspensão na última partida, tendo sido o melhor em campo -, e Willian, que marcou contra o Santo André, são as maiores esperanças de gol do time catarinense, que também tem no ala-direito Luís Ricardo uma poderosa arma ofensiva.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS X AVAÍ

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 08/08/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wallace Nascimento Valente (ES)
Auxiliares: Antônio Carlos de Oliveira (MG) e Adailson Alves Pereira (MG).

SANTOS: Felipe; Pará, Fabão, Eli Sabiá e Léo; Rodrigo Souto, Rodrigo Mancha, Madson e Paulo Henrique Ganso; Felipe Azevedo e Kléber Pereira. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

AVAÍ: Eduardo Martini; Rafael, Augusto e Emerson; Luís Ricardo, Marcus Winícius, Léo Gago, Marquinhos e Eltinho; Muriqui e William. Técnico: Silas

agosto 8, 2009 Posted by | Avaí, Santos | , , , , , , , , | 1 Comentário

Bota e Furacão brigam para fugir da degola

Alvinegro está em 13º enquanto paranenses estão em 14º. Diferença entre os dois é de apenas um ponto

LANCEPRESS!

Botafogo e Atlético-PR se enfrentam neste sábado, ás 18h30, no Engenhão, para tentar se afastar ainda mais da incômoda zona de rebaixamento. Tanto os cariocas quanto os paranaenses estão em boa fase e saíram das últimas posições do Campeonato Brasileiro. Por isso, um resultado negativo de qualquer uma das equipes irá reacender o sinal de alerta nos clubes.

O Botafogo estava há sete jogos sem saber o que é perder, mas uma derrota para o São Paulo no meio de semana acabou com essa sequência. Além disso, o cartão amarelo recebido pelo capitão Juninho deixa a principal peça do Alvinegro fora dessa partida.

O técnico Ney Franco tem outros problemas. O lateral-esquerdo Michael e o atacante Reinaldo ficam fora da partida por estarem lesionados. Além deles, o meia Renato está praticamente vetado pelo departamento médico por problemas musculares.

O treinador alvinegro tem algumas dúvidas para montar a equipe. Na zaga, Emerson é o favorito para ficar com a vaga, mas Fahel corre por fora. Se Ney Franco optar pelo volante, Leandro Guerreiro será recuado para a zaga para fazer a função de Juninho. No meio de campo, Jônatas ganha a vaga de Renato enquanto Batista é deslocado novamente para a ala esquerda.

A única boa notícia no Alvinegro é no ataque, com o retorno de André Lima.

– É uma opção ofensiva que a equipe ganha. O atleta tem crescido, aprimorado a parte física e foi determinante na vitória contra o Barueri – admitiu o treinador.

Embalado com duas vitórias consecutivas e fora da zona do rebaixamento pela primeira vez desde a nona rodada, o Atlético-PR espera dar continuidade à boa sequência no Campeonato Brasileiro. Além disso, se vencer o Botafogo, o clube passará o adversário na tabela.

E para esse jogo, o técnico Antonio Lopes poderá contar com o retorno do lateral-direito Raul, que cumpriu suspensão na última rodada. Porém, o jogador deve ficar no banco de reservas. A única alteração será na defesa. O zagueiro Bruno Costa, expulso na vitória por 2 a 0 sobre o Cruzeiro, desfalca a equipe e dará lugar a Manoel. Dessa forma, o treinador irá armar o Furacão no 3-5-2, com Nei novamente fazendo a função de zagueiro.

Mas a principal arma do Furacão é a confiança. Para o comandante rubro-negro, o triunfo sobre o Cruzeiro mostrou para os jogadores que é possível conquistar mais pontos em cima do Alvinegro carioca.

– Essas duas vitórias serviram para levantar o astral do grupo. A parte motivacional nossa melhorou sem dúvida, pois ganhar do Cruzeiro não é fácil e conseguimos vencer. E o nosso time viu que pode chegar no Rio de Janeiro e pontuar em cima do Botafogo. Temos tudo para fazer um bom jogo e quem sabe sair com um resultado positivo – afirmou Lopes.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO x ATLÉTICO-PR


Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 8/8/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Francisco de Assis Almeida Filho (CE)
Auxiliares: Ednilson Corona (Fifa – SP) e Manuel Marcio Bezerra Torres (CE)

BOTAFOGO: Castillo, Wellington, Emerson (Fahel) e Eduardo; Alessandro, Leandro Guerreiro, Jônatas (Renato), Lucio Flavio e Batista; Victor Simões e André Lima. Técnico: Ney Franco.

ATLÉTICO-PR: Galatto, Nei, Rhodolfo e Manoel; Raul, Valencia, Paulo Baier, Wésley e Márcio Azevedo; Marcinho e Wallyson. Técnico: Antonio Lopes.

agosto 8, 2009 Posted by | Atlético-PR, Botafogo | , , , , , , | Deixe um comentário

Cruzeiro pega Grêmio pela reabilitação

Equipe celeste tenta continuar subida na tabela sem Kléber

Cruzeiro recebe o Grêmio pela reabilitação (Crédito: Montagem)

Cruzeiro recebe o Grêmio pela reabilitação

LANCEPRESS!

Há três jogos sem perder no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro tentará manter a boa sequência na competição contra o Grêmio, domingo, às 18h30, no Olímpíco.

Para o duelo contra os gremistas, Adilson Batista terá o retorno de Leonardo Silva que cumpriu suspensão automática contra o Sport na quarta-feira. A Raposa, porém, não terá Wagner, que ainda se recupera de uma torção no pé esquerdo, e o atacante Kléber. O Gladiador está com uma pubalgia e ficará em Belo Horizonte para se tratar. O jogador atuou em cinco partida nos últimos 15 dias.

Para o atacante Thago Ribeiro, apesar dos desfalques, o Cruzeiro pode alcançar um bom resultado, mantendo o bom nível do jogo contra o Sport.

– É um clássico do futebol brasileiro. São duas grandes equipe e vai ser um jogo duro, como sempre é no Olímpico. Mas, mantendo o mesmo espírito, determinação e vontade dos últimos jogos, podemos conseguir os pontos – afirmou o atacante.

O Grêmio é o time de pior aproveitamento como visitante, com um empate e seis derrotas em sete partidas, mas o Cruzeiro que se cuide com esse adversário de dupla personalidade: em casa, o invicto Tricolor tem os melhores resultados entre todos os participantes do Brasileiro, com seis vitórias e dois empates.

– O consolo para mais uma derrota é que temos tudo para alcançar mais uma vitória – filosofa Tcheco, tentando esquecer o fracasso de quinta-feira no Morumbi diante do São Paulo.

É possível que aconteçam mudanças na equipe, mas em princípio o técnico Paulo Autuori, deve repetir a que iniciou contra o São Paulo. As modificações
ficariam para o segundo tempo, como as entradas do atacante Jonas no lugar de Herrera e do meia Douglas Costa no do volante Adilson. Os dois melhoraram o rendimento na partida de quinta-feira.

Décimo colocado, com 21 pontos, cinco menos do que o Goiás (quarto colocado doBrasileiro), o plano gremista de terminar o turno dentro do G-4 está prejudicado.

– Essas inacreditáveis derrotas fora de casa ainda vão impedir que a gente chegue à Libertadores – alerta o mesmo Tcheco.

Mas Autuori trata de levantar o moral da turma.

– Se, como visitante, o time mostra até uma certa displicência, em casa ele se transforma. Os níveis de confiança e concentração crescem e os erros diminuem drasticamente – observa o técnico.

FICHA TÉCNICA:
GRÊMIO X CRUZEIRO

ESTÁDIO:Olímpico
DATA/HORA: 2/8/2009, às 18h30
ÁRBITRO: Evandro Rogério Roman (Fifa/PR)
AUXILIARES: Roberto Braatz (Fifa/PR) e Marcos da Silva (PR)

GRÊMIO: Victor, Mário Fernandes, Léo, Réver e Fábio Santos; Adilson, Túlio, Souza e Tcheco; Herrera e Maxi López.
Técnico: Paulo Autuori

CRUZEIRO: Fábio, Jonathan, Leonardo Silva, Thiago Heleno e Gérson Magrão; Fabrício, Henrique, Marquinhos Paraná e Bernardo; Thiago Ribeiro e Wellington Paulista.
Técnico: Adilson Batista

agosto 1, 2009 Posted by | Cruzeiro, Grêmio | , , , , , , , | Deixe um comentário

Para manter a ponta, Palmeiras enfrenta o Leão pela 5ª vez no ano

Com rivalidade aflorada devido aos últimos jogos, Sport recebe Verdão na Ilha do Retiro para manter a liderança

LANCEPRESS!

Palmeiras e Sport reeditam neste sábado um dos confrontos mais emocionantes do futebol brasileiro neste ano, na Ilha do Retiro, às 18h30, pela 15ª rodada do Brasileirão.

Adversários na fase classificatória da Libertadores e nas oitavas-de-final, quando Marcos garantiu a classificação para equipe do Palestra Itália ao defender três cobrança na decisão por pênaltis, o Alviverde e o Leão se enfrentam pela quinta vez em 2009 – foram duas vitórias do Verdão, uma dos pernambucanos e um empate, sendo todos esses confrontos pelo torneio sul-americano.

Apesar de ter ampla vantagem no retrospecto geral do confronto, com 24 triunfos a 13, além de nove empates, o Verdão não supera o Sport no Brasileiro desde 2001. Os rubro-negros venceram as últimas quatro partidas disputadas entre 2007/2008, além de terem eliminado os paulistas na Copa do Brasil. Pela História recente, o clima é de rivalidade, mesmo com 2783 quilômentros separando a capital paulista da pernambucana.

Na liderança do nacional com 31 pontos, Muricy Ramalho não tem nenhum desfalque para o duelo em Pernambuco. Nesta sexta-feira, dia do último trabalho antes do embate, o técnico escondeu o jogo e só abriu a Academia de Futebol para a imprensa terminada as atividades táticas. A novidade em relação à vitória sobre o Fluminense deve ser a entrada de Ortigoza no ataque ao lado de Obina, e Souza volta ao banco de reservas depois de doiss jogos seguidos como titular.

Sem vencer há cinco partidas no campeonato e na zona do rebaixamento com apenas 13 pontos, a diretoria do Leão apostou na contratação do técnico Péricles Chamusca para reerguer a equipe na competição. Aos 43 anos, o treinador foi anunciado como novo comandante nesta quinta-feira, mas Levi segue à frente diando do Palmeiras. Chamusca estava trabalhando no Japão desde 2005 e tem como principal título na carreira o da Copa do Brasil, em 2004.

Para o jogo deste sábado, o estreante poderá contar com o atacante Ciro, que deve entrar no lugar de Wandinho. Já Dutra vive uma situação inusitada. Contra o Cruzeiro, na última quarta, o lateral-esquerdo recebeu o terceiro cartão amarelo e foi expulso. Além de não atuar neste final de semana, o atleta fica fora do jogo contra o Flu, na 17ª rodada. Assim, Bruno Telles ganha vaga na equipe.

FICHA TÉCNICA
SPORT X PALMEIRAS

Estádio: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data/hora: 1/8/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Pericles Bassols Cortez (RJ)
Auxiliares: Marco Aurelio dos Santos Pessanha (RJ) e Jorge Luiz Roque (RJ)

SPORT: Magrão, Igor, César e Durval; Élder Granja, Hamilton, Andrade, Luciano Henrique e Bruno Telles; Fabiano e Ciro. Técnico: Levi Gomes.

PALMEIRAS: Marcos; Wendel, Maurício Ramos, Danilo e Armero; Pierre, Edmílson, Cleiton Xavier e Diego Souza, Obina e Ortigoza. Técnico: Muricy Ramalho.

agosto 1, 2009 Posted by | Palmeiras, Sport | , , , , , , , | Deixe um comentário

Botafogo x Barueri: um confronto por dias melhores

Alvinegro busca fugir da degola; paulistas querem se recuperar

Botafogo e Barueri se enfrentam neste sábado, no Engenhão (Crédito: LANCENET!)

Botafogo e Barueri se enfrentam neste sábado, no Engenhão

LANCEPRESS!

Comemorando a partida de número 900 em Brasileiros, o Botafogo recebe o Barueri neste sábado, às 18h30, no Engenhão, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, com transmissão em tempo real pelo LANCENET!. O time do técnico Ney Franco não perde uma partida há seis jogos e aposta no fator casa para conseguir mais uma vitória na competição diante de um adversário em busca de reabilitação.

Ney Franco, ao contrário do que fez nas últimas rodadas, preferiu não divulgar o time que enfrentará a equipe paulista. A dúvida deixada pelo treinador é no ataque. Com Reinaldo recuperado, existe a possibilidade de o técnico dar uma oportunidade ao atacante como titular, colocando André Lima no banco de reservas. Outra alternativa seria armar a equipe com três atacantes. Porém, o mais provável é que o técnico do Glorioso mantenha a equipe que empatou com o Coritiba no Couto Pereira e o deixou em 16° lugar.

– A parte física pode ser determinante, André Lima foi bem na última partida e pode fazer seu quarto jogo seguido. Reinaldo também entrou bem e agradou, mas isso não quer dizer que o André vai sair. Posso escalar a equipe com três atacantes também – disse Ney Franco.

Já o momento do Barueri não é dos melhores na competição. Depois de perder uma invencibilidade que durava dez jogos, o clube acumulou duas derrotas seguidas e caiu para a nona colocação, com 22 pontos. Agora, o objetivo é se reaproximar dos líderes, já que apenas quatro pontos o separam do G4.

Para a partida, o técnico Estevam Soares poderá contar novamente com o atacante Fernandinho, desfalque da equipe nas últimas três partidas devido a dores na panturilha. Porém, embora tenha ganhado em velocidade, o Barueri perde em oportunismo, já que Val Baiano, artilheiro do campeonato com nove gols, sentiu dores musculares e está vetado para a partida.

– O Botafogo está crescendo na competição, venceu o Internacional e, por pouco, não ganhou do Coritiba. É uma equipe de qualidade que buscará a vitória no Engenhão para fugir da zona de rebaixamento – alertou o zagueiro André Luiz, que atuou pelo Alvinegro em 2008.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X BARUERI

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 01/08/2009 – 18h30
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (Aspirante FIFA-BA)
Auxiliares: Altemir Hausmann (RS) e Marco Antonio Martins (SC)

BOTAFOGO: Castillo, Wellington, Juninho e Eduardo; Alessandro, Leandro Guerreiro, Renato, Lucio Flavio e Batista; André Lima (Reinaldo) e Victor Simões. Técnico: Ney Franco.

BARUERI: Renê, Leandro Castan, Xandão e André Luiz; Éder, Ralf, Everton, Thiago Humberto e Márcio Careca; Fernandinho e Otacílio Neto. Técnico: Estevam Soares

agosto 1, 2009 Posted by | Botafogo, Grêmio Prudente | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vitória encara o Coritiba para voltar ao G4

Equipe alviverde não terá o armador Carlinhos Paraíba na partida contra os baianos

(Crédito: Marianna Esteves)

LANCEPRESS!

O objetivo do Vitória contra o Coritiba neste domingo, às 18h30, no Barradão, é claro: voltar ao grupo dos quatro primeiros colocados do Brasileirão. Para isso, poderá contar com o zagueiro Fábio Ferreira, novo reforço, que, registrado na CBF, será opção para o técnico Paulo César Carpegiani.

Fábio Ferreira pode fazer sua estreia como titular, já que Wallace recebeu o terceiro cartão amarelo na partida contra o Corinthians por ter voltado para o segundo tempo com uma aliança no dedo. Além de Fábio, Carpegiani tem como opções os jovens zagueiros Reniê e Gabriel Paulista.

Sem muito tempo para treinar, o Coritiba quer recuperar os pontos perdidos no empate em 1 a 1 com o Sport, quinta-feira passada. Porém, o time, que está há três jogos invicto (uma vitória e dois empates), só venceu uma vez fora de casa neste Brasileirão: 1 a 0 sobre o Náutico, no dia 20 de junho.

– Não deu para trazer a vitória em casa sobre o Sport, mas vamos em busca desses pontos perdidos contra o Vitória. Temos um jogo muito difícil fora de casa, mas vamos jogar para vencer – declarou o meia Pedro Ken.

Para a partida, o técnico René Simões terá o desfalque do armador Carlinhos Paraíba, que cumprirá suspensão por ter recebido o terceiro cartão amarelo. A dúvida é quem será seu substituto: atacante Marcos Aurélio, fazendo com que Marcelinho Paraíba seja recuado para a armação, ou Dirceu, deixando, assim, a equipe com três volantes.

Por outro lado, o zagueiro Jeci já está regularizado e pode fazer sua reestreia com a camisa do Coritiba. O jogador está confirmado na defesa ao lado de Demerson.

FICHA TÉCNICA:
VITÓRIA X CORITIBA

Local: Barradão, Salvador (BA)
Data/Hora: 26/07/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Francisco de Assis Almeira Filho (CE-Fifa)
Auxiliares: Manuel Marcio Bezerra Torres (CE) e Francisco Carlos Feitosa da Silva (CE)

VITÓRIA: Viafara, Fábio Ferreira, Marco Aurélio, Anderson Martins; Apodi, Magal, Uelliton, Leandro Domingues, Leandro; Willian e Roger. Técnico: Paulo César Carpegiani.

CORITIBA: Vanderlei, Rodrigo Heffner, Jeci, Demerson e Douglas Silva; Leandro Donizete, Jaílton, Pedro Ken e Marcelinho Paraíba; Marcos Aurélio (Dirceu) e Bruno Batata. Técnico: René Simões.

julho 26, 2009 Posted by | Coritiba, Vitória | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Grêmio recebe o Ramalhão no Olímpico

Em duelo de seis pontos, equipes esperam reencontrar o caminho da vitória

LANCEPRESS!

Buscando se reaproximar do G4, o Grêmio encara o Santo André, neste sábado, às 18h30, no Olímpico. Oitavo colocado no Brasileirão, a equipe gaúcha vem de uma derrota fora de para o Avaí. O Ramalhão, que perdeu na rodada passada para o Cruzeiro, também espera se reecontrar com os três pontos. Na metade da tabela, o clube do ABC Paulista está apenas um ponto atrás do Tricolor.

Além do resultado negativo contra a equipe catarinense, o confronto trouxe outras preocupações para o técnico Paulo Autuori. Três jogadores gremistas receberam o terceiro cartão amarelo e ficarão fora contra o Santo André. A defesa terá as ausências de Réver e do lateral-esquerdo Fábio Santos. Rafael Marques e Jadilson, respectivamente, deverão ser os substítutos. O outro desfalque será o atacante Maxi López. Jonas volta a ganhar chance.

Ciente da má atuação da equipe diante o Avaí, o volante Adílson espera que o elenco corrija os erros ofensivos na partida de sábado, válida pela décima quarta rodada da competição nacional.

– Atacamos muito pouco quarta. O nosso aproveitamento ofensivo estava sendo muito bom, então a gente estranhou que as coisas não fluíram. É complicado, mas a gente vai conversar e acertar. Daqui para a frente, temos tudo para conquistar bons resultados – pediu o jogador.

Pelo lado do Ramalhão, a grande novidade é o retorno de Marcelinho Carioca, suspenso na última rodada. O técnico Sérgio Guedes preferiu não confirmar a equipe titular para a partida contra o Grêmio. Além do Pé-de-anjo, o zagueiro Marcel reassume a vaga de Vinícius. A maior dúvida é no ataque. Antônio Flávio e Nunes, que formaram a dupla ofensiva contra o Cruzeiro, devem ser mantidos. Mas o boliviano Pablo Escobar, atualmente na reserva, pode receber nova oportunidade.

– Alcançamos um determinado nível que até somos analisados pelos adversários. Nos observam atentamente. Grandes ou pequenos, pouco importa. Não nos veêm mais como um time qualquer e é normal que isso aumente as nossas dificuldades – explicou Marcelinho.

FICHA TÉCNICA:
GRÊMIO X SANTO ANDRÉ

Estádio: Olímpico, Porto Alegre (RS)
Data/hora: 25/7/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Alício Pena Junior (MG)
Auxiliares: Helberth Costa Andrade (MG) e Jair Albano Felix (SP)

GRÊMIO: Victor; Mário Fernandes (Joilson), Léo, Rafael Marques e Jadílson; Adilson, Túlio, Souza e Tcheco (Maylson); Herrera e Jonas. Técnico: Paulo Autuori

SANTO ANDRÉ: Neneca; Cicinho, Marcel, Cesinha e Arthur; Fernando, Ricardo Conceição, Marcelinho Carioca e Elvis; Antônio Flávio (Pablo Escobar) e Nunes. Técnico: Sérgio Guedes

julho 25, 2009 Posted by | Grêmio, Santo André | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Em situações distintas, Bota e Inter se enfrentam

Alvinegro tenta sair da zona de rebaixamento e Colorado quer voltar à liderança do Brasileirão

Botafogo e Inter se enfrentam no Engenhão, neste sábado (Crédito: Arquivo)

Botafogo e Inter se enfrentam no Engenhão, neste sábado

LANCEPRESS!

Botafogo e Internacional se enfrentam neste sábado no Engenhão, às 18h30, em situações bem distintas. O clube carioca busca sair desesperadamente sair da zona de rebaixamento, local que frequenta há algumas rodadas. Já o Colorado gaúcho tenta permanecer no tão sonhado G-4 e se aproximar ainda mais da liderança do Campeonato Brasileiro.

Para sair de vez da posição tão incômoda, o Alvinegro tem o retorno de três titulares: Thiaguinho, Alessandro e Eduardo. Já a equipe do técnico Tite tem o desfalque de nada menos que quatro jogadores: Indio, Guiñazú, Alecsandro e Nilmar, que foi vendido pelo clube nesta sexta-feira para o Villareal (ESP).

Para este sábado, na ausência de Guiñazú, Tite desistiu de usar três volantes: serão dois (Sandro e Magrão), atrás de dois meias que mais avançam do que marcam (Andrezinho e D’Alessandro).

– Se Andrezinho e D’Alessandro fizerem também o trabalho de marcação, o esquema tem chances de funcionar, sim – aposta o técnico.

Já o Alvinegro só não terá sua equipe completa no jogo deste sábado porque o zagueiro Emerson está lesionado. Mas assim mesmo, Ney Franco não espera uma partida fácil.

– Apesar dos desfalques, é o melhor elenco do Brasil. O Botafogo vai encontrar dificuldades – afirmou o treinador alvinegro.

Outra situação bem adversa entre as duas equipes é a campanha dentro e fora de casa. O Botafogo jogou quatro vezes no Engenhão e venceu apenas uma partida. Já o Internacional venceu três de sete partidas que disputou fora de Porto Alegre.

A situação adversa das equipes prometem um jogo bastante disputado, no Engenhão.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO x INTERNACIONAL

Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 24/7/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa/PR)
Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa/PR) e Antônio Carlos de Oliveira (ES)

BOTAFOGO: Castillo, Wellington, Juninho e Eduardo; Alessandro, Leandro Guerreiro, Renato (Thiaguinho), Lucio Flavio e Batista; Victor Simões e André Lima. Técnico: Ney Franco.

INTERNACIONAL: Michel Alves, Bolívar, Sorondo, Álvaro e Kleber; Sandro, Magrão, Andrezinho e D’Alessandro; Taison e Bolaños. Técnico: Tite.

julho 25, 2009 Posted by | Botafogo, Internacional | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Missão do Santos é parar o invicto Vitória

Duelo marca o reencontro de Vagner Mancini com ex-clube

LANCEPRESS!

O Santos enfrenta o Vitória neste domingo, às 18h30, no Barradão, disposto a encostar no G-4. Mas a missão santista não será fácil.

Na terceira posição, o time baiano é uma das sensações do Brasileiro e está invicto dentro de casa. Já o Peixe é o nono colocado e não tem boa campanha fora de casa. Em cinco jogos, venceu um, empatou três e perdeu outro.

– A gente já queria estar no G-4. Mas infelizmente não foi possível. Agora temos o confronto direto com o Vitória, então temos que fazer de tudo para somar pontos e tirar deles – analisou o goleiro Douglas.

O duelo também marca o retorno do técnico Vagner Mancini ao Barradão. O treinador foi comandante do Vitória de março de 2008 a fevereiro deste ano. E é justamente por conhecer o estilo ofensivo do rival, que Mancini deve escalar um time mais cauteloso, com a entrada do zagueiro Paulo Henrique Rodrigues, que também atua como volante, na vaga de Neymar, suspenso.

– Temos que salientar que é importante marcar bem o Vitória. Lá o campo é grande, o jogo é às 18h30, mas há uma atmosfera diferente. Temos que estar atentos a tudo isso – avisou Mancini.

Além de Neymar, o Santos não poderá contar com o lateral-esquerdo Léo, suspenso, e o goleiro Fábio Costa, lesionado. O zagueiro Fabão sentiu entorse no tornozelo esquerdo na sexta-feira e é dúvida. Se for vetado, Eli Sabiá fará sua estreia pelo Peixe.

No Vitória, o técnico Paulo César Carpegianni não poderá contar com o lateral-direito Apodi, com uma lesão no joelho, e Vanderson, que cumprirá suspensão pela expulsão contra o Flamengo.

Com a saída de Bosco e as atuações pouco convincentes de Nino Paraíba, Carpegiani improvisará o meia Elkeson na direita. Sem Vanderson, o meia Willian pode ganhar nova chance entre os titulares. Recuperado de lesão, o jogador voltará a ser utilizado desta vez no ataque.

FICHA TÉCNICA:

VITÓRIA X SANTOS

Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data/Hora: 12/7/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (RJ)
Auxiliares: Marco Aurélio dos Santos Pessanha (RJ) e Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ)

VITÓRIA: Viáfara, Wallace, Victor Ramos, Anderson Martins; Elkeson, Uelliton, Magal, Leandro Domingues, Leandro; William e Roger. Técnico: Paulo César Carpegiani.

SANTOS: Douglas, Wagner Diniz, Eli Sabiá (Fabão), Domingos, Pará; Roberto Brum, Paulo Henrique Rodrigues, Rodrigo Souto; Paulo Henrique Lima e Madson; Kléber Pereira. Técnico: VAgner Mancini.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

julho 12, 2009 Posted by | Santos, Vitória | , , , , , , | Deixe um comentário

Flu recebe o Santo André precisando da vitória

Tricolor tenta voltar a vencer para se afastar da zona de rebaixamento

LANCEPRESS!

Sem vencer há quatro partidas, o Fluminense encara o Santo André neste domingo, às 18h30, no Engenhão, em situação delicada no Campeonato Brasileiro. Apesar de ainda ser o início da competição, o Tricolor precisa do resultado positivo para ter tranquilidade e ficar fora da zona de rebaixamento. Já o clube do ABC paulista conta com o retorno de titulares para voltar a vencer.

Dono do pior ataque do Brasileiro (com apenas oito gols), o Fluminense ainda terá o desfalque de seu artilheiro Fred, suspenso. O técnico Carlos Alberto Parreira já confirmou a entrada de Alan, que no último jogo atuou bem e marcou até um gol. A esperança é que o ataque volte a funcionar para o time engrenar na competição.

– Só podemos pensar na vitória. O Fluminense estava em uma zona nebulosa, mas agora entrou numa zona de desconforto. Se não ganhar pode ir para a zona de rebaixamento – afirmou Parreira.

Mas o problema não é apenas esse. Na 15ª posição na tabela, o Fluminense precisa de uma boa atuação no Rio para voltar a ter o apoio da torcida, insatisfeita com os últimos resultados e com os erros individuais. Apesar de serem contestados, Edcarlos e Mariano deverão ter mais uma chance. Apresentado nesta semana, Ruy deve ficar no banco de reservas. Em compensação, o Tricolor terá de volta o capitão Luiz Alberto, que cumpria suspensão.

– A pressão da torcida pode atrapalhar. É normal, nós estamos acostumados. Na fase boa, erramos dois passes seguidos e os torcedores aplaudem – disse Leandro Amaral.

Depois da goleada sofrida para o Vitória por 4 a 1 e do empate por 1 a 1 com o Barueri, o Santo André espera voltar a vencer no Brasileiro. A principal novidade é o retorno de Cicinho, que desfalcou a equipe na última rodada por estar com dores na perna esquerda. Já Gustavo Nery ainda é dúvida.

O lateral estava certo de que iria voltar a jogar após sofrer uma cirurgia no joelho esquerdo há um mês, mas sentiu dores no local e ainda não sabe se vai jogar.

O técnico Sérgio Guedes está confiante no aproveitamento de Gustavo Nery e comemorou o fato de não ter mais problemas médicos:

– A princípio está tudo bem, mas em qualquer caso temos o Arthur. Vamos iniciar uma fase importante dentro do Brasileiro e é muito bom poder ter todos os jogadores à disposição. Vamos enfrentar um mês recheado de jogos (10 em 33 dias) e é fundamental termos peças de reposição.

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE X SANTO ANDRE

Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 12/7/2009 às 18h30
Árbitro: Wallace Nascimento Valente (ES)
Assistentes: Antônio Carlos de Oliveira (ES) e José Ricardo Linhares (ES)

FLUMINENSE: Ricardo Berna, Mariano, Edcarlos, Luiz Alberto e João Paulo; Wellington Monteiro, Fabinho (Carlos Eduardo ou Marquinho), Diguinho e Conca; Leandro Amaral e Alan. Técnico: Carlos Alberto Parreira.

SANTO ANDRÉ: Neneca; Cicinho, Cesinha, Marcel e Gustavo Néry (Arthur); Fernando, Ricardo Conceição, Marcelinho Carioca e Élvis; Pablo Escobar e Nunes. Técnico: Sérgio Guedes.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

julho 12, 2009 Posted by | Fluminense, Santo André | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Botafogo enfrenta Avaí e surto de gripe

Equipes duelam tentando fugir da zona de rebaixamento

Victor Simões deve ir para o futebol russo. Juninho interessa clubes portugueses e mexicanos

LANCEPRESS!

Com um elenco afetado por um surto de gripe, o Botafogo vai até o estádio da Ressacada encarar o lanterna Avaí, neste sábado, às 18h30, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo entre as equipes pode ser considerado decisiva, já que ambas estão na zona de rebaixamento e lutam desesperadamente para sair desta situação incômoda.

No Glorioso, o técnico Net Franco anda preocupado coma gripe que vem afetando seus atletas. Nas últimas semanas, Michael, Reinaldo, Gabriel, Eduardo, Alessandro, Juninho e Renato foram poupados de alguns treinamentos por causa da doença. Porém, para o jogo deste sábado todos os “gripados” poderão viajar para o duelo.

A grande espectativa dos torcedores alvinegros é a possível estreia do atacante André Lima, que foi apresentado na última quinta-feira e pode já fazer sua primeira partida deste ano com a camisa do Botafogo.

Pelo lado do Avaí, mesmo ocupando a lanterna da Série A, o técnico Silas segue no comando Leão. E para a partida contra o Botafogo, mudanças devem ocorrer. Uma delas, por necessidade, já que o volante Marcos Vinícius levou o terceiro cartão amarelo contra o Palmeiras e está suspenso. A briga pela vaga está entre o lateral-direito Ferdinando e os volantes Bruno e Xaves. Caso o primeiro seja o escolhido, abre-se uma vaga na lateral, disputada entre Michel e Medina.

As mudanças também vão acontecer na frente. Muriqui será adiantado para fazer dupla de ataque com Luís Ricardo. Com isso, abre-se uma vaga no meio, a ser disputada entre Ricardinho e Caio. O técnico Silas continua acreditando na manutenção do esforço dele e dos atletas.

FICHA TÉCNICA
AVAÍ x BOTAFOGO

Estádio: Ressacada, Florianópolis (SC)
Data/hora: 11/07/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Auxiliares: Roberto Braatz (SP) e Marcio Luiz Augusto (SP)

Avaí: Eduardo Martini, Michel, Anderson, Emerson e Uendel; Ferdinando, Léo Gago, Ricardinho e Marquinhos; Muriqui e Luís Ricardo. Técnico: Silas.

Botafogo: Castillo, Emerson, Juninho e Eduardo; Alessandro, Leandro Guerreiro, Renato (Fahel) e Lucio Flavio; Victor Simões e André Lima. Técnico Ney Franco.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

julho 11, 2009 Posted by | Avaí, Botafogo | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Avaí recebe o Palmeiras na Ressacada

Leão quer a vitória para sair da zona do rebaixamento, e o Alviverde joga para voltar ao G4 do Campeonato Brasileiro

LANCEPRESS!

Neste domingo, o Avaí recebe o Palmeiras, pela 9ª rodada do Brasileirão, às 18h30, na Ressacada, e busca desesperadamente a segunda vitória na competição para deixar a zona de rebaixamento. Já o Verdão quer vencer a primeira partida fora de casa para voltar à zona de classificação da Libertadores de 2010 e manter o tabu de nunca ter perdido para os catarinenses na História.

Nas duas ocasiões em que as equipes se enfrentaram, o Alviverde triunfou em ambas e levou apenas um gol, na goleada por 6 a 1, em 2003, pelo Brasileiro da Série B, no palco do próximo jogo. O primeiro confronto havia sido em 1976, e o Palmeiras triunfou por 1 a 0, no Orlando Scarpelli.

À espera de um acerto com Muricy Ramalho como novo técnico após a saída de Vanderlei Luxemburgo, o Alviverde será comandado pela segundo vez por Jorginho, treinador do time B que foi escolhido pela diretoria para treinar os profissionais.

O único desfalque certo da equipe paulista é o lateral-direito Wendel, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Diego Souza e Pierre, que só treinaram com bola na sexta-feira por lesões no tornozelo direito e pé direito, respectivamente, devem ser mantidos como titulares por Jorginho. A novidade deve ficar por conta do meia Deyvid Sacconi, que não inicia uma partida desde 2007, e tem grandes chances de ser escalado por Jorginho, o que deixa dupla de ataque palmeirense formada por Diego Souza e Obina.

Confirmado no meio de campo, Cleiton Xavier, que já enfrentou o Avaí na Ressacada quando atuava pelo Figueirense, nas temporadas de 2007 e 2008, alerta os companheiros sobre a pressão que vão encontrar no domingo.

– O clima (na Ressacada) é de bastante pressão, o campo é aberto, faz bastante frio, venta muito. Já enfreitei o Avaí lá e é muito difícil. Temos de tomar todo o cuidado possível – analisou o camisa 10.

O Leão vai a campo neste cercado por um mar de incertezas. Não bastasse estar fazendo uma das piores campanhas no campeonato – o clube ocupa a penúltima colocação – o clube catarinense se depara com a probabilidade de perder seus jogadores e, até, o técnico Silas.

No início da semana, sondagens de São Paulo indicavam que o Alviverde estaria interessado em contratar o treinador. Além disso, na sexta, o atacante Willian confirmou que está sendo pretendido pelo Paraná, mas garantiu que pretende continuar em Santa Catarina.

– Realmente houve uma sondagem, os empresários ligaram, mas no momento eu quero deixar bem claro que a minha cabeça está focada aqui no Avaí. Eu tenho contrato até o final do ano que vem (2010) e quero cumprir ele — explicou William.

Negando ou não sua negociação, o certo é que o atacante, que tinha sua escalação praticamente garantida, deve começar no banco contra o Verdão. Não seria a primeira perda de um jogador para um time da Série B. Evando, outro atacante, deixou o Avaí no últimno mês para jogar pela Ponte Preta.

A boa notícia para a torcida avaiana é que o lateral Medina se recuperou de uma lesão no joelho e estará no banco de reservas no domingo. No entanto, Pingo e Odair seguem contundidos e sem previsão de retorno.

FICHA TÉCNICA:
AVAÍ X PALMEIRAS

Estádio: Ressacada, Florianópolis (SC)
Data/hora: 5/7/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Evandro Rogerio Roman (Fifa-PR)
Auxiliares: Gilson Bento Coutinho (PR) e Jose Amilton Pontarolo (PR)

AVAÍ: Eduardo Martini; Ferdinando, Anderson, Emerson e Uendel; Marcos Vinícius, Léo Gago, Marquinhos e Muriqui, Luiz Ricardo e Lima. Técnico: Silas.

PALMEIRAS: Marcos, Fabinho Capixaba, Maurício Ramos, Danilo, Armero, Pierre (Edmílson), Souza, Cleiton Xavier, Deyvid Saccon (Willians) Diego Souza e Obina. Técnico: Jorginho.

julho 5, 2009 Posted by | Avaí, Palmeiras | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Ibson pode fazer último jogo pelo Flamengo

Dúvida quanto ao futuro do volante permanece

Ibson não esconde amor pelo Flamengo desde a infância (Crédito: Paulo Sérgio)

Ibson não esconde amor pelo Flamengo desde a infância

Quem for ao Engenhão para o duelo do Flamengo contra o Vitória, neste sábado, às 18h30, pode assistir ao último jogo de Ibson pelo clube. A indefinição sobre o futuro do volante continua, mas os torcedores têm uma certeza: vão ver em campo alguém tão ou mais apaixonado pelo Rubro-Negro querendo mostrar serviço naquela que pode ser a última vez em que vestirá o manto.

Ibson nunca escondeu seu amor pelo Flamengo. A última prova foi ter jogado a sétima partida no Brasileiro para não atuar por nenhum outro clube do país. Mas essa relação vem desde a infância.

Aos 2 anos, Ibson já ia ao Maraca assistir aos jogos e tinha desde camisas a lápis e cadernos do clube do coração. E os primeiros passos não poderiam ser em outro lugar. Ele começou na escolinha Mauá, núcleo do Fla em São Gonçalo, aos 5 anos.

Aos 9, fez testes no Flamengo e passou. Mas no juvenil ficou um tempo sem ser aproveitado e foi emprestado. Mesmo assim, não desistiu do sonho de jogar pelo Fla e nem sequer cogitou ir para outro clube.

– O Flamengo é a vida dele. Isso vem desde a gravidez quando eu ia com o pai dele ver os jogos. E quando era criança, ele sempre ia ao Maracanã e queria entrar em campo. Ficava doido. E o filho dele (Ibson Júnior) está indo pelo mesmo caminho – afirmou a mãe Regina, que era botafoguense, mas virou flamenguista por causa de Ibson e não perde um jogo do filho.

E foi do Fla que veio a inspiração para Ibson. Fã de Bebeto, o volante começou a jogar na posição do ex-jogador e usando o número dele.

– Tenho o Bebeto como ídolo, pude conhecê-lo e tenho uma boa amizade com ele. Quando cheguei ao Flamengo era ponta-direita, comecei com a camisa 7. É meu número da sorte e também a data do meu aniversário. Se me deixar com a 7, sinto-me melhor – afirmou Ibson, que no Porto usou a 31 e a 6.

A vontade com quem honrou a camisa do seu clube até agora ganhou a consideração dos torcedores, que pediram pela sua permanência. E o que os rubro-negros esperam é que neste sábado Ibson possa ter grande atuação em mais uma partida pelo Flamengo no ano e não a última.

julho 4, 2009 Posted by | Flamengo | , , , , , | Deixe um comentário

Duelo de rubro-negros, neste sábado, no Engenhão

Ibson (à esquerda) treina para enfrentar o Vitória: indefinição sobre a permanência no Flamengo

Flamengo e Vitória se enfrentam, tentando encostar no líder, Atlético-MG

LANCEPRESS!

No duelo de rubro-negros neste sábado, às 18h30, no Engenhão, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, Flamengo e Vitória se enfrentam tentando não se afastar dos líderes da competição, já que o time baiano é o atual terceiro colocado com 16 pontos, enquanto os cariocas com 11 pontos estão na 11ª colocação. O líder Atlético Mineiro já conquistou 17 pontos.

O Flamengo aposta suas fichas em dois fatores fundamentais. O primeiro, é o bom restrospecto que o time tem no Engenhão. Em dois jogos disputados no estádio, o clube da Gávea venceu todos de goleada. 4 a 0 no América (RJ) e no Resende. O segundo fator é o retorno de Ronaldo Angelim. O experiente zagueiro volta a equipe após ter ficado suspenso contra o Fluminense, por levar o terciro cartão amarelo na partida com o Internacional.

O técnico Cuca disse conhecer bastante a equipe adversária e aproveitou o treino desta sexta-feira, no Engenhão, para falar sobre a equipe do técnico Paulo César Carpegiani.

– É um adversário que está nas cabeças, com uma campanha maravilhosa. Joga no 3-5-2 ou no 3-6-1, marca com força e sai bem no contra-ataque. Tem jogado muito bem fora de casa – disse Cuca.

Pelo lado do Vitória, Carpegiani surpreendeu ao relacionar o lateral-direito Nino Paraíba para o duelo. Essa é a primeira vez que o jogador é incluído na lista apesar de já ter sido contratado há mais de um mês. Assim, Nino será o substituto imediato de Apodi caso seja necessário.

Lesionados, o zagueiro Marco Aurélio e o atacante Robert estão mais uma vez vetados. Já o volante Carlos Alberto, que não atuou em alguns treinos durante a semana, pois se recuperava de contusão, volta e é opção no banco de reservas.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO X VITÓRIA

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 4/7/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Nielson Nogueira (Fifa-PE)
Auxiliares: Erch Bandeira (Fifa-PE) e Jossemmar José Diniz Moutinho(PE)

FLAMENGO: Bruno, Willians, Weliton e Ronaldo Angelim; Léo Moura, Toró, Ibson, Kleberson e Juan; Emerson e Adriano. Técnico: Cuca.

VITÓRIA: Viafara, Wallace, Victor Ramos e Anderson Martins; Apodi, Vanderson, Uellinton; Leandro Dominguez e Leandro; Elkeson e Roger. Técnico: Paulo César Carpegiani.

julho 4, 2009 Posted by | Flamengo, Vitória | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Em má fase, Santos recebe o Sport na Vila

Alvinegro tenta afastar a crise, enquanto o Leão da Ilha espera se aproveitar do mau momento do rival

LANCEPRESS!

Pressão é uma palavra que acompanhará o Santos assim que a equipe entrar em campo contra o Sport neste sábado, às 18h30, na Vila Belmiro. A vitória na partida tornou-se vital para o Santos. Sem vencer há quatro jogos, a equipe precisa reencontrar o caminho da vitória para afastar a crise que ronda o clube desde que o jejum teve início.

– O fato de jogar em casa aumenta a chance de vitória, mas também aumenta a cobrança dos torcedores. Só que essa cobrança não é só da torcida, é nossa também. Por isso, não dá para pensar em outra coisa a não ser numa vitória contra o Sport – afirmou o técnico Vagner Mancini.

Com exceção do goleiro Fábio Costa, lesionado, o Santos não terá nenhum desfalque para a partida. O treinador, no entanto, já confirmou que vai modificar a equipe. O zagueiro Fabiano Eller e o atacante Neymar foram sacados do time titular e começarão no banco. Domingos e Róbson serão os substitutos.

– As mudanças vão ocorrer. Elas acontecerão em função daquilo que eles mostraram no último jogo. Não dá para ignorar o fato dos dois terem jogado bem – disse o treinador, negando que a alteração tenha sido uma forma de punição a Neymar e Eller, que durante a semana trocaram farpas publicamente.

Do outro lado, o Sport tenta se aproveitar da má fase santista. O Rubro-Negro foi treinado por Levi Gomes, já que Emerson Leão viajou com antecedência para São Paulo, devido ao falecimento do irmão Édson Leão. Sendo assim, o time saiu do esquema 4-4-2 e passou para o 3-6-1, com apenas Ciro na frente. A equipe terá a volta do trio de zaga: Durval, César e Igor.

No meio-de-campo, o Sport terá três volantes protegendo a defesa, com Hamilton, Sandro Goiano e Fabiano, isso sem contar os dois laterais. Ao todo, o time terá oito marcadores, já que a criação caberá apenas a Hugo. O excesso de cautela de Leão se deve ao fato do Santos estar num jejum de vitórias que já dura quatro rodadas.

– O Santos deve estar com um certo desespero, porque não vence há quatro rodadas. E para eles, isso é ruim, porque é uma equipe com um investimento maior. Na Vila Belmiro tudo pode acontecer, mas se jogarmos com disciplina e obediência tática, poderemos surpreender – afirmou Emerson Leão.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS X SPORT

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 04/7/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Alício Pena Júnior (MG)
Auxiliares: Marcio Eustaquio S. Santiago (MG) e Jair Albano Felix (MG).

SANTOS: Douglas; Wagner Diniz, Fabão, Domingos e Léo; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Madson e Paulo Henrique Ganso; Robson e Kléber Pereira. Técnico: Vagner Mancini.

SPORT: Magrão, Durval, César e Igor; Elder Granja, Hamilton, Sandro Goiano, Fabiano, Hugo e Dutra; Ciro. Técnico: Emerson Leão

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

julho 4, 2009 Posted by | Santos, Sport | , , , , , , , | 1 Comentário

Verdão x Peixe: sem carrasco e sem técnico

K9 está fora da partida e pode ajudar Santos e prejudicar Palmeiras. Luxa é demitido e não dirige o Verdão

LANCEPRESS!

O clássico deste domingo, entre Palmeiras e Santos, no Palestra Itália, às 18h30, terá menos brilho que o habitual. Além dos desfalques do time da Baixada, o Verdão também não terá em campo o atacante Keirrison, principal carrasco do rival. Em cinco jogos foram dez gols contra o Peixe.

O artilheiro da equipe alviverde, com 24 gols, deve ser vendido para o Barcelona e com a transação em andamento, a diretoria preferiu retirar o K9 do restante dos treinos desta semana e também do jogo deste domingo.

Pelo lado do Verdão, além da saída de Keirrison, outra bomba estorou na Academia de Futebol antes do clássico. Na madrugada deste sábado, a diretoria do Palmeiras, em reunião que se arrastou por horas, decidou demitir o técnico Vanderlei Luxemburgo.

O motivo alegado pela cúpula palmeirense foi de que o treinador não respeitou a hierarquia do clube, ao dizer que não Keirrison não jogaria mais com ele, mesmo que o negócio com o Barcelona não se concretizasse. Jorginho, técnico da equipe B, comandará o Alviverde no clássico interinamente.

Para apimentar um pouco mais o time alviverde quer apagar as derrotas na semifinal do Campeonato Paulista. Em contrapartida, o rival da Baixada quer manter o ótimo desempenho contra o Verdão e por consequência voltar a se aproximar dos líderes do Brasileirão.

Durante a semana, o técnico Vanderlei Luxemburgo aproveitou para focar em coletivos e testar a equipe. O ex-comandante alviverde surpreendeu alterando o esquema tático que utilizou mais vezes nesse ano, o 3-5-2. Luxa optou por deixar um time mais leve com dois zagueiros. E ainda promoveu a entrada de Mozart na equipe titular. A tendência é de que Jorginho mantenha o time treinado durante a semana.

Já o rival santista quer a vitória para afastar a crise que ronda a Vila Belmiro. Com a equipe na décima colocação e exibindo a segunda defesa mais frágil do Brasileirão, média de dois gols por jogo, o elenco do Peixe sente-se na obrigação de vencer o clássico.

– Se eu disser que a pressão não existe, estarei mentindo. Esse jogo é muito importante, porque nos últimos três jogos não conseguimos o nosso objetivo. Então temos que reverter a situação e vencer para buscar novamente o topo da tabela – afirmou o meia Madson.

Com o trabalho cada vez mais questionado, o técnico Vagner Mancini estuda modificar a formação do Santos para o clássico. A dúvida é se Mancini escala Neymar, mantendo a equipe ofensiva, ou se opta pelo zagueiro Paulo Henrique, numa tentantiva de reforçar o sistema defensivo.

– Ainda não está definido. A entrada dele (Paulo Henrique) me dá a chance de ter, dentro do jogo, uma alteração interessante, que é a entrada dele como o terceiro homem na zaga, com a subida dos alas, ou como mais um volante -garantiu o treinador.

Para a partida, o Santos não poderá contar com o goleiro Fábio Costa, lesionado, nem com o lateral-esquerdo Léo e o zagueiro Fabiano Eller, suspensos. Pará e Domingos serão os substitutos.


FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS X SANTOS

Estádio: Palestra Itália, São Paulo (SP)
Data/hora: 28/6/2008 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (Fifa-RS)
Auxiliares: Márcio Luiz Augusto (SP) e Carlos Augusto Nogueira Junior (SP)

PALMEIRAS: Marcos; Wendel, Maurício Ramos, Danilo e Pablo Armero; Pierre, Mozart, Cleiton Xavier e Diego Souza; Obina e Willians. Técnico: Jorginho.

SANTOS: Douglas, Wagner Diniz, Fabão, Domingos e Pará; Roberto Brum, Paulo Henrique Rodrigues, Rodrigo Souto, Madson e Paulo Henrique Ganso; Kéber Pereira. Técnico: Vágner Mancini.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 27, 2009 Posted by | Palmeiras, Santos | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Contra o Goiás, Botafogo tenta, enfim, emplacar recuperação

Alvinegro recebe clube que mais empatou no atual Brasileirão

LANCEPRESS!

O Botafogo recebe o Goiás, neste sábado, às 18h30, no Engenhão, em clima de recomeço no Brasileirão. Depois de conseguir seu primeiro triunfo contra o Santos, voltou a decepcionar diante do Vitória. Na zona de rebaixamento, não pode cogitar outro resultado que não leve os três pontos para General Severiano. O rival, porém, promete engrossar, já que ainda não perdeu fora de casa e tem o segundo melhor ataque do campeonato.

Para sair da degola e respirar um pouco, Ney Franco optou por manter o time que por pouco não saiu com um empate em 3 a 3 de Salvador. Na ocasião, o ataque funcionou muito bem, com grande reação, mas a defesa tornou a criar problemas. Convicto mesmo assim, o treinador explicou.

– É o quarto jogo seguido no 4-4-2. Estamos em um momento de definições, a equipe precisa jogar para pegar conjunto, a sequência é fundamental. Quanto menos mexer, melhor. os erros no último jogo foram mais individuais. Acredito que entraremos mais equilibrados, não é o caso de mudar peças – crê o comandante alvinegro.

A expectativa ao longo da semana era de que Michael pudesse estrear na lateral. Entretanto, o jogador se lesionou outra vez e ficará fora. Ney, ao menos, vibrou por ter Eduardo, que segue como a opção, em boa fase.

– Michael deverá estrear contra o Atlético Mineiro (partida seguinte). É uma pena que esteja enfrentando dificuldades, mas a nossa sorte é que Eduardo cresceu muito e supriu uma antiga deficiência – comentou.

No Goiás, time que mais empatou no Brasileirão – cinco vezes – o objetivo é voltar a vencer, fato que aconteceu pela última vez no dia 30 de maio, contra o Coritiba, também fora de casa.

O atacante Felipe, artilheiro do Esmeraldino no torneio com cinco gols marcados, vê a partida contra o Botafogo como a chance que a equipe goiana tem de se reencontrar com as vitórias.

– Acho que está na hora de vencer. Já se passaram sete rodadas e nós só conseguimos uma vitória. Trabalhamos muito nessa semana, estamos cientes das dificuldades que vamos enfrentar, mas iremos procurar vencer o Botafogo – afirmou Felipe, que aponta a má campanha como principal semelhança entre os momentos das duas equipes:

– Nosso adversário está em uma situação difícil, mas nós também estamos. Temos só oito pontos e em caso de derrota também podemos ir para a zona de rebaixamento.


FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO X GOIÁS

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 27/6/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Cesar Oliveira (Fifa-SP)
Auxiliares: Vicente Romano Neto (SP) e Anderson José de Moraes (SP)

BOTAFOGO: Renan, Alessandro, Emerson, Juninho e Eduardo; Leandro Guerreiro, Léo Silva, Batista e Lucio Flavio; Laio e Victor Simões – Técnico: Ney Franco

GOIÁS: Harlei; Leandro Euzébio, Rafael Toloi e Ernando; Vitor, Amaral, Ramalho, Felipe Menezes e Julio Cesar; Iarley e Felipe – Técnico: Hélio dos Anjos

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 27, 2009 Posted by | Botafogo, Goiás | , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Grêmio poupa titulares para pegar o Goiás

Souza, Alex Mineiro e Maxi López não jogam contra o Esmeraldino

LANCEPRESS!

O Grêmio encara o Goiás, neste sábado, às 18h30, no Olímpico, em partida válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor Gaúcho, classificado para as semifinais da Libertadores, poupará alguns titulares para o confronto com o Esmeraldino, que não poderá contar com o zagueiro Rafael Toloi, suspenso.

Pensando no primeiro confronto com o Cruzeiro pela semifinal da Libertadores, quarta-feira no Mineirão, o Grêmio decidiu poupar três titulares: o meia Souza e os atacantes Alex Mineiro e Maxi López, que apresentavam indícios de fadiga muscular. Eles serão substituídos por Joílson, Jonas e Herrera, respectivamente.

— Não posso modificar a estrutura do time. Sou contra essa idéia de usar maioria de eservas. Equipes de futebol aprimoram o entrosamento jogando. Cansaço? Futebol é assim, o sacrifício faz parte – justificou Autuori.

O técnico se recusou a falar sobre o Cruzeiro, adversário na semifinal da Libertadores, afirmando que seria um desrespeito ao Goiás. Na realidade, o Grêmio precisa se concentrar ao máximo nessa partida, pois tem apenas duas vitórias no Brasileiro. O time de Autuori ocupa a 7ª colocação, com 8 pontos.

O meia Douglas Costa seria o escolhido para substituir Souza, se não cumprisse suspensão automática pela expulsão contra o Fluminense. Sem outras opções, o técnico escalou Joílson, reserva de Ruy na lateral-direita, mas que atuou como meio-campista no tempo de Botafogo. Já a dupla reserva Jonas-Herrera vem se destacando nos treinos. Os dois mostram mais mobilidade do que os titulares Alex Mineiro e Maxi López. O argentino Herrera substituiu Alex Mineiro no segundo tempo contra o Caracas, quarta-feira, e recebeu elogios de Autuori. Tem chances de ganhar a posição de Alex Mineiro.

No Goiás, o técnico Hélio dos Anjos deve repetir a escalação do empate em 0 a 0 com o Corinthians, no último fim de semana. A única mudança é forçada: o zagueiro Rafael Toloi, revelação do time goiano, está suspenso novamente no Brasileirão. Desta forma, João Paulo deve compor a zaga com Ernando e Leandro Euzébio.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO X GOIÁS
Data: Sábado, 20/06/09, às 18h30
Local: Olímpico, Porto Alegre (RS)
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE);
Auxiliares: Erich Bandeira (PE) e Jossemmar José Diniz Moutinho (PE)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Ruy, Leo, Réver e Fábio Santos; Adilson, Túlio, Tcheco e Joílson; Jonas e Herrera.
Técnico: Paulo Autuori.

GOIÁS: Harlei; Ernando, Leandro Euzébio e João Paulo; Vitor, Ramalho, Éverton, Felipe Menezes e Júlio César; Iarley e Felipe
Técnico: Hélio dos Anjos

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 20, 2009 Posted by | Goiás, Grêmio | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Internacional empata com o Vitória e perde a liderança

Misto colorado não consegue furar o bloqueio Baiano

Giuliano domina a bola no meio-de-campo (Vipconm)

Giuliano domina a bola no meio-de-campo (Vipconm)

LANCEPRESS!

Internacional e Vitória mediram forças, neste domingo, às 18h30, no Beira-Rio. O Inter, jogando com o time misto, lutou para ter a liderança de volta mas não conseguiu, e foi ultrapassado pelo Atlético-MG.

Jogando em casa, o Internacional começou pressionando os baianos, que respeitavam muito o adversário e poucas vezes subiam ao ataque. Aos 18 minutos, do primeiro tempo, Leandro Domingues tentou cruzar, a bola desviou na zaga e por pouco não enganou o goleiro Michel. A partir daí o Vitória começou passou a chegou mais ao ataque.

O Inter diminui o ritmo de jogo e passou a errar muitos passes. Aos 32 minutos, o volante Anderson, quase marca um golaço de fora da área para o Vitória, mas a bola carimbou a trave esquerda do goleiro Michel. No finzinho da etapa inicial a bola sobrou para Rosinei que escorregou na hora da finalização.

No início do segundo tempo o Vitória mostrou mais confiança e chegou mais vezes ao ataque, porém esbarrava no goleiro Michel. Vendo o time com poucas chances no ataque o técnico Tite, Tayson, no lugar de Talles Cunha e Andrezinho – que entrou muito aplaudido – no lugar de Rosinei.

As mudanças surtiram efeitos mas não movimentou o placar da partida. O time da casa passou a ameçar os visitantes mas não conseguiu levar perigo ao gol de Viafara.

O empate não foi bom para as duas equipes. O Inter perdeu a liderança do Brasileirão e o Vitória caiu para a quarta colocação mas permanece no G-4. Na próxima rodada ambos os times enfrentam equipes cariocas. O Internacional vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Flamengo e o Vitória recebe o Botafogo, no Barradão.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 0 X 0 VITÓRIA

Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data/Hora: 14/06/09 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Célio Amorim (SC)
Auxuliares: Carlos Berkenbrock (SC) e Luis Alberto Kallenberger (SC)
Renda/Público: R$218.730,00 – 17.302 Pagantes
Cartões Amarelos: (VIT) Adriano(15’/1ºT); (INT) Rosinei (18’/1ºT); (VIT) Vanderson (19’/1ºT); (VIT)Robson (38’/1ºT); (VIT) Uelliton (42’/1ºT); (VIT) Victor Ramos( 11’/2ºT); (VIT) Anderson Martins(20’/2ºT); (INT) Danny Moraes (26’/2ºT)
Cartões vermelhos: Uellinton (42’/2ºT)
Gol:

INTERNACIONAL: Michel Alves, Bolívar, Sorondo, Danny Morais e Marcelo Cordeiro; Maycon, Glaydson, Rosinei(Andrezinho,15’/2ºT) e Giuliano; Talles Cunha (Tayson, 8’/2ºT) e Alecsandro( Leandrão, 34’/2ºT). Técnico: Tite.

VITÓRIA: Viafara, Apodi, Wallace, Anderson Martins, Victor Ramos; Vanderson, Uelliton, Robson (Magal, 28’/2ºT), Leandro Domingues; Roger(Edson, 36’/2ºT) e Adriano(Carlos lberto, 37’/2ºT). Técnico: Paulo César Carpegiani

junho 14, 2009 Posted by | Internacional, Vitória | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Botafogo recebe o Santos no Engenhão

Alvinegro carioca busca primeira vitória no Brasileirão. Já o Peixe espera jogo equilibrado no Rio de Janeiro

LANCEPRESS!

Em situações distintas, Botafogo e Santos se enfrentam neste sábado, às 18h30, no Engenhão, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro carioca busca ainda sua primeira vitória na competição e, com isso, se livrar da incômoda zona de Rebaixamento. Já o clube santista tenta sua segunda vitória no Rio de Janeiro – a primeira foi contra o Fluminense – e se firmar entre os líderes do torneio.

No Botafogo, o técnico Ney Franco vive uma situação conflituosa. Apesar do discurso de apoio, o treinador está ameaçado de demissão caso não conquiste um resultado positivo. Nas primeiras cinco rodadas, o clube conquistou três empates e perdeu duas.

Para este confronto, ele não terá o zagueiro Juninho, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo. Por isso, Ney Franco irá mudar o esquema tático da equipe do 3-5-2 para o 4-4-2. No entanto, o volante Leandro Guerreiro será improvisado na zaga ao lado de Emerson. Alessandro fica na lateral-direita enquanto Eduardo, que só não jogou de goleiro no Botafogo, fica na esquerda.

Já o Peixe está invicto e é a equipe com maior poder ofensivo no Brasileiro – 14 gols. Já o time de General Severiano marcou apenas três vezes. Apesar da disparidade, os santistas esperam um jogo bastante disputado.

– O ataque deles ainda não desencantou, mas tem alguns atletas de peso que podem desencatar. Eu espero que o Santos tenha uma sustentação defensiva, para segurar um pouquinho mais atrás e não dar chances ao adversário. Temos quer nos preocupar em ter equilíbrio – pede Mancini.

O Santos não terá nenhum desfalque para a partida. O meia Madson está recuperado de um incômodo no músculo posterior da coxa direita e já confirmou presença no confronto. A única novidade na equipe santista é a estreia do lateral-direito Wagner Diniz com a camisa do clube.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO x SANTOS

Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 13/6/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Evandro Rogério Roman(Fifa-PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Aparecido Donizetti Santana (PR)

BOTAFOGO: Renan, Alessandro, Emerson, Leandro Guerreiro e Eduardo; Fahel, Léo Silva, Batista e Lucio Flavio; Tony e Victor Simões. Técnico: Ney Franco

SANTOS: Fábio Costa, Wagner Diniz (Pará), Fabão, Fabiano Eller e Léo; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Paulo Henrique Ganso, Molina e Madson; Kleber Pereira. Técnico: Vagner Mancini.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 13, 2009 Posted by | Botafogo, Santos | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Revanche e tabu em jogo no Morumbi

São Paulo não vence o Santo André há quatro anos. Na última partida, 2 a 0 pelo Paulistão 2009

Empatados com seis pontos, equipes querem voltar a soma três pontos no Campeonato Brasileiro (Créditos: Ricardo Araújo)

Empatados com seis pontos, equipes querem voltar a soma três pontos no Campeonato Brasileiro (Créditos: Ricardo Araújo)

LANCEPRESS!

Após o empate de 0 a 0 diante o Avaí, na última rodada do Campeonato Brasileiro, o São Paulo vê no jogo diante o Santo André, amanhã, às 18h30, no Morumbi, a chance de melhorar sua posição na competição, por fim a um incômodo tabu e, principalmente, chegar fortalecido para o confronto decisivo contra o Cruzeiro, pela Copa Libertadores.

Apesar do 14º lugar na classificação do Brasileirão, a equipe do Grande ABC chega para a partida com um favorável retrospecto. Há quatro anos o Santo André não sabe o que é perder para o São Paulo, atual 12º colocado. A última vitória do Tricolor aconteceu em 2005, no Campeonato Paulista. Desde então, o Ramalhão soma duas vitórias e um empate nos duelos contra o atual tricampeão brasileiro.

Pelo Paulistão deste ano, a equipe liderada pelo ex-corintiano Marcelinho Carioca novamente aprontou para cima de Rogéria Ceni e companhia. Além de perder o confronto por 2 a 0 em pleno Morumbi, a derrota também custou a perda da invencibilidade são-paulina de 22 jogos, que durava desde o Brasileirão de 2008. Para o meio-campista Hernanes, a conquista dos três pontos contra o Santo André é fundamental.

– Eles [Santo André] vieram aqui, meteram duas tacas [gols] e trouxeram problemas pra gente. Vai ser um jogo bom porque a equipe está se encontrando de novo e uma vitória vai nos deixar fortalecidos para o jogo contra o Cruzeiro – ressaltou o camisa 10 tricolor.

Empatados com os mesmos seis pontos no Campeonato Brasileiro (ambos com uma vitória, três empates e uma derrota), os dois times têm desfalques importantes para o jogo. A equipe de Muricy Ramalho não poderá contar com o lateral Zé Luis, suspenso. A novidade fica por conta do provável retorno de Eduardo Costa.

Já o técnico Sérgio Guedes tem duas grandes baixas. São elas: o lateral-esquerdo Gustavo Nery, submetido a uma artroscopia no joelho esquerdo, e o atacante Nunes, suspenso. Em compensação, o boliviano Pablo Escobar, que defendeu sua seleção nas Eliminatórias para a Copa do Mundo 2010, e Marcelinho Carioca, após cumprir suspensão na última rodada contra o Santos, retornam ao time.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO X SANTO ANDRÉ

Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/hora: 13/6/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Guilherme Cereta de Lima (SP)
Auxiliares: João Bourgalber Nobre Chaves (SP) e Giovani Cesar Canzian (SP)

SÃO PAULO: Denis; Arouca, Jean Rolt, André Dias e Junior Cesar; Jean, Eduardo Costa, Hernanes e Marlos; Borges e Washington. Técnico: Muricy Ramalho.

SANTO ANDRÉ: Neneca; Cicinho, Cesinha, Marcel e Arthur; Fernando, Ricardo Conceição, Marcelinho Carioca e Élvis; Pablo Escobar e Antônio Flávio. Técnico: Sérgio Guedes

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 13, 2009 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário