Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

A comemoração é toda da torcida do Vascão!

Em mais um clássico recheado de cartões amarelos e vermelhor, equipe da Colina supera o arquirrival Flamengo, quebra jejum de dois anos e segue líder com 100% de aproveitamento

Com gols de Elton e Jéferson, time da Colina vence o rival e assume liderança do Grupo A. Árbitro expulsou cinco jogadores no clássico

O Vasco comprovou a sua boa fase no Campeonato Carioca na noite deste domingo e venceu o Flamengo, no Maracanã, por 2 a 0. Com duas expulsões para cada lado (Carlos Alberto, Ramon, Léo Moura e Willians), o time da Colina voltou a derrotar o arquirrival após dois anos ser um triunfo sobre a equipe da Gávea. Com gols de Elton (veja o vídeo ao lado)e Jéferson, o grupo comandado por Dorival Júnior chegou à liderança do Grupo A da Taça Rio, segundo turno do Estadual, com 12 pontos.

Alheio aos problemas políticos que ocorreram durante a semana, o time da Colina superou o rival. Por outro lado, mesmo com os salários de janeiro pagos pela diretoria na última sexta-feira, o Rubro-Negro até correu, mas sucumbiu diante do time cruzmaltino. Com o resultado, o Vasco superou o Fluminense no saldo de gols e assumiu novamente a ponta de sua chave. O Flamengo permaneceu em terceiro lugar no Grupo B, com sete pontos.

Na próxima rodada, o Vasco vai enfrentar o Mesquita, em São Januário. O Flamengo vai encarar o Madureira. Os dois jogos vão acontecer na quarta-feira.

Ampliar Foto André Durão /GLOBOESPORTE.COM André Durão /GLOBOESPORTE.COM

Vascaínos riram por último no Maraca

Carlos Alberto e Willians são expulsos na etapa inicial

Os primeiros dez minutos de jogo foram iguais. Enquanto o Vasco marcava forte e buscava os contra-ataques, o Flamengo tentava manter a poss de bola para chegar com perigo ao gol de Tiago. O time rubro-negro foi o primeiro a assustar. Aos 14, Léo Moura fez grande jogada e cruzou para área. Ibson tentou marcar de sem-pulo, mas a bola subiu e passou por cima do travessão cruzmaltino.

No lance seguinte, a história do jogo começou a mudar. Aos 15, Willians levou cartão amarelo após uma sequência de faltas em Carlos Alberto. No lance seguinte, um minuto depois, o volante foi expulso pelo árbitro Luiz Antônio da Silva Santos ao derrubar o capitão vascaíno na entrada da área.

Porém, mesmo com um jogador a menos, o Flamengo perdeu uma ótima chance de abrir o marcador. Na primeira, aos 19, Zé Roberto e Josiel avançaram contra apenas um defensor, mas por excesso de preciosismo não conseguiu chutar a tempo de balançar a rede cruzmaltina. Após sofrer uma pequena pressão rubro-negra, o Vasco colocou os ânimos no lugar e a bola no chão.

Aos 32 foi a vez do meia Carlos Alberto dar mole. O jogador já havia levado o cartão amarelo aos 11 minutos do primeiro por causa de um carrinho em Willians e acabou sendo expulso por ter chutado para o gol após o árbitro ter assinalado impedimento em um contra-ataque do Vasco. O capitão cruzmaltino deixou o campo revoltado, esbravejando com Luiz Antônio da Silva Santos.

O Vasco teve a melhor chance do jogo aos 41 minutos. Elton passou por dois adversários e entrou na área do Flamengo. O atacante ficou de frente para o goleiro Bruno e fez o mais difícil: chutou na rede pelo lado de fora, desperdiçando uma chance de ouro. No último minuto da etapa inicial, Ramon fez uma bela jogada e chutou à esquerda de Bruno.

Elton e Jéferson garantem a vitória cruzmaltina

Sem paciência com Josiel, o técnico Cuca voltou para a etapa final com Obina no comando do ataque. Logo aos quatro minutos, o baiano recebeu uma bola dentro da área, ajeitou o corpo e chutou de forma bisonha longe do gol de Tiago. Aos oito, Léo Moura deu um carrinho em Ramon e também foi expulso.

Três minutos depois, Nilton cobrou mal uma falta da intermediária e a bola sobrou para Elton, já dentro da área. O atacante acertou uma bomba sem chance para Bruno: 1 a 0 Vasco. Aos 13, Ramon, que já tinha levado cartão amarelo, fez uma falta em Everton Silva e foi expulso.

Com dois jogadores a menos para cada lado, o Vasco soube aproveitar um contra-ataque fulminante para ampliar o marcador. Aos 16, Pimpão, que acabara de entrar na vaga de Alex Teixeira, carregou pelo lado direito e rolou para Jéferson. De frente para Bruno, o meia tocou por cima do camisa 1 rubro-negro para fazer o segundo do time da Colina.

Mesmo perdendo por 2 a 0, o Flamengo foi em busca do empate e chegou perto de diminuir o marcador aos 20 minutos. Everton Silva aproveitou rebote da entrada da área e chutou. A bola passou à direita de Tiago. O time rubro-negro seguiu melhor, mas não conseguia marcar o seu gol.

O técnico Cuca também foi expulso pelo árbitro já no fim do confronto. Aos 45, Nilton recebeu de Pimpão, entrou na área e chutou para bela defesa de Bruno. Na arquibancada, a festa após o apito final foi vascaína.

Ficha técnica:

VASCO 2 X 0 FLAMENGO
Tiago, Paulo Sérgio, Fernando, Titi e Ramon; Amaral, Nilton, Jéferson (Edu Pina) e Carlos Alberto; Alex Teixeira (Rodrigo Pimpão) e Elton (Léo Lima). Bruno, Everton Silva, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Aírton  (Everton), Willians, Ibson e Léo Moura; Zé Roberto (Kleberson) e Josiel (Obina).
Técnico: Dorival Júnior. Técnico: Cuca.
Gols: Elton, aos 11 minutos, e Jéferson, aos 16 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Carlos Alberto, Ramon, Titi, Nilton, Jéferson, Pimpão, Elton (Vasco); Willians, Aírton, Ronaldo Angelim, Fábio Luciano (Fla). Cartão vermelho: Carlos Alberto, Titi e Ramon (Vasco); Willians e Léo Moura (Fla).
Estádio: Maracanã. Data: 22/03/2008. Árbitro: Luís Antônio Silva dos Santos (RJ). Auxiliares: Jorge Luís Campos Roxo (RJ e Silbert Faria Sisquim (RJ). Renda: R$ 1.213.044,00. Público: 69.648 pagantes

março 19, 2009 Posted by | Flamengo, Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Com novos ares, Fluminense estreia na Taça Rio

Tricolor encara o Mesquita e precisa conquistar o segundo turno

Fluminense estreia na Taça Rio contra o Mesquita no EngenhãoFluminense estreia na Taça Rio contra o Mesquita no Engenhão

LANCEPRESS!

Recuperado da eliminação da Taça Guanabara, o Fluminense entra em campo neste domingo, às 18h, no Engenhão, para enfrentar o Mesquita, pela primeira rodada da Taça Rio. Porém, o Tricolor entrará em campo comandado pelo técnico dos juniores, pois René Simões foi demitido na última sexta-feira.

Com a missão de conquistar o segundo turno para ir às finais do Campeonato Carioca, o Tricolor tem mais uma pressão: iniciar bem essa fase. Na Taça Guanabara, o Fluminense foi muito irregular e se classificou apenas na última rodada. Gilson Gênio, que já havia assumido o profissional em 2003, após a demissão de Renato Gaúcho tem três jogos e três derrotas.

– Não fui chamado para ser interino. Fui convocado para comandar o treino. Vou fazer o meu melhor, pois o grupo já está montado – disse Gênio.

O treinador adiantou que não deverá fazer alterações na equipe que já vem atuando e a tendência é a de que Conca permaneça no banco. O único desfalque será o lateral-esquerdo Leandro que está com uma lesão no adutor da coxa direita. O provável substituto será o jovem João Paulo.

Já o Mesquita vai iniciar a Taça Rio reforçado. O meia-atacante Rafael Silva, contratado por empréstimo ao Vasco, poderá fazer sua estréia. Além do lateral-direito Maricá e o zagueiro João Felipe, que cumpriram suspensão automática, na final da Taça Moisés Mathias de Andrade, contra o Americano. Os jogadores realizaram apenas um coletivo nesta semana.

– Estou preparado para entrar, caso o professor precise. Agora é encarar o Fluminense, sem medo – disse Rafael.

Por outro lado, o técnico Rubens Filho ainda não sabe de poderá contar com o zagueiro Alemão, que ainda sente dores no calcanhar do pé direito. O lateral-esquerdo Nill, suspenso, está fora da partida.

FICHA TÉCNICA:
MESQUITA X FLUMINENSE

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 08/03/2009 – 18h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Souza Pinto (RJ)
Auxiliares: Marcos Antônio Santos (RJ) e Luiz Felipe Scofield Guerra Costa (RJ)

MESQUITA: Fernando, Maricá, Alemão (João Filipe), Vinícius e Messias; Haroldo, Yves, André e Fabrício; Ederson e Bruno Carvalho. Técnico: Rubens Filho.

FLUMINENSE: Fernando Henrique , Mariano, Edcarlos, Luiz Alberto e João Paulo; Fabinho, Romeu, Leandro Bomfim e Thiago Neves; Everton Santos e Tartá. Técnico: Gilson Gênio.

março 7, 2009 Posted by | Fluminense | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário