Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Portuguesa x Vasco: clássico na Série B

Times se enfrentam por posições no G4

LANCEPRESS!

Este sábado é dia de festa portuguesa, com certeza. No Canindé, a Lusa recebe o Vasco, às 16h10, em jogo válido pela 17ª rodada da Série B. O Gigante da Colina busca, novamente, assumir a liderança do campeonato, o eu não foi possível com o empate diante do América-RN. Para isso, precisa vencer a Portuguesa, que vem de três derrotas seguidas, e torcer por um tropeço do Atlético-GO. A Lusa, que estreia o técnico René Simões, está na quinta colocação – com 27 pontos – e precisa de um bom resultado para tentar entrar no G4, evitando que o Vasco, com 33, se distancie.

Dorival Júnior, sempre atento aos detalhes da equipe e adotando uma política de mostrar ao time erros e acertos, para buscar o crescimento no jogo seguinte, resolveu barrar Amaral, volante que participou de 14 das 17 partidas do Vasco na competição.

– Tudo é uma situação momentânea. Ele vinha fazendo boas partidas e passava segurança. Nesses últimos três jogos é natural
que tenha dado uma caída. Optei por uma mexida, mas isso nao muda nada, ele continua importante e vai buscar uma nova oportunidade – disse.

Com a ausência de Amaral, Mateus entra no time e joga na lateral-direita. Com a mudança, Alex Teixeira volta à sua posição de origem. Sem contar o desfalque de Aloísio, que foi liberado devido à morte do irmão.

– O Alex está vivendo um grande momento e não posso perdê-lo do meio para frente. Ele jogando como ala é diferente. Se ele vive esse grande momento eu prefiro mantê-lo na frente – explicou o treinador.

Após o treinamento desta sexta-feira, pela manhã, no CT do Palmeiras, Dorival Júnior ressaltou os seus conceitos quanto ao encaminhamento do trabalho à frente do Vasco. Enfrentando muitas lesões e suspensões, o treinador vem mexendo constantemente na equipe, para encontrar a formação ideal para cada jogo. Perguntado se alguém tem vaga garantida, ele foi taxativo.

– Não. Tenho tentado mostrar isso desde o começo do ano. Cada um que brigue pelo seu espaço. Eu acho que é uma necessidade estar sempre alterandoe convivendo com lesões também. Isso é um fato natural. Tem que estar sempre preparado para eventualidades. Mas o grupo é bom, está sempre reforçado pelo crescimento individual de cada atleta. O momento vai definir a melhor formação. Os jogadores se escalam em campo – disse.

Um dia após comemorar o seu aniversário de 89 anos, a Lusa conta com o novo técnico para entrar de vez no G4. No ataque, René ainda não contará com o centroavante Christian, que só deve retornar na próxima rodada, porém Kempes deve estar disponível, após se recuperar de dores musculares na coxa esquerda.

– Eu não sinto mais nenhuma dor e estou bastante confiante. Se o professor René (Simões) me escolher vou fazer de tudo para aproveitar a oportunidade. Será um jogo difícil, mas precisamos da vitória – avisou o centroavante.

Outro que deve retornar à equipe é Preto, que cumpriu suspensão automática. Se por um lado a Lusa conta com o retorno do volante, por outro não terá o lateral direito César Prates, suspenso pelo terceiro amarelo. Em seu lugar, Fernandinho e Simão disputam a posição.

Marco Antônio, com dores na coxa esquerda, é dúvida para o confronto desde sábado.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA X VASCO

Estádio: Canindé, São Paulo (SP)
Data/hora: 15/8/2009 – 16h10 (horário de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Cristhian Passos Sorence (GO) e João Patrício de Araújo (GO)

PORTUGUESA: Fábio; Bruno Rodrigo, Thiago Gomes e Guilherme; Simão, Ygor, Acleisson, Héverton e Anderson Paim, Edno e Dinei (Kempes). Técnico: René Simões.

VASCO: Fernando Prass, Mateus, Vilson, Gian e Ernani; Nilton, Souza, Enrico e Carlos Alberto; Alex Teixeira e Elton Técnico: Dorival Júnior.

agosto 14, 2009 Posted by | Portuguesa, Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vasco, com a estreia de Aloísio, recebe lanterna Campinense

O Vasco, vice-líder da Série B do Campeonato Brasileiro, recebe o Campinense, lanterna da competição (Crédito: LANCENET!)

O Vasco, vice-líder da Série B do Campeonato Brasileiro, recebe o Campinense, lanterna da competição

LANCEPRESS!

O Vasco enfrenta o Campinense, neste sábado, às 16h10, pela 16ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e a grande atração da partida é a estreia do atacante Aloísio, 34 anos, com a camisa cruzmaltina. O atleta, há três meses apenas treinando no clube, vai iniciar o jogo no banco de reservas.

O Gigante da Colina é o segundo colocado da competição, com 29 pontos, três a menos que o líder Atlético-GO, enquanto o time paraibano é o lanterna da disputa, com apenas nove pontos – a primeira equipe fora da zona de rebaixamento, o Vila Nova-GO, tem o dobro de pontos.

Para este confronto, o técnico Dorival Júnior segue sem poder contar com um lateral-direito (Paulo Sérgio e Fágner continuam lesionados) e por isso muda o esquema do seu time. Ele optou por deslocar o meia Alex Teixeira para função e, assim, sai do 4-4-2 para o 3-5-2.

Com a alteração e sem poder contar com o volante Nilton, suspenso, e com o zagueiro Titi, lesionado, outros três atletas entram na equipe: o defensor Gian na zaga; o meia Enrico ganha uma vaga no meio-de-campo; e o atacante Adriano formará dupla de ataque com Elton, com Carlos Alberto sendo recuado.

– A ansiedade é grande. Qual jogador que não quer ver logo a hora de jogar, de estar dentro de campo? É ruim demais ficar fora de campo. Tenho de estar preparado tanto para se começar como para ficar no banco. É estar preparado para ajudar o grupo – destacou Aloísio.

O Campinense, por sua vez, vem de vitória por 4 a 2 sobre o Figueirense – atualmente quinto colocado da Série B -, conquista após uma sequência de quatro derrotas consecutivas na competição. A campanha desequilibrada se mostra ainda no fato de que a equipe não empatou nenhuma partida, assim como o América-RN.

Para o jogo no Rio de Janeiro (RJ) o técnico Freitas Nascimento tem todo o elenco da equipe de Campina Grande (PB), que subiu da Terceira Divisão no Brasileiro passado, disponível.

FICHA TÉCNICA:
VASCO X CAMPINENSE

Estádio: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 8/8/2009 – 16h10
Árbitro: Renato Cardoso da Conceição (MG)
Auxiliares: Helberth Costa Andrade (MG) e Janette Mara Arcanjo (MG)

VASCO: Fernando Prass, Vilson, Amaral e Gian; Alex Teixeira, Souza, Enrico, Carlos Alberto e Ramon; Adriano e Elton. Técnico: Dorival Júnior.

CAMPINENSE: Fabiano, Fábio Santana, Márcio Bahia, Márcio Paraíba e Buick; Charles Vagner, Henrique, Giuliano, Fernandes e Washington; Anderson Oliveira. Técnico: Freitas Nascimento.

agosto 8, 2009 Posted by | Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Juventude e Vasco jogam para engrenar bom momento

Equipe gaúcha tenta se afastar da degola; time carioca mira G4

O Juventude, lutando para se afastar de vez da zona de rebaixamento, recebe o Vasco, que deseja voltar ao G4 da competição (Crédito: LANCENET!)

O Juventude, lutando para se afastar de vez da zona de rebaixamento, recebe o Vasco, que deseja voltar ao G4 da competição

LANCEPRESS!

Juventude e Vasco se enfrentam neste sábado, às 16h10, em Caxias do Sul (RS), pela 15ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, Enquanto a equipe gaúcha procura se afastar definitivamente da zona de rebaixamento, o time carioca tenta garantir seu lugar entre os quatro primeiros colocados.

O Alviverde, 14° colocado, com 16 pontos, está invicto há quatro jogos – dois empates e duas vitórias – e abriu dois pontos de vantagem para o grupo da degola. Por outro lado, são dez pontos a menos que o quarto colocado da competição, o Figueirense.

Após o desgastante empate fora de casa contra o Bahia, 2 a 2, na terça-feira passada, o elenco do Juventude não treinou. O técnico Ivo Wortmann aos poucos esta firmando o seu 3-5-2 e diz ter uma dúvida para escalar o time: Marcos Dener ou Diego Rosa como parceiro de Mendes no ataque.

Já o Vasco, com 26 pontos, ocupa a quinta colocação e restando cinco rodadas para o fim do primeiro turno, busca a regularidade que o mantenha no G4 da Série B. Após a sequência de seis partidas sem vitória, o time engrenou três triunfos, foi derrotado pelo Bahia em Salvador (BA) e derrotou o Fortaleza na jornada passada.

O único problema do técnico Dorival Júnior é na lateral-direita. Sem Paulo Sérgio e Fagner, ambos lesionados, ele improvisa o volante Paulinho na função. Por sua vez, o atacante Elton, artilheiro da equipe na competição, com cinco gols, volta ao ataque para formar dupla com Carlos Alberto após cumprir suspensão automática.

– Joguei duas vezes contra o Ivo (Wortmann) e conheço alguns jogadores do Juventude. Vimos alguns vídeos também. Procurei passar para o grupo o pouco que sei, das características do jogo no Alfredo Jaconi – destacou o lateral-esquerdo Ramon, que foi emprestado pelo Internacional ao Vasco este ano.

FICHA TÉCNICA:
JUVENTUDE X VASCO

Estádio: Alfredo Jaconi, Caxias do Sul (RS)
Data/hora: 1/8/2009 – 16h10
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (FIFA-SP)
Auxiliares: João Bourgalber Nobre Chaves (SP) e Luiz Quirino da Costa (SP)

JUVENTUDE: Juninho, Da Silva, Xavier e Allyson; Jacskson, Tiago Renz, Walker, Zezinho e Ivo; Mendes e Marcos Dener (Diego Rosa). Técnico: Ivo Wortmann.

VASCO: Fernando Prass, Paulinho, Vilson, Titi e Ramon; Amaral, Nilton, Souza e Alex Teixeira; Carlos Alberto e Elton. Técnico: Dorival Júnior.

agosto 1, 2009 Posted by | Juventude, Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Bahia e Vasco, grandes na Série B, jogam por ‘círculo virtuoso’

Tricolor baiano busca o G4; já o Cruzmaltino almeja a liderança

O Bahia, em busca dos primeiros lugares na Série B, recebe o Vasco, que mira a liderança (Crédito: LANCENET!)

O Bahia, em busca dos primeiros lugares na Série B, recebe o Vasco, que mira a liderança

LANCEPRESS!

Bahia e Vasco se enfrentam neste sábado, às 16h10, pela 13ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, com uma meta comum – engrenar um círculo virtuoso -, mas por motivos diferentes.

O Tricolor de Aço, após vencer o Campinense na rodada passada, espera entrar no caminho do G4 da competição; o Cruzmaltino, por sua vez, venceu suas últimas três partidas e mira a liderança.

O Bahia ocupa a 12ª posição na Série B, com 16 pontos. Para o confronto deste sábado, o técnico Paulo Comelli tem apenas um problema: o zagueiro Nen reclama de dores no tornozelo e, mesmo relacionado, não deve atuar.

Por outro lado, na lateral esquerda, Hélder, que veio do Grêmio, deve começar como titular. E o atacante Nadson, há pouco tempo estava no rival Vitória, foi regularizado e fica como opção no banco de reservas.

– Fui recebido com muito carinho pela torcida e por todos aqui no Bahia e estou bastante motivado para jogar e, se possível, já marcar um gol – afirmou Nadson.

No Vasco, em terceiro lugar na Série B, com 23 pontos, o desejo é consolidar o bom momento e alcançar o Guarani, líder da competição com 27 pontos.

Sem o volante Amaral, suspenso, o técnico Dorival Júnior escalou o também volante Ernani, enquanto Robinho volta ao ataque no lugar de Magno. O meia Carlos Alberto, de contrato renovado e suspensão cumprida, fica no banco de reservas.

– Estudamos o time deles com vídeos. Temos que saber que será uma partida muito difícil. O jogo será pegado – destacou o volante cruzmaltino Souza.

FICHA TÉCNICA:
BAHIA X VASCO

Estádio: Governador Roberto Santos (Pituaçu), Salvador (BA)
Data/hora: 25/7/2009 – 16h10
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)
Auxiliares: Carlos Jorge Titara da Rocha (AL) e Ticiana de Lucena Falcão Martins (AL)

BAHIA: Marcelo, Rogério, Evaldo e Menezes; Marcos, Leandro, Elton, Ananias e Hélder; Beto e Reinaldo Alagoano. Técnico: Paulo Comelli.

VASCO: Fernando Prass, Paulo Sérgio, Vilson, Titi e Ramon; Nilton, Ernani, Souza e Alex Teixeira; Robinho e Elton. Técnico: Dorival Júnior.

julho 25, 2009 Posted by | Bahia, Vasco da Gama | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Reservas do Corinthians enfrentam o Furacão

Poupando seus titulares para a Copa do Brasil, Timão pega o Atlético na Arena da Baixada

(Crédito: Allex Ximenez)

LANCEPRESS!

Em busca da primeira vitória diante da sua torcida, o Atlético-PR recebe o Corinthians, nesse sábado, às 16h10, na Arena, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, com mais um objetivo: largar a lanterna da competição.

Com cinco pontos, o Furacão tem dois a menos que o São Paulo, primeiro time fora da zona do rebaixamento.

E, apesar de estar com essa responsabilidade nas costas, o técnico Waldemar Lemos acredita no retrospecto da equipe desde sua chegada (duas partidas, com uma vitória e um empate) para derrotar o clube paulista.

– Se contarmos as últimas duas partidas, disputamos seis pontos e ganhamos quatro. E se tivéssemos ganhado a partida estaríamos em outra posição na tabela. Deixamos escapar dois pontos no segundo finais contra o Palmeiras. Os atletas estão trabalhando muito, se esforçando e já é possível ver frutos dentro de campo – disse o treinador.

Para o confronto, Waldemar não poderá contar com o armador Marcinho, que cumpre suspensão. Por outro lado, o volante Chico retorna à equipe e está confirmado como titular. Dessa forma, o Furacão irá a campo com uma postura mais defensiva, com dois volante e apenas Paulo Baier na armação. Zé Antônio segue como titular na lateral-direita.

Já o Corinthians, está a um jogo de garantir a vaga na Libertadores da América de 2010, ano de seu centenário, e não quer arriscar seus titulares na partida deste sábado contra o Atlético-PR. De olho na segunda partida da final da Copa do Brasil, time de Mano Menezes deve entrar em campo repleto de reservas.

– Nós vamos jogar da mesma forma que jogamos todos os jogos até aqui. Por isso vamos tirar alguns jogadores. Vamos colocar jogadores que estão mais focados para essa partida. Essa é a nossa realidade – afirmou Mano Menezes.

O destaque da equipe será Morais, que acabou de definir sua permanência no Timão, e comandará a equipe. O meia está totalmente recuperado da lesão que sofreu na partida contra o Santos, pelo Campeonato Brasileiro. Naquele jogo, o Corinthians entrou com seu time reserva e Morais foi a principal fonte de jogadas do time alvinegro.

– Sempre quis ficar. Em momento algum pensei em sair do Corinthians. Com um contrato mais longo, agora quero desenvolver o meu melhor. Vou dar meu máximo neste jogo – disse Morais.

O garoto Marcelinho, que fez sua estreia como titular do Corinthians contra o São Paulo, no último domingo, também se animou com a oportunidade de iniciar a partida. Com 17 anos, o atacante brilhou na conquista de Copa São Paulo deste ano, passando pelo mesmo Atlético-PR na final do torneio.

– Jogar no Corinthians é especial. Ficar no banco já está ótimo. Mas saber que vai jogar, claro, é melhor ainda. Caso eu entre mesmo, quero criar dúvidas na cabeça de Mano, mostrando meu melhor futebol – disse o atacante.

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-PR X CORINTHIANS

Estádio: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data/hora: 27/06/2009 – 16:10 (de Brasília)
Árbitro: Claudio Mercante (PE)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock (SC) e Erich Bandeira (PE)

ATLÉTICO-PR: Vinícius, Rhodolfo, Antônio Carlos e Rafael Santos; Zé Antônio, Valencia, Chico, Paulo Baier e Márcio Azevedo; Wésley e Rafael Moura. Técnico: Waldemar Lemos.

CORINTHIANS: Julio Cesar; Renato, Diego e Jean; Diogo, Moradei (Boquita), Jucilei Morais e Wellington Saci; Souza e Marcelinho (Otacílio Neto).
Técnico: Mano Menezes

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 27, 2009 Posted by | Atlético-PR, Corinthians | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Figueirense e Vasco se enfrentam no Sul

Equipes lutam para ganhar posições na tabela da Segunda Divisão

LANCEPRESS!

Figueirense e Vasco se enfrentam neste sábado, às 16h10, no Orlando Scarpelli, pela oitava rodada da Série B. O time da casa não perde para o rival há dois anos (foram dois empates em 2007 e duas vitórias ano passado). E se depender de um jogador em especial esse tabu será mantido. Revelado no clube da Colina, Pedrinho, que defendeu o Vasco por 18 anos, afirma que será especial reencontrar o clube com o qual tem tanta identificação.

– Cheguei aos seis anos de idade e foram diversos títulos. É uma história grandiosa. Espero ter um ótimo desempenho, poder fazer o gol, ajudar o Figueirense a vencer e sempre respeitando a equipe do Vasco – destacou.

Pela primeira vez nesta Série B, o técnico Roberto Fernandes conseguirá repetir a escalação do Figueirense. Sem suspensos e lesionados, todos os jogadores estão à disposição. O zagueiro Toninho foi liberado pelo departamento médico, mas não deve ser titular, já que Fernandes deverá manter o esquema 4-4-2 com João Felipe e Régis na defesa.

Já no Vasco, a ordem é ganhar os três pontos de qualquer maneira. Há quatro jogos sem vencer na Segunda Divisão, o time de São Januário aposta nos gols de Carlos Alberto. Sem o ataque titular – Pimpão está lesionado e Elton, suspenso – o camisa 19 assumiu a responsabilidade de balançar a rede no Orlando Scarpelli.

– Conversamos muito e eu disse a Carlos Alberto que ele pode exercer a função de jogador mais avançado. Ele sabe fazer gols e quem sabe não estaremos encontrando uma grande opção para a nossa equipe? – disse o técnico Dorival Júnior.

Além da dupla de ataque, o técnico vascaíno não contará com Gian, que está machucado. Para o lugar dele, Titi foi escalado. Em compensação, o apoiador Philippe Coutinho, de 17 anos, grande esperança das categorias de base, está confirmado no banco de reservas.

FICHA TÉCNICA:
FIGUEIRENSE X VASCO

Estádio: Orlando Scarpelli, Florianópolis (SC)
Data/hora: 27/6/2009 – 16h10min (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Auxiliares: Marcelo Bertanha Barison (RS) e Paulo Ricardo Silva Conceição (RS)

FIGUEIRENSE: Wilson, Lucas, João Felipe, Régis e Egídio; Roger, Pedrinho, Alê e Fernandes; Rafael Coelho e Schwenck. Técnico: Roberto Fernandes.

VASCO: Fernando Prass, Paulo Sérgio, Vilson, Titi e Ramon; Amaral, Nilton, Léo Lima e Alex Teixeira, Robinho e Carlos Alberto. Técnico: Dorival Júnior.

junho 27, 2009 Posted by | Figueirense, Vasco da Gama | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Barueri recebe o líder do Brasileirão: Atlético-MG

Partida tem como atrativo o duelo entre artilheiros

LANCEPRESS!

O sétimo colocado Barueri, com dez pontos conquistados, recebe o líder isolado Atlético-MG, que soma 17, na Arena Barueri, neste sábado, às 16h10, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

Os dois clubes chegam para esta partida embalados por duas vitórias consecutivas. Os donos da casa bateram Avaí e Cruzeiro. Já o Galo triunfou diante de Náutico e Santos.

Além disso, a Arena Barueri receberá três dos principais artilheiros da atual edição do Brasileiro. Pedrão, anfitrião da tarde e goleador da competição com seis gols, e Éder Luís e Diego Tardelli, ambos do Atlético-MG, com quatro.

O técnico Estevam Soares conta com o atacante Basílio, recuperado de lesão. Já Celso Roth, promove a estreia do zagueiro Alex, além de sacar Thiago Feltri, recolocar Júnior na ala esquerda e escalar novamente o meia Evandro.

O confronto é especial para o zagueiro Leandro Castan, do Barueri. O jogador começou a carreira ainda garoto, nas categorias de base do Atlético-MG, chegando ao clube de Belo Horizonte com apenas 16 anos.

– Cheguei às categorias de base do Atlético em 2003, aos 16 anos. Devo tudo o que aprendi no futebol e na vida a este clube. Cheguei lá menino e saí homem, por isso terei sempre um carinho enorme por ele – comentou Castan.

Já para o goleiro Aranha, o confronto representa um reencontro. No Paulistão, o arqueiro defendia a Ponte Preta, que foi goleada por 5 a 2. Já na decisão do título do interior, Aranha e a Macaca levaram a melhor sobre a Abelha.

– Nós tivemos a felicidade de sair campeão do interior. Agora é outra história, outro clube, mas a dificuldade é a mesma. Muita gente não conhece o time do Barueri, mas quem já jogou em São Paulo sabe que é um clube muito bem estruturado, um estádio belíssimo e um time muito bom – comentou o goleiro.

FICHA TÉCNICA:
BARUERI X ATLÉTICO-MG

Local: Arena Barueri, Barueri (SP)
Data/Hora: 27/6/2009 às 16h10
Árbitro: Pericles Bassols P. Cortez (RJ)
Assistentes: Rodrigo Pereira Jóia (RJ) e Jackson l Massarra dos Santos (RJ)

BARUERI: Renê, Xandão, André Luiz e Leandro Castan; Éder, Ralf, Everton, Thiago Humberto e Márcio Careca; Fernandinho e Pedrão.
Técnico: Estevam Soares.

ATLÉTICO-MG: Aranha, Carlos Alberto, Alex, Werley e Júnior; Jonilson, Renan, Márcio Araújo e Evandro; Éder Luís e Diego Tardelli.
Técnico: Celso Roth.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 27, 2009 Posted by | Atlético-MG, Grêmio Prudente | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Vitória e Botafogo se enfrentam no Barradão

Em momentos distintos, equipes se enfrentam pela sétima rodada do Brasileiro

LANCEPRESS!

Em momentos distintos, Vitória e Botafogo se enfrentam neste sábado, ás 16h10, no Barradão, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O clube baiano tenta se manter na zona de classificação para a Libertadores. Já o alvinegro busca apenas a segunda vitória na competição.

Cientes de que a vitória contra o Santos, na última rodada, foi apenas o primeiro passo para a recuperação no Brasileirão, os jogadores do Botafogo não pensam em empate ou derrota em Salvador.

– Precisamos do resultado e vamos para Salvador para conquistar a vitória. No Brasileiro, é importante manter uma boa sequência. Só assim conseguiremos subir na tabela – ressaltou o zagueiro Emerson.

Para a partida, Ney Franco poderá contar com o retorno de Juninho, suspenso na partida contra o Santos. Porém, o treinador aida não poderá contar com o retorno de Michael, que durante a semana sentiu dores no tendão-de-aquiles da perna esquerda. Batista e Léo Silva serão mantidos entre os titulares.

– Batista fez excelente jogo, Léo Silva e Laio foram bem. Tivemos de mudar a característica sem Maicosuel e com Lucio Flavio. Já fizemos bom jogo contra o Santos, tentar ter a mesma eficiência no próximo jogo.

Pelos lados do Vitória, para enfrentar o Botafogo, o técnico Paulo César Carpergiani fará somente uma modificação: a entrada de Carlos Alberto no lugar do volante Uelliton, expulso contra o Internacional.

– Estava com uma idéia, mas não me agradou e a única ausência que nós vamos ter é Uelliton. Joga Carlos Alberto – disse o treinador.

Carpegiani tentou mais uma vez utilizar o atacante Adriano como ala pela esquerda e não gostou. Como não pode contar com Willian, que desempenhou bem a função contra o Grêmio, nem com o lateral-esquerdo Leandro, cuja documentação não está regularizada, o técnico optou pela escalação de Robson. O técnico quer a equipe bem focada no jogo deste sábado.

– Vamos nos concentrar no Botafogo. Trata-se de um adversário extremamente difícil, que exige muito cuidado e tem grande tradição. Mas estou muito confiante, seguro e vamos entrar procurando os três pontos. Nos jogos em casa temos que fazer pontos – concluiu o técnico do Vitória.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA X BOTAFOGO

Local: Barradão, Salvador (BA)
Data/hora: 20/6/2009 – 16h10 (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)
Auxiliares: Carlos Jorge Titara da Rocha (AL) e Otavio Correia de Araujo Neto (AL)

VITÓRIA: Viáfara, Wallace, Victor Ramos e nderson Martins; Apodi, Vanderson, Carlos Alberto, Leandro Domingues e Robson; Roger e Adriano. Técnico: Paulo César Carpergiani

BOTAFOGO: Renan, Alessandro, Emerson, Juninho e Eduardo; Leandro Guerreiro, Léo Silva, Batista e Lucio Flavio; Laio e Victor Simões. Técnico: Ney Franco

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)
Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 20, 2009 Posted by | Botafogo, Vitória | , , , , , , , | Deixe um comentário

Ceará e Vasco duelam em Castelão lotado

Dorival Júnior tem desfalque de última hora para confronto da segunda rodada da Série B

LANCEPRESS!

A previsão é de casa cheia no Castelão. Neste sábado, às 16h10, Vasco e Ceará voltam a se enfrentar depois de 16 anos. A partida, válida pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, promete agitar Fortaleza. Até sexta-feira, 15 mil ingressos já haviam sido vendidos para o duelo.

Após um empate por 2 a 2 na estreia, contra o Juventude, o Ceará quer a primeira vitória na Série B deste ano. O Vozão espera contar com o apoio da torcida para o confronto contra o time considerado favorito para a conquista da competição.

– No Castelão, quem manda é a nossa torcida. Respeitamos o Vasco, mas nada de ter medo. Eles têm um time bom, mas não é tão forte quanto o Corinthians do ano passado. – Declarou Arlindo Maracanã, uma espécie de coringa do time, que contra o Vasco deve jogar na lateral.

O apoiador Ésley e o atacante André Neles, contratados recentemente para a disputa da Série B, foram regularizados e podem atuar na partida de sábado. Ésley deve começar como titular no lugar de Boiadeiro, já André começa no banco.

Embalado pela festa dentro e fora do gramado na goleada sobre o Vitória, quarta-feira, pela Copa do Brasil, o Vasco recebeu mais uma injeção de ânimo no Nordeste. Cerca de 150 torcedores fizeram recepção calorosa à delegação no aeroporto de Fortaleza. A meta é manter os 100% de aproveitamento depois da vitória sobre o Brasiliense na estreia.

Em campo, porém, o técnico Dorival Júnior não conta com maré tão boa assim. O atacante Rodrigo Pimpão, com dores no joelho direito, está vetado. O seu substituto ainda é uma incógnita. A comissão técnica ainda tenta a escalação de Carlos Alberto. Caso a presença do capitão seja possível, Enrico será escalado no meio e o camisa 19, adiantado para o ataque.

Entretanto, a probabilidade de Carlos Alberto ser poupado para a partida de quarta-feira, contra o Vitória, é grande. Dessa forma, Enrico seria confirmado em seu lugar enquanto Magno e Alan Kardec disputam vaga ao lado de Elton.

– Temos tido bons resultados, mas isso não nos credencia a nada. O Ceará é um time experiente, muito bom. Conhecemos a maioria dos jogadores, ja trabalhei com alguns deles. O Vasco tem de estar bem preparado, tranquilo para fazer uma boa apresentação – disse o técnico Dorival Júnior.

FICHA TÉCNICA:
CEARÁ X VASCO

Estádio: Castelão, Fortaleza (CE)
Data/hora: 15/5/2009 – 16h10min (de Brasília)
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Auxiliares: Erich Nogueira (PE/Fifa) e Ubirajara Ferraz Jota (PE)

VASCO: Fernando Prass, Paulo Sérgio, Vilson, Gian e Ramon; Amaral, Nilton, Léo Lima e Enrico (Carlos Alberto), Magno (Alan Kardec) e Elton. Técnico: Dorival Júnior.

CEARÁ: Marcelo Bonan; Arlindo Maracanã, Fabrício, Erivélton e Fábio Vidal; Michel, João Marcos, Ésley e Geraldo; Preto e Wellington Amorim. Técnico: Zé Teodoro.

maio 15, 2009 Posted by | Ceará, Vasco da Gama | , , , , , , , , | Deixe um comentário

Santos empata e pode se complicar no Paulista

Em partida parelha, nem Neymar conseguiu furar a zaga do Barueri

Kléber Pereira tenta furar o bloqueio do Barueri no empate deste sábado (Foto: Eduardo Viana)

Kléber Pereira tenta furar o bloqueio do Barueri no empate deste sábado (Foto: Eduardo Viana)

LANCEPRESS!

Dessa vez nem Neymar conseguiu dar a vitória ao Santos que saiu apenas com um empate sem gols com o Barueri, na casa do adversário. A velocidade e rapidez dos jogadores ofensivos do Peixe não conseguiram embalar no gramado ruim e molhado da Arena Barueri.

Mesmo depois de perceber que a boa oportunidade seria através de chutes para surpreender o rival, a equipe santista não conseguiu o resultado positivo. E agora? O Peixe se mantém na briga pela quarta colocação do Campeonato Paulista e terá na penúltima rodada do Estadual a chance de passar de fase já que terá o confronto direto com a Portuguesa, atualmente na quinta colocação, empatada em número de pontos com o Santos, mas que ainda entra em campo neste domingo contra o Marília.

O ínicio do primeiro tempo contou com muita vontade do Barueri e mais movimentação do Santos, que se aproveitou da equipe leve e técnica para chegar com mais perigo ao gol do adversário. Foi dessa forma que Neymar conseguiu uma bela falta a favor do Peixe e saiu o gol santista, mas foi anulado pelo bandeirinha que assinalou Fabiano Eller impedido, mesmo não estando na saída da cobrança, já que quem originou o segundo lance foi o próprio jogador do Barueri.

O Barueri também teve um lance duvidoso, Fernandinho sofreu pênalti, mas o juiz Rodrigo Guarizo não marcou e ainda deu um cartão amarelo para o atleta, indicando que ele teria induzido a marcação da penalidade.

Nenhuma das equipes saíram satisfeitas. E os jogadores de ambos os times reclamaram do campo molhado e da dificuldade em chegar à meta adversária.

– O time está bem mais precisa chutar mais ao gol para surpreender o goleiro já que o campo está molhado – advertiu Madson após o término da primeira etapa de jogo.

Assim como já vem se tornando uma rotina nos jogos do Santos, o segundo tempo contou com a melhora do Santos que teve o domínio dos ataques na partida. Mesmo assim o técnico Vagner Mancini não gostou do elenco e tentou movimentar mais o time colocando primeiramente pará pela direita, já que Luizinho pouco subiu ao ataque. Depois foi a vez de sacar o Kléber Pereira, que muito bem marcado, não ajudou o setor ofensivo santista. Por último foi vez do comandante santista ouvir os pedidos da torcida: Molina, que substituiu o garoto Paulo Henrique.

A pressão adiantou mas o resultado não saiu e quem saiu perdendo foi o Santos que batalhou pela vitória para chegar ao G4 do Paulistão. Agora o Peixe torcerá por um tropeço da Portuguesa e tentará definir na próxima rodada contra a Lusa, a vaga para a fase seguinte da competição. O próximo encontro do Santos será na quinta-feira, na Vila Belmiro, às 15h45, contra a Portuguesa. Já o Barueri visita o Santo André, às 21h30, também na quinta-feira.
FICHA TÉCNICA:
GRÊMIO BARUERI 0 X 0 SANTOS

Estádio: Arena Barueri, Barueri (SP)
Data/hora: 28/03/2009 – 16h10 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo do Amaral
Auxiliares: Rafael Luiz da Silva e David Botelho Barbosa
Renda/público: não divulgado
Cartões amarelos: Fernandinho, Esley, Leanderson e Everton (BAR) ; Roni (SAN)

GRÊMIO BARUERI
: Renê; Leanderson, Daniel Marques, Leandro Castan e Márcio Careca; Ralf, Esley (Basílio aos 15’/2ºT), Everton (Júnior aos 37’/2ºT) e Thiago Humberto; Fernandinho e Pedrão (Luís aos 14’/2ºT). Técnico: Estevam Soares.

SANTOS: Fabio Costa; Luizinho (Pará aos 19’/2ºT), Fabão, Fabiano Eller e Triguinho; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Paulo Henrique (Molina aos 27’/2ºT) e Madson; Neymar e Kléber Pereira (Roni aos 24’/2ºT). Técnico: Vagner Mancini.

março 28, 2009 Posted by | Santos | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fla encara o Resende podendo dar o troco

Rubro-Negro precisa da vitória contra algoz da Taça Guanabara

LANCEPRESS!

Como tudo na vida, o Flamengo terá sua segunda chance. Depois de ser eliminado na semifinal da Taça Guanabara pelo Resende, o Rubro-Negro voltará a defrontar este adversário neste sábado, às 16h10, no Engenhão. Os jogadores não disfarçam que a derrota no primeiro turno ainda está presa na garganta e que é hora de dar o troco.

O Flamengo está na segunda colocação do Grupo B, com dez pontos, e precisa urgentemente da vitória para seguir pensando em classificação para a fase decisiva da Taça Rio. O Resende não está bem neste turno – tem sete pontos e está na quarta posição do Grupo A –, mas já cumpriu seu objetivo inicial, que era de se afastar da possibilidade de rebaixamento.

O técnico Cuca tem os retornos de Willians e Leonardo Moura, que cumpriram suspensão no meio da semana. Com isso, a dúvida para escalar o time só aumentou. A boa atuação de Erick Flores contra o Madureira pôs um ponto de interrogação na cabeça do treinador.

Existem três possibilidades de o Flamengo começar jogando. Uma teria a saída de Everton Silva. Sendo assim, Léo Moura voltaria para a lateral e Erick ficaria no meio. A segunda seria a retirada de um volante, recuando Ibson para esta função e tendo Léo Moura e Erick na armação. A última hipótese é a mais simples: Erick voltaria para o banco.

Um charme a mais da partida será o duelo de Josiel com Bruno Meneghel. O camisa 9 rubro-negro tem nove gols no Carioca. O atacante do Resende tem 11 e é o artilheiro da competição.

No Resende, o técnico Roy tem apenas uma dúvida. Bruno Reis é o mais cotado para jogar no meio-de-campo. Hiroshi corre por fora. A grande arma do treinador é a sua dupla de ataque. Ainda mais depois da última rodada, quando o veterano Viola marcou pela primeira vez na competição.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO X RESENDE

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 28/03/2009 – 16h10 (de Brasília)

Árbitro: William Marcelo de Souza Nery
Auxiliares: José Carlos Batista de Arruda (RJ) e Ronaldo Cristino Kenupp (RJ)

FLAMENGO: Bruno, Everton Silva (Erick Flores), Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Aírton (Erick Flores), Willians, Leonardo Moura e Ibson; Zé Roberto e Josiel. Técnico: Cuca.

RESENDE: Cléber, Bruno Leite, Breno, Naílton e Marquinhos; Márcio Gomes, Fred, Bruno Reis (Hiroshi) e Léo; Bruno Meneghel e Viola. Técnico: Roy.

março 27, 2009 Posted by | Flamengo | , , , , , , , | Deixe um comentário