Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

No comando do Avaí, Silas reecontra o São Paulo neste domingo no Sul

Na época de jogador, treinador do time catarinense foi campeão pelo clube paulista. Muricy elogia o ex-atleta e espera jogo duro

Muricy Ramalho faz mistério no São Paulo

O duelo entre Avaí e São Paulo neste domingo, às 16h (de Brasília), na Ressacada, tem um gosto especial para o técnico do anfitrião. Silas, que levou o time catarinense à Série A nesta temporada, defendeu a camisa tricolor, sendo campeão paulista em 1985 e 1987 e do Brasileiro de 1986. Ele enfrentará pela primeira vez o Tricolor como comandante de uma equipe. Apesar dos laços com o time paulista, espera ajudar o Leão de Florianópolis a conquistar o seu primeiro triunfo na competição.

– É um jogo no qual a equipe precisa levantar e ganhar os três pontos. Estamos amadurecendo e, que sabe, não vencemos o São Paulo – ressaltou o comandante do time catarinense.

Muricy não trabalhou com Silas, mas recebeu a visita do técnico novato no ano passado, no CT da Barra Funda, que foi aberto para um treino do Avaí. O comandante tricolor espera mais um jogo difícil neste Brasileiro. O São Paulo está na décima posição, com cinco pontos, conquistando uma vitória em quatro jogos. Já o Leão de Florianópolis está na 15ª colocação, com três pontos.

– Todos os times no começo oscilam um pouco porque estão se ajustando, e o Avaí não é diferente, mas vai se ajeitar. Vai ser um jogo duro, pois o Brasileiro é muito equilibrado. O Silas é um grande cara – elogiou Muricy.

Léo Gago de olho em Marlos

A novidade do time catarinense neste domingo será o retorno do volante Léo Gago, que está recuperado de uma lesão no joelho direito. O jogador será o responsável pela marcação ao meia Marlos, destaque da equipe paulista na vitória sobre o Cruzeiro de 3 a 0, na rodada passada.

Expulso na derrota de 2 a 1 para o Inter, o zagueiro Emerson será o desfalque avaiano. Rafael entra na defesa e atuará com André Turatto e Ferdinando. Evando será o único atacante da equipe, que entrará com o esquema 3-6-1.

Mistério e expectativa pelo 4-4-2

No São Paulo, o técnico Muricy Ramalho não revela o time, como é de costume. Fez um treino secreto nesta sexta-feira e desenhou o que deve colocar em campo. A expectativa é que o treinador utilize o esquema 4-4-2. Marlos já está confirmado na criação das jogadas, mas o comandante não disse se manterá Hernanes no banco, como fez no jogo contra o Cruzeiro. Jorge Wagner, que também foi reserva na rodada passada, tem chances de voltar no meio. Renato Silva, machucado, e Miranda, na seleção, são os desfalques. Com isso, Muricy promoverá a estreia do zagueiro Jean Rolt, que estava na Ponte Preta. Ele fará dupla com André Dias.

– Com dois zagueiros, o Jorge tem que ser meia, porque o forte dele não é a marcação pela lateral, e no 4-4-2 é preciso marcar melhor. Ele rende pelo lado do campo quando jogamos com três zagueiros, pois vem sem marcação – explicou o treinador, dando a entender deve escalar o jogador no meio-campo.

Eduardo Costa e Jean devem formar a cabeça-de-área, com Zé Luis pela lateral direita e Junior Cesar pela esquerda. No ataque, Borges e Washington são os mais cotados. Richarlyson, que foi julgado pelo STJD e pegou um jogo de suspensão, já cumprido, está liberado para jogar neste domingo, mas deve ficar no banco.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 7, 2009 Posted by | Avaí, São Paulo | , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Brasil encara o Uruguai pelas Eliminatórias

Seleção não vence a Celeste Olímpica fora de casa há 33 anos

Kaká chega em Montevidéu: meia ainda não falou com a imprensa (Crédito: CBF)

Kaká chega em Montevidéu: meia ainda não falou com a imprensa (Crédito: CBF)

LANCEPRESS!

A Seleção Brasileira enfrenta o Uruguai neste sábado, às 16h (de Brasília), no Estádio Centenário, em Montevidéu, pela 13ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul.

O Brasil ocupa a segunda colocação nas Eliminatórias, com 21 pontos e três atrás do líder Paraguai. Já o Uruguai está na quinta colocação, com 17.

Além da brava equipe uruguaia, o Brasil joga contra uma escrita de 33 anos sem vencer a Celeste Olímpica em sua casa. A última vez foi no dia 25 de fevereiro de 1976: vitória por 2 a 1, pela Taça do Atlântico e Copa Rio Branco.

O destaque do confronto será o duelo do melhor ataque da competição, o uruguaio (21 gols marcados), contra a melhor defesa, a brasileira (cinco gols sofridos).

Durante a semana de preparação para o duelo, o principal assunto na seleção foi a transferência de Kaká do Milan para o Real Madrid. O jogador, no entanto, preferiu não dar entrevistas.

Para este jogo, Dunga não contará com o lateral-direito Maicon, que se recupera de lesão e ainda não treinou com o grupo. Daniel Alves jogará em seu lugar.

Já o Uruguai terá dois desfalques importantes, ambos por lesão: a do zagueiro e capitão Lugano e do meia Cristian Rodríguez.

FICHA TÉCNICA:

URUGUAI X BRASIL

Estádio: Centenário, Montevidéu (URU)
Data/hora: 6/6/2009 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Saúl Laverni (ARG)
Auxiliares: Gustavo Esquivel (ARG) e Ariel Bustos (ARG)

URUGUAI: Viera, Pereira, Valdez, Godín e Cáceres; Martínez, Pérez, Eguren e Pereira; Suárez e Forlán. Técnico: Oscar Tabárez.

BRASIL: Julio Cesar, Daniel Alves, Juan, Lúcio e Kléber; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano e Kaká; Robinho e Luís Fabiano. Técnico: Dunga.

junho 6, 2009 Posted by | ABC de Natal, America-RN, Atlético-MG, Atlético-PR, Avaí, Bahia, Botafogo, Ceará, Corinthians, Coritiba, CRB, Criciuma, Cruzeiro, Figueirense, Fluminense, Fortaleza, Futebol Sulamericano, Goiás, Grêmio, Internacional, Juventude, Náutico, Palmeiras, Paraná, Ponte Preta, Portuguesa, Santos, São Caetano, São Paulo, Seleção brasileira., Sport, Vasco da Gama, Vila Nova, Vitória | , , , , , , , , | 4 Comentários

Em má fase, São Paulo recebe o pressionado Atlético-PR

As duas equipes perderam na estreia e precisam vencer

Borges forma dupla com Washington

O duelo entre São Paulo e Atlético-PR, neste domingo, às 16h (de Brasília), no Morumbi, marca a necessidade das duas equipes pela vitória. O Tricolor perdeu quatro dos últimos jogos da temporada – dois pelo Paulista, quando foi eliminado pelo Corinthians, um pela Libertadores e na estreia do campeonato nacional, para o Fluminense – e tenta reencontrar o bom futebol. O Furacão também foi batido na primeira rodada pelo Vitória, na Arena da Baixada, amargando o resultado ruim em casa. E ainda passou pela eliminação recente na Copa do Brasil, para o Timão. Os três pontos significam tranquilidade para quem vencer. O canal Premiere exibe ao vivo, e a Rádio Globo SP transmite para São Paulo. O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real.


Muito papo no Tricolor Paulista

No time paulista, a semana começou com conversa. Os jogadores ouviram Muricy Ramalho ressaltar a importância da volta por cima. Depois de mais de duas semanas sem jogar, a equipe perdeu no Maracanã por 1 a 0 e decepcionou. Agora espera que a história seja diferente.

– Entramos com a responsabilidade de vencer, pois não temos conseguido bons resultados. A equipe geralmente perde muito pouco, e em menos de cinco meses fomos derrotados tanto quanto o ano passado todo. Conversamos a respeito e agora precisamos colocar em prática a mudança – explicou o volante Zé Luis.

Mesmo com a derrota por 2 a 0 para os baianos em casa, diante da torcida, o time paranaense merece total atenção de Muricy. O treinador são-paulino prevê um adversário armado por Geninho de forma defensiva.

– O Atlético é um time que fora de casa joga bem fechado. Claro que temos obrigação de ir para cima por jogarmos em casa, mas será um confronto duro como qualquer um do Brasileiro – justificou o comandante.

Muricy tem vários problemas para a partida. Dagoberto e Renato Silva, machucados, estão vetados, assim como André Dias e Jean. Aislan é reserva, mas sente dores lombares e é dúvida. Com isso, o treinador só tem um zagueiro para escalar: Miranda. E deve improvisar Richarlyson ao lado do titular. Zé Luis volta após mais de um mês em recuperação e ocupa a lateral direita. Como a defesa está bastante desfalcada, Eduardo Costa pode ser usado para proteger a zaga, atuando na cabeça-de-área. Sem Dagoberto, Borges volta a formar o ataque com Washington.

– A gente procura tirar o máximo de cada um, mas na defesa é um pouco mais difícil improvisar, pois tem que ter paciência, defender é mais complicado do que atacar. Não é fácil fazer a cabeça do jogador para marcar – explicou o treinador, lamentando a necessidade grande de improvisar.

Estreias pelo Furacão

Recuperado de lesão muscular na coxa esquerda, o zagueiro e capitão Antônio Carlos estreia no Campeonato Brasileiro, assim como o recém-contratado Rafael Miranda, que deixou o Atlético-MG. É pouco provável, mas há a possibilidade de Chico ser adiantado para o meio-campo, e Rafael Santos entrar na zaga rubro-negra. Caso se confirme esta mudança, o garoto Jairo perde a vaga no meio-campo do Furacão.

– Espero poder corresponder às expectativas, fazer aquilo que o Geninho sabe que eu posso fazer e ajudar meus companheiros a fazer um bom jogo. E quem sabe trazer um resultado positivo de lá – disse Rafael Miranda, em entrevista ao site oficial do clube.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 17, 2009 Posted by | Atlético-PR, São Paulo | , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fla foge do treino coletivo, mas está escalado para a decisão

Treinador Cuca não confirma escalação, mas Emerson e Zé Roberto foram os escolhidos para iniciar a final contra o Botafogo

Ampliar Foto Alexandre Cassiano/Globo Alexandre Cassiano/Globo

Cuca instrui os jogadores antes do treino

Os coletes ficaram guardados na tarde desta sexta-feira, no Ninho do Urubu. Nada de trabalho tático ou coletivo no penúltimo treino do Flamengo antes da final do Campeonato Carioca, domingo, contra o Botafogo. O técnico Cuca preferiu exercitar fundamentos. Aliás, um só: as finalizações.

Depois de uma longa conversa no centro do campo e de repetidas rodas de bobo, os jogadores foram divididos em dois grupos para treinar arremates. Escalação? Apenas 45 minutos antes de o clássico começar. No entanto, em conversa com os atletas, o treinador confirmou o ataque com Emerson e Zé Roberto. Recuperado de uma torção no tornozelo direito, Aírton retorna à zaga no lugar de Welinton.

– Eles (jogadores) sabem quem vai jogar. O time está decidido. Mas só vou divulgar um pouquinho antes da partida – despistou o treinador.

O jejum de quatro jogos sem gols dos atacantes parece não incomodá-lo. O comandante do Flamengo classificou as últimas atuações do time como “boas” e lamentou somente a falta de pontaria.

– Não me preocupo com a falta de gols dos atacantes. Criamos 25 chances no último jogo. Só faltou precisão, mas só nos treinamentos é que eles podem pegar essa confiança – explicou Cuca.

O time está escalado com: Bruno; Aírton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Léo Moura, Willians, Ibson, Kleberson e Juan; Zé Roberto e Emerson.

Flamengo e Botafogo decidem o título estadual no próximo domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã.


Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

maio 2, 2009 Posted by | Flamengo | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

De novo com time misto, Inter estreia Alecsandro contra o Caxias

Equipe grená tem remotíssimas chances diante do já classificado Colorado

Ampliar Foto Agência/VIPCOMM Agência/VIPCOMM

Alecsandro: um gol em jogo-treino

O Internacional vai entrar em campo mais uma vez com um time misto neste domingo, quando recebe o Caxias, no Beira-Rio, às 16h (de Brasília), pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Gaúcho. Já garantido com o primeiro lugar da Chave 1, com 17 pontos, invicto, o Colorado apenas espera o adversário das quartas-de-final. A grande atração no Gigante será a estreia do atacante Alecsandro com a camisa colorada.

Do outro lado, com remotas chances, o time grená precisa vencer e torcer para que o Grêmio perca seus dois próximos jogos, que o Canoas só conquiste um ponto dos dois compromissos que ainda tem, e que o São José não ganhe do Veranópolis.O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.

Veja a classificação do Campeonato Gaúcho

O técnico Tite preferiu não usar o termo “revezamento” que foi adotado pelo vice-presidente de futebol Fernando Carvalho, para explicar a equipe mista que empatou sem gols com o Ypiranga na última rodada.

– Isso desvaloriza o grupo de jogadores. Eu falo em oportunidades que estou dando a outros jogadores. O grupo é muito forte – declarou após o treino desta sexta.

A crise com o meia Alex, que andou insatisfeito com as recentes substituições, parece ter estacionado. Tite até elogiou a camisa 10 nos treinos, mas não confirmou se ele estará na equipe domingo.

A novidade fica por conta da estréia do atacante Alecsandro, que deve atuar ao lado de Nilmar, um dos titulares do mistão. Na quinta, o recém-contratado marcou um dos gols da vitória dos reservas colocados por 3 a 0 sobre o Cruzeiro de Porto Alegre.

– Não estou trabalhando apenas para esse jogo de domingo. Se eu tiver a oportunidade de jogar no domingo, vou ficar feliz, mas se não, vou ficar feliz do mesmo jeito – disse o atacante.

No Caxias, parece que a recuperação vai ficar mesmo para o segundo turno. Após a derrota por 1 a 0 para o Avenida, em plano estádio Centenário, seis jogadores foram dispensados: o goleiro Fernando, o lateral-direito Schneider, o zagueiro Emerson, o volante uruguaio Mathias Riquero, o atacante Juliano e o volante e meia Leo Mineiro, a maior surpresa da lista. O técnico Argel disse que já está com reforços em vista.

Ficha do jogo

INTERNACIONAL CAXIAS
Lauro; Bolivar, Índio, Álvaro e Marcão; Sandro, Guiñazu, Magrão e Taison; Alecsandro e Nilmar. Juninho; Tiago Henrique, Zacarias (Ciro), Santín e Aelson; Roberto, Mika, Marielson e Marcus Vinícius; Júlio Madureira e Marcos Denner.
Técnico: Tite. Técnico: Argel.
Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS). Data: 15/02/2009. Árbitro: Fabrício Neves Corrêa. Auxiliares: Cristiano Arlei Hennig e Carlos Alberto dos Santos Bittencourt.
Transmissão: O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.

Primeiro turno – oitava rodada (horário do Brasília)
Domingo, 15/02
16h – Avenida x Grêmio
16h – Internacional SM x Santa Cruz
16h – Esportivo x Canoas
16h – Novo Hamburgo x Sapucaiense
16h – Veranópolis x São José POA
16h – Internacional x Caxias
16h – Juventude x São Luiz
20h30m – Brasil de Pelotas x Ypiranga

fevereiro 14, 2009 Posted by | Internacional | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Grêmio visita Avenida no primeiro de dois jogos decisivos no turno

Time de Santa Cruz do Sul precisa vencer o Tricolor e secar os adversários

Ampliar Foto Reprodução/Site Oficial do Grêmio Reprodução/Site Oficial do Grêmio

Tcheco: ideia é evitar Gre-Nal antecipado

O Grêmio faz a primeira de duas partidas decisivas do primeiro turno do Campeonato Gaúcho na tarde deste domingo, às 16h (de Brasília), no estádio dos Eucaliptos, em Santa Cruz do Sul.

Em quarto lugar na Chave 1, com dez pontos, no limite da zona de classificação às quartas-de-final, o Tricolor pode permanecer no mesmo lugar ou até mesmo pular para a liderança, dependendo dos resultados de Ypiranga, Santa Cruz e São Luiz, que também jogam fora de casa contra Brasil de Pelotas, Inter de Santa Maria e Juventude, respectivamente. O outro jogo do Tricolor é nesta terça, diante do Brasil, no estádio Olímpico.

A equipe anfitriã também está na briga. Em quarto na Chave 1, precisa vencer e torcer para que Veranópolis ou Esportivo tropece diante de São José e Canoas. Em caso de empate ou derrota, depende dos resultados dos outros e ainda ficar de olho no Juventude.

A RBS TV exibe a partida ao vivo para o estado do Rio Grande do Sul. O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.

Veja a classificação do Campeonato Gaúcho

Com a estreia na Taça Libertadores se aproximando (dia 25, contra o Universidad de Chile, no Olímpico), o ideal para o Grêmio seria uma confortável classificação em primeiro lugar na chave. Se terminar em quarto, será obrigado a re-encontrar o arquirrival Internacional nas quartas. E pior: dentro do Beira-Rio.

– Queremos evitar este Gre-Nal antecipado, pois a data vai coincidir com a nossa estreia na Libertadores. Mesmo que Federação adie o clássico em 48 horas, ainda estaremos desgastados – disse Tcheco ao Zero Hora.

O técnico Celso Roth deu todos os sinais de que vai manter o esquema 3-6-1, com Alex Mineiro na frente, embora Jonas e Herrera tenham entrado bem na vitória por 2 a 0 sobre o Juventude. Diogo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, está fora, e Adilson será seu substituto.

– Estamos chegando com muita gente de qualidade ao ataque. Confio neste esquema e a minha ideia é testá-lo até a nossa estreia na Libertadores – disse Roth.

Ficha do jogo

AVENIDA GRÊMIO
Nicolas; Alexandre Bindé, Rodrigo Santos, Rudi e Rodrigo Ramos; Bocha, Carlos Alberto, Carlos Eduardo e Leandro Alves; Alexandre e Anderson Catatau. Victor; Léo, Rever e Rafael Marques; Ruy, Adilson, Willian Magrão, Tcheco, Souza e Jadílson; Alex Mineiro.
Técnico: Beto Campos. Técnico: Celso Roth.
Estádio: Eucaliptos, em Santa Cruz do Sul (RS). Data: 15/02/2009. Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva. Auxiliares: Alexandre Kleiniche e José Inácio de Souza.
Transmissão: A RBS TV exibe a partida ao vivo para o estado do Rio Grande do Sul. O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.

Primeiro turno – oitava rodada (horário de Brasília)
Domingo, 15/02
16h – Avenida x Grêmio
16h – Internacional SM x Santa Cruz
16h – Esportivo x Canoas
16h – Novo Hamburgo x Sapucaiense
16h – Veranópolis x São José POA
16h – Internacional x Caxias
16h – Juventude x São Luiz
20h30m – Brasil de Pelotas x Ypiranga

window.google_render_ad();

fevereiro 14, 2009 Posted by | Grêmio | , , , , , | Deixe um comentário

Ney ainda não definiu substituto de Maicosuel

Ney ainda não definiu substituto de Maicosuel

Treinador avisou que escalação só sairá minutos antes do clássico

Ney Franco ainda não definiu substituto de camisa 10

Ney Franco ainda não definiu substituto de camisa 10 (Crédito: Ricardo Cassiano)

LANCEPRESS!

O treinador do Botafogo, Ney Franco, ainda não definiu o substituto
do meia Maicosuel para o clássico do próximo domingo contra o Flamengo,
às 16h (de Brasília), no Maracanã. O camisa número 10 do Alvinegro foi
expulso na partida da última quinta-feira contra o Friburguense após
uma troca de empurrões com o volante Cássio, no final da partida em que
o time vencia por 5 a 1.

– Ainda não defini o subtituto do
Maicosuel, haverá um trabalho tático neste sábado. Prefiro não me
precipitar, não passar nada errado para o torcedor – disse.

Ney está disposto a manter o mistério e afirmou que só irá revelar a escalação da equipe, minutos antes da partida no Maracanã.

– A escalação só será divulgada no Maracanã – finalizou.

fevereiro 13, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , | Deixe um comentário

Reformulado, Glorioso 2009 enfrenta o Boavista de olho em mais uma decisão

Alvinegro dá largada neste sábado à temporada com muitas caras novas no elenco, mas ainda sob o comando do remanescente treinador Ney Franco

O Botafogo inicia neste sábado a luta para chegar à terceira final seguida do Campeonato Carioca. A equipe começa a sua trajetória por Saquarema, onde enfrenta o Boavista, às 16h (de Brasília), pela primeira rodada da Taça Guanabara. O Alvinegro terá uma equipe reformulada, mas ambiciosa. O objetivo será, agora, conquistar o título que deixou escapar nos dois últimos anos. O Premiere transmite a partida ao vivo, e o GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real.

O jogo deste sábado será o primeiro contato da torcida com um time bem diferente daquele que ela acostumou a ver nos últimos dois anos. Dos que terminaram 2008 como titulares, estarão em campo apenas o goleiro Renan, o lateral-direito Alessandro, o volante Leandro Guerreiro e o meia Lucas Silva. A maioria da equipe principal é composta por caras novas.

Até mesmo o esquema tático mudou. Ney Franco optou por uma formação no 3-5-2, com Leandro Guerreiro atuando como líbero. No meio-campo, ao lado de Lucas Silva, Maicosuel terá a missão de municiar os atacantes Diego e Victor Simões, um dos destaques da pré-temporada que durou duas semanas e aconteceu no Caio Martins, em Niterói.

Ampliar Foto Jorge William/O Globo Jorge William/O Globo

Ney Franco orienta os jogadores que formam o novo Botafogo

É no setor ofensivo, aliás, que o Botafogo terá o seu único desfalque. Reinaldo, um dos principais jogadores do elenco, sofreu um estiramento na coxa direita durante o jogo-treino contra o Olaria, na última quarta-feira. Esse fato gerou frustração, mas não diminuiu o otimismo de Ney Franco. Ele confia na boa atuação da equipe, embora saiba que o entrosamento ainda não é o ideal.

– Peço paciência à torcida, porque são normais as dificuldades neste início de temporada. Ainda buscamos a melhor forma física e técnica, o que acontecerá apenas com a sequência de jogos. De qualquer forma, isso não mudará nosso objetivo, que será sempre o de vitória.

No Botafogo, clube tão apegado à tradição, até mesmo a nostalgia tem gosto de novidade. A partida contra o Boavista também marcará a volta de um velho conhecido. Juninho, que passou o ano de 2008 no São Paulo, estará de volta ao comando da zaga, conquistando o status de capitão.

– Dá um frio na barriga só de pensar em voltar a disputar o Campeonato Carioca. Contamos com o apoio da torcida, e vamos superar a falta de entrosamento com muita garra – prometeu o zagueiro.

Mesmo sem medalhões, Boavista mostra confiança

Ampliar Foto Agência/Globo Agência/Globo

Juninho retorna ao Botafogo após um ano atuando pelo São Paulo

O Boavista também apresenta muitas caras novas para o Campeonato Carioca. Mas algumas das mais famosas, como o zagueiro Gustavo e o volante Cocito (ambos campeões brasileiros pelo Atlético-PR, em 2001), não poderão atuar, pois ainda recuperam a forma física. De qualquer forma, a equipe de Saquarema conta com o alçapão do Estádio Elcyr Resende de Mendonça, onde derrotou o Botafogo em 2007, acabando com as chances do Alvinegro de chegar à semifinal da Taça Guanabara.

O técnico Júlio Marinho tem apenas uma dúvida no time titular. Pessanha, ex-Internacional, e Juan disputam uma vaga na defesa. Mesmo assim, o comandante do Boavista acredita num bom desempenho de sua equipe na primeira rodada e no restante do Campeonato Carioca.

– O jogo de estreia é sempre mais complicado, mas estou confiante de que faremos uma boa partida, principalmente por estarmos jogando no nosso estádio. O Botafogo montou um elenco forte também e será um adversário difícil. Acredito que o ponto forte deles será o conjunto. O que as pessoas podem esperar do Boavista no Campeonato Carioca é um time competitivo e com vontade de vencer – afirmou Júlio Marinho.

BOAVISTA BOTAFOGO
Erivélton, Rogério Rios, Pessanha (Juan), Santiago e Hamilton; Thiaguinho, Alexandre Silva, Bruno Moreno e Têti; Tony e Roberto Santos. Renan, Emerson, Leandro Guerreiro e Juninho; Alessandro, Léo Silva, Lucas Silva, Maicosuel e Eduardo; Diego e Victor Simões.
Técnico: Júlio Marinho. Técnico: Ney Franco.
Estádio: Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema (RJ). Data: 24/01/2009. Árbitro: Marcelo de Souza Pinto. Auxiliares: Jackson Lourenço Massara dos Santos e Marcos Antônio Bastos Júnior.
Transmissão: O Premiere, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o país.
Tempo Real: O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partir de 16h (de Brasília)

janeiro 24, 2009 Posted by | Botafogo | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário