Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Animado e cauteloso, Botafogo encara Atlético-MG, no Engenhão

Bom retrospecto do Glorioso e fase de evolução empolgam, mas não iludem

Reestreia de Maicosuel em casa, clube em crescente na tabela, volta de Loco Abreu ao grupo e Jobson em grande fase. Resultado: torcida do Botafogo animada e promessa de casa cheia para o duelo deste sábado contra o Atlético-MG, às 18h30, no Engenhão, válido pela 13ª rodada do Brasileiro.

Para animar ainda mais o público da casa, nas últimas 17 partidas entre Bota e Galo, os mineiros saíram como vencedores apenas uma vez.

Apesar de apontados como candidatos às vagas para a Libertadores e até mesmo ao título, os dois clubes são se encontram entre os líderes. Antes de ganhar o Vitória, na rodada anterior, o Glorioso estava há oito jogos sem triunfar na competição e agora é o 10º colocado. Já o Galo se encontra na 19ª posição. Além das cores, os alvinegros estão iguais na meta, que é levar os três pontos para subir.

TUDO PARA MELHORAR AINDA MAIS NO BOTAFOGO

Mesmo com as estatísticas favoráveis, os jogadores do Botafogo pregam cautela e respeito ao adversário. Com o elenco quase todo disponível ao técnico Joel Santana, a semana no Glorioso foi de treinos fechados e escalação escondida.

De praticamente certo, apenas o desfalque do zagueiro Antônio Carlos, que fraturou o nariz no último jogo e deve dar lugar para Danny Morais. Para o lateral-esquerdo Marcelo Cordeiro, todos os artifícios são válidos para não vacilar.

– Vanderlei Luxemburgo (técnico do Atlético-MG) “só” venceu cinco Brasileiros. Ele é um grande estrategista, mas também temos o nosso. Joel não vai dar armas ao adversário. Em jogos assim um detalhe decide. Esconder a escalação não vai nos dar a vitória, mas pode ser uma surpresa importante para o inicio do jogo – disse.

Na expectativa pelo retorno ao estádio alvinegro, Maicosuel convocou a torcida e destacou que pode fazer a diferença, apesar da qualidade atleticana:

– Acho que todo mundo sabe o que posso render pelo Botafogo. Diante do Atlético-MG espero finalmente fazer o que sei de melhor. A equipe deles é qualificadíssima, mas em casa temos que impor nosso ritmo. Espero que o Engenhão fique lotado e conto com o público.

PARA APAGAR TUDO, GALO

A recuperação do Atlético-MG no Brasileiro passa pelo encerramento de um jejum que já dura mais de dez anos. O Galo não vence o Botafogo, no Rio de Janeiro, desde 1999. Naquela ocasião o time mineiro goleou o carioca pelo placar de 5 a 1.

O Atlético-MG vem de derrota no clássico contra o Cruzeiro por 1 a 0, mesmo jogando com a Arena do Jacaré tendo apenas torcedores alvinegros. A equipe não marca um gol sequer nos últimos 353 minutos em que esteve em campo.

A tarefa é das mais complicadas e como a fase não é boa, por lesão no joelho esquerdo o Galo perdeu Daniel Carvalho, seu principal jogador atualmente. Ele deve ficar parado por aproximadamente um mês. Para o lugar do meia-atacante, Luxemburgo teria Neto Berola.

Mas a zica que toma conta do Galo não dá trégua e o baiano foi suspenso por dois jogos em julgamento nesta sexta-feira e só poderá atuar no próximo jogo. Na zaga, Jairo Campos é desfalque por conta de dor muscular e deve dar lugar a Werley.

De positivo no momento tem sido o goleiro Fábio Costa. O camisa 13 vem reencontrando a melhor forma técnica e fechando o gol atleticano. Ele espera que a reação da equipe venha a acontecer já neste sábado, mesmo jogando fora de casa.

– Temos a oportunidade de buscar uma vitória fora de casa, coisa que não conseguimos no campeonato. E, acima de tudo, temos de buscar os três pontos, independentemente de jogarmos bem ou mal – afirmou Fábio Costa.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO X ATLÉTICO-MG

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 7/8/2010 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS)
Auxiliares: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Julio Cesar Rodrigues Santos (RS)

BOTAFOGO: Jefferson, Leandro Guerreiro, Fábio Ferreira e Danny Morais; Alessandro, Somália, Marcelo Mattos, Maicosuel e Marcelo Cordeiro; Herrera e Jobson. Técnico: Joel Santana.

ATLÉTICO-MG: Fábio Costa, Diego Macedo, Cáceres, Werley e Fernandinho; Zé Luis, Serginho, João Pedro e Ricardinho; Diego Souza e Diego Tardelli. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

agosto 7, 2010 Posted by | Atlético-MG, Botafogo | , , , | Deixe um comentário