Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Roth faz mistério e não divulga time titular

Treinador não quer dar armas ao Botafogo

Celso Roth não quis anunciar o time titular do Atlético-MG (Crédito: GIL LEONARDI)

Celso Roth não quis anunciar o time titular do Atlético-MG

LANCEPRESS!

O técnico Celso Roth segue em busca da melhor formação do time atleticano que enfrentará o Botafogo, amanhã, no Mineirão. Na tarde desta sexta-feira, o comandante alvinegro dirigiu mais um treinamento tático na Cidade do Galo.

Durante o trabalho, o treinador fez algumas modificações. Em relação ao time que treinou na quinta-feira passada, a principal novidade foi a volta de Júnior ao meio-de-campo. Com isso, o garoto Renan Oliveira começou na reserva e o lateral-direito Marcos Rocha foi improvisado no lado esquerdo do campo.

Porém, com os decorrer da atividade, Júnior voltou à lateral esquerda e Renan Oliveira deixou a formação reserva para reassumir o posto de criador de jogadas no meio. A tendência é a de que a jovem revelação vinda das categorias de base seja titular no jogo de amanhã.

Ao término do treinamento, Celso Roth repetiu uma prática que pode ser notada às vésperas das partidas. O treinador reuniu o time titular no meio-de-campo, conversou com os jogadores e Renan Oliveira esteve presente.

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

julho 4, 2009 Posted by | Atlético-MG | , , , , | Deixe um comentário

Revanche e tabu em jogo no Morumbi

São Paulo não vence o Santo André há quatro anos. Na última partida, 2 a 0 pelo Paulistão 2009

Empatados com seis pontos, equipes querem voltar a soma três pontos no Campeonato Brasileiro (Créditos: Ricardo Araújo)

Empatados com seis pontos, equipes querem voltar a soma três pontos no Campeonato Brasileiro (Créditos: Ricardo Araújo)

LANCEPRESS!

Após o empate de 0 a 0 diante o Avaí, na última rodada do Campeonato Brasileiro, o São Paulo vê no jogo diante o Santo André, amanhã, às 18h30, no Morumbi, a chance de melhorar sua posição na competição, por fim a um incômodo tabu e, principalmente, chegar fortalecido para o confronto decisivo contra o Cruzeiro, pela Copa Libertadores.

Apesar do 14º lugar na classificação do Brasileirão, a equipe do Grande ABC chega para a partida com um favorável retrospecto. Há quatro anos o Santo André não sabe o que é perder para o São Paulo, atual 12º colocado. A última vitória do Tricolor aconteceu em 2005, no Campeonato Paulista. Desde então, o Ramalhão soma duas vitórias e um empate nos duelos contra o atual tricampeão brasileiro.

Pelo Paulistão deste ano, a equipe liderada pelo ex-corintiano Marcelinho Carioca novamente aprontou para cima de Rogéria Ceni e companhia. Além de perder o confronto por 2 a 0 em pleno Morumbi, a derrota também custou a perda da invencibilidade são-paulina de 22 jogos, que durava desde o Brasileirão de 2008. Para o meio-campista Hernanes, a conquista dos três pontos contra o Santo André é fundamental.

– Eles [Santo André] vieram aqui, meteram duas tacas [gols] e trouxeram problemas pra gente. Vai ser um jogo bom porque a equipe está se encontrando de novo e uma vitória vai nos deixar fortalecidos para o jogo contra o Cruzeiro – ressaltou o camisa 10 tricolor.

Empatados com os mesmos seis pontos no Campeonato Brasileiro (ambos com uma vitória, três empates e uma derrota), os dois times têm desfalques importantes para o jogo. A equipe de Muricy Ramalho não poderá contar com o lateral Zé Luis, suspenso. A novidade fica por conta do provável retorno de Eduardo Costa.

Já o técnico Sérgio Guedes tem duas grandes baixas. São elas: o lateral-esquerdo Gustavo Nery, submetido a uma artroscopia no joelho esquerdo, e o atacante Nunes, suspenso. Em compensação, o boliviano Pablo Escobar, que defendeu sua seleção nas Eliminatórias para a Copa do Mundo 2010, e Marcelinho Carioca, após cumprir suspensão na última rodada contra o Santos, retornam ao time.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO X SANTO ANDRÉ

Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/hora: 13/6/2009 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Guilherme Cereta de Lima (SP)
Auxiliares: João Bourgalber Nobre Chaves (SP) e Giovani Cesar Canzian (SP)

SÃO PAULO: Denis; Arouca, Jean Rolt, André Dias e Junior Cesar; Jean, Eduardo Costa, Hernanes e Marlos; Borges e Washington. Técnico: Muricy Ramalho.

SANTO ANDRÉ: Neneca; Cicinho, Cesinha, Marcel e Arthur; Fernando, Ricardo Conceição, Marcelinho Carioca e Élvis; Pablo Escobar e Antônio Flávio. Técnico: Sérgio Guedes

Sport West - Loja do Grupo Esportes Oeste (Loja Credenciada da Nike.com)

junho 13, 2009 Posted by | São Paulo | , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Welton Felipe e Tardelli já estão em Uberlândia

Jogadores se apresentaram ao grupo do técnico Emerson Leão

Diego Tardelli é o artilheiro do Campeonato Mineiro com 11 gols

LANCEPRESS!

Welton Felipe e Diego Tardelli já estão no Triângulo e participaram de uma atividade na tarde desta quinta-feira. O Galo treinou no CT do Uberlândia e voltará a realizar um trabalho na manhã desta sexta, no Parque do Sabiá, quando Emerson Leão deverá definir a equipe que enfrentará o Uberaba, amanhã, pelas quartas-de-final do Campeonato Mineiro.

Com a presença dos dois jogadores, que estavam suspensos no jogo de quarta passada, o grupo atleticano no Triângulo conta com 22 integrantes. O técnico Emerson Leão não tem nenhum problema relativo à suspensão ou lesão para a partida de amanhã.

Tardelli é o artilheiro do Campeonato Mineiro com 11 gols e já marcou 15 na atual temporada. Welton Felipe é titular da defesa atleticana e já iniciou 12 partidas em 2009.

março 27, 2009 Posted by | Atlético-MG | , , , , , , , | Deixe um comentário

R9 quer manter tradição de marcar em clássicos

Ronaldo já jogou contra o Palmeiras, mas não marcou gol. Pelo Corinthians, quer manter a tradição de artilheiro de derbis

Mal estreou pelo Corinthians e Ronaldo já está prestes a fazer seu primeiro clássico pelo Timão, amanhã, diante do Palmeiras.

E, se é clássico, é sinônimo de gol para R9! O retrospecto do Fenômeno contra os principais arquirrivais de seus ex-clubes é animador para a torcida corintiana. Ronaldo sempre marcou contra eles.

Seja por Cruzeiro, PSV Eindhoven (HOL), Barcelona (ESP), Internazionale (ITA), Real Madrid (ESP) ou Milan (ITA), o R9 deixou sua marca em pelo menos um dos duelos diante dos principais rivais: Atlético-MG, Ajax, Real Madrid, Milan, Barcelona e Inter, respectivamente (veja mais ao lado).

No total, foram 25 clássicos disputados por Ronaldo, que marcou em 15 oportunidades – média de 0,6 gol por jogo. O aproveitamento do craque no que diz respeito a resultado, porém, é apenas regular: oito vitórias, nove empates e oito derrotas – 44% dos pontos disputados.

Chegou a hora de desempatar.

Desempatar e desencantar contra o Palmeiras. Sim, porque em dois jogos contra o Alviverde, pela Libertadores, passou em branco.

As partidas aconteceram há 15 anos, em março de 1994. Ainda menino franzino, com 17 anos, Ronaldo defendia o Cruzeiro e nos dois confrontos não fez gol. No primeiro duelo, em 2 de março, no Parque Antarctica, os mineiros saíram derrotados: 2 a 0 para o Palmeiras.

No outro jogo, no Mineirão, a Raposa deu o troco: 2 a 1. Estas partidas faziam parte da primeira fase do torneio. Os dois times se classificaram para as oitavas-de-final.

Algumas curiosidades marcaram estes confrontos. Vanderlei Luxemburgo – único treinador a comandar o Fenômeno em um clube e na Seleção – era o técnico do Palmeiras. Antônio Carlos, vilão da polêmica balada de R9 em Presidente Prudente, estava na zaga do time alviverde e marcou Ronaldo.

março 7, 2009 Posted by | Corinthians | , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário