Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Em clima de nostalgia, Fogão enfrenta Santos

Sem Pereira e Eller, mas com Fábio Costa, Santos encara Botafogo com Carlos Alberto e Jorge Henrique

Botafogo e Santos foi o grande clássico do futebol brasileiro na década de 60. Hoje, isso mudou, mas ainda é considerado um grande jogo. Em clima de nostalgia, já que Garrincha receberá diversas homenagens pois completaria 75 anos caso estivesse vivo, os times se enfrentam neste sábado, às 18h20, no Engenhão.

Confira as emoções desse e dos demais jogos do Brasileiro em tempo real no PORTAL FUTEBOL!

De um lado, a confiança do Botafogo aumentou após Carlos Alberto e Jorge Henrique conseguirem um efeito suspensivo, no qual podem atuar até a data do julgamento no Pleno do STJD. Em primeira instância, o apoiador recebeu oito jogos de gancho por ter apalpado as nádegas de Réver, do Grêmio, enquanto o atacante tomou uma punição de 120 dias.

– Eles são jogadores muito importantes porque, além da qualidade e da experiência que trazem, são mais duas opções no time e no banco de reservas. Já que vinham jogando e em boa fase, têm tudo para fazer boa partida e nos auxiliar a conseguir os três pontos – vibrou o técnico Ney Franco, que considera o jogo especial porque sua estréia foi justamente contra o Santos.

Assim, os desfalques serão Zé Carlos, suspenso, e Alessandro e Castillo, machucados.

O Botafogo fará uma grande festa no Engenhão para homenagear Garrincha, com seus ex-companheiros de clube e familiares. Para mobilizar a torcida, há uma promoção de ingressos, com o mais barato custando R$ 8, sendo que há meia-entrada.

Já a reação do Santos no Brasileiro é lenta e pára sempre que joga fora de casa. Neste sábado o time ficará órfão não só de sua torcida, como também do artilheiro Kléber Pereira mas tem o retorno de Fábio Costa no gol para tentar superar o Botafogo.

Com apenas uma vitória longe da Vila Belmiro, contra o Inter, no primeiro turno, o time ficará sem seu goleador. Pereira já balançou as redes 20 vezes no torneio, 19 delas na alçapão, mas cumpre suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo e não joga.

O substituto deve ser Lima, que volta a ter oportunidade após meses amargando o banco de reservas. Apesar de marcar nas primeiras partidas que fez pelo clube, pela Copa Libertadores da América, ainda não tem gol no Brasileirão e pode acabar com o jejum no fim de semana.

Outro que volta a ganhar nova chance é o zagueiro Adaílton, que substitui Fabiano Eller, expulso contra o Grêmio. O jogador foi titular do Santos durante grande parte da temporada passada, mas após seguidas lesões, perdeu espaço para Eller e Domingos.

A lista de novidades termina com Fábio Costa. O goleiro não defende o Peixe há três meses. O último jogo foi justamente contra o Botafogo, cujo placar terminou empatado por 2 a 2. após se recuperar de grave lesão, o jogador retoma o lugar ocupado por Douglas e Felipe quando esteve afastado.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS X BOTAFOGO

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 18/10/08, às 18h20
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (FIFA/RS)
Assistentes: Roberto Braatz (FIFA/PR) e Carlos Berkenbrock (SC)

BOTAFOGO: Renan, Thiaguinho, Renato Silva, Andre Luis e Triguinho; Diguinho, Túlio, Lucio Flavio e Carlos Alberto; Jorge Henrique e Wellington Paulista. Técnico: Ney Franco.

SANTOS: Fábio Costa, Wendel, Adaílton, Domingos e Kléber; Rodrigo Souto, Roberto Brum, Bida e Molina; Lima e Cuevas. Técnico: Márcio Fernandes.

outubro 18, 2008 Posted by | Botafogo, Santos | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Adaílton preparado para assumir vaga de Eller

Zagueiro deve fazer seu primeiro jogo no Brasileiro, sábado contra o Botafogo

A dúvida de Márcio Fernandes sobre quem será o substituto de Fabiano Eller, suspenso, parece ter acabado. Adaílton deve mesmo ser o parceiro de Domingos na zaga santista para a partida contra o Botafogo no próximo sábado, no Rio de Janeiro.

No jogo treino entre Santos e Paulista nesta quarta-feira, no CT Rei Pelé, o jogador participou de todo o primeiro tempo da partida, assim como os titulares da equipe. Adaílton ficou entusiasmado com o próprio rendimento em campo.

– Eu fiquei muito feliz. Já voltei a dar uma chegadinha, ganhei várias bolas. Na verdade, não perdi nenhuma nesse jogo. Isso me deu ainda mais confiança para a partida de sábado, garante.

Adaílton não atua desde o final de fevereiro deste ano, quando rompeu o ligamento cruzado no final da partida entre Santos e Guarani, na Vila Belmiro, pelo Paulistão. Quando se preparava para retornar em junho, Adaílton sofreu uma contusão no mesmo joelho operado durante um treinamento e precisou passar por uma artroscopia.

Depois de muito tempo afastado, Adaílton, que foi recontratado pelo clube em janeiro, após saída de Betão – está ansioso para fazer sua estréia no Campeonato Brasileiro, a nove rodadas para o fim do torneio.

– Estou com aquele sentimento de estrear no profissional. Com muita vontade, mas dentro da racionalidade, para que também não exista um exagero da minha parte. Tenho certeza que darei mais de 100%. Até porque, esse sempre foi o meu lema.

outubro 15, 2008 Posted by | Santos | , , , , , , | Deixe um comentário