Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Santos vence Corinthians e é campeão paulista pela 19ª vez


Arouca e Neymar garantem vitória por 2 a 1 na Vila Belmiro

A Vila Belmiro está em festa. Santos é só alegria. Na sua casa, o Peixe venceu o Corinthians por 2 a 1, neste domingo, e conquistou seu 19º Campeonato Paulista. Arouca fez o seu sonhado gol do título, mas Neymar não queria ficar fora da festa. O craque santista contou com a colaboração de Julio Cesar para decidir o jogo.

Após 50 anos, o estádio que consagrou o Rei Pelé voltou a ser palco de uma decisão e o Santos pôde voltar a erguer uma taça em sua casa. O Peixe já era o atual campeão e conseguiu o bi. Nos últimos seis anos, o clube conquistou o título por quatro vezes.

O jogo começou e não demorou para o Santos impor seu ritmo. Léo teve grande chance, mas a bola passou por cima. O desejo de sair na frente do placar poderia ter sido concretizado com Zé Eduardo, que balançou as redes de Julio Cesar, aos 14. Porém, a auxiliar Tatiane Camargo assinalou corretamente o impedimento do atacante, que parece viver um pesadelo há 13 jogos sem marcar.

Porém, a tarde não era de pesadelo para o Peixe. Muito pelo contrário. O sonho de Arouca se transformou em realidade aos 16 minutos. Desde que chegou ao clube, nunca tinha feito um gol. A obsessão era tamanha que o pensamento vinha até quando ele estava dormindo. O volante aproveitou passe de Zé Love, tocou na saída de Julio Cesar e abriu o caminho para o título.

O time de Muricy Ramalho dominava todas as ações da partida. Arouca por pouco não fez o segundo. Ele pegou um rebote e acertou a trave. Se a bola entrasse, o camisa 5 teria a certeza de que estava sonhando.

Em decisões de campeonato não se pode perder gols, como fez Neymar no fim da primeira etapa. Jorge Henrique foi outro. O intervalo se aproximava e o Corinthians só incomodou com o camisa 7. Sozinho na pequena área, ele não conseguiu desviar cruzamento de Chicão. Jorge foi o único a assustar o goleiro santista Rafael, já que tinha finalizado com perigo logo após o o gol de Arouca.

Veio o segundo tempo e Tite fez a sua tradicional alteração. Dentinho esteve sumido durante os primeiros 45 minutos e Willian, o talismã da equipe, entrou em seu lugar. E, com menos de 15 minutos, o substituto já levou perigo com um chute de longe rebatido por Rafael. Mas antes disso, o Santos tinha tido seu segundo gol anulado. Alan Patrick estava impedido quando aproveitou desvio de cabeça de Durval, aos 4 minutos.

A chuva começou na Vila Belmiro, mas não foi capaz de acalmar os nervos dos torcedores. O tempo passava e o Corinthians foi para o tudo ou nada. A bola quase sempre estava no ataque corintiano.

Tite pôs o seu time à frente. Ramírez e Morais entraram no jogo. Muricy tirou Alan Patrick e colocou o volante Possebon para ajudar na defesa. A pressão foi grande, mas nenhuma chance clara foi criada.

Restou ao Peixe explorar os contra-ataques. Assim, aos 39, Neymar bateu para o gol e Julio Cesar cometeu uma falha inacreditável. O Santos fazia 2 a 0 e já comemorava o título. Mas ainda tinha tempo.

Tempo para o Corinthians sonhar. Dois minutos após o gol sofrido, Morais cruzou na área, a bola passou por todo mundo, pelo goleiro Rafael e entrou. Havia esperança, mas o tempo era curto.

Luiz Flávio de Oliveira deu três minutos de acréscimo. A agonia durou até o fim, mas o placar não se alterou e o Santos sagrou-se, pela 19ª vez na história, campeão paulista. Assim, a equipe dá o troco da final de 2009, quando perdeu para o Corinthians de Ronaldo Fenômeno.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS 2 X 1 CORINTHIANS

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 15/5/2011 – 16h
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: David Botelho Barbosa (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)
Renda/público: R$ 745.610,00 / 14.322 pagantes
Cartões amarelos: Elano, Pará, Neymar (SAN); Chicão, Fábio Santos, Liedson (COR)
GOLS: Arouca, 16’/1ºT (1-0); Neymar, 39’/2ºT (2-0); Morais, 41’/2ºT (2-1)

SANTOS: Rafael, Jonathan (Pará, 20’/1ºT), Edu Dracena, Durval e Léo (Alex Sandro, 27’/2ºT); Adriano, Arouca, Elano e Alan Patrick (Rodrigo Possebon, 34’/2ºT); Neymar e Zé Love. Técnico: Muricy Ramalho.

CORINTHIANS: Julio Cesar, Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho (Ramírez, 20’/2ºT), Bruno César (Morais, 23’2ºT) e Jorge Henrique; Dentinho (Willian, intervalo) e Liedson. Técnico: Tite.

maio 15, 2011 - Posted by | Corinthians, Santos |

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s