Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Não deu! Verdão vence, mas Coxa fica com a vaga na Copa do Brasil

Sob aplausos da torcida, Palmeiras até faz bom segundo tempo, mas fica apenas no 2 a 0 com o Coritiba no Pacaembu

Melancólico na primeira etapa e digno o suficiente para se despedir da Copa do Brasil de maneira honrosa na segunda etapa. Este foi o Palmeiras na noite desta quarta-feira, que, diante de apenas 6 mil torcedores, venceu o Coritiba por 2 a 0. Apesar da derrota, que quebrou uma sequência de 24 vitórias seguidas, o Coxa ficou com a vaga para a semifinal da competição nacional.

Emerson, contra, e Marcos Assunção marcaram, mas não impediram a eliminação do Verdão paulista, que não conseguiu devolver os 6 a 0 da última quinta-feira, no Couto Pereira e se despede da competição.

Agora o Coritiba encara o Ceará na próxima fase. O time nordestino empatou com o Flamengo em 2 a 2, em Fortaleza, e também se classificou para as semifinais.

PALMEIRAS ABATIDO

Antes da partida, o clima era tenso no Pacaembu. Nas imediações do estádio, na avenida Dr. Arnaldo, vândalos quebraram vidros do ônibus que conduzia a delegação alviverde ao palco desta quarta-feira. Não bastassem as janelas quebradas, já em frente à entrada principal do Pacaembu, uma das facções uniformizadas do Verdão protestou usando faixas com as mensagens “Acorda, Tirone!”, “Safados” e “Baladeiros”.

Dentro do Pacaembu, pouco mais de 6.500 torcedores compareceram para assistir ao Verdão, apesar da “missão impossível” que o time precisava. Ainda não recuperado do baque da última quinta-feira, quando perdeu por 6 a 0, o Palmeiras não teve criatividade para atacar. Por diversas oportunidades, o repertório alviverde se resumiu às bolas paradas de Marcos Assunção no primeiro tempo.

Mas o camisa 20 não estava com o pé calibrado. Quando o time da casa resolveu trocar o batedor, Lincoln cobrou escanteio com perigo e o Verdão quase aproveitou dentro da área.

Um dos mais acionados em campo foi Márcio Araújo. Através do camisa 8, o Verdão se lançou ao ataque, mas de maneira atabalhoada. Na maioria das vezes, a solução foi buscar uma falta para Assunção bater.

Sem a menor inspiração, o Palmeiras não dava sinais de que iria se despedir da Copa do Brasil de forma digna.

Pelo lado do Coxa, a equipe do técnico Marcelo Oliveira se postou bem na defesa e aproveitou a velocidade dos homens da frente para levar muito perigo. O Coritiba não queria sair de campo com uma derrota – queria, sim, tentar ampliar a marca de 24 vitórias seguidas no ano. No melhor lance da equipe paranaense, coube a Bill receber na área após boa troca de passes para marcar. Só que Marcos salvou o Verdão.

EMBALOU!

No intervalo, o público mostrou criatividade para manifestar sua insatisfação com a performance palmeirense. Torcedores se colocaram atrás do banco de reservas trajando uniforme completo do Verdão. Irreverentes, eles se aqueciam e pediam para entrar na partida.

A “brincadeira” surtiu efeito dentro de campo e o Verdão começou a segunda etapa com tudo. Logo aos 30 segundos, Gabriel Silva cruzou rasteiro, Adriano Michael Jackson, que substituíra Wellington Paulista no intervalo, disputou com a zaga, mas foi Emerson quem tocou para o fundo do gol.

Com 1 a 0 no placar, o Verdão se animou. E o motor alviverde foi Adriano Michael Jackson. Por mais duas oportunidades, o atacante levou perigo à defesa do Coxa. Aos 10 minutos, iluminado, Michael Jackson fez corta-luz e Kleber girou em cima da zaga curitibana.

Felipão notou o bom momento palmeirense e colocou Patrik no lugar de João Vítor. Só que o segundo gol saiu da maneira que o time tanto tentou na primeira etapa… Marcos Assunção cobrou falta, a bola bateu na barreira e enganou Edson Bastos.

Mas ainda faltavam quatro gols para levar a disputa para os pênaltis. Em seguida, Assunção mostrou que a má sequência na primeira etapa era coisa do passado e exigiu boa defesa de Edson Bastos, aos 32.

Sem tempo hábil para chegar ao placar necessário, o Verdão tocou a bola, levantou a torcida – que gritou “olé” em troca de passes palmeirense e aplaudiu a equipe nos minutos finais – e, se não devolveu a goleada da semana anterior, ao menos deu ao seu torcedor um panorama um pouco melhor para as competições que têm pela frente.

O Palmeiras, agora, volta as atenções para o Campeonato Brasileiro. A estreia da equipe de Luiz Felipe Scolari será no dia 22, contra o Botafogo carioca, em São José do Rio Preto.

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS 2X0 CORITIBA

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 11/5/2011 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Nielson Nogueira Dias
Auxiliares: Márcia B. Lopes Caetano e Jossemmar J. Diniz Moutinho

Renda/público: R$ 219.374,00 / 6.541 pagantes
Cartões amarelos: Kleber (PAL); Bill, Lucas Mendes, Marcos Paula (COR)
Cartões vermelhos: Bill, 15’/2ºT (COR)
GOLS: Emerson (gol contra), 30 segundos’/2ºT (1-0); Marcos Assunção, 20’/2ºT (2-0)

PALMEIRAS: Marcos, João Vitor (Patrik 18’/2ºT), Danilo, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Chico, Márcio Araújo, Marcos Assunção e Lincoln (Tinga 29’/2ºT); Kleber e Wellington Paulista (Adriano Michael Jackson, intervalo). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

CORITIBA: Édson Bastos, Jonas, Emerson, Demerson e Lucas Mendes; Leandro Donizete, Willian, Davi (Leonardo 19’/2ºT) e Éverton Ribeiro (Marcos Paulo 11’/2ºT); Anderson Aquino (Maranhão 30’/2ºT) e Bill. Técnico: Marcelo Oliveira.

maio 12, 2011 - Posted by | Coritiba, Palmeiras | ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s