Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Santos vence América-MEX em casa e joga pelo empate no México

Jogando para o gasto, equipe santista faz 1 a 0 ainda no primeiro tempo sobre a equipe ofensivamente ‘remendada’ do América-MEX

O Santos venceu o América (MEX) por 1 a 0 na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, na primeira partida das oitavas de final da Copa Santander Libertadores.

Com o resultado, o Peixe joga por um empate no jogo de volta, no México. O América (MEX) precisa vencer por dois gols de diferença para avançar direto. Caso o time mexicano vença pelo mesmo placar, haverá disputa de pênaltis. Em caso de vitória do América (MEX) por um gol de diferença, o Santos se classifica caso marque gols.

No próximo sábado, dia 30, o Santos enfrenta o São Paulo, no Morumbi, na partida da semifinal do Campeonato Paulista. O jogo de volta contra o América (MEX), no México, será na próxima terça-feira, dia 3, no estádio Corregidora, na cidade de Quréta.

Como o time mexicano deu prioridade à decisão o Campeonato Mexicano, poupou os jogadores de frente titulares. Como resultado, o que se viu na Vila Belmiro foi um visitante pouco agressivo ofensivamente e bem postado na marcação. O Santos, por sua vez, jogou para o gasto e, quando acelerou o jogo, conseguiu furar o bloqueio defensivo do time mexicano.

O que se viu, resumidamente, foi um jogo de um time só.

Rompendo a retranca

No primeiro tempo, o time mexicano foi a campo para se defender. Sem a bola, as duas linhas de quatro homens do América (MEX) ficavam bem próximas e dificultavam a chegada do Santos à grande área. Ofensivamente, porém, o time foi inoperante na primeira etapa – com exceção de um chute de Olivera de fora da área.

Nos 15 minutos iniciais, o Santos teve dificuldade em sair da marcação dos mexicanos. O jogo permanecia no meio de campo e a marcação prevalecia sobre a criação – em ambas as equipes. Os homens de frente ficavam isolados e os laterais não apoiavam.

Somente a partir dos 25 minutos, o Santos acelerou o jogo e contou com o apoio dos laterais – principalmente o de Jonathan pelo lado direito. Gradativamente, o Santos acertava boas tabelas na intermediária e, rondando a área, levava perigo nos chutes de longe.

Aos 38, o então iminente gol santista apareceu. Neymar puxou belo contra-ataque pela esquerda, recebeu a marcação de três mexicanos e tocou para Ganso, que se aproximava pelo meio, dominar e acertar um belo chute colocado no canto esquerdo. No fim o primeiro tempo, o Santos continou pressionando, mas não chegou ao gol.

Sem sufoco

No início do segundo tempo, o panorama do jogo mudou. O América (MEX) começou a ter um pouco mais e posse de bola no ataque, mas sem levar muito perigo, até os 15 minutos iniciais. O Santos teve de se defender, mas, quando tinha a bola, trocava passes velozes e levava perigo.

Contudo, a partir dos 20, o Santos retomou o domínio. Apesar disto, o jogo caiu muito de produção em relação ao primeiro tempo e as chances que surgiam, não eram incisivas. Taticamente, o América (MEX) acertou novamente a boa marcação da primeira etapa e evitava a presença santista na grande área.

Quando chegava, o Santos levava bem mais perigo. Contudo, no segundo tempo, teve dificuldade e não arriscou mais de fora da área. E a vitória veio, em um segundo tempo arrastado. Layún, após lance duro em Neymar, ainda foi expulso, aos 46 minutos.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS 1 X 0 AMÉRICA (MEX)

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data/hora: 27/4/2011 – 21h50
Árbitro: Jorge Larrionda (URU)
Auxiliares: Pablo Fandiño (URU) e Miguel Nievas (URU)
Renda/público: R$ 474.800,00 e 11.417 pagantes
Cartões amarelos: Danilo e Adriano (SAN); Rojas, Mosquera e Layún (AME)
Cartões vermelhos: Layún, 46’/2°T
GOLS: Paulo Henrique Ganso, 38’/1ºT (1-0); 

SANTOS: Rafael; Jonathan, Durval, Edu Dracena e Léo; Arouca, Danilo, Elano e Paulo Henrique Ganso; Neymar (Adriano, 44’/2°T) e Zé Eduardo (Alan Patrick, 36′ /2°T). Técnico: Muricy Ramalho.

AMÉRICA-MEX: Ochoa; Valenzuela, Mosquera, Cervantes (Layún, 43’/1°T) e Rojas; Rosinei, Reyes, Olivera (Sanchez, 19’/2°T) e Martínez; Márquez e Vuoso (Reyna, 6’/2°T). Técnico: Carlos Reinoso.

abril 28, 2011 - Posted by | Santos |

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s