Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Palmeiras joga para o gasto, vence e avança na Copa do Brasil

Verdão bate o Santo André por 1 a 0 e garante classificação para as quartas de final da competição nacional

O Palmeiras não jogou bem, mas fez o suficiente para vencer o Santo André e garantir a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil. Jogando no Pacaembu lotado, o Verdão venceu a equipe do ABC por 1 a 0, com gol de Danilo, e agora volta suas atenções para o Paulistão, onde enfrenta o Mirassol, no domingo.

A classificação já havia sido encaminhada no primeiro jogo, quando a equipe venceu o Ramalhão por 2 a 1, fora de casa. Com a vantagem, o Palmeiras não precisou de muito esforço no jogo desta quinta-feira e mesmo jogando apenas para o gasto, garantiu vaga na próxima fase.

Apesar da vitória, o torcedor palmeirense não deve ter gostado do que viu em campo. O time errou muitos passes, teve dificuldades na criação e não levou muito trabalho ao goleiro Neneca. Além do mau futebol, mais uma vez a equipe desperdiçou um pênalti e novamente com Kleber, que já havia errado duas cobranças no primeiro jogo contra o Ramalhão.

Nas quartas de final o Verdão enfrenta o vencedor de Coritiba e Caxias. O mais provável é que o Palmeiras pegue o Coxa, que na primeira partida contra os gaúchos goleou por 4 a 0.

O JOGO

Na bela e ensolarada tarde de sol da capital paulista, a torcida palmeirense aproveitou o feriado de Tiradentes e lotou o Pacaembu, esperando assistir não só a classificação palmeirense para as quartas de final, como também uma boa atuação do Verdão. Entretanto, o primeiro tempo de jogo foi frustrante.

O Palmeiras tinha dificuldades na armação e criava muito pouco. Os erros de passe no meio de campo dificultava a chegada da bola para Kleber e Luan, que apesar de se esforçarem bastante, quase não apareceram na primeira etapa.

Do outro lado, o Ramalhão apresentava o mesmo futebol do Campeonato Paulista, no qual encerrou a sua campanha na lanterna e foi rebaixado para a Série A2. O Ramalhão cometia erros de fundamento e, mesmo buscando o ataque, já que precisava de uma vitória por dois gols para se classificar, quase não levava perigo ao gol de Deola.

A partida também começou nervosa. Com as duas equipes marcando muito e tendo problemas para atacar, alguns jogadores perderam a paciência e deram trabalho para o árbitro Raphael Claus, que só nos 45 minutos iniciais teve que distribuir seis cartões amarelos.

Com o jogo trucado, o Verdão quase não levou perigo ao gol de Neneca. A principal oportunidade apareceu aos 23 minutos, quando Cicinho fez ótima jogada pela direita e cruzou, na medida, para Luan, que marcado pelo zagueiro Alex Silva, não conseguiu concluir. Entendendo que Alex havia cometido falta, os jogadores alviverdes pediram a marcação do pênalti, mas o árbitro mandou o jogo seguir.

Na etapa final, os erros persistiram, mas a primeira chance clara de gol foi do Ramalhão. Aos 2 minutos, Gilberto pegou o rebote da zaga e cruzou para Célio Codó, que de frente para o gol, cabeceou forte. Deola fez grande defesa, salvando o Palmeiras.

Apoiado pela torcida, o Verdão tentou sair mais para o jogo e aproveitou o cansaço do Santo André. Contudo, mesmo passando a maior parte do segundo tempo no campo de ataque, a equipe não conseguia transformar as chances em gol.

Porém, aos 31 minutos, finalmente o gol do Verdão saiu. Marcos Assunção cobrou escanteio pela direita, Danilo subiu mais alto que a zaga adversária e deu um leve desvio de cabeça, no primeiro posto, para abrir o placar.

O gol deu tranquilidade ao Palmeiras, que passou a trocar passes ao som de olé. A atitude irritou o zagueiro Anderson, que deu carrinho violento em Valdívia e foi expulso.

Com um a mais e o jogo sob controle, o Verdão ainda se deu ao luxo de perder um pênalti. Aos 39, Kleber foi derrubado dentro da área e ele mesmo cobrou, mas mandou no travessão.

Assim, o placar persistiu em 1 a 0, o suficiente para o Alviverde avançar na Copa do Brasil.

O Palmeiras volta à campo no próximo domingo, contra o Mirassol, às 18h30, no Pacaembu, em confronto válido pelas quartas de final do Paulistão. Já pela Copa do Brasil, o duelo contra o vencedor de Caxias e Coritiba deve ser apenas no dia 4 de maio.

PALMEIRAS 1 X 0 SANTO ANDRÉ

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 21/4/2011 – 16h
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Auxiliares: Carlos Nogueira (SP) e Anderson Coelho (SP)
Público e renda: 33.614 pagantes / R$985.018,00
Cartões amarelos: Luan, Thiago Heleno, Valdívia (PAL); Alex, Mario Jara, João Paulo, Magno, Neneca (STA)
Cartões Vermelhos: Anderson, 36’/2ºT (STO)
Gols: Danilo, 31’/2ºT (1-0)

PALMEIRAS: Deola; Cicinho (João Victor, 22’/2ºT), Danilo, Thiago Heleno (Leandro Amaro, Intervalo) e Rivaldo; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Tinga (Wellington Paulista, 32’/2ºT) e Valdivia; Luan e Kleber. Técnico: Felipão.

SANTO ANDRÉ: Neneca; Alex Silva, Anderson e Sandoval; João Paulo, Gilberto (Borebi, 10’/2ºT), Magno, Mario Jara (Chiquinho, 28’/2ºT) e Célio Codó (Luciano Fonseca, 23’/2ºT); Aloísio e Rychely. Técnico: Sandro Gaúcho

abril 21, 2011 - Posted by | Palmeiras, Santo André | ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s