Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Santos vence o Táchira e se classifica em segundo na Libertadores

Vitória do Peixe combinada com os 3 a 2 do Cerro Porteño sobre o Colo Colo, deixa o Peixe no segundo lugar do Grupo 8 e aguardando os jogos do Grupo 3 para conhecer adversário das oitavas

O Santos derrotou o Deportivo Táchira (VEN) por 3 a 1 na noite desta quarta, no Pacaembu, e garantiu sua classificação às oitavas de final pelo Grupo 5 da Copa Santander Libertadores.

Com a vitória do Cerro Porteño sobre o Colo Colo por 3 a 2, no Chile, o Peixe terminou a primeira fase como segundo colocado de seu grupo na competição continental, pelo saldo de gols (. Agora o Santos aguarda os jogos do grupo 3, ao qual pertence o Fluminense, para conhecer seu adversário na próxima fase da competição continental. São quatro os possíveis rivais: LDU, América-MEX, Argentinos Junior ou Nacional-URU. A única certeza é que o Peixe definirá a vaga fora de casa. 

Receba primeiro as notícias do Peixe no seu celular!

Os últimos jogos da primeira fase da competição serão entre Nacional (URU) e América (MEX), além de Argentinos Jrs. (ARG) e Fluminense – ambos os confrontos ocorrem às 21h50.

O jogo

O Santos começou arrasador no primeiro tempo. Com a bola, apenas Arouca ficava preso na marcação, enquanto o restante do meio de campo se lançava ao ataque. As chegadas de Danilo e a velocidade do ataque santista infernizavam a defesa do time venezuelano.

Em três minutos de jogo, o Peixe teve três chances de gol. Na terceira, abriu o placar. Léo cruzou pela esquerda para Danilo, que não teve domínio, mas a bola sobrou para Neymar, que chegou à área e abriu o placar após chute desviado.

Nos minutos seguintes, a pressão do Peixe seguia. O Táchira oferecia pouco perigo: os cinco jogadores do meio campo tinham pouca vocação ofensiva e tentavam os passes longos para os atacantes, o que facilitava para a zaga santista. Aos 13, o Peixe ampliou com Jonathan, após bom passe de Danilo.

No restante do primeiro tempo, o jogo esfriou e o Santos não correu risco algum, com exceção de um chute de longe de Herrera. Neymar fazia boa partida e era muito marcado. Aos 41, levou tapa no rosto de Zafra, que já tinha amarelo, mas o árbitro nada marcou. E o jogo seguiu para o intervalo.

No começo do segundo tempo, o Peixe freou um pouco suas ações defensivas. Ficava a maior parte do tempo com a bola, mas não sofria marcação dura do Táchira. Com exceção de um bom chute de Elano e outro de Jonathan, até os 15 minutos não houve grandes chances de gol.

O jogo só saiu do marasmo com o gol de Chacón, de falta. O lance foi resultado da postura santista, que se acomodava e permitia a chegada do time venezuelano. Após o susto, porém, o Santos empatou com Danilo, após grande jogada de Neymar pela esquerda.

CLIQUE AQUI E CONFIRA IMAGENS DA VITÓRIA ALVIVERDE

A partir daí, a partida ganhou em emoção nos minutos derradeiros. O gol serviu para acender o time da Vila Belmiro, que começou a criar mais oportunidades, mas sem sucesso.

Danilo voltou a ter uma boa atuação na partida desta quarta-feira.

Antes de iniciar a disputa na segunda fase da Libertadores, o Santos volta a campo no fim de semana. E terá um jogo decisivo, pelas quartas de final do Paulistão, contra a Ponte Preta, às 16h, na Vila Belmiro. 

Arbitragem permissiva

Como destaque negativo da partida, fica a atuação do árbitro Nestor Pitana, que permitiu que os jogadores do Táchira abusassem das faltas durante a partida, com vários lances sendo passíveis de expulsão.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS 3 X 1 DEPORTIVO TÁCHIRA

Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/hora: 20/4/2011 – 19h30
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Auxiliares: Gustavo Esquivel (ARG) e Diego Bonfa (ARG)
Renda/público: R$ 1.327.265,00 e 36.091 pagantes.
Cartões amarelos: Yegüez, Zafra, Fernández e Chacón (DEP)
Cartões vermelhos: Nenhum.
GOLS: Neymar, 3’/1ºT (1-0); Jonathan, 13’/1ºT (2-0); Chacón, 24’/2ºT (2-1) e Danilo, 27’/2ºT (3-1)

SANTOS: Rafael; Jonathan, Edu Dracena, Durval, Léo; Arouca, Danilo, Elano (Adriano, 33’/2ºT) e Paulo Henrique Ganso (Pará, 47’/2ºT); Neymar e Zé Eduardo (Maikon Leite, 28’/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho.

DEPORTIVO TÁCHIRA: Sanhouse; Moreno, Zafra e Rouga; Chacón, Guerrero (Del Valle, 28’/2ºT), Fernandéz, Hernandéz (Gutiérrez, 13’/2ºT) e Yegüez; Pérez Greco (Parra, 28’/2ºT) e Herrera. Técnico: Jorge Luis Pinto.

abril 20, 2011 - Posted by | Santos |

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s