Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Fred quebra o jejum e Flu assegura a liderança

Camisa 9 marcou o gol da vitória por 1 a 0 do Tricolor sobre o Nova Iguaçu, neste domingo, no Engenhão

Se Fred estava desesperado por não balançar as redes, neste domingo, contra o Nova Iguaçu, ele extravasou: fez o pano estremecer por quatro vezes, mas apenas uma delas valeu. E foi justamente o gol da quebra do jejum do artilheiro que deu a vitória por 1 a 0 ao Fluminense, no Engenhão. O resultado assegurou a liderança do Grupo B ao Tricolor, que chegou aos 17 pontos.

Além do reato do camisa 9 com o gol, Darío Conca também teve atuação de destaque, com passes arrojados e lançamentos que por pouco não fizeram o triunfo ser por um placar mais elástico.

Com o dever cumprido no Carioca, agora o Flu vai voltar as atenções para a Copa Santander Libertadores. Quarta-feira, tem a decisão contra o Argentino Juniors, em Buenos Aires. O Tricolor tem uma tarefa bem difícil para avançar às oitavas-de-final da competição.

No domingo, será a vez do clássico com o Flamengo, confronto em que estará em jogo a vaga na semifinal da Taça Rio.

FRED VOLTA A MARCAR APÓS CINCO JOGOS

Mesmo praticamente classificado, o Fluminense encarou a disputa contra o já desinteressado time do Nova Iguaçu com postura de decisão. Partiu para cima desde o início. Primeiro, com Conca, que, logo no primeiro minuto, fez fila pela direita, mas errou na hora do cruzamento. Foi um prenúncio do que seria o argentino na primeira etapa: solto, arrojado, mas que acabou pecando no último toque.

Em 45 minutos, foram um toque de calcanhar, um de letra, e um levantamento de ‘cavadinha’ do camisa 11. Nenhum desses lances terminou em gol, mas mostraram que o craque do último Brasileirão está bem à vontade nas quatro linhas. Tanto que ele teve tudo para ser o nome da primeira etapa, não fosse por um jejum quebrado pelo capitão.

Sem marcar há cinco jogos, Fred estava decidido em por fim à seca neste domingo. Quase o tempo todo dentro da área, ele brigava com a marcação, e teve algumas boas chances de marcar. Na melhor delas, chegou a sentir o gosto do alívio, ao concluir com categoria belo lançamento de Valencia. O camisa 9, no entanto, estava em posição irregular, e teve seu gol anulado pelo bandeira.

Mas, aos 27 minutos, não teve jeito. Após bate-rebate na área do Nova Iguaçu, o camisa 9 chutou de primeira, a bola desviou no braço do zagueiro Leonardo e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, o artilheito foi frio, bateu forte, no ângulo, e a abriu o placar para o Tricolor. A comemoração discreta, com um leve suspiro, de quem põe fim a uma sina que o perseguia até ali.

FLU PUXA O FREIO, MAS ASSEGURA A LIDERANÇA

Na volta do intervalo, o time de Enderson Moreira conseguiu manter seu ritmo: toque de bola com calma e defesa segura, sem avançar demais. Da mesma forma, o Nova Iguaçu seguiu atrás, tentando aproveitar o erro adversário. E, por duas vezes, ele quase aconteceu, em roubadas de bola na saída do volante de Diguinho, mas os contra-ataques acabaram bem interceptados pelos zagueiros do Flu.

Na frente, o destaque seguiu com a dupla Conca-Fred. Aos 3 minutos, o camisa 9 teve seu segundo gol anulado. Antes de finalizar para o fundo da rede, ele fez falta no zagueiro Leonardo, marcada pelo árbitro.

Em outras duas oportunidades, o argentino serviu com categoria o artilheiro, que por pouco não ampliou. Para a torcida, no entanto, ficou a esperança de que a dupla está recuperando o entrosamento.

Com o resultado, o Tricolor cumpriu seu primeiro objetivo na semana. Na quarta-feira, tenta completar a semana com chave de ouro contra o importante jogo contra o Argentinos Juniors, pela Libertadores.

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE 1 X 0 NOVA IGUAÇU

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 17/4/2011 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Philip Georg Bennett (RJ)
Auxiliares: Leonan Cardoso Berute (RJ) e Flávio Manoel da Silva (RJ)

Gol: Fred, aos 28’/ 1ºT (FLU)

Cartões amarelos: Valencia (FLU)

FLUMINENSE: Ricardo Berna; Mariano, Gum, Edinho e Julio Cesar; Valencia, Diguinho, Marquinho (Fernando Bob, aos 34’/ 2ºT) e Conca (Willians, aos 21’/ 2ºT); Araújo (Emerson, aos 24’/ 2ºT) e Fred. Técnico: Enderson Moreira.

NOVA IGUAÇU: Diogo; Foca, Alex Moraes, Leonardo e Arthur; Amaral (Marquinhos, aos 42’/ 2ºT), Dieguinho (Nelinho, aos 30’/ 2ºT) e Luan; Lukian, Willian Barbio e Maicon (Vinícius, aos 20’/ 2ºT). Técnico: Zinho.

abril 17, 2011 - Posted by | Fluminense |

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s