Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Cruzeiro vence Estudiantes outra vez e é o melhor da Libertadores

Sem forçar, Raposa aplica 3 a 0 nos arentinos, em La Plata, e chega aos 16 pontos na fase de grupos

Invencível. Este é o Cruzeiro na Libertadores 2011. Nesta quarta-feira, a Raposa não tomou conhecimento do Estudiantes (ARG), em pleno Estádio Ciudad de La Plata, na Argentina, e venceu mais uma: 3 a 0, gols de Thiago Ribeiro, Wallyson e Gilberto.

A vitória leva o Cruzeiro aos 16 pontos, dos 18 possíveis até aqui. O clube mineiro encerra a fase de grupos com a melhor campanha entre as 32 equipes e terá vantagem de decidir sempre em casa nas disputas de mata-mata. O Estudiantes, que já estava classificado, fica com 10 pontos e será um dos melhores segundos.

Mesmo sem Montillo, que ficou em Belo Horizonte acompanhando uma delicada cirurgia de seu filho, o Cruzeiro mostrou um futebol imponente e consistente. Os Pinchas, que atuavam sem cinco titulares, poupados para o Campeonato Argentino, não conseguiram parar a inspirada dupla de ataque celeste.

Com os gols marcados em La Plata, Wallyson e Thiago Ribeiro se credenciam ainda mais à artilharia da competição. O camisa 11, que inaugurou o placar, chegou ao quarto gol, enquanto Wallyson fez seu sexto, um a menos do que Nanni, do Cerro Porteño (PAR).

Jogando em casa, esta foi apenas a terceira derrota da equipe argentina pela Libertadores, ao longo de 41 partidas na história. Além disso, o resultado elástico fez o Cruzeiro atingir outra importante marca. Com 20 gols na fase de grupos, o atual elenco celeste se iguala à própria marca de 1976, além do Blooming (BOL), em 1985, e o América de Cali (COL), em 2000.

Agora, o Cruzeiro concentra suas forças no Campeonato Mineiro, competição na qual também está prestes a garantir a primeira colocação. A Raposa só conhecerá seu adversário nas oitavas de final da Libertadores na próxima semana.

Reclamações do gramado

Antes da bola rolar, Cruzeiro voltou a demonstrar insatisfação com o gramado do Estádio Ciudad de La Plata, muito danificado por conta de três shows da banda U2, na semana passada.

– O estado do gramado está melhor do que no treino de ontem (terça-feira), mas ainda não está em boas condições. Mas o campo é grande e poderemos mostrar nosso melhor futebol – explicou Thiago Ribeiro.

Duas chances, dois gols

Após o apito inicial, o Estudiantes ignorou as cinco ausências no time titular e foi para cima da Raposa. Logo no primeiro minuto, Pereyra aproveitou bobeira de Leandro Guerreiro e invadiu a área com liberdade, mas finalizou em cima de Fábio. No rebote, Barrientos arriscou de fora da área no ângulo e o goleiro cruzeirense voltou a defender.

Aos oito, Nuñez fez fila pela direita, passou por três cruzeirenses, invadiu a área e chutou cruzado, mas mandou pela linha de fundo. A resposta celeste veio em grande estilo. Dois minutos depois, Henrique arrancou pelo meio e lançou Wallyson dentro da área. O camisa 16 bateu cruzado e encontrou Thiago Ribeiro na segunda trave, livre para marcar: 1 a 0.

Em vantagem no placar, o Cruzeiro adotou uma postura mais cautelosa, marcando os argentinos com firmeza e saindo nos contra-ataques. Dominado, o Estudiantes encontrou muitas dificuldades para voltar a levar perigo ao gol de Fábio.

Só aos 30 minutos, Nuñez levantou bola nas costas da defesa e Barrientos finalizou de primeira, mas Fábio, novamente, fez boa defesa. Se por um lado não era ameaçada, a Raposa praticamente não passou voltou a levar perigo ao goleiro Orión.

Isto até uma bobeada da defesa argentina, já nos acréscimos do primeiro tempo. Roncaglia se enrolou com a bola no campo defensivo e foi desarmado por Wallyson. O atacante celeste ganhou a disputa com Ré, driblou Orión e tocou para o gol vazio.

Golaço de Gilberto

O Cruzeiro voltou do intervalo sem mudanças, enquanto os argentinos fizeram uma modificação na zaga: Federico Fenández no lugar de Mercado. O início da segunda etapa foi bastante equilibrado, sem que nenhuma das duas equipes se destacasse mais. A Raposa seguiu sua proposta de marcação firme e subidas em velocidade.

Aos 14 minutos, ‘La Gata’ Fernández se livrou de dois marcadores pelo meio e arriscou chute da meia-lua, que Fábio segurou firme. O Cruzeiro respondeu três minutos depois, quando Thiago Ribeiro tabelou com Gilberto pela esquerda e finalizou da entrada da área, para defesa de Orión.

Já debaixo de chuva, o Cruzeiro relaxou na partida e viu seu adversário crescer, mas sem levar grande perigo. Fábio foi exigido, principalmente nos chutes de longa distância, mas mostrou estar vivendo uma excelente fase.

Cuca promoveu a entrada de Farías, ídolo e revelado pelo Estudiantes, e Everton, nas vagas de Roger e Thiago Ribeiro, deixando a equipe celeste ainda mais cautelosa.

E veio dos pés de um dos substitutos, Everton, um lançamento mágico para Gilberto, que partiu em velocidade pelo meio, totalmente livre. Ele entrou na área, cortou um marcador, driblou Orión e teve calma para empurrar para as redes, fechando o marcador. Cruzeiro 3 a 0, melhor campanha da Libertadores.

FICHA TÉCNICA

Estudiantes (ARG) 0 X 3 Cruzeiro

Data / Hora: 13/04/2011, 21h50 (de Brasília)

Local: Estádio Ciudad de La Plata, Argentina

Árbitro: Roberto Silvera (URU)

Auxiliares: Mauricio Espinosa (URU) e Miguel Nievas (URU)

Cartões amarelos: Pereyra e Leandro Benítez (EST); Pablo e Victorino (CRU)

Gols: Thiago Ribeiro (10’/1ºT), Wallyson (45’/1ºT)

ESTUDIANTES (ARG): Agustín Orión; Gabriel Mercado (Federico Fernández, intervalo), Facundo Roncaglia, Germán Ré e Nelson Benítez; Maxi Nuñez, Darío Stefanatto (Leandro Benítez, 31’/2ºT), Gabriel Peñalba e Pablo Barrientos; Juan Pablo Pereyra e Gastón Fernández (Leandro González, 16’/2ºT). Técnico: Leonardo Berizzo.

CRUZEIRO: Fábio; Pablo, Gil, Mauricio Victorino e Gilberto; Leandro Guerreiro, Marquinhos Paraná, Henrique e Roger (Everton, 31’/2ºT); Wallyson (José Ortigoza, 41’/2ºT) e Thiago Ribeiro (Ernesto Farías, 30’/2ºT). Técnico: Cuca.

abril 14, 2011 - Posted by | Cruzeiro |

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s