Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Travado, Corinthians fica apenas no 0 a 0 com o Botafogo-SP

Ausências de Dentinho e Jorge Henrique atrapalharam a vida do Timão em Ribeirão Preto

Parece que o Corinthians ainda não se recuperou do baque sofrido pelo Majestoso do último domingo, quando perdeu para o rival São Paulo (2 a 1). Sem criatividade, o Corinthians esbarrou na boa defesa do Botafogo-SP e empatou em 0 a 0, na noite deste domingo, jogando no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

Seja o primeiro a saber as notícias do Timão!

O Timão é apenas o terceiro colocado com 35 pontos e se distancia dos rivais São Paulo (37 pontos e uma vitória a mais) e Palmeiras (38), o líder do Campeonato Paulista.

Já o Botafogo continua com o sinal amarelo na tabela. A equipe do técnico Argel está fora da zona de rebaixamento, em 14º, mas a apenas dois pontos do Linense, primeiro clube na situação de degola.

PLÁSTICO, MAS INEFICIENTE

Sem Dentinho, Alessandro e Jorge Henrique, todos suspensos, o Corinthians entrou em campo com Willian, Moradei e Ramírez, apostando na velocidade dos “novos” homens de frente.

Logo no começo da partida, um lance plástico: Liedson deu o ar da graça com uma bonita bicicleta na área. A bola, no entanto, passou à esquerda do goleiro Júlio César.

Em seguida, o Timão chegou com perigo de novo, desta vez em contra-ataque. Willian foi acionado na esquerda e cruzou para Morais cabecear, dentro da pequena área, para fora.

Aos 30 minutos, o momento mais incisivo: Chicão cobrou falta para fora e o árbitro Leonardo Ferreira Lima mandou voltar, alegando que a barreira se adiantou. Na segunda cobrança, o zagueirão corintiano deixou a responsabilidade para Fábio Santos, que carimbou o travessão do Pantera.

O Botafogo, sem chances por baixo, apostou suas fichas nas bolas paradas. A cargo dos laterais Dida e Andrezinho, o Pantera assustou por quatro vezes pelo alto. Em uma delas, o time da casa até marcou um gol, aos 17 minutos, mas a jogada foi irregular: Gabriel e Leandro Carvalho chegaram com o pé alto.

No começo da segunda etapa, o Corinthians sabia que precisava se manter próximo aos líderes, os rivais Palmeiras e São Paulo, e, para isso, teria que intensificar suas investidas ao ataque. Willian, o Seiya de “Cavaleiros do Zodíaco”, chutou de fora da área e acordou o Timão de novo na partida.

Mas foi a partir da entrada do meia Bruno César, já negociado com o Benfica (POR), no lugar de um sumido Ramírez que o Corinthians voltou a levar perigo. Em seu primeiro lance no jogo, Bruno César foi lançado por Willian e, no mano a mano com o zagueiro, abriu espaço para chutar em cima de Júlio César.

Aos 36, o meia-armador mostrou que pode fazer falta ao Timão a partir do meio do ano, quando deixa a equipe e se transfere para a equipe portuguesa. Bruno César recebeu na área, cortou e finalizou para defesa do goleiro do Pantera.

A entrada do camisa 17 pode ter instigado o Timão a marcar o gol da vitória, que ficou mais ofensivo, mas, se ressentindo das ausências de Dentinho e Jorge Henrique, o Corinthians pareceu “travado”, sem criatividade e não furou o bloqueio do Botafogo.

Na próxima rodada, a antepenúltima da primeira fase do Campeonato Paulista, o Timão recebe o São Caetano no Pacaembu, no domingo. Um dia antes, o Pantera de Ribeirão Preto visita o Mogi Mirim, para tentar se safar do rebaixamento.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO 0X0 CORINTHIANS

Estádio: Santa Cruz, Ribeirão Preto (SP)
Data/hora: 3/4/2011 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Ferreira Lima (SP)
Auxiliares: Luiz Quirino da Costa (SP) e Marcio Luiz Augusto (SP)

Renda/público: R$ 614.140,00 / 15.446 pagantes
Cartões amarelos: Rodrigo Soares, Gabriel (BOT); Leandro Castán, Julio Cesar, Moradei (COR)
Cartões vermelhos: –
GOLS: –

BOTAFOGO: Júlio César; Dida, Demerson, Gabriel e Andrezinho (Chicão, 15’/2ºT); Leandro Carvalho, Rodrigo Soares, João Victor e João Henrique (Moacir, 23’/2ºT); Anselmo e Assisinho. Técnico: Argel Fucks.

CORINTHIANS: Julio Cesar, Moradei, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Morais e Ramírez (Bruno César, 25’/2ºT); Willian (Edno, 35’/2ºT) e Liedson. Técnico: Tite.

abril 3, 2011 - Posted by | Corinthians | ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s