Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Botafogo joga mal e apenas empata com o Resende

Visitantes abrem o placar com Rogério e Glorioso empata com Antônio Carlos na segunda etapa

O retorno do atacante Loco Abreu não trouxe muita inspiração ao Botafogo. Após primeiro tempo completamente apagado, no qual saiu atrás, o Glorioso não saiu do empate na noite deste domingo, diante do Resende, no Engenhão. Quem não gostou da igualdade por 1 a 1 no placar foi a torcida, que vaiou bastante. Rogério, para o time do interior do estado, e o alvinegro Antônio Carlos marcaram.

Resende domina o jogo e marca no fim

No primeiro tempo, o que se viu foi o domínio do Resende, que teve algumas oportunidades de marcar. Faltas em excesso dos dois lados também dificultavam as ações e cada erro de passe do Botafogo liquidava a paciência da torcida. O volante Somália foi o primeiro a receber sonoras vaias após lançamento errado para o ataque.

O Resende, que nada tinha a ver com isso, tratou de atacar. Aos 36, após falha de Márcio Rozário, Marcelo Régis passou da bola,mas mesmo assim conseguiu chutar. Se não fosse Jefferson, que tratou de crescer para cima do atacante e fechar o ângulo, o placar já teria sido aberto.

Receba primeiro as notícias do Fogão no seu celular!

Pouco depois, foi a vez de Alexandro perder a melhor chance da primeira etapa. Após cruzamento da esquerda, o atacante tinha o trabalho só de empurrar a bola para o gol, que nem goleiro tinha mais. Porém, ele não conseguiu encostar na bola.

Mas o gol dos visitantes, melhores em campo, não demorou a sair. Aos 44, o zagueiro Rogério subiu mais do que todo mundo após cobrança de escanteio e colocou o Resende merecidamente na frente.

Botafogo volta melhor, cria, mas consegue só o empate

A conversa com Caio Junior nos vestiários parece ter surtido efeito. Pelo menos em partes. O Botafogo voltou do intervalo menos sonolento e comandou as ações no ataque. A entrada de Bruno Tiago, além de melhorar muito o meio, deslocou Somália para a lateral direita. O camisa 7 produziu bastante.

Em sua primeira boa jogada, aos 15, ele colocou a bola na cabeça de Loco Abreu. O uruguaio cabeceou livre, mas esbarrou na ótima defesa do goleiro Eduardo, bem ligado no lance. Pouco depois, após mais uma trama do lateral/volante, a bola sobrou para Marcelo Mattos dentro da área. Mattos improvisou um voleio e a bola acabou acertando o travessão. Quase!

Mas o Resende não estava morto e, com vantagem no placar, passou a explorar os contra-ataques. Em um deles, Marcel e Alexandro tabelaram e o primeiro bateu cruzado. A bola passou por Jefferson e saiu caprichosamente pela linha de fundo.

Logo depois, Caio Junior resolveu partir para cima. Com Caio no lugar de Rodrigo Mancha a partir dos 26 minutos, ele abriu o time em busca do empate. Em resposta ao técnico do Bota, Paulo Campos fechou completamente sua equipe. Dois minutos após a entrada do talismã no Glorioso, ele colocou o zagueiro Ramon no lugar do atacante Marcelo Régis.

O Resende não teve tempo de reorganizar seu esquema defensivo. Um minuto após a entrada de Ramon, o Botafogo empatou depois de cobrança de falta da intermediária com o zagueiro Antônio Carlos, de cabeça.

A igualdade no placar animou o Glorioso, que passou a buscar a vitória na velocidade. Mesmo com o time mais recuado após a entrada de Arévalo no lugar de Everton, o time não desanimou e, aos 37, quase o segundo. Após mais uma jogada de Somália, Bruno Tiago cabeceou, o goleiro Eduardo fez grande defesa e, na volta, Caio tentou meia bicicleta, que raspou o travessão.

As tentativas não tiveram sucesso e o jogo terminou mesmo empatado. Com um ponto a mais, o Botafogo se mantém como vice-líder do Grupo B da Taça Rio, com 12 pontos, atrás do Olaria, que tem 13. Já o Resende, chega aos oito e mantém a quinta colocação da chave A.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO 1 X 1 RESENDE

Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 3/4/2011 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wágner dos Santos Rosa (RJ)
Auxiliares: João Luiz de Albuquerque (RJ) e Andréa Izaura de Sá (RJ)
Cartões amarelos: Alessandro e Márcio Azevedo (BOT); Léo Silva (RES)
Renda e público: R$ 61.015,00 / 3.434 pagantes / 4.733 presentes

GOLS: Rogério, 44’/1ºT (0-1); Antônio Carlos, 30’/2ºT (1-1)

BOTAFOGO: Jefferson, Alessandro (Bruno Tiago, intervalo), Antônio Carlos, Márcio Rosário e Marcio Azevedo; Rodrigo Mancha (Caio, 26’/2ºT), Marcelo Mattos, Somália e Everton (Arévalo, 33’/2°T). Herrera e Loco Abreu. Técnico: Caio Junior.

RESENDE: Eduardo, Thiago Bastos, Rogério, Anderson e Jefferson; Gabriel, Leo Silva, Marcel (Léo, 36’/2ºT) e Valdeir; Alexandro (Elias, 36’/2ºT) e Marcelo Régis (Ramon, 28’/2ºT). Técnico: Paulo Campos.

abril 3, 2011 - Posted by | Botafogo |

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s