Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Cruzeiro vence Guaraní e assegura liderança do grupo

Raposa passa por cima dos paraguaios, em Assunção, e se não se sente ameaçada no topo do Grupo 7 da Libertadores

O Cruzeiro nem precisava entrar em campo na noite desta quarta-feira para se classificar às oitavas de final da Copa Santander Libertadores, mas, mesmo assim, fez sua parte. A equipe mineira venceu o Guaraní (PAR), fora de casa, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, por 2 a 0, com gols de Thiago Ribeiro e o paraguaio Ortigoza.

Antes mesmo de começar a partida no Paraguai, a Raposa já havia se garantido na fase seguinte por conta do empate por 1 a 1 entre Tolima (COL) e Estudiantes (ARG), que eliminou os colombianos. O Guaraní já em entrou na rodada sem chances de classificação.

Dentro de campo, o Cruzeiro não apresentou o mesmo bom futebol de outra partidas. Porém, mesmo assim, logo mostrou sua força e abriu o placar aos 17 minutos, em bela jogada do setor ofensivo, finalizada por Thiago Ribeiro. Os paraguaios até tentaram se aproveitar dos muitos erros de passe da equipe brasileira, mas não conseguiram. No último lance de jogo, Ortigoza invadiu a área em diagonal e balançou as redes em sua cidade natal.

Agora, a “luta” celeste é pela primeira colocação do Grupo 7. Com 13 pontos, o Cruzeiro leva três de vantagem para o Estudiantes, seu adversário no próximo dia 16, em La Plata. Os mineiros ainda têm 16 gols de saldo, contra apenas um dos argentinos, que dificilmente vão tomar a ponta da chave. Apenas uma goleada por 8 gols de diferença para os Pinchas tiraria a primeira posição da Raposa.

Ribeiro abre o placar

Logo nos primeiros instantes o Cruzeiro fez valer sua superioridade técnica e tomou conta da partida. Antes dos dez minutos, a Raposa teve duas boas chances, uma com Thiago Ribeiro, desviando pela linha de fundo um cruzamento de Wallyson, e outra com Montillo, em chute de fora da área, que foi pela linha de fundo.

O Guaraní apareceu pela primeira vez no ataque aos 13 minutos, quando Sosa arriscou de fora da área e Fábio defendeu com tranquilidade. A resposta celeste veio em seguida. Após cobrança de escanteio, Victorino desviou e Thiago Ribeiro, em posição irregular, acertou a trave.

No lance seguinte, no entanto, Ribeiro foi eficaz. Em bela tabela entre os quatro homens de frente, Roger lançou Wallyson, que ajeitou de cabeça para Montillo. O argentino encontrou Thiago Ribeiro livre dentro da área e o camisa 11 só teve o trabalho de empurrar para a rede de Silva: 1 a 0.

Em vantagem no placar, Wallyson se deu ao luxo de perder um gol dentro da área, aos 29 minutos, de frente para o goleiro, após roubada de bola de Ribeiro. Entretanto, dois minutos depois, Ovelar recebeu dentro da área e chutou cruzado, obrigando Fábio a fazer linda defesa, salvando o Cruzeiro.

Errando muitos passes e sem conseguir sair para o ataque, a equipe celeste complicou o final do primeiro tempo. Mesmo assim, levou perigo aos 40 minutos, em chute forte de Montillo, que bateu pelo lado de fora da rede.

O maior susto na torcida cruzeirense foi aos 42, quando Sosa arriscou rasteiro de fora da área e Fábio buscou no cantinho, mandando para escanteio. Na saída para o intervalo, o autor do gol, Thiago Ribeiro, pediu mais capricho ao Cruzeiro.

– Criamos situações, viramos o primeiro tempo com a vitória, mas temos que procurar caprichar mais. Estamos errando mutos passes. Poderíamos estar vencendo por mais. Vamos procurar melhorar para fazer mais gols e sair com a vitória – disse o atacante.

Placar insistente

As duas equipes voltaram sem alterações para a segunda etapa e o Cruzeiro mostrou logo o cartão de visitas. Wallyson lançou Montillo dentro da área, mas o argentino finalizou nas mãos de Joel Silva. O troco veio aos sete minutos, com Marecos, em chute cruzado que Fábio espalmou para longe.

A partida ficou aberta, com o Guaraní chegando mais ao campo ofensivo e o Cruzeiro explorando a velocidade de seu contra-ataque. Porém, o segundo gol celeste teimou em não acontecer e várias chances foram desperdiçadas.

Aos 21 minutos, Cuca mexeu duas vezes no time cruzeirense, colocando Wellington Paulista e Everton, nas vagas de Wallyson e Roger. As alterações não deram resultado e a Raposa continuou sem conseguir ampliar o placar.

Os lances de perigo da segunda etapa saíram dos pés de Montillo. Na melhor das chances, Thiago Ribeiro achou Montillo entrando em velocidade dentro da área. O argentino finalizou por cima do goleiro e mandou pela linha de fundo.

Cuca ainda tentou uma última cartada, com a entrada de Ortigoza no lugar de Thiago Ribeiro e gol, finalmente, saiu. O paraguaio foi lançado na direita, se livrou de dois marcadores e bateu firme, dando números finais ao placar.

Guaraní (PAR) 0 X 2 Cruzeiro

Estádio: Defensores del Chaco, Assunção (PAR)
Data/hora: 30/03/2011 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Enrique Osses
Auxiliares: Patrício Basualto e Carlos Astroza
Renda/Público: Não informado.
Cartões amarelos: Julián Benítez, Fabio Escobar (GUA); Roger (CRU)
Gols: Thiago Ribeiro (17’/1ºT) e Ortigoza (47’/2ºT)

Guaraní (PAR): Joel Silva; Eduardo Filippini, Joel Benítez, Ignacio Ithurralde (Federico Carballo, 33’/2ºT), Elvis Marecos; Cristian Sosa, Miguel Paniagua, Luis De la Cruz e Jorge Mendoza (Osvaldo Hobecker, 20’/2ºT); Julián Benítez e Luis Ovelar (Fabio Escobar, 20’/2ºT). Técnico: Félix León.

Cruzeiro: Fábio; Pablo, Gil, Mauricio Victorino e Gilberto; Marquinhos Paraná, Henrique, Roger (Everton, 21’/2ºT) e Walter Montillo; Wallyson (Wellington Paulista, 21’/2ºT) e Thiago Ribeiro (José Ortigoza, 37’/2ºT). Técnico: Cuca.

março 31, 2011 - Posted by | Cruzeiro |

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s