Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Apesar do susto, Inter goleia o Wilstermann de virada

Colorado sai atrás no placar, mas adversário erra muito e permite a virada colorada. Time gaúcho assume a ponta da Grupo 6

Apesar do susto nos primeiros minutos, o Internacional goleou o fraco Jorge Wilstermann por 4 a 1, de virada, nesta quarta-feira, no Estádio Félix Capriles, na cidade boliviana de Cochabamba. A vitória faz o Colorado assumir a liderança do Grupo 6 da Libertadores, com sete pontos ganhos.

As notícias do Inter chegam antes no seu celular!

O Inter viveu um pesadelo nos sete minutos iniciais, sendo castigado na jogada pelo alto, assim como ocorreu no empate com o Emelec. Após falta cometida por Zé Roberto, Lucas Fernández cobrou pela direita e Brown escapou da marcação para desviar de cabeça, deixando Lauro batido no lance.

Irreconhecível em campo, o Colorado não reagiu com as próprias pernas. Oscar cruzou para a área pela direita para a conclusão de cabeça de Tinga. Porém, Brown se adiantou ao volante para desviar para a rede e marcar outra vez, agora, contra.

A partir do erro da equipe boliviana, o Inter se encontrou e passou a jogar o futebol digno do atual campeão da Libertadores. E percebeu que não tinha motivos para tropeçar fora de campo, já que enfrentava um time da Segunda Divisão da Bolívia.

A virada colorada aconteceu com Leandro Damião. Guiñazu – talvez inspirado pelo companheiro Bolatti, que se arrisca sempre no ataque – levantou na área. O centroavante subiu mais que o zagueiro para marcar de cabeça. Na comemoração, a homenagem ao pai ao fazer o bigode com os dedos.

E Damião fez mais do que o gol. Na sequência, foi solidário a Zé Roberto, que, até aquele momento, não estava nos seus melhores dias. Ao invés de chutar para o gol, o atacante apenas rolou a bola para que o meia-atacante balançasse a rede.

Com o domínio da partida, o Internacional optou por puxar o freio na etapa final, vendo que não seria mais assustado pelo Wilstermann. Jogando com cautela, o time do técnico Celso Roth, curiosamente, não pareceu sofrer os efeitos da altitude de 2,5 mil metros, correndo a mil por hora.

E quem mais parecia não sentir os efeitos da altitude era Zé Roberto, que, pela direita, tocou para Andrezinho, que deu passe açucarado para Kleber, que vinha de trás. Com chute colocado, o lateral-esquerdo ampliou o placar para os colorados. Goleada esperada, goleada confirmada. Apesar do susto inicial…

FICHA TÉCNICA
JORGE WILSTERMANN 1 X 4 INTERNACIONAL

Local: Estádio Félix Capriles, em Cochabamba (BOL)
Data/hora: 16/03 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Enrique Cáceres (PAR)
Auxiliares: Nicolás Yegros (PAR) e César Franco (PAR)
Cartões amarelos: Zé Roberto (INT); L. Fernández, Machado (J.WIL)
Cartões vermelhos: nenhum

GOLS: Brown 7’/1T (1-0); Brown 15’/1T (1-1) (contra); Damião 19’/1T (1-2); Zé Roberto 25’/1T (1-3); Kleber 36’/2T (1-4)

Jorge Wilstermann: Mauro, Lucas Fernández, Brown, Juccelio da Silva e Ojeda (Mosquera, 17’/2T); Melgar (Sanchez, intervalo), Fernández (Fábio Mineiro, 10’/2T), Machado, Abregú; Garcia e Toscanini. Técnico: Marcelo Neveleff

Internacional: Lauro, Nei, Rodrigo, Sorondo e Kleber; Bolatti, Guiñazu, Tinga (W. Matias, intervalo), Oscar (Andrezinho, 22’/2T) e Zé Roberto; Leandro Damião (Cavenaghi, 20’/2T). Técnico: Celso Roth.

março 17, 2011 - Posted by | Internacional | ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s