Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Oscar cria, Damião faz: Inter larga com goleada no returno do Gaúcho

Colorado faz 4 a 0 no Ypiranga no Beira-Rio, com três gols do centroavante e grande atuação do meio-campista

A soma da criatividade que chacoalha a mente de Oscar com o cheiro de gol que emana do corpo de Leandro Damião dá goleada como resultado. Em grande noite de suas promessas, o Inter estreou no returno do Campeonato Gaúcho com vitória de 4 a 0 sobre o Ypiranga, nesta quinta-feira, no Beira-Rio. O meio-campista foi o condutor de um time que teve o centroavante, com três gols, como arma letal. Zé Roberto fez o outro.
Foi a segunda goleada seguida do Inter. Há duas semanas, em sua última partida, o Colorado havia aplicado o mesmo placar sobre os mexicanos do Jaguares, pela Libertadores. A vitória desta quinta-feira é o primeiro passo na luta vermelha pela conquista da segunda metade do Estadual, após a frustração do time B no primeiro turno. O jogo, realizado sob forte chuva no primeiro tempo, também marcou o retorno de Rafael Sobis, recuperado de lesão muscular, à equipe.
O Inter volta a campo pelo Gauchão no domingo, fora de casa, contra o Caxias. O Ypiranga, na quarta-feira, recebe o São Luiz em Erechim.
Gurizada faz chover

Se Oscar fez tudo aquilo com chuva, imagina em campo seco… Foi um tal de drible para lá, finta para cá, lançamento de um lado, infiltração de outro, chute daqui, movimentação acolá. O jovem meia colorado, maior destaque vermelho nos treinos desde o ano passado, justificou o número 10 que carregou em substituição ao quase insubstituível D’Alessandro, lesionado. Ele acabou com o primeiro tempo. Fez chover, em parceria com o goleador Leandro Damião, em noite de aguaceiro no Beira-Rio.
Oscar arriscou a gol. Duas vezes. Em uma, a bola desviou na zaga; em outra, o goleiro espalmou. Oscar também encontrou espaços. Deu passe precioso para Leandro Damião, abafado pelo goleiro do Ypiranga na hora de concluir. E fez jogada de craque, como promete ser, no segundo gol do centroavante colorado na partida. Ele pegou a bola pela direita, deslizou com ela pelo campo encharcado do Beira-Rio, como se tivesse uma prancha de surfe sob as chuteiras, levou dois defensores ao constrangimento com dribles e mandou o cruzamento. Damião subiu bonito e marcou. Marcou de novo.

O lance de maior brilho da gurizada colorada, o do segundo gol, aconteceu aos 31 minutos. E aí o Inter já vencia o jogo por 1 a 0, graças a outro gol de Damião. Com 13 minutos, Daniel bateu cruzado da direita, e o centroavante se jogou na bola de carrinho para colocar o time vermelho na frente.
O Inter foi superior nos 45 minutos iniciais. Mas soberano, não. O Ypiranga, já em desvantagem, também incomodou. Lauro precisou trabalhar repetidas vezes, especialmente em chutes de longe, para evitar que o time de Erechim também deixasse sua marca no Beira-Rio.

Goleada no Beira-Rio

Os ponteiros do relógio completavam sua primeira volta na etapa final quando o Inter ampliou o placar. E de novo com participação de Oscar. Bolatti, outro destaque da partida, acionou o garoto, que logo encontrou Zé Roberto livre na esquerda. O camisa 11 mandou o chute e aumentou a vantagem para o Colorado, já certo da vitória naquele momento.
Restou pouco a fazer para o Ypiranga. No meio-termo entre evitar um goleada e tentar a sorte no ataque, o time de Erechim ficou perdido. E o Inter seguiu superior. Zé Roberto recebeu mais um passe de Oscar e mandou outro chute, mas desta vez para fora.
Não fez falta. Damião logo marcaria mais um. Kleber cruzou da esquerda, com aquele precisão que poucos têm, e o centroavante mandou para o gol. A vitória se transformava em goleada.
E ela poderia ter ficado ainda mais gorda. As boas entradas de Cavenaghi e Rafael Sobis deram vivacidade ofensiva ao Inter. Sobis perdeu gol em um lance e reclamou pênalti em outro. Zé Roberto também teve chance. Leandro Damião, em outras duas oportunidades, esteve em vias de aumentar sua poupança de gols em 2011 – já são nove em seis partidas.
INTERNACIONAL 4 X 0 YPIRANGA
Lauro, Daniel, Rodrigo, Sorondo e Kleber; Bolatti, Guiñazu, Tinga, Oscar (Andrezingo) e Zé Roberto (Cavenaghi); Leandro Damião (Rafael Sobis). Bruno, Glauco, João Lima (Frede) e Matheus, João Paulo (Vítor Hugo), Emerson, Giovani, Gilvan (Peter) e Branco, Rafael Santiago e Thiago Pereira.
T: Celso Roth T: Agenor Piccinin
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS). Data: 10/03/2011. Árbitro: Roger Goulart. Auxiliares: José Javel Silveira e Maurício Coelho Silva Penna.
Gols: Leandro Damião, aos 13 e aos 31 minutos do primeiro tempo; Zé Roberto, a um, e Leandro Damião, aos 22 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Branco, João Paulo, Emerson, Frede (Ypiranga); Tinga, Sorondo, Guiñazu, Rodrigo (Inter).
Público: 7.127. Renda: R$ 69.760,00

março 10, 2011 - Posted by | Internacional | ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s