Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Palmeiras vence mas não elimina o jogo de volta

Apesar da vitória sobre o Comercial-PI, por 2 a 1, Verdão abusa dos erros de finalização e terá de jogar no Pacaembu

Felipão não esconde de ninguém: a prioridade do Verdão no primeiro semestre é a Copa do Brasil. E com três títulos da competição na bagagem, o treinador falhou no primeiro obstáculo em busca de uma vaga na Libertadores do ano que vem. Apesar do amplo domínio no jogo e dos gols marcados por Adriano e Kleber, o Palmeiras venceu o Comercial por somente 2 a 1, no Albertão, e não confirmou a vaga na segunda fase da Copa do Brasil. Rafael descontou para o time piauiense.

Sem alguns de seus titulares, poupados da cansativa viagem à Teresina, no Piauí, e com outros no banco de reservas, o Palmeiras voltou a apresentar os graves problemas nas finalizações. A entrada de Valdivia, que começa a ganhar ritmo de jogo, melhorou consideravelmente o setor de criação, mas a falta de um centroavante pesou e a vitória poderia ter sido mais elástica se não fossem as chances desperdiçadas.

Apesar de não ter feito a tão comentada dancinha, Adriano Michael Jackson abriu o placar ainda no primeiro tempo. No primeiro minuto do segundo tempo, Kleber ampliou. Com a vantagem, o Palmeiras parou de jogar. E quando a vaga parecia certa, Rafael cabeceou e “classificou” o Comercial para jogar no Pacaembu na semana que vem!

Apagão e decepção em Teresina…

Com um time recheado de reservas, o técnico Luiz Felipe Scolari mostrou logo na escalação que o Comercial não assustava o Verdão. Na primeira etapa, a expectativa se confirmou e só um time jogou no Albertão.

Como era esperado, o time do Comercial jogava fechado, e esperava o Verdão em seu campo de defesa. Os contra-ataques eram a principal arma da equipe piauiense para tentar surpreender – sem sucesso. Com amplo domínio do jogo, as chances do Verdão não demoraram a aparecer. Dois minutos depois de Mauricio Ramos despediçar uma ótima chance de abrir o placar, Valdivia levantou a bola na área em cobrança de falta, e Kleber, de cabeça, mandou na trave.

Se o Palmeiras não fazia uma grande partida, ao menos não era ameaçado pelo Comercial. A entrada de Valdivia melhorou muito o setor de criação da equipe, que chegava constantemente ao gol adversário e criava lances de perigo. A falta de um centroavante – a maior carência do time -, no entanto, voltou a aparecer e o Palmeiras tinha dificuldade em mandar a bola para a rede.

Até que aos 30 minutos de jogo, Adriano Michael Jackson desencantou! Após bola roubada por Cicinho, Valdivia cruzou com perfeição para Adriano. De cabeça, o atacante tirou do goleiro e abriu o placar. A tão esperada dancinha de Michael Jackson, no entanto, ficou para uma outra oportunidade, já que ele praticamente não comemorou.

Com a bronca que o time deve ter levado de Felipão no intervalo pelos erros de finalização, o Verdão voltou em ritmo eletrizante. E no primeiro minuto da segunda etapa, Kleber deu a vantagem necessária para não ter de jogar em São Paulo. Em cobrança de lateral, o atacante recebeu cercado por vários jogadores do Comercial, girou e bateu firme, no cantinho… Belo gol e o 2 a 0 no placar!

O gol não desanimou o time, que continou atacando e – principalmente – abusando dos erros nas finalizações. Aos 15 minutos, no entanto, um susto na torcida e no goleiro Bruno anunciou o que vinha pela frente. Em jogada de Isael, Barata apareceu em boas condições de chute mas pegou muito mal na bola, longe do gol. Uma amostra da falta de qualidade do time piauiense.

E a vantagem logo no primeiro minuto acomodou o time do Palmeiras, o que viria a ser um grande erro. Tiaguinho, livre, cabeceou para fora e assustou de novo. Aos 30 minutos, o prenúncio se confirmou! Barata cobrou o cruzamento da direita e Rafael subiu mais que Maurício Ramos para cabecear no ângulo, sem chances para Bruno. Festa no Piauí!

Aos 42, o volante Chico (que haia substituído Valdivia quando a classificação ainda estava garantida) chutou forte e o goleiro Neto defendeu, garantindo o placar. Enquanto o Comercial comemorava a derrota como se fosse um título, uma vitória nunca foi tão lamentada pelo Palmeiras…

Na sequência da Copa do Brasil, o Palmeiras recebe o Comercial na próxima quarta-feira. Pelo Paulistão, o Verdão mal respira da viagem de volta e já faz clássico contra o São Paulo, ainda neste domingo.

FICHA TÉCNICA:
COMERCIAL 1 X 2 PALMEIRAS

Estádio: Albertão, Teresina (PI)
Data/hora: 23/2/2011 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: José de Caldas Souza (DF)
Auxiliares: Thiago G. Brigido e Arnaldo de Souza (ambos do CE)
Renda e público: R$ 250.190,00 / 13.482
Cartões amarelos: Binha, Isael, Alisson, Crislan, Tiaguinho (COM); Mauricio Ramos, Valdivia (PAL)
Cartões vermelhos: Não houve
GOLS: Adriano, 30’/1°T (0-1); Kleber, 1’/2°T (0-2); Rafael, 29’/2°T (1-2)

COMERCIAL: Neto, Barata, Alisson, Rafael e Tiaguinho; Ivanzinho, Binha (Puxinha, 21’/2°T), Evandro e Isael (Bezerra, 44’/2°T); Tony e Zé Rodrigues (Crislan, 29’/2°T). Técnico: Anibal Lemos

PALMEIRAS: Bruno, Cicinho (Tinga, 33’/2°T), Maurício Ramos, Danilo e Gabriel Silva; Márcio Araújo, João Vitor, Patrik e Valdivia (Chico, 19’/2°T); Adriano (Miguel, 39’/2°T) e Kleber. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

fevereiro 24, 2011 - Posted by | Palmeiras |

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s