Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Embalado, Cruzeiro passa pelo Ipatinga: 2 a 0

Raposa domina o jogo do começo ao fim, vence o Tigre sem grandes dificuldades e cola na liderança

Embalado pela vitória sobre o Estudiantes na Libertadores, o Cruzeiro bateu o Ipatinga por 2 a 0, neste sábado, na Arena do Jacaré. Mesmo jogando com uma equipe mista, a Raposa foi superior durante toda a partida e não encontrou muitas dificuldades para passar pelo Tigre.

Com público pequeno na Arena, o Cruzeiro viu o goleiro Raniere ser o grande destaque do primeiro tempo, salvando o Ipatinga em diversas oportunidades. Na segunda etapa, no entanto, Cuca colocou o time para frente com as entradas de Wallyson e Farías, e o resultado apareceu. Thiago Ribeiro, aos seis minutos da etapa complementar, e Wallyson, aos nove, fizeram os gols da vitória celeste.

A vitória leva o Cruzeiro aos nove pontos, no segundo lugar da classificação, ao lado do rival Atlético-MG, que leva vantagem nos critérios de desempate. Amanhã, no complemento da rodada, o Cruzeiro poderá ser ultrapassado pelo América-MG, que encara o Funorte, e pelo Guarani, que tem duelo contra o Galo.

Já o Ipatinga continua na lanterna do Mineiro, com apenas um ponto marcado em quatro rodadas. A equipe, que já na próxima rodada deverá ter a estreia de seu novo técnico, o ex-atacante Guilherme, marcou apenas dois gols na competição, enquanto sofreu 12.

O próximo compromisso da Raposa é pela Copa Libertadores, contra o Guarani (PAR), na terça-feira, também na Arena do Jacaré. O Ipatinga receberá o Democrata-GV na próxima rodada do Mineiro. Confira como foi o jogo.

Fábio assistiu e Raniere trabalhou

A primeira parte do jogo foi totalmente dominada pelo Cruzeiro que, no entanto, não conseguiu transformar sua superioridade em gols. Com uma formação muito cautelosa, o Ipatinga pouco produziu em termos ofensivos, já que Alessandro, o único atacante da equipe, ficava isolado no campo de ataque.

A primeira defesa do goleiro Fábio foi aos 42 minutos, após falta cobrada por Luizinho, que o arqueiro celeste encaixou sem problemas. Do outro lado, Raniere foi a principal figura da primeira etapa, trabalhando bem em todas as vezes que foi exigido.

A primeira oportunidade da Raposa foi logo aos dois minutos de jogo. Depois de boa troca de passes no campo ofensivo, Wellington Paulista achou Thiago Ribeiro dentro da área, que chutou fraco, para a defesa de Raniere. Aos cinco, foi a fez de Marquinhos Paraná disparar chute de longe, que o goleiro segurou firme.

O Cruzeiro seguiu pressionando e criou novas chances de gol. Em investida ofensiva do zagueiro Naldo, a bola chegou até Paulista, que fez o pivô e tocou de calcanhar para Dudu, que chutou colocado, e viu Raniere fazer bela defesa, colocando pela linha de fundo. Aos 13, Everton cobrou falta na área, Wellington Paulista desviou de cabeça e mais uma vez o goleiro defendeu firme.

Quatro minutos depois, Thiago Ribeiro apareceu com perigo pela direita e levantou na área. Diego Renan apareceu de surpresa e tocou de cabeça, mas Raniere fez outra boa defesa. Aos 22, Everton fez boa tabela pela direita com Leandro Guerreiro, que invadiu a área e chutou forte, mas Raniere espalmou.

Só dava Raposa. Aos 25 minutos, belo lançamento de Everton na área para Marquinhos Paraná, que escorou de cabeça para o meio. Wellington Paulista tentou alcançar a bola, mas Marcelinho apareceu primeiro para cortar na hora certa.

Nos minutos finais do primeiro tempo o Cruzeiro diminuiu o ritmo, sentindo o calor. A equipe do Ipatinga esbouçou uma pressão, mas não teve qualidade para penetrar na defesa celeste. Saindo para o intervalo, o atacante Wellington Paulista fez um diagnóstico da etapa inicial.

– Nós precisamos nos movimentar um pouco mais. Está calor e nós estamos tentando trabalhar a bola o mais rápido possível, mas eles estão marcando forte. Vamos ver se no segundo tempo nós conseguimos fazer um gol para sair com a vitória – disse o atacante.

Mudanças e gols

Na volta do intervalo, os dois times efetuaram mudanças. No Ipatinga, Wanderson saiu para a entrada de seu xará, Wanderson Duarte. Já no Cruzeiro, o técnico Cuca colocou Wallyson e Ernesto Farías, nos lugares de Everton e Wellington Paulista, lançando a equipe ao ataque.

O resultado foi imediato, pois logo aos dois minutos a Raposa chegou com perigo. Após cobrança de escanteio, Leandro Guerreiro recebeu passe de Edcarlos na entrada da área e chutou colocado, mas Ranieri espalmou com estilo pela linha de fundo. Na sequência, Wallyson invadiu a área em jogada individual e cruzou rasteiro. Edcarlos finalizou fraco e a defesa cortou.

A pressão celeste não parou. Thiago Ribeiro arriscou chute de fora da área no cantinho e mais uma vez o goleiro do Ipatinga apareceu para defender. No minuto seguinte, Diego Renan foi lançado nas costas da defesa, invadiu a área e chutou forte, para nova defesa de Raniere.

De tanto insistir, o gol celeste saiu. Aos seis minutos, Thiago Ribeiro fez jogada individual pela ponta esquerda, abriu espaço para o meio, cortou a marcação de Luizinho e soltou o pé. Raniere se esticou todo, mas não conseguiu fazer a defesa e viu a bola morrer no fundo da rede.

Três minutos depois, Marquinhos Paraná viu Wallyson livre dentro da área e lançou com categoria. O atacante dominou limpando a marcação e finalizou de perna esquerda, com firmeza, vencendo o goleiro Raniere: 2 a 0.

Aos 18 minutos, o atacante Farías, que estreava na temporada 2011, balançou as redes. Em lance parecido com o do primeiro gol, Thiago Ribeiro cortou a marcação na intermediária, chutou rasteiro e o argentino escorou para o gol, mas em posição irregular. O árbitro prontamente invalidou o tento.

Depois do segundo gol celeste, o ritmo da partida diminuiu drasticamente. O Cruzeiro passou a administrar o resultado, explorando os contragolpes e deixando o Tigre trabalhar a bola mais à vontade. A equipe do Vale do Aço, no entanto, continuou sem levar perigo ao goleiro Fábio, que continuou sendo um espectador privilegiado da partida.

Cruzeiro 2 x 0 Ipatinga

Estádio: Arena do Jacaré, Sete Lagoas

Público/Renda: 1.664 pagantes / R$ 25.108,13

Data/Hora: 19/02/2011 / 17h (de Brasília)

Árbitro: Joel Tolentino Damata Júnior

Auxiliares: Marcus Vinícius Gomes e Flamiron Sócrates da Silva

Cartões amarelos: Edcarlos, Dudu, Naldo (CRU); Leanderson, Leandro Brasília (IPA)

Gols: Thiago Ribeiro (6’/2ºT) e Wallyson (9’/2ºT)

Cruzeiro: Fábio; Pablo, Naldo, Edcarlos e Diego Renan; Leandro Guerreiro, Marquinhos Paraná, Everton (Wallyson, intervalo) e Dudu (Pedro Ken, 36’/2ºT); Thiago Ribeiro e Wellington Paulista (Fárias, intervalo)

Técnico: Cuca

Ipatinga: Raniere; Luizinho (Léo Medeiros, 21’/2ºT), Marcelinho, Max e Marinho Donizete (Chiquinho, 32’/2ºT); Leanderson, Leandro Brasília, Eron, Rodrigo Antônio e Wanderson (Wanderson Duarte, intervalo); Alessandro

Técnico: Wasterdeyle Lima

fevereiro 19, 2011 - Posted by | Cruzeiro | ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s