Portal Futebol

Tudo sobre o futebol Brasileiro e Internacional

Grêmio bate São Luiz e confirma melhor campanha

Clube gaúcho terá vantagem nas próximas fases do Gauchão

O Grêmio venceu mais uma batalha no Campeonato Gaúcho. Dessa vez bateu o São Luiz, por 1 a 0, e confirmou a melhor campanha do Regional. Com a vitória, chegou a 17 pontos e garantiu a primeira colocação da chave 2. Nas próximas fases, o Tricolor agora tem a vantagem de jogar no Estádio Olímpico. O São Luiz continua com sete pontos, em último lugar na chave 1, e não tem mais chances de classificação. No fim de semana, o time gremista encara o Novo Hamburgo, fora de casa, enquanto o time de Ijuí recebe o Cruzeiro, em casa.

O jogo iniciou morno. A melhor jogada do começo da partida foi o próprio gol gremista. Vindo de trás, Adilson aciona Borges no pivô, e a bola vai para Mário Fernandes, ao lado da área. O lateral-direito driblou o marcador com facilidade e coloca na cabeça de Maylson. Vanderlei fez milagre, mas a bola voltou nos pés do jogador do Grêmio e o placar foi aberto logo aos oito minutos.

Como o jogo era importante também para o São Luiz, o time do interior gaúcho também se jogou a frente. Aos 15, Fernando foi à linha de fundo e cruzou. Sharlei errou o tempo de bola e Alexandre bateu de canhota. Mário Fernandes se jogou na frente da bola e cedeu escanteio.

Aos 17, o São Luiz levou perigo ao gol de Marcelo Grohe outra vez com Alexandre. Depois de passe de Jean Paulo, o camisa 11 do time de Ijuí bateu forte sobre a meta gremista.

No entanto, o time de Beto Campos dava liberdade ao Grêmio. Sem marcar de forma mais forte, o São Luiz facilitava o objetivo do Tricolor. A equipe de Porto Alegre dominou a partida e perdeu mais algumas chances.

Aos 30 minutos, Roberson perdeu grande chance de ampliar o placar e facilitar ainda mais o jogo para o Grêmio. Depois de Clementino driblar três e escorregar, Maylson acionou Mário Fernandes na direita. O lateral cruzou, a zaga tirou e Roberson aparou a sobra, da marca do pênalti, por cima do gol. Depois, ao tentar se redimir, bateu forte da intermediária e obrigou Vanderlei a se esticar todo e jogar para escanteio.

Apesar de não ter grande atuação, o Grêmio contava com uma frouxidão na marcação por parte do São Luiz. O primeiro tempo acabou com o time de Ijuí sem conseguir nem atacar, nem defender com qualidade.

Só aos cinco minutos do segundo tempo o São Luiz fez Marcelo Grohe participar da partida. Negueti olhou para área aos 5 e onde viu Sharlei, colocou a bola. Marcelo voou e tirou a bola da cabeça do atacante do São Luiz. Na sequencia, interceptou outro cruzamento, dessa vez de Fernando.

Com a vantagem, o Grêmio voltou sem grande ímpeto no início do segundo tempo. Os garotos gremistas até tentavam jogadas de ataque, mas faltava maior capricho no último passe. Borges se mostrou ainda fora de ritmo, apesar de participativo. Diego Clementino era o melhor jogador gremista na partida, mas também faltava o último passe. Aos 12, Maylson cobrou falta da intermediária e deu o primeiro chute do Grêmio na segunda etapa.

Ainda que tenha levado perigo em boa trama de Vinícius Pacheco e Mário Fernandes, o Grêmio passou sufoco aos 15. Na primeira oportunidade, Sharlei levantou do lado esquerdo de ataque e Marcelo e Rafael Marques se atrapalharam. A bola passou por toda a área e Bruno Collaço tirou. Aos poucos, a pressão do time de Ijuí aumentava.

Imediatamente Renato chamou Mithyuê e trocou os meias. Com mais gás no meio campo, o Tricolor emparelho o confronto. As chances do São Luiz escacearam. Os chutes de fora da área – o Grêmio com Mithyuê e o São Luiz com Jean Paul – viraram alternativa aos 25, mas nenhuma das equipes obteve melhor sucesso.

Quando aos 35 minutos Bronzati pegou Borges por trás e foi expulso, o jogo se desenhou a favor do Grêmio. Sem sofrer mais perigos, o Grêmio tocou mais a bola e cozinhou o jogo até o final da partida.

Aos 45, Borges poderia ter voltado em alto nível. Vinícius Pacheco passou por dois marcadores na entrada da área e lançou Borges, no pivô. O centroavante girou sobre a marcação, driblou o goleiro e quando bateu, Glauber deu um carrinho e salvou o que seria o gol da volta de Borges

FICHA TÉCNICA:

SÃO LUIZ 0 X 1 GRÊMIO

Data/hora: 09/02, às 22h

Local: Estádio 19 de Outubro, em Ijuí

Árbitro: Fabrício Corrêa, auxiliado por Paulo Conceição e Edemar Palmeira

Gols: Maylson, aos oito minutos do primeiro tempo.

Cartões amarelos: Neguete, Baiano, Bronzati, Glauber, Daril(SL) Mateus Magro, Mário Fernandes(G)

Grêmio: Marcelo Grohe; Mário Fernandes, Paulão, Rafael Marques e Bruno Collaço; Adilson, Mateus Magro, Roberson(Mithyuê) e Maylson(Vinícius Pacheco); Diego Clementino(Wesley) e Borges. Técnico: Renato Gaúcho.

São Luiz: Vanderlei; Bronzati, Glauber e Faccin(William); Fernando(Anderson), Daril, Baiano, Jean Paulo(André Luis) e Negueti; Alexandre e Sharlei. Técnico: Beto Campos.

fevereiro 9, 2011 - Posted by | Grêmio |

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s